Enquete da semana: viagens literárias

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

    livros400.jpg

O cinema e a fotografia talvez sejam as fontes que mais freqüentemente influenciam nossas escolhas de viagem.

Mas arrisco dizer que nada inspira viagens tão intensas quanto um livro pelo qual nos apaixonamos.

Por sugestão da Meilin, da Lili e da Carla, a enquete da semana é sobre guias de viagem que não trazem mapas, nem dicas de hotéis, e se mencionam restaurantes que existem, é por mero acaso.

Minha experiência mais intensa não foi com algo que eu tenha lido antes de viajar -- mas com um livro que eu li durante a viagem. Ler Filhos da Meia-Noite, do Salman Rushdie, e ainda por cima em inglês, durante meu primeiro périplo à Índia, fez com que eu continuasse viajando mesmo nos momentos em que estava quieto no quarto.

Outro inesquecível companheiro de viagem foi o Schifaizfavoire, do Mario Prata, que quase me matou de rir durante uma semana (a trabalho) em Lisboa.

E você? Já fez alguma viagem sob o poderoso efeito de algum livro? Conta pra gente, vai...

62 comentários

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

darling (Sylvia...hehehe), eu, a torcida do Palmeiras, do Corinthians e do Flamengo não queremos ir por Congonhas...eu tentei Viracopos porque achei que ninguém ia ter essa idéia, mas tá tudo lotado...e cancelaram vôos de amanhã cedo em Cumbica, mas não cancelaram de Congonhas (se alguém puder me explicar por que, be my guest...) - então não tem jeito, vou pra lá ver no que dá...e como disse uma amiga minha: como não tem antiderrapante (genteeeee...é a maior metrópole da América do Sul, e o 2o aeroporto não tem antiderrapante...paradoxo, teu nome é São Paulo...), o problema maior é para aterrissar, e não pra decolar...tô rindo pra não chorar...

Ricardo Freire

É isso que eu digo! Não tem por que vôo pra São Luís sair de Congonhas! O vôo mais longo que havia a partir de Congonhas era pra Salvador (mas com escala, claro, ou Ilhéus ou em Porto Seguro).

Claro que, havendo vôos a São Luís saindo de Congonhas e saindo de Cumbica, e pelo mesmo preço, todo mundo vai querer sair de Congonhas. Então, se for necessário cancelar um deles, é o de Cumbica que dança.

Rogério
RogérioPermalinkResponder

Riq,

CADÊ A ICAO? CADÊ A IATA? CADÊ A FAA?

Esses caras fecharam a LAP em tempos idos, impediu a VIASA de voar para os EUA por falta de segurança, impedem operações de 727 em "áreas densamente populadas"

O que ICAO, IATA e FAA estão esperando para detonar alertas globais que acordariam as cias. aéreas para obrigar ANAC/INFRAERO/DEFESA a se entenderem?

Giseli
GiseliPermalinkResponder

Eu não consigo ler durante as viagens...sinto que sempre estou perdendo algum lugar legal ou um passeio. me lembro de ter ido ao Nordeste e levado um livro...mas quem disse que li alguma coisa??

eu ando viajando muito é pela internet ultimamente e descobrindo coisas ótimas, como este blog e como o Ambiental blog com informações e posts lindos sobre um monte de destinos legais. eu fui e gostei. Legal. Hoje se eu tivesse que ler algum livro eu ía reler algum com calma, sem o compromisso de ler na ordem.

Clarissa
ClarissaPermalinkResponder

Ainda não tive a oportunidade, mas gostaria de conhecer a Lisboa do rio Tejo, imortalizada nos poemas de Fernando Pessoa.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Ricardo, sem querer puxar o saco: Eu li o Viaje na viagem durante a minha lua de mel, em 1999. Este livro transformou algo em que eu gostava muito, que é viajar, em algo próximo do fanatismo. Até hoje, de vez em quando, eu leio algumas passagens do livro, que é espetacular! Um abraço.

Karinissima
KarinissimaPermalinkResponder

"Nas Fronteiras do Islã", do Sérgio Tulio da revista Terra. Levei comigo para minha viagem pela Asia Central. Para quem se interessa por esse ponto do planeta, recomendo.

E recomendo tudo do Airton Ortiz. Ele é extremamente cativante.

Lea
LeaPermalinkResponder

Li um livro sobre o Mexico chamado "A Vingança Asteca", acho que era uma trilogia, e gostei muito. Eu já tinha comprado a passagem mas ler esse livro antes de ir me deixou 100% no clima! Fora o filme da Frida, claro... Durante a viagem, que nem o Alexandre, li o Viaje na Viagem - mesmo com as dicas já antigas (li o livro em 2003) o livro fez minha viagem ficar muito mais gostosa!

Pra quem não sabe o que ler antes de uma viagem específica, duas dicas:
- Na Amazon, dá pra buscar livros sobre destinos (pra não ver só guias nos resultados de busca, experimente buscar na categoria literature & fiction, por exemplo), dali em diante eu geralmente me baseio nos mais vendidos
- Tem uma coletânea chamada Traveler's Tales (http://travelerstales.com/), que tem relatos de viagens por destino mas também por tema (comida, humor, aventura)... eu gostei muito de dois que eu li, da Tailândia e de Hong Kong (este ainda melhor).

Carla SP
Carla SPPermalinkResponder

Estou de mudança de volta pra sampa então não tenho acessado e mto menos comentado este mês, mas msm chegando atrasada na enquete, essa não quis deixar de comentar.

Quero mto programar minha viagem pra Inglaterra inspirada no roteiro do Bill Bryson, "Notes from a Small Island". Esse cara é sensacional e pra qm não conhece, recomendo!!! Esse livro não foi traduzido para o português e o autor é mais famoso por aki por causa de "Notes from a Big Country", um conjuto de crônicas estilo Mário Prata sobre sua volta aos EUA depois de 20 anos morando na Ingleterra.

Recomendo ambos os livros. Garantia de boas risadas e um roteiro a pé e de ônibus pela Inglaterra!!!!

Lili
LiliPermalinkResponder

Oi, Riq! Estive "sob o sol da Toscana" smile e por isso só agora estou comentando. Adorei os comentários de todos! Constatei que preciso ler A profecia celestina (sonho em ir ao Peru). Adoro literatura de viagem de aventura (Amir Klink escreve de uma maneira muito legal), principalmente sobre viagens que nunca farei (No ar rarefeito - Himalaia). Transcrevo o que o Alexandre disse, trocando "lua-de-mel" por "carnaval", me sinto igualzinha, a ponto de sublinhar no teu livro os lugares visitados assim que chego de viagem e de arrumar a mala fazendo check-list com o VnV aberto! Ah, o meu postal por escrito preferido é o do Rio! Mais uma coisinha: as dicas de todos foram muuuuito importantes nessa minha maratona - Itália. Principalmente as reservas dos lerês! Bjos!

GiraMundo com Jorge Bernardes

Riq, só para sua informação, vc precisa editar um novo Viaje na Viagem. No dia em que eu saí de férias, saí a pé aqui no Campo Belo para ir atrás de alguns itens para a viagem, achei um sebo e entrei para ver se tinha o VNV.... Bom, eu achei e quando mostrei ao dono, ele falou que o seu livro "tem giro" e por isso a etiqueta de R$ 30,00. Eu pechinchei, pechinchei e consegui por R$ 22,00 o que é ainda bem caro!!!!!

Camila
CamilaPermalinkResponder

"Ramsés" para conhecer o Egito, "A Dama das Camélias" para passear por Paris, "Ana Karenina" para se apaixonar pela Rússia... O que não faltam são livros inspiradores e que nos dão a impressão de que já estivemos lá!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar