Canadá pro Fábio

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

O Fábio Machado e a patroa vão passar 10 dias no Canadá, entre o fim de agosto e o começo de setembro, chegando e saindo por Toronto.

Quem tiver dicas de itinerário, hotéis em conta e passeio, por favor, use a caixa de comentários, porque eu também vou aprender muito grin

160 comentários

Ricardo Freire

Karinissima, precisamos de você no post das pousadinhas de Noronha.

A Anelise vai pra Chicago no fim de agosto e queria dicas.

Você dá uma mão?
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/07/30/enquete-da-semana-pousadinhas-em-noronha/#comment-19632

Ricardo Freire

Jorge:
lol
lol
lol

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Karinissima

Venha na proxima conVnenção!!

Chiago? Não conheço.

karinissima
karinissimaPermalinkResponder

Riq: não conheço Noronha :'(
Mas Chicago, tô indo pro post.

beijos

(e não visitem meu blog agora, está super incompleto, thanks kkk... aviso quando postar mais coisas)

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Anelise

Tente o Arnaldo, ele é expert em EUA.

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Ricardo, é verdade, Toronto é uma daquelas cidades que podem ser adicionadas a sua lista de cidades que você tem que saber para onde ir para não perder tempo. Não é nenhuma Paris, ou mesmo uma Montreal que são cidades "fáceis", que todo mundo gosta. E mesmo cidades assim escondem outras por baixo, onde os turistas quase não visitam e que são tão interessantes quanto. Toronto está mais para Berlim ou até mesmo Milão: tem que fazer o que o povo local bem informado faz. Berlim sem as dicas de alguns amigos poderia ser só o basicão dos guias turísticos, meio sem graça. Mas de ter o mapa do tesouro, se transformou numa das minhas cidades favoritas da Europa, junto com Madri. Muitas cidades americanas e canadenses são assim.

Algo que quase não foi falado aqui é a parte da natureza na região de Georgian Bay, Bruce Peninsula e Muskoka, 2-3 horas ao norte de Toronto. Quem sonha com aqueles lagos com paisagens lindíssimas que passam nos filmes, vai gostar muito dessa região. É linda mesmo. Não tem montanhas, mas é um dos lugares mais bonitos que já vi. Há várias cidadezinhas incríveis espalhadas em toda a região com pousadas bem charmosas (numa delas tive um dos melhores cafés da manhã que posso me lembrar) e chalés. O comecinho de outubro é a época mais bonita para ver as cores do outono. Por lá, vale a pena se perder smile Abs! Érico

ps1: sim, o bairro coreano em Toronto fica na parada Christie, ao lado do outro bairro que recomendei acima, The Annex.

ps2: Toronto tem 2 Chinatowns (a mais famosa sendo na Spadina com Dundas) com Dim Sums excelentes! Quem quer experimentar o lado mais sofisticado da comida chinesa, tem que ir ao subúrbio de Markham, onde 80% do pessoal que mora lá é chinês. Há vários restaurantes bem diferentes da Chinatown do imaginário popular smile

Re Coelho
Re CoelhoPermalinkResponder

Fábio, estudei em Vancouver em 2005 e AMEI o lugar, é uma cidade grande com clima de cidade pequena, do skytrain eu via a montanha com neve e na cidade estava sol, achei o máximo... fora q de lá vc pode fazer viagens curtas como para whistler, rocky mountains (Lindíssimo), victoria, grouse mountains entre outros passeios... Vancouver é a minha cidade preferida!!! recomendo.

Anelise
AnelisePermalinkResponder

Queridos
Obrigada!!!!!!!!!!!
Acabei de ler o post da Karinissima sobre Chicago em Noronha....kkkkk
Ernesto, vou lá no blog do Arnaldo perguntar. Já vi que ele é expert em EUA, em quatro dias em Washington D.C. ele fez o que eu não fiz em um ano morando lá!!!!!
Ricardo qual é o seu e-mail??

Ricardo Freire

xongas arroba gmail ponto com, mas não espalhe :roll:

Fábio Machado

OBRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU, VCS, são demais, melhor q qquer agente de viagem! Já tinha comprado a revista especial do Canadá, mas as dicas são meio esnobes, na verdade pra quem já conhece o Canadá e tem muito dinheiro (ao contrário, da Itália, por exemplo, tem ótimas dicas, mesmo pra quem já conhece, usei bastante). meu e-mail é fabiomachadoarrobailhanet.com.br, se puderem mandar mais dicas, obrigado, inclusive porque tenho e-mail de vcs para responder individualmente (agradecendo, trocando idéias e pedindo novas informações). Bjs, Fábio e Maria Lúcia (a patroa, rs)

JB
JBPermalinkResponder

Karinissima,

Apoio a dica do Ernesto, o cruzeiro pelo Alaska foi uma das viagens memoráveis que fiz. Juneau é uma pérola. Fui na primeira semana de setembro e ainda consegui pegar 20 C em Anchorage - usei até bermuda!!!

Além do mais, te garanto que vc não vai sentir nada do balanço, já que o navio percorre a porção de mar entre as ilhas, ou seja, bem mais tranquilo que mar aberto.

Seattle é muito interessante, em alguns aspectos parece o Rio (combinação mar, montanha). Agora, Vancouver e Victoria, principalmente, são inesquecíveis.

Ah,e falar no Canadá sem multiculturalismo é impossível. Isso vale para quase todas as grandes cidades do país.

Anelise
AnelisePermalinkResponder

RIQ!
COMBINADO!

Lena
LenaPermalinkResponder

Até que enfim alguém falou em Vancouver!! Não conheço Canadá, mas pelo que ouço dizer é onde o inverno castiga menos. Dá até para andar a noite pelas ruas em Janeiro! Os conhecedores confirmam?

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Eu nunca fui no inverno, mas no Verão é uma cidade espetacular.

Quanto ao cruzeiro, todos os navios de cruzeiro possuem estabilizadores, e neste caso, a maior parte da navegação e em baias fechdas, então não há muito balanço.

Não esqueça de ir a Vancouver Island, pelo hidro avião. Vale a pena....

Izabel
IzabelPermalinkResponder

Em Toronto não deixe de visitar o restaurante Spring Rolls. Fica bem no centro. Come-se muito bem, pratos generosos e baratos. Além do ambiente ser moderno e gostoso.

http://www.springrolls.ca

Karinissima
KarinissimaPermalinkResponder

Ernesto e JB: super obrigada. Dicas anotadíssimas. smile

beijo beijo

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Mas as melhores foram as do Jorge. Eu fiz o roteiro pelos Lakes, mas não saberia descrever tão bem, e ademais não estava com carro.

Dani Velloso
Dani VellosoPermalinkResponder

Fabio eu não conheço nada de Canadá mas recebi o roteiro de uma amiga de SP que vai em outubro com o marido no esquema FLY and DRIVE. Veja abaixo o roteiro deles:

CANADA COSTA A COSTA
01º Dia Sexta São Paulo - Toronto
17:30h Apresentação no aeroporto de Guarulhos, balcão da Air Canadá - Terminal II – Asa D
21:30h Embarque no vôo Air Canada com destino a Toronto

02º Dia Sábado Toronto - Calgary
07:00h Previsão de chegada em Toronto.
09:00h Embarque no vôo Air Canada , com destino a Calgary
11:10h Previsão de chegada em Calgary
12:00h Retirada de um carro junto a Europcar, balcão da National

Passeio pela cidade visitando CALGARY TOWER (www.calgarytower.com), situada na área central da cidade, onde teremos uma vista panorâmica da cidade e pradarias que antecedem as Montanhas Rochosas.

03º Dia Domingo Calgary - Banff
Saída de Calgary passando pelo Parque Olímpico onde se encontra o maior museu olímpico de Inverno do mundo, onde poderemos sentir a adrenalina dos esportes em diversos simuladores. Continuação da viagem com destino a Banff.
Sugerimos rápida parada em Kananaskis para conhecer a região das filmagens do polêmico filme Brokeback Mountain.

04º Dia Segunda Banff
Dia destinado para passear pelas charmosas ruas de Banff.
Subida de gôndola na Sulphur Mountain, para apreciar a linda paisagem do Bow Valley, com o rio Bow e o Hotel Banff Springs.
Perto do teleférico que sobe até a Sulphur Mountain, encontra-se a UPPER HOT SPRING POOL, piscina de águas quentes, tem as nascentes nas proximidades e fica aberta o ano inteiro, inclusive no inverno, quando a neve cobre o deck ao redor.

05º Dia Terça Banff – Jasper
Viagem através da rodovia Bow Valley Parkway até a espetacular trilha do Johnston Canyon, a 19Km a oeste de Banff, que leva a duas belas cachoeiras. Uma passarela junto à parede rochosa leva os visitantes até a base deste impressionante cânion.
Em seguida, continuação do passeio até Lake Louise para apreciar toda a beleza deste lago mundialmente famoso. Sugerimos visita ao belíssimo hotel Chateau Lake Louise que se eleva imponente às margens do lago.
Continuação de viagem pela Icefields Parkway, rodovia de 230Km com paisagens e lagos maravilhosos que liga Lake Louise a Jasper. Há vários pontos de parada para apreciar o cenário:

Bow Summit, um pico de 2.068m, é o ponto mais alto da rodovia. Possui uma estrada secundária que leva ao mirante do Peyto Lake, lago com água de um azul impressionante e parada obrigatória.

Outro passeio imperdível é feito pela impressionante Athabasca Glacier, onde se pode andar sobre as geleiras num ônibus conhecido como snow-coach, que percorre alguns trechos dos 300 km cobertos de gelos do Athabasca Glacier.
Continuação da viagem até Jasper.

06º Dia Quarta Jasper
Passeio para conhecer o Maligne Lake, o maior lago natural das Rochosas. A Maligne Lake Drive começa 5Km ao norte da cidade e termina na Hwy 16, seguindo pelo vale entre as cadeias de montanhas Maligne e Queen Elizabeth. É um percurso com vista panorâmica, com belas e sucessivas paisagens e vários mirantes voltados para o Maligne Canyon.

Subida ao topo da Whistlers Mountains, pelo bondinho de Jasper que fica a 7Km da cidade. Leva 07 minutos e deixa os turistas a 2.285m de altura. Por uma trilha chega-se ao ponto mais alto da montanha, 2.470m. Em dias claros, a vista é inacreditável!

07º Dia Quinta Jasper - Edmonton
Saída pela manhã com destino a Edmonton

Visita ao gigantesco shopping West Edmonton Mall, com mais de 800 lojas, um parque de diversões, mais de 100 restaurantes, um parque aquático com praia e ondas, um campo de golfe e uma pista de patinação.

08º Dia Sexta Edmonton - Vancouver - Whistler
07:00h Devolução do carro junto a Europcar no balcão da National.

07:30h Apresentação no aeroporto de Edmonton, balcão da West Jet
08:50h Embarque no vôo com destino a Vancouver
09:20h Previsão de chegada em Vancouver
09:30h Retirada de um carro junto a AVIS

Viagem com destino a Whistler, aproximadamente a 02 horas de Vancouver, contornando o braço da costa do mar Home Sound com belas vistas panorâmicas. Cruzaremos Horseshoe Bay para chegar a Squamish, onde veremos o imponente espetáculo das Cataratas Shannon e o maior monumento de granito do Canada, o Squamish Cheif.
Finalmente chegaremos a Whistler, o centro de ski mais importante da America do Norte.

09º Dia Sábado Whistler - Victoria
Passeio por Whistler. cidade planejada com características especiais: no centro não circulam autos, os mesmos ficam em um estacionamento subterrâneo ou nas redondezas.
Possui dois grandes picos: a montanha Blackcomb com 1609 metros e Whistler com 1530 metros.
Existem opções de sobrevôo dos glaciares em hidroavião e subida de teleférico nas montanhas.
Saída com destino a Victoria. Pegaremos uma balsa que nos levará até a Ilha de Vancouver.

10º Dia Domingo Victoria
Visita a cidade de Victoria (www.victoria.ca), capital da Columbia Britanica. Passeio pelo Chinatown, Parlamento, Royal British Columbia Museum, pelo famoso e tradicional hotel The Empress Hotel com sua bela vista para a marina e pelo belo Inner Harbour

No período da tarde sugerimos visita ao belíssimo Butchart Gardens: Jardim de 50 acres, famoso mundialmente por sua magnífica diversidade de flores e cores. www.butchartgardens.com

11º Dia Segunda Victoria - Vancouver
Saída com destino a Vancouver.
OBS.: Verificar os horários do Ferry no Hotel, de forma a chegar com 1 hora de antecedência de sua saída e não esperar de forma demasiada na plataforma.

Passeio pela cidade de Vancouver localizada às margens das montanhas Rochosas.

12º Dia Terça Vancouver
Manhã Sugerimos uma gostosa caminhada pelo Stanley Park, imensa área verde, a 05 minutos do centro da cidade, é considerado o Central Park do Canada.
Visite o Aquário, localizado dentro do Stanley Park, possui mais de 8.000 peixes. Apresenta shows de focas, orcas e golfinhos e num enorme aquário podemos ver as raras belugas.
Em seguida, caminhe pela Robson Street e depois vá até o bairro Gastown, observar o Steam Clock, relógio a vapor.

Final da tarde na Granville Island (www.granvilleisland.com), ao sul da cidade, alegre e descontraída e animada, abriga o mercado público, lojas de artesanatos, restaurantes, cervejarias.

13º Dia Quarta Vancouver
Sugerimos subida na torre "The Lookout" (www.vancouverlookout.com).
Em seguida, aproveite para conhecer a Grouse Mountain e a Capilano Bridge.
GROUSE MOUNTAIN: www.grousemountain.com
Área de esqui bem próxima à cidade, aproximadamente 20 minutos, possui a maior descida vertical e uma vista extraordinária da cidade de Vancouver. Subida de gôndola. Possui inclusive pistas para esqui noturno. Acesso fácil, pelo transporte público.
CAPILANO BRIDGE: www.capbridge.com
Ponte suspensa, onde foi filmada uma das mais conhecidas cenas dos filmes de Indiana Jones, poderemos apreciar uma formidável coleção de Totens expostos neste agradável local.

14º Dia Quinta Vancouver – São Paulo
12:00h Devolução do carro junto a AVIS

Viagem de retorno ao Brasil

12:30h Apresentação no aeroporto de Vancouver, balcão da Air Canada
14:30h Embarque no vôo Air Canada com destino a Toronto
22:00h Previsão de chegada em Toronto
23:10h Embarque no vôo Air Canada com destino a São Paulo

15º Dia Sexta São Paulo
10:20h Previsão de chegada em São Paulo.

Luciana - Florianópolis/SC

Oi, pessoal. Nunca participei do site, mas leio praticamente todo dia, já virou um vício! É difícil achar uma comunidade tão prestativa e amigável! Quando vi o post sobre o Canadá, resolvi consultá-los.
Minha filha está indo estudar em Saskatoon, no Canadá, e vai ficar lá até 29 de janeiro. Estávamos pensando em ir "buscá-la", mas será que vale a pena? Em pleno fevereiro tem alguma coisa que pode-se fazer por lá? Saskatoon fica praticamente no meio do caminho entre as costas leste e oeste. Alguém já viajou de trem por lá no inverno? Brigadão e um abraço a todos!

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Luciana, Saskatoon fica nas pradarias canadenses. O problema de voce ir para lá em fevereiro é que vai estar muito, MUITO frio. A media da temperatura maxima é de -8C. Isso significa que pode fazer 0C ou -16C durante o dia, e a noite a media é de -18C. Faca a conta... Frio que nem aqui em Toronto faz (aqui fica entre -1C e -8C). O mesmo acontece com as montanhas rochosas, sao muito frias em fevereiro. O unico local que tem temperaturas agradaveis nessa epoca do ano, mas onde pode chover bastante é em Vancouver. Lá raramente neva e a temperatura oscila entre 1C e 8C. As pessoas de Saskatoon sao bem simpaticas mas a cidade é bem pequena. Seria melhor passear pela costa oeste americana... Abs! Érico

Usha
UshaPermalinkResponder

Fábio e esposa,

faz milênios que não vou ao Canadá, mas meus filhos vão 2x por ano ver o pai. Mas vou tentar..

Super dica de Montreal: almoce no Bistrô de Paris na Ste Catherine. Lá tem o melhor Bouef Bourguignon que eu já comi. Meus filhos também acham.

Passear a pé no boul. St. Laurent. Tem de tudo por lá. De padaria portuguesa a restaurantes sofisticados. Pergunte aos canadenses quais são os restaurantes da moda e quais são os baratos. O povo canadense é o mais politicamente correto do mundo. Vão adorar ajudar vocês.

Vá até a Rua St. Urbain (perto do parque Mont Royal) e vá ao Café Santropol. Coma no jardim. Os sanduíches são gordos e vem com frutas. Meus filhos odeiam. Eu gosto e o povo de lá também.

Não percam comer bagels da rua St. Viateur com queijo filadélfia e salmão defumado. Você pode comprar na própria padaria ou no super. Tem sempre a opção de ir a um restaurante, mas não é a mesma coisa. Compre meia dúzia de bagels de semente de gergelim e meia dúzia de semente de papoulas e tente descobrir de qual gosta mais.

E o sanduíche de smoke meat do Schwartz (Boul. St. laurent) é um must!!!!!!!!!!!!!!!

No meu tempo, o bistrô Copacabana (de portugueses) tinha o melhor "deal" para o jantar: arroz com fritas e filé. Comia lá quase todo dia.(Boul. St. laurent)

Na rua turística Prince Arthur almoçar no Mazurka é programa local. Veja como enche. Os estudantes da McGill vão lá para ter uma refeição + ou - caseira. O especial do dia é barato e OK. As sopas são deliciosas.

Nem percam comer no Arahova, restaurante grego com o melhor tzatisiki do mundo. Melhor que na grécia...

Vá a Westmount (andando a partir do centro) pela Sherbrooke Street. O bairro baseado nas cidades-jardins tem uma qualidade de vida invejável. Para nós brasileiros é uma aula de como um bairro deve ser. Bem, se vocês forem de SP, é um Jardins miniatura, em extensão e altura. Visitem a estufa e a biblioteca.

Não deixem de no domingo ir ao Parque Mont Royal ver os doidos na "praia" deles. O povo toca, dança, namora, é imperdível como programa antropológico. Suba a trilha até o lookout que dá para ver toda a cidade. Dá para combinar com o Café Santropol para o brunch (chegue cedo, tipo 10:30, 11:00), coma, e gaste as calorias passeando morro acima.

Alugue um carro e vá a St. Sauveur e Ste. Adelle. Os lagos e vilarejos são fofos, mas acho que a palavra certa é pitoresco. Um dia basta. Para nós brasileiros é bom porque é totalmente diferente da nossa realidade. A floresta é boreal. Linda!

Para quem gosta de arquitetura: O CAC, Canadian Architecture Center tem a biblioteca mais importante do mundo, comprada com a grana da Seagrams. A herdeira é uma arquiteta apaixonada pela preservação da memória arquitetônica mundial. Não dá para ver os exemplares pois são guardados, mas sempre tem uma exposição importante e o edifício vale por si só. É perto do Bistrot de Paris.

Riq, Toronto não é tão boa quanto parece. Aco São Paulo mais interessante. Montreal sim, é uma das melhores cidades do mundo para se morar de maio ao final de setembro. Você tem que conferir. os experts dizem que só perde para São Francisco. Como não conheço não posso dar a minha opinião. Eu ainda prefiro o Rio sem a violência.

Luciana - Florianópolis/SC

Érico, obrigada pela resposta! É o que eu já imaginava, mesmo...

Beatriz
BeatrizPermalinkResponder

Oi, estou indo para a costa leste de 16 a 26 de setembro, fazendo o roteiro tradicional de Toronto até Montreal. Não consegui informações sobre a temperatura nesse época e assim não sei bem que roupa levar.
Não quero bagagem grande.
Podem me ajudar?
Um abraço
Bea

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Bea, as temperaturas são de fim de verão. Normalmente os dias ficam por volta de 20C e a noite pode fazer já 8C. Mas como o tempo está meio louco mesmo, recomendo olhar no site www.weathernetwork.com a temperatura e a tendência dos próximos 14 dias... Abs, Érico

Juliano - Florianopolis/SC

Tudo jóia pessoal,

Já vi que o pessoal é fera no que diz respeito ao Canada. Talvez vcs me ajudem com algumas dicas. Estou indo passar do dia 19/12 ao 04/01 na costa leste.

A principio gostaria de fazer uns 5 dias de ski em tremblant e, depois de ler muitas coisas legais sobre Montreal, Quebec, etc, pensei em fazer um turismo rápido por essas cidades e conferir as melhores dicas.

Também recebi algumas sugestões como o Hotel Sacacomie perto de Quebec, alguem conhece o lugar?

Uma outra preocupação é o clima, chega a dar dias de sol nessa época do ano?

Qquer dica me ajudaria na organização do roteiro.
Obrigado e abraço a todos.

Juliano

Beatriz
BeatrizPermalinkResponder

Oi Érico, obrigada!! Tive possibilidades de junatr muitas dicas excelentes. Já andei vendo a temperatura e está com jeito de ser um pouco mais quente doq ue eu imaginava. melhor!!
Um abraço
Bea

Liliane
LilianePermalinkResponder

Tambem estou indo pro Canada em Setembro, estarei levando minha mae pela primeira vez fora do Brasil.

Eu ja conheco a costa oeste e cataratas do iguacu, mas nao conheco costa leste pra comparar, vamos ver. eek)

Queria dicas de como me locomover de uma cidade pra outra, a melhor forma seria mesmo alugar carro? onibus/pacotes? vou ficar 14 dias.

Obrigada Liliane

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Liliane,

Acho que o carro é uma boa. Trem é também uma opção interessante. Tem o que eles chamam de Corridorpass (todo o percurso entre Niagara Falls e Quebec). Por 10 dias você pode viajar entre essas duas cidades e parar no caminho por CAD$299 ou CAD$714 (primeira classe). A vantagem do trem é que você vai sempre chegar no centro de cada cidade, perto dos hotéis.

Os ônibus não são tão confortáveis. Caso escolha o carro, alugue também um GPS, ajuda muito na viagem. Nenhuma cidade canadense interessante entre Niagara Falls e Quebec fica a mais de 5 horas de carro entre uma e outra. Só evite chegar e/ou sair de Montreal e Toronto na hora do rush (8H-10H, 16H-18H seg-sexta) para não perder muito tempo no trânsito.

Boa viagem!!

Érico

Renata
RenataPermalinkResponder

Erico, adorei as suas dicas !
Estou indo com o meu marido para o Canadá no início de Outubro e ficaremos 11 dias. Pretendemos chegar em Toronto, ir ao Niagra e depois subir até Quebec de carro alugado.
Só que olhando no mapa vimos que não é tão perto assim. Vc acha tranquilo fazer esta viagem de carro, indo parando ...
O que vc pensa em alguar o carro em Toronto e depois no fim da viagem deixar o carro em Quebec e voltar de avião ? Vc acha viável voltar todo o caminho de carro mesmo ?
Desde já, obrigada pela atenção.
Renata.

Katia
KatiaPermalinkResponder

Pessoal,
Viajo em outubro para o Canada e estou enlouquecida tentando decidir onde ficar: Toronto ou Vancouver. Ficarei um mês estudando e preciso definir uma das duas cidades para ser o meu ponto fixo. De qualquer forma, terei uma semana extra para visitar aquela que não foi a minha escolha para o estudo.
Também não sou mega fã de frio, qual destas cidades tende a ser mais quentinha?

Super obrigada pela ajuda

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Katia,

Em outubro a temperatura nas duas cidades é bem parecida (entre 10C e 3C), só que em Vancouver vai chover mais. Os posts acima descrevem bem cada cidade então é só escolher a que lhe atrai mais... Quanto a escolha do curso, procure por um que tenha um quadro de alunos bem diversificado. Muitas escolas de inglês são voltadas para regiões específicas do mundo, o que acho que não ajuda no aprendizado. Aqui não tem tanto brasileiro estudando, mas há escolas onde 90% dos alunos vêm do mesmo país da ásia e quem não for de lá acaba meio fora d'água... Érico

Gisele
GiselePermalinkResponder

Oi Pessoal!

Nossa, quanta informação bacana. Vou usar, e muito, as dicas dadas aqui.

Assim como no coments da Kátia, também vou estudar no Canadá em outubro. Ficarei em Toronto durante um mês. Passarei boa parte do dia na escola. Gostaria de saber o que vale a pena fazer no final das tardes/noite e no final de semana. Como terei pouco tempo para passear quero aproveitar o máximo puder.

Valeu pela ajuda.

Abraços,
Gisele.

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Oi Gisele, isso vai depender mais do que estiver acontecendo na cidade... As dicas que dei acima ajudam na sua escolha de saídas... A sua escola provavelmente se encontra na Yonge street e lá tem muita coisa acontecendo (mais ainda se for próximo à Dundas st). Mas se você ou outra pessoa que vier para Toronto quiser mais dicas é só mandar um email para mim: erico "arroba" poppolar "ponto" com. Abs, Érico

Patchu
PatchuPermalinkResponder

Pra quem tem Foz do Iguaçu, realmente não acho que ir a Niagara Falls valha tanto a pena.
Mas, se forem, aproveitem pra ver a cidade de Niagara On The Lake, as vinícolas e pra dar uma passadinha no Canada One Outlet (de repente tem alguma pechincha interessante: http://www.canadaoneoutlets.com/).
Se tiverem crianças, elas vão gostar das ruas pertinho das quedas, que parece um parque de diversão.
Dá pra fazer tudo num dia (meio correndo, mas dá).

regiane
regianePermalinkResponder

Olá Pessoal,

estou indo em outubro pro canadá em Toronto, gostaria de saber como é a temperatura nesta época, vou ficar até a segunda semana de dezembro...será que verei neve? parece infantilidade minha, mas nunca vi, entao estou ansiosa...e se puderem enviar dicas agrade''co muitoooo

beijos

daniella
daniellaPermalinkResponder

Ola pessoal

Estou começando a planejar minha viagem EUA/CANAda... alguem pode me dar dicas: meu itinerario será no final de março de 2008:

New York para o canada ( de onibus ou trem- o que sair mais em conta) e não sei qual cidade vou primeiro no canada?
e se deixo para ficar em New York uns 2 ou 3 dias na ida ou na volta alguns dias. Tenho 15 dias para percorrer canada de forma mais barata possivel e uns 3 nos eua.
Quem puder me ajudar eu agradeço....ja li os posts acima e adorei!!!
Mas fiquein na duvida de onde começar no canada partindo de NY.
abs daniella

Alan Teodoro
Alan TeodoroPermalinkResponder

Oi Pessoal,

andei lendo os posts de vcs e achei bastante rico de informações !!!
Também estou indo para o Canadá em Dezembro.
Vou partir de NY para lá e pretendo ficar de 10 a 12 dias.
Vcs poderia me ajudar no roteiro ?
Gostaria de incluir nesse roteiro estação de ski também pois quero aprender snowboard. Dizem que Mont Tremblant é dez !!!
Qualquer ajudar é bem vinda. Desde já eu agradeço !!

Obrigado.

Lena
LenaPermalinkResponder

Oi pessoal, li os posts e adorei, copiei e colei um monte,mas o que eu estava mais in teressada vcs ainda não responderam, gostaria de saber sobre a viagem de trem entre N.Y. e toronto, se alguém já fez, e me contem tudo, como funciona, dizem que é uma viagem muito bonita, mas tb muito demorada, vou no final de novembro, alguém sabe se é muito frio nesta época, pra ser sincera até gostaria de um pouco de neve rsrsrs.Mas gostaria mesmo de dicas sobre esta viagem de trem. obrigadão

Bianca
BiancaPermalinkResponder

Oi, gente! Já estive na costa leste do Canadá e visitei Quebec, Montreal, Ottawa, Niagara Falls e Toronto, durante os 3 meses em que permaneci no país. Adorei tudo: as paisagens, as cidades e os canadenses. Gostei tanto que pretendo voltar, só que para conhecer a costa oeste. Como tenho que tirar férias do meu trabalho, comecei a pesquisar e ver as coisas para minha viagem ao Canadá e acabei vendo as dicas aqui no site. Estava pensando em ir em Janeiro ou Fevereiro para Vancouver e de lá conhecer as redondezas, mas lendo um post aqui, não sei se será possível ver todas as exuberantes paisagens e fazer todos os passeios sugeridos no inverno. Essa é minha dúvida: os parques e as atrações ficam abertas no inverno? É possível chegar até lá, uma vez que as rodovias ficam fechadas? Gostaria mto que alguém me ajudasse, pois assim posso decidir um destino legal para as minhas férias no começo do ano. Obrigada.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Riq, preciso de uma ajuda! Estou planejando uma viagem ao Canada para junho de 2010, e estou com dificuldade nos deslocamentos em um país continental como o Canadá - tudo é loooooooooonge!
A idéia é usar milhas pra emitir a passagem pela United a partir do Brasil - então dá no máximo pra fazer um open jaw (chegar em uma cidade e sair por outra) no bilhete internacional.
A princípio, pensamos fazer Vancouver (e Victoria); Montanhas Rochosas; e leste, com Montréal e Québec City de imperdíveis, Toronto de brinde. Pelo que já entendi, é fundamental carro nas Rochosas. O problema são os deslocamentos.
Pensei em fazer Vancouver-Rochosas (talvez Calgary) de avião ou trem. Ou tem alguma coisa de interessante no caminho, que valha ir de carro?
De novo, o trecho Rochosas-leste precisa de solução. Trem, nem pensar (devagaaaaaaaaaaar). Voar pra onde? Alguém pode dizer se carro é importante pra fazer as cidades do leste? O Frommers diz que há bom transporte público em Québec e Montréal - procede?
Estou estudando a estrutura da viagem, porque tenho que emitir as passagens logo (senão expiram as milhas, afe). O problema é emitir pra onde!
Heeeelp! e obrigada, desde já! mrgreen

Jorge Bernardes

A United e a Air Canada estão no Star Alliance, será que você nao consegue emitir seu bilhete na Air Canada ao invés de fazer com a United? Quem sabe tentar fazer: Brasil - Victoria, depois Calgary - Brasil abrindo a conexao em Toronto na volta como uma escala... que tal?

De Calgary, eu iria direto para Quebec, mas poderia ser Montreal dependendo do custo do bilhete.

No leste, nao use carro. Quebec, Montreal, Toronto sao bem resolvidas com transporte público, o carro só vai te dar trabalho.

Entre Vancouver e Rochosas, eu não fiz assim, mas hoje, eu iria de avião entre Vancouver e Edmonton ou Calgary (chegaria por uma e sairia pela outra), o trecho de carro é longo e a não ser que você tenha bastante tempo, eu acho que as atrações do caminho não valem o tempo que você deve investir nas Rochosas propriamente ditas (Jasper, Banff, Yoho).

Faça o trecho entre Calgary e Jasper/Edmonton na menor velocidade possível, quebre o trecho em pelo menos 3 dias dias. Eu pararia em Banff e em outro lugar entre Lake Louise e Columbia Icefields (não há muitas opçoes).

Leve lanches e apetrechos para piqueniques ao longo do caminho....

Para os trechos internos, consulte o site da WestJet, a low fare canadense, mas nao deixe de consultar a própria Air Canada também.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Jorge e Ricardo: OBRIGADA!
Riq, eu já olhei os posts, e anotei todas as dicas (donde cheguei nos meus dilemas atuais).
Jorge: você confirmou o que eu já estava pensando. Vou tentar resolver a passagem via Star Alliance - toc, toc, toc mrgreen
A idéia é mesmo economizar nos deslocamentos bobos e ficar beeeeem tempo nas Rochosas - eu estava querendo era uns cinco ou seis dias =)
Pergunta: como se locomover entre as cidades do Leste? Avião? O Michelin sugere uns roteiros interessantes entre Toronto, Montréal e Québec, e não acharia problemático dirigir (as distâncias são bem mais palatáveis do que na Costa Leste), mas será que é a melhor opção? Ai, dúvidas cruéis!

Jorge Bernardes

Entre Montreal, Ottawa e Quebec, certamente o terrestre vale a pena. Toronto fica um pouco mais longe, mas acho que eu iria de carro (ou ônibus, trem) mesmo.

Eu as visitei individualmente em viagens diferentes, nao cheguei a ir de uma para a outra.

Nunca estive em Ottawa, mas eu nao deixaria de ir. Capitais pequenas costumam ser bem cosmopolitas.

ElaineRego
ElaineRegoPermalinkResponder

Riq e trips

minha cunhada e familia vão a Vancouver em Outubro. Vocês acham uma boa época? Eles vão de carro a Seatle (que pelo visto divide opiniões) será que alguém tem mais alguma coisa a acrescentar?

Eles já fizeram a costa leste e vão ficar apenas na oeste, então queria dicas de passeio pelas ilhas e cidades com atrações legais nesse caminho (Seatle- Vancouver)

Agradeço desde já.

Ricardo Freire

Elaine, apenas 226 km separam Vancouver de Seattle.

Aqui o Frommer's fala das San Juan Islands, perto de Seattle.
http://www.frommers.com/destinations/sanjuanislands/1018010001.html

E aqui, das Gulf Islands, perto de Vancouver.
http://www.frommers.com/destinations/gulfislands/1244010001.html

Temperatura e chuvas mês a mês em Seattle:
http://www.weather.com/outlook/travel/businesstraveler/wxclimatology/monthly/graph/USWA0395

Temperatura e chuvas mês a mês em Vancouver:
http://www.weather.com/outlook/travel/businesstraveler/wxclimatology/monthly/graph/CAXX0518

Fabrício
FabrícioPermalinkResponder

Caros,

Estou planejando uma viagem ao Canadá com meus pais em maio/2010. Gostaria de saber se alguém já alugou casa em Montreal, onde pretendo ficar por uma semana. Identifiquei alguns sites, mas não sei o quão confiável eles são, ou as experiências que outras pessoas tiveram, como acompanhei por este blog com relação à Buenos Aires:
www.vbro.com, www.vacationhomerentals.com, www.vacationrentals.com, www.perfectplaces.com
Na verdade o PerfectPlaces, achei no livro do Riq.
Abraço.

Ricardo Freire

O VRBO.com e o Vacationhomerentals.com também estão no livro.

Para ver todas as minhas nove experiências de aluguel de apartamento na Europa e nos Estados Unidos, leia a série
https://www.viajenaviagem.com/2009/03/como-alugar-apartamentos-de-temporada-no-exterior-parte-1/

Fabrício
FabrícioPermalinkResponder

Estou em negciações com uma casa que vi no PerfectPlaces. Depois conto o resultado. Muito obrigado.

Fabrício
FabrícioPermalinkResponder

Acabei não ficando na casa encontrada na Perfect Places. A proprietária fechou com alguma pessoa que estava mais segura do que eu. Bom foi que encontrei outra no site www.vacationhomerentals.com, onde a partir do início das negociações, o proprietário me passou o link do site dele onde estavam disponíveis mais fotos da casa http://www.loftsinmontreal.com/Atrium_Loft/Atrium_Loft.html. Foi tudo muito simples, da troca de informações, à assinatura do contrato enviado por email, até o checkin no dia em que cheguei e agendamos nosso encontro, por telefone desde o aeroporto. A casa, exatamente como estava no site, com um belo terraço e churrasqueira que nos permitiu um ótimo churrasco nos belos dias que tivemos em Montreal. estávamos a poucos metros do Carré Saint Louis, Rue Prince Arthur e Boulevard Saint Dennis, com vários restaurantes e a estação de metrô Sherbroke, ao lado. Como mimo, o proprietário nos deixou garrafas de Perrier na geladeira, além de que tudo que necessitávamos, estava disponível, como artigos de primeira, segunda e até terceira necessidade. Meu receio de ter de chegar à casa e sair minutos depois para ir ao supermercado, se desfez de imediato. No checkout, o proprietário já havia me dito que era só fechar a casa, deixando dentro as chaves. Incrédulo, não deixei de ligar ao menos duas vezes para ele no dia de ir embora, perguntando "não que que assine nada, ninguém virá aqui, etc". Tudo funcionou perfeitamente. A experiência foi ímpar e aconselho se o programa for para uma viagem mais longa, onde não há correrias.

Taysa
TaysaPermalinkResponder

Elaine , ano passado fiquei uma semana em Seattle devido a um Congresso . Não é uma cidade imperdível , mas acho que estando tão perto vale a pena ir . Tem o mercado ( public market ) , tem a subida a torre e em volta da torre tem o museu da música ( Music Experience ) um prédio todo diferente e um parque . O passeio que mais gostei foi o Mont Rainier : é um passeio que dura o dia todo - devem ser uns 200-250 kms de Seattle e quando fui em abril , estava nevando lá em cima . Foi muito bom . Quem foi a Vancouver falou que a fronteira é um pouco demorada de passar , principalmente para não americanos .

Felipe
FelipePermalinkResponder

Boa tarde, Ricardo e demais trips.

Bah, não é fácil achar informações turísticas sobre o Canadá na Rede! Estou há semanas vasculhando a net e não achei as respostas que queria, então aí vai.

A minha idéia é ficar algo em torno de 5 noites em toronto, 7 e montreal e 3 em Quebec.

Pensávamos em ir janeiro ou fevereiro, só que, lendo na internet, parece que a vida no Canadá, nesses meses, é mais nos subsolos das metrópoles, e que a neve inclusive fecha algumas estradas, dificultando o turismo pela região.

Então, eu e minha respectiva estávamos pensando em ir nas primeiras duas semanas de março. Será que as cidade já são mais transitáveis no começo de março?

Só que eu também não queria fugir da neve... hehehe

Enfim, será que no começo de março eu fujo do frio glacial e ainda pego um período de neve???

Gostaria de contar com a ajuda de vocês. Se não me engano, a trip Mirela mora em Toronto. Poderias ajudar??

Um abraço e bom fim-de-semana a todos.

Ricardo Freire

Março ainda é bastante frio. O site da Mirella é o http://www.mikix.com .

Felipe
FelipePermalinkResponder

Muito obrigado pela resposta, Ricardo! Aliás, por sempre responderes as nossas perguntas.

Um abraço

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Oi Felipe,
Então... aí você vai ter que escolher, entre neve e passeio.
Março e Novembro, na minha opinião, são épocas chatinhas no Canadá, pois não tem nada muito interessante para fazer e tudo fica cinza e chove (neva, freezing rain e afins dependendo da vontade de S. Pedro).
Se você quer vir para curtir e congelar no inverno eu sugiro fevereiro, pois apesar do frio você pode curtir os festivais de Ottawa (Winterlude) e Quebec (Carnival).
Considerações: vai estar muito frio, vc vai ter que invertir em agasalho e botas descentes, mas vai ter chances enormes pegar neve no chão e caindo smile
Quanto as estradas... se você não for parar no meio do mato, as estradas funcionam numa boa entre as cidades, claro que você terá que ser flexivel nas suas datas no caso de acontecer uma tempestade de neve, entende?! E pneu de inverno deve ser item OBRIGATORIO no seu carro alugado.
Essa época também é legal para vc curtir algumas vilas de inverno: Mt. Tremblant, St. Anne e até (talvez) Blue Mountains.
A única chatice de viajar nessa época é o frio que muita vezes nos inibe de ficar passeando a pé de um lado para o outro... se fizer 0C com sol é tranquilo e gostoso, mas se cair a temperatura e ventar... aí complica.
Se precisar posso te ajudar com o roteiro e fazer algumas sugestões smile
Abs

Felipe
FelipePermalinkResponder

Oi, Mirela!!

Em primeiro lugar, muito obrigado pela resposta! Com certeza, gostaríamos de umas dicas suas!

Aliás, o seu site é sensacional!!!Já passamos nele conforme indicado pelo Ricardo.

Vamos ler bastante o conteúdo do seu site para não te incomodar com perguntas já respondidas. Daí então eu posto lá as nossas dúvidas e pedido de sugestões.

Um abraço.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Acabei de voltar de uma viagem ao Canadá, fazendo costa oeste e leste, e passei aqui pra dar retorno.
O meu roteiro ficou assim: voei (milhas) pra Vancouver (3 noite), peguei carro e fui de ferry para Victoria (2 noites); ferry de novo para subir pra Whistler (1 noite); de carro rumo aos parques das Rochosas, via Lilloet, dormimos em Kamloops (1 noite); Rochosas de carro (Jasper, Lake Louise e Banff, 2 noites em cada); dirigimos até o aeroporto de Calgary e voamos para Toronto, com passagem comprada avulsa pela Air Canada. Depois de visitar Toronto, alugamos carro de novo e seguimos para Niagara Falls, com um desvio para fazer compras nos EUA. Uma noite em Kingston e uma em Ottawa; seguimos para Montreal e depois para Quebec City, donde voamos de volta.
O que eu mudaria: talvez voaria direto para Victoria, pra fazer Vancouver e Whistler em seguida; com quase certeza voaria de Vancouver para Edmonton, pra fazer só os parques, sem a compriiiiida viagem pra chegar lá; e ficaria bem menos tempo em Toronto, e quase nada em Montreal.
O imperdível: as Rochosas, em especial a Icefields Parkway, o percurso entre Jasper e Lake Louise, de babar, e com bichos a todo canto (fiquei mais perto de um urso do que em zoológico); em termos de cidade, Victoria e Quebec City são maravilhosas, e Ottawa não decepciona.
Cidades grandes não são essas coisas não - muito parecidas com os Estados Unidos pro meu gosto, apesar de mais limpas. Meio asséptico.
Pra variar, choveu. Mas junho (quando estava fazendo bom tempo) é lindo pra ver tudo verdinho, e com neve em cima das montanhas.
Se alguém precisar de dicas mais específicas, tamos aí wink

José Francisco

Boa tarde, Ricardo!
Irei a Toronto agora em setembro e gostaria de saber tua opinião sobre qual a melhor maneira de visitar as cataratas do Niágara. Reservo um pacote daqui ou é possível fazer isso através dos hotéis, estando lá? Estarei no Sheraton Center de Toronto.
Seria melhor ir durante o dia ou à noite?
Obrigado e parabéns pelo blog e pelos livros!!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Por aqui José, costumamos fazer tudo de maneira independente.
É super fácil ir a Niágara de Toronto, olha aqui http://www.niagara-usa.com/

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Oi José,
Minha opinião é sempre a favor de carro... pois assim você fica livre de aproveitar até o outro lado de Niagara (nos EUA) se quiser. Além de poder passear nas viniolas e Niagada on the Lake.
Eu geralmente vou a Niagara no bate-e-volta, mas para quem gosta de cassino e quiser ver o show de luzes (noite) é melhor passar uma noite.
Se não puder ir de carro, o Go Train agora faz o percurso (na alta temporada - Maio a setembro) http://www.gotransit.com/public/en/travelling/seasonal.aspx
Outra opção é falar com o Paulo, um brasileiro que faz uns bicos de pegar no aeroporto e levar o pessoal fazer passeio por aí: http://www.orkut.com/Main#Profile?uid=7304579729973916773 (perfil do orkut)
Qualquer coisa é só gritar smile

Marcia Kawabe
Marcia KawabePermalinkResponder

Mirellita pra aproveitar o outro lado eu acho que precisa ter visto de múltiplas entrada para o Canadá, pra vc poder sair e entrar de novo no país, pelo menos era assim quando eu fui.

Mas também sou a favor do carro, e se não estiver enganada, acho que nem cobram estacionamento lá.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Márcia, não precisa de visto especial, não. O visto normal (de uma entrada) no Canadá já inclui idas e vindas no EUA, que não conta como "outro país". Eu chequei essa informação em todos os sites oficiais do governo canadense, e "in loco". O chato só é que pra entrar nos EUA tem a burocracia de sempre: estaciona o carro, sobe no edifício, espera ser chamado, paga uma taxinha de uns 10 dólares (acho) e eles dão um cartão pras entradas futuras, teoricamente mais fáceis (mas não testei). Um saquinho.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

É isso mesmo (isso mudou há 1 ou 2 anos)... está tudo explicado no site do consulado:

"Visto de uma entrada e de múltiplas entradas

Um visto de uma entrada permite que você entre no Canadá uma única vez. Exceção: Se você viajar aos EUA, você pode usar este visto repetidas vezes para entrar no Canadá:

* até a data de vencimento de seu status de visitante, que lhe será fornecida por um oficial de imigração ao chegar no Canadá e
* se você não visitou outro país."
http://www.canadainternational.gc.ca/brazil-bresil/visas/temporary-temporaire.aspx?lang=por

Eu acho que vale cruzar a fronteira se rolar uma pernoite... pois é legal chegar pertinho da cachoeira (nada que o Maid of the Mist não resolva... mas eu sempre tive medo daquele barco - risos!). Mas vale lembrar que a vista mais bonita seja SEM DUVIDA é a do lado canadense smile

Mirella
MirellaPermalinkResponder

O casino Falls View não cobra estacionamento durante o inverno e fora de temporada... no verão é dificil encontrar estacionamento barato, já que está tudo sempre lotado. Aliás, aos finais de semana de verão, preparem-se para pegar transito de Toronto a Niagara no começo da estrada 403 (altura de Oakville).

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Aproveitando o espaço (desculpa aê Riq), escrevi dois post sobre 25 para se fazer em Toronto (uma tradução com direito a pitacos!) http://mikix.com/?p=1674 e http://mikix.com/?p=1737
Valeu!

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Olha José, como disse a Sylvia, é super fácil ir até Niagara partindo de Toronto, eu aluguei um carro em Toronto e fui dirigindo, é só pegar a lakeshore blvd. para sair de Toronto em direção à Hamilton, Niagara, e seguir as placas, super simples, estradas ótimas, muito bem sinalizadas, dá para fazer um bate volta sossegadíssimo, é perto, não lembro com certeza (cadê o google maps?), mas não dá 150km. Niagara é um passeio legal, acho que se deve ir sim, mas sem muita expectativa, se vc já foi a Foz do Iguaçu vai entender o que eu disse assim que chegar a Niagara. Quanto a ir de dia ou de noite depende se estiver acontecendo o show de luzes que, às vezes, é feito nas cataratas, se estiver vc pode sair de Toronto logo depois do almoço, com calma, ver as quedas de tarde e de noite e voltar à noite. Abs.

Tiago Caramuru

José,
fiz esse bate volta em agosto do ano passado de trem: http://www.esvaziandoamochila.com/search/label/Niagara%20Falls

Não sei se os valores ainda estão atualizados, mas custou 56 dólares canadenses e dá pra comprar a passagem com antecedência pelo www.viarail.com ou na p'ropria estação Union, em Toronto, de onde o trem sai.

Abraços

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar