O apagão ferroviário (na Alemanha)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

O Marcelo Galuppo, que vai blogar uma viagem a Kassel, Munique e Cracóvia a partir do fim do mês, acaba de dar uma notícia que até agora tinha me passado completamente despercebida: os funcionários da Deutsche Bahn, as ferrovias alemãs, estão fazendo greves de advertência desde segunda dia 2.

Segundo a Bloomberg, os funcionários pedem 7% de reajuste, enquanto a DB oferece apenas 2%. A queda-de-braço se dá logo depois do anúncio da venda de 49% das ações das ferrovias ao público, via Bolsa, em 2008 ou 2009.

As paralisações não têm sido maiores do que quatro horas de cada vez. O último despacho da Bloomberg dá esperanças de que um acordo seja firmado amanhã, quinta.

Se você conhece alguém que esteja indo agora para a Alemanha, é bom avisar para ficar de olho.

Obrigado, Marcelo!

Atualização

Lá de Munique, o Alessandro manda seu testemunho:

Tem havido alguns transtornos mesmo, mas nada muito grave. Eles têm concentrado as paralisações no período da manhã. E não são todas as regiões afetadas.

Danke, Doktor Alê!

29 comentários

Rodrigo Purisch

Coitado do passageiro da Varig....Ela tem um acordo com a DB para distribuir seus passageiros que chegam em Frankfurt pela Alemanha. Além de sofrer para chegar lá (aeroportos e um avião em manutenção) tem que sofrer lá também.

Thiago Parente

Riq e tripulação: estou precisando de ajuda pra montar um roteirinho básico para Santiago e Mendonza com foco nas vinícolas. Qualquer sugestão é muito bem vinda (hospedagem, melhores vinícolas para visitar, locação de carro e principalmente onde comer e beber bem). De já muitíssimo obrigado.

Alessandro
AlessandroPermalinkResponder

Riq, tem tido alguns transtornos mesmo, mas nada muito grave. Eles têm concentrado as paralisacoes no período da manha. E nao sao todas as regioes afetadas. Um abracao!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Comandante diga-me :
O novo layout com avatar incluido é para estimular os tripulantes
a serem criativos, irem a luta e criarem cada um o seu ?
Pq pensa bem , são muito poucos ( 5%?,10%? ) que tem um ,
e fica assim feinho e monotono aqueles quadradinhos sem personalidade.
Bem , se for para arregaçar as mangas e trabalhar ( para criar um
avatar ) coloca ai as instruções beeem detalhadinhas tá ?
lol lol

Ricardo Freire

Esse negócio dos avatares foi novidade do sistema.

Mas nesse instante eles puseram um comunicado lá nos bastidores dizendo que quem não gostasse podia tirar.

Eu fui lá na configuração e, além de tirar os avatares, consegui aumentar os "comentários recentes" de 5 para 15 (que é o máximo).

Exagerei ou ficou melhor assim?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Ficou BELEEEZA !
Pq agora quem não está online 24 horas por dia pode saber melhor
o que aconteceu na calada da noite !( e da tarde, e da manhã..)

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Também gostei dos muchos comentários recentes! wink

GiraMundo com Jorge Bernardes

Ficou melhor, eu já tentei me acostumar a ler TODOS os comentários através do RSS, mas não consigo me acostumar!!!! Agora fica um pouco mais fácil.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Gosto de ver os comentários recentes. Valeu !

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Mudando um pouco o foco, podem acreditar que nesse caos aéreo que vivemos, tive que embarcar num vôo para Salvador (em Guarulhos), passando pela imigração e despachando tudo o que contivesse líquido? Só no Brasil mesmo. E isso depois de enfrentar a imensa fila do embarque doméstico, pois no meu cartão de embarque estava escrito "EMBARQUE DOMÉSTICO", e meu vôo não aparecia em nenhuma das televisões do aeroporto.

Lu
LuPermalinkResponder

Oi, Alessandro,

Este post é tão antigo que nem sei se vc vai ver este meu comentário. Talvez vc possa me dar uma mãozinha p/planejar a viagem, que estou programando a Berlim, por conta de passagem de milhas que consegui na TAP. Pesquisando no VNV, vi um comentário seu e parece que vc mora em Munich. Vou viajar c/o meu marido. O pto ppal é Berlim, que só fui antes do muro. A TAP só voa p/Frankfurt e Munich. Então, tenho que ir p/Fkft e de lá p/Berlim. Mas, e depois??? De avião, trem (passe ou avulso), ou carro?? Fiz uma viagem pela Alemanha há séculos, passando por várias cidadezinhas bonitinhas do Reno, da floresta negra e a estrada romantica. Ñ sei se vale a pena voltar?? Fkft é mto feiosa e Munich é uma graça. Gostaria tb de voltar à Alsacia, que é fronteira da Alemanha (próximo à floresta negra). Fui lá tb há mto, mas sozinha, de modo que só fui a Strasbourg e Colmar. Agora gostaria de passear pelas vinícolas (Riquewhir e Ribeauville, se ñ me engano). Só que tanto Munich qto a Alsacia são beeeem fora de mão em relação a Berlim. Então, estou aberta a sugestões. Cheguei a pensar em ir p/a Alsacia e depois terminar em Paris, mas acho que estou indo longe demais. Enfim, viajar é mto bom e a gente fica “viajando” e esquece das distâncias. É importante otimizar. Nós ñ temos problema de tempo, o euro é quem determina isso.

Já vi no VNV os posts de Alemanha, todos sobre cidades (o de maio/2006 está ótimo, tem várias cidades), mas nenhum deles fala em roteiros. Berlim está resolvido, tem vários posts, todos ótimos. Mas, e o resto?? Agradeço suas sugestões.

VC acha que setembro já pode estar mto frio em Berlim?? Será que junho seria mais garantido? Está meio em cima, mas sempre
podemos tentar. Julho e agosto são os piores meses, por causa das férias, fica tudo cheio e quente, né?

Mais um detalhe: gostamos mto de pedalar e já fizemos algumas viagens de bike. Desta vez, estamos pensando em tirar uns 3 dias alternados durante a viagem p/passear de bike. Pelo que já pesquisei, poderia ser Berlin, Alsacia e floresta negra - 1 dia em cada. Então, caso vc tenha alguma dica sobre bike, pfv me fale. Aliás, se algum dos trip gostar de viajar de bike, coloco-me à disposição p/ajudar.

Bjs, e obrigada desde já.
Lu

Ricardo Freire

Lu,

O Alessandro não mora mais em Munique, já voltou pro Brasil. A nova rotina dele não tem permitido acessar o blog com freqüência.

Dois grandes especialistas em interior da Alemanha são a Cláudia e o Márcio, do Recife. Vou procurar as dicas que eles deram nos comentários do ViajeAqui (é difícil pacas, mas vou tentar).

O que eu te diria para começar:

- Julho e agosto não são desagradáveis na Alemanha, não. O calor é bem moderado para quem está acostumado com o Brasil. Eu estive em julho agosto em Berlim e peguei vários dias frios.

- Você pode tentar desdobrar essa passagem da TAP até Berlim, já que eles têm acordo com a Lufthansa.

- As continuações de viagem naturais de Berlim são Dresden (há cidadezinhas históricas tombadas perto) e Praga. Mas você pode ir a Munique de trem (6h) e de lá iniciar sua viagem de carro. Faça simulações de trajeto no http://www.viamichelin.com

- A esquina de Alemanha, Suíça e Áustria, no Lago Constance (Bodesee) parece ser bacaníssima. É um ótimo destino no verão. De lá vocês podem chegar à Alsácia fácil.

Lu
LuPermalinkResponder

Oi, Riq,

Só agora vi a sua resposta. Bom saber que jul/ago ñ é tão quente como Itália, França, Portugal, Espanha, etc. Talvez um pouco cheio, mas, c/a crise, talvez nem tanto. C/isso tenho mais tempo p/me programar.

O aéreo só pode ser até Fkft ou Munich mesmo pois p/usar Lufthansa, precisaria de mais milhas. Mas posso tentar uma ida e volta por uma low cost. Praga fui o ano retrasado. Dresden já ouvi falar mto bem. Será que dá p/ir e voltar de Berlin no mesmo dia??

Ñ conhecia essa simulação da Michelin, vou lá brincar um pouco.

Já estive no lago Constance (um amigo morava lá na época), e já rodei bastante pela Suiça, só que no inverno, e na Austria eu fui naquela mesma viagem de milênios atrás, qdo fiz a Alemanha de modo que prefiro mesmo ficar pela Alemanha e Alsácia, se der.

Depois de umas pesquisas c/o tal amigo do lago Constance e um outro alemão aqui do Rio, estive pensando numa possibilidade e gostaria de ouvir a sua opinião. Rio/Fkft de TAP, depois Berlin numa low cost (talvez a Air Berlin), de lá, de novo low cost p/Strasbourg (tem que ver se tem vôo). Daí, posso fazer a Alsacia, entrar pela floresta negra e terminar em Munich, de onde voltaria pela TAP. C/isso, começa a fazer sentido ir a Berlin, Alsacia e Munich, sem parecer que vou abraçar o mundo c/as pernas. Tb posso fazer esse roteiro ao contrário p/pegar Berlin mais quente??? 15 dias seriam suficientes??

A partir de Strasbourg, tenho que avaliar se é melhor fazer de carro ou de trem. O meu amigo de lá (que aliás agora está morando pertinho da floresta negra) me falou que tem um tkt de trem que dá direito por 28 euros a vc e até mais 5 pessoas andarem o qto quiserem de trem (perto de Munich). Vou me inteirar sobre isso.

Qto à bike posso alugar por 1 dia em Berlin (p/Potsdam), 1 dia na Alsacia (p/Riquewhir, Ribeauville e Kayseralgumacoisa) e 1 dia na floresta negra (p/trilhas). Solicitei e já recebi pelo correio o catálogo "Discovering Germany by bike" do escritório de turismo alemão aí em Sampa. Tem muuuuuuito lugar p/andar de bike. Bem, mas aí já é outro departamento...

Claro que se vc conseguir alguma dica dos especialistas em interior da Alemanha, maravilha! Mas, se for dar mto trabalho, ñ se preocupe. Quero mto a SUA opinião!!

Bjs, e thanks again!
Lu

Ricardo Freire

Lu,

Os vôos low-cost de Frankfurt não saem de Frankfurt/Main; saem de Frankfurt/Hahn, que fica a 1h30 de distância, de ônibus. É melhor ir a Berlim de trem. São 4h30 desde o aeroporto de Frankfurt. http://www.bahn.de/international.

Dresden fica a 2h de Berlim no trem direto. Mas tendo em vista esse seu roteiro eu não usaria um dia pra ir pra lá não.

Não há vôos low-cost de Berlim para Strasbourg, mas há para Basiléia (Basel), na Suíça, que fica a 140 km. Pesquise low-costs em http://www.skyscanner.net .

Acho esse roteiro que você bolou redondinho.

Lu
LuPermalinkResponder

Valeu, Riq!
Estava lendoo Berlim prá Mira, que aliás está um espetáculo!!! Como ñ estudei ainda o mapa de BErlim, te pergunto: é melhor o Motel One Alexanderplatz, o Ibis Potsdammerplatz qeu a Sylvia falou, c/preço parecido, o Motel One Mitte (que é um pouco mais barato), ou algo no Kuffursterdamm??
Bjs,
Lu

Ricardo Freire

Tente este aqui: http://www.circus-berlin.de/circus_hotel_berlin.html . Ótima localização em Mitte.

Os Motel One têm localização prática mas não particularmente agradável. E a localização dos hotéis perto de Potsdamer Platz não é muito útil à noite, não.

Ku'Damm ficou longe. Berlim agora é definitivamente oriental.

http://viajeaqui.abril.com.br/vt/materias/vt_materia_431693.shtml
http://viajeaqui.abril.com.br/vt/materias/vt_materia_431693.shtml?page=2

Lu
LuPermalinkResponder

Valeu, Riq. Já tinha até imprimido a matéria do Viaje. Agora vou lá ver o htl que vc sugeriu. Os outros do Berlim prá Mira estão um pouco acima do meu orçto. Qdo já tiver c/o roteiro mais estruturado, vou pedir o seu aval, tá?
Bjs e bons sonhos... e vou sonhar c/Berlim!!
Lu

Lu
LuPermalinkResponder

Oi, Riq,

Tô na área de novo ... pouco a pouco as coisas começam a voltar aos seus lugares. Minha mãe em franca recuperação. Obrigada pela força na peruca!!

Bem, então, voltando ao meu roteiro, acho que já consegui definir em linhas gerais e, é calro, gostaria de ouvir a sua opinião.

De TAP p/Munich, onde ficaria 3 dias (sem contar o dia da chegada). De lá, vôo p/Berlim (Lufthansa a 92 euros, mas vou tentar tb a Air Berlin), onde ficaria 6 dias (sendo 1 p/Potsdam de bike). Será que 5 dias inteiros em Berlim tá bom?? De Berlim, alugaríamos o carro (mais barato que o trem, e + confortável tb), e iríamos p/Rothenburgo odt - 2 nts, depois rumo a Baden-Baden (talvez um pedaço do Reno??) - ñ sei qtos dias, depois Alsacia (na ida, visitar Strasbourg e dormir em Colmar, onde ficaríamos 3 nts). Daí, voltaríamos p/Alemanha, pela floresta negra, rumo ao lago Konstanz (como vc tinha sugerido) - 2 nts. E, retornaríamos a Munich p/pegar o avião, via Fussen, p/visitar aquele castelo maravilhoso. Estou prevendo a parte de carro, de Berlin até Munich no final, umas 11 noites (será que está bom?).

Outro detalhe: como ñ deu p/ir em junho, só agora comecei a ver datas disponíveis p/tkt de milhas e está meio complicado. O que eu consegui foi indo 23/julho e voltando 14/agosto. Será que pego isso ou espero setembro?? Já ouvi falar que set. chove na Alemanha, e tb começa a esfriar. Por outro lado, essa época que consegui vaga são férias, mas talvez até esteja mais vazio pq os alemães saem nas férias,né?

Bem, aguardo ansiosamente os seus comentários e de quem mais quiser dar alguma dica. Obrigada desde já!

Ricardo Freire

Lu, acho que está bastante redondinho. 5 dias em Berlim tá ótimo, sim.

Outro dia tuitaram um artigo com os 20 trechos rodoviários mais bonitos e tinha um na Alsácia. O problema é que deu pau no Explorer e eu não tinha salvo o link, e agora não consigo encontrar.

Se você tem tempo agora, veja como estão os hotéis para julho/agosto. Se você achar coisas que te agradem, eu acredito que valha a pena ir. Época de férias sempre é mais cheio, claro, mas os alemães são TÃO organizados que eu aposto que isso se traduz mais como "mais animado" do que como tumultuado.

Lu
LuPermalinkResponder

Valeu, Riq! Acho que vou inverter o roteiro e deixar Berlim p/o fim, pq é o mais frio. Acho que ñ cheguei a comentar, mas tb vou parar no Porto p/fazer o Douro (tenho amigos por lá), mas coloquei isso no início pq em agosto ñ dá!! Agora vou dar uma olhada nos htls, e continuar tentando antecipar um pouquinho na TAP. Hoje mesmo já consegui antecipar 1 semana.

Agora, se vc conseguir achar esse roteiro da Alsacia entre os 20 mais bonitos, eu vou amaaaaar!!!!

Bjs

Denise Mustafa

Lu, moro no Porto. Se quiser alguma dica daqui é só falar! smile

Denise Mustafa

Riq, aproveito e deixo mais uma perguntinha aqui. Eu já tinha feito a reserva nesse The Circus, em Mitte, que vc havia me falado. Mas acabei de entrar no site do Ibis de Potsdamerplatz e a tarifa tá 49 euros (contra os 78 do Circus)!!! Que vc acha? Vale a pena a troca???

Ricardo Freire

Depende da tua relação com hotéis em geral, Denise; o que eles deixam na história das tuas viagens.

Eu --- eu -- não trocaria, porque o Circus é um puta hotel descolado que tá numa região sensacional. (Ponha na conta também o wifi, que no Circus é grátis.)

O Ibis está com um preço irresistível, mas é outro produto -- e está num lugar apagado. A economia, porém, é significativa.

Por outro lado, é possível que você não goste do Circus. E num Ibis você já sabe o que vai encontrar.

Lu
LuPermalinkResponder

Complementando: o Ibis normalmente ñ inclui café, ou seja, a economia é um pouco menor.

Ricardo Freire

Ontem eu tinha fuçado o site e não conseguia ver se incluía café da manhã ou não. Hoje entrei de novo e era só uma questão de rolar a página na descrição dos quartos.

Realmente: o Circus inclui café da manhã.

Caso o Ibis não ofereça (normalmente não oferece, mas eu não conheço as condições desta oferta), boa parte da diferença, senão toda, seria consumida em dois cafés da manhã + wifi.

Denise Mustafa

Ui gente, puta dúvida! No Ibis tem wi-fi gratuito Riq. Pelo menos o que eu fiquei em Paris tinha. Precisava apenas pegar a senha com eles todos os dias. Em relação ao café da manhã foi o que me deu essa balançada. Eu já vou ficar num Ibis em Paris, novamente (só que dessa vez na Bastille) e já não vai ter café. E o Ibis não oferece. É 12 euros, se não me engano, por pessoa.
Bom, vou conversar aqui com o namorado e ver! Só queria ter a certeza que a localização dos dois é boa. E acho que sim né?

Ricardo Freire

O Ibis "Potsdamer Platz" não fica em Potsdamer Platz. Fica numa rua perto de uma estação que já foi importante em tempos idos em Berlim. Hoje o pedaço de Mitte onde está o hotel (a parte de baixo, perto do antigo muro) é meio comercialzão e morre à noite. A vida noturna mais próxima fica em Kreuzberg, já no lado ocidental, que é reduto tanto de turcos quanto de alternativos. Se o teu amigo alemão é freqüentador de Kreuzberg, deve conhecer lugares bacanas por ali.

O Circus vem com um componente cultural importante. Ele é a evolução de um albergue muito concorrido que tem na divisa da Mitte com Prenzlauer Berg. É um hotel que carrega a personalidade da nova Berlim com ele; está fincado no bairro que marcou o começo da mudança da nova Berlim para o lado oriental. Tem uma vibe que você não vai encontrar em Ibis nenhum do planeta. Eu acho isso um valor agregado considerável.

Adolfo
AdolfoPermalinkResponder

Denise,

Realmente o wifi no Ibis é gratuito, mas o café não (deve custar uns 12 - 15 euros, por pessoa, por dia - e não é bom).

Sinceramente, ficaria no Circus - vc tem uma experiência diferente de hotel, já que sinceramente, ficar no Ibis em Berlim, Paris, Curitiba, São Paulo ou Sorocaba é a mesma coisa - o hotel tem a mesma cara.

E 78 euros de diária, na Europa, nas férias, é uma pechincha...

Denise Mustafa

Gente, tá decidido. Vou ficar no Circus mesmo! Eu já sabia desse café da manhã caríssimo do Ibis e como a gente já vai ficar num em Paris acho melhor arriscar o Circus em Berlim!
Brigadão!! Quando tiver por lá tento dar o feedback, ok?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar