Do blog da Bettina

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Minha querida Bettina Monteiro, em seu blog no ViajeAqui:

Obrigada ao Comandante da TAM

Meu vôo TAM JJ 3455 chegou a Congonhas ontem sob uma chuva renitente e uma névoa quase londrina. O comandante deu quatro voltas entre as nuvens da capital, cruzando outras aeronaves no horizonte, teve duas permissões de pouso, perdeu-as e finalmente desceu.

Mas não aterrissou: quicou no chão e arremeteu.

Xinguei-o: “Cagão!”. Fui acompanhada por todos à minha volta.

Mas o comandante deu mais duas voltas no céu, pediu desculpas pra gente e pousou em segurança em Cumbica.

Senhor piloto, obrigada por sua precaução, pela vida de minha filha, pela minha vida. Sinto muito que os viajantes de hoje não tenham voado com você.

35 comentários

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Nossa, nasceram novamente. É o caso de comemorar novo aniversário nessa data e agradecer ao comandante para sempre.

Ricardo Freire

Acho que a história da Bettina explica o acidente. O outro comandante deve ter tentado fazer a mesma operação, mas tarde demais.

JULIO CESAR CORREA

Ainda estou em estado de choque, sem entender o que realmente conteceu.
gd ab

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mas vejam que só por ter arremetido o vôo da Bettina teve que descer em Guaralhos. Imaginem a pressão que os pilotos não sofrem para evitar esse procedimento, pois com isso as conexões podem ser perdidas e os passageiros saem enfurecidos por estarem em um aeroporto quando deveriam estar em outro.

A história da Bettina nos mostra que as cautelas adotadas no transporte aéreo nunca são demais. Para isso sim precisamos ter paciência.

Majô
MajôPermalinkResponder

Isso mesmo, Hugo. Precisamos antes de mais nada viajar com segurança !

Lucas
LucasPermalinkResponder

Caramba!!! Meu pai tava nesse vôo!!!!

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Concordo com o Hugo. A segurança sempre deveria vir em primeiro lugar, mas infelizmente não é o que vemos acontecer. As vezes não somos pacientes o suficiente, ou somos imediatistas demais (a própria Bettina xingou o piloto, pra depois ver que ele estava correto). Sou otimista. Espero que de agora em diante a situação melhore.

Avassaladora
AvassaladoraPermalinkResponder

Por isso eu digo, VAMOS FAZER GREVE, BOICOTE, GREVE DE VOAR!!!!! Eu aposto, dois dias de boicote e tudo quanto é empresário desse país vendido vai estar na porta do "Seu Lula" cobrando soluções para o "caos aéreo"!!!!! Desmarquem suas reuniões, atrasem suas férias... é sério... vamos esvaziar os aeroportos...

Lena
LenaPermalinkResponder

A história da Betina é impressionante mesmo. Parece que o outro piloto já tinha aterrisado, quando resolveu arremeter. Pelo que já ouvi falar, arremeter é uma operação bastante arriscada; muito difícil controlar um avião daquele porte.

Ma
MaPermalinkResponder

Pois é, mas na verdade a Bettina somente agradeceu depois de ter acontecido o acidente com o outro avião...Somente depois de pensar que poderia ter ocorrido o pior, por que o pior foi a realidade de muitos outros que não tiveram a mesma sorte. É provável que o que tenha se passado na cabeça das pessoas que acompanhavam a Bettina nesse vôo foi: Droga, mudança de planos...deveria estar em Congonhas e vim parar do outro lado da cidade!!! Belo piloto, hein??? Foi preciso acontecer uma catástrofe para modificar o ângulo. Tragédia à parte, temos que ter olhos pra tentar ver SEMPRE as coisas por um ângulo melhor. É muito difícil, mas é por aí. Parabéns, piloto, por ter conseguido salvar essas vidas!!! E o mais sincero pesar pelos que se foram...

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Don Ricardo Freire, garimpa encantamento, até nos momentos mais obscuros da vida.
Por isso que sou viciado nisso aqui...

Rodrigo Purisch

Vou repetir um comentário que fiz pela manhã e que foi pro limbo do Spam. Acabei adicionado mais um pouuuuco.

O problema não é Congonhas e sim quem controla Congonhas.... Ele poderia ser um aeroporto premium com um tráfego menos intenso e mais bem administrado em seus recursos humanos e técnicos. Ele tolera aviões menores e cumpria sua obrigação na ponte aérea. Vários aeroportos funcionam mundo afora com segurança. Não foi Congonhas que invadiu São Paulo, foi a cidade que invadiu o aeroporto. Falta de planejamento e pulso dos governantes para manter um plano piloto para a cidade (isso é rotina no Brasil).

Mas ninguém quis fazer uma ligação rápida da cidade até Guarulhos ou mesmo reduzir a concentração de vôos em SP. As cias tem seus interesses comerciais e cabe ao poder regulador definir o limite. A elas cabe pedir, a eles analisar e regular usando critérios técnicos e não políticos ou de amizade como atualmente.

Vivemos um apagão moral e ético. Ninguém é responsável por nada ou sabe de nada. Cadê o presidente da TAM (Neste momento faz sua primeira entrevista)? Cadê o presidente da ANAC? Cadê o presidente da Infrazero? O Lula já esta estudando o discurso de amanha, do tipo eu não sabia que a pista......Solicitei uma investigação.....Eu sou um coitado e o último a saber, ele é meu amigo mas fui traído, etc.

Ontem, foi convocado um comitê de crise pelo governo com mais de 6 ministros em virtude de um acidente aéreo. São cerca de 170 vítimas. Uma vítima já é demais se tratando de acidentes possivelmente preveníveis. Mas devemos lembrar que num final de semana no mínimo o mesmo número de brasileiros morrem por violência ou acidentes de trânsito. Um comitê só pode ter sido criado para afinar o discurso (já que dessa vez, não se pode culpar uma possível orquestração), já que devem estar preocupado com a crise imagem do próprio governo.

Preste atenção na cultura brasileira: O superintendente da Infrazero, no momento da inauguração da reforma da pista de Congonhas, disse que a mesma não oferecia risco, mas que ela seria frisada até o final de agosto. Interessante, a frisagem não faz diferença, mas mesmo assim, eles iam gastar nosso dinheiro para realizar essa operação....Se não foi o caso do acidente da TAM, fazia diferença no caso do incidente do da Pantanal.

Morreu um político, talvez agora seja tomada alguma providência.

Já disse quando do caos dos aeroportos devido ao fechamento dos aeroprotos de Buenos Aires: com segurança não se brinca. Precisamos de pessoas que se preocupem em ser corretas, mesmo que isso resulte em medidas impopulares. Mas hoje não importa o que eu sou, mas o que pareço ser...

Parece piada, mas em outros lugares segurança é algo muito sério:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/07/070716_alemanha_decoterg.shtml

Desculpa o desabafo....

Majô
MajôPermalinkResponder

Concordo Rodrigo, temos uma crise moral e ética em nosso país, há algum tempo. Nunca antes nesse país.....
Alianças espúrias com qualquer tipo de gente.

Tenho dito aos jovens que não tem que ser assim, não é para ser assim. Honestidade e ética valem a pena e são fundamentais numa sociedade.

livia frança
livia françaPermalinkResponder

é o velho jeitinho do brasileiro levando a consequencias cada vez piores...
o aeroporto q foi reaberto de qq jeito, sem a menor preocupação com a segurança dos que ali desembarcam e embarcam tds os dias, só mostra o quanto temos a modificar nos procedimentos de segurança, na mentalidade, na cultura do nosso país..
que deus abençoe todos os q partiram.

Majô
MajôPermalinkResponder

E Ma reapareceu.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Está na hora de sairmos da nossa zona de conforto , indignados com
todas as razões do mundo , mas sentados em nossas cadeiras.

Está na hora de falar e de fazer tambem.

Quero ver uma manchete na primeira pagina dos jornais:
*Brasil para por 12 horas .
Não houve tumulto .
*Cem milhões de brasileiros nas ruas ,e em absoluto silencio, exigem respeito !
*Em Sao Paulo 10 milhões invadem as ruas vestidos de preto e
empunhando bandeiras brancas.
E nos livros de história :
*A revolução branca de 2007 foi o ponto de partida para a grande mudança ocorrida no Brasil.
#Estes são sonhos de uma brasileira indignada e revoltada .#

Jurema
JuremaPermalinkResponder

Eu fiquei arrepiada, hoje de manhã, quando li esse post da Bettina no viajeaqui.
Não sei mais o que escrever, estou passada. Choro junto com todos os que choram. Minhas orações para as famílias e amigos, é o que eu posso fazer.

fabio
fabioPermalinkResponder

Concordo Sylvia, somos muito lenientes com essas coisas, parece que estamos anestesiados...Aceitamos as coisas mais absurdas como se fossem normais, e ainda pagamos por elas, direta e indiretamente (impostos!). Chega!

Majô
MajôPermalinkResponder

Baixar os impostos JÁ !!!!
Além de uma carga tributária estúpida, vai ser menos dinheiro para roubarem !!!

Carol
CarolPermalinkResponder

Vou contar um caso da minha cidade, Ribeirao Preto. Existe uma grande polemica em internacionalizar ou nao o setor de cargas do Aeroporto Leite Lopes. Para tanto é necessário, entre outras coisas, a ampliaçao da pista de 2.100 metros para 2.700 metros.
Várias cidades do interior entraram na briga pelo setor internacional de cargas. Todas enaltecem suas qualidades, iludem a população , mas escondem seu verdadeiro interesse : politica!
E nesta briga, muito se fala em segurança. Vejam só, segurança..
O grande rival é o aereporto de Bauru, que diz que Ribeirao nao possuem condiçao apropriada pq seu aeroporto está em area urbana "o entorno do aeroporto foi tomado por favelas, casas populares e comércio..."

Carol
CarolPermalinkResponder

corrigindo : que diz que Ribeirao nao possue condiçao apropriada pq seu aeroporto ...

Karinissima
KarinissimaPermalinkResponder

Voltei ontem de Buenos Aires, num vôo da Gol. Já em solo de Cumbica, muitos passageiros souberam do acidente e, mesmo assim, ficaram putinhos com a Gol pelo cancelamento da perna que seguiria para Belo Horizonte.

Aí querem bater em funcionários... Ai, que preguiça!

Karinissima
KarinissimaPermalinkResponder

Rodrigo, concordo com tudo o que você disse. Acho demasiado curioso como liberam uma pista incompleta. Se o grooving na pista não seria essencial, porque deixariam para fazer depois? E não era meio óbvio que a frisagem é importante?

E não bastou o avião da Pantanal rodopiar na pista?

Outra coisa: um Airbus em Congonhas... Aff.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

O Brasil é indigesto.

WB
WBPermalinkResponder

A todos, independente de credo, religião ou profissão de fé :

Que o Amor do Pai acolha as almas,
Que o Espirito Consolador de forças e consolo aos familiares e amigos,
Que a Paz de Cristo esteja com todos nós. Amem.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Comandantes de avião as vezes tem que tomar decisões dificieis... Espera-se que as tomem corretamente...

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

E, como fala o Rodrigo, esta na hora de tirar este pessoal da infraero... So para dar um exemplo: sou advogado e tenho um cliente que queria fazer um determinado tipo de loja no aeroporto, que e algo util. Não posso falar o que era por razoes de sigilo profissional. Ele desistiu porque nao quis pagar propina para o pessoal da infraero....

Majô
MajôPermalinkResponder

Num dos flashes da Globo ontem, assisti a declaração de uma mulher dizendo que estava em um taxi, e a roda do avião bateu no carro e depois se espatifou. Nasceu outra vez.

Ellen
EllenPermalinkResponder

O pior é que eles vão colocar a culpa em qualquer coisa(provavelmente no piloto),mas a pista certamente estava em condições.Então tá.

Majô
MajôPermalinkResponder

Ellen, é isso aí.

Rodrigo Purisch

Lembra meu comentário sobre o comitê de crise do Lula, eles já estão trabalhando e estão muito preocupados..................com a imagem do governo:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u313166.shtml

Majô
MajôPermalinkResponder

Ouvi no rádio que criaram uma comissão para analisar a crise......

Cobremos pela internet enchendo a caixa postal deles de cartas. Todos têm e-mail. É só entrar nos sites. É preciso que nós os pressionemos.

Ellen
EllenPermalinkResponder

Majô,também sou a favor de cobrarmos,mas confesso que ando desanimada.Não parece que "tá tudo dominado?"

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Depois das ultimas noticias, da para confiar na TAM?

Majô
MajôPermalinkResponder

Ellen, tá tudo dominado não. Acho que o que é ruim faz muito barulho, mas a maioria é de pessoas de bem. Olhe à sua volta, sua família, seus amigos. E, todos aqui me parecem ter a mesma postura.
Por uma razão que eu não entendo, notícia ruim vende mais jornal. Eu parei de assinar a Veja há alguns anos atrás, porque só mostravam o lado ruim do Brasil. E pedi à operadora que registrasse esse motivo. Ela me disse que várias pessoas tinham suspendido, alegando a mesma razão. Nos últimos anos, mudaram, há matérias interessantes sobre avanço tecnológico, saúde, etc.
Hoje em dia com os meios de informação em tempo real, tudo fica exposto, tenho esperança que o que é ruim há de ser depurado.
Quanto às queixas, as cartas sendo bem escritas e fundamentadas, em geral são levadas em consideração. Caso não me respondam, eu envio a mesma carta para a sessão de cartas aos leitores do jornal. Algumas são publicadas, e em geral gera alguma repercussão. E creio que eles encaminham para o órgão ao qual é dirigida a reclamação.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar