De Salvador a Boipeba pra Emília

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

tassimirim450.jpg 

Em linha reta, a ilha de Boipeba não deve estar a mais do que 100 km de Salvador. Mas não existe jeito simples de chegar. Vamos torcer para que continue assim. A dificuldade de acesso sempre é o melhor seguro contra a degradação de um lugar de praia.

Como eu te falei, Emília, julho não é a melhor época, mas também não é a pior. Os meses mais chuvosos em Salvador, no Recôncavo e arredores são abril e maio. Em junho a precipitação já diminui, e continua diminuindo em julho. Os meses mais secos (mas nunca secos-secos-secos à la Ceará) vão de setembro a fevereiro.

Direto

Eu disse que não existia jeito simples de chegar à Boipeba? Bom... na verdade, existe. Querendo, dá para fretar um teco-teco com a Aerostar, e em meia hora você está lá. Não conheço quem tenha ido desse jeito, mas, se você estiver curiosa, aqui vai o formulário de orçamento de charter da Aerostar...

Via Morro de São Paulo

riodoinferno450.jpg

Boipeba é separada da ilha de Tinharé, onde está Morro de São Paulo, pelo rio do Inferno (foto acima). Para voar até Morro de São Paulo, porém, não é preciso fazer fretamento, não. Tanto a Aerostar quanto a Addey mantêm vôos regulares o ano inteiro (e uma verdadeira ponte-aérea na temporada). A viagem dura pouco mais de 20 minutos e custa R$ 170 por trecho. A Addey pousa na 3a. Praia;,e a Aerostar, mais longe, na 4a. Praia, atrás do resortinho Patachocas, que é do mesmo grupo.

Morro também é bem servido por catamarãs e lanchas (segundo a Flavia Penido, lancha enjoa menos que catamarã) que saem do cais atrás do Mercado Modelo em Salvador e fazem a viagem em duas horas. Para horários e telefones, consulte esta página aqui. (Mas vou avisando que é frustrante tentar comprar por telefone; manja o esquema fazer-depósito-bancário-e-mandar-fax-com-o-recibo? Eles ainda estão nessa época. É melhor passar direto no Mercado Modelo para comprar a passagem.)

Não existe uma "linha" de transporte regular entre as duas ilhas, mas praticamente todos os dias saem passeios de Morro para Boipeba, tanto de barco (indo por dentro, pelo braço de mar que passa por Cairu e dá no rio do Inferno), como  de jardineira movida a trator (pela praia até o Pontal, atravessando o rio do Inferno de barquinho). O maior operador dos passeios de trator-jardineira é o Expresso Madalena (75/3652-1317). Os grupos costumam sair às 9h30 e chegam a Boipeba às 12h30 (com paradas em praias desertas do caminho). Quem está em Morro e quer esticar alguns dias em Boipeba normalmente pega um passeio desses e combina a volta para alguns dias mais tarde.

Tudo isso para dizer que... indo de lancha ou catamarã, não tem jeito, você vai precisar dormir um dia em Morro. (Minha indicação: a Villa dos Corais.) A-go-ra: se você se abalar até o aeroporto de Salvador e pegar o vôo das 8h da Aerostar -- que, se os orixás quiserem, chega às 8h25 na Quarta Praia -- você pode tranqüilamente pegar o passeio-trânsfer das 9h30 e chegar em Boipeba na hora do almoço.

(Não que eu sinceramente ache que você ou alguém vá fazer isso, mas eu precisava dizer que essa possibilidade existe.)

De carro

Não vale a pena alugar carro para ir a Boipeba (nem a Morro de São Paulo ou Barra Grande/Maraú), já que durante toda a sua estada na ilha o possante permanecerá paradinho num estacionamento no continente. Mas se você estiver pela região com seu próprio carro, chegar a Boipeba fica meio que praticamente quase fácil. Saia de Salvador pelo ferry de Itaparica (consulte os horários, para não ficar mofando na fila: 71/3319-2890; a travessia dura uma hora), cruze a ilha, atravesse a ponte que liga ao continente, continue pela BA 001, tenha cuidado em Nazaré para não ir parar por engano na BR 101 (quando chegar à cidadezinha, confirme se você está na direção de Valença), cruze Valença, passe por Taperoá, e tão logo você passe por Nilo Peçanha, preste atenção à saída, à esquerda, para Cairu (existe um totem de concreto anunciando a estrada). Pegue a estradinha de asfalto, e 13 km depois vai aparecer a saída para Torrinha.

lanchatorrinha120.jpgDaí são 7 km de terra (total da viagem: 155 km desde o ferry-boat). Deixe o carro num estacionamento (deve ser uns R$ 10 por dia) e trate uma lanchinha (deve estar uns R$ 60 ou R$ 70 cada perna).  Leve bagagem impermeável e uma capa; se chover, serão 25 minutos debaixo d'água até a Boca da Barra, em Boipeba.

Tempo de viagem (a partir do momento em que você entra com o carro no ferry): 4 horas.

Para ir de carro sem precisar alugar um, você pode combinar com sua pousada um trânsfer desde Bom Despacho (o lugar onde o ferry chega em Itaparica) ou, para não ficar tão caro, de Valença (a 50 km de Torrinha; vá de ônibus até lá).

De transporte regular

ferry450.jpg 

Pegue o mesmo ferry-boat de Itaparica (foto acima), só que na condição de passageiro. Em Bom Despacho há um terminal rodoviário de onde saem ônibus de hora em hora (em alguns horários, a cada 30 minutos) para Valença, operados pelas companhias Camurujipe (75/3641-4037), Águia Branca (0800-725-1211) e Cidade do Sol (75/3641-3617). A viagem dura entre uma hora e meia e duas horas.

A partir de Valença há duas opções de transporte público, segundo o site Ilha Boipeba (não deixe de confirmar essas informações com a sua pousada antes de ir):

1) De segunda a sábado, um barco de linha sai às 12h30 do cais de Valença. A viagem até Boipeba leva quatro horas e vale por um passeio (lentíssimo, mas, enfim, um passeio) pelos belos manguezais desse braço de mar, passando ao largo da cidade histórica de Cairu (uma das mais antigas do Brasil).

2) Há também dois ônibus, às 11h e às 14h, que levam a Torrinha (50 km), com conexão com um barco de linha a Boipeba; somando busão e barco, dá duas horas e meia de viagem.

O melhor esquema com transporte regular, então, é sair cedinho de Salvador para conseguir estar em Bom Despacho até as 8h, de modo a chegar em Valença a tempo de pegar o bumba das 11h pra Torrinha, chegando em Boipeba às 13h30.

Em Boipeba

Vale a pena todo esse trampo para chegar?

Garanto que vale. De toda a costa brasileira, acho que Boipeba é o lugar que melhor combina belezas preservadas com cor local, algum charme importado e preços em conta. Existe um fluxo de visitantes de um dia só, vindos de Morro de São Paulo, mas eles ficam pouco tempo (do meio-dia às quatro) e não dão conta da ilha inteira; sempre há para onde escapar (e as manhãs são exclusivas de quem está hospedado por lá).

   staclara130.jpg  staclara131.jpg  santaclara132.jpg

A maioria das pousadas fica na Boca da Barra, na foz do rio que separa Boipeba de Morro. Todas são simples (esqueça camas box spring, ar condicionado e TV) mas quase todas têm algum charme. A mais fotogênica é a Vila Sereia; eu gosto muito também da Santa Clara (fotos acima), que tem um bom restaurante aberto o ano inteiro, e da Marina de Boipeba.

velhaboipeba450.jpg 

Caminhando para a esquerda, em cinco minutos você chega a Velha Boipeba (foto acima), um vilarejo do século 17 que por enquanto escapou de ver suas mercearias transformadas em lojas de biquíni. Mas alguns moradores instalaram pousadas simplérrimas em suas casas -- para alegria de mochileiros gringos e durangos em geral.

Caminhando para a direita, a Boca da Barra acaba num morro. Pegue a trilha, e em dez minutos você estará numa praia totalmente virgem, Tassimirim. (No meio do caminho você pode subir até a mais nova pousada da ilha, a Mangabeiras -- a primeira de luxo, com colchões box spring e ar condicionado split --, de onde se tem uma bela vista para o Rio do Inferno.)

cueira450.jpg

Na continuação de Tassimirim está a praia da Cueira, também praticamente sem construções. À sombra das amendoeiras da Cueira você vai encontrar nativos (o pioneiro foi o Guido) que cozinham lagosta na água do mar por preços irrisórios (tipo: R$ 25 ou R$ 30 a porção para duas pessoas). Se você vier caminhando direto, uns 45 minutos depois de ter saído da Boca da Barra você chega ao riozinho que marca o final da Cueira. Na maré baixa dá para atravessar (mas é preciso estar calçado; há ostras na margem oposta que cortam o pé -- eu já afoguei uma câmera nessa travessia). Chegou do outro lado? Bem-vindo a Moreré (foto abaixo).

morere450.jpg

Na maré baixa Moreré tem águas cristalinas. Preste atenção à sua direita -- em algum momento, no meio das amendoeiras e coqueiros você vai ver a entrada para o Mar e Coco, o melhor restaurante da ilha, onde Jôsi (que esteve recentemente por uma semana em São Paulo cozinhando no Obá) prepara moquecas divinas acompanhadas por purê de banana-da-terra. Para alegria dos paulistas, as moquecas de Jôsi não levam coentro; a erva não é usada na culinária boipebana (boipebense? boipebeira? boipebaiana?).

    marecoco400.jpg

Continuando mais um pouco (sem paradas, no total a caminhada daria pouco mais de uma hora) você chega ao vilarejo de pescadores de Moreré, onde também há pousadas (os Chalés Colibri se espalham no alto de um morro e têm uma linda vista; a Pousada dos Ventos fica pé-na-areia no canto direito da vila).

Na maré alta (ou se você não quiser caminhar) dá para pegar o trator-jardineira que corta a ilha entre Velha Boipeba e Moreré (informe-se dos horários na pousada).

Moreré também é o nome das piscinas naturais em alto-mar que, como acontece com as piscinas naturais nordestinas, só aparecem na maré baixa. Dá para pegar um barco em Moreré ou ir de lancha rápida a partir da Boca da Barra. É bonito, mas, lá chegando, a magia rústico-alternativa de Boipeba se dissipa: você vai ver lanchões e grupos e bares flutuantes como em Maragogi (só que com bem menos gente).

pisciboipeba450.jpg

Enfim, Boipeba é para quem quer areias desertas, um pouquinho de conforto, algum charme, bons preços e nada a fazer a não ser caminhar por praias deslumbrantes. Me chama que eu vou...

lol

88 comentários

Netto
NettoPermalinkResponder

que post ! Como nos velhos tempos........ Valeu Riq

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ah, que saudade que dá... E vale lembrar que o pôr-do-sol pros lados do Rio do Inferno é, como diz o Diogo, de chorar - lindo, lindo, lindo...

Majô
MajôPermalinkResponder

Uau, Emília que lugar lindo quero ir lá !!!!!!!!!!!!

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Ricardo, você me ha hecho suspirar de saudade.
Pura emoçâo!!!.
Eu gosté muito de Ilha do Boipeba.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Caraca que post!!!!!

Que saudade da Bahia!!!!!

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Já deu vontade de ir....

Adriane
AdrianePermalinkResponder

Oi Emilia, caso queira dar uma olhada nos catamarãs, o site da Biotur é www.biotur.com.br (não tem link no site de Morro sugerido no post), lá tem fotos das embarcações. Já é uma segurança, né, ver que não são pequenininhos... minha experiência com esses aí da biotur é boa, pois eles são de um tamanho razoável (pegam em média 150 pessoas), então não balançam tanto. Boa viagem, não conheço Boipeba ainda, pois gosto tanto de Morro de SP que toda vez acabo ficando por Morro mesmo...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Gente, que maneira de (re)começar a semana...Riq, obrigada, obrigada, obrigada!!! Amei o post, me deu ainda mais água na boca de ir para lá...
Você sabe, a gente pesquisa nos sites das pousadas, Guia Brasil, Guia de Praias, revistas, mas parece que a viagem só toma forma e gosto mesmo com um post seu! Que maravilha! grin
Olha, ainda vou analisar tudo com mais calma, mas a minha tendência de transporte está mais para fazer o esquema de ônibus de linha a partir de Bom Despacho...parece meio trabalhoso, mas vou estar de férias mesmo! Gostei do esquema do barco passando por Cairu, mas como quero ficar somente entre 3 ou 4 dias, prefiro passar mais tempo em Boipeba.
Sobre o avião...eu não teria problema em estar às 8 no aeroporto! Sou uma pessoa nada matinal, mas quando se fala a palavrinha mágica (viagem!), eu acordo até às 3 da manhã wink Mas aí é uma questão de planejamento financeiro, de quanto eu vou gastar no total em Bonito, na pousada em Boipeba, etc..
Vou tentar ver com as pousadas também o esquema de transfer de Bom Despacho e Valença. Essa semana vou conseguir ver tudo melhor, já que o lerê deu uma sossegada.
De novo, obrigada, brigadão, brigadim!!!

Regina Almeida

Que maravilha ler teus roteiros...e cada vez me convenço mais que quero fazer a mesma coisa...dar essas dicas maravilhosas a todo mundo. Voce é o mUSTYYYYYYYYYYYYYYYY...

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

QUE SAUDADES DE BOIPEBA!!!!!!!!!!!!

Ricardo, te ouvi na sexta e te vi no domingo!
que ótimo! vc virou uma pessoa de verdade! agora não é mais virtual pra mim!

Acho que devo desculpas a um monte de gente aqui...
eu tinha programado uma viagem à Cuba para a qual contei com um post exclusivo e muitas dicas da tripulação.
Acontece que o sinhôzinho entendeu que a escrava ainda devia levar mais uns açoites antes de achar que é gente e tirar férias (pra que, né?).
ÔÔÔ vida de subalterna...........

Todas as informações estão muito bem guardadas para a próxima oportunidade (de preferência antes que o Fidel bata as botas). E ela há de vir!!! BRIGADA, GENTE!

Tive que suspender Cuba, mas agora PARECE que vou sair em Maio. Acontece que de sopetão não me restou muito tempo para pesquisas e visto.
Estou fortemente inclinada à ir para a República Dominicana que me pareceu um destino sem burocracias, bonito e com uma ótima relação custo x benefício.
Se alguém tem algo que deponha contra, fale agora ou cale-se para sempre.

e aí? posso ir?

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Riq, gratíssimo pelo roteiro Ilhéus - Salvador ( com ênfase em Boipeba). Esse é pra guardar e aproveitar !
Voce sabe alguma coisa de um provável soft opening do Warapuru ?

Bia
BiaPermalinkResponder

Ricardo,
sou leitora assídua, mas ainda não tinha te dado um "oi" antes. Como suas dicas já fazem parte do meu "caderninho" e me ajudaram várias vezes, resolvi te pedir um favor...será que vc tem uma listinha dos "imperdíveis" de Noronha? Um beijão e parabéns pelo site!

Ricardo Freire

Bia, tô devendo um Noronha desses pro Hugo já há vários meses. Deve sair até a semana que vem.

EduLuz, o Warapuru não é um hotel, é uma novela...

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Riq, espero que como toda novela, esta tenha um final feliz ( e o que o Warapuru não seja a Odete Roithman).

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Majô, se eu não descansar desses dias em Boipeba...não descanso nunca mais grin Estou muito empolgada, mesmo que seja só alguns dias...
Carla, já tinha ouvido falar que esse pôr-do-sol no Rio do Inferno era lindo de morrer (ou de viver?).
Aliás, obrigada pelas dicas de Bonito, vou aproveitar todas as suas dicas de passeio (acabamos esticando de 4 para 5 dias para poder descansar mais e fazer mais passeios de um dia inteiro). Com relação ao hotel, eu consegui um preço melhor para um hotel que também me pareceu bacana, no centro da cidade, o Pira Miúna. E já reservei também o Anhumas (frio na barriga...), só estamos em dúvida se vamos fazer o mergulho com cilindro.
Agora que eu fechei Bonito e vi este post maravilhoso, finalmente me sinto mais perto das minhas férias smile

Hugo
HugoPermalinkResponder

Riq, estou esperando ansiosamente pelo roteiro de Noronha smile .

Mas enquanto isso estou aqui morrendo de vontade de jogar tudo para o ar e pegar a BR262 rumo à Bahia.

Emília, aproveite bastante a sua viagem e não se esqueça de contar detalhes de tudo.

Bia
BiaPermalinkResponder

Obrigada Riq! Vou ficar na torcida de espera junto com o Hugo! Minhas passagens já foram emitidas pelo smiles da Varig...vou aproveitar 5 dias na semana do feriado de 7 de setembro!ALiás, se vc tiver uma outra dica de hotel bom, bonito e com preço razoável em Recife, me diz? Vou ter que pernoitar lá na volta! beijos!

Ricardo Freire

Se for no fim de semana, talvez você consiga tarifas boas no Mar Hotel (o mais perto do aeroporto) ou no Beach Class (no melhor ponto da noite de Boa Viagem).

Costumam ter preços bons sempre: o Holiday Inn, o Jangadeiro e o Vila Rica.

Rodrigo Purisch

Bia,
Holliday Inn promoção de 145 reais a diária com café da manhã com muito queijo.

Riq,

2 superposts por aqui e mais um no Fatos e Fotos do Arnaldo: Vou ralar para tirar o atraso!!!

Mauricio
MauricioPermalinkResponder

Olaaa... parabens pela EXCELENTE matéria!!!
vc só esqueceu de um detalhee mto importante da viagem. Valença é um dos principais pontos de saída de turistas para Boipeba. É possivel ir de lanchas rápidas ou barcos fretados. O passeio é mto bonito, por entre os rios com manguezais ainda intactos, ou pelo mar, beirando as praias desertas do Morro de São Paulo.
Já fiz os dois percursos, quem quiser dicas é so falar comigo.
Bjs a todos.

Ricardo Freire

Maurício: que dê para fretar lanchas rápidas de Valença a Boipeba, eu acredito; que saiam passeios de Valença a Boipeba, eu também imagino -- mas acredito também que não saiam com a mesma freqüência que saem de Morro. Agora: lancha rápida de linha entre Valença e Boipeba nunca soube não. Tem certeza?

Bia
BiaPermalinkResponder

Obrigada Rodrigo, obrigada Riq!! Já vou checar as tarifas e fazer minhas reservas! beijos!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Emília, estou te mandando algumas fotos do tal pôr-do-sol por email... wink

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Oi, Carla, obrigada! Te respondi pelo e-mail...
(Gente, são fotos lindas...)

Gilberto
GilbertoPermalinkResponder

Estou adorando essa fase "litoral"!!

Majô
MajôPermalinkResponder

Emília,

Que post, hem !!! Como diria o Diogo, bah lol

Vou gravar agora rs

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Majô, tô super honrada com o post...muito útil e completo, tudo o que eu precisava...Um super aperitivo grin

JAMILE
JAMILEPermalinkResponder

EU QUERO VER A EM MILIA

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Será que é preciso reservar pousada antes indo pra Boipeba em setembro (longe do feriado), ou dá para escolher na hora?
O roteiro está delicioso!!!

Cynara Magally

Amei a postagem!
Estou encantada... Apaixonada para conhecer Boipeba. Como faço para chegar neste lugar paradisíaco?
Moro em Jequié, no interior da Bahia, distante 365 Km de Salvador.
Pretendo ir de carro com meu marido, para uma 2ª lua de mel ou levar junto minha filha de 11 anos e mais alguns amigos.
Abraços.

Denise Mustafa

Só pra subir o post: quem tiver mais dicas de pousadas em Boipeba pro reveillon, please, eu tô aceitando!!!
A super Lady Flávia já me passou algumas!

Ricardo Freire

Denise, este post é de 2007 e está bastante vencido...

Já dá pra chegar a Boipeba de lancha rápida a partir de Valença (várias partidas diárias, pouco menos de 1h de viagem) e também de teco-teco (pouso na ponta sul da ilha de Tinharé, na outra margem do rio do Inferno, atravessando de barco para a Boca da Barra).

Para assuntar pousada para o Réveillon, é só ir no http://www.ilhaboipeba.org.br/boipeba.html. Todas estão lá.

Denise Mustafa

oi Riq! Transporte não é problema pq a minha galera aqui é acostumada a ir pra essas bandas e eu já fui pra Morro e Barra Grande naquele esquema ferry + ônibus + lancha. Tô em busca é de pousada barata mesmo. Os preços, por enquanto, não estão animadores.
Mas, mais uma vez, valeu pela ajuda!!!

Tô com muita pena de não ter ido pro encontro em Sampa! Mas o do Rio não perco jamais!

Ricardo Freire

Então, a lancha melhorou. Não é mais de 1h30 lenta, mas de 50 min rápida. E tem vários horários por dia. O pessoal da pousada que você escolher informa direitinho atualizado.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Riq, tem algum transporte aeroporto/hotel Praia dos Coqueiros, Imbassaí, além do táxi?

Ricardo Freire

Vi por aí que o Expresso Linha Verde faz a linha Salvador-Praia do Forte com parada no aeroporto. Não sei se eles vão até Imbassaí.

O site não informa nada, só o telefone: 0800 2849477 ou (71)3460-3636.

Aqui tem os horários, mas não fala nada em parada no aeroporto:
http://www.matadesaojoao.ba.gov.br/administracao/guiadocidadao/linhas-de-onibus-para-praia-do-forte

De Salvador, os únicos ônibus que entram em Imbassaí saem do terminal Calçada (centro) às 7h e às 18h.
http://www.imbassai.info/pages/category_news.asp?IDCategory=189&IDCategory2=0&menulevel=1

Perguntando no hotel eles certamente te darão a informação atualizada e testada sobre todos os meios de chegada.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Bom Riq, o hotel me respondeu que tem a opção do táxi, mas eu estou querendo algo mais econômico. Obrigada.

Ricardo Freire

Então é porque provavelmente não há nenhum outro meio civilizado para se chegar lá, Rosa.

Imbassaí é muito pequena. Os donos de casas chegam de carro, e o transporte público normalmente só pára na beira da estrada, sem entrar no vilarejo. Pode ser que haja vans, mas não acredito que comportem a sua bagagem. Também não creio que a opção de transbordo na Praia do Forte valha a espera e o trabalho.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Rosa, telefonei para a rodovária ( 071- 3616-8357 ) e fui informada que a empresa Linha Verde faz a viagem para Imbassaí. Saem ônibus da rodaviária, diariamente, às 6:00; 8:30 e 17:00horas. A passagem custa R$8,97. O tempo da viagem é de 1:30h

Ricardo Freire

O problema é ir do aeroporto à rodoviária...

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq, do aeroporto para a rodoviária há linha de ônibus convencional. Veja no www.setps.com.br. Valeria a pena consultar se os ônibus que vão para Imbassaí fazem parada no aeroporto.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq, a linha de ônibus que vc pega no Aeroporto para parar na Rodoviária é a São Joaquim. Os horários de saída do aeroporto são: 5:00;5:55; 6:60; 7:45;8:40; 9:40; 10:40; 11:40; 12:40; 13:40; 14:40; 15:40; 16:40; 17;40; 18;40; 19:40; 20:50; 21;30 e 22:30.

Eunice
EunicePermalinkResponder

6:50, digo.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq, no site http://www.transalvador.salvador.ba.gov.br/transporte/index.php vc pode encontrar os trajetos de todas as linhas de ônibus na cidade.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Nossa! Obrigada Riq, obrigada Eunice. Só aqui mesmo pra ter a informação completa e atual. Demais!!!

Carina Galvão

Olá Ricardo!!!
Quero ir para Boipeba no carnaval e para tanto estou pesquisando os pacotes oferecidos por algumas pousadas. Ao longo dessas minhas pesquisas descobri o seu site e amei a maneira como você escreve sobre os destinos. PARABÉNS!!!
Vi que você deu 3 indicações de pousadas para a Emilia num post feito em 2007, acredito que você tenha informações mais atuais sobre as pousadas de Boipeba, não é? Teria então outras dicas de pousadas? Tem um pacote interessante oferecido pela Pousada Luar das Águas, você conhece a estrutura?
Estou procurando uma pousada confortável, limpa, arejada e não muito cara (já que nesse período as pousadas fecham apenas pacotes), gostaria de sugestões. Desde já agradeço!!!

Ricardo Freire

É pé-na-areia na Boca da Barra. A Flavia Penido http://www.ladyrasta.com.br já ficou por lá.

Bruna Silva
Bruna SilvaPermalinkResponder

Olá Eu fui para Morro de SP em setembro/2009. Fui de teco-teco da aerostar, pois não estava afim de enfrentar o catamarã, que na vdd eles enganam sobre o tempo para chegar a ilha geralmente demora quase umas 3 horas, um casal de amigos passaram muito mal, mas tem quem goste, e eu preferi meia hora de pura emoção tb no tec-teco de 6 lugares parecia um fusquinha!kkkk mas a vita compensa tudo. Ficamos no resort Patachocas, propriedade do msm dono da cia aerostar,e era la msm no resort que o avião pousou. Para Boipeba dai fui de lancha, comprei o passeio la. O paraiso existe e fica la em Morro de SP
smile

Adriano
AdrianoPermalinkResponder

Olá Ricardo, 100sacional esse post...adoro viajar e acho que achei um lugar para conseguir todas as informações que preciso e trocar minhas experiências do Nordeste também...

Ricardo, preciso de sua ajuda, vou a Barra Grande depois do Carnaval, bom já sei que vou de ferry boat de Salvador a Bom Despacho, minha dúvida é, reservo o transporte até Camamu com alguma agência ou se eu chegar em Bom Despacho, na hora a lei da oferta e da procura prevalece?? Será que consigo algum táxi por ali que faria esse transporte mais barato do que os R$ 300,00 pedido pelas agências??

Outra coisa, na volta é fácil parar em Valença em pegar uma lancha para Morro de São Paulo? Vou ficar 3 dias por lá.

E sobre a Pousada Tamarindos, pode falar algumao coisa??

Sobre passeios em Barra Grande, você conhece os locais de mergulho com cilindro??

Desde já, agradeço e parabéns pelas informações.

Adriano

Ivana
IvanaPermalinkResponder

Oi Ricardo,

Estou pensando em ir com marido e filho passar uns dias em Morro de São Paulo na semana que antecede à semana santa. Como temos diárias Bancorbrás, sempre ficamos um pouco limitados com relação aos hotéis. Vi que o Hotel POrtaló é conveniado. vc conhece, é bem localizado?
De qualquer modo, vc teria alguma outra dica de hotel/pousada BBB em Morro, caso optemos por não usar nossas diárias? E mais, qual a melhor localização pra se ficar por lá? Meu filho tem 1 ano e meio e sempre procuramos nos adaptar a ele.

abs e obrigada.

Ivana

Ricardo Freire

O Portaló é um bom hotel, Ivana, e está bem localizado para chegar e sair (é o mais próximo do atracadouro). Para ir à praia, porém, você vai precisar andar uns 10/15 minutos com o pimpolho (com uma subidinha na volta).

Lembre-se que de barco são 2 horas e meia, a maior parte do trajeto em mar aberto. Seu filhote já andou de barco nessas condições?

A melhor posição para pais com filhos em Morro é estar direto na Quarta Praia, que é calminha. O melhor esquema é o do resort Patachocas; dá para ir de avião e pousar na pista que fica exatamente atrás do hotel (que é dos mesmos donos da cia. Aerostar).

A segunda melhor opção seria ficar em hotéis na Segunda Praia, como Villa das Pedras e Pousada da Torre. Mas não sei se trabalham com Bancorbrás.

A Bancorbrás tem hotéis conveniados em Praia do Forte ou Itacimirim? São praias adequadas para crianças, sem os inconvenientes de deslocamento e transporte de Morro.

Carlos Midosi
Carlos MidosiPermalinkResponder

Ivana, estive em Morro em setembro de 2008 e achei o máximo. Fiquei na pousada Clube do Balanço, é simples mas com um quarto bem legal com vista para o mar na 2a. praia. Quanto ao translado fui de catamarã, levei 2 horas e meia, sacudia muito e quase todo mundo ficou enjoado, na volta vim de avião, o "aeroporto" é uma pista em uma garagem velha, o avião parece que vai batendo a asa, mas em compensção são só 20 mintos, com a vantagem de chegar direto no aeroporto, aí foi só embarcar para o Rio.

Ivana
IvanaPermalinkResponder

Riq e Carlos,

Obrigada pelas dicas e informações. Vamos pensar melhor.

Abs

Ivana

Elaine Rego
Elaine RegoPermalinkResponder

Riq e trips,

pra quem nunca foi a salvador (casal), tem alguma dica de hotel (que basicamente serão pras malas ,pois pretendemos ficar na rua e curtir ao máximo) numa localização boa pros passeio "lerês" em Salvador? Vamos depois a Boipeba, então praia deixaremos pra curtir lá.

Agradeço desde já.

Ricardo Freire

Eu adoro a localização do Grande Hotel da Barra, no Porto da Barra. Você até pode pegar uma prainha.

Senão, Monte Pascoal (Farol da Barra), Vila Galé (Ondina), Mercure ou Ibis (Rio Vermelho).

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Olá Ricardo,

Estamos pensando em passar 1 semana em Boipeba e tenho algumas perguntas sobre a viagem..
- Estamos em Sp. É mais fácil ir para salvador ou ilheus? A lancha enjoa muito?
- Qual pousada vc indicaria?
- Vc acha que 1 semana lá é muito? Seria melhor intercalar com Morro de São paulo?
Na verdade, tenho 2 semanas de férias e pretendo ir em agosto. Mas, como não posso gastar taaaanto penso em viajar apenas uma semana ou pouco mais..O que vc acha?
Muito obrigada desde já! Adoooro sua coluna na band news!!! parabéns.

Ricardo Freire

A lancha que enjoa é a de Salvador a Morro de São Paulo.

A lancha Valença-Boipeba não enjoa nada e o passeio é lindo. Este é o post atualizado:
https://www.viajenaviagem.com/2010/01/de-salvador-a-boipeba-por-ferry-boat-onibus-e-lancha/

Boipeba é um lugar encantador. Se você relaxar uma semana vai ser pouco.

Mas se quiser pode combinar com Morro ou até mesmo Itacaré.

https://www.viajenaviagem.com/2010/02/resumindo-de-onibus-pela-costa-do-dende/

Saindo de São Paulo, Boipeba está mais perto de Ilhéus, mas o transporte é mais organizado a partir de Salvador, de onde tem (1) teco-teco ou (2) lancha a Morro de São Paulo, jardineira a Boipeba ou (3) ferry a Itaparica, ônibus a Valença, lancha a Boipeba conforme descrito no post que linkei um pouco acima.

Érika
ÉrikaPermalinkResponder

Pessoal,

Boipeba é o paraíso! Estive por lá no início do mês e sinceramente não queria mais voltar. As praias são lindas, repletas de coqueiros, e paradisiacas. O povo é muito hospitaleiro e a vila é simples, mas charmosa, especialmente, por conservar os costumes e a vida dos moradores! Para quem quer descansar não existe um lugar melhor!Tendo tempo vale a pena conhecer esse lugarzinho escondido e abençoado na Bahia!

erika
erikaPermalinkResponder

ja estive em morro e boipeba em outras epocas e em viagens separadas, mas desta vez eu vou curtir os dois juntos... vou pra praia do encanto no inicio de novembro e estou pensando em passar em morere antes... o paraiso existe e fica numa ilha na bahia!! rs

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar