Na carona da Meilin: Vassouras

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

    vassouras400.jpg

A Meilin é eclética: praticamente emendou o Festival de Jazz de Rio das Ostras com o festival de música erudita (com toques de MPB) do Vale do Café fluminense. E, como se não bastassem as fotos, a Meilin ainda atacou de clipeira, youtubando para todo o sempre belos momentos dos dois festivais. Dá-lhe, Meilin....

7 comentários

Majô
MajôPermalinkResponder

Adorei o seu post sobre Vassouras, preciso ir lá em breve conferir aquelas fazendas lindas.
Adorei também o festival e o projeto PIM de inclusão musical e social. Essas iniciativas é que podem dar rumo à essas crianças. wink

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Brigadinha, Comandante, pelo "merchâ"
Brigadinha, Majô, a sorte é que esse circuito de Vassouras ainda não tá muito badalado, dá pra fazer um belo passeio sem ônibus turísitcos nem pagode aos berros nos carros.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

As fotos da Meilin nesse post estão com um clima nostálgico...lindas.
E é um lugar tão fácil de chegar para quem vem de São Paulo também...já está na lista para um feriado.

Majô
MajôPermalinkResponder

Meilin,
Também odeio os carros aos berros wink
Se você tiver fotos das fazendas, posta lá também, ok ?

Carla
CarlaPermalinkResponder

Pessoal, alguém tem dicas de hospedagem charmosa na região do Vale do Café? Gostaria de ir com o marido passar um fim de semana em Conservatória ou Vassouras, mas não queria o "esquemão" de hotel-fazenda, que me parece ser mais voltado para famílias... wink

jamile
jamilePermalinkResponder

Comandante e Boia, já ouvi maravilhas sobre a região de Visconde de Mauá, mas não encontrei tópico sobre este destino. Será que não valeria à pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jamile! Nosso conteúdo nacional é bastante incompleto. Não é porque um destino não está no site que não valha a pena.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar