De Ilhéus a Boipeba pra Sylvia

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

O conteúdo deste post estava desatualizado e por isso foi apagado.

Leia os posts mais atuais:

96 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Carla
CarlaPermalink

Eu fiquei hospedada justamente na Solar do Morro - e amei! A localização é central (não serve pra quem quer ficar na cara da praia), os quartos são charmosinhos, o serviço é super simpático, a pizzaria da pousada é uma delícia e os preços são bem em conta. Recomendadíssima!

Sylvia
SylviaPermalink

NOOSSA !!! QUE PRESENTÃO !
Estou emocionada e um pouco assim sem jeito , sem saber como
agradecer ...
PERFEITO este post ! Passei hooras na internet neste findi e não
consegui entender nadinha . Agora está tudo reluzente de tão claro .
OBRIGADÃO RIQ !
Valeu muito o trabalhão que deu fazer esse post , para esta causa
tão nobre que é viver junto 30 aninhos ! ( e com um só maridão )
Bodas de que mesmo ??

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

30 anos redondos? Ha ha, tem que rolar esse dia no Txai!
lol
lol
lol

Diogo
DiogoPermalink

Riq deDeus, tu manja tudo de praia... bem que podia fazer um Guia das Praias do Brasilzão né?! Imagina só que legal que seria... hahahahahahahahaha!!!!!

E logo depois fazer uma página, tipo assim, deixa eu pensar... uhm, www.freires.com.br o que tu acha? Báááááá, mó idéia hein?! 8-)

Abração!!!

Rodrigo
RodrigoPermalink

Novamente de Parabens!,

Estive seis meses trabalhando em Ilhéus e Itacaré foi uma das melhores "descobertas" que fiz.

Carla
CarlaPermalink

Sylvia, 30 anos são bodas de pérola - chique, hein? Parabéns!!!

Carmen
CarmenPermalink

Ricardo, você é e Picasso de os escritores que falan de viajes. Você é muito prolífico.
Estoy ASOMBRADA!!!

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

Olá Ricardo,
Acompanho silenciosamente seu blog e adoro ler o que vc escreve.
Gostaria da sua opinião: para ficar 5 dias em julho estou em dúvida
entre o Txai e a Fazenda da Lagoa.
Depois que me hospedei no Toque e na Aldeia Beijupira (9 vezes ao todo), não consigo pensar em outro lugar.
Por sinal, tive o prazer de te conhecer na Pousada do Toque em dezembro.
Beijos e obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Menos, Carmen, menos!
lol
lol
lol

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Oi Ana Claudia!

Os dois são lindos maravilhosos. De supetão, eu sou Txai.

Mas pese alguns argumentos a favor da Fazenda da Lagoa:
- é menorzinha e vai ter um atendimento mais parecido com o que você está acostumada lá em Alagoas
- em julho o Txai deve estar cheio; a Fazenda da Lagoa, talvez não.

Contra a Fazenda da Lagoa tem a questão do mar. A praia do Itacarezinho, onde está o Txai, às vezes fica turva. Mas a da Fazenda da Lagoa é turva sempre. (A lagoa, porém, é azulzíssima...)

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

Muito obrigada Ricardo.
Vou aceitar sua sugestão, Fazenda da Lagoa. Garanto que meu marido, com medo de errar, vai sugerir São Miguel dos Milagres (décima vez!!!). Somos assim mesmo, qdo gostamos, amamos (alguém já escreveu isto).
Além do mais, adoramos criar vínculo com as pessoas do local. Retornar e rever os amigos faz parte da viagem.
Abraços a todos

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RIQ, por favor, você me faria a gentileza de informar mais a respeito do Itacaré Village e do Itacaré Eco Resort, ou seja, qual sua impressão dos dois, o que um tem de melhor que o outro, se fosse convidado a ficar num deles, qual escolheria, a situação deles em termos "turísticos" é legal? Parabéns por esta matéria e agradeço.

Grande abraço,

Arnaldo

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalink

Riq, pra variar voce fez um relato digno dos melhores guias ou melhor, duvido que algum guia contenha indicações com esta precisão nos detalhes. Dar parabens (de novo) é redundância ! E tira uma dúvida : existe alguma categoria muito melhor de quartos no Txai ? ( É que estou pensando em passar o meu aniversário de 25 anos de casamento lá em novembro).

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ana Claudia, olha só, quem escolheu a Fazenda da Lagoa foi você!
smile

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Arnaldo,

Os dois resorts ficam no condomínio Villas de São José, o primeiro loteamento de luxo com preocupações ecológicas da região. Até onde eu sei, o projeto era de um suíço associado a brasileiros; originalmente, o único resort previsto era o Eco Resort, que abriu em 2000, com alguns cuidados notáveis: o prédio é bem recuado com relação à praia, a piscina era de água corrente, e até o bar de praia não ficava diretamente na praia.

Daí consta que houve um racha entre os sócios e os brasileiros começaram a construir uns chalés de luxo (cada um com três ou quatro apartamentos com jacuzzi na sacada) na encosta do morro, pertinho da praia. Pelo que entendi era pra funcionar como flat. Esse foi o embrião do Itacaré Village. Daí eles construíram um predinho(zão) mais ao fundo, também na encosta do morro (próximos ao prédio do eco-resort) com apartamentos standard, do padrão dos do eco-resort (mas um pouquinho mais difícil de chegar, por causa de uma ladeirinha). Foi então que eles fizeram aquela breve (porque malograda) associação com a Chieko Aoki.

O restaurante do eco-resort fica integrado ao hotel; o do Village é mais perto da praia. FAz tempo que fiquei no eco-resort; no Village me hospedei ano retrasado.

Do ponto de vista logístico, essa coisa de prenderem o teu carro no estacionamento é um saco. Por outro lado, os dois hotéis oferecem vans para a cidade, para as outras praias e -- o maior luxo de todos -- à Prainha, uma praia que fica dentro do condomínio e que só tem dois acessos: uma porteira sul onde chega a van dos hotéis ou a trilha que vem da praia da Ribeira e que só dá para fazer com guia, pela falta de sinalização e muitas bifurcações.

Eu precisaria ter me hospedado recentemente no Eco Resort pra te dar uma indicação mais firme. Se você puder ficar nas suítes mais bacanas do Village, então o Village ganha, porque você vai estar com mais conforto, perto da praia e do restaurante. Nos quartos standard, creio que os dois se equivalem.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

EduLuz,

A ala original do Txai tem uns apartamentos em cima do morro, com jacuzzi ao ar livre, que eram os melhores.

Na ala nova (onde está essa piscina da foto) os bangalôs são mais bem resolvidos do que os da antiga, mas não sei se tem esses diferenciados. Mas pergunte na hora de reservar que eles explicam, com certeza.

Acho que o melhor upgrade que você pode ter no Txai é fazer os tratamentos no spa, que é um lugar lindo só de ficar (imagine fazendo massagem...). Esses ecopasseios de luxo também devem ser o máximo.

Sylvia
SylviaPermalink

Nem dormi direito pensando neste post!
E para ajudar a ansiedade a estacionar no nivel maximo:
a internet surtou de novo ( sem sinal..pode?)
Carla, vc é brilhante! Como são bodas de perola vou trocar as perolas
pelo Txai ( isso é que é uma troca excepcional)
Riq, vc pode dar uma ideia de numero de dias slow travel ?
De Iheus a Itacaré 4 dias? E dai para Boipeba incluindo Marau ,quantos ?
Com dez dias incluindo a ida e a volta dá para fazer tudo isso ???

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

Ricardo,
Fique tranquilo, assumo toda responsabilidade da escolha. Só queria uma opinião sua.
Beijos

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Muitíssimo obrigado, Riq. Que trabalhão danado eu dei! Nem esperava uma resposta TÃO completa (aliás, esperava sim!). Na verdade, o que ocorre é o seguinte: por problemas pessoais, vou ter que adiar minha viagem a Dubai-Istambul-Budapest, que seria em 11 de maio próximo (e já com passagens emitidas, visto de Dubai concedido, hotel de Dubai pago, hotéis de Istanbul e Bidapest reservados pela Internet..) para o dia 15 de junho. Com isso, abri um espaço de cinco dias (com um fim-de-semana) que queria dar uma espairecida numa praia do Nordeste. Com essa sua matéria, me deu vontade de ir a Itacaré ou Morro de São Paulo, mas sempre que vou a fundo explorar esses lugares acho que é pra ficar um pouco mais de tempo, dado à logística toda de transporte, acesso, etc. Claro que o TXAI sempre é mencionado por vc. e recomendado, mas toda vez que entro no site do hotel dá um baixo astral danado (aquelas fotos são tão ruins, tiradas em dia nublado, sem NENHUMA criatividade e realmente NADA vendedoras, a decoração das habitações me parecem muito esquisitas demais com aquelas camas com mosquiteiro, cama no centro do quarto, enfim...NÃo me atrai!). Quando vou comparar com o NANAI eu acho que o TXAI leva goleada de 8 a zero! Em tudo! Aí volto a pensar em Muro Alto (Porto de Galinhas), com toda a infra-estrutura hoteleira (o Beach Class Muro Alto, da Atlântica Hotéis é MUITO bacana e estruturado), com aqueles passeios delicioos pro norte e pro sul, com Recife e Olinda, aí....SEMPRE deixo Itacaré e Morro de SÃo Paulo pra "depois". A sua descrição QUASE consegue me fazer deixar pra agora, mas AINDA não me convenci de que é a MINHA hora de ir a esses dois destinos, até porque eu ando meio estressado de trabalho e não estava muito a fim de me aborrecer com algo que eu tenho grande potencial de não gostar. Enfim, feito o "desabafo", agradeço novamente o trabalho e as completíssimas informações (essas que valem, como o detalhe do carro, por exemplo. Essas é que fazem a diferença pra mim!). Grande abraço e novamente obrigado.
Abraços a todos os tripulantes e visitantes.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sylvia, num ritmo médio slow, dá pra fazer 3 ou 4 dias em Itacaré, 2 em Maraú (só Taipus, sem Barra Grande), 3 em Boipeba e 1 ou 2 em Morro...

Sylvia
SylviaPermalink

Arnaldo, quer saber? Se vc está precisando descansar não arrisque.
Procura uns dias de lua cheia ou nova e corre para Muro Alto.
Eu não tenho nenhuma duvida de que vc vai descansar de verdade;
é simples demais descer no aeroporto de Recife, pegar um carro lá
mesmo e em uma hora vc está no hotel já instalado de bermuda e
pé descalço . Quando vc cansar de não fazer nada faz um bate-volta
a Carneiros.
Sabe qual a chance de erro ?
Nenhuma !!!

Sylvia
SylviaPermalink

Riq, preciso de 12 dias então para fazer o roteiro completo .
Com 10 dias vc sugere o que ( o que é que fica para a proxima?)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Arnaldo, os bangalôs do Txai foram copiados ípsis-líteris dos do Amanwana, que é o Aman "da selva", numa ilhota-reserva ecológica perto da ilha de Sumbawa, na Indonésia. São bangalôs de "jungle lodge". Eles só trocaram a tenda por telhado de verdade.

Na ala nova os bangalôs são bem mais requintados, com mais vidro, sacadas mais bacanas e banheiros eeeenoooormes. Mas continuam sem TV e não têm a piscina particular do Nannai.

Ao estilo do Nannai você só vai achar o Kiaroa, em Maraú. Os bangalôs não são sobre palafitas, mas têm suas piscininhas próprias. A piscinona (que serve ao predinho de apartamentos) também é bacana.

Aos domingos, quartas e sextas a Aerostar http://www.aerostar.com.br voa entre Salvador a Barra Grande. O campo de pouso fica atrás do Kiaroa.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Sylvia, eu acho exatamente isso. Por este motivo estou optando por Porto de Galinhas mesmo, até porque já conheço e adorei TUDO (exceto a cidade em si), especialmente por causa de Carneiros e de TODOS os passeios que fiz (minha mulher não fala em OUTRA coisa a não ser aquele "banho de lama" delicioso e inesquecível..). Acho que é isso aí mesmo. BINGO!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

ÓTIMA dica, Riq! Vou conferir o Kiaroa!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sylvia, tira Morro, então. Volta direto de Boipeba pra Ilhéus e casa. 4 dias em Itacaré, 2 em Taipus, um em trânsito, 3 em Boipeba.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ops, não vi que era maio. Arnaldo, maio é meio chuvosinho pra essas bandas, visse?
(Tanto Barra Grande quanto Porto de Galinhas...)

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

visse e vixe!

Sylvia
SylviaPermalink

O banho de lama rola com ou sem chuva Arnaldo.
Sabes, quando a gente PRECISA a chuva ou a falta de sol não
importa muito não .
Beleza Riq, morro fica para a proxima vez.

Hugo
HugoPermalink

É uma tremenda injustiça ter um post desses na volta do feriado. Quanto mais eu li mais fiquei convencido de que estou merecendo uma estadia no Txai.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

De toda maneira, pesquisando agora, o negócio é o seguinte:

1- Pacote voando TAM (Rio-Recife-Rio, direto, Stos. Dumont), hospedagem no BEACH CLASS MURO ALTO RESORT, 5 noites , MEIA PENSÃO, Apto.tipo SUÍTE MASTER (vista para o mar), traslado Recife-Porto-Recife, sai por R$ 2.261,00/Pessoa;

2- Pacote voando TAM (Rio-Ilhéus-Rio, direto, Stos. Dumont), hospedagem no KIAROA ECO LUXURY RESORT, 5 noites , PENSÃO COMPLETA, Apto.tipo SUÍTE TROPICAL LUXO (não é Bangalô!), traslado Ilhéus-Maraú-Ilhéus, sai por 4.257,00/Pessoa;

Resumindo (mas JAMAIS comparando), eu acho que vou preferir pagar o pacote 1 pela METADE do preço do pacote 2, ainda mais considerando que no Kiaroa eu não ficaria num bangalô.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ha ha. Eu acho que os apartamentos do Kiaroa não valem nem se fossem baratos. Lá é ou bangalô ou nada.

Sylvia
SylviaPermalink

Vai lá Arnaldo, direto para o lama-paradise !
Esse plano B está bom di mais .
Vc olhou o Nanai ?

Carmen
CarmenPermalink

Yo creo que no se necesita una super-estructura balinesa para disfrutar de unos días de playa.
La sencillez de algunas pousadas brasileiras puede hacer más real la estancia y eso se puede convertir en algo más excepcional, selecto y delicado.
A nadie le amarga un dulce (como se dice por aquí), pero hay pousadas sencillas que merecen seis estrelllas.

Ricardo, ¿conoces la estructura hotelera de lujo que se construye en una isla cerca de las Bahamas, Dellis Cay?

Sylvia
SylviaPermalink

Carmen:
Vc tem cem por cento de razão !
Eu mesma prefiro pousadas pequenas e discretas a qualquer
hotelão , desde que a localização pé-na-areia seja excepcional.
Os resorts ainda não me atraem e se as acomodações forem
corretas e com charme estarei 100% satisfeita.
Desfrutar da natureza é o meu foco em viagens praianas o
resto é um complemento desejavel mas não indispensavel.

Carmen
CarmenPermalink

Sylvia, bom viagem!!.
¡Tudo bem, tudo bom!

Rodrigo Purisch
Rodrigo PurischPermalink

Falando em Kiaroa Eco-Luxury Resort....

http://oglobo.globo.com/viagem/mat/2007/04/25/295507675.asp

Lena
LenaPermalink

O rafting do rio Taboquinhos é demais! E eu não achei o esquema de vans do Ecoresort ruim (tá certo que não estava com carro smile Além das vans com horário fixo, quando queríamos ir para cidade fora destes horários era só solicitar uma van, que em poucos minutos estava lá. Na volta da cidade, a mesma coisa.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não, Lena, o esquema das vans é bom. O que eu aviso é pra não ficar lá se você quer alugar carro... Se você não tá de carro, esperar cinco minutos pela van "de grátis" tá mais do que bom. Agora: se você tá pagando carro, esses cinco minutos ficam intermináveis... e naquela hora em que dá uma zebra e você espera vinte minutos (uma vez SEMPRE vai acontecer) você quer hooliganizar as instalações sad

Sylvia
SylviaPermalink

Fiquei com uma duvida quanto ao rio de Contas, mesmo sendo
lindaço não é um pouco fora de mão ficar hospedado por lá?
A outra é quanto ao transporte : se optar por não alugar carro, uma
motinho resolve as idas e vindas em Itacaré ?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Motinho resolve, sim, Sylvia. Só não dá pra ficar sem condução própria (a não ser que você opte por fazer os passeios em grupo todos os dias).

A Shambhala não é longe, não. Fica no finzinho da cidade, a cinco minutos de carro do centrinho -- dois minutos e meio por dentro de um bairro meio pobre, mas nada muito problemático. Tem outra pousada ali que sempre foi bem contada e barata, a Arcádia.

Em Itacaré, a não ser que você se hospede numa pousada do centrinho ou da Pituba, você sempre vai preferir de carro (se estiver com carro), porque as pousadas da Concha ficam em ruas de terra que ficam um barro depois de qualquer chuvinha.

Sylvia
SylviaPermalink

Sabe o que é Riq , tem mais gente querendo fazer o roteiro e
como cada um tem desejos bem definidos , vc sabe esportes radicais
não combina muito com praia-zen.Então pensei se não seria melhor
cada um ter sua condução própria para evitar conflitos desnecessarios.
Dica ótima a da moto ficando no centrinho ou na Pituba .

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sylvia, quando eu digo "carro" eu englobo "moto" também, viu? No centrinho e na Pituba a única pousada não-brega nem mochileira-only, até onde eu consigo me lembrar, é o Sítio Ilha Verde.

Sylvia
SylviaPermalink

Valeu Riq !

Gilberto
GilbertoPermalink

Em Barra Grande a pousada dos Tamarindos é muito legal. Quando voltei de lá p/ Itacaré tinha que fazer uma baldeação em Taipus, foi difícil conseguir a jardineira, fiquei preocupado com o horário...Quando cheguei lá a dona (esqueci o nome dela) já tinha ligado p/ a barraca, passado rádio p/ o jipeiro...atenção total. Pode ir que é a boa!

Sylvia
SylviaPermalink

É mesmo incrivel como tudo funciona quando tem tudo para dar errado.
Mais de uma vez achei que ia ficar abandonada para sempre numa
praia no nordeste , mas sempre aparece alguem que faz um sinal de
fumaça e aparece uma jangada do nada.
Mas uma coisa eu aprendi : pagar a volta na volta
Esse negocio de pagar primeiro depois eu volto pra buscar , nénéné
A outra coisa importante é combinar antes de sair , e deixar bem
claro ,que não é para irem te buscar daqui uma hora ( todos adoram esse
numero magico) e sim quando a gente quiser ir embora.
Para isso funcionar tem que ter um celular ou um pombo correio e
tem que deixar o pagamento para o fim do passeio.

Majô
MajôPermalink

Sylvia,

30 anos casada com o mesmo marido e vice-versa, nos dias de hoje, tem que fechar com TXAI lol

Que luxo de roteiro wink

Majô
MajôPermalink

Ana Claudia,

Eu amo voltar nos lugares que gosto, e como você também já voltei várias vêzes na Pousada do Toque. Como somos mimados lá !
Difícil trair o Nilo né ? wink

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

Majô,
É verdade, já falei pro Nilo que a Pousada do Toque causa dependência!
Tudo é tão caprichado e simples... a praia é linda... o peixe-boi... o JR é um exemplo de ser humano... Volto de lá me sentindo com a alma enriquecida.
Difícil pensar em outro lugar...

Majô
MajôPermalink

Ana Cláudia,

Exatamente, bom gosto e simplicidade.... E como nos sentimos bem e "personalizados", todos. Caminhar e correr então naquela praia com aquela paisagem e na volta mergulho e aguinha de coco gelada trazida pelo grande JR, faz um bem danado à alma. Concordo, ele é um dos melhores exemplos de ser humano que conheço. Minha irmã e eu também voltamos de lá zeradas. A gente pensa, pensa e acaba marcando lá que vai no certo lol