Enquete da semana: Europa no inverno

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Hamburgo

Quando me pedem para destrinchar viagens à Europa no fim do ano e nas férias de janeiro, a minha reação inicial é tentar demover o perguntador. Me vêm à cabeça os dias curtos e gelados, às vezes molhados e ventosos, que desconvidam às caminhadas e deixam as fotos sombrias.

Claro que de vez em quando acontece aquele dia (ou, com sorte, aquela seqüência de dias) com céu claro e luz espetacular, em que as fotos saem mais bonitas do que nunca e você descobre o prazer de andar, andar, andar e não suar.

Mas na média acredito que não valha a pena torrar uma grana que nos faz falta para passar as férias brigando com as condições atmosféricas.

Mas se você só pode viajar no inverno europeu, bom, então sugiro que não monte um desses roteiros cheios de escalas e coisas para ver, ver e ver. O inverno é mais apropriado a experimentar.

Faça base numa cidade grande, aloje-se com conforto, e planeje seus dias em torno não de monumentos e vistas, mas de cultura e gastronomia. Fez um dia bonito? Ótimo, saia para para passear. Está chuviscando e ventando? Museu, cinema, exposição, visita ao mercado para fazer um piquenique no quarto. Alugar um apartamento é ideal: ao brincar de morador, você não sente o tempo passado em casa como perdido.

O inverno é uma época especialmente difícil para ir com dinheiro contado; ficar na rua o dia inteiro é muito mais tranqüilo no verão.

E você? Tem alguma experiência de férias no inverno europeu para contar?

E os nossos correspondentes europeus, o que dizem? O que podemos fazer para encarar a Europa no frio e aproveitar que os lugares não estão abarrotados de turistas?

Contem pra gente, pufavô...

Atenção: clique nas páginas anteriores da caixa de comentários para ter acesso a todos os relatos

531 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Majô
MajôPermalink

Marcos, não sei se eles topam museus. Quais as cidades que vocês pretendem conhecer. Se forem a Paris, podem ir também a Versailles e alguns castelos do Loire. A cidade de Paris é riquíssima em monumentos, é bom que tenham aulas ao vivo, não é qualquer um que tem esta oportunidade. Na Itália, vocês devem ir à Roma, podem ir à Florença e de lá à Siena e San Geminiano e à Veneza. Dá uma olhada no blog do Zé Brazil Bello Zero, ele fez recentemente viagem à Itália com os filhos adolescentes.

Sylvia
SylviaPermalink

Marcos , a tua pergunta sb programação interessante na Europa com
aborrecentes vou responder com outra:
Tu te incomodas se eles virarem adultos viciados em viagens ?
:roll:
Com 13 e 15 anos todas as descobertas são fantásticas e o melhor a fazer
são exatamente os mesmos programas dos adultos : conhecer e aprender.

fernanda
fernandaPermalink

Queria uma ajuda sobre um roteiro de 12 dias na Italia, no fim de março, partindo de Milão. Pensei em começar de Milão pq estamos vindo de Genebra provalvemente de trem. Gostariamos de descer até Liguria, Toscana.... de carro conhecendo as cidades menores. Aguardo sugestões. Obrigada

Majô
MajôPermalink

Marcos,
Eu esqueci de colocar o link do blog do Zé http://brasilbelowzero.wordpress.com/ que fez a viagem com os 2 filhos adolescentes. Sei que gostaram. Choque de cultura é sempre bom.

Fernanda,
Fiz um roteiro de 13 dias inteiros pela Sicilia, partindo exatamente de Milão, caso queira dar uma olhada http://majots.wordpress.com

Luisa
LuisaPermalink

Oi Fernanda
12 dias entre Toscana e Liguria dá pra ver muita coisa! Vou dar os meus palpites, seguindo os meus gostos pessoais, porque vc não deu muita dica do que exatamente vc está procurando, só disse que quer conhecer cidades pequenas...
Pois bem, eu não gosto de ficar fazendo check in e check out em hotel todo dia, prefiro me estabelecer num lugar e desbravar a região.
Na Liguria, ficaria uns 4 ou 5 dias e me estabeleceria em Portovenere, deixaria o carro em algum estacionamento para conhecer as Cinque Terre de barco e só pegaria o carro para visitar Portofino, Santa Margherita Ligure e talvez Genova (eu não gosto muito de Genova).
Na Toscana, eu passaria uma semana, me estabeleceria em Siena e não deixaria de ir a San Gimignano e a Pienza e escolheria umas duas vínicolas pra visitar: uma em Montalcino (não é todo dia que dá pra beber Brunello de graça e comprar umas garrafas a preço de custo) e uma outra em Chianti.
Como vc mencionou as cidades pequenas, não sei se vc já esteve em Firenze, mas é sempre bom voltar, nem que seja só pra comer uma "fiorentina".

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Opa! Vou dar um control-C e um control-V... espero lembrar de revelar a fonte grin

fernanda
fernandaPermalink

Oi Luisa, não conhecemos nada da Italia, como estamos indo esquiar em Val D'Iserè vamos aproveitar e dar uma esticadinha nessas regiões. Estavamos pensando em montar 2 ou 3 bases. Uma na Liguria e as outras na Toscana (firenze e Siena). Se alguém tiver dicas de hotel e restaurantes simples, com boa comida e bom vinho pode me mandar. Será melhor pegar o voo de volta pra SP de Roma? Luisa já anotei suas dicas.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Fernanda, você pode voltar a partir de Roma, de Florença ou de Pisa -- peça para seu agente orçar todas as possibilidades com desembarque na Suíça e embarque numa dessas cidades da Itália.

Luisa
LuisaPermalink

Fernanda, o bom da Itália é que pra comer mal tem que se esforçar, só mesmo naqueles lugares tipicamente feitos pra turista, que têm cardápio na porta mostrando a foto do prato, com legendas em japonês.

Eu normalmente escolho os restaurantes e hoteis no guia Michelin e sempre me dei bem, principalmente aqueles assinalados com "Bib gourmand e Bib hotel" e aqueles que têm o símbolo das moedinhas do lado. Vai depender do que vc está com vontade de comer e de pagar.

De qualquer maneira, na Liguria não deixe de comer troffie al pesto (o melhor pesto da Itália vem dali) e a focaccia que também é ligure.
A Toscana é onde se bebe e se come melhor em toda Itália (páreo duro com o Piemonte), em Firenze, o prato típico é a fiorentina (um bifão alto de chianina). Mas isso vc encontra em qualquer guia de viagem.

O que os guias não dizem é que em Montalcino tem uma vinícola chamada Tenuta Il Poggione que fabrica um Brunello de Montalcino que ganhou pontuação máxima no Guia da Associação Italiana de Sommeliers (2007) e que custa apenas 30 euros a garrafa (a média de preço de Brunello, com a mesma pontuação, gira em torno de 100 euros).

Boa viagem

Raquel
RaquelPermalink

Olá pessoal!

Estou viajando para Paris e Londres em janeiro com meu marido.
Vamos ficar nos seguintes hotéis: Normandy em Paris e Tristle Euston
Hotel em Londres. Alguém sabe me dizer alguma coisa desses hotéis? Foi uma boa escolha?
Não falamos inglês (só o básico mesmo) e muito menos francês. Dá pra sobreviver lá nessas condições? Ficaremos seis dias em Paris e cinco dias em Londres.
Vale a pena conseguir um guia portugues lá? Caso positivo, como conseguimos um?
Comida lá é muito cara? Onde e o que comer sem pagar muito caro?
O que devemos levar de roupas e calçados daqui e o que devemos deixar para comprar lá?
City Segway Tours: vi que fazem passeios em grupos com esses "patinetes" (acho que o nome é esse). São legais? Há guias que falam português?
Qual o peso máximo da bagagem para nao pagar excesso?
Vamos começar a viagem por Londres. Dizem que o serviço de imigração em Londres é muito mais rigoroso que em Paris. É verdade? Corremos o risco de não conseguirmos entrar em Londres, mesmo estando com hotéis reservados, pacotes comprados, passagens de volta etc?
Desculpem o bombardeio de perguntas, mas já me colocaram tanto medo...

isabelle
isabellePermalink

OLA.ALGUEM PODERIA ME AJUDAR?ESTOU QUERENDO IR DE FRANKFURT A FUSSEM E MUNICH NO FINAL DO ANO NO PERIODO NO NATAL.É POSSIVEL IR DE CARRO ALUGADO OU MELHOR TREM POR CAUSA DA NEVE? AGUARDO RESPOSTA.OBRIGADA ISABELLE

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RAQUEL, consulte esse link aqui abaixo para ver fotos e informações sobre o Normandy:

http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g187147-d197421-Reviews-Normandy_Hotel-Paris_Ile_de_France.html

Para o Thistle Euston consulte este aqui:

http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g186338-d193668-Reviews-Thistle_Euston-London_England.html

Sobre preços: sim, tudo é caro, mas aos poucos vc vai encontrando o SEU lugar pra comer "barato". a única coisa que eu diria é que se você queria destino econômico não deveria eleger um dos mais caros do mundo: Londres.

Acho o Seagway muito caro e não vejo qualquer necessidade de arrumar guias locais em português para você conhecer as duas capitais. Minha recomendação é que compre no Brasil os guias visuais da Folha (de São Paulo). Conheça-os aqui neste link:

http://publifolha.folha.com.br/catalogo/categorias/63/

Tire cópias xerox das páginas mais importantes para não ter que levar os pesados guias. Granpei cada caderninho por seção, por museu ou localidade e você pode ir jogando fora assim que os visitar.

Arrume bons mapas (em Paris e Londres você os consegue de graça em todos os hotéis) e localize-se.

LONDRES é uma cidade pequena e com excelente metrô, fácil de andar (toem cuidado EXTREMO ao atravessar as ruas, por causa da mão-inglesa, a gente sempre olha pro lado contrário e são comuns atropelamentos) e basta ir lendo o guia e situando-se no mapa.

PARIS é a cidade mais bem provida de metrô de todo o mundo. É fácil andar de metrô se vc aprar para compreender o sistema e as ligações entre as linhas.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Complementando, Raquel, os serviços de imigração em Londres são os mais rigorosos e educados que já conheci. eles perguntarão o propósito de sua viagem, perguntarão o hotel onde se hospedará e quanto leva de dinheiro e cartão de crédito. LEVE impresso junto ao passaporte um programa de sua viagem com os dias de sua viagem e os endereços dos hotéis de Paris e Londres para mostrar ao oficial da imigração. Cumprimente com um " good morning" gentil e olhe nos olhos e permanceça tranquila. eles perguntarão se você conhece alguém no país, se vai visitar algum parente e vc deve responder a verdade. Se for mesmo só a passeio, evidentemente que nada deve temer. Tendo as passagens de ida e volta e hotéis vc não correrá nenhum risco, fique absolutamente tranquila. diga que está viajando de férias em turismo (tente falar em inglês por pior que seja!).

Bagagens para vôos internacionais intercontinentais são DUAS malas de 32 Kg cada por pessoa (total de 4 malas). Todavia, entre Paris e Londres (se for de avião) poderá ser de 20 Kg cada mala (40 ao todo). Informe-se com a cia aérea e no bilhete que vc tem em mãos ou consiulte seu agente de viagens,e specialmente sobre a questão do trecho entre Paris e Londres.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Isabelle, de Frankfurt a Munique são 400 km, e de Munique a Füssen, mais 130 km.

De trem são 3h10 de Frankfurt a Munique, e 2h de Munique a Füssen. Querendo ir direto, as baldeações mais imediatas são em Augsburg; dá entre 5h e 5h30min. entre Frankfurt e Füssen.

Eu não dirigiria a nenhum lugar onde eu pudesse chegar de trem. Sobretudo no inverno. Mas isso é uma questão de gosto pessoal e, com mais gente a bordo, de fazer as contas.

Carlos
CarlosPermalink

olá !!
confirmei minha viagem e estou indo para Europa dia 11/01 e volto dia 05/02. Meu roteito por enquanto é o seguinte:
Frankfurt, Zurich, Genebra (achei um pouco fora de rota e não sei se vale ir), Bern, Interlaken (quero passar somente umas horas), Wegen (irei esquiar uma semana lá), Munich, Karlovy Vary, Praga, Berlin, Colonia.
Alguém tem alguma dica, pois não fechei o roteiro e não sei se todas estas cidades valem a pena ir...e se tiver alguma outra cidade na rota que vale a visita, me digam.
Abaços a todos!

Patricia
PatriciaPermalink

Bom, eu tinha zilhões de dúvidas para tirar - estou desembarcando em Paris no dia 10 de janeiro com minha mãe, que mora no Nordeste, e com meu filho, de 8 anos -, fico 6 dias lá e depois desço para Portugal para mais 14 dias, mas não vou precisar fazer nenhuma pergunta. Tudo respondido. Só expert por aqui. Bj a todos.

Raquel
RaquelPermalink

Ricardo,

Esclareça minhas dúvidas, por favor?
O Arnaldo já me alivou com as informações que colocou.
Mas ainda tem um monte de coisas que queria saber.
Dê uma olhadinha no que perguntei lá em cima e me ajude...
Um abraço

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Eu tinha mais informações, Raquel, mas ficaram presas ....

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Já liberei, Arnaldo!

Assino embaixo de tudo o que o Arnaldo diz, Raquel!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Obrigado, RIQ, pensei que tivesse feito uma ENORME M....

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Obrigado, RIQ

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu que bobeei, Arnaldo! Desculpa!

isabelle
isabellePermalink

OLA.RICARDO MUITO OBRIGADA PELA SUA AJUDA.ACABEI ME EXPRESSANDO MAU.GOSTARIA DE SABER SE É POSSIVEL FAZER O TRAJETO DE CARRO E IR PARANDO EM ALGUMAS CIDADES.ESTAREI VIAJANDO COM A FAMILIA ,MAS TENHO DUVIDAS DERVIDO AO CLIMA.HA NEVASCA FORTE? AS ESTRADAS FECHAM COM FREQUENCIA/ SERIA MUITO ARRISCADO?MELHOR SERIA O TREM DEVIDO A NEVE?NAO TENHO MUITA INFORMAÇAO SOBRE SE DA PARA IR DE CARRO OU NAO/QUAIS AS DIFICULDADES?OBRIGADA SE PUDER ME AJUDAR ISABELLE

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Também nunca dirigi na neve, Isabelle. Mas há risco de nevascas, há risco de estradas fecharem, pode haver a necessidade de usar proteção nas rodas, é mais econômico viajar de carro com família, é possível parar no caminho.

Eu, particularmente, não faria essa viagem nessas condições, mas neste post mesmo há muita gente que apóia a idéia. É uma questão de gosto e de cálculo, como te falei.

Alessandro
AlessandroPermalink

Isabelle: A probabilidade de enfrentar bastante neve aqui na Alemanha, em janeiro, é bastante grande. A rodovia entre Frankfurt e Munique é bastante movimentada e, nao raramente, congestionada. Mas, assim como toda rodovia alema, muito bem sinalizada e segura.
O trem no trajeto Frankfurt-Munique é caro, pois deve ser feito com o ICE. Já entre Munique e Füssen é bem barato, já que é um trem regional (viajando em grupo de até 5 pessoas, é baratíssimo).
Infelizmente, estamos enfrentando um período de greves de trens na Alemanha, como nunca teve, mas espero (e acredito) que em janeiro já esteja tudo resolvido.

Zé
Permalink

Pessoal, se der para evitar, please, não dirijam na neve. Tenho uma certa experiência em dirigir na neve e posso afirmar: é complicado; a neve é traiçoeira, principalmente à noite, onde pode haver "black ice" - camada fina de gelo na estrada que não dá pra enxergar. O "black ice" se forma quando não está muito frio durante o dia e a neve derrete e, à noite, quando a temperatura baixa, aquela camada fininha de neve derretida congela novamente formando gelo. É um PERIGO! Além disso, dirigir com nevasca sem ter experiência de estrada nessas condições é pedir pra acontecer um acidente. Já dirigi uma vez com nevasca, por 5 minutos apenas - fui pego de surpresa quando estava subindo uma montanha aqui em Vermont -, e quase morri - não de acidente com o meu carro, mas de infarto, pois o stress foi grande. Portanto, pensem duas vezes antes de sair por aí dirigindo na estrada com neve, OK? mrgreen

Zé
Permalink

Pessoal, se der para evitar, please, não dirijam na neve. Tenho uma certa experiência em dirigir na neve e posso afirmar: é complicado; a neve é traiçoeira, principalmente à noite, onde pode haver "black ice" - camada fina de gelo na estrada que não dá pra enxergar. O "black ice" se forma quando não está muito frio durante o dia e a neve derrete e, à noite, quando a temperatura baixa, aquela camada fininha de neve derretida congela novamente formando gelo. É um PERIGO! Além disso, dirigir com nevasca sem ter experiência de estrada nessas condições é pedir pra acontecer um acidente. Já dirigi uma vez com nevasca, por 5 minutos apenas - fui pego de surpresa quando estava subindo uma montanha aqui em Vermont -, e quase morri - não de acidente com o meu carro, mas de infarto, pois o stress foi grande. Portanto, pensem duas vezes antes de sair por aí dirigindo na estrada com neve, OK? mrgreen

Zé
Permalink

Sorry, Riq, duplicou o meu comentário aí de cima. Pó deletar grin

Jaqueline
JaquelinePermalink

Sylvia e Ricardo, muito obrigada pelas informações!!! Vão ser muito úteis...

Agora estou planejando os meus roteiros em cada cidade, deslocamento, museu, teatro, restaurante, essas coisas... Se não for pedir demais, vcs conhecem algum site que forneça tais informações??? Relembrando, estarei na França, Itália, Espanha, Portugal, Suiça, Holanda e Inglaterra (principais cidades).
Outra dúvida cruel é a respeito do orçamento... vcs têm uma média de gasto diário nesses lugares, tirando gasto com albergue e transporte entre as cidades??? (estarei sozinha, em albergue já pago, e querendo gastar o mínimo possível).

Mais uma vez, muito obrigada pela atenção!!!

Carlos
CarlosPermalink

Oi para todos.
Desculpem a insistência, mas alguém tem alguma sugestão do meu roteiro de viagem em janeiro e fevereiro: Frankfurt, Zurich, Genebra (achei um pouco fora de rota e não sei se vale ir), Bern, Interlaken (quero passar somente umas horas), Wegen (irei esquiar uma semana lá), Munich, Karlovy Vary, Praga, Berlin, Colonia.
Alguma destas cidades não vale a pena ser vista no inverno? E albergues? Alguma sugestão de albergues nestas cidades?

Raquel
RaquelPermalink

Arnaldo,

Muitíssimo obrigada por suas dicas.
Tô com muito receio por causa desse problema de não sabermos falar nenhuma das duas línguas...
Mas não queriamos fazer essas excursões com passeios já fechados, porque ficamos muito presos, acabamos muito tempo em ônibus. Prefiro bater perna do meu jeito. Não sei se foi uma boa escolha, mas...
Com relação à escolha de Londres, queria muito conhecer aqueles ônibus famosos vermelhos de dois andares - pode rir.
Como em qualquer outro lugar, me disseram que há restaurantes com muita pompa, mas que a comida não é boa, como há também lugares sem muito requinte que têm ótimos pratos.
Não vou fazer uma viagem gastronômica... E como boa mineira, queria evitar abusos desnecessários rsrsrsrsrs
Como é minha primeira viagem a esses dois lugares, queria indicações.
Mas não queria comer "barato"...

Raquel
RaquelPermalink

Ricardo,

Dá uma olhada no que encontrei na internet sobre sugestões de restaurantes em Londres.

RESTAURANTES
A comida inglesa deixa muito a desejar (principalmente para brasileiros, acostumado com a fartura e variedade de nosso país…) e o preço assusta a todos.

Porém, para formar a sua opinião, experimente os ‘ fish & chips’ vendidos em millhares de lojinhas de fast-food (algumas embrulham a batata em jornal!)Procuramos listar alguns lugares brasileiros e outros onde é possível comer bem, por um preço justo.
Brasileiro

Barraco Café
10 Kingsgate Place
Kilburn - London NW6 4TA
Tel: [+44] (0)20 7604 4664

4 Ferdinand Street
Camden Town NW1 8ER
Buses 31, 24, 168, 27, 253,
16,98, 328.
Tel: [+44] (0)20 7284 0050

O Barraco traz para Londres a atmosfera de um verdadeiro Boteco carioca. Localizado em Kilburn, uma região com uma grande comunidade de brasileiros, é o lugar ideal para curtir com os amigos uma feijoada, pastel, porções e cerveja brasileira.

No Barraco de Kilburn, toda 3a apartir das 7:30 pm, aula de Samba com Romero da Mangueira. Bossa Nova ao vivo de 5a a Sabado apartir das 8:30pm e aos Domingos apartir das 2:00pm.

www.barracocafe.co.uk

..................................................................................................
Rodízio Rico
111 Westbourne Grove W2 4UW
Metrô: Bayswater

..................................................................................................
Pizzaria Brasil
Localizada próxima à estação de Fulham Broadway.
511, Fulham Road
London SW6
Metrô: Fulham Broadway
Tel. 0207 385 22 44

..................................................................................................
Sabor Mineiro
Self-Service brasileiro, com excelentes preços e ótimo ambiente. A comida é uma delícia. O lugar ainda transmite a Rede Globo ao vivo.
63, Station Road, Harlesden
metrô: Willesden Junction
tel. 0208 965 20 50
..................................................................................................
Internacionais
Alounak
44 Westbourne Grove
Metrô: Bayswater
Cozinha iraniana. Bastante popular com a comunidade árabe, este restaurante é bastante interessante. Você deve trazer seu próprio vinho (pois eles não servem bebidas alcólicas). Experimente o pão assado na pedra e as deliciosas kaftas. Não há muitas opções para vegetarianos. O preço médio de um prato simples está em torno de £6.00.

..................................................................................................
Nusa Dua
11, Dean Street
Metrô: Tottenham Court Road
Cozinha da Indonésia. Bastante variado, bom serviço e preços médios. Eles também servem take away (para levar)

..................................................................................................
Khans
13 - 15 Westbourne Grove
Metrô: Bayswater
Cozinha Indiana. O serviço no Khans é um tanto bizarro
porém é rápido, a comida é boa e o preço é razoável. Atenção quando for fazer um pedido em um restaurante indiano em Londres, eles carregam na pimenta e, se você não é acostumado, melhor escolher um prato ‘mild’ (não tão apimentado)

NOITES BRASILEIRAS
Salsa
96 Charing Cross Road
Charing Cross - London WC2 0JG
Tel: [+44] 020 7379 3277

Salsa a casa No 1 de musica latina, estilo e cultura da America do Sul e Central em Londres.

Toda TERÇA-FEIRA

Força Brasil a melhor noite Brasileira em Londres

das 6:30 as 8:30 Voz e Violão
Dj Fred Salgueiro
Banda ao vivo

Caipirinha £2
Brahma £2
A noite inteira

Aberto das 5:30pm as 2 am

Buffet de comida Brasileira, por 99p 100gs
Segunda a Sabado 12:00 - 17:30pm

confira mais no website : www.barsalsa.info

..................................................................................................
BARES & CLUBS
Walkabout
11, Henrietta St, WC2E Metrô: Covent Garden / 58 Shepherd’s Bush Green, W12, Metrô: Shepherd Bush

Muito popular entre brasileiros, este pub australiano é ótima pedida para quem está afim de encontrar pessoas. A casa lota durante os finais de semana.

Música ao vivo (rock) e pista de dança.

..................................................................................................
Aint Nothing But Blues
20 Kingly Street W1
Metrô: Piccadilly Circus/Oxford Street
Para os amantes de Blues, este bar é um prato-cheio. Durante as segundas acontece uma Jam Sessiom, onde todos os ouvintes são convidados a participar. Vale a pena conferir.

..................................................................................................
The Westbourne
101 Westbourne Park Villas, Notting Hill, W2
Metrô: Royal Oak
Lotado nos dias de verão, muito popular entre o público jovem e descolado do 'West' de Londres. Gente bonita, boa cerveja e muita azaração.

Depois queria mais dicas de restaurante e de lugares que não devo deixar de ir em Paris e Londres.

Ah! Deixei um agradecimento-esclarecimento aqui para o Arnaldo, mas parece que foi retirado...

Abraços

Raquel
RaquelPermalink

Arnaldo,

Dei uma olhadinha nos sites que vc indicou para saber sobre os hotéis.
Já liguei para a agência e pedi para mudá-los.
Você nos tirou de uma fria...
Valeu!!!

Jaqueline
JaquelinePermalink

Olá pessoal, eu outra vez...

Alguma idéia para a noite de reveillon em Paris?
:roll:

Merci!!!

Renato Colletta
Renato CollettaPermalink

Olá,
Vou passar passar o final de dezembro e o mês de Janeiro viajando pela Europa com minha irmã e primos. Estamos pensando em ir à Irlanda, alguém já foi para lá no inverno? Vale a pena?

isabelle
isabellePermalink

OLA RICARDO,ALESSANDRO,ZÉ..MUITO OBRIGADA PELA AJUDA.ACHO QUE DEVE SER FANTASTICO FAZER ESSE TRAJETO DE CARRO ,MAS EM OUTRA EPOCA.DECIDI IR DE TREM E MUITO OBRIGADA NOVAMENTE.ABRAÇOS ISABELLE

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RAQUEL, não tem porque agradecer. Bem, acho que vc não tem motivo real para se preocupar, agindo com naturalidade e tendo tudo à mão (passagens, reservas de hotéis, ect). Não tem também porque rir de ter vontade de conhecer os "double deckers", os ônibus vermelhões de dois andares. NADA que seja genuíno desejo de conhecer deve deixar de ser. eles são bonitões mas agora só há poucas linhas, mais turisticas. Não deixe de entrar e dar uma volta num, vale a pena. Eu curtia muito aqueles taxis que também são maravilhosos, assim como os guardas com aqueles chapéus pretos tipo "côco" (eles são chamados de " bobies" os guardas). Eu recomendo vivamente que vc visite o Museu Britânico, um dos que mais gostei no mundo, não um museu de arte, mas histórico (nele está a Pedra da Roseta), com uma coleção de antiguidades egípcias espetacular. Veja a troca da guarda (do Palácio de Buckinghan) e mande um abraço pra rainha!

Júlio
JúlioPermalink

Jaqueline Disse:
Se vc tiver uma entre em contato estarei com minha esposa e minha filha lá do dia 29 ate o dia 04 de janeiro. Feliz 2008

Carlos
CarlosPermalink

obrigado pela ajuda Ricardo. irei pesquisar sobre as cidades e hoteis nos links que vc me mandou. valeu

Eneida
EneidaPermalink

Raquel,

Alguns pensamentos sobre a alimentação em Londres:
É claro que é diferente e mais cara que a comida brasileira, mas a fama de que a comida é ruim já não se aplica mais (na verdade, não faltam chefs estrelados: Gordon Ramsay, Heston Blumenthal, Jamie Oliver, etc.).
Mesmo que sua praia não seja comida de chef estrelado, Londres tem uma diversidade étnica e cultural que se reflete também na culinária. Em nenhuma outra cidade (acho eu...) você vai poder provar comidas de tantos lugares do mundo. E os preços variam muito, há restaurantes indianos e tailandeses pra todo bolso, é só você pesquisar.
Para almoçar, faça como os locais, coma um sanduíche ou uma salada em um Pub (sempre servem paninis e saladas gostosas, por preços razoáveis (4 – 5 libras)), ou em uma das muitas lojas Pret-a-Manger ou mesmo no supermercado Marks Spencer. Nesse caso, nem precisa falar inglês, os sanduíches ficam expostos, com indicação dos ingredientes e preço, é só pegar e pagar.
À noite, a maioria dos Pubs serve comida razoável, por preços razoáveis (10 – 15 libras). Experimente a chamada “pub-food”: fish and chips, bangers and mash (salsicha com pure de batatas), sheperd´s pie, etc. Há sempre também opção de massa, frango, e comida mais do nosso gosto.
Agora, se você quiser mesmo entrar no espírito, não deixe de experimentar um verdadeiro breakfast inglês (com direito a feijão, tomate, bacon, ovos, etc.) e um Sunday roast, o roast beef original com yorkshire pudding e outros acompanhamentos. E também não pode faltar nesta listinha um “afternoon tea”, que não precisa ser no Ritz, (por 50 libras), mas tem de ter os sanduichinhos de pepino e os acompanhamentos que só eles sabem fazer.
É isso, espero que tenha ajudado.

Herbert
HerbertPermalink

Ola pessoal, estou em Nancy, nordeste da frança. Por aqui quando o sol aparece eh pelas 11h as 13 h. 16h esta escuro. procurei pela thermal undewear e acho q o pessoal daqui nao conhce. alguem pode me dar alguma dica como isso se chama na frança?

Alê
AlêPermalink

Herbert,

Eu ainda estou no Brasil, mas estou com o mesmo dilema. Em pesquisas nos blogs, anotei uma marca francesa que produz este tipo de underwear. É a Damart. Parece que vc encontra nos grandes magazines. Em hipermercados falaram que tbém tem de outras marcas e bem barato.

Sylvia
SylviaPermalink

Herbert & Ale ;
Tem uma noticia aqui :
http://www.reuters.com/article/marketsNews/idUSL2536243420070125
E o nome é Damartex grin

Ingrid
IngridPermalink

Herbert & Ale

Dêem uma olhadinha nesse blog: Conexão Paris.
http://conexaoparis.wordpress.com/
Acho q é isso que vcs estão procurando !!

Débora
DéboraPermalink

hebert,

como assimmmmmm..o sol só aparece as 11? o dia é curto assim? vou no carnaval pra Paris...será assim tb? Meu Deusss...rsrsrsrrsrs

Alê
AlêPermalink

Sylvia e Ingrid,

Muito obrigada pela atenção. O blog do conexão Paris esclarece muito bem!

Valéria Gaia
Valéria GaiaPermalink

Olá pessoal,
Estou querendo saber algumas dicas para um inverno em Montreal.Nunca fui para um lugar tão frio e estou com dúvidas o que levar de roupas, o que gastar lá?que lugares irei visitar?

Obrigada
Beijos Valéria

Sylvia
SylviaPermalink

Valeria :
O pessoal aqui sugere levar um kit frio daqui pois as nossas roupas
não são adequadas ao inverno rigoroso . É preciso comprar lá.
O que podes e deves levar daqui são camisas que são excelentes para
encarar o calor dos ambientes com aquecimento .

luci
luciPermalink

Pessoal

Alguem pode me ajudar com algumas dicas de quais os melhores passeios que posso fazer em Portugal durante o mês de dezembro? Ficarei hospedada nas cidades de Lisboa, Coimbra, Porto, Braga e Bragança durante o período de 09 a 29.12.2007.