Ryanair: 4 dólares pelo check-in

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A partir de 20 de setembro (data nacional do Rio Grande do Sul, mas isso não vem ao caso), quem fizer reservas em vôos da Ryanair vai precisar pagar 2 libras, ou 3 euros, ou 4 dólares, para fazer check-in no aeroporto.

O check-in vai continuar grátis apenas pela internet -- opção restrita a quem viajar só com bagagem de mão. Se precisar despachar bagagem, adicione mais 3 eurinhos na sua conta (fora os 6 euros por volume despachado, mais 8 euros por quilo que exceder o limite total de 15 kg).

Por que eles estão fazendo? É para tirar mais uns tostões do passageiros?

Em parte por isso, sim, mas a razão principal é desestimular ainda mais as viagens com passagem despachada. (Até porque o limite de bagagem de mão no avião é generoso: 10 kg.) Quanto menos tempo eles perderem com check-in e manejo de bagagens, menos custos eles têm.

Sempre lembrando: ao fazer (ou simular) uma reserva por low-cost, vá até a última página antes de fechar a compra e verifique se, somando todos os impostos e sobretaxas, o preço continua atraente.  

1 comentário

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Considero isso uma enganação e se fosse aqui , iam dar um jeito
rapidinho de acabar com isso smile
Clareza ao apresentar um serviço é fundamental !
Já acho uma chatice os impostos que vem depois em alguns países :
como calcular 7,27 % sobre o valor das compras para saber o valor total ?
É .. isso é coisa de país pobre , mas nós fazemos parte de um país pobre .
Faz parte da democracia dos paises desenvolvidos não regular nada
( ou quase nada ) e já estou prevendo sites que vão fornecer o preço
total das passagens para facilitar a vida do consumidor.
Ao cotar o serviço o consumidor marca um X no seu perfil ( com bagagem
ou sem, com transfer ou sem etc .. ) e o cálculo é automatico.
Se alguem se habilitar a criar o serviço online é só depositar 1% do valor dos negócios na minha conta :roll:

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar