Enquete da semana: viagens na telona

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Este fim de semana aconteceu uma coisa incrível: fiquei com vontade de ir a Calcutá, uma cidade que jamais esteve nos meus planos. Tudo por causa do filme Nome de Família (em inglês, Namesake, algo como "Homônimo"), da americana de origem indiana Mira Nair.

Eu fiz uma notinha sobre o filme e acabei resolvendo transformar o comentário do Claudio na enquete da vez:

Você já decidiu fazer alguma viagem por causa de um filme?

Eu já: depois de ver Indochina eu não sosseguei enquanto não organizei uma viagem ao Vietnã.

E você? Já viajou a algum lugar só para estar no cenário de um filme que marcou a sua vida? Conta pra gente, vai.

116 comentários

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Utilizar o cinema como poderoso meio de promoção de um destino turístico foi até um dos temas discutidos no painel "Turismo e indústria cinematográfica", no Fórum Mundial do Turismo que aconteceu em Porto Alegre.

Filmes como "O Código Da Vinci", por exemplo, por exemplo, desencadearem uma das maiores campanhas de turismo cinematográfico do mundo: o Museu do Louvre bateu seu recorde de visitação, com 7,3 milhões de pessoas em 2005!, e a Temple Church, em Londres, teve sua freqüência de turistas quintuplicada!!

Outros países, como Nova Zelância, onde aconteceram locações de “O Senhor dos Anéis” ganhou muito com isso. Também África do Sul, Tailândia e França arrecadam milhões de dólares com o turismo proveniente do cinema.

A minha primeira influência ocorreu na infância, como eu já escrevi lá no meu blog uma matéria abordando esse tema (Safari fotográfico - Mala Mala Game Reserve), cujo título foi “Safari Fotográfico na África do Sul. Ou o que têm a ver Henry Mancini, John Wayne, Hatari! e um Hi-Fi a válvula a ver com isso?”

Pois foi este filme, “HATARI!”, uma comédia dramática rodada na África, um notável filme de ação entre as savanas e os animais africanos sob o som de uma espetacular trilha sonora de Henry Mancini (quem não se lembra do tema “O Passo do Elefantinho” - "Baby Elephant Walk"?) minha primeira influência cinematográfia a desejar um destino.

MUITAS outrasocorreram ao longo da vida e eu consegui lemrar de muito poucas,infelizmente. Aí vão algumas:

O filme "Antes do Amanhecer", uma co-produção austríaca e suiça de 1995, com Julie Delpy e Ethan Hawke,extremamente interessante, que conta a história de um rapaz e uma moça que viajam pela Europa de trem. O rapaz é americano) e a moça, francesa. O filme aborda as diferenças culturais americana e européia durante as 14 horas de viagem. Acontece uma paixão bem previsível e uma separação bem óbvia, a qual passa a ser o drama central do relacionamento.

Outro filme interessante, mesmopara mim, carioca nascido e criadona cidade do Rio de Janeiro, foi "Bossa Nova", do Bruno Barreto, delicioso filme de Bruno Barreto com linda trilha sonora, a cara e o jeito do Rio. Todos se lembram de Antonio Fagundes e Amy Irving e paisagens mil de pontos turísticos do Rio de Janeiro, mesmo para nós cariocas, que vemos Cristo todos os dias.

O Turista Acidental", filme americano de 1988, com William Hurt e Kathleen Turner e quase chato, mas prende a atenção por causa do Hurt, que faz o papel de um escritor de livros de viagem e ganha a vida rodando o mundo e dando dicas a seus leitores sobre como arrumar o mínimo de confusão possível em terras estranhas.

“Passagem para a Índia”, um dos filmes mais bacanas que já assisti, do diretor David Lean (o mesmo de Dr. Jivago) mostrando o conflito entre duas culturas: o Império Britânico e a tradição milenar do povo hindu. Com Judy Davis e Alec Guiness no elenco, foi vencedor de 2 Oscars.

“Amadeus”, por causa de Praga, Viena e Salzburgo, além do famoso gênio da música clássica, de quem sou fã desde a infância, admirador e ouvinte inveterado. O diretor Milos Forman (Um Estranho no Ninho) levou às telas a obra e vida de Mozart, estrelada por F. Murray Abraham e Tom Hulce, um filme vencedor de 8 Oscars que tenho em DVD e qualquer dia vai gastar!

“Bagdad Café”, ambientado num bar homônimo (que existe de verdade até hoje) na Rota 66, a Mother Road da América, conta a história de uma turista alemã interpretada por Marianne Sägebrecht, que após brigar com seu marido e abandoná-lo na estrada, caminha pelo deserto do Arizona até chegar ao posto-motel Bagdad Café. Recebida com aspereza pela dona do local (que também acabara de colocar o marido para fora de casa), Jasmin aos poucos se acostuma com os clientes e hóspedes do motel e transforma tudo. O filme é todo passado nesse lado desértico do Arizona e foi um dos que me motivaram a conhecer o “Velho Oeste”. Já fiz algumas viagens depois disso ao Arizona, Colorado, Utah, Wyoming, Nevada e Idaho e foram as melhores que fiz na vida.

“Retratos da Vida” (Les Uns et les Autres), de Claude Lelouch, um dos filmes mais bonitos que já assisti. Durante a Segunda Guerra Mundial, quatro famílias de dos Estados Unidos, França, Alemanha e Rússia se cruzam em circunstâncias históricas e se unem através da dança e do drama. É um classico do cinema que temcomo tema o Bolero de Ravel, com uma coreografia marcante de Jorge Donn em pleno Trocadero parisiense, num final triunfal emocionante. Foi um filme com um elenco extraordinários: James Caan, Robert Houssein, Geraldine Chaplin, Nicole Garcia e Fanny Ardant. Retratos da Vida é uma obra prima que viaja pelos países envolvidos na Segunda Guerra e termina em Paris.

Por falar em PARIS, talvez esta seja a cidade mais filmada no cinema, com Montmarte, o Sena, a Torre Eiffel, a Champs-Elysées, a Notre Dame, os bistrôs da cidade e as várias atrações de Paris fazendo fundo para célebres filmes e atores como Marlene Dietrich, Audrey Hepburn e Marlon Brando, como o “Último Tango em Paris”, Paul Newman e Catherine Deneuve em "A Bela da Tarde" (La Belle du Jour), Leslie Caron e Gene Kelly em "Um americano em Paris", e sei lá quantos filmes notáveis rodados na Capital francesa.

Parei por aqui porque já falei demais!

Bender
BenderPermalinkResponder

Império do Sol.

Estou indo para a China em julho.

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Não vou dizer que foram filmes que "marcaram minha vida", mas fiz questão de percorrer o roteiro do "Código da Vinci" quando estive novamente em Londres (ano passado) e Paris (esse ano) e TIVE que ver ao vivo e a cores a baía Maya, nas ilhas Phi Phi, retratada no filme "A praia" - e é muuuuuuito mais bonita ainda ao vivo. Pra quem ainda não foi, vai a dica: a Tailândia é o que há no mundo do turismo (cultura, gastronomia, paisagens, arquitetura, vida noturna...), e com ótimos preços ainda por cima (se puderem, dêem uma olhadinha nas matérias sobre o destino na Elle e na Viaje Mais deste mês de maio).

Cristiana
CristianaPermalinkResponder

Bom Dia... desculpa sair do tema, mas venho aqui desesperada atras de uma orientacao. Voce nao sabe, mas seu livro Viagem na Viagem se tornou uma especie de guia na minha vida, rs! É serio, sempre que invento um novo destino, volto as paginas amarelas para ver o que voce falou a respeito. Mas sou novata aqui no blog...
Entâo a questao é a seguinte: meu pai propos uma viagem familiar em julho. Achei otimo e comecei a pesquisar... ele queria Rio Quente, GO, porém fiquei perplexa com os valores... viajar no Brasil é mto caro! Entao achei um pacote para a Cidade do Cabo de 8 noites, por 1000 dolares (passagem e hospedagem), resumindo, mas barato que as mesmas 8 noites em Rio Quente (por volta de R$ 2000,00, so de hotel). Eu sei que é periodo de baixa temporada, mas vale a pena conhecer a Africa do Sul neste periodo? Aguardo anciosa a sua opiniao! Abracos de mais uma fâ.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

"A Ponte do Rio Kway"! Irei à Tailândia em Outubro.

(eu não tinha prometido parar de falar?!)

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Arnaldo, vaya fuerza y poderío!!!
(es argot quiere decir que me quedado fascinada con tu texto)

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Carmen, gracias! (pena que eu não saiba escrever em espanhol tão bem quanto vc se expressa em português!)

Carla
CarlaPermalinkResponder

Comigo costuma acontecer o contrário... Vou ao cinema para assistir um filme ambientado em alguma cidade onde já fui e acabo numa onda nostálgica daquelas... Me lembro de ter sido levada a uma viagem por um filme uma única vez: foi a comédia romântica "O casamento do meu melhor amigo", com a Julia Roberts, uma verdadeira declaração de amor a Chicago, que não me deixou sossegar enquanto não dei um jeito de me enfiar em um daqueles barcos que fazem passeios pelo Rio Chicago... lol

Mas inúmeros outros me marcaram, seja por me provocar nostalgia ou a imaginação:

- Diários de motocicleta: uma viagem (literal e figurativamente) pela América Latina, com direito a paisagens exuberantes;
- o 2o. Endless Summer: Ok, é filme de surfista... Mas que praias e paisagens são aquelas, Deus meu?!?
- O fabuloso destino de Amélie Poulain: eu já amava Montmartre antes, mas renovei os votos...
- Pão e tulipas: Veneza, Veneza, Veneza... Adoro a idéia clássica de uma viagem transformando vidas!
- Contos de Nova York: tem em mim o mesmo efeito que Sex and the City, ou seja, tenho que me controlar para não pegar o primeiro avião...
- O céu que nos protege: gosto da idéia romântica dos viajantes que simplesmente vão correndo mundo, sem saber quando ou se voltam para casa um dia...
- Encontros e desencontros (detesto essa tradução - Lost in translation é tão mais adequado!): me provocou a vontade de um dia ir ao Japão; não é ainda uma coisa tão premente, mas já não descarto a possibilidade;
- Bossa Nova: é um poema dos mais lindos em homenagem ao Rio de Janeiro... wink

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Verdade! Esqueci de falar do Fabuloso Destino de Amélie Poulin!!! Também já era apaixonada por Montmartre, e virei mais fã incondicional ainda depois de assistir esse filme fofíssimo!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

ah! E Todos Dizem Eu Te Amo também, que faz um tour por alguns dos meus destinos prediletos do planeta.

Beto
BetoPermalinkResponder

Easy Rider, ou Sem Destino, do Dennis Hoper e Peter Fonda, com ambos e o Jack Nicholson. Acho que é o pioneiro dos road movies, fez o meu cabeção e de tantos outros. É a idéia da viagem em si mesma, importa menos o destino. Acho um dos melhores filmes de todos os tempos. O único roteiro que fiz com base numa obra foi para a Colômbia caribenha, nos braços do Amor nos Tempos do Cólera, do Garcia Márquez. Aproveitei a viagem pra reler o Cem Anos de Solidão, a caminho de Aracataca (Macondo). Desgraçadamente, usei diapositivos profissionais e eles desbotaram vergonhosamente em menos de 6 meses. Portanto, não tenho fotos, apesar de ter um bom relato.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Cinema Paradiso é demais!!!!! Sensacional. Não dá para não querer ir à Itália ao ver esse filme que é um dos que mais gostei na minha vida.

Mas foi o Sob o sol da Toscana que me fez ir até Cortona e procurar a casa da Frances Mayes.

Carola
CarolaPermalinkResponder

Em 97 decidi morar fora e sempre fui apaixonada pelo filme "Caçadores de emoção" (Point Break) http://adorocinema.cidadeinternet.com.br/filmes/cacadores-de-emocao/cacadores-de-emocao.htm
Resolvi conhecer a praia que aparece no final do filme, detalhe que esta fica na Australia, mas lá fui eu para a Australia fazer curso de design grafico e ver a tão famosa Bell's Beach.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Amélie Poulain é realmente um sucesso entre a mulherada, hehe...
Foi por causa dele que eu acabei parando, nesta última vez, em um lugar que eu amei em Paris (e que eu sempre recomendo em todos os posts sobre a cidade...), que é o Canal Saint-Martin. É o lugar onde ela vai para relaxar e jogar pedrinhas na água. No último dia de viagem, a prima do meu marido, que mora em Montmartre também, me deu as indicações para o café onde a personagem trabalhava e é lógico que eu passei lá também smile
O nome da Rosa foi a inspiração para a minha atração por castelos medievais sinistros lol
O filme Um Bom Ano é bem medíocre, mas não há que não queira visitar a Provence depois de vê-lo.
A mesma coisa sobre a costa italiana depois de uma sessão de O Carteiro e o Poeta. Aliás, falando em Itália, endosso o Jorge, com Sob o Sol da Toscana...
Copio o Arnaldo em Bossa Nova e a Carla, com Diários de Motocicleta e Pão e Tulipas...ah, aquela Veneza lado B...
A dupla Antes do Amanhecer e Antes do Pôr do sol é inspiradora...Paris está linda como nunca neste último.
Vontade de visitar a Mongólia, depois de ver Os Camelos também choram (e ficar numa yurta!) e também a Turquia, em O Tempero da Vida.
Ufa, chega smile

Eneida
EneidaPermalinkResponder

Eu não fui a Salzburg por causa do filme, mas não pude deixar de fazer um tour "Sound of Music" para conhecer os lugares onde foi filmada a história da família Von Trapp. Confesso que tinha assistido o filme umas 28 vezes, então fiquei completamente maravilhada! A Áustria é sempre linda, em qualquer filme.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

ENEIDA!, BINGO! Esqueci-me COMPLETAMENTE desse maravilhoso filme que assisti na infância! Na idade adulta fui fazer o mesmo roteiro e achei DELICIOSO!

Nota: eu assisti 32!

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Não sossego enquanto não conseguir conhecer o Monument Valley, locação de vários westerns de John Ford.
Um grande abraço!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Arnaldo e Eneida: mais uma fã da Noviça grin
Que lugares...aquela tomada inicial, maravilhosa, a cidade e, claro, o castelo dos Von Trapp à beira do lago.
'Climb every mountaaaaain...' lol

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Africa, por entre dois amores... NY, por vários filmes lá rodados, e já fiz alguns pedaços do Rio inspirado no filme " a grande arte"... Um que não fiz por causa do filme, mas revi a viagem, foi "o Cão", bela produção argentna. Paris, tambem, claro, cenário de vários filmes....

Ps. riq voce esqueceu de me dar o fone do seu agente de viagens!!

Helio
HelioPermalinkResponder

Cuba, pelo Buena Vista Social Club;
Berlin, por Asas do Desejo;
Tailândia, por o Anna e o Rei;
Sul da Itália, pelo O Carteiro e o Poeta;
Nova York, pelo o Woody Allen.

Vários!! Eu viajo através dos filmes, ainda não consegui ir a estes lugares, mas estão no meu roteiro.

abs.

Fabio Nitschke Gomes

Estou mais pra Carla: adoro assistir a filmes para "recordar" cidades visitadas. Um caso recente foi "Mercador de Veneza", e mesmo "Um golpe à italiana", que em cada tomada e detalhe nos levava deliciosamente de volta pra lá...

Quando estive em Nova York foi interessante: de tanto ver a cidade retratada em filmes e seriados, tudo já parecia familiar desde as primeiras horas.

wink

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Essa coisa de REver filmes depois de chegar de uma viagem onde o mesmo foi locado sempre acontece comigo. Foi assim com "Fuga de Alcatraz" (com um novinho Clint Eastwood, que depois de velho veio a ser prefreito de Carmel). Fiz um passeio à ilha do mesmo nome em San Francisco depois de minha primeira viagem àquela cidade.

A Noviça Rebelde foi depois de visitar os Alpes austríacos (fazendo o roteiro mais que espetacular que eles chamam de "Souns of Music Tour", citado aí em cima pela Eneida)

Amadeus eu revi pela centésima vez depois de visitar Praga pela primeira.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RICARDO (não o Freire, mas o comentarista poucos comentários acima): se um dia vc. precisar de dicas sobre o Monument Valley, pode escrever que eu conheço. Não apenas o parque como boa parte dos parques nacionais norte-americanos do sudoeste.

Rogéria
RogériaPermalinkResponder

Serve novela? O Clone, com a tal da Jade. Vou pro Marrocos semana que vem. Na seqüência, outro destino que colei da telona, do filme Shirley Valentine. Daqui uns 20 dias estarei nas Ilhas Gregas. E, quem sabe, como a protagonista, acabo resolvendo largar tudo... hehehe...

Como a Carla, também vejo os filmes para lembrar de lugares que já visitei: O Conde de Monte Cristo, que mostra a ilha em Marseille que foi prisão política; o já inúmeras vezes citado Amélie Poulain; Código da Vinci e outros.

Mas outro filme que também me inspira é O Talentoso Ripley: a Ilha de Ischia, na Itália, está em cartaz nos meus sonhos. Um dia pretendo vistá-la!

Lena
LenaPermalinkResponder

O Arnaldo já citou aí em cima o Les Uns et les autres que ficou a-n-o-s em cartaz em São Paulo e foi a primeira coisa que veio a cabeça qaundo pisei da praça de Trocadero em Paris. Mas, são tantos os filmes de Paris que é difícil deizer que foi por causa de algum deles que morria de vontade de conhecer.
O mesmo vale para NYC, que está sempre em cartaz e eu adoro todos os filmes a respeito. Além do Woody Allen, Sex and City, etc, assistir ao You've got mail em dvd, que tem um extra com todas as locações do filme é uma delícia!! E acho que fui a Zeibars por causa de um destes filmes.
Depois de Tess, morria de vontade de ir a Stone Henge e fui.
Quis visitar a Isla Negra do Neruda depois de ver um documentário sobre ele na TV; e fui!
Ainda não realizei o desejo de ir a Sicilia, tão linda em O Leopardo.
E claro que morro de vontade de ir a Phi phi depois de A Praia !!
Ah, o documentário da família Schurrman me deixou cheia de vontades também smile

Karina
KarinaPermalinkResponder

Além dos vários citados aqui, tenho um outro na minha coleção: Casa de Areia (com a Fernanda Montenegro e Fernanda Torres). Já tinha vontade de conhecer os Lençóis Maranhenses, mas por causa do filme, estiquei até Santo Amaro...! É de tirar o fôlego!

JB
JBPermalinkResponder

Fiquei (mais) apaixonado (ainda) pela Roma retratada por Peter Greenaway em "The Belly of an Architect" - impossível ficar indiferente.

Ah, tb acho "Cinema Paradiso" fantástico - choro até hj só de ouvir a música (será que isso é uma bichice??)

"O céu que nos protege" tb está na minha lista dos top 50 - aquela sim, foi uma viagem!!!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

JB, lembre-se que há uma diferença entre "bichice" e "bichisse", ou seja, frescura e cafonice. O segundo termo foi aquela "gentileza" só dita pelo Cleber ao Riq em razão de sua campanha mais-do-que-justa de combate à cafonice das cadeiras de "prástico" e luzes PL brancas (deprimentes) usadas indiscriminadamente. Ou seja, "bichisse" é um neologismo e equivale a "cafonice". Já "bichice" significa "frescuragem". E se frescuragem é emocionar-se em casamentos, filmes, livros e cenas melosas, eu sou tri-fresco.

Karin
KarinPermalinkResponder

Quando assisti "Sob o Sol da Toscana", decidi que algum dia conheceria este lugar. Mas para minha surpresa, depois de 7 meses após ver o filme e por um capricho do destino, lá estava eu! Um dos lugares mais lindos do mundo!!!

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Riq estou honrado pela sua enquete...Serio, ganhei meu ano!!!!!!!
CINEMA E VIAGEM sao as minhas paixoes...Desde crianca, sempre encontrava um meio de "viajar" pela tela do cinema, ateh ter dinheiro suficiente pra viajar de aviao, transatlantico, motocicleta ou skate...Agora que cresci(soh um pouquinho), estou realizando este sonho duplamente!!!!!!!!!!
Fiz uma coletanea dos meus filmes favoritos que foram feitos ou pelo menos, tiveram locacoes nos paises abaixo...Nao sou critico de cinema, mas o meu "olhar apaixonado" ajuda bastante na escolha...
Pra ser justo, soh coloquei um filme por pais, apesar de ser dificil escolher em paises como EUA, Espanha, Italia, Inglaterra, Franca e Brasil(abri uma excecao...kkkkk)...Claro, inevitavel citar todos os "filmes de 007" com suas paisagens de beleza extraordinaria!!!!!!!

MELHORES FILMES POR PAIS

Afeganistão-OSAMA
África do Sul- HOTEL RUANDA
Alemanha-ASAS DO DESEJO
Argentina- A HISTORIA OFICIIAL
Austrália- PRISCILA, A RAINHA DO DESERTO
Áustria- MEPHISTO
Bélgica- A MINHA VIDA EM COR DE ROSA
Brasil- CIDADE DE DEUS e CENTRAL DO BRASIL
Canadá- GEMEOS, MORBIDA SEMELHANCA
China- LANTERNAS VERMELHAS
Colômbia- MARIA CHEIA DE GRACA
Cuba- MORANGO E CHOCOLATE
Dinamarca- A FESTA DE BABETE
Espanha- TUDO SOBRE MINHA MAE
Estados Unidos- TAXI DRIVER
França- A BELA DA TARDE
Grécia- ZORBA, O GREGO
Holanda- A EXCENTRICA FAMILIA DE ANTONIA
Hungria- CORONEL REDL
Índia- GANDHI
Inglaterra- 04 CASAMENTOS E UM FUNERAL
Irã- ATRAVES DAS OLIVEIRAS
Irlanda- MEU PE ESQUERDO
Itália- CINEMA PARADISO
Japão- ENCONTRO E DESENCONTROS
Macedonia- ANTES DA CHUVA
Mexico- COMO AGUA PARA CHOCOLATE
Noruega- A DUPLA VIDA DE VERONIQUE
Nova Zelândia- SENHOR DOS ANEIS
Peru- DIARIOS DE UMA MOTOCICLETA
Polonia-O PIANISTA
Portugal- TERRA ESTRANGEIRA
Suécia- FANNY AND ALEXANDER
Taiwan- BANQUETE DE CASAMENTO

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Aconteceu com Diários de Motocicleta, que motivou minha viagem a Machu Picchu...

Mas meu sonho é conhecer a Paris de Amelie Poulain... wink

Eduardo de Carvalho

Concordo com a Rogeria! o Talentoso Mr. Ripley mostra uma ilha de Ischia maravilhosa. E ficando no sul da Italia, no filme 12 Homens e Outro Segredo aparece numa curta cena um lindo lugar, que descobri ser Castellamare del Golfo, na Sicilia.
Espero ir aos dois!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

...que lista, Claudio. Me lembrei de bons filmes, vistos há um tempão.
Além do 007, incluo a trilogia Indiana Jones (quem se esquece de Petra depois dele?).
Incluo também um desenho animado com atores reais, Você já foi à Bahia?. Foi feito pela Disney na década de 40 e ilustra uma Bahia super romantizada, para americano ver etc., mas dá para dar um desconto, pois o desenho é lindo. Na parte do Brasil tem a Aurora Miranda (irmã da famosa) e músicas do Ary Barroso.
Sobre Portugal, está na minha lista há um tempo O Céu de Lisboa, do qual só a trilha sonora, do Madredeus, já deve justificar assistir. Alguém já viu para recomendar?

Lena
LenaPermalinkResponder

A Dupla Vida de Veronique é na Noruega? Não era na Polonia e França?

Beto
BetoPermalinkResponder

Já vi Lisboa, Emília smile , e recomendo muito...

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Emília, o filme eu ainda não vi, mas Lisboa é totalmente recomendável. E também sou fãzona do Madredeus, que faz a gente viajar pra Portugal só de ouvir...

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

A ultima vez que fui à New York foi pq eu vi tanto "Sex and the City" que bateu maior saudade ! Depois foi o "Under the Tuscan Sun" que me fez ir até a Italia. Fiz tb o roteiro do "Da Vinci Code" em Paris.

Os filmes que colocaram lugares na minha lista de "must go" são:

Sideways - pra conher as viniculas da California
Senhor dos Anéis - ver as paisagens deslumbrantes da Nova Zelândia
Diario de Motocicleta - fazer esse trecho da América do Sul
Cassino Royale - visitar o Lago Como, na Italia
Deus é Brasileiro - o Rio São Francisco e litoral de Alagoas, Pernambuco até o Tocantins

Vou pensar mais e tentar lembrar de outros filmes com paisagens, além destes que ja citaram ai em cima !

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Lena
"A Dupla Vida de Veronique" eh uma obra conjunta da Noruega, Franca e Polonia...
Emilia
"Vc jah foi a Bahia" eh um dos meus favoritos desenho animados...Tenho ateh no meu you tube...Demais...Alem de adorar a Bahia

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Desenterrando: vcs lembram de "A Lagoa Azul" ? smile
Era uma ilha no Pacifico certo ? Existe essa ilha ?

Rosa
RosaPermalinkResponder

Pessoal,
Alguém saberia me dizer qual o site seria mais confiável e com melhores preços para reserva de hotéis em Buenos Aires? No Submarino os preços estão na estratosfera.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Lembrei de mais um: "Pride and Prejudice". Na realidade eu vi a série da BBC e me deixou louca de vontade de visitar o countryside da Inglaterra. Acabei indo até Bath pra ver as coisas retratadas pela Jane Austen.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Dani G,
"Lagoa Azul" foi filmada em 02 locacoes, Ilha de Yasawa em Fiji e na Jamaica...As vezes precisam de 02 paraisos juntos pra fazer um soh, no cinema!!!!!!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Fiji ? Afe, isso é caro smile

Thanks Claudio !

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Dani, aquela série da BBC sobre 'Pride and Prejudice' ficou alguns anos na minha 'wish list' da Amazon até que na semana passada criei coragem e comprei grin
As paisagens da Inglaterra rural são lindas, fora o Mr. Darcy que dispensa comentários wink
A última versão feita no ano passado também tem cenas lindas.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Rosa, acho que a Carla do Idas e Vindas pode te dar boas dicas smile

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Rosa, comprei o hotel em BsAs pra minha ida agora em Corpus Christi bem baratinho pela MMT Gapnet, mas parece que eles só vendem para agências, não dá pra comprar direto pela internet.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Rosa checa o IBIS em Buenos Aires...Bem localizado e padrao, sabe, bem basico...

Marcia Lombardi

Eu fui conhecer a Amazônia por causa do livro "Direto da Selva" de Klester Cavalcanti.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Obrigada pessoal... Estou dando preferência por melhores hotéis no roteiro da Carla - Montevidéo, Punta e Colônia. Buenos Aires, que vai ser a 3ª vez, a escolha pode ser mais simples.
Vou checar o IBIS. Valeu...

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ah, vocês vão rir de mim, mas paciência.
O único que me veio à cabeça até agora - e olha que estou desde ontem matutando - foi Star Trek, porque eu ainda adoro o tal:
"Space: the final frontier. These are the voyages of the Starship Enterprise. Its five-year mission: to explore strange new worlds, to seek out new life and new civilizations — to boldly go where no man has gone before."
mrgreen

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar