Enquete da semana: Europa no inverno

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Hamburgo

Quando me pedem para destrinchar viagens à Europa no fim do ano e nas férias de janeiro, a minha reação inicial é tentar demover o perguntador. Me vêm à cabeça os dias curtos e gelados, às vezes molhados e ventosos, que desconvidam às caminhadas e deixam as fotos sombrias.

Claro que de vez em quando acontece aquele dia (ou, com sorte, aquela seqüência de dias) com céu claro e luz espetacular, em que as fotos saem mais bonitas do que nunca e você descobre o prazer de andar, andar, andar e não suar.

Mas na média acredito que não valha a pena torrar uma grana que nos faz falta para passar as férias brigando com as condições atmosféricas.

Mas se você só pode viajar no inverno europeu, bom, então sugiro que não monte um desses roteiros cheios de escalas e coisas para ver, ver e ver. O inverno é mais apropriado a experimentar.

Faça base numa cidade grande, aloje-se com conforto, e planeje seus dias em torno não de monumentos e vistas, mas de cultura e gastronomia. Fez um dia bonito? Ótimo, saia para para passear. Está chuviscando e ventando? Museu, cinema, exposição, visita ao mercado para fazer um piquenique no quarto. Alugar um apartamento é ideal: ao brincar de morador, você não sente o tempo passado em casa como perdido.

O inverno é uma época especialmente difícil para ir com dinheiro contado; ficar na rua o dia inteiro é muito mais tranqüilo no verão.

E você? Tem alguma experiência de férias no inverno europeu para contar?

E os nossos correspondentes europeus, o que dizem? O que podemos fazer para encarar a Europa no frio e aproveitar que os lugares não estão abarrotados de turistas?

Contem pra gente, pufavô...

Atenção: clique nas páginas anteriores da caixa de comentários para ter acesso a todos os relatos

531 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Roberta
RobertaPermalink

Qual seu favorito?? Sylvia?? o verdadeiro?

Beto
BetoPermalink

Hei, Sylvia, morei 3 meses num chambre de bonne (é assim que se escreve?) na rue Monge, quase esquina com o Saint Germain. Comia croissants de café da manhã na feirinha da praceta que tem ali mrgreen

Roberta
RobertaPermalink

Oi Riq e todos os tripulantes...
Quality Hotel Paris Orléans - Paris
185, boulevard Brune - 75014 Paris ... ouviu algo a respeito?
Bjus

Roberta
RobertaPermalink

Parece que é do lado que voce gosta Riq...ou não??

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Roberta, existem vááááários hotéis de Paris recomendados pelo povo daqui.

Use este post como índice:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/10/10/paris-pra-meilin/

Veja todos os comentários.

Pesquise também neste aqui:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/02/05/enquete-da-semana-hoteis-em-conta/

Leve em conta os que falam de boa localização, perto de boas estações do metrô.

Esse que você achou fica no fim da linha 4. É a linha mais útil do metrô, mas você vai estar numa ponta, longe de tudo.

Roberta
RobertaPermalink

Obrigadaa
To indo pra lah...

Si
SiPermalink

Ricardo, vc salvou as minhas ferias.O'timas dicas para um passeio em fam'ilia...Aproveitarei todas !!!!
Seu site 'e otimo, j'a recomendei para os expatriados daqui.Sucesso!

Marcelo
MarceloPermalink

Ricardo, um esquema mais barato, viajando de ônibus, ficando em albergue e parando em várias cidades é furada no inverno europeu??
Estou planejando uma viagem de 1 mês com alguns amigos meus, indo para diversas cidades: Roma, Florença, Milão, Veneza, Salzburg, Vienna, Praga, Berlin, Amsterdan, Bruxelas, Paris, Londres e Barcelona. Tenho todas as roupas próprias pra inverno e pra neve mas não sei quais cidades valem a pena conhecer no inverno....

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Marcelo, a dobradinha ônibus + albergue é, de longe, a maneira mais barata de zanzar pela Europa.

O bom dessa época é que os albergues estão mais tranqüilos; vocês podem mudar o itinerário como quiserem.

Você viu que existem passes da Eurolines?

Só não exagerem no castigo corporal: fazer viagens noturnas nesses ônibus de assento duro e sem muita inclinação é mais sacrifício do que vocês merecem. Eu estudaria o roteiro para prever trechos curtos, se possível de não mais do que quatro horas de viagem, pra não passar o mês inteiro dentro do ônibus...

Cynthia
CynthiaPermalink

Oi pessoal

Alguém conhece o Hotel Riviera, em Paris?? É bom?
Queria saber principalmente o que vcs acham sobre a localização dele.
Já está reservado...

Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Cynthia, se for esse aqui,
http://www.hotelriviera-paris.com/english/welcome.html ,
parece bem simpático. Não encontrei resenhas no Trip Advisor.

A localização é elegante, mas não é central. Você vai estar a uma caminhadinha do Arco do Triunfo, mas a uma loooonga caminhada da parte mais comercial dos Champs-Elysées.

O metrô que você vai pegar mais vai ser a linha 1, Porte Maillot-Château de Vincennes. A estação que você vai mais usar é a Charles de Gaulle-Étoile. É uma linha que desce os Champs-Elysées e então segue mais ou menos paralela ao Sena (mas não exatamente à margem). É ótima para turistar -- leva aos Champs-Elysées, ao Grand Palais, à Place de la Concorde (onde você faz uma baldeação para a Torre Eiffel, e também pode trocar de linha para ir a Montparnasse), ao jardim das Tulherias, ao Louvre, a Notre-Dame & île Saint-Louis (desça em Châtelet), ao Marais (desça em Saint-Paul) e à Bastilha.

A estação mais perto do seu hotel é a Ternes, da linha 2, Porte Dauphine-Nation. Não é uma linha lá muito interessante, porque segue pela extremidade norte de Paris, meio que acompanhando os limites da cidade. Acho que você só vai pegar essa para ir a Sacré-Coeur e Pigalle (onde há uma noite meio bas-fond, meio moderninha, meio barra) -- ou para uma eventual baldeação que seja mais conveniente do que pela linha 1.

http://www.urbanrail.net/eu/par/paris.htm

Robson
RobsonPermalink

Olá, desculpe mas é a primeira vez que entro aqui e nem sei se este é o lugar adequado para postar no site, mas foi o único que achei.r.s.

Estou para ir a Portugal (Lisboa), porém meu voo irá para França (Paris). Eu não conheço nada lá e não sei falar Francês, apenas Inglês intermediário. Em Portugal estarei em casa, com amigos e lingua fácil, mas pretendo aproveitar minha passada por Paris e ficar uns 2 dias pra conhecer alguns pontos turisticos de lá. Tenho algumas dúvidas, se alguém puder me ajudar, agradeceria.

Alguém conhece algum hotelzinho barato e perto das coisas legais e de fácil acesso em Paris?

Pretendo ir depois pra Portugal via Madri, é melhor ir de trem ou de avião?

Obrigado, Robson

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Robson, leia sobre Paris aqui:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/10/10/paris-pra-meilin/

De Paris a Lisboa são 20 horas de trem, sem passar por Madri (via Salamanca). Se quiser passar em Madri, são 14 horas a Madri, e depois mais 11 a Lisboa (somente noturno).

O melhor é voar. Inclua o trecho Paris-Lisboa (ou Paris-Madri-Lisboa, se você parar em Madri) na sua passagem intercontinental.
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/10/18/simulador-vnv-superviagem/

Você também pode fazer esse(s) trecho(s) por companhias low-cost. Pesquise aqui:
http://www.skyscanner.net

Majô
MajôPermalink

Robson, meu sobrinho esteve no Mercure, em Montparnasse, super bem localizado http://www.accorhotels.com/accorhotels/fichehotel/pt/mer/0905/fiche_hotel.shtml
Em qualquer estação de metrô, vá à bilheteria e peça o plan de la cité ( pronuncia-se citê) é om mapa das linhas de metrô, e de ônibus. Os ônibus são uma boa opção de transporte, além de civilizado é barato, 1,80 euros. Fora que você vai conhecendo a cidade que é linda. O metrô é excelente, percorre a cidade toda.
Se você estiver por lá no domingo, vá às pontes do Sena.
Qualquer dúvida pergunte aqui que todo mundo ajuda.

Familia Lomonaco - Franca

Parabéns (e obrigado) a todos pelas dicas. Mas precisamos de mais! Estamos em fase de preparação de nossa viagem para Europa, saindo 24-12 e retorno 31-01. Roteiro pretendido = Londres -> Paris (onibus), Paris (Loire, Monaco, Genova, Pisa, Firense, Veneza e Roma (carro, leasing) e retorno a Sampa direto de Roma. Por favor, apreciaríamos dicas...refeições, pedágios, hospedagem (de preferência sem reservas, mas localizando alguma cidadezinha em cada etapa). Pls, ajudem!!!! Obrigado. Jose Antonio Lomonaco (e família) agradecemos.

Cynthia
CynthiaPermalink

Ricardo

Muito obrigada pelas dicas, ficamos mais tranquilos agora. Vou fazer um roteiro certinho para ir já sabendo os metrôs que temos que pegar para cada lugar, para não perder tempo fazendo isso por lá.

Seu site é o máximo, tem nos ajudado muito e nos inspirado para muitas outrtas viagens. Beijos e parabéns pelo sucesso.

Cynthia
CynthiaPermalink

Ricardo

Esqueci de dizer: é esse hotel mesmo!! smile

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Caros Lomonacos,

Em primeiro lugar, obrigado por lembrar da alternativa ônibus entre Londres e Paris. Eu sempre esqueço. Para quem está interessado: a viagem dura 8 horas, e custa entre 27 e 50 euros, dependendo da tarifa que você conseguir. O site é http://www.eurolines.com .

Vocês vão ver em outros lugares deste blog que eu não sou muito chegado a viagens de carro, por causa das cidades grandes (e também do clima no inverno). Mas com um mês de viagem e em família a coisa muda de figura. Só veja se a bagagem da família cabe no porta-malas do carro que você escolheu.

O site com o qual você precisa se familiarizar é esse aqui:
http://www.viamichelin.com

Ele mostra o melhor caminho entre quaisquer pontos na Europa -- informando a distância e o gasto total em pedágio, além de uma estimativa de tempo de percurso e de gastos com combustível.

Imagino que, tirando o tempo que vocês vão passar em Londres e Paris, vocês vão ter uns 28 dias com o carro. (Só peguem o carro ao sair de Paris; antes, ele só vai atrapalhar.) A rota de vocês já é suficientemente ambiciosa para 4 semanas, então não vou inventar nada que esteja fora do caminho recomendado pelo Michelin.

Saiam de Paris a Tours, para ver o Vale do Loire. De Tours, desçam a Lyon. De Lyon a Aix-en-Provence (fiquem uns dias, para passear pela Provence). De Aix a Nice (base para passear pela Côte d'Azur e Mônaco). De Nice a Gênova (passando por Portofino). De Gênova a Florença, passando por Cinqueterre. Montem base em Florença para uns dias na Toscana. Continuem a Veneza. Desçam a Roma, entreguem o carro ao chegar.

Posts que podem ser úteis:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/08/28/vale-do-loire-pra-mariana/
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/22/italia-pra-aluna-da-carla/
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/06/02/fujadafilacom/
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/08/26/europa-aviao-trem-ou-carro/
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/21/a-primeira-viagem-a-europa/

Quanto a viajar sem reservas, não é aconselhável entre o Natal e o Réveillon, não. Passando o Réveillon, porém, já fica tranqüilo. Como disse para a Sandra um pouco acima, acho que vocês vão encontrar o ritmo ideal para vocês depois de uma semana. Creio também que o tempo vai influir na velocidade ou no ânimo de explorar as redondezas: com sol, tudo vai ser lindo; com chuva, vai dar mais vontade de ficar em cidade grande e aproveitar a oferta de coisas para fazer em ambiente fechado.

Invistam num GPS; vocês vão precisar. Mas mesmo com o navegador, evitem entrar nas cidades grandes -- dá um trabalhão, mesmo guiado. Na França há redes de hotéis baratos que se localizam na estrada, um pouco fora das cidades. A mais em conta é a Étap, da Accor, que tem 268 hotéis na França. A Itália não é tão bem servida por essas redes. A que está mais presente é o Ibis, também da Accor, que custa um pouquinho mais que o Étap e tem apenas 11 hotéis na Itália.

http://www.etaphotel.com/reservez/fr_top.jsp?ecran=rech_par_carte
http://www.ibishotel.com/pt/reservation/liste_hotels.shtml

Aprenda a fazer reservas nesses sites, e também no Venere, que é uma ótima central de reservas para hotéis em conta. Na véspera de seguir viagem, percam meia hora no cybercafé e a etapa seguinte estará resolvida.

http://www.venere.com

Para comer bem sem gastar muito, eu seguiria as dicas do Lonely Planet, que é bíblia dos mochileiros. Encomendem um Lonely Planet France e um Lonely Planet Italy; é um bom investimento. Mesmo que ninguém da família seja um ás no inglês, dá para entender fácil o tipo de restaurante, o nível de gastos e como chegar.

http://www.amazon.com/Lonely-Planet-Italy-Damien-Simonis/dp/1741043034/ref=pd_bbs_sr_1/103-6184477-0017466?ie=UTF8&s=books&qid=1193003695&sr=8-1

http://www.amazon.com/Lonely-Planet-France-Nicola-Williams/dp/174104233X/ref=pd_bbs_sr_1/103-6184477-0017466?ie=UTF8&s=books&qid=1193003774&sr=1-1

Para aprender a usar o Via Michelin e o Venere, siga as instruções da Sylvia:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/07/02/netcurso-sylvia-aprenda-a-viajar-em-5-cliques/

Sylvia
SylviaPermalink

Riq & Lomonacos :
Ao menos na alta estação ( no inverno eu não sei ) muitos hoteis que
estão no venere são reconfirmados por e mail ( leva umas 48 horas para efetivar a reserva ) . Neste caso , precisando reservar um dia antes
copie e cole o nome e endereço do hotel no google , encontre o site do
hotel e faça a reserva diretamente por telefone .

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

E eu agüento de ansiedade, Sylvia? Eu só vou em hotel com reserva onlainíssima lol

(Agora, sério: muito bem observado!)

Carlos
CarlosPermalink

Oi para todos.
Consegui umas passagens grátis pela Tam para Frankfurt em janeiro voltando dia 5/02 e estou na maior duvida se vou ou não. Tenho férias só em janeiro e julho e odeio o calor, mas não sei se no inverno vou poder aproveitar as cidades. Queria conhecer as principais cidades da Alemanha, Amsterdã, Bruxelas, Luxemburgo e Praga. Vcs acham que a viagem vale? irei sozinho e me preocupo de no inverno não conseguir aproveitar e as cidades estarem muito vazias e com o astral de tristeza.....e se eu não for agora só em 2009!!
Me ajudem
Forte abraço
Carlos

Majô
MajôPermalink

Carlos, a Alemanha é linda. Vá à Bavária, você vai passar por pequenas cidades e lagos lindos. Atravessei sozinha de carro até Salzburg que também é linda. Eu não me esqueço do cemitério de lá é uma jóia. Dormi uma noite em Salzburg e voltei para Munich. Baden Baden também é uma gracinha. As estradas na Alemanha são ótimas.

Campana
CampanaPermalink

Olá a todos !!

Grato pelas dicas , li todos os posts praticamente , irei para Alemanha no final de dezembro
e ainda farei o roteiro das cidades que irei , estaremos ( eu e minha esposa ) com amigos, sendo que um casal já está lá pois estão fazendo um intercâmbio na Alemanha , a princípio vamos passar o ano novo em Praga , dizem ser um dos melhores na Europa ( e pelo jeito um dos mais gelados ) confesso que desanimei um pouco da viagem lendo os primeiros posts , mas como nunca fui a Europa e estaremos em uma turma de umas 8 pessoas só vai ser ruim se acabar o cerveja no dia 31 por lá, o que acho impossível !! rs .. ( quero tomar as especiais de Natal ... 7~8% de álcool ,não há frio que resista ..rs )

Todas as dicas de vestimentas foram ótimas e quero agradecer , sou de Curitiba e sei que nem de perto nosso frio se compara com o da Europa , gostaria de dicas sobre botas impermeáveis para andar na neve ( marcas e preços se possível ) que se encontra fácil na Alemanha e também de casacos para enfrentar o ano novo em Praga , custa quanto um bom casaco ? pergunto isso pois tenho de quem emprestar aqui no Brasil mas não queria levar esse volume e peso e inclusive pretendo deixá-los lá e não trazê-los ( tanto botas quanto casaco ) e a conta também vai ser em dobro pois irei eu e minha esposa .... conheci um Alemão que participa deste mesmo intercâmbio, quando ele estava aqui no Brasil o mesmo falou que compra muito roupas usadas em brechós pela Europa e que se encontra a preços quase simbólicos roupas em excelente estado ( inclusive aqui no Brasil ele estava com uma jaqueta de couro que ele pagou 10 Euros´, e estava em excelente estado mesmo e muito bonita por sinal ) e já que vou usar alguns dias e deixar por lá mesmo não tenho o mínimo de preconceito em comprar algo usado em um brechó ( nosso cultura é meio preconceituosa quanto a isso, temos que reconhecer , e o Europeu não tem o mínimo de preconceito de comprar um produto usado, inclusive quando eu falei para ele que essa prática no Brasil não era comum , era mais comum nas classes menos abastadas tive que dar uns 89 Chopps para acalmar o Alemão pois me expressei mal , bem muitos aqui já discutiram com um Alemão né ? mas me fiz entender que era cultural e que eu compraria um produto usado na boa e ficamos amigo novamente .. rs , talvez eu até encontre ele e ele me leve no brechó na Alemanha ... rs ) .... e aí alguém já comprou algo usado em brechós na Europa .. principalmente roupas de inverno ?? talvez seja até uma dica para muitos que estão preocupados com roupas para neve ....

Obrigado a todos pela atenção

Campana

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Para o Carlos:

Priorize as cidades grandes -- Colônia, Bruxelas, Amsterdã, Hamburgo, Berlim, Munique, Praga -- onde sempre há o que fazer.

Aproveite os dias bonitos para fazer passeios aos arredores.

A vantagem da baixa estação, e de poder fazer uma viagem longa como a sua, é que dá para ir fazendo as reservas pelo caminho, e adaptando a viagem ao tempo e ao seu humor.

Leia os comentários que eu fiz para a Sandra, em outro post, a partir deste aqui:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/21/a-primeira-viagem-a-europa/#comment-31552

Sylvia
SylviaPermalink

Campana :
Sentir frio é sinonimo de ficar doente sad
Leva o que tens , um de cada , e ao chegar pergunta no local onde vais te hospedar qual a melhor forma de encontrares o que procuras.
Antes de voltar podes voltar ao mesmo lugar e vender o que não queres mais .

Carlos
CarlosPermalink

Majô e Ricardo!

Vcs me animaram um pouco mais a viajar. Obrigado pela ajuda!
Vcs já foram para lá nesta época de inverno rigoroso? Não corro o risco de pegar as coisas fechadas e as cidades sem atrações? Como tinha dito, irei sozinho, porém gosto de conhecer pessoas por lá. Irei ficar em albergues e ir meio sem dstino, mas não sei se no inverno esta é uma boa tática, pois ficar no frio sem ter pra onde ir é complicado!
Colônia, Bruxelas, Amsterdã, Hamburgo, Berlim, Munique, Praga são boas então pra se visitar no inverno?
Mais alguma sugestão?

Sylvia
SylviaPermalink

Carlos ! Quando a gente pode escolher, quando temos como negociar
o período de férias , a gente evita viajar para lugares onde sabidamente
o clima não é amigável .
Europa no inverno é frio, muito frio, congelante mesmo .
Quer saber o que é bom para visitar no inverno ? Qualquer lugar na linha
do Equador .
Queres sugestões ?
Se não vais casar , visitar alguem doente , e podes tirar ferias em outro
período deixa a Europa para o outono ou primavera .

Carlos
CarlosPermalink

Outra coisa..... alguém já foi em Karlovy Vary, Republica Tcheca? Vi uma filme “Férias da minha vida” (o filme é fraquinho) que a atriz, Queen Latifha, viajava pra lá no inverno...fiquei louco pra conhecer pois a cidade parecia um quadro!! Alguém conhece? Ela realmente vale a visita?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

He he, Carlos, não é que sejam boas para visitar no inverno; se você voltar lá no alto do texto principal do post, vai ver que eu penso igualzinho à Sylvia.

Ficar nas cidades grandes apenas é mais confortável, porque há mais coisas para se fazer em ambientes fechados e mais chance de conhecer gente.

O problema das cidades pequenas é que toda a vida colorida e pitoresca que acontece ao ar livre nas estações mais amenas simplesmente desaparece. Se o tempo estiver feio, você não vai achar graça nem em fotografar.

Dias bonitos, porém, fazem maravilhas pelo seu humor e pelo cenário.

Se você não tem como escolher outra época, então adapte-se às circunstâncias: exija menos de você e dos lugares; concentre-se na vida cultural, gastronômica e baladeira; tenha sempre um plano B para dias chuvosos-ventosos em que é deprê sair para visitar monumentos e cartões-postais ao ar livre.

Viajar nessa época é por conta e risco do freguês...

Majô
MajôPermalink

Carlos, esta viagem que eu falei para você fiz em março, ainda estava beeem frio, mas os dias lindos, então o passeio pela Bavária foi muito bonito.
O tempo anda muito louco, mas acredito que em janeiro esteja o auje do inverno, muuuito frio. Como o Riq disse você não terá prazer de passear pelas ruas, vai querer entrar em lugares fechados onde tenha calefação.
A 1a viagem que fiz à Europa foi nesta época, janeiro e fevereiro, peguei dias com chuva e muito frio e outros com sol lindo, ficamos em capitais e também passeios à outras cidades.
Você falou sobre cidade Tcheca, o Riq fez um post ontem sobre Olomuc, uma cidade Tcheca pouco conhecida que está no blog da Carla. Dá uma olhada http://madeincarla.wordpress.com/2007/10/05/a-praga-oriental/

Hoje em dia há roupas térmicas que ajudam a aquecer.

Carlos
CarlosPermalink

ok. muito obrigado a todos vcs. vou pensar bem no que fazer, pois não vou para lá só por que estou com uma passagem grátis...posso trocar por outro trecho. vou balancear bem os prós e os contras. sempre tive a intenção de ir na primavera, mas como estou fazendo uma pós, só me restou os meses de férias, ou seja, calor desgraçado ou frio de rachar. em 2009 tenho o ano todo pra viajar, pois ai terei acabado meu curso. acho vou rever bem os lugares e se achar que vale esperar viajo mesmo em 2009 e torcendo pro euro e o dólar não subirem muito. gostei muito deste site e valeu os conselhos de vcs três. vou decidir o que fazer e neste meio tempo continuo olhando as opiniões de vcs. Grande abraço!
Carlos

Sylvia
SylviaPermalink

Carlos , quanto ao euro/dolar é bem facinho de resolver :
compra tudo o que precisas , coloca embaixo do colchão e
gasta quando quiseres smile sem fazer conta nenhuma :roll:

Majô
MajôPermalink

oops auge

Familia Lomonaco - Franca/SP

Obrigado a todos. As dicas realmente valem!! Quanto postei a mensagem, esqueci de dizer que vamos ficar em Londres entre 24-12 e 03-01. Por isto, e apesar disto, as dicas ainda assim ficaram maravilhosas. Vamos analisar com carinho, e na nossa volta, prestaremos outros depoimentos com dicas adicionais. Lomonaco.

Adriana
AdrianaPermalink

Olá Ricardo,
Seu site é o máximo e esta enquete veio a calhar neste momento que estou definindo meu roteiro de férias. Irei com minha família para a europa no fim de dezembro e inicio de janeiro e pretendemos ficar aproximadamente 15 dias. A idéia inicial é passear pela Itália e finalizar com uma passagem por Paris e gostaria que você me ajudasse a montar um roteiro que pudéssemos apreciar junto às nossas crianças (3 filhos de 4, 8 e 10 anos). O que me sugere?

Ellen
EllenPermalink

Oi gente!!

Estou indo para Londres na metade de dezembro, mas as pessoas já me assusturam tanto por conta do frio, que já ando tendo pesadelos!!! smile Moro em João Pessoa e já acho Brasília um gelo...
De qualquer forma fiquei mais aliviada com os relatos de vocês, excelentes conselhos também. Mas queria saber uma coisa, vocês já passearam usando pacotes de agências de turismo européias? Tenho um amigo que me aguarda em Londres e queria ver a possibilidade de comprar uns pacotes por lá: de Londres para França ou para Espanha, incluindo hospedagem. O que acham? Conhecem agências?

Um abraço e obrigada!

Sylvia
SylviaPermalink

Ellen :
Se não tens problema grave de mobilidade e/ou idade muito avançada não existe nenhuma razão para viajar em grupo, ainda mais se tens compania smile
Dá uma lida com calma no post " a primeira viagem a europa"
e em " vai viajar de trem pela a europa " e vais entender melhor o que
estamos falando aqui sb viajar independente smile

Sylvia
SylviaPermalink

Adriana :
Tudo o que precisas está aqui no blog .
Pesquisa no indice da primeira pg todos os paises e cidades que te interessam mais os dois posts que sugeri ai em cima para a Ellen .

Alê
AlêPermalink

Oi gente,estamos indo pra Europa no fim de dezembro e preparados pra passar frio.Ano passado fomos em outubro e ja sofremos um pouquinho.Passaremos reveillon em Lisboa e de la iremos a Paris.Gostariamos muito de ir a Brugges de trem,tipo bate e volta ,no mesmo dia.Como voces sugeriram, preferimos ter uma base em uma cidade grande ,portanto nao gostaria de dormir lá.Andei olhando em alguns sites os horarios de trem e sei que tem o Thalys que chega em Brugges a noite,portanto nao resolveria o meu problema.Gostaria de chegar pela manha e voltar a noite.Sera que alguem tem uma dica pra mim?Obrigada a todos.

Majô
MajôPermalink

Alê,

Eu fiz este bate volta à Bruges, saindo de Paris, mas não foi de trem. Foi uma van que nos pegou cedinho no hotel e voltou à tarde para Paris. Peguei folheto no balcão do hotel e funcionou muito bem. Havia um guia, éramos só 4 pessoas, e chegando lá passeamos à vontade, foi combinada uma hora de encontro para volta.
Fui no ano passado de Paris à Bruxelas, no Thalys, ida e volta no mesmo dia.

Majô
MajôPermalink

Mas, prepare-se que em Bruges em janeiro vai estar muuuuito frio.

Sylvia
SylviaPermalink

Desculpaêee Roberta .. só agora que voltei aqui para ler smile
Não tenho hotel preferido não .. minha preferncia é por localização.
Então, faço uma pesquisa em todos os atacadistas e procuro o hotel que
se encaixe nas necessidades ( n° de pessoas x euros ) .
A ultima vez que estive em Paris precisava de um quarto triplo e queria
que o quarto de casal fosse independente da terceira cama , ai tive que
abrir mão da localização em função do conforto . Hoje eu alugaria um
apartamento , nem iria pesquisar hotel .
Beto ! Que gostosura ! Adooro aquela feirinha smile

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Alê, são 2h30min. de viagem.
De manhã há trens freqüentes saindo da estação Paris-Nord, sempre aos 25 e aos 55 minutos de cada hora, com conexão em Bruxelas.

O melhor site para pesquisar horários de trem na Europa é o das ferrovias alemãs.
http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en

Adriana
AdrianaPermalink

Sylvia, obrigada pelas sugestões irei ler os posts.

A idéia é fazer uma viagem que respeite o ritmo das crianças sem ficar pulando muito de cidade em cidade por isso preciso escolher bem aonde ir para que a viagem seja interessante para elas. É aí que preciso mais da ajuda de quem conhece bem a Itália para me orientar em principalmente em relação ao itinerário, quanto tempo ficar em cada lugar, o melhor meio de locomoção e onde dormir. Inclusive sobre acomodação não sei qual será a melhor forma de me hospedar com 3 crianças. Aqui no Brasil geralmente peço aos hotéis que nos acomodem em apartamentos conjugados. Queria ver basicamente Roma, Florença Veneza e Paris mas se fosse possível incluir algumas cidadezinhas da Toscana e Emilia-Romanha seria legal também. O que vocês acham? Podem me ajudar?

Manuel Pires
Manuel PiresPermalink

Caro amigo.
Venho solicitar umas dicas. Vou sair do Brasil no dia 01/03/2008 e chegar em Savona no dia 16/03/2008 pretendo passar alguns dias e conhecer boa parte da Europa. Vou pegar um voo em Lisboa no dia 28/03/2008 para São Paulo. Pretendia passar por Paris Veneza, Monaco, Suiça (Alpes),Espanha Portugal. Queria algumas dicas sobre hospedagem, transporte. Tudo bem barato.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Adriana, para manter essa turminha controlada e aquecida acho que você vai precisar alugar um carro ao sair de Roma, então montar base em Florença e fazer um roteirinho por cidades que rendam histórias para crianças, como Assis, Pisa, San Gimignano. No caminho de Veneza dê uma paradinha em Verona, a propósito de Romeu e Julieta. Devolva o carro ao chegar em Veneza e boa sorte. (Vá de avião a Paris.)

Leia este post:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/22/italia-pra-aluna-da-carla/

Alê
AlêPermalink

Obrigada pelas dicas.Majo,voce se lembra do preço que pagou pela van?Somos cinco pessoas e talvez seja melhor que trem,o que vcs acham?Quanto ao frio tenho certeza que vai ser muito,mas é o velho problema de ter que viajar no periodo de ferias escolares ,pois desta vez minha filha estará nos acompanhando.Ricardo,vc acha necessario,se for de trem ,comprar aqui do Brasil?Abraços,Ale

Luisa
LuisaPermalink

Adriana, vou dar os meus palpites no teu roteiro tb, posso?

Em Emilia Romagna, os lugares mais interessantes, na minha opinião, são Ravenna e seus mosaicos, Ferrara e Modena. Parma e Bolonha são cidades sem grandes atrativos onde se come maravilhosamente bem. Mas não acredito que essa seja a região mais adequada para crianças.

Já a Toscana eu considero a região mais bonita da Itália, e as cidades que o Ricardo mencionou podem fazer a alegria da criançada, mas acho que nessa época do ano a Toscana fica meio prejudicada, porque o bonito da região não são apenas as cidades, mas a paisagem entre elas.

A Toscana é famosa também pelas suas colinas repletas de "vigneti" e castelos no topo, só que no inverno vai estar tudo seco e sem vida.

Se vocês forem passar o Natal aqui e gostarem de um friozinho, uma sugestão para adultos e crianças, é a Região de Trentino Alto Adige.

As cidades de Bolzano, Merano, Bressanone além de serem lindas (os Alpes como parte da paisagem), no Natal elas se enfeitam todas e fazem uns mercadinhos de Natal bem interessantes.

Esses mercadinhos são muito... "natalícios", quero dizer, refletem bem o que é o Natal na Europa (ou na Itália, pelo menos), com muito Papai Noel, música de Natal, neve, luzes piscando... Essa é a região para onde os italianos vão nessa época do ano com os filhos. Mas depois que passa o Natal, o charme vai embora.

Ah, qualquer que seja sua opção, um carro será muito bem vindo, só evite dirigir pelas auto-estradas nas sexta-feiras depois das 18h e no domingo a tarde, principalmente perto de cidades como Roma e Firenze, vc corre o risco de ficar parada com o transito intenso.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Excelente, Luisa! Eu revirei o meu HD cerebral e não achei nenhuma referência natalina italiana fora missas do galo lol Você matou a charada: o melhor lugar passar o Natal na Itália é... na Áustria mrgreen

Adriana: Bolzano fica a 160 km de Verona, 295 km de Veneza, e 118 km de Innsbruck.