Vale do Loire pra Mariana

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pessoal, a Mariana queria depoimentos de quem foi ao Vale do Loire de carro (por conta própria) e por passeio organizado, para decidir o que fazer.

Alguém pode ajudar?

(Estou curioso, também.)

207 comentários

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Também não conheço o chateau, mas a Lina tem um post sobre o Domaine de la Tortinière ( http://www.tortiniere.com/ ) muito bacana. Dá um a olhada: http://www.conexaoparis.com.br/?s=tortiniere
Fica a 13km de Tours.

Elisabm
ElisabmPermalinkResponder

Oi Filipe,
também desisti de ficar no Chateau D'Artigny depois que li as resenhas negativas no TA. Escolhemos o Domaine de la Tortiniere e posso dizer que amamos! O lugar é lindo, os quartos ótimos e o restaurante excelente. Isso sem falar que a diária era mais barata que o D'Artigny para o mesmo período.
Elisa

Filipe Bragança

Elisa,

você ficou hospedada no castelo ou nos pavilhões separados?

obrigado pela dica...

Elisabm
ElisabmPermalinkResponder

Filipe,
ficamos no castelo. O quarto era enorme (para os padrões europeus...) e o banheiro super novo. Demos uma volta pelo jardim e vimos os pavilhões. São bem bonitos tb, mas não os conheci por dentro. Acho que as grandes diferenças são: (i) no castelo o pé direito dos quartos é mais alto e (ii) nos pavilhões vc não precisa subir com a mala escada acima.
Abs,
Elisa

Filipe Bragança

Obrigado Elisa,

mas infelizmente o Tortiniere também está fechado até final de Fevereiro.

Pelo visto vou ficar lá no Dartigny mesmo e tomara que eu seja um dos que voltam fazendo bons comentários.. =)

Abraços

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Que pena Filipe!
Nós também ficamos dois dias em Amboise que é uma cidade bem central. Em torno de uma hora vc consegue chegar aos principais castelos. Lá ficamos no Manoir Les Minimes. Não é um castelo, mas o hotel é lindo e o atendimento é ultra simpático.
Abs,
Elisa

Philipp Muller

Minha esposa e eu estivemos no verao de 2008 (Junho) na regiao. Ficamos no Château de Chissay, atendimento foi excelente e o restaurante espetacular, porem deixamos uns bons Euros la'.

Na epoca fizemos um roteiro saindo de Paris de carro, fomos ate' Giverny, mas eu nao havia planejado bem e a Fundacao Monet (com o famoso jardim) estava fechado sad. De la' fomos para o Norte passando rapidamente por Rouen e Caen, para chegarmos no final da tarde no Mont-Saint-Michel. Aconcelho muito a esticada ate' o St Michel, passar uma tarde e ver a mare' subir e baixar no local e' sensacional! La' ficamos no seguinte hotel que tinha uma vista bacana:
http://www.relais-st-michel.fr/

Depois descemos para o Loire, passando por Fougeres e Amboise, antes de estabelecemos como base por 2 noites o Château de Chissay (http://www.chateaudechissay.com). De la fomos visitar Tours, Château de Chenonceau, Blois, e o Château de Chambord. No volta a Paris desviamos um pouco e fomos a Chartres para basicamente visitar a categral. Tambem passamos por algumas cidades menores, e palacios menores, mas estes sao os principais.

Me arrependo um pouco de nao ter incluido (por falta de tempo) Orleans, mas enfim tivemos que priorizar, fica para uma proxima. Claro que ha outros tantos palacios e cidades para visitar, mas achei que este roteiro faria meio que "o melhor" do Loire.

Algumas fotos desta viagem (que tambem contou com 4 dias de Paris) estao aqui:
http://www.flickr.com/photos/philmueller/page20/

Filipe Bragança

Obrigado pela dica Philipp mas infelizmente esse hotel também estará fechado agora em fevereiro.
Acho que ralmente essa não é a melhor época para hospedar por lá.

Até que os locais para visitar estão abertos, só 1 do meu roteiro vai ter parte fechada.

valeus

nivia
niviaPermalinkResponder

Eu adorei a região do vale do Loire, os castelos. Fiz tudo sem carro e achei muito acessível. É um passeio inesquecível. Coloquei minhas impressões e dicas no meu blog. http://quelugarbonito.blogspot.com/search/label/Vale%20do%20Loire

bel
belPermalinkResponder

olá Ric, olá Bóia!
Estou um pouco atrapalhada para planejar minha primeira viagem pra Europa, (Paris, vale do loire, Brugges e Amsterdam), peço ajuda a vcs...estou fazendo tudo com base neste site maravilhoso,que já me ajudou muito. já li todos os posts acima sobre o vale do loire. vou com meu marido , eu ia com uma excursão com pernoite em Amboise, mas depois que li acima, deu muita vontade de ir de carro! Será que é muito arriscado, sendo que não falamos ingles fluente , nem frances? eu nunca aluguei carro fora do Brasil...é complicado? Preciso ter a carteira internacional? e , não riem...o carro já vem com GPS???? como vou entender se for GPS em francês? são perguntas tolas pra vcs... sorry! pra conseguir um mapa bem detalhado da região, consigo comprar aqui? ah, e posso comprar o museum pass aqui do brasil?
mil vezes obrigada!

Claudio Motta
Claudio MottaPermalinkResponder

Bel,
Quando aluguei o carro em Paris utilizei minha carteira do Brasil mesmo, mas dizem que às vezes eles encrencam com isso, Já aluguei na Alemanha, Portugal e França sem problemas. O GPS tem que ser alugado também e sai bem caro dependendo dos dias que ficarão. Melhor seria comprar um por lá ou se vc tiver iphone, ipad e coisas do tipo, baixar o programa do navigon ou tomtom para europa ou França. Quanto à lingua, terão um pouco de dificuldade, mas nada que impeça sua viagem. Dá para desenrolar... O vale do Loire é fantástico e aconselho que se percam pelas cidade menores e menos conhecidas. Foi uma das grandes viagens que fiz. Escrevi tem pouco tempo sobre ela.

Espero ter ajudado.

Abraço e boa viagem.

bel
belPermalinkResponder

OI DE NOVO!
Sem querer abusar...vc tem ideia do valor de aluguel de carro?
bjs

bel
belPermalinkResponder

Claudio Motta,

Muito Obrigada pela ajuda! È muita ansiedade, primeira viagem À Europa! Nao quero que nada dê errado....valeu!

Ric, e todos que puderem opinar:

Vendo todos estes posts estou seriamente na dúvida: tirar Amsterdam do meu roteiro, e ficar em vez de 1 noite, 4 no Vale do Loire. O que vcs acham? Ric, vc acha que vale a pena tirar Amsterdam?
bjs, obigada!

Rosa T Camargo

Bom dia,

É a primeira vez que escrevo, mas sempre acompanho os comentários e dicas que são bem interessantes. Resolvi pedir uma ajuda também.

Pretendo passar a última semana de abril (daqui há 4 semanas) na França com meu marido e minha filhinha que terá na época 4 meses de idade. Quero uma viagem tranquila respeitando os tempos da minha pequenina e também tendo tempo para mim e para meu marido curtirmos esse país que é tão maravilhoso.

Minha dúvida está entre visitar o Vale do Loire ficando hospedada em uma das cidadezinhas da região ou ir para a região da Provence.
Nessa época do ano, e com uma bebezinha de colo, qual das 2 regiões vocês me recomendam?

obrigada! Rosa.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! Subimos a sua pergunta para o Perguntódromo, vamos ver o que pessoal responde!

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Oi, Rosa, como não conheço o Vale do Loire, não saberia fazer a comparação. Mas acho que a Provence é super baby-friendly. A minha base foi Avignon e de lá fiz viagens de trem para Cassis e Arles - achei super fácil.

Aliás, no final de abril na Provence o clima deve ser mais quentinho do que no Vale do Loire...

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Rosa,
eu não fui ao vale do Luar, mas fui em Maio do ano passado a Provence com minha mãe de 64 anos e o tempo era agradável, infra legal, dá para estabelecer uma base e ir e voltar. Não dá para comparar um bebê com uma avó (minha irmã deu uma sobrinha a ela), mas os horários de comida e sono eram respeitados wink

OFS
OFSPermalinkResponder

Eu não submeteria um bebê de 4 meses a uma viagem tão longa de avião.

Renata Runge
Renata RungePermalinkResponder

Rosa. Eu viajo com os meus pequenos desde que tinham 3 meses. O voo vai ser tranquilo...bebes nesta idade dormem o voo todo normalmente. Peca o bercinho que colocam na parede em frente aos assentos da primeira fileira!
Eu iria para Provence, acharia uma cidade maiorzinha ( mais infra) e montaria a base por la. Programaria uma coisa por dia, bem tranquilo, para nao sobrecarregar os horarios do bebe.

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Eu também optaria pela Provance, por proporcionar um estilo mais slow. Aliás, este é o estilo da região. Sem horários fixos para os passeios, curtindo a natureza. O clima realmente vai estar melhor lá que no Vale so Loire, que têm passeios mais lerês que a Provance. Só de entrar e sair do carro direto pra ver cada castelo, que não está imediatamente ao lado de outro, me parece uma canseira com um bebê... Eu deixaria o Vale pra quando ele estiver maior, de preferência andando com firmeza; é muita escada pra subir e descer quando se visita os castelos.

Rosa Camargo
Rosa CamargoPermalinkResponder

Super obrigada pelas respostas e dicas. Sempre pensei na Provance como o primeiro passeio da minha pequena, mas surgiu a dúvida se era o local mais adequado... vou procurar um hotel gostoso por lá e me planejar. Se a viagem ocorrer mesmo volto aqui em maio para dividir com vocês. abs a todos.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Disponha Rosa! Como base eu usaria Avignon. Aix-en-Provence é uma cidade maior, com mais tráfico, mas é fácil ir de uma para outra.

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Duas dúvidas:
1- Pensei em pegar o carro em Paris ir para Mont St Michel, passando por Giverny, (dormir em Mont St Michel) e no dia seguinte descer para o Loire, devolveria o carro em Paris e seguiria, no dia seguinte, para Amisterdan (passando por Bruges). Que tal? Sugestões?
2- Qual a melhor cidade para servir de base para visitar o Vale do Loire (de carro, por duas noites)? Amboise?
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, FErnando! Por favor não repita perguntas. A pergunta do Vale do Loire já foi respondida um pouco acima. Seu roteiro está muito corrido. Simule os deslocamentos no http://www.viamichelin.com para ver como não é factível esse corre-corre antes e depois do Loire...

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Desculpe o repeteco, em parte da pergunta, foi o "recote e cole".
Na verdade, não expliquei direito. Estou entre duas opções:
1- saio de Paris, vou para Mont. St. Michel, durmo lá, 1 noite. No dia seguinte sigo para o Loire. Passo 2 noites. Depois, volto para Paris e, no dia seguinte, subo, bruges/Amsterdan.
2- vou de trem para Mont. Sr. Michel (1 noite), volto para Paris (+ uma noite). No dia seguinte, tren até Tours. Alugo um carro lá. Passo duas noites. No terceiro dia volto para Paris (uma noite), no quarto subo para Bruges/Amsterdan.
Ainda acha que está muito corrido? Sugere algum mudança?
Valeu mesmo, pelas respostas, já ajudou muito.
Vai ser a segunda viajem que planejo com as informações desse site. A primeira foi para Italia e fui maravilhosa. Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernando! Agora entendi grin

Dos dos jeitos dá certo. A opção 1 é para quem curte mais carro. Acredito que o Ricardo Freire faria a opção 2, mas é uma questão de estilo pessoal grin

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Gente, coisa de louco esse site! Estou apaixonada!!!

Estamos, meu noivo e eu, planejando nossa viagem de lua-de-mel pra Paris, Vale do Loire e Mont Saint-Michel, tudo com base nesse site, no trip advisor e no conexão paris. Será em MARÇO/2012.

Estamos pensando assim: Saímos de brasília pra Paris dia 13/03/2012, chegamos dia 14 em Paris e ficamos até dia 20/03 de manhã- 6 noites, no hotel Ibis Tour Eiffel Cambronne (em um dos dias faremos um dia inteiro em Versailles).
Dia 20 vamos pra Versailles de novo, mas para alugar um carro na estação e ir para Amboise, no Hotel Le Manoir les Minimes.
Fazemos Amboise de base para o Loire, visitamos os castelos de Amboise, Chambord, Chenonceau e Villandry (ficando em Amboise de 20 a 23/03 - 4 noites). Dia 23 a tarde iremos pra Saint Michel, passamos a noite no hotel Le Mounton Blanc.
Dia 24 seguimos para Bayeux e pernoitamos. Dia 25 voltamos para Paris, devolvemos o carro em Versailles, e vamos para o aeroporto de volta para o Brasil.

Alguém poderia opinar e dizer se está bom, se alteraria alguma coisa, se está viável?

Muito obrigada!

Maria das Graças

Rayanne, março ainda é inverno. No norte o clima é inclemente. Eu não iria ao Mont Saint Michel nesta época do ano.

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Ah, esqueci de comentar, é nossa primeira viagem internacional!
Tãoooo feliz!!!! =)

Alessandra Fiorini

Rayanne
Versailles é um tantinho longe de Paris, não entendi por que vcs dediciram, no dia 20, ir para lá só para alugar o carro e de lá ir para o Loire, apesar de ser caminho.
Lembre-se que os trens, metrô, não tem escada rolante, não tem espaço prá malas grandes, enfim... é um transtorno se locomover com malas (ainda mais nós brasileiros, que não viajamos como os europeus tipo mochilão).
Muita gente diz que é chato sair de Paris de carro, mas é só ter GPS, ir devagar, traçar GPS + mapa impresso, pedir indicações para as pessoas... que vc chega.
Entaõ, deste seu roteiro aí, tanto no dia 20 (ida) quanto no dia 25, pegaria (em qq loja) e devolveria o carro em Paris (já no aeroporto).
Veja: na volta, vcs vão para Versailles só para devolver o carro, pegar o trem e ir para o aeroporto... eu não faria isso, é um risco vcs atrasarem.
De resto, vc vai amar tudo, é tudo maravilhoso.
Não conheço o Mt St Michel, não sei se Bayeux é caminho.
Bjs

Ale

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Alessandra, obrigada pelas dicas!!!

Realmente faz sentido o que vc falou, estamos pensando assim então: no dia 20 pegamos o carro no Les Invalidez, que é pertinho do hotel Ibis que ficaremos em Paris. E no último dia devolvemos no aeroporto.
Outra coisa, abortamos Bayeux, de Saint Michel já voltamos direto pra paris mesmo.

Modificamos algumas coisinhas, veja só, pois queria uma dica pro último dia, por gentileza.

Pretendiamos voltar dia 25, mas voltaremos dia 26, então queria saber se coloco mais uma noite pelo vale do loire ou se dormimos mais uma noite em saint michel.

O voo sai do aeroporto de Orly às 19:30, no dia 26 (e não dia 25 como estávamos prevendo, pois o horario do dia 26 está bem melhor). Aí que vem a dúvida:

1) saímos de saint michel dia 25, vamos pra paris, devolvemos o carro em orly, dormimos num hotel perto do aeroporto pra ir embora dia 26 às 19:30 (e podermos aproveitar um pouco o dia 26 lá, mas estando com as malas do ladinho do aeroporto) ou

2) dormimos esse dia 25 também em saint michel e quando for na manhã do dia 26 voltamos pra paris indo direto pro aeroporto tanto pra devolver o carro quanto pra ir embora de vez.

Dá tempo, contando imprevistos e tudo, sair de saint michel de manhã, umas 10 da manhã e chegar a tempo com folga no aeroporto pra devolver o carro e embarcar?

Não sei se me fiz entender...

Obrigada mesmo pelos toques!!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Rayanne, é super tranquilo dirigir na França. Como vcs tem tempo, ao invés de irem o tempo todo pela auto-estrada indicada pelo GPS, vcs podem fazer desvios por "estradas cênicas". Como há muito menos publicidade, outdoors e interferências feias, acaba valendo pelas paisagens (e, de carro, é facílimo parar onde vc ache interessante).

Depois de Muider-sur-Loire, tem uma estradinha muito bonita que acompanah o rio. Vcs estarão viajando no início da primavera, se derem sorte, podem pegar as primeiras floradas.

Entre Amboise e Mt. Saint-Michel, a dica é desviar por Ambillou e La Fléche.

O segredo, já que estará de carro, é aproveitar os desvios e paradas espontâneas que aparecem quando vc desvia da auto-estrada. E é isso que a maioria das pessoas perde: programa o GPS, não estuda um mapa, e usa o carro apenas como meio de transporte entre A e B.

Quanto ao retorno a Paris no último dia: escolha um hotel próximo ao aeroporto e fique por lá. Se tudo estiver normal (tempo, horário do vôo etc.), dá pra fazer um último passeio, totalemnte descompromissado, a algum lugar de Paris. Talvez voltar a uma região de que gostaram e andar sem compromisso. O que nào recomendo é ter uma viagem de várias horas, por trem ou carro, entre o local da última noite e o aeroporto. Eu as vezes ignoro essa minha própria recomendação, mas é sempre um momento de stress e tensão - vai dar tempo, e se eu pegar muito congestionamento, e se o trem for cancelado etc.

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Rayanne,
Também sou de Brasília e já fiz uma viagem um pouco parecida com a sua e aí vão alguns pitacos:
1 - Recomendo ir de trem de Paris a Tours ou Amboise e só então alugar o carro, pois dirigir longas distâncias, sobretudo em autoestradas, pode ser uma chatice. Avalie se é o caso de vocês. A Tours, dá pra ir te TGV, que é o trem rápido francês. Daí vcs retiram o carro na própria estação de trem.
2 - Em vez de ficar em Amboise, ficaria em um castelo nos arredores de Tours, como o Sept Tours. Fiquei lá em 2009 e foi maravilhoso, além de bem romântico; tudo a ver com lua-de-mel.
3 - Fui de Tours a Le Mont Saint Michel de carro, como vcs pretendem e foi bem puxado. Eu não repetiria. Hoje, iria de trem até Rennes e de lá pegaria outro transporte a Saint Michel. A Lina explica bem isto lá no Conexão Paris.
4 - Uma noite, para mim, foi ultra suficiente em Saint Michel, então recomendo voltar pra Paris e dormir mais uma noite lá; nem de longe arriscaria dirigir ou pegar trem no mesmo dia do vôo de volta. É fria. Qualquer imprevisto pode te causar atropelos diversos, arriscando-se à perda do vôo de volta. Além do que é bem cansativo viajar de dia e de noite de novo. Outra opção é fazer S. Michel a partir de Paris; eu acho beeeem cansativo, mas a Lina também explica isso; avalie. Sei que a Cityrama faz o passeio em grupos, saindo um pouco $algado pro meu gosto.
Não sei se mais ajudei ou confundi seus planos, mas não pude deixar de levantar estas questões.
Bon Voyage!

Alessandra Fiorini

Rayanne
Pois então, eu concordo com o Andre. Das opções que vc citou, eu ficaria com a opção 1, de voltar para Paris e pernoitar lá para pegar o avião no dia seguinte. Realmente é um stress pegar estrada e voar no mesmo dia, lembre-se que deve estar 3 horas antes no aeroporto... e terá ainda q devolver o carro, achar onde é a locadora... mas, eu fiz isso: vim direto de Amboise e ainda paramos em Orleans para conhecer a casa de Joana D´Arc.
Da nossa amiga Sheila, eu vou discordar um pouco, eu acho que um passeio de carro pelo Loire, como eu fiz e como sugeriu o Andre, pelas estradinhas alternativas, é maravilhoso, cheio de surpresas... (nós vimos moinhos, balão, vinícolas lindíssimas, sem contar os castelos, parece que vc está num livro da Cinderela e... voilà, aparece um Castelo!). E o principal é: andar com mala em trem não é fácil. Se seu (futuro) marido for como o meu, então, e encher as malas de vinhos... complica demais (mas, se vc optar por isso, dá para fazer, sabendo que terá estas dificuldades com escadas, onde deixar no trem - o local prá malas é longe de vc, ou seja, vc não pode levar as malas até onde se senta, tem que deixar na porta, e mala grande não cabe).
E ficaria em Amboise mesmo, como vc já planejou, vc vai amar a cidade, além de ser bem central para ver os castelos que vc listou, é super animada, tem música pelas ruas... no dia que visitamos o Castelo de Amboise tinha uma banda tocando Rolling Stones na porta!
Ah! O castelo de amboise tem um passeio/tour noturno (se não me engano começa às 4 da tarde), pelas masmorras, com tochas e tudo o mais... muuuito legal!
Na locadora de carro eles te dão diversos mapas, pegue o máximo que puder, converse com o atendente e pergunte. Pela contramão do que muitos dizem, eu achei os franceses super solícitos (à única exceção da dona do castelo em que fiquei, era uma grossa).
Última coisa: em amboise vá tb ao Le Clos Luce, onde morou Leonardo da Vinci (o túmulo dele está na Capela do Castelo de Amboise), mesmo que não entre é interessante conhecer, e é perto.
bjs
Ale

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! O que a Sheila recomenda é a ida de trem só até Tours. Lá em Tours ela recomenda alugar o carro, passear por todo o Loire exatamente por essas estradinhas, perder-se muito, então devolver o carro e seguir de trem a Rennes com continuação de ônibus ao Mont-St.-Michel.

Depende da personalidade da pessoa e da relação dela com automóvel. Mas a fórmula da Sheila preserva completamente a experiência de viajar pelo Loire de carro, apenas sem as auto-estradas da saída de Paris e da ida ao Mont St.-Michel (já que não há tempo para explorar a Normandia).

O Ricardo Freire assina embaixo grin

Alessandra Fiorini

Oi Boia,
Eu havia entendido isso, sim... e até complementaria:
"Depende da personalidade da pessoa e da relação dela com automóvel... e do tamanho da mala!" rsrs

bjs!!

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Perfeito! Foi exatamaente isso que quis colocar. Além de sugerir a fórmula, eu a vivenciei e deu tudim certim wink
O carro é extremamente necessário para os passeios pelo Loire e não vejo outro modo de conhecer bem o local, pois, de outro modo, seria pela opção empacotada. Também vale lembrar que os castelos não estão do ladinho um do outro e que também há várias atrações entre eles, como os campos floridos (torço pela força do início da primavera!), as cidadezinhas, o próprio Loire... Pra ficar hospedada em castelo, também só estando de carro. Quanto às malas viajando de trem, no stress, desde que não exagere no que levar e que sejam de rodízio (as minhas são samsonite rígidas cm rodízios). Eu e o esposo costumamos levar cada uma mala carregável pelo próprio viajante, mais outra pequena, que dá pra levar a bordo em aviões. Ele ainda leva uma mochila. Os vinhos costumamos trazer também.

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Alessandra, André L., Sheila, Boia, muito obrigada!! Cada vez que leio fico mais ansiosa ainda!

Levando em consideração o que vocês falaram, creio que nosso perfil é mais de alugar o carro em Paris mesmo, e ir parando/vendo esses locais interessantes e lindos pelo caminho! Nós pensamos em ficar no 7Tours, no entanto, como temos preferência por esses castelos que citei, vimos que Amboise ficaria mais perto, e, por comentários aqui do site, soube que era uma cidade bem charmosa e tal. E agora com o comentário da Alessandra de que tem música na rua, "Rolling Stones" na frente do castelo, me animei mais ainda! rsrs

Estávamos mais fortemente tentados pela opção 1, dormir em Paris perto do aeroporto, até pra descansar um pouco e despedir de Paris.
Que bom que acharam a melhor opção também! Adorei todas as dicas, excelentes!

Agora abusando um pouquinho, estamos vendo o aluguel de carro no site AutoEurope.
Só que estamos na dúvida: 1) por que aparecem uns 4 valores para o mesmo carro? e analisando um e outro, não aparece nada de diferente de um pra outro...

2)Compensa pegar o pacote mais básico de um modelo de carro (com GPS) ou o mais completo?

3)As estradas são muito movimentadas? Tem postos de gasolina pelos caminhos?

Sei que são muitas as perguntas, mas agradeço desde já! grin

Bjs!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Rayanne,

1) As vezes o sistema é assim mesmo. Mas confira bem no site da AutoEurope: as vezes os preços incluem seguro, as vezes não. Uma dica insider: use o site italiano (www.autoeurope.it) para fazer cotação, porque o público italiano está acostumado com seguro incluso e preços mais baixos. O site é idêntico ao de língua inglesa, basta vc ir navegando nos botões. Tente também o site francês. Tente também o site da europcar, e o da Avis.

2) Não compensa alugar GPS. Pelo preço do aluguel de 3 dias, vc já conseguiria comprar um GPS novinho na França (e depois ainda trazer para o Brasil), enquanto estiver em Paris. Além dessa opção, vc pode como a Alessandra comprar só o mapa da França, ou comprar uma app da TomTom para iPhone. Qualquer opção é melhor que pagar pelo aluguel de GPS no carro. Quanto a seguros, compre sempre.

3) Postos de gasolina não são problema, mas a maioria imensa é automática: vc memso abastece o carro, e depois paga na loja de conveniência ou em uma máquina automática do lado de fora. É fácil. Postos de gasolina nas cidades são mais baratos que nas autoestradas. As estradas são muito boas, a sinalização é excelente, só fique atenta aos limites de velocidade: se nada estiver marcado, esse limite é de 130km/h em autoestradas, 90km/h fora do perímetro urbano e 50km/h no perímetro urbano. O perímetro urbano começa onde tem uma placa com o nome da cidade em fundo azul, e termina quando tem outra placa com o nome da cidade e uma faixa horizontal cortando o nome.

Claudio Motta
Claudio MottaPermalinkResponder

Rayanne,

Eu achei bem mais interessante a estratégia de pernoitar em Saint-Malo, que é uma cidade murada muito charmosa, e de lá explorar o Mont Saint Michel. A distância é curta, em torno de 50 minutos de carro. Dá para aproveitar bem as duas desta forma. De resto, acho que seu roteiro está bem legal. Fiz algo parecido em 2007 e foi sensacional!

Abraço.

Alessandra Fiorini

Rayanne
Eu aluguei o carro pela Avis, e era básico, veio um Citroen C3 automático bem novinho e deu bem, afinal éramos só 2 pessoas.
vejaq com seu cartão de crédito se não tem convênio com alguma locadora, geralmente dão descontos, milhas e seguros gratuitos.
O GPS levei daqui e só comprei o mapa da França. Veja bem se vc for fazer isso, pois antes eu havia comprado um outro mapa da Europa e não "coube" no meu GPS (novata).
As estradas são um tapete, movimentadas sim, mas tranquilas. Não lembro de ter pego pedágio na França. Na Itália lembro que o pedágio vc passa pela cancela e só paga quando vai sair da estrada, proporcional ao trecho que vc percorreu (na primeira catraca a gente ficou que nem doido procurando onde pagava, e então o motorista de trás veio dizer que não pagava a cada cancela, hahaha).
Tem postos de gasolina sim (self service), só no Loire que é mais rural nas estradinhas não tem postos, mas não acho que vc vá gastar tanta gasolina assim... detalhe: no Loire, como as cidadezinhas são todas bem pequenas, o comércio é fraco, fecha tudo cedo, a gente procurava bastante por locais para comer (fora do hotel, que era caríssimo) e não achava nem uma padaria aberta no domingo ou tarde da noite...
bjs

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Oiii gente! Entendi! Meu noivo tem GPS no celular, então vamos levar ele ao invés de alugar no carro lá!
Obrigada pela ajuda sobre postos, carros, cidades, tudo! Muito obrigada!

Quando voltar conto tudo, se Deus quiser! E se tiver alguma dúvida até lá (quase 100% de certeza que terei...rs, volto aqui! wink)

Bjos
Rayanne

Maria das Graças

Rayanne, março ainda é inverno. No norte o clima é inclemente. Eu não iria ao Mont Saint Michel nesta época do ano.

Repeti o meu comentário aqui pois não vi ninguém mencionar o fator "clima, temperatura".

Walter
WalterPermalinkResponder

Rayanne:

Apesar dos colegas já terem dado ótimas sugestões, me permita dar uns pitacos. Fiz uma viagem igual a sua em 2005. Sai de Paris com carro, na época sem GPS (hoje considero uma loucura), e fomos para o Vale do Loire. Visitamos alguns castelos e pernoitamos em Amboise. A seguir fomos a Tours e também pernoitamos por lá. De lá fomos para o Mont Saint Michel. Optamos por pernoitar em Avranches que é uma cidade próxima, de onde voce avista o monte de longe num visul muito legal. Dai, voltamos para Paris, via Caen e Rouen e paramos antes em Gyverni, onde tem os jardins Monet. O lugar é 10. Mas cometemos um erro, na volta a Paris iriamos devolver o carro e pernoitar para voltar ao Brasil na manhã seguinte, porém não tinhamos hotel reservado. Foi um luta para achar um quarto, quase dormimos no aeroporto. Portanto na volta, não esqueça de deixar o hotel reservado. Quanto a pedágios, eles existem e não são baratos, mas só nas autoestradas. Para rodar pelo vale do loire e até Saint Michel vá pela estradas regionais que são ótimas e o visual muito legal. Para aluguel de carro consulte a Europcar e a Avis. Das vezes que aluguei foi onde achei o melhor custo/beneficio.

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Maria das Graças: Levaremos bons casacos, e qualquer coisa compramos lá também. Meus amigos foram nessa época e não acharam um absurdo de frio... mas obrigada pelo comentário.

Walter: Muito obrigada pela dica. Na verdade nossa ideia é já chegar com todos os hoteis reservados: o de Paris, o de Amboise, de Sait Michel e o da volta, perto do aeroporto de Orly.

Inclusive, alguém indica um hotel bem próximo a esse aeroporto de Orly?
Outra coisa: os seguros necessários são: seguro de saúde e seguro contra acidente? Em qual valor é o seguro saúde, pois meu cartão de crédito só dá direito ao seguro contra acidente. O seguro de saúde mesmo tenho que contratar a parte... só que não sei o valor. Já li que tem que ser 20.000 reais, 30.000 euros... enfim...não sei!
sad

Obrigada!!
Bjs

Claudio Motta
Claudio MottaPermalinkResponder

O seguro de saúde deve cobrir o valor de 30.000 euros para os países do acordo Schengen, que é o caso da sua viagem.

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Obrigada, Claudio!!!!!! smile

Sandra
SandraPermalinkResponder

Olá pessoal estou organizando uma viagem a Paris e Vale do Loire com meus irmaos e gostaria de dicas como todos estaremos de ferias em janeiro iremos nesta época até porque queremos ver neve e passar um pouco de frio rsss, então ainda nao decidimos bem a data mas é algo entre 2 e 20 de janeiro, gostaria de dicas de hoteis, pois nossa ideia é chegar passar a primeira noite em paris, após seguiremos até o Vale onde queremos visitar tres castelos Chambord, Chernonceau e o castelo de Amboise, na volta ou na ida ainda nao decidimos queremos tambem visitar o castelo de Versailes e claro passear pelos principais pontos de Paris, tudo isto em no maximo 8 dias que é o tempo do qual disponibilizaremos, sera que alguem poderia nos dar alguma dica? Ah, vamos alugar um carro em Paris para os passeios pelo Vale do Loire.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Comece garimpando informações nesta caixa de comentários; você vai encontrar um monte de dicas! Clique nos números 1 e 2 abaixo para ver comentários anteriores.

Igor
IgorPermalinkResponder

Oi Sandra,

Em 2007 eu fiz uma viagem parecida. Fui ao Vale do Loire, e visitei os castelos que vc menciou e alguns outros que ficavam pelo caminho. Eu só entrei em um castelo (Chenonceau), pois é o unico que vc não consegue ver o castelo "de fora", pois o jardim é bem grande. Acabei não entrando nos outros, pois nesta viagem oq eu mais visitei foi castelo... hehehhe... bom, eu fiz o seguinte, reservei apenas um dia para o Vale. Peguei um trem de Paris até Tours de manhã cedo e de lá aluguei o carro pra percorrer o Vale. Vc tb pode ir até Blois (onde existe outro castelo) e alugar o carro de lá. No inicio da noite deste dia peguei o trem de volta pra Paris. Quanto a Versailhes, acho válido reservar um dia inteiro. MAs como será inverno, não sei se vcs conseguirão ficar "passeando" pelos jardins... oq "demanda" tempo.
Em Paris, da ultima vez fiquei num hotel muito bem localizado, mas por isso, o preço é salgado. O nome dele é hotel du levant (tem site na internet). Não sei quanto vc pretende gastar em hotel, mas ele fica a 1 quadra da fonte São Michel e basta atravessar a ponte pra chegar na ile de la cite, ou seja, pertinho da Notre Dame.

Malu
MaluPermalinkResponder

Olá Boia, um amigo quer ir de Bruxelas para Tours, no Vale do Loire e pediu ajuda em como organizar trem e avião nesse trajeto.
Agradeço pois não consegui dar nenhuma sugestão.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Malu! O aparecimento do trem de alta velocidade Thalys acabou com o tráfego aéreo entre Bruxelas e Paris.

Fale para seu amigo escolher um dos poucos horários em que o trem vai direto até St Pierre des Corps, que fica colado em Tours (de lá um trem regional completa a viagem em 10 minutos). Este trajeto dá 3h45 de viagem. Tente comprar em http://www.voyages-sncf.com (caso ofereça para imprimir bilhete em casa) ou em http://www.b-rail.be/main/E/ .

Se não escolher esse horário, vai ter que descer em Paris Nord e depois viajar de metrô até Paris Montparnasse, de onde saem os trens para Tours.

Malu
MaluPermalinkResponder

Obrigada Boia, muitíssimo bem explicado. Valeu!!!
Agora é com ele wink

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Pessoal, estou com dúvidas num roteiro...
Vou de carro de Paris até Mt St Michel, passo uma noite e em seguida vamos para o Vale do Loire. A ideia é ficarmos de 22 a 26 de Agosto por ali, antes de ir para Paris de volta.

A dúvida: é melhor ir direto a Tours e usar a cidade como base, ou vale a pena ir até a região de Angiers/Samur para conhecer antes também? É uma região do Vale que pouquíssima gente falou por aqui, mas tem umas fotos muito bonitas...

Obrigado,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alex! A maioria das pessoas não abre mão de visitar todos os pontos mais famosos. Mas o Ricardo Freire sempre diz que os caminhos menos percorridos reservam as melhores surpresas.

sabrina
sabrinaPermalinkResponder

Olá pessoal!!
Estive lendo os post em busca de informações sobre fiscalização de trânsito no vale do loire. Irei com meu esposo em unho proximo para frança e passaremos 3 noites no vale do loire, onde alugaremos um carro (pela avis, sem gps, vamos usar o gps do celular...!!!) em tous e vamos para blois, onde nos hospedaremos.Pergunta: existe lei seca por lá?? meu marido ta reclamando pacas pq estou super a fim de visitar algumas vinícolas e com certeza iremos beber e tal , e ele está com receio de ser abordado por uma fiscalização de trânsito e ser pego dirigindo apos bebermos... moro no RJ e aqui a tolerância é zero, ou seja, aquela tacinha de vinho no jantar é proibidíssimo pra quem vai dirigir e aí??Alguém poderia nos ajudar?? existe lei seva no vale do loire?? como funciona??

Philipp
PhilippPermalinkResponder

A tolerancia nao e' zero mas e' baixa (0.5mg/ml que equivale a uma cerveja pequena):
http://www.safetravel.co.uk/europedrinkdrivinglimits.html

Rosana
RosanaPermalinkResponder

oi pessoal, a quem interessar possa..ja estive no Domaine de la Tortiniere..é lindo, sec XIX, mas os gerentes antipáticos..já o Chateau de Gizeu, é magnífico , medieval e o condes supersimpáticos, em 2014 vamos a Paris e de lá alugamos um carro e acho que vou me hopedar em Amboise, é central e la ha um castelo para hóspedes que penso em conhecer: Clos Amboise..alguém já ficou lá?
queria uma opinião, pois após três dias, iremos descer em direção À LOurmarin na Provence, quem me indica a melhor rota e em que cidade dormir..pois não aguentaremo ir direto para Provence..agradeço muito e estou a disposição para outras quetões sobre a França..Rosana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosana! Ponha o itinerário no http://www.viamichelin.com , você terá bons insights.

Aline
AlinePermalinkResponder

Pessoal,
Estou programando uma viagem para o Vale do Loire e pretendo fazer o roteiro de carro. Procurei, procurei, mas até agora não vi ninguém postar nada a respeito dos vinhos e direção. É óbvio que não pretendo tomar uma garrafa de vinho e pegar o carro, mas vocês já ouviram falar de blitz ou algo assim? Estou com um pouco de receio e estamos pensando em nos revezar na direção.
Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Existe controle na Europa inteira e é severo. Quem beber não dirige.

Paloma
PalomaPermalinkResponder

Pessoal,

Por acaso alguém saberia informar se é possível pegar alguma excursão na estação de Tours ao invés do aluguel do veículo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paloma! Se você dormir em Tours pode se encaixar em passeios organizados a aprtir da cidade.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Vou ao Vale do Loire em setembro, chego em paris 20/09 pego trem para Tours e lá alugo um carro para conhecer a região e ir descendo até Bordeaux (devolvo carro) e volto a Paris de trem. Fico alguns dias em Paris e retorno ao Brasil em 02/10. Alguém conhece o Chateau Chambiers em Durtal, nas fotos achei lindo? Pelo mapa parece ser longe de tudo. Alguém sabe se posso aproveitar a estadia lá ou melhor escolher outro caminho?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Esse castelo realmente não fica no miolinho do vale não! Você vai estar a uma média de 150 km de distância dos principais castelos...

katia
katiaPermalinkResponder

oi!estou indo a Paris no final de junho e gostaria de fazer um passeio ao Vale do Loire,tipo sair de manha cedo de carro,dormir em algum lugar e retornar no final do dia seguinte.Honestamente nao tenho muita paciencia com dezenas de castelos.Poderiam me sugerir um lugar legal pra ficar e un tres castelos imperdiveis?desculpem a falta de acentuacao,mas nao sei onde fica no computador que estou escrevendo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Katia! Tours ou Amboise são convenientes para os castelos principais.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2012/04/5-castelos-top-no-vale-do-loire/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar