Guarulhos: algo a declarar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

    camera400.jpg

Pessoal, a repórter Anita Konichi , do SBT, está procurando paulistanos que tenham viajado para o exterior por esses dias e não tenham conseguido emitir declaração de saída de bens no posto da Receita Federal em Cumbica. Ela deixou esse recado ontem à noite na caixa de comentários de um dos posts sobre o assunto:

Estou produzindo uma matéria sobre as mudanças na “declaração de saída de bens” pelo aeroporto de Guarulhos.

Gostaria de saber se algum de vocês mora em São Paulo e se toparia dar uma entrevista para nossa equipe sobre o assunto. Ninguém é informado sobre as novas regras, e pior, ninguém conhece as novas regras.

Procuro também alguém que foi barrado na volta porque não conseguiu declarar.

O email/msn da Anita é: anitakonichi@hotmail.com

É, parece que dessa vez a notícia vai para a mídia. Vamos dar uma força?

(Enquanto isso, fica a dúvida: preciso declarar essa câmera que eu comprei há séculos em Trancoso? Ela é pré-digital.)

47 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Se tiver numero de série é melhor declarar Riq .
Vai lá que o senhor doutor resolve cobrar imposto ...
Não vais ter pra quem reclamar não smile

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Chiquérrima...

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Só tenho a declarar q esta câmera da foto é muito bo-ni-ti-nha.
Bjs a todos,

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Viajoaos EUA na próxima segunda, dia 24. Não encontrei a NF do meu notebook uma vez que após acabar a garantia do mesmo não tive mais cuidado em guardar a NF. Encontrei a declaração que fiz na última vez que viajei, vcs sabem se essa declaração ainda vale... ou devo fazer outra dentro das novas regras de Guarulhos?

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Alguem sabe me dizer se me pedirao algum tipo de documento de declaraçao se levo meu laptop pro Brasil, ja que moro na Espanha?? Comprei o laptop aqui, entao nao tenho que pagar imposto... mas como fazê-los entender se resolvem me parar?

Ricardo Freire

Declarações antigas continuam valendo, Alexandre.

Quanto a notebooks, da última vez que fui declarar, o funcionário disse que não precisava, porque era fabricado/montado no Brasil. O pessoal da alfândega na volta sabe os modelos que a gente compra aqui e os que vêm de fora.

Avassaladora
AvassaladoraPermalinkResponder

Ric, parabéns pelo "serviço de utilidade pública"!!!!! Poste mais sobre essas novidades, pois vou viajar em breve para o Canadá e não tenho idéia de como fazer isso.
Obrigada!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Riq, melhor você declarar essa câmera, sim. Na volta, o povo da alfândega vai querer inventar uma desculpa para apreender, de tão fofa que ela é lol

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Riq, posso uma pergunta fora do assunto?
Tem uma senhora que trabalha comigo que a filha mora em Sesto Calende na Itália. Parece que é pertinho de Milão.
Ela irá visitá-la no próximo dia 11/10 e viajará com uma prima.
Ficarão por lá cerca de 20 dias, porém a filha e o genro estarão trabalhando.
Ela gostaria de ir a Veneza, Roma, Firenze, sei lá mais o quê, ver o Papa, coisas assim, sabe?
Porém, eu não conheço nada da Itália, não sei o que é perto e dentre estes lugares, o que vale a pena ela ir, tendo em vista que ela fará os passeios meio que no bate-e-volta, pois a intenção é mesmo ficar por lá e matar as saudades da filha.
Será que alguém me ajudaria a montar uns roteiros para ela nestas condições? Passeios de 1 dia, uma tarde, 1 manhã, cidades próximas, lugares imperdíveis? Obrigada!!!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Mô, de Milão, Veneza e Firenze são perto. Veneza dá menos de 3 horas e Firenze umas 2h. Dá até pra arriscar um bate-e-volta de trem saindo bem cedinho e voltando de noite. Dá pra por na roda Pisa também num terceiro dia. Mas vai ficar aquele gostinho de quero mais, né?
Roma já é mais longe, acho que umas 4h; não acho que valha para um bate-e-volta. Será que elas não topam ficar umas duas noites em Roma para conhecer um pouquinho mais?

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Mô, Roma é longe pra caramba.
Fale pra essa senhora ir na igreja Nossa Senhora de Caravaggio, que é pertinho de Milão.

Ricardo Freire

Mô, ela vai ficar na quina do Lago Maggiore!!!

Deve haver um milhão de passeios interessantes por ali.

Eu não deixaria de fazer a ferrovia Centovalli, na Suíça italiana, que é ali.
http://switzerland.isyours.com/e/guide/ticino/centovalli.html

Até Milão dá uma hora de viagem, o que dificulta bate-e-voltas aos lugares básicos. De Sesto Calende, partindo de manhã cedo, Florença está a 4h, Pisa a 5h15, Veneza a 4h15. Acho beem pesado. (Se ela sair às 6h, chegar em Veneza às 10h, voltar às 18h, chegar em casa às 22h, então ela NÃO passou o dia com a filha, concorda? he he)

Ela deveria pegar dois fins de semana e ir com a filha num para Veneza e no outro para Florença.

Ou simplesmente desencanar desses cartõezões postais. Na Europa -- ainda mais na Itália -- sempre tem alguma coisa muito bacana muito próximo da gente. É mais saudável descobrir essas coisas do que se matar para ver mal outras...

mrgreen

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

MO

A V& T acabou de lançar uma edição especial sobre a Italia, sugira a ela que compre.

Ricardo Freire

Sesto Calende-Caravaggio: 2h10. Esse dá grin

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Riq, tem certeza que de Milão a Veneza demora tudo isso? Minha viagem neste trecho da última vez foi tão rapidinha... será que eu tô louca?
Pelo que vi no site da Trenitalia a viagem mais longa é de 3h04...
http://orario.trenitalia.com/b2c/TimeTable?stazin=Milano&stazout=Venezia&datag=19&datam=10&dataa=2007&timsh=11&timsm=47&lang=it&nreq=5&channel=tcom&x=26&y=7

Ricardo Freire

Mari, eu já tô pondo a saída em Sesto Calende, que é de onde a colega da Mô vai ter que partir todos os dias. O trem leva 1h até lá. O horário total também inclui o tempo de conexão.

Vou editar no comentário original, pra que ninguém mais confunda mrgreen

sandro
sandroPermalinkResponder

Para Mô!! tive pesquisando sobre Sesto calende, fica a cerca de 50 km de milão. O problema dos deslocamentos de trem é ter que fazer uma "baldeação" em milão. De Sesto Calende a Veneza dá cerca de 3h 30. A firenze 4 horas... mas tem ainda essa parada em na estação de milão... podes consultar no site da trenitalia as alternativas de horário, tempo e preço!!! www.trenitalia.it

Ricardo Freire

Sandro, não adianta ver o trem mais rápido; se o mais rápido for no meio do dia, não adianta pra criatura que faz bate-e-volta grin

Majô
MajôPermalinkResponder

Mô, acrescento à sugestão da Mari, irem à Siena e San Giminiano. Outra, é pegarem um low cost em Milão e irem até Taormina, uns 2 ou 3 dias.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq, esta sua câmera tá um barato mrgreen

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Riq, desculpa aí... tico e teco em conflito por aqui... :roll:

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Eu vou copiar tudo e montar um roteirinho para elas.
O problema é que a prima quer porque quer ver o Papa... enfim...
Então elas vão a Roma e dormirão uma noite lá.
Obrigada, gente! Eu continuo aceitando sugestões!

Ricardo Freire

Sesto Calende-Roma dá 6h15. Dá pra fazer no noturno também (de Milão a Roma ou vice-versa leva 8h; é mais lento para dar para dormir. Total, 9h).

Majô
MajôPermalinkResponder

Mô, o Lago Maggiore é lindo, e a sugestão do Riq é boa, a Itália sempre tem coisas lindas por perto. Elas podem explorar o entorno e depois contarem pra gente. Quanto à Sicilia, acho uma opção, pois os vôos saem de Milão para Catania. Acho que tem low cost até por 20 dolares. wink

Yara
YaraPermalinkResponder

Mô,
Quando eu estava em Milão fui a Pompéia de ônibus(bate e volta) e depois fui a Sorrento (de ônibus) e fiquei por lá, porque ja era mais distante (infelizmente tb não lembro a distância). Esse bate e volta pra Pompéia a gente comprou no hotel, com guias locais. Pode ser uma boa, mas como não sei a distância até Sesto Calende(pq não consegui achar no mapa...kkk), é bom pesquisar antes.
A Majô falou de San Gimniniano: é linda!!!Lembrei-me de uma dica: logo na entrada tem um café que vende vinhos da casa (deliciosos) a um euro e em frente á torre da igreja (que vale a pena entrar pra conhecer) da praça central, tem uma uma sorveteria com um gelato...hummm...que saudade!!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

E uma esticada até Cinque Terre? Ou Genova, para dar uma olhada no aquário...
Deve dar uns 100km até Genova e uns 150 até La Spezia.
Saindo cedo até dá para aproveitar.

Majô
MajôPermalinkResponder

Pois é, eu fui a San Giminiano, acho que de ônibus, passando antes por Siena que é imperdível. Eu vou fazer o roteiro para elas para a Sicila, com tudo baratinho, caso elas se animem. Vou ver nos guias os horários e preços de ônibus lá.

Ricardo Freire

Yara, eu não posso acreditar que alguém organize, e que trinta passageiros comprem, um bate-e-volta de ônibus de Milão a Pompéia! É como estar em São Paulo e ir até ali visitar o Museu Imperial de Petrópolis. Ou almoçar em Santa Felicidade, em Curitiba, e voltar. Tem certeza de que você não estava em Roma?

Mas enfim... isso nos abre uma outra possibilidade de busca. Passeios organizados por agências de receptivo em Milão. Deve até haver algo específico para receber a bênção do papa na missa de domingo no Vaticano.

Yara
YaraPermalinkResponder

Riq, tenho certeza que estava em Milão!rsrsrs...foi realmente muito corrido!!! Era um desses pacotões (minha mãe gosta deles) e passamos um dia me Milão e ainda fizemos no outro dia uma viagem até Pompéia.
Agora que vc falou me lembro que foi beeeeeeeeeeeem corrido..kkk...e que não pretendo mais fazer esse tipo de loucura!!!

Yara
YaraPermalinkResponder

Riq, vc tem toda a razão, acabei de achar a operadora e lembrar do Tour. Saimos de Milão num dia, fomos a Nápoles (com a Queensberry), dormimos la e de la fomos a Pompéia (coma operadora Local) Sorrento e Capri. Acho melhor eu parar de postar sem conferir antes, né??

Esse é o site da operadora http://www.carrani.com/it/viaggi/tourindex.htm

Ricardo Freire

Ah, bom mrgreen

Ricardo Freire

Exemplos de "day trips" de agência possíveis de serem feitas a partir de Milão (a 1h de onde ela vai estar):

http://www.viator.com/milan-tours/Day-Trips-and-Excursions/d512-g5

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Como exemplo é perfeito Riq !
Ótimo para ter uma ideia , mas não comprem deste site viu ?
Eles colocam um zero a mais na conta.
Comprando no local sai menos da metade smile , em alguns lugares 10% !

Anelise
AnelisePermalinkResponder

Olá Pessoal

Acabei de chegar dos EUA.
Aconteceu o seguinte comigo:
Cheguei no aeroporto para o check in 2:30 antes do vôo, e de lá fui mandada imediatamente para a fila da segurança que estava imensa. Eu disse que precisava declarar umas coisas, mas a atendente me assustou e disse q a fila estava demorando 1 hora e meia e que eu poderia perder o embarque. Estava com máquina digital e ipod video. De qualquer jeito nao tinha notas fiscais. A sorte é que decidi de última hora nao levar o lap top.
Chegando lá fiz compras, os $500 dólares, óbvio. E fiquei com medo de ser parada e serem cobrados injustamente os aparelhos q já tinha.
Tive sorte e não fui parada na alfândega. Mas fica a pergunta.... será q mesmo vendo meu ipod (já velhinho e com riscos) e a câmera (que já não aparenta ser nova) haveria algum problema????

Ricardo Freire

Anelise, a respeito de aparelhos com cara de usados, o Henrique postou isso:
http://zumo.com.br/2007/09/16/de-volta-a-sao-francisco/

Luna
LunaPermalinkResponder

oi, tudo bem!
bom, não posso fornecer ajuda, mas gostaria da sua, rss
por acaso você tem alguma informação ou conhecimento de causa sobre Margarita?

beijo!

Chris Pessoa
Chris PessoaPermalinkResponder

Amei a sua câmera, Ricardo. Realmente, uma relíquia! smile))

Chris Pessoa
Chris PessoaPermalinkResponder

Fugindo um pouco do assunto: Uma vez, chegando de Bs As em Brasília, mesmo mostrando a minha declaração de saída do notebook eles criaram caso. Me pediram para ligá-lo, ficaram bisbilhotando tudo, etc. Meu marido ficou P. da vida. Perguntamos o porquê disso, e eles responderam que tem gente que troca o num. de serie do computador por um declarado... pode? Então a declaração, na verdade, não serve pra nada em Brasília. :-/

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Pessoal, muito obrigada! Mandei tudo para ela!

Andrea S. B.
Andrea S. B.PermalinkResponder

Mô, não sei se ainda dá tempo , mas lá vai a minha dica:
Morei algum tempo em Milão e tem muitoe lugares gostosinhos para fazer um bate-volta sem se cansar muito.

1) Stresa = cidadezinha a beira do Lago Maggiore uma graça e de onde partem barcas de meia em meia hora para a Isola Bella, onde está o Palazzo Borromeo com jardins suspensos sobre o lago e onde Napoleão passava alguns dias no verão. Vale a visita!

2) Lugano e Locarno = ambas na Suiça italiana e típicas cidadezinhas a beira de lago da Suiça, com bondinhos e mirantes com vistas incríveis!

3) Lago de Garda = entre Milão e Veneza. A cidadezinha de Sirmione fica na beira do lago e toda murada pelo castelo medieval Rocca Scaligera, com ruínas de termas romanas e um hotel-parque deslumbrante com vista para o mar! Vale o dia. Peschiera del Garda é outra cidadezinha no lago que possui uma igrja de peregrinação bastante conhecida na região de Milão e do Vêneto.

Bem , espero ter colaborado. Concordo com o Riq que para os cartões postais tradicionais é melhor o final de semana todo, senão fica muito cansativo, principalmente com a baldeação de trem em Milão.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Obrigada, Andrea!!! Dá tempo sim! smile

Anelise
AnelisePermalinkResponder

Ah Riq! Que bom! Pelo artigo do Henrique, parece q está existindo um certo bom senso.
Mesmo assim, é uma chateação o lance das notas....né?

Majô
MajôPermalinkResponder

Mô, a Andrea deu sugestões ótimas, principalmente se ela estiver indo pela 1a vez à Europa. Lugano e Locarno são duas tetéias. Acho que se elas forem à Florença ou Roma e à Suiça vão ter lindas recordações. Fiz um roteiro para Sicilia com a easy jet ou volareweb que saem baratíssimas, ida 36,38 e volta 49,74 euros, mas acho que as 1as opções são mais bate e volta mesmo.

JULIO CESAR CORREA

Somente os residentes em São Paulo estão tendo que declarar? E os que partem do Rio e têm que fazer a maldita conexão em Sampa? Qdo embarquei para os EUA no último dia 3, não me a conteceu nada. Como voltei por Miami, o vôo veio direto para o Rio.Foi sorte, porque não declarei a minha manjada câmera digital.
gd ab

P.S Aliás, as fotos da viajem estão lá no Bala. Se quiser dar uma olhada...

Claudio Lara
Claudio LaraPermalinkResponder

Vai ter que declarar essa sua máquina sim.
O Fiscal vai dizer que não é Trancoso e sim de Petra na Jordania e vai pedir a nota.
Só brincando pra aturar essas leis, regras, portarias e CPMFs da vida.

Falando em Petra...

Você certamente deve conhecer a
Dança do Matt no Youtube.

O engraçado é que agora um Carioca produziu a versão carioca e ficou muito divertido – além do mais a versão brasileira não precisar de pagar imposto.

Com essa gula em arrecadação federal, só desopilando o fígado mesmo.

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Outro passeio lindo de 1 dia saindo de Milao é o Lago Di Como. É lindo, a estaçao de trem é super central e vc pode só passear na vila, ou até dar um passeio de funicular pra ver a vista maravilhosa.
Daí só vai faltar encontrar o George Clooney lá né?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar