Cristo de carro: nenhuma maravilha

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mesmo com a eleição do Cristo Redentor como uma das sete novas maravilhas do mundo, as condições de acesso de carro continuam as mesmas de sempre. Gangues de falsos guias seguem achacando turistas que chegam de carro. A sinalização está permanentemente pichada para que não sirva de orientação.

Ontem, informa o Globo, turistas paulistas que erraram o caminho por conta da sinalização adulterada foram parar numa favela, onde foram assaltados a mão armada.

Já falei quinhentas vezes, e vou continuar falando quantas vezes forem necessárias. A situação do acesso rodoviário ao Cristo é uma vergonha nacional.

Bastava uma fração do que foi investido pelo governo e pela iniciativa privada na eleição do Cristo para moralizar o acesso.

Mas esperar que o governo governe e a polícia policie talvez seja excesso de otimismo da minha parte.

Sugestão: por que não se exige do concessionário do trenzinho a manutenção do acesso rodoviário desimpedido e sinalizado? Aposto que eles conseguiriam.

33 comentários

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Uma vergonha! E passou pro Brasil todo! O RIO está bombando nesse feriadão, cheio de brasileiros e estrangeiros. Até o FASANO está cheio e com muitos estrangeiros também.

O SOL está reinando desde quinta-feira e as praiasi, lotadas.

RIQ, ontem fui comer no AL MARE, do Fasano, e foi excepcional.

Ah, convido avocê e todos a visitarem a Aya Sofya lá no blog

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

O passeio de trenzinho é ótimo Riq, você deveria fazê-lo um dia, mas acho uma tristeza transferir pra aquele concessionário a responsabilidade qu deveria ser dos governos estaduais e municipais. Eita governos imcompetentes que num SETE DE SETEMBRO em que o Rio está BOMBANDO não mantém um policiamento mínimo!

Ricardo Freire

Eu sei, Arnaldo. É só uma provocação mad

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Até pra provocar vc tem "verve" ! Valeu!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Já aprendemos a longo tempo que iniciativas das empresas privadas
( sendo ou não responsabilidade delas ) possuem muito mais efeito,
acertam no alvo com muito mais rapidez e eficácia .
A questão maior da segurança publica ainda é a questão maior de todo
o país : a corrupção desenfreada e incontrolável .
Concessões ( sejam quais forem ) são movidas a toneladas de corrupção,
todos sabem e fica por isso mesmo .
É mais fácil uma ONG encontrar um caminho do que exigir do poder publico uma solução adequada e permanente .
ONGS ! ADOTEM O CRISTO REDENTOR !!!! :roll:
PS- Lembrem que foram as ONGS que colocaram e que mantém
o povoado de Siem Reap , e Angkor no Cambodia em pé , em segurança
e atraindo cada vez mais turistas .
Uma ONG para adotar e promover um turismo decente no Brasil pode ser um caminho definitivo .

Marcel Alcantara

Concordo com as reclamações do Riq!

Tem 3 semanas que fui ao Cristo de carro e logo no começo no Cosme Velho erramos o caminho e fomos parar em uma rua com uma cancela, próximo a cancela havia várias crianças que nos abordaram de forma agressiva se oferecendo para nos mostrar o caminho e nos alertando que sem a ajuda deles poderíamos nos perder e que era perigoso.

Conseguimos retornar e chegar ao Cristo sem nenhum problema.

Outra coisa que me intriga é que não se tem nada decente para comer lá em cima!

Abraço.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq,

Você tem toda a razão em estar indignado. Infelizmente, o acesso ao Cristo pela estrada, que por sinal é um passeio lindíssimo, é desaconselhável até que União, Estado e Prefeitura se entendam. Parece que o Ministério do Meio Ambiente é quem controla o acesso.
Há muuuitos anos, não faço este passeio pela estrada e nem aconselho. Uso o bondinho que é um passeio lindo também. Caso a pessoa esteja de carro, deve deixá-lo estacionado, no Largo do Machado, R$2,00 por duas horas. Pegar um taxi, e subir a rua das Laranjeiras, deve custar R$10,00. Para em frente à a estação do bondinho e evita todo este stress. Na volta, o mesmo, desce R. das Laranjeiras de taxi até o Largo do Machado, para pegar o carro.
Inclusive, há estação de metro no Largo do Machado. É possível ir de Copacabana até o Largo do Machado de metrô, e seguir no esquema do taxi.

Acho que você deve continuar botando a boca no trombone, quem sabe as otoridades tomam uma providência. wink

Ricardo Freire

Arnaldo e Majô, eu já fui de trenzinho e adorei; sempre recomendo. O chato é estar com carro alugado e ter que pagar o trenzinho à parte, né? Além do quê, o passeio acaba demorando mais -- tem espera pra subir e pra descer. Mas, enfim, é o que dá pra ser feito até segunda ordem.

E Majô, já te falei uma vez que eu acho esse teu esquema do Largo do Machado óóóóótimo? Uma dicona.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Eu não tenho mais coragem de ir até o Rio com meu carro. Não me sinto seguro, não conheço tão bem a cidade a ponto de conhecer onde passar ou não passar. E é difícil achar lugar pra parar na ZS, etc.

Na última vez que fui de carro (acho que há quase 10 anos), tentei subir até o Cristo pela estradinha e já havia "guias" no caminho... Tava "sinisxxtro" como se diz lá. Eles falavam que eu não conseguiria estacionar lá em cima, etc. Bom, eu desisti, voltei e segui viagem (estava apenas de passagem vindo do ES). Não aconteceu absolutamente nada, nem ameaça, mas acho arriscado demais...

Prefiro usar o táxi que não é um absurdo de caro como em SP.
No táxi, ninguém sabe de onde vc é, se tem dinheiro, câmera, etc.

Momento saudade:

Acabei me recordando de quando íamos ao Rio de carro com meu pai, há mais de 20 anos e a gente se hospedava na casa de parentes em Vista Alegre, rodava a cidade inteira de carro com placa de SP e ninguém tinha medo... até hotdog na Barra a gente comia bem tarde da noite. Meus primos cariocas falavam que era tranqüilo... Que pena!

GiraMundo com Jorge Bernardes

Ricardo, vc acha que vale a pena alugar um carro no Rio?

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Majô, valeu a dica, mas devo estar ficando velho, trabalho no Flamengo, onde é esse estacionamento do Largo do Machado? É aquele do Cinema São Luiz?

Ricardo e Jorge Gira, já que o tema também é carro, vale a pena ir de carro para SP (cidade)? (não, não vou agora, mas o dia que eu for a Sampa, a gente marca um convenção) smile
Tenho receio pelos mesmos motivos do RJ: cidade grande e perigosa.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Arthur,

Eu não viria a SP de carro. A parte mais central da cidade é super congestionada a qualquer hora e vc vai ver, os lugares interessantes não ficam nas "avenidas", vc precisa conhecer a mão das ruas, etc. Os quarteirões nem sempre são regulares, os estacionamentos são caríssimos.
E sim, a cidade pode ser perigosa também, eu tenho medo de andar de carro lá para os lados do Morumbi, por exemplo.
É engraçado, mas me sinto mais seguro andando a pé na maioria dos lugares...
Entre o Centro e a região da Paulista, Jardins, vale a pena andar de metrô.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Arthur,
Esqueci de falar, SP tem uma dificuldade a mais para quem vem de carro de fora. Aqui, vc não consegue ver o horizonte quando dirige, não há nenhum obstáculo da natureza, não dá pra ter noção de direção dos bairros. Em cidades de praia, como o Rio, ao menos vc sabe a seqüência das praias (e assim dos bairros), olha os morros e isso ajuda bastante para se guiar.

E se vier a SP, não deixe de nos avisar. Será um prazer recebê-lo.

Ricardo Freire

Arthur, tô com o Gira -- acho meio complicado andar de carro em São Paulo sem se localizar direito na cidade.

Por outro lado, o táxi é caro pra caramba.

Se você ficar num desses hotéis da região da Paulista perto da Consolação (Tryp Paulista, Caesar Business, Ibis) você vai estar perto do metrô (para ir ao Centro, à Liberdade...), vai poder caminhar pelos Jardins e não gastar muito de táxi para ir a Pinheiros e à Vila Madalena.

Ricardo Freire

GiraJorge, o meu problema é que eu amo andar de carro no Rio. Me sinto mó "local"... Só tenho problema pra estacionar (sou péssimo de baliza). E de vez em quando tenho medo nos sinais, sim.

O táxi no Rio encareceu um pouquinho recentemente, mas mesmo assim continua mais barato que em SP. Se você ficar a estada toda entre Ipanema-Leblon-Copa, com uma ou outra saída ao Centro ou ao Jardim Botânico, carro é bobagem. Táxi vai ser bem mais barato.

Agora: querendo ir pra lá da Barra -- Reserva, Prainha, Grumari, Guaratiba -- ou a Niterói, vai precisar de carro, sim.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq, Arthur, Jorge e todos,

Sempre faço este esquema de deixar o carro no Largo do Machado. Arthur, a praça do Largo do Machado é quase toda de vaga certa a R$2,00 2 horas. Há cooperativa de taxi, pelo menos foi a que usei quando fui ao Museu do Catete e à Colombo, em frente ao Museu. Até a cidade foram R$10,00. Da mesma forma, podem pegar o taxi e pedir para subira a Rua Laranjeiras e Cosme Velho e parar em frente à estação do bondinho, não tem erro. Pode ter sim, um pouco de fila.
Acho o esquema do taxi para andar pela cidade muito bom.

Mas, como o Riq disse para circular para Barra, praia da Reserva, Grumari etc fica com mais mobilidade de carro. Já há o integração metrô, o ônibus que vai da estação do metrô até o terminal Alvorada, é uma opção. Muita gente tem feito isto. Se quiserem mais detalhes, me digam, um pouco mais tarde respondo aqui. Eu deixei telefones de cooperativa no post das viagens a R$10,00, acho. Acho que vou colocar os telefones no fim de semana no Rio, do Filigrana, posso deixar lá os que uso e correm a cidade toda. wink

Carla
CarlaPermalinkResponder

Arthur, pra se divertir em São Paulo, ficando hospedado onde o Riq indicou, o carro não faz falta, não... Mês passado, quando estive em São Paulo, fiquei hospedada primeiro no F1 Paulista e depois no Ibis, e fui pra tudo quanto é canto a pé e de metrô; só pegava táxi pra sair à noite. Foi um esquema ótimo: de metrô é uma facilidade se locomover, e o gasto com táxi não foi muito alto. Bom, eu dei a sorte de estar com uma amiga com quem rachar as despesas... wink

Maria
MariaPermalinkResponder

Olá Riq.tudo bem ? Vou à Nova York e Boston em outubro ... as dicas de NY eu já peguei todas ... mais de Boston, estou perdida, não encontrei quase nada. Vc teria alguma dica ? Hoteis (melhor local de hospedagem), passeios ... e aí equipe VnV ...vocês poderiam me ajudar ??Super Obrigada, um abração ... Maria

Caio
CaioPermalinkResponder

Olá Riq, cheguei hj do Rio, voo de ida e volta GRU/GIG/GRU pela Gol saindo quinta e voltando hj a tarde, saiu no horário, assim como todos os vôos que vi no painel.
Concordo com o Arnaldo, fui alomoçar Al Mare do Fasano. Achei realmente bárbaro. Lah fora tem aqueles sofás confortáveis...um luxo.
A piscina é 10 também!!!
Aproveito para indicar o hotel que fiquei pela primeira vez: ROYAL RIO.
Achei novo, confortável (190 reais + taxas) e com bom café da manhã. Na Rua do Duvivier.

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Maria, você vai adorar Boston! A cidade é linda e super autoexplicativa, com a Freedom trail no chão, indicando o passeio a ser feito no centrinho. Passa lá no meu blog que você lê mais. Como hospedagem, eu indico o Hyatt Cambridge - fiquei lá em abril por 120 dólares o ap duplo, com um quarto maravilhoso e um café da manhã espetacular incluído na diária! E de lá dá pra ir à pé para o centrinho e fica perto do agito noturno também.

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Riq, aproveito para agradecer suas indicações dos restaurantes: eu AMEI o Obá (lugar, comida, atendimento, tudo!) e o Buttina também estava uma delícia. A Restaurant Week estava movimentando bem os pedidos - especialmente no Obá, que tinha até sugestões diferentes de cardápio especial para a semana e quase todo mundo pediu desse cardápio especial). Thanks a lot wink

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Riq, Jorge, Carla e Majô, obrigado!
Jorge, esse lance do horizonte é a mesma coisa que eu tinha pensado: aqui no RJ e em outras cidades litorâneas (ou pelo menos com um marco natural bem visível), dá para ver a orla e se orientar. Em SP, BH, p.ex., já não dá para fazer isso.

henrique
henriquePermalinkResponder

Riq
eu vi na globonews a reportagem dos caras seguindo a placa errada no cristo. mostrou uma palio weekend com placa de SP (acho) passando batido e entrando numa viela. totalmente... sinistro. a placa tava sem nenhuma indicacao pra onde ir.
(e prometo pra breve uma ordem final no shanghaidoiszero!)

[]s

Mauro
MauroPermalinkResponder

Olá Ricardo, uns amigos me disseram sobre o seu blog. Aproveitando o recado da amiga ai em cima eu queria perguntar se há algo interessante a se fazer fora de NY, tipo visitar alguma cidade próxima, pois ficarei 8 dias na cidade. Sugere algo de trem ou avião bate-volta por lah?
Obrigado

Majô
MajôPermalinkResponder

Arthur, desculpe esqueci de responder a você. O Largo do Machado é onde tem, ou tinha o cinema São Luiz, sim.

Jorge, vocês se hospedavam em Vista Alegre, não seria Alto da Boa Vista ?
Quando vierem ao Rio, avisem que posso ajudar com dicas se quiser.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Não Majô. Era Vista Alegre me"isx"mo, Avenida Meriti se não me engano.

A parte da família do meu pai que se instalou no Rio, foi direto pro suburbão! A última vez que estive lá faz mais de 20 anos!!!! Era uma casa imensa, hoje deve ser um perigo....

A gente rodava as casas dos parentes em Madureira, Méier, Braz de Pina, tudo!

Faz tanto tempo e alguns desses lugares ficaram tão barra pesada que a portuguesada parentada fugiu toda do Rio...

Ah e pode deixar, na próxima visita ao Rio, eu vou usar as dicas de todos vocês... Uma vez fui até Grumari e achei lindo, que lugar legal, mas honestamente, praia no Rio pra mim tem que ser beeeem urbana, cheia. Prefiro Ipanema, Leblon. Acho demais caminhar da praia em meio aos prédios antigões, comércio, restaurantes, tudo e tudo em clima de praia. Eu me sinto num daqueles filmes década de 60/70...

E já te falei né Majô? Eu tenho o tel da Cooperativa TeLeblon aqui na geladeira...da minha coleção... smile

Majô
MajôPermalinkResponder

Jorge, intidji. Eu levava meu carro em oficina em bairros de subúrbio porque era mais barato, hoje não faço maixxx. Temos que nos adequar aos novos tempos, né ?
Entendo, você gosta de ficar circulando de havaianas pelo Leblon, hummm cresci neste bairro.
Bem, se um dia você quiser uma praia menos muvucada, haha vá à praia da Reserva é o que há.

Eu sei que você tem o tel da cooperativa do Leblon na sua geladeira, esqueci não wink Coloquei agora esses telefones de taxi lá no blog

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Sem comentários sad
Eu já fui de carro dirigindo ao Rio várias vezes e não tive problemas, inclusive para subir de carro até o Corcovado. Um caminho lindo...
Boicotemos o carro, mas não o passeio, que acho essencial mesmo para quem já subiu várias vezes.

Arthur, realmente andar de carro em São Paulo é um pouco estressante até para quem sempre dirigiu por aqui, principalmente ter que andar pela Marginal. A Carla fez muitas coisas por aqui e soube se virar muito bem de metrô e táxi.
E, quando estiver aqui, temos que marcar uma ConVnVenção básica grin

Ricardo Freire

Mauro, Nova York oferece perfeitamente assunto para oito dias. Mas se você quiser passar dois ou três dias fora da cidade, pode ir a Washington (de trem) ou Boston.

(Mas eu ficaria em Nova York mesmo...)

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Hoje em dia, em SP não vale a pena alugar carro, salvo para quem quer ir para lugares distantes, como o Jardim Botanco, Parque da Cantareria, ou Embu É mais pratico usar metro,e onibus, ou mesmo o Taxi, do que pagar estacionamento, e se aborrecer com o transito. Na duvida, pegue sempre taxis em ponto, ou uma das várias cooperativas de rádio taxi comuns.

Não esqueça de comprar o bilhete unico, que permite usar metro, ou até 3 onibus em 2 horas, e que facilita bastante a sua vida. Compra-se em qualquer estação do metro.

Maria
MariaPermalinkResponder

Mari Campos ... valeu... adorei seu blog.
Abração , Maria

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Nossa, até para minha cidade esse blog é útil! Tô meio entendiada de levar turista ao Corcovado de trenzinho, pensei de ir de carro até lá - mas vcs me indicaram não mexer em time que está ganhando...

Nadia
NadiaPermalinkResponder

Olá Ricardo!
Leio o máximo que posso seus comentários. Comecei agora como agente de viagem, mas sei exatamente o que significa... Gosto mesmo e de fazer roteiros e de História. Sei que o comentário tá bem atrasado, no entanto, isso não é o mais importante...
Q pena que o acesso ao Cristo está nessas condições... Mas sabe? O Cristo nunca foi uma mera atração turística. Uma estátua gigante do filho de Deus no topo de uma montanha p/ que subam lá e vejam a estátua. Não é isso. A atração do Cristo Redentor é nada mais nada menos que o que ele está olhando. É o que o cerca. Não fui eu a assaltada lá, é fato, mas sim em outro lugar. Na minha própria casa. Tenho admiração por seu trabalho o qual colabora muito comigo, mas veja bem, veja bem todos os lugares... E pode alertar a galera!...
Um grande abraço...
Nadia.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar