Cama, mesa & banho

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Está fazendo duas semanas que voltei do Rio, e ainda tenho coisas para contar.

Depois da noite inaugural do Fasano, me mudei, a convite do Arnaldo, para o mais novo flat (ou apart-hotel, em carioca) da rede Promenade, o Paradiso All-Suites, na Barra.

 paradisoallsuites210v.jpg paradisoallsuites211v.jpg

A Promenade administra também o meu hotel favorito no Rio -- o Palladium, no Leblon -- opinião que eu já tinha manifestado bem antes de conhecer o Arnaldo. O Paradiso tem o mesmo jeitinho: decoração clean, equipamentos novinhos, café da manhã ótimo. Não fica na praia, mas na Avenida das Américas, praticamente em frente ao Downtown (complexo de escritórios e lazer). Vale para quem tem compromissos de trabalho na Barra ou quer curtir seriamente as praias mais distantes, como Reserva, Prainha e Grumari. De carro, o Leblon está a 20 minutos cravados. As diárias de fim de semana são tentadoras, para os padrões do Rio: 187 reais no apartamento e 242 numa suíte com cozinha equipada como esta em que fiquei (cotei no site da Promenade).

    paradisoallsuites400.jpg

Minha idéia original era realizar um antigo projeto, de tentar passar o fim de semana inteiro só na Barra, sem voltar à Zona Sul. Mas... quem disse que eu consegui? No sábado, deu para ir à Prainha -- mas, tão logo cheguei por lá, o tempo virou (começou a ventar e a esfriar loucamente).

    prainha400.jpg

À noite, viajei até a zona portuária para conferir o Trapiche Gamboa -- com direito, antes, a um contra à Oswaldo Aranha no ótimo Filé de Ouro, outra lacuna da Zona Sul que eu precisava ticar.

filedeouro450.jpg

O domingo amanheceu frio e chuvoso -- ruim para passear pela Barra, mas ótimo para ficar no quarto editando as fotos do Fasano. E como o meu lépi é meio jurássico e não tem uaifai (o que tinha uaifai móóórreu), precisei passar a tarde num çaibercafé em Copa, subindo as fotos editadas. Aproveitei para matar as saudades do meu sanduba carioca favorito (meu e das torcidas do Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, América e Bangu), o sanduíche de pernil com abacaxi do Cervantes. (Pena que demorei tanto para achar o ângulo certo que nem percebi que o chope ficou parecendo guaraná.)

    pernilcervantes400.jpg

Enfim, o projeto de ficar só na Barra ficou para uma próxima sad

Em compensação, no dia em que cheguei -- de ônibus, lembra?, e depois de filmar ao volante no Aterro e tomar um chá na Colombo do Forte -- deu tempo para fazer algo que estava na minha lista há um tempinho: tomar banho num dos novos quiosques de Copacabana.

quiosque450.jpg

Nem sei se eles precisavam ser tão modernosos, mas são tããããão mais civilizados do que os antigos (com suas mesas e cadeiras de plástico vermelhos e amarelos, eca), que não dá para pensar em voltar atrás.

    quiosque184h.jpg quiosque184v.jpg

Eu, que já gostava do térreo, fiquei besta com as instalações do subsolo.

 quiosque210.jpg quiosque211.jpg 

Dá para guardar sua bolsa ou mochila num malex, usar o banheiro limpinho, tomar uma ducha simples ou munido de um kit-banho -- que custa R$ 4 e inclui sabonete, toalha e três minutos de ducha.

    quiosque183v.jpg quiosque183h1.jpg

O único defeito é que a água é fria. (O que pode vir a calhar caso você tenha exagerado nas caipivodcas....)

 quiosque140.jpg quiosque142.jpg quiosque141.jpg

Só sei que tomei meu banho e cheguei ao Fasano limpinho e perfumado, como se tivesse viajado ao Rio de jatinho particular...

31 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Isso é o que eu chamo de mochilão - vip smile
Busão + pré estréia de hotel assinado + buteco + teste de apart hotel
novinho + banho em kiosque
Só o comandante pra viver e compartilhar conosco estas aventuras
lol
lol

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Tô impressionada!!! Achei o tal banho vip no quiosque um luxo!! grin
(sem falar em todo o restante)

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Dois anos sem ir ao Rio e ja tem isso tudo de novidade !!!
Eu ia sempre à prainha qdo morava no Rio ! Lindissima !

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Moro aqui tão pertinho e não sabia que os quiosques contavam com essa infra-estrutura toda, e pelo menos até agora funcionando tão direitinho, tomara que tenham sempre a manutenção necessária. Obrigada pelas dicas. Vou fechar o roteiro e depois venho perguntar mais smile

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

Bom, pelo visto o Rio de Janeiro continua lindo...

Ricardo, vc no post do Gamboa (próxima ida ao Rio será parada obrigatória) falou do Galocantô. Tem um outro conjunto que tb é muuuito legal, e que é desses "novos" - Casuarina. É muuuito legal...E a Teresa Cristina que eu gosto, gosto, gosto...

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Estranho, as fotos nao estavam aparecendo, mas qdo cliquei para entrar nos comentarios apareceram!!!!

Eu ia perguntar justamente dos quiosques que fiquei curiosa, mas agora vi as fotos, coisa de primeiro mundo isso heim!!! CARACAS! Adorei!

GiraMundo com Jorge Bernardes

Esse chuveiro é pra lá de legal!!!!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Eu adorei o flat! Tudo novinho, de muito bom gosto... Riq, os preços do Palladium são parecidos?
PS: Sabe que eu não me surpreendo com essas barracas (tá bom, eu também achei demais...)? Não tem ninguém como os cariocas para pegar uma praia 'comme il faut'. Extremamente prático!

Ricardo Freire

Emília, no site da Promenade cotei diária de fim de semana no Palladium por R$ 290. A diferença de tarifa reflete o preço do m2 na Zona Sul e na Barra...

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

O Filé de Ouro é um espetáculo! Um verdadeiro botequim antigo do Rio, com jeito, comida, cara e estilo botequim, que evoluiu pra restaurante e que serve o melhor filé, bife, feijão, arroz, batata frita que conheço. É tão difícil arrumar uma mesa que o pessoal fica sentado num banco do lado de fora, na calçada apertadinha....

Vale MUITO a visita pra quem estiver a fim de comer bem uma comida simples e honesta, deliciosa e fresca! LUXO? Nenhum!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Olá.
Sei que cheguei um pouco atrasado, mas alguém poderia dar umas dicas de hospedagem bacana, e mais em conta (na medida do possível), em Ipanema e/ou Leblon?
Riq, você acha que aqueles R$ 290,00 do Palladium refletem o melhor custo/benefíco dessa área do Rio? Há algo mais em conta, por qualidade ao menos parecida?
Valeu.
Abraços.

Ricardo Freire

Guilherme, os hotéis de que eu gosto incondicionalmente (sem "mas"...) em Ipanema e Leblon são o Palladium, o Ipanema Plaza e o Marina All-Suites. Dos três, o Palladium tem a melhor relação custo x benefício.

Na faixa de R$ 250 você talvez consiga o Portinari, que fica no Posto 6 em Copacabana, a 15 minutos de caminhada do calçadão de Ipanema. Porém: os quartos mais baratos são diminutos, e a esquina em que o hotel fica na N. Sra. de Copacabana não é das mais bonitas.

Em Ipanema/Leblon, eu pesquisaria, nessa ordem: Visconti, Everest, Mercure Apartments (primeiro o Arpoador, depois o Queen Elizabeth, então o Leblon), Praia Ipanema e Sol Ipanema. Li outro dia que o Mar Ipanema terminou a reforma dos quartos, mas a localização (Visconde de Pirajá) é barulhenta. Veja também os outros "aparts" da Promenade no Leblon, o Claridge e o Leblon Inn, que são mais antigos e por isso devem ter preços melhores do que o Palladium e o Visconti.

Daí vem a categoria "budget", onde talvez quem sabe você de repente pode ser que ache algo por menos de R$ 200. Tente primeiro o Ipanema Inn, depois o Arpoador Inn, então o San Marco e finalmente o Vermont -- mas não aceito reclamações...

Por menos de R$ 150, você pode tentar um quarto duplo num albergue, como o Yaya Rio, na Farme ( http://www.yayario.com , sem banheiro no quarto), o Terrasse Hostel, na Farme com Prudente ( http://www.terrassehostel.com ), o Che Lagarto, na Paul Redfern ( http://www.chelagarto.com/br/hostel-em-ipanema.php ) e o Lemon Spirit, no Leblon ( http://www.lemonspirit.com ).

JULIO CESAR CORREA

Ric, achei um luxo o hotel e os quiosques. Costumo passar por ali de bike e nunca havia lhes dado a devida atenção. A Prainha é uma das melhores do Rio, embora nos finais de semana de verão fique meio inacessível.
O Cervantes parece até aquele samba de Ataulfo Alves: "Enquanto a cidade dorme, o Cervantes fica acordado, acalentando os que vivem de madrugada." Existia ali na Prado Junior um cinema chamado Cinema 1. Exibia os chamados "filmes de arte" dos anos 60/70. E o pessoal terminava ali para discutir sobre os filmes. Embora já não seja tão badalado, o Cervantes não deixa de ser um lugar folclórico. Devia ser tombado pelo patrimônio.
gd ab
gd ab

chris
chrisPermalinkResponder

Que banho vip! Tudo muito chique... Deu muita vontade de ir ao Rio.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Brigadão pelas dicas!
O melhor custo benefício "dos Promenade" é o Palladium mesmo, Riq, eu já havia consultado... Vou ver, então, os Ipanema/Leblon, na ordem sugerida, e depois te conto.
Até.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ah, vai sair o super post Noronha?

Ricardo Freire

Tá difícil, Gulherme... depois eu conto shock

Rodrigo Purisch

Riq,

Xongas para você

Elisa
ElisaPermalinkResponder

oi Riq,

muito legal estas dicas dos quiosques, eu nunca teria descoberto sozinha, pois as vezes que fui ao Rio não me atentei meeesssmo a estes detalhes. Quero ir de novo na primeira semana de dezembro próximo, gosto e só sei me localizar legal em Ipanema, sua sugestão final seria o "Ipanema Plaza"? Não lembro onde fica exatamente.

Arnaldo, onde fica esse " Filé de ouro" que vc falou? Acho que vou gostar!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Fica exatamente na Ponte de Táboas, na Rua Jardim Botânico, no bairro do mesmo nome.

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Arnaldo,
obrigada pela dica. Qdo for ao Rio, em dezembro, quero ir. Estou certa que irei gostar!

Ricardo Freire

Elisa, o Ipanema Plaza fica na Farme de Amoedo, esquina com Prudente de Moraes. Ele tem andado um pouco caro, porque é o preferido dos gays endinheirados que vêm ao Rio (se bem que talvez agora ele perca parte dessa clientela para o Fasano...)

Um pouco mais em conta tem o Visconti (Prudente de Moraes, perto da Maria Quitéria) e talvez o Everest (Prudente de Moraes, entre Maria Quitéria e Joana Angélica).

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Riq, obrigada pela informação!
Quem sabe na próxima vez... grin

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Elisa, se vc gosta de comida SIMPLES (caseira mesmo, brasileira, carioca) do tipo "bife-com-fritas-arroz-feijão-e-salada" certamente irá gostar. Sabe aquela comida que vc. dá garfadas separadamente em cada item e vai achando...."ai, que arroz delicioso, que bife gostoso, que feijão!...", sabe? Pois é isso!

Ricardo Freire

O Filé de Ouro é uma delícia, mesmo, Arnaldo. Como você já tinha me prevenido, superou o do Lamas, onde eu sempre ia. E no horário que a gente foi -- 8 da noite -- não tinha nem fila.

Dica para quem vai de carro: o estacionamento (entrada pela lateral do prédio, que é comercial) é grátis.

Mas o restaurante não aceita cartão de crédito, só débito.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Riq, você é esperto!
Pesquisei um bom tempo e descobri que o melhor custo X benefício é o.... Palladium! Eita!
Aqueles da Mercure estão na casa dos R$ 300,00, e os outros da Promenade não valem a pena, pela pouca diferença de preço em relação ao melhor.
Praia e Sol Ipanema estão mais caros (R$ 500,00 e R$ 400,00, respectivamente), e Mar Ipanema, embora mais em conta (R$ 280,00), tem o problema da localização barulhenta que você disse.
Valeu!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

É, RIQ, havia me esquecido do estacionamento. Não há a menor hipótese de parar carros na Rua Jardim Botânico nem nas transversais, o que de certa forma faz com que o restaurante não fique com filas tão grandes de espera.

leandro
leandroPermalinkResponder

Já fui num destes banheiros (acho do Siri Mole), realmente muito limpo e a pia bem interessante. Adoro filé Oswaldo Aranha, mas o do Filé de Ouro fica mesmo acima da média, e também acho melhor que o do Lamas.

Elisa
ElisaPermalinkResponder

RIQ e ARNALDO,

super-obrigado pelas dicas do Rio, nos últimos anos eu só passo no Rio para fazer um "stop" na ida para Búzios ou para Petrópolis e assim estou totalmente por fora dos hoteis e programas "bem cariocas" . Beijinhos para vcs.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Ricardo,
entrei hoje aqui para pegar dicas da minha cidade para um roteiro de findi para um estrangeiro que nunca veio ao Brasil semana que vem. Tinha esquecido do Cervantes!
Nada imperdível, mas qdo vc quiser variar, sugestões para sua próxima vinda ao Rio:
- Restaurante Nanquim (na Jardim Botânico em frente ao Belmonte - um kilo chique, não sei se vc gosta de kilo. Com manobrista.)
- Centro Gastrônomico Vitória, dentro do Jockey, várias opções para comer e estacionamento.
- Tem um prédio espelhado ao lado do jockey com um anúncio de laboratório, que no topo tem uma comidinha caseira chic deliciosa com uma vista...
bjs e boa semana!

Majô
MajôPermalinkResponder

Cristina,
Há umas duas semanas, o sanduiche do Cervantes foi eleito o melhor do Rio pelo juri do caderno Rio Show, do Globo. Lembrei do Riq, tava pra comentar aqui e esqueci.

Prédio espelhado ao lado do Joquei, onde ? Você quer dizer na Jardim Botânico, com o Banco Boavista embaixo ? Em frente à Pacheco Leão ?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar