Charada da sexta: parquinho

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

chasex2mai454.jpg 

Algo me diz que ninguém vai matar o enigma desta semana. É um lugar pequeno, um tanto quanto obscuro, e por isso mesmo surpreendente.

 chasex4mai450.jpg

Gostaria de poder dar mais pistas, mas, como vocês sabem, o Alessandro tem um servidor do Google na cozinha, e a gente não pode facilitar.

          chasex2mai140.jpg  chasex2mai210.jpg

chasex2mai453.jpg

chasex2mai452.jpg

chasex2mai451.jpg

Deposite seu palpite na caixa de comentários e concorra a uma caixa de comentários cheia de palpites!

70 comentários

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Riq

Na linha parques: voce pode pautar os bugios roncadores do parque da Cantareira. Parecem ameaçadores, mas são tranquilos, e fáceis de ver. O Parque da Cantareira tem acessos no Horto Florestal, e na estrada que vai do Horto até a Fernão Dias, cujo nome me esqueci.

A Vila inglesa, perto da luz, é bem curiosa, e eu acho que uma repprtagem sobre os botecos bem populares de SP, tipo Estadão iria ser legal. Voces já fizeram fotos em Paranapiacaba? Outro lugar, que tem um acesso mais complicado, e é um pouco mais longe´é Itatinga, perto de Bertioga, onde há uma vila ingesa, uma antiga usina, e um bondinho. Uma graça, mas tem que ser agendado na cia. docas de Santos. Outro ponto curioso e a feria boliviana do Pari...

Para começar já dá !

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Santo Pato do Céu!
Eu fui ali um minutinho e quando volto já saiu o prêmio? rs
Emília, a minha frasqueira passa de semana em semana na mão de um.
Esta semana é sua. Até porque até este momento ninguém quis ficar com o prêmio.
Parabéns!!!!
Eu nunca, jamais, em hipótese alguma, acertaria mesmo...rs
E o Alessandro desta vez tirou onda comigo, só pode! Ele me despistou!! Vocês todos estão de prova!! mrgreen

Ricardo Freire

Ernesto, já fomos à feira boliviana (programaço) e a Paranapiacaba. A vila inglesa ali perto da Luz está nos planos (acho). Vou falar dessa outra vila inglesa de Bertioga, e também dos bugios da Cantareira. Obrigado!

Majô
MajôPermalinkResponder

Ernesto,

Você é uma verdadeira usina, menino !!! wink Que lugares especiais você achou,,demais.

Emília está vivendo hoje seu momento Tommy lol

Falando em Cora, Riq você leu a coluna dela de ontem ?

Ricardo Freire

Sim, Majô, leio sempre... e concordo infalivelmente...

Majô
MajôPermalinkResponder

Sobre os impostos, matéria dela de ontem, penso igualzinho, precisamos fazer um levante, somos esfolados sem contrapartida nenhuma ! Podemos unir nossas vozes à dela. wink

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Alê, a gente pode ver o Planeta Cidade sim !

Aqui (mas não espalha) smile
http://www.bryntec.com/canal.php?canal=tvcultura

Riq, nos passa os horarios de apresentação !

Lena
LenaPermalinkResponder

Que pena que cheguei tarde... esta eu mataria.! Conheco o parque faz tempo; tenho um amigo que mora ali. Alias, fim-de-semana fica beeeeem cheio e menos paradisiaco smile

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Jorge, foi (literalmente) no século passado a minha última visita ao Horto...me lembro bem que estava bem mal-cuidado e super lotado. Preciso voltar para conferir.
Na verdade, a sensação é a de que o 'lay-out' do Horto (sinalização, construções, cercas) é meio antiquado. Poderia ser antigo/charmoso, mas não conseguiu chegar lá. Esse Cidade de Toronto me parece mais moderno e 'natural', com essas rampinhas de madeira, rústicas e bonitas.

Ernesto, já fui até a Vila dos Ingleses e é bem preservada, tem até um café/restaurante (nada especial, mas dá para matar a fome).
Você sabia que tem um tour que leva a todas essas vilas? Ingleses, Maria Zélia, Economizadora...
É essa agência quem faz: http://www.graffit.com.br/graffit_viagens/tematicos/vilas.htm
Pena que estejam tão decadentes...a Vila dos Ingleses é exceção, mas ela não nasceu como vila operária, o que já faz diferença...

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Obrigado a todos, o pato tour agradece a sua preferência, e principalmente a honra de ter sido citada tantas vezes por voce.

Em Tempo : O pato tour não existe. È como os meus amigos chamam as minhas dicas de viagem. E, adivinhe onde eu aprendo muitas delas?

Majô
MajôPermalinkResponder

Ernesto, Sylvia, Joge

Vocês leram no post do momento tommy a proposta de con VNV nacional ? Topam ?

Carla
CarlaPermalinkResponder

Cheguei tarde para a charada (que eu não saberia responder mesmo!), mas em tempo de dar os parabéns à Emília!!!

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Cheiguei muito tarde mas não acertaria mesmo. Nem o Alessandro acertou.

Ernesto fiquei impressionado também.

Dani, valeu o link !!!

Riq, passa os horários!

Abraços para toda a tripulação!

Erensto
ErenstoPermalinkResponder

Claro que topo... Por incrivel que seja não conheco a rota ecológica, quando eu tinha planejado ir, comecou o apagao aereo e o aviao ficou no chão.... Como e longe para todos, sugiro um feriado!

José Ricardo
José RicardoPermalinkResponder

Prezado Ricardo,
esse lugar me lembra a Universidade do Meio Ambiente de Curitiba.
O caminho de madeira é igual ao de lá e lembro também do espaço do lago.
Belíssimo lugar, por sinal.
Espero ter acertado.
Abraços,

Zé Ricardo.

Juliana Scherz

Eu diria que é o Parque Tanguá, em CTBA... Mas... nem sei!!!

Majô
MajôPermalinkResponder

Ernesto,

Quem sabe em janeiro ? 8) E naquela região, Japaratinga, Porto da Rua e São Miguel tem pousadas com preços variados.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Ok, vamos mantendo contato. Minha sugestão seria 15 de novembro, que tal?

Ricardo Freire

Para quem queria saber os horários do Planeta Cidade:
domingos, 19h - reprise às terças, 21h

Entre bichos, plantas e orquídeas « O meu lugar

[...] Viaje na Viagem pintou uma “polêmica” sobre frangos d’água. E não é que no Orquidário tem alguns exemplares? As aves da [...]

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar