Enquete da semana: viagens P&B (perto e barato)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

guartelapb.jpg

Aproveitando uma sugestão do Ernesto: que viagens de fim de semana ou feriado vocês recomendam, para fazer de carro, a partir da sua cidade?

Querendo dar a dica já com hotel e restaurante, a gente agradece grin

(Foto: Parque Estadual do Guartelá, PR -- enviada pelo Ernesto.)

139 comentários

Majô
MajôPermalinkResponder

Joge, não chora não, vocês têm aí pertinho as praias do litoral norte, para serras têm Campos do Jordão, Gonçalves etc.

Fábio, concordo com você. Também fizemos esse passeio até Mirantão é lindo ! Que paisagens ! E o trutário também é ótimo, comer uma truta que eles servem com torradinhas e uma cervejinha, nham

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ô, Arnaldo, que papo é esse de "tou velho"?!? Deixa disso... wink E nós dois, como sempre, concordando...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Fabio, Penedo é próxima a Mauá, mas tem uma proposta bem diferente, na minha opinião. Há pousadas e hotéis super charmosos, restaurantes gostosos, um artesanato bonito. Realmente não tem todo o apelo à natureza que Mauá oferece, só uma ou outra algumas cachoeira... Mas não é "lugar-de-cadeira-de-plástico", não... razz

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Majô e Emília, brigadinha pelo merchã grin

Como muita gente já citou os passeios off Rio, vou dar meu pitaco em uns lugares bacanas de outras cidades: Em BH, pegue o carro na direção do Rio de Janeiro e vá pra Macacos, lá tem um circuito gastronômico de deixar Búzios com inveja.

Em Sampa, seja um pouco preguiçoso e não desça a serra até o fim, fique em São Luiz do Paraitinga, que tem um casario colonial muito bem preservado e um dos melhores roteiros de rafting que eu conheço.

Na confluência de MG-SP-RJ tem ainda a cidade de Carrancas, que é uma verdadeira disneylândia de cachoeiras, para todos os gostos cores e tamanhos.

loris
lorisPermalinkResponder

eu concordo com o fábio penedo é meia boca , é quente e não tem charme.

Joana
JoanaPermalinkResponder

Oi pessoal,

Concordo com a Carla que as propostas de Penedo e de Mauá são bem diferentes, e Mauá tem um enorme dificultador: a estrada, que é muito ruim. São 3 horas pra chegar lá, sem trânsito, e passando perrengue na estrada de terra por pelo menos 1h.

Uma dica pra quem viaja pra essa região é ficar dentro do Parque Nacional de Itatiaia. Já fui duas vezes para o Hotel Donati (www.hoteldonati.com.br) e amei. Você fica mais isolado, não tem a vida noturna de Penedo ou Mauá, mas o parque é uma delícia. Só de estar pertinho das cachoeiras, das piscinas naturais... E a hospedagem é bem mais barata.

Na segunda visita fiz uma caminhada até as Prateleiras, que são formações rochosas no alto do parque. Dá pra ir nas Agulhas Negras tb, mas esse passeio não fiz porque demanda um pouco mais de preparo físico.

André
AndréPermalinkResponder

Bom, pra quem mora em Brasília, quase nada é "pertinho". Mas isso não me desanima, pois ADORO viajar de carro.

Pertinho: Chapada dos Veadeiros (hospedar-se em São Jorge ou, pra quem prefere lugares mais fáceis, Alto Paraíso), Pirenópolis (várias opções de pousada, desde as mais completas, como a Pousada dos Pireneus - que eu não gosto, mas tem quem curta, até as mais simples e descoladas... inumeráveis), Corumbá (onde fica o Salto do Rio Corumbá).

Menos Pertinho: Goiás Velho e Três Ranchos.

Menos Pertinho Ainda: Araxá no caretíssimo e confortabilíssimo Grande Hotel.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Concordo com Fábio e Loris. Maaaaas também com a Carla!

Mauá é infinitamente melhor! Mas as propostas são diferentes, eu conheço muita gente que não gosta de Mauá e ama Penedo!

Acho que Mauá compensa a estrada ruim! É uma delícia chegar lá em cima e desfrutar de boas cachoeiras, boas pousadas e excelentes restaurantes!!!!

Penedo é mais turistão mesmo, tem muita lojinha, ruazinha bonitinha, bom, as propostas são diferentes! Mas tem muita gente que prefere esse climão!

fabio
fabioPermalinkResponder

Pronto, não falei que ia render...é isso mesmo, se eu fosse traçar um paralelo, Mauá seria Búzios, e Penedo, Cabo Frio...

Fábio C. Martins

Apesar de ser longe de SP, eu escolheria a cidade de Monte Verde ou a cidade de Maria da Fé, ambas em Minas Gerais. Em Maria da Fé, procure uma casa colonial, é uma pousada, mas ao estilo das casas de Engenho.

Duas cidades pequenas, mas que valem o final de semana, ainda mais se for acompanhado.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Para apimentar a discussão Penedo e Mauá....
Eu gosto muito de Mauá, mas o acesso é meio maleta mesmo.

Um bom custo benefício é a hospedagem dentro do Parq Nacional Itatiaia onde se chega com facilidade. Eu costumava ir lá para "me internar" e quando dava vontade de ver algo, um pulo em Penedo resolvia...

Faz anos que eu não vou, mas eu costumava me hospedar no Hotel Donati
http://www.hoteldonati.com.br/ e passear em Penedo pra dar uma variada na paisagem.

Carla
CarlaPermalinkResponder

A verdade, gente, é que essa é uma discussão totalmente sem sentido, porque parte de uma premissa vazia - a de que um lugar seria "melhor" do que o outro, quando são apenas diferentes. Eu, que defendi Penedo, não prefiro Penedo a Mauá - gosto das duas, simplesmente não vejo sentido em comparar. Acho que optar por uma ou por outra é apenas uma questão de gosto, de momento ou de oportunidade... wink Aliás, gosto de Itatiaia também, e morro de pena quando vejo o quanto o Parque Nacional está mal cuidado...

ANA
ANAPermalinkResponder

Ai gente, também tenho que concordar com o Fábio.....Penedo era bacana, mas se tornou insuportável.Da última vez que estive lá, fiquei chocada com a quantidade de gente e ônibus chegando....Perdeu o glamour, ao menos para mim. Fora o que o nível das pousadas nem se compara a Mauá ( tudo bem que os preços também não...). Quanto à estrada, sinceramente acho o visual tão bonito que nem sinto os 30km passarem....abraços!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Ernesto, esse é um roteiro na manga...adoro essas fazendas históricas. Nem precisa ser um super casarão, uma casa antiga numa paisagem bucólica cheia de vaquinhas e riozinhos já faz minha alegria. Adoro uma roça smile
Quanto a Penedo, eu sinceramente não vi nada na cidade. Sou mais encarar a serrinha até Mauá ou ir direto para o parque.
Em Itatiaia, o Donati é bacana: a área ao redor é linda, muitos pássaros (bom para quem faz bird-watching) e tem acesso fácil para algumas das trilhas.
Joana, você achou Prateleiras tranqüila? Muita gente fala que é tão difícil quanto Agulhas Negras. Eu até queria fazer, mas depois de subir AN e ouvir isso...estou em dúvida.

Mara
MaraPermalinkResponder

Como tenho crianças pequenas, o tempo ideal pra mim é de 1 hora, no máximo 1 hora e meia... e estou me especializando em hoteis com recreação próximos a São Paulo.
Entram na lista: Boubon de Atibaia, Blue Tree de Mogi, Recanto Atibainha, Dona Carolina, Mazzaroppi, Recanto Cheiro de Mato...
Estou pensando em inaugurar um blog sobre isso... sugestões?

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Olá pessoal, estou TOTALMENTE perdido em como fazer o trecho Madrid-Barcelona.
Já olhei as opções de aéreo pela skyscanner, mas não sei onde consultar preços e duração de viagens em trem de alta velocidade (se é que existe entre Madrid e Barcelona). Devo comprar o passe aqui no Brasil?
Obrigado pela ajuda.

Ricardo Freire

Trem na Espanha: http://www.renfe.com . Indica preços e tudo.

Madri-Barcelona: entre 4h20 e 4h50 de viagem. 65 euros tarifa cheia.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Marcio , minha filha achou o trem caro demais e fez Madri Barcelona de
onibus , pagou 22 euros .Comprou lá um dia antes .
Mas não sei te dizer qual onibus , só sei que viajou toda a noite sad

Roberta
RobertaPermalinkResponder

De Recife o mais comum é ir pra Porto de Galinhas mesmo!

Praia e almoço no Beijupirá...

Se tiver disposição pra ir um pouco mais adiante pode seguir pra Carneiros...tem o Bora-Bora - um bar de praia joia...smile

Por aqui mais praia mesmo...smile

leandro
leandroPermalinkResponder

Todo ano passo em Teresópolis e Nova Friburgo, nem que seja um dia (como agora em 2007), em Teresópolis já fiquei no Toca Tere, os quartos eram super charmosos e o meu ficava do lado de um riozinho, mas tinha problemas como bolo Puma!!! no café da manhã (imperdoável, não é nem de longe uma pousada simples). Para comer recomendo a pizzaria Manjericão, onde as redondas são feitas com ótimos ingredinentes e nenhuma leva carne (nem branca), para ir ao menos uma vez (mas vai ser difícil não querer voltar), recomendo o restaurante russo Dona Irene, que serve um verdadeiro banquete delicioso inspirado nos Czares.

Em Nova Friburgo os melhores hotéis ficam longe do centro, o Akaskay (em Mury) e o ótimo Parador Lumiar (este bem longe mesmo, em Lumiar, a uns 30 km), para comer o Crescente (pertinho do teleférico) fica numa bela casa com ambiente muito agradável e boa comida (antes ficava numa lojinha apertada), fui duas vezes (antes e depois da mudança) e comi muito bem, uma opção em Mury é o Viva Rô, simples mas muito bom.

De Petrópolis conheço pouco, e de Itaipava menos ainda, só passei rapidamente uma vez (indo de Petrópolis para Teresópolis) e comi no Parador Valência, que ficou abaixo das espectativas.

leandro
leandroPermalinkResponder

Ah, e tem a Teresópolis-Friburgo, uma estrada bem cuidada (para nossos padrões), com diversas opções de hotel, já visitei o Le Canton e o São Moritz (mas não fiquei), os dois são ótimos para ir com criança, mas o São Moritz é mais rústico, e fiquei uma vez no Jecava (bom para descansar e para quem gosta de cavalos), o Jecava só fica perto da bela Cachoeira do Rio dos Frades, que pode ser alcançada por uma estrada de terra, fui até lá em janeiro deste ano (o mês mais chuvoso em xxx anos na região, com 400 a 700 mm de chuva nas cidades serranas), então estava beem robusta, não sei como fica ao longo do ano mas acho que nunca seca por completo. Para comer (e compar queijo de cabra) e Cremerie Geneve é boa opção, e para compar mais queijos (não somente de cabra) e ótimos chocolates, passe na Queijaria Suíça (a Queijaria Suíça mais perto de Friburgo, o São Moritz quase no meio e o resto de Teresópolis).

Eunice
EunicePermalinkResponder

Nos arredores de Salvador:

1) Cachoeira, no recôncavo, cidade patrimônio da humanidade, colonial, à beira do rio Paraguaçu; hospedando-se em um dos hotéis do fundo da Baía de Todos os Santos ( pequenos resorts, o Água viva um deles, o Caeiras, outro ).

2) Cacha- Prego, na ilha de Itaparica. Pousada à beira-mar. De lá, por barco, acesso à Ponta dos Garcez, praia deserta, das mais belas que conheço. Tb acesso à cidadezinha de Jaguaripe, subindo o rio do mesmo nome, de barco.

3) A vila de Itaparica. Nesse caso, não para curtir praia, mas a vida da vila.

4) Mar Grande, tb na ilha de Itaparica, outro astral.

5) Ilha do Frade, de barco.

6) Arembepe - chegar à vila e ir na direção oposta à Aldeia Hippie, no sentido Piruí. Pousada simples, à beira-mar, paisagem linda: Enseada do Sol.

7) Itacimirim - Praia da Espera, qq pousada lá.

8) Guarajuba

9) Praia do Forte

10) Imbassay

11 ) Não tão perto, mas para fins de semana prolongados: Rio de Contas, o trecho mais belo da Chapada Diamantina. Lençóis, Mucugê e Andarái, tb bons destinos.

12) Barra Grande, Maraú e adjacências.

13) Itacaré.

14) Boipeba.

15) Morro de São Paulo.

15) Canudos.

16) Jorro: águas quentes em pleno sertão.

17) Cipó: tb sertão, com água stermais, e um antigo hotel cassino em ruínas.

17) Camamu.

18) Cairu: a cidade e os manguezais

19) Aracaju : 2 horas de carro.

20) Mangue Seco e Praia do saco ( em Sergipe )

21) Ilhéus.

22) Estrada Jequié-Itabuna: vai passar pela zona cacueira, lindo.

23) Vale do jequiriçá: misto de paisagens de fazendas de gado, em um vale lindo, e fazendas de cacau; cahoeiras, trilhas.

Um abraço,
Eunica

Eunice
EunicePermalinkResponder

Continuando:

24) Penedo: na diivsa SE-AL: ir de barco até a foz do São Francisco. Dica: prais do sul de AL ( ficar hospedado no velho hotel de Penedo, decadente, mas confortável ).

25) Canyions ao norte de Jacobina: para quem gosta de natureza.

26) Xingó.

27) Alugar uma lancha: 56 ilhas na baía.

Ricardo Freire

Bela lista, Eunice.

Mas ó só: duas horas de carro de Salvador a Aracaju... forçou, né?

lol

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Dica egoista... só pro titular do blog:
Comer uma bacalhoada no Terras de São José, em Itú, sábado - vinte de outubro - na casa de meu compadre. ehehe...
Que tal?
Quarenta minutinhos de Sampa.

Lúcia
LúciaPermalinkResponder

Morando no Rio, e tentando lembrar de algum lugar que ñ tivesse sido citado, lembrei do passeio de barco de Arraial do Cabo. É um mar azul turquesa), praias c/areias que mais parecem talco de tão branca e fina, e praias desertas (principalmente a que pertence à Marinha). E, o melhor de tudo, muuuuuito barato!!! E vc pode dormir onde mais te agradar: Búzios, Arraial ou Cabo Frio.

Se quiser ir prá serra,eu tenho um xodó especial pelo Tankamana, que foi uma descoberta há mtos anos, qdo só tinham 2 chalés e usavam os qtos da atual recepção, e fechamos a pousada c/uma turma de bike. Foi o máximo! Pena que agora ficou um pouco cara. Mas o fato de cada chalé ser diferente do outro é mto interessante. E tb de lá dá p/ir p/Terê, ou p/o Brejal, ou seja, conhecer Itaipava de um lado.

Já, se morasse em Sampa, acho que escolheria Gonçalves, que lembra Mauá dos velhos tempos. É mto legal, e tem cachoeiras à beça!

Mas, morando tanto no Rio como em Sampa, podendo "matar" a 6a feira, e ñ tendo problema de grana, escolheria a Pousada dos Veados, na serra da Bocaina. Aquilo é um paraíso escondido no meio do nada (aliás, é porisso que ñ dá prá ser baratinha!)

Agora, mudando de assunto, e voltando à minha pesquisa sobre Maldivas, seguindo os conselhos do Riq e da Sylvia (ufa, cansei de ler tantos comentários no trip advisor!!! Mas, como são úteis p/te dar uma idéia global!!), cheguei a algumas conclusões:
- o Hilton vai virar Conrad a partir de dezembro. Então, parece que eles ñ estão nem aí p/o que rola por lá, pois já estão de saída (tô fora!!!)
- o club med parece ser legal, num lugar lindo, c/instalações maravilhosas, porém, a comida é de matar (quase que literalmente ... vários relatos de intoxicações c/saladas, água, teoricamente potável, e peixes), além de ser meio sem graça (como aliás quase todas as comidas de buffet!)
- o cocoa island (preferido do Riq) parece ser a opção mais interessante: mantém tradições da região,oferece simplicidade c/detalhes mto bem cuidados, bom serviço (conhecem os hóspedes pelo nome), e super ligados no item comida, propondo uma alimentação saudável, usando o que a região oferece (ou seja mta coisa do mar), e c/traços asiáticos. isso sem falar no spa (pelo menos 1 massagem hei de conseguir fazer!!!).

Ricardo Freire

Adorei o convite, Zé Maria, mas nesse momento não tenho a mínima idéia do que me espera em outubro. Posso responder quando estiver mais certo do meu paradeiro outubrino?
grin

Ricardo Freire

Bela pesquisa, Lúcia!

Só complementando: Conrad é uma "bandeira" do Hilton. (O fundador da rede se chamava Conrad Hilton...) Pode ser que eles decidiram que Conrad combina melhor com resorts do que Hilton.

Mas eu não ficaria nem no Hilton nem no Four Seasons; acho que tem bangalôs demais pro preço que cobram...

Majô
MajôPermalinkResponder

Meilin, você sempre surpreende ! Macacos, onde fica ???

Bem, eu gosto de Penedo, acho uma gracinha, mas AMO Mauá ! Já fiquei lá uma semana na boa, a natureza é translumbrante lol É lindo pra qualquer lugar que se vá, além de Mirantão, tem Campo Belo, Vista Alegre, cachoeiras deliciosas para tomar banho, volto zeradinha :lo: lol

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Será muito legal.
Quando estiver mais próximo, é só dar um sinal 'em cima' de algum comentário meu.
Eu vivo aqui mesmo...hehe.
Se vc resolver dormir lá, no domingo te levaremos almoçar no http://www.campingdaspedras.com.br/ comer uma leitoa pururuca e umas sobremesas que são uma coisa de louco.
Antes, uma caipirinha de lima da persia no Tonilú do Plaza Shopping, pra aquecer as turbinas.
Té.
A caretinha eu fico devendo, pois minha filhinha teckinicrazy já tá dormindo. rs...

Marcia Kawabe
Marcia KawabePermalinkResponder

Pra ir e voltar no mesmo dia a partir de São Paulo eu fico com Holambra. A cidade é uma gracinha, tem restaurantes holandeses ótimos pra almoçar e de quebra ainda dá pra fazer trilha a cavalo numa fazenda com guia. Ahh e Setembro ainda tem a Expoflora.

letsblogar
letsblogarPermalinkResponder

Ricardo, queria te mandar um email, como eu faço?
Abs
Danilo

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq,

Vc conhece o novo acesso ( desde jan/2007 )? Estrada do Côco, Linha Verde, antes de terminar, pega a primeira balsa em Jandaíra; depois, a segunda balsa sobre o rio Real, depois a José sarney. Creia-me. Dia de semana, sem trafego na estrado do Côco. Atenção: duas balsas, e não uma.

Ricardo Freire

Nossa, não sabia dessa não, Eunice. Sou do tempo de pegar a 101 em Estância.

Mas de todo modo eu acho que nunca consegui fazer a Linha Verde inteira (BA + SE) em menos de duas horas, não...

Ricardo Freire

Danilo: xongas arroba gmail ponto com.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq,

Vou detalhar mais o trajeto, que é novo: Estrada do Côco, Linha Verde, na altura de Indiaroba vc entra par Pontal e pega a balsa para Terra Caída , segue por Abaís, depois Caieira, onde pega a segunda balsa até Mosqueiro e segue pela José Sarney. Em nenhum momento pega a BR 101. Os horários das balsas são fixos e respeitados. Os cuidados: se quer fazer a viagem nesse tempo nunca agendar para fins de semana, devido ao trânsito da Estada do Côco; e programar sua saída de acordo com o horário das balsas. A viagem em si já é um bom destino.

Ricardo Freire

Obrigado, Eunice. Eu me lembro da sinalização para as obras do porto de balsas em Terra Caída (e eu não tinha entendido que ela ia dar na litorânea sergipana). A balsa pro Mosqueiro eu conheço; eu sempre entro em Aracaju vindo do sul por ela (costumava pegar a litorânea sergipana na primeira entrada)

Tem algum site com os horários das balsas?

Graciele
GracielePermalinkResponder

Off-topic
Vi essa materia - dicas de hoteis bacaninhas, PELO MUNDO, com preços bons. Achei que poderia interessar:
http://travel.timesonline.co.uk/tol/life_and_style/travel/where_to_stay/article2452365.ece
Beijos a todos!

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq,

Não sei se os horários das balsas estão em algum site. Consegui, qd fui, no disque-turismo. Vou tentar novamente e passo para vc.

Como sei que vc gosta de comida baiana, vou lhe dar 04 dicas, associadas a passeios nos arredores.

1) Em Arembepe, após passar o dia no Piruí, retornar para a vila e almoçar e/ou jantar no Mar Aberto. Conhece? Sentar em uma mesa com vista para a ensada dos pescadores.

2) Se passar o dia em Imbassahy, ir almoçar não na praia do Forte, mas no restaurante da Mangueira ( construindo embaixo de uma goganteca mangueira ). Era o point dos engenheiros que trabalharam na construção de Sauípe. Fica em Diogo, é sinalizado. Vale a pena. Rústico, comida muito boa.

3) Em Salvador mesmo: pegar um barquinho no terminal maritimo da Ribeira e atravessar a enseada da Ribeira, para comer "galinha" em um reastaurante popular famoso, lá. Na volta, um sorvete de tapioca, na sorveteria da Ribeira ( a mais antiga e tradicional da cidade, muito simples, mas os sorvetes são deliciosos ).

4) A melhor moqueca de camrão da cidade ( nada de Yemanjá ou outros): Donana, em Brotas; ao lado de um conjunto popular dos comerciários. nada de tursitico aí, mas acredite,vale a pena.

Lembrei de mais alguns passeios lindos nos arredores:

1) Foz do rio Paraguaçu ( aproveitar e visitar antigos engenhos de cana da região )

2) Canyon do rio Sergy, entre Santo Amaro e São Gonçalo dos Campos. Caminhar ao longo de uma antiga estrada de ferro. Para quem gosta de caminhar e natureza é lindo demais.

3) Visitar Muritiba, e a fabricação dos famosos charutos baianos. É um programa que amigos europeus gostam muito.

4) Uma viagem de escuna ou veleiro entre Salvador e Cachoeira, navegando o rio Paraguaçu.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq: obs: a)o restaurante da travessia da Ribeira fica em Plataforma ( suburbio ), outro lado da enseada. b) "gigantesca" mangueira" eek)

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Eunice, a família do meu querido vai bastante para Siribinha, em Conde, onde é preparada (segundo ele) a melhor moqueca que ele já experimentou, mas não sei o nome do lugar (se bem que a vilinha é tão pequena que deve ser fácil achar a mulher que prepara). Ainda não tive o prazer de ir para lá.
E esse 'galinha', é um lugar perto da linha do trem, para além dos lados do Comércio, onde se serve uma moqueca de camarão muito boa e o cardápio é escrito num caderno? Ou é essa Donana, em Brotas? Duas pessoas me falaram desse lugar na última vez em que estive aí, mas não deu tempo de conferir.
Outra coisa: eu não sabia que o soteropolitano gosta de uma caranguejada aos domingos ali nos restaurantes da praia de Jardim de Alá...

Ricardo Freire

Eunice, esse restaurante em Diogo é um que chegou a ter estrela no 4 Rodas?

Estive em Cachoeira só de passagem, descendo a BR 101 para voltar pra casa. Fiquei doido para andar pelo Paraguaçu. Fiquei com vontade de descobrir um jeito de começar uma viagem por ali e terminar em Cairu e Boipeba...

O Mar Aberto de Arempebe está na minha mira há tempos; mas acabo nunca ficando tempo suficiente em Arembepe para almoçar.

Se você procura na internet informações sobre a balsa de Terra Caída, só encontra notícia velha de que não há balsa em Terra Caída :roll: O site do turismo de Sergipe é das coisas mais não-informativas que eu já vi na internet...

Ricardo Freire

Emília, acho Conde bem feinho (e as praias desse trecho da Linha Verde meio sem-graça). Mas o caminho a Siribinha é (ou era) lindo -- você vai pela areia, entre coqueirais e dunas.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Riq, pelo que eu me lembro do que ele me contou, a praia não era realmente espetacular, mas ele gostou do passeio pelo rio que desemboca ali (não me lembro o nome). Me parece que eles vão para lá pelo sossego do sossego que é Siribinha, só tem pessoal local mesmo. O lugar é muito simples, pelo que vi nas fotos (inclusive acomodações).

Marina
MarinaPermalinkResponder

Marcia Kawabe,

eu visitei Holambra justamente nessa exposição, mas em 2005!
Muito lindo mesmo!!!! Super agradável , ainda mais pra quem gosta de flores!!!!

Marina
MarinaPermalinkResponder

Não tem ninguém do Espírito Santo pra dar dicas de viagens P&B???

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq,

1) À noite, em casa, checo no guia 4 Rodas. Provavelmente, sim. A comida do Restaurante da Mangueira é muito boa.

2) O aluguel de uma escuna pequena não é cara. Diária de aproximadamente R$ 600,00, que vc pode dividir com 3 amigos ( pode conseguir por menos ). Fizemos isso ( 2 casais ). Nessa mesma escuna vc pode conhecer a contra-costa da ilha de Itaparica ( pantanal baiano ) e subir o rio Jaguaripe até a cidade do mesmo nome ( colonial). Volta, desce com a mesma escuna até Cachoeira, depois, retorna , segue para o Morro; mais adiante, fundeia em Boipeba, com pequenas incursões para Cairu . Fiz Boipeba e Morro em uma escuna ( 2 casais, 2 crianças, 1 marinheiro ); 15 dias navegando- não na mesma viagem do Paraguaçu, mas vc pode fazer isso. Existem empresas especializadas em turismo náutico. Caso vc tenha medo de escuna, existe a opção de lanchas oceânicas, aluguel de aproximadamente 1.000,00/dia ( pode conseguir por menos ). Pedir marinheiro que conheça bem a rota, claro. :0) Ao longo do Paraguaçu vc vai encontrar construções colonias lindas: igrejas, engenhos...

3) Depois que vc conhecer o Mar Aberto, vai fazer como eu, que saio da cidade só para ir almoçar ou jantar lá.

4) Emília: muito antes da exitência da Linha Verde eu e um grupo de amigos, fizemos pela areia da praia de Praia do Forte até Mangue Seco ( saimos numa sexta, chegamos em uma quarta ), com ajuda de pescadores para atarvessar os grandes rios. Siribinha continua sendo um dos lugares mais encantadores dessa desse trecho. Não conheço a a moqueca de lá. Também não gosto do Conde. O rio é o Itapicuru.

5)Emília: a galinha é perto da linha de trem,sim. Vc pode chegar lá de várias maneiras. De trem, pega na estação Calçada; de carro- via suburbana, mas a melhor maneira é a que eu indiquei. Via terminal maritimo da Ribeira. Sim, o terminal maritimo fica além do "Comércio", na cidade baixa, ao final da península itapagipana ; o restaurante é do outro lado, em Plataforma. Preste atenção: não é o terminal maritimo perto do Mercado Modelo. É o da Ribeira.

Donana, em Brotas, na cidade, serve camarão.Não perca.

6) Emília: dois hábitos alimentares comuns: a)comer carangejo ( em qualquer ponto da orla ) -barracas de praia ou restaurantes só de caranguejo; b) comer "lambreta" - um marisco que nunca vi em outra parte que não aqui, também em qualquer barraca de praia, ou as melhores da cidade, em minha opinião, no Bar dos Interncaionais ( sim, o bloco de carnaval ), na Mouraria, um bairro no centro antigo. Vale a pena uma noite no Bar dos Internacionais pela lambreta e pelo ambiente.

Ricardo Freire

PÁRA, EUNICE, PÁRA! NÃO VÊ QUE ESTÁ ME TORTURANDO?!?!!!

(Brincadeirinha lol Adorei as dicas. Vou conferir todas essas de Salvador já da próxima vez mrgreen )

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq,

Acompanho seu trabalho desde a edição de seu primeiro guia impresso. Não sabe como tem me ajudado ao longo desse tempo. O mínimo que posso fazer para lhe retribuir seria convidá-lo para comer uma moqueca de "siri mole" ( outra coisa bem baiana, penso ), no Mistura Fina de Itapuã. Creio que não teria nada melhor por aqui. Se puder, avise qd vier.

fabio
fabioPermalinkResponder

Mara, pra vc que goste de resorts com crianças perto de SP, recomendaria o Royal Palm Plaza, em Campinas. É gigantesco, mas os quartos são superconfortáveis e a recreação infantil é 10, bem como a comida, muito boa e variada. Não tem muito o que fazer, o que, na minha opinião, é melhor do que ficar ouvindo animadores malas chamando vc pra campeonatos de biriba, arco e flecha, barco a remo etc....

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Cancelar