B.R.A.: Bem Ruinzinha Airlines?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Certo está o Rodrigo Purisch, que não gosta nem de noticiar as ofertas da B.R.A. (quando ele publica, acrescenta sempre um "por sua conta e risco" ao título do post).

Ontem, depois de ter deixado 35 passageiros esperando por quase três dias no Recife para embarcar a qualquer momento para a Europa, a B.R.A. foi proibida pela Anac de vender passagens internacionais.

Era de se esperar que, com a venda de 20% da empresa para um grupo de investidores internacionais liderados pela Gávea Investimentos, de Armínio Fraga, a companhia melhorasse seu desempenho.

Houve até uma tentativa de aliança com a OceanAir, que logo foi desfeita. E agora, com a proibição (temporária, é bom frisar) de voar para o exterior, a reputação da empresa chega ao fundo do poço.

Os investidores devem estar sentindo -- tanto que, segundo informa hoje Monica Bergamo, o principal acionista da companhia, Humberto Folegatti, está se afastando da presidência. Como a Ilustrada (que é o caderno cultural, onde está a coluna de Monica) fecha bem antes do noticiário, esta decisão deve ser anterior à interdição da Anac.

A B.R.A. tem jeito? Deve ter, senão o Armínio Fraga não teria entrado no negócio, nem a companhia teria encomendado 40 aviões à Embraer, com previsão de entrega para o meio do ano que vem.

Mas que eles vão ter trabalho para nos convencer de usar esses aviões, ah, vão. Deve ser por isso que o Armínio agora também é sócio do Nizan Guanaes.

:roll:

62 comentários

Majô
MajôPermalinkResponder

Sylvia, penso o mesmo a respeito do Itau Personnlité, muito ruinzinho mesmo, o Boston era muuuito melhor. Eu era muitíssimo bem atendida pela gerente do Boston, nunca tinha que ir à agência. Estou prestes a trocar também.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Sylvia e Rodrigo

Obrigado pelo retorno.

Bem, eu aconselho a todos a que tiverem problemas, que recorram ao Judiciario. Por sinal, alguem ja usou os juizados dos Aeroportos, como foi a experiencia?

Aline Lima
Aline LimaPermalinkResponder

Estranho, não sei se foi mesmo porque li o tópico aqui, mas sonhei com desastre aéreo.. e da BRA, cruzes!

Pablo
PabloPermalinkResponder

Retomando a epopéia... Hoje, me confirmaram o vôo de segunda-feira, às 22h, Sampa-Madri, com escalas em Recife e Lisboa, pela própria BRA. Ontem, falaram de relocação em outras companhias. (A atendente: Pode vir tranquilo que você vai embarcar. Ahã, super tranquilo!!) Anteontem, estava confirmado pela BRA. Amanhã...
Se der, dou noticias de lá, se não cair, se chegar etc.

Acho a questão júrídica corretíssima. Devemos praticar mais e exigir nossos direitos. É uma mentalidade que ainda está por ser criada.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Pablo , com mais ou menos stress vais chegar e voltar e mais que
tudo : vais amaar a tua epopéia européia :!:
Boa viagem !!!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Meninas, ótima a idéia do Carrefour...a idéia era essa mesma: largar as malas e sair para comprar algumas coisinhas básicas. E Carrefour com vista? Só em Bs.As. mesmo grin

Ernesto, a sua história só serve para mostrar que realmente o interesse em servir o cliente é nula. E temos mesmo que pedir ajuda ao Judiciário em casos de abuso. A minha fidelidade para com companhias aéreas (nacionais, pelo menos) não existe: cada vez mais o que se percebe é que o assento num vôo é um commodity. Não importa qual é a empresa, você sempre vai ter um atendimento fraco, comida ruim, pouco espaço, atrasos não-explicados (ou desculpados)... sad
Majô, também sou 'viúva' do Boston e estou insatisfeita com o Personnalité (já tinha sido correntista e já sabia como era o atendimento). Já estou pensando em mudar de novo, só não sei para onde correr... :roll:

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Emilia : A vista é no shopping ao lado , então vai lá primeiro e depois
fazer as compritchas smile

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Beleza, Sylvia, já estava me confundindo toda... grin

Re Coelho
Re CoelhoPermalinkResponder

Eu trabalhava no Boston e agora estou no Itaú, e digo que até para nós funcionários/clientes o atendimento deixa muito a desejar, completamente confuso. Quem tem o atendimento do Personnalité sugiro conversar com a gerente, fazer uma pressão de infidelidade pq eles TEM que manter aquele atendimento do Boston onde o cliente praticamente nem ia na agência, pq como disse a Emília realmente não tem pra onde correr...

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Acabei de receber a notícia de que a BRA faliu mesmo, parece que o grupo investidor abriu os olhos a tempo, aliás, lembram-se do caso PANEXPRESS? Tudo mera coincidência?

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Será que agora foi de vez?
"BRA pára de voar e demite todos os funcionários"
http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200711061813_RED_51575477
Mais caos aéreo por vir.

Por falar em caos, alguém notou sumiço de suas fotos do Flickr??

tim
timPermalinkResponder

BRA ... uma merda! Fui com eles na epoca na ate Fortaleza, 3 horas de atraso... e nehuma explicação!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar