Enquete da semana: Europa no inverno

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Hamburgo

Quando me pedem para destrinchar viagens à Europa no fim do ano e nas férias de janeiro, a minha reação inicial é tentar demover o perguntador. Me vêm à cabeça os dias curtos e gelados, às vezes molhados e ventosos, que desconvidam às caminhadas e deixam as fotos sombrias.

Claro que de vez em quando acontece aquele dia (ou, com sorte, aquela seqüência de dias) com céu claro e luz espetacular, em que as fotos saem mais bonitas do que nunca e você descobre o prazer de andar, andar, andar e não suar.

Mas na média acredito que não valha a pena torrar uma grana que nos faz falta para passar as férias brigando com as condições atmosféricas.

Mas se você só pode viajar no inverno europeu, bom, então sugiro que não monte um desses roteiros cheios de escalas e coisas para ver, ver e ver. O inverno é mais apropriado a experimentar.

Faça base numa cidade grande, aloje-se com conforto, e planeje seus dias em torno não de monumentos e vistas, mas de cultura e gastronomia. Fez um dia bonito? Ótimo, saia para para passear. Está chuviscando e ventando? Museu, cinema, exposição, visita ao mercado para fazer um piquenique no quarto. Alugar um apartamento é ideal: ao brincar de morador, você não sente o tempo passado em casa como perdido.

O inverno é uma época especialmente difícil para ir com dinheiro contado; ficar na rua o dia inteiro é muito mais tranqüilo no verão.

E você? Tem alguma experiência de férias no inverno europeu para contar?

E os nossos correspondentes europeus, o que dizem? O que podemos fazer para encarar a Europa no frio e aproveitar que os lugares não estão abarrotados de turistas?

Contem pra gente, pufavô...

Atenção: clique nas páginas anteriores da caixa de comentários para ter acesso a todos os relatos

531 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Vivi
ViviPermalink

Oi gente! Apesar de ter lido as dicas a respeito de roupas, ainda tenho muitas delas!! Farei minha primeira viagem à europa, exatamente durante o inverno. Ficarei grande parte dos 35 dias de viagem na Holanda,mas conhecerei a Bélgica,Luxemburgo, Berlim, Paris e Lisboa.
Quanto às roupas.........eu quero arrasar por lá! (hahaha). Meu namorado é de Rotterdam, e este será o momento em que irei conhecer a família e os amigos dele (perceberam o tamanho do problema?hahha). Gostaria de sugestões especialmente para o Reveillon (jantaremos com os amigos e depois iremos à um club). Havia pensado em levar minhas roupas usuais do inverno de Brasília (máximo de 12ºC à noite) e usá-las com uma meia-calça mais grossa, uma jaquetinha jeans(talvez um sweater) e um sobretudo de lã. Entretanto uma amiga disse que sou louca de fazer isso. Nem pensar eu aguentaria o frio só com isso. Como se não bastasse não poder usar minhas maravilhosas sandálias de salto alto, é verdade que scarpin também não? (pra mim, isso é sapato fechado).
Ah sim.........e por último(eu acho), como ficam os cabelos por lá? Tenho cabelos cacheados que consigo "domar" e deixá-los bem bonitinhos por aqui. Por lá terei que utilizar produtos diferentes dos daqui? (diz que não terei que usar laquê,super mega sprays ou mousses fixadores).
Obrigadíssimo e beijinhos pra todos.

Majô
MajôPermalink

Vivi,
Eu soube anteontem, que em Paris está 5 graus. Acho que você deve colocar algo por baixo para esquentar, sim. Dá uma olhada neste site de roupas térmicas http://www.nextag.com/thermal-clothing/search-html
Quanto aos sapatos, na rua acho que você vai ter que usar bota.

Quanto aos cabelos, lá é beeem seco. Meu cabelo tem raiz oleosa e lá fica uma beleza. wink Deixa para comprar lá, o condicionador e creme, pois viajar com líquido está bem chatinho, o limite é 200ml, somando tudo.

deiatatu
deiatatuPermalink

Quem veio pra Alemanha no inverno passado teve muita sorte, pois nao teve inverno nenhum, quem já veio no ano retrasado foi um frio de doer os ossos. Minha irma veio neste ano e serviu como experiencia e nunca mais. Creio q para nós brasileiros q nunca experimentaram temperaturas tao baixas e neve, vale a pena pelo menos uma vez na vida conhecer um lugar "sob outro ponto de vista meteorológico..." :roll:
Para quem gosta muito de uma cidade por ex. é interessante observar as diferentes estacoes num mesmo lugar. Estive em Praga no verao e no inverno, e apesar de preferir o primeiro, no inverno tinha uma atmosfera toda misteriosa no ar.

Vivi
ViviPermalink

Majô,
eu até já tenho uma calça térmica e uma bota com "recheio" em lã. Com essa térmica ou com meia-calça grossa eu posso usar as roupas "normais" daqui de Brasília mesmo? Uma das coisas que me deixam mais curiosas é que em todas as coleções de inverno européias(ou catálogos/sites de lojas), por exemplo, o visual é praticamente o mesmo do brasileiro! Por essa razão é que havia pensado que uma meia mais grossa e,claro, um casaco pesado por cima, pudesse resolver o problema do frio. Esse meu raciocínio teórico faz algum sentido na prática?
Beijos.

Majô
MajôPermalink

Vivi,
Acho que está resolvido. Quando não havia roupas térmicas, eu usava meia de lã por baixo da roupa, como você diz. Pelo que vejo quem comenta aqui as roupas térmicas resolvem. E lembre-se, dentro das lojas, restaurantes, etc. há aquecimento.
O visual é o mesmo, mas a lã deles é mais fina e mais quente que a nossa, você vai encontrar lá algo para comprar, e fora das capitais os preços são melhores. Você pode comprar lá cachecol.
Com relação à bota, a sua forrada de lã deve deixar os pés quentinhos, sim.
Já comentei aqui que uma bota que levei daqui, desmanchou depois de passar por neve e chuva, e tive que comprar uma lá. Mas, tomara que a sua aguente, né ?

Elisa
ElisaPermalink

Oi Vivi,
este ano eu passei o reveillon em Barcelona e fiquei até o fim de janeiro circulei no norte da Espanha e um pouco da França. Te confesso que tive tuas mesmas dúvidas, sobre roupas e cabelos (tenho cabelos cacheados e aqui vivo na escova), eu como vc queria "arrazar" pois tb foi conhecer a família e amigos do meu namorado. Sobre as roupas eu me resolvi com calça e blusa térmicas, olha sou bastante friorenta, mas deu para passar bem. Na festa de reveillon, fomos num hotel "chiquerrímo" e não passei vergonha, ao contrário! Comprei minha roupa aqui mesmo (ainda bem porque lá achei caríssimas, as boas). Foi uma roupa de ano novo normal para o Brasil, sem mangas e de saia curta, mas tinha um bom casaco, este precisei comprar lá e também coloquei um pequeno bolero, que retirei logo depois, pois la´tem calefação. Sobre os cabelos eu sempre descobria um salão de beleza e de vez em quanto ia na escova, comprei lá um finalizador kerastase, é ótimo! Se vc for comprar alguma roupa por lá aguarde passar o dia 6 de janeiro que é qdo começa as liquidações. Antes da liquidação eu só comprei o casaco pq queria usar no reveillon (mas foi com muita pena pq foi muito mais caro que que comprar em uma boa loja aqui, eu percebi que lá é o mesmo valor em número, por exemplo: se um casaco de griffe aqui custa R$1.000, reais lá é tb $1.000, euros (detalhe EUROS). Entendeu? Qualquer dúvida pode perguntar. Bjs

lu
luPermalink

Estarei em Paris do dia 24 de outobro à 02 de novembro. Alguem tem idéia do tempo de viagem entre Paris e Chamonix ou outra estação de inverno bem perto?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Lu, de trem Chamonix/Mont Blanc está entre 6h30min. e 8h30min. de viagem de Paris. As viagens mais rápidas têm duas baldeações, uma em Annecy ou Bellegarde, outra em St.-Gervais-les-Bains.

Graças ao novo TGV Leste, os vilarejos alpinos da Suíça estão tão perto quanto (ou mais perto, dependendo do horário). Interlaken está a 6h20min. de Paris, com TGV até Berna e uma baldeaçãozinha só montanha acima.

Zermatt, também na Suíça, está a 7h40min. de viagem, com TGV até Lausanne e uma segunda baldeação em Visp.

Você pode ver todos os horários e simular viagens a qualquer outra estação de inverno no site das ferrovias alemãs, que é o mais completo e rápido da Europa:
http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en

liege
liegePermalink

Olá Elisa!!! Adorei suas dicas! Passarei o inverno no leste europeu (dezembro) e estava captando as dicas para não ficar igual uma cebola cheia de fatias de roupas, onde você comprou sua calça e blusa térmicas?

lu
luPermalink

muito obrigado Ricardo pelas dicas. Amei este blog.
Lu

Elisa
ElisaPermalink

Oi Liege,
olha outro dia eu estava comentando aqui que os primeiros kits térmicos (2 calças e 2 blusas) eram maravilhosos, estes eu comprei bem baratinho nos Estados Unidos, no Wall Mart, uitos anos atrás. Mas nunca
mais consegui uma blusa térmica de qualidade tão boa, então a Sylvia me ensinou o "pulo do gato", ela me disse que devemos procurar na etiqueta de papel o seguinte: "THERMAL", que segundo ela é como se fosse uma marca registrada da Dupont.

A Sylvia também me escreveu a composição, para vc ficar antenada na hora de comprar porque neste caso a "aparência realmente engana". Então procura ler se o material é mais ou menos este:
"92%Tactel Nylon 8% Lycra® Spandex
E por fim a nossa super-Sylvia ainda me sugeriu o seguinte site:

http://www.nextag.com/Women–zzthermal+underwearz2700202zB6z5—html?nxtg=16f60a1c0523-E7C06BF0A0685CA8

Na última das hipóteses, no caso das blusas térmicas, eu acho melhor vc deixar para comprar lá mesmo porque aquelas que comprei em SP não foram tão boas quanto aquelas que comprei, bem mais barato, no WallMart.

Diego Dotta
Diego DottaPermalink

Pessoal, estas dicas estão vindo em boa hora.

Neste inverno talvez Moscou ganhe mais uma estátua, hhehehehe.. Alguém tem dicas para viajar pela companheira Russia? O visto é complicado mesmo como dizem?

Na pior hipótese poderão apreciar mais uma estátua congelada, prometo fazer uma boa pose.

Emília
EmíliaPermalink

Diego, o engraçado é que eu estava conversando com o meu irmão sobre isso ontem mesmo.
Ele foi com meus pais há mais de dez anos atrás, então muita água já deve ter rolado debaixo da ponte. Mas...ele ainda acha complicado ir por conta para lá.
Como ele não curte muito um esquema independente, eu nem posso levar isso muito em consideração. O estranho é que um primo meu, em puro esquema mochilão na Europa, trabalhando e viajando, tenha ficado com medo de ir sozinho para lá também.
Mas eu morro de vontade de ir para lá e iria no esquema independente numa boa. O que eu tinha ouvido falar a respeito do visto é que é necessária um 'convite', que pode ser uma reserva em hotel ou uma carta de algum conhecido russo. Acho que a primeira solução seja mais fácil wink
Eu tinha ouvido falar que a agência Tchayka, em São Paulo, faz esse serviço também. Eles ficam na Vila Madalena, só não sei se cobram por isso.
Agora...ir para a Rússia no inverno, só sendo homem mesmo. Mulher é frioreeeenta grin

Diego Dotta
Diego DottaPermalink

Obrigado Emilia, vou dar uma pesquisada por ai, te conto tudo se der certo.

Malu
MaluPermalink

Fantasticas as dicas de viagem.
Estou indo a Praga, Viena e Budapeste em janeiro. O frio me preocupa bastante. Sera q vai dar pra curtir a viagem? Pensei em trocar Budapeste por Cracovia. Alguem tem alguma dica? Muita gente fala em "sentir" mais do q ver.Isso me preocupa, ja q museu nao eh bem minha praia. Queria, caminhar, curtir. Please, se alguem tem experiencia no Leste .. to no aguardo

Andrea
AndreaPermalink

Olá,
Vou viajar para Europa (Veneza, Florença, Roma, Barcelona e Paris) em novembro (de 04 a 19/11). Gostaria de saber como está o tempo neste período. chove?? Estou preocupadíssima se vai chover...pois a chuva atrapalha qualquer programa. Já estou contando com um pouquinho de frio, mas isso nao será problema. Meu medo mesmo é das chuvas. Alguém sabe me dizer???

Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Andrea, vá se preparando para pegar chuvisco e chuva, sim. Pelo que eu vi, novembro é o mês mais chuvoso em geral na Itália.

As informações são do http://www.eurometeo.com :

Veneza: 87 mm em novembro, que é o mês mais chuvoso
(meses mais secos: fevereiro e dezembro, 54 mm)

Florença: 111 mm em novembro, que é o mês mais chuvoso
(mês mais seco: julho, 44 mm)

Roma: 35 mm em novembro
(mês mais seco: julho, 5 mm; mês mais chuvoso: outubro, 36 mm)

Paris: 54 mm em novembro
(mês mais seco: março, 41 mm; mês mais chuvoso: julho, 57 mm)

Barcelona: 55 mm em novembro
(mês mais seco: julho, 22mm; meses mais chuvoso:s setembro e outubro, 76mm)

Mas não se deixe abater: leve um guarda-chuva grandão, desses que não desmontam com o vento, botas e uma gabardine para usar por cima do casaco. Logo você vai se acostumar e vai tirar de letra, como uma européia grin

Denise
DenisePermalink

Pessoal,

Muito legal essas dicas de vcs. Na verdade o Freires, mesmo sem saber, é um grande e conhecido companheiro de viagem: fomos para Itacaré e Barra Grande com todas as suas dicas embaixo do braço, literalmente, e não nos arrependemos de nada.

Agora, essa ajudinha para Europa é mais que bem vinda, pois iremos (eu, meu marido e mais um casal) para Europa em fim de janeiro, começo de fevereiro. Ficaremos em Paris e de lá daremos um giro pelos arredores. Então, além das dúvidas quanto ao frio e quanto ao que é possível de ser feito, temos ainda as seguintes dúvidas básicas:

1 - Vale mais a pena, nessa época do ano, subir e encarar o frio de vez, fazendo Londres, Bruxelas, Bruges e Amsterdã, ou é melhor descer para o Sul da França, e seguir para a Itália? A idéia é alugar um carro, é possível nessa época do ano, ou corremos o risco de ficarmos presos na neve?

2 - O que fazer de bom lá no Carnaval? Ir para Veneza vale a pena mesmo? Há Outras sugestões?

Devemos ficar por lá em torno de 15 a 20 dias, incluindo o período do Carnaval. Aguardo as dicas de quem já foi....

Valeu, beijos

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Denise, sugiro que você leia com atenção os comentários anteriores.

Especificamente sobre cuidados à direção no inverno:

http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/09/03/enquete-da-semana-europa-no-inverno/#comment-27723

Aproveite e leia também:

http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/21/a-primeira-viagem-a-europa/

http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/08/26/europa-aviao-trem-ou-carro/

Assim como eu não recomendo ir à Europa em busca de réveillon, acho esquisito também ir à Europa em busca de Carnaval. Talvez Veneza ofereça uma experiência esteticamente compensadora; mas, se a cidade já é cara e entupida de gente normalmente, imagine no Carnaval.

De todo modo, aí vão links dos sites oficiais e de foruns de turistas.

http://www.carnevale.venezia.it/flex/cm/pages/ServeBLOB.php/L/FR/IDPagina/1
http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187870-i57-k225435-B_Venice_s_carnival_b-Venice_Veneto.html

http://www.nicecarnaval.com/carnaval4.html
http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187234-i138-k420040-B_Nice_Carnival_b-Nice_French_Riviera_Cote_d_Azur_Provence.html

http://www.koeln.de/en/whatson/carnival/carnival-index.html
http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187371-i534-k452931-Karnival_in_b_Cologne_b-Cologne_North_Rhine_Westphalia.html

Luisa
LuisaPermalink

Denise,

Esse ano eu passei o Carnaval em Veneza e, dependendo do que você está procurando (e quanto pretende gastar) eu recomendo vivamente, ou desaconselho com a mesma intensidade. Definitivamente, o Carnaval lá nunca vai ser uma experiência "mais ou menos": ou se ama, ou se detesta.

Eu estou montando um arquivo com as minhas viagens e já acrescentei o Carnaval de Veneza, se vc tiver interesse:

http://arquivodeviagens.wordpress.com/2007/09/25/79/

E se vc quiser saber detalhes de preços, onde foi a festa, onde aluguei as fantasias, é só perguntar.

Boa viagem

Luisa

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Excelente, Luisa!

Tenho uma amiga que também já foi especificamente para o Carnaval -- se preparou, escolheu os bailes, se paramentou e ficou lá quatro dias para fotografar os mascarados em ruas e horários menos apinhados. Ela também achou mágico.

Mas, assim como você, temo que quem esteja só de passagem rapidinho tenha só a experiência de saída de estádio de futebol...

Adriane Lima
Adriane LimaPermalink

Amigos, mais ajuda, por favor...

Estou aqui pensando nas atrações que vou visitar em cada cidade no inverno (Roma, Barcelona, Madri, Paris, Amsterdam) e estou em dúvida se deveria, mesmo indo em baixa temporada, providenciar a compra dos tickets de alguns lugares com antecedência (o esquema fuja-da-fila básico). Alguém pode me recomendar algo neste sentido? Imagino que Museu do Vaticano seja lotado o ano inteiro... mas... e outros locais que costumam ficar cheios? No inverno lotam também? Afinal, são os lugares mais populares, né....

Obrigada mais uma vez!

Sylvia
SylviaPermalink

Adriane , podes conferir nos proprios lugares telefonando um dia antes
( isso tem funcionado ate na alta estação ) , mas já podes saber que durante os finais de semana e em feriados sempre tem muita gente .

Dani G.
Dani G.Permalink

tou aqui vendo preços de trem de Paris até Bruxelas pra qdo voltar do Brasil no inicio de janeiro. E percebi que pegando o TGV no proprio CDG sai a metade do preço do que um Thalys ! O preço do bilhete first class do TGV é o mesmo preço do second class do Thalys. Que tal ?

Adriane
AdrianePermalink

Sylvia, obrigada, vou fazer isso então! Chego, telefono e a partir da informação programo os dias seguintes no lugar!

Dani G., vou para Brugges! Chego de noite, passo o dia inteiro lá, durmo lá de novo e depois sigo pra Amsterdam! Se tiver dicas para 1 dia inteirim e noite em Brugges, agradeço! Sem companhia romântica, vou eu e minha irmã. wink

Além do chocolate Godiva, alguma recomendação? (é esse o nome? acho que sim...)

Daniela Siqueira
Daniela SiqueiraPermalink

Adorei as dicas de roupas!
Agora o dilema dos sapatos. Quem tem experiência, me diga: comprei uma bota, dessas de trekking, que é à prova d'água, e teoricamente de neve também. Também teoricamente, ela tem o solado apropriado para neve, não derrapando ou escorregando facilmente. Vocês acham que ela funciona para passear na neve? Não que eu vá a uma estação de esqui, mas para enfrentar nevinhas, chuvas insistentes ou pisar naquela laminha que fica dentro de cidade depois da neve, vocês acham que resolve? Tênis tem o problema sério de molhar com qualquer coisa, e nada como o pé molhado para fazer a gente morrer de frio e acabar com um dia de viagem. Na teoria, bota de couro resolveria o problema, só que a minha desmanchou de tanto uso (snif!) e não acho nenhuma de salto baixo, que seja confortável pra bater perna o dia inteiro. A que eu comprei ocupa um espaço enorme (desvantagem horrível), mas como eu pretendo viajar com ela no pé, talvez seja interessante. Opiniões? Alguém já aprovou essas botas em situações anteriores? PS: a única coisa que eu não pretendo fazer com a bota é trekking wink

Sylvia
SylviaPermalink

Só testando Daniela . Aliás , não canso de falar : não leve nada novo
para viajar pois tem 99% de chance de dar errado ( de ser muito pesado
de apertar num cantinho , fazer bolhas, engolir meias sad etc )
Tenho uma que já usei milhões de vezes na neve a na chuva e tem esse
soldado proprio para não escorregar , mas.. não serve para longas
caminhadas , só passos curtos ( a gente se sente como um pato ) .
O que sei é que se é pra trekking é para trekking , entende ? smile
Viajar com sapato pesado tb não rola não.. o pé incha .. não dá certo.

O que não dá de jeito nenhum é para passar o dia inteiro com o sapato
errado . Vais ficar de mau humor antes do almoço.

liege
liegePermalink

Daniela estou na mesma dúvida que você!!! Sapatos ideais para caminhar em pleno inverno na Europa sad
Alguém poderia me dar algumas dicas do que fazer em Viena em dois dias? Compensa ir a Innsbruck?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não compensa não, Liege. É como você programar dois dias em São Paulo e perguntar: compensa ir a Campos do Jordão?

Aqui tem sugestões sobre Viena:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/09/24/viena-pra-dani/

Liege, se você passar a viagem inteira pensando no que você não vai conseguir ver você não vai aproveitar nada. Concentre-se nos lugares onde você vai ficar.

liege
liegePermalink

Eu já esperava essa bronca Ricardo...já me concentrei. Sou ariana, me dá um desconto vai? estou brincando. Obrigada

Elisa
ElisaPermalink

Liege,
um programinha que eu adoorei fazer em Viena foi ir aos concertos de música clássica. Eu sou um pouco suspeita porque quando criança toquei piano e minha mãe também. Mas eu gostei muito dos espetáculos clássicos lá. Qual é mesmo outra cidade que vc vai?

Si
SiPermalink

Gente, preciso de direcao.Sou brasileira e atualmente vivo em Landa com meu marido e 3 filhos.Em inicio de dezembro iremos teremos ferias e a volta 'e por Portugal, onde apenas conheeemos Lisboa.Teremos 12 dias de espera at'e o dia do embarque para o Brasil.Gostaria de dicas sobre qual a melhor opcao de viagem pela Europa neste curto per'iodo, pois estamos na duvida entre ir para Franca, Espanha, outro pa'is...Gostariamos de ter a oportunidade de ver neve, pois meus filhos morrem de vontade....mas tb temos duvidas sobre qtro teriamos de gastar com roupas, ....gostaria tb de dicas sobre onde poderia ser mais interessantes para eles tb...
Em julho estivemos em Barcelona,Sitges, Roma e Napoles e foi 'otimo, mas estou completamente perdida agora para tracar um roteiro de inverno.Help!

Si
SiPermalink

Desculpem, vivo em Luanda, Angola>

Luana
LuanaPermalink

Oi Riq!
Já escrevi no tema sobre trens sobre minha viagem, mas queria perguntar aqui sobre o frio.
Vou passar a lua de mel de 28/01 à 15/02 em Barcelona, Paris, Amsterdam e Londres. Faz trocentos anos que vimos neve e gostaríamos de ver novamente.
Vc acha que existe possibilidade de nevar em algum desses lugares nessa época?
Se não, pensei em ir à alguma estação de esqui nos arredores de Paris só para passar o dia. Será que vale a pena? Qual vc recomendaria?
Obrigada,
bjs!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Luana, acho que os Pireneus devem estar mais perto de Barcelona do que as estações de esqui francesas de Paris.

La Molina fica a 2h50 de trem:
http://www.lamolina.com/indexesp.html

De carro, Masella está a menos de duas horas:
http://www.masella.com/phtml/portugues/index.phtml

Quando a Carmen aparecer eu pergunto para ela se tem neve na Catalunha mais perto do que essas duas.

Atualização:
A Carmen indica algumas cidades do Pireneus, mas não garante neve.
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/10/18/pamonha-pamonha-pamonha/#comment-31074
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/10/18/pamonha-pamonha-pamonha/#comment-31077

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Si, eu pegaria um vôo low-cost a Munique, no dia seguinte à sua chegada a Lisboa (para não perder o vôo por conta de algum atraso).

As feiras de Natal na Alemanha são lindas. Em Munique há dois museus bons para crianças -- o de ciências, espetacular, e o da BMW, para garotos. De lá vocês podem fazer passeios (organizados, ou de carro alugado, se vocês se animarem a dirigir no inverno) aos castelos das redondezas. Dá para ir de trem (ou carro, ou excursão) às cidadezinhas da Rota Romântica; Rothenburg o.d.T. é disneyana. Para ver neve, é só pegar um trem até Garmisch-Partenkirschen (1h30 de viagem; dá para ir e voltar no mesmo dia).

Ficaria uns cinco dias em Munique e depois iria de low-cost a Paris, onde ficaria cinco dias e faria bate-voltas a Versalhes e à Disneyland Paris.

Daí, low-cost de volta para Lisboa -- um dia antes da partida para o Brasil.

Quanto a roupas, creio que as meninas já esgotaram o assunto nos comentários anteriores; é só rolar a página para cima e ler todos.

Se você não quiser gastar dinheiro com roupas de inverno novas, pode ficar por Portugal mesmo, onde o frio é de inverno no Paraná. (Com sorte, dá para ver neve na Serra da Estrela, mas não é garantido.)

Luisa
LuisaPermalink

Com relação aos sapatos ideias para o inverno, eu também sou da opinião que só se deve levar sapato usado em viagem, mas tem coisa que não dá pra comprar no Brasil.

Quando eu tive a "brilhante" ideia de ir ao Canada em pleno janeiro, peguei -40ºC e o que me salvou foi uma bota toda forrada, impermeável e solado próprio pra não escorregar que comprei num supermercado por 15 dólares.

A etiqueta dizia que a bota aguentava até -30ºC, e não era exatamente bonita, mas meus pés se mantiveram quentinhos e secos sempre... A marca da bota era "Crater Ridge", no e-bay tem algumas à venda...

Re Coelho
Re CoelhoPermalink

Eu estou na mesma dúvida que a Daniela, esses sapatos impermeáveis são bons, mas pesados, sei lá alguém conhece alguma meia ou coisa do tipo em que a gente possa usar os tênis e protejer os pés?

Sylvia
SylviaPermalink

Re , o único esquema que conheço é :
( super engembração mas funciona de verdade )
colocar uma meia fina, depois uma grossa, depois enrolar o pé
com as duas meias numa folha de jornal , e por cima de tudo isso
um saco plastico bem fininho ( ou , melhor ainda : aquele filme de
enrolar alimentos )
Pode rir a vontade , mas dá certo !
Vi um monte de gente fazer isso em Bariloche pois estavam com as botas
molhadas ( acho que não sabiam que neve molha :roll: ) .
Acabei experimentando pois um dia nevou e eu estava com bota de couro,
então entrei num café , pedi um jornal e um saco e saí bem feliz..
O único detalhe importante é que o calçado tem que ser um numero maior
senão fica apertado .

Dani G.
Dani G.Permalink

A minha botinha impermeavel nao é pesada ! E ainda comprei numa promoçao na Alemanha !

Sylviaaaa jornal ???? Fico imaginando a cena ! razz

Dani G.
Dani G.Permalink

Adriane, durante o dia é so "bater perna" da pra andar a cidade toda, ja que é pequena !!! De noite eu posso perguntar de uma amiga que mora la os "lugares bombantes" pra meninas solteiras ! wink

Sylvia
SylviaPermalink

Hilario Dani ... , mas fazer o que ??
Jornal é excelente para manter a temperatura .

Re Coelho
Re CoelhoPermalink

Deve ser bem melhor comprar ai né (Europa)?? Do jeito q chove em Dublin eles devem ser mestres em impermeabilizantes... Dani qual a marca da sua bota?

Re Coelho
Re CoelhoPermalink

Sylvia, não vou rir de vc não... qdo fui pro Canadá levei os 8 casacos e só um tênis!!! :p Fiz a mesma coisa qdo cheguei em Whistler...

Roberta
RobertaPermalink

Sylvia vi que voce postou aqui agora...estava procruando um post seu que fala do Hotel Best Western em Paris...que eram dois melhores localizados...eh isso?? ou já confundi tudo...sera que era Ibis...Voce se lembra?? hahaha que eu to doidinha aqui...
Obrigadaaa
Bju

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Posso, Sylvia?
Dando uma busca nos bastidores, o Best Western da Sylvia é o Eden -- em Amsterdã.
O Ibis favorito da Sylvia em Paris é o Opéra Bastille (ela também indica o Chambrone, perto da Torre Eiffel).

Roberta
RobertaPermalink

Em tempo real...isso não tem preço Ricardo...hahaha
Muito obrigada
Nossa estou vendo que a Denise...Luana...estaremos na mesma epoca e nos mesmos lugares aparentemente...que bacana!!
E como as dicas e essa troca de informação nos faz bem...nos fortalece...hahaha
obrigad Riq
Beijoss

Sylvia
SylviaPermalink

As meninas acharam o Ibis Bastille meio detonado ( conservação
perto de zero ) mas bem localizado .
É bom olhar as reviews do tripadvisor mais atualizadas, mas se não me
engano o Chambrone está mais inteiro.

Ei Riq .. não é meu favorito não ... foi só uma reserva pras meninas
que queriam ficar em Marais com arcondicionado e só tinham 80 euros smile

Eu gosto é da Rue Monge .. mais pro lado do sena smile

O feed das meninas diz que BW Eden é muuuito bom ( Amsterdam)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Favorito no departamento Ibis, eu quis dizer grin

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A propósito: com pouca grana eu acho que a localização vale mais que o conforto. Entre um Ibis detonado perto do Marais e um bacaninha na Torre Eiffel, também ficaria com o do Marais.