Enquete da semana: early check-in

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

    washsquare400.jpg

A pergunta desta segunda é uma sugestão do Julio Cesar  Correa.

Você costuma ter sorte ao chegar em hotéis antes da hora do check-in? Você normalmente tem sorte e consegue subir em rapidinho, ou já se acostumou a esperar?

Quando você organiza uma viagem, você pensa antes nas regras do check-in ou só se lembra disso ao cheagr?

Alguma vez você já reservou o hotel desde a noite anterior à chegada, só para poder chegar e subir?

OU já saiu com alguma atividade programada para aproveitar o tempo antes de receber a chave do quarto?

E, aproveitando a viagem: você costuma ter moleza com horário de check-out?

Já se arrependeu de não ter pago uma diária a mais para ficar no hotel até mais tarde?

Pensa nisso na hora em que planeja as viagens ou só se dá conta na hora também?

Já passou por algum perrengue (sério ou hilário) por causa de horário de check-in ou de check-out?

Finalmente: já pensou em alguma idéia mirabolante para tornar esse sistema menos imperfeito?

lol

Conta pra gente, pufavô.

104 comentários

Alexandre Giesbrecht - AVIVIXE

Eu nunca precisei esperar, mas aí por sempre programar tudo certinho. Também não foram poucas as vezes em que consegui o late check-out quando necessário, sem desembolsar um tostão.

Mas no feriado agora terei a oportunidade de testar essas duas teorias, porque chegarei na sexta bem cedo, e a minha reserva só começa ao meio-dia. Ela também acaba no domingo ao meio-dia, e eu gostaria muito de ficar um pouco mais. O problema é que no site do hotel eles já falam sobre política de early check-in e late check-out, avisando que cobram por elas (meia diária; um absurdo!).

Só na hora é que vou poder testar a lábia...

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Esse negócio de check-in e check-out é uma coisa muito chata. A melhor coisa é tentar ter os cartões de frequent-guest... isso já me ajudou muito principalmente em viagens business.
Vira e mexe eu chegava cedo e o Hyatt me dava um quarto... O atendimento é sempre impecável e tudo mais...

Os hotéis 5 estrelas podem ser os melhores e piores nesse negócio, em Atlanta, já cheguei a ficar no quarto até as 6PM sem pagar extra, em compensação, o Hilton de NY nos ligou pedindo para que a gente saisse do quarto e de quebra tinha um taxinha (acho que 5 dolares) para deixar a mala... em San-Pete (Florida) no Hotel Don Cesar, tivemos que almoçar antes de poder entrar no quarto... mas tudo foi tranquilo... sem stress, pois na verdade, se tivesse lugar, tenho certeza que isso não seria problema, pelo menos nos EUA...

Mas como a maioria, a gente tenta planejar a viagem de acordo com os check-ins e check-outs dos hoteis, dá menos trabalho e menos dor de cabeça.

[]s

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

hahaha Alexandre .. está escrito no site e vais tentar a lábia é ??
no feriadão ??

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Riq, eu acho que tenho sorte pelo menos quando vou a trabalho.
Sempre vôo pela manhã, então normalmente eu chego antes do horário.
Nunca precisei esperar, mas certa vez ganhei uma cara feia. Eu faço cara de "por favor, acordei não era nem 4 da manhã, me deixa descansar?".
Sempre deu certo.
O que eu sempre peço é para a agência avisar o meu horário de chegada. Assim evito sustos do tipo "achamos que você não viria mais e não temos sua reserva". Ouvi isso uma vez em Maceió, pois cheguei no hotel já passava de 2 da manhã. A propósito, me deram um up grade.
Aliás, isso já aconteceu comigo umas 4 vezes. Chegar no hotel de madrugada me dá sorte. grin
Quanto a sair mais tarde, algumas redes permitem. Nos hotéis da Atlantica eu sempre consegui quando precisei. Os da Accor também, desde que não fossem Ibis. Mas eu choro na recepção sempre que preciso.
Acho que também dou sorte por ter o fidelidade deles, por viajar para locais onde quase nunca está lotado nos dias que me hospedo, coisas assim.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Riq, querido!! Parabéns! Cheguei agora, perdi a festa da manhã??
Bolo pra vc: _§i§i§i§_ smile Beijos!!

EduardoLuz
EduardoLuzPermalinkResponder

A minha esposa já me avisou : ela vai pra qualquer lugar comigo desde que não tenha que esperar muito, tanto no check-in como, principalmente no check-out. Portanto, com os horários dos vôos e do hotel, você tem como planejar pra não cair naquela do ¨eu converso lá ¨. Agora, o curioso foi nesta última viagem, também em Miami onde tive o cuidado de reservar mais uma diária ( o vôo seria as 23:55 hs) e na hora de sair do hotel, por volta das 19:00 hs a atendente queria cobrar mais uma diária dizendo que , já que eu tinha reservado, eu era obrigado a dormir aquela noite no hotel! Foi uma encrenca, veio gerente, veio todo mundo, mostraram o regimento interno e eu só consegui sair de lá sem pagar uma outra diária porque eles me disseram que iriam cobrar da operadora ( Nascimento Turismo). Se cobraram ou não, eu não sei mas acho que se tivessem cobrado a Nascimento teria entrado em contato comigo.

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Eu penso e me programo para os horários do hotel.

Tive uma experiencia péssima em Arraial D'Ajuda, no dia anterior do retorno passei muito mal com uma infecção na garganta, febre de 40ºC e comecei a tomar até anti-biotico, claro que no dia seguinte acordei tarde e ao meio dia pedi um "late check out" que foi recusado, eu expliquei que estava doente, meu corpo doia tudo, sentia que flutuava por causa da febre e mesmo assim sem papo, depois de muito conversar me deixaram com o travesseiro e cobertor!! ( um calor de 40ºC e eu com frio - tava mal mesmo ) e fiquei na recepção deitada, ardendo em febre até o transfer chegar as 4 da tarde. Que pesadelo!!!! sad

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Verdade Mô !!
O Ibis é dureza com entradas antes da hora .. aliás é dos mais dificeis !!

Me lembrei agora de uma historia que rendeu boas lembranças :
Fazendo o check inn no Ibis em Praga ( o da Katerinska ) as 8 da manhã
a recepção informou que ´todos os aps estavam ocupados e só estariam
liberados as 2 da tarde .
Fiquei quieta e nem argumentei que estava acordada a 24 horas, que estava vindo da India , que tinha uma diferença de fuso de 8 horas ,
que estava 48graus de onde sai , que era brasileira , oh! futbol ..que que
Apenas pedi que a recepção telefonasse para o meu irmão que estava
hospedado no hotel .. e escrevi o nome dele num papel.
Foi só o tempo necessario para a recepcionista processar a informação,
olhar no computador e me devolver um sorriso amável junto com
a chave do apartamento ( ao lado do ap do meu irmão ) lol

Rodrigo Purisch

Tento sempre conjugar os vôos de forma a chegar na hora do check in. quando preciso, tento entrar em contato diretamente com o hotel perguntando da possibilidade de ter um Check in antecipado ou um late Check out, nem que pague uma certa quantia ( que na maioria da vezes vale a pena). levo o e-mail impresso no caso de alguém esquecer...

Quanto mais cheio o hotel, mais difícil. Alta temporada idem. Mas entendo da dificuldade do hotel nesses momento.

Acho que poderia ser criado algo como a Sylvia relatou (sala com poltronas, chuveiro e guarda malas), mesmo que se cobrando uma taxa, para dar algum suporte ao passageiro que chega cedo ou sai tarde.

No Sauipe, tinha uma cortesia do Spa. Fiz meu check out, passeei e fiu dar uma relaxada + banho no Spa.

Nessas situações, uma sala vip bem estruturada no aeroporto ajuda muito.

Tenho mais dificuldade quando tento cotar um day use em um hotel durante uma conexão longa. Como é difícil conseguir essas informações na net.

Guilherme Lopes

Charada “de segunda”: De que hotel é a foto que ilustra este post?

; )

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Rodrigo , tens toda a razão ! Pouquissimos hoteis colocam o day use
nas palavras chave de busca .
Sabes o que faço ? Escrevo day use hotel in xxx e ai aparecem
mil pacotes que incluem o day use .. vejo qual é o hotel e mando
um e mail , mas normalmente os hoteis perto dos aeroportos oferecem
esse serviço mesmo que não esteja explicito.
Eu sou a rainha do day use , mas nos ultimos tempos tenho encontrado
muitas possibilidades para descansar, tomar um banho , fazer uma massagem na maioria dos aeroportos ( só falta ter em todos aqui )

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Washington Square NY NY , Guilherme grin

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Que legal, dessa eu posso participar.
Apesar de planejar com bastante cuidado minhas viagens, costumo dar muita sorte nas ocasiões em que conciliar os horários de chegada e os de check in e check out dos hotéis torna-se impossível.
Diversas vezes pude contar com a colaboração do pessoal dos hotéis e pousadas.
Em janeiro, por exemplo, fiz as reservas meio que em cima da hora para uma estadia em Miami (aliás, levando várias dicas de restaurantes e barzinhos fornecidas pela turminha e pelo Riq) e tudo ficou mais difícil. Só consegui passagens com chegada em Miami de madrugada (por volta das 6 horas, se não me engano) e fui preparada para pagar adicional ou aguardar em algum café das redondezas já que o check in era a partir das 14 horas. Mas o pessoal foi super gentil e liberou o quarto no ato, sem cobranças adicionais. O hotel era simples, mas muito bem localizado, com preço super acessível e o atendimento bem bacana:
http://crestgrouphotels.com/SouthBeachHotel.htm
Só não consegui antecipação de check in quando viajei de pacote de operadora que contornava a situação emendando um city tour forçado e inconveniente.

Aline Lima
Aline LimaPermalinkResponder

Na minha última viagem à Cingapura e Bintan fiz a pequena besteira de reservar um dia à mais em Cinga (domingo) sendo que ia para Bintan no sábado.
Em Bintan, cheguei às 09:00, chorei um early check-in e a recepção (Nirwana Gardens) pediu para voltarmos dali uma hora. Aproveitamos o tempo na praia, mas voltamos em 45min e o quarto estava pronto.
Na saída, saí mesmo ao meio-dia porque tinhamos ferry de volta à Cingapura marcado para 13:30.
Gerlamente não choro por late check-out; saio para aproveitar os últimos momentos que tenho na cidade. Já early check-in, eu peço sim! Mas já cheguei a ter essa cortesia sem mesmo pedir, em Sydney (cheguei às 8hrs e o hotel era o Park Regis)
Costumo avisar clientes também, principalmente os que vão à Dubai, já que o vôo chega 04:45 e não seria muito bom contar com a sorte essas horas. No começo alguns relutam, mas é só calcular hora do check-in + hora de chegadas + no de malas que eles entendem rapidinho smile

Erick
ErickPermalinkResponder

Comandante,
feliz aniversário!

Majô
MajôPermalinkResponder

Em Mauá não tenho a menor preocupação. Na Pousada Vila do Sol eles são super flexíveis. Não cobram por late check out, caso a pessoa queira zanzar um pouco mais. Mas, algumas pousadas lá são mais restritas. A Montserrat por exemplo diz claramente que cobra x % para late check out.
Na Pousada do Riacho, perto de Friburgo, fechei a conta depois do café e saímos.
No Nilo, também liberamos o chalet antes do meio dia. Como lá, um hóspede sai e entra outro, se um atrasar para sair, vai atrasar a entrada do próximo hóspede, em geral as pessoas respeitam o horário. O máximo que pode acontecer, se alguém atrasou para sair e ainda estiverem arrumando o chalet, é trocar de roupa e ir esperar na praia, o que não é nada mal wink
Em 2000, com a falecida Soletur, não tivemos problema no check in, pois o vôo da Tam para Paris, chega às 14:30h. Na saída, tivemos horário para fazer o check out, mas as malas ficaram guardadas, e fomos zanzar numa feira perto do hotel que por sinal tinha uma moça com jóias em âmbar que eu vou te contar.
Ano passado, no Saint Beuve, chegamos à tarde pela TAM, o quarto já estava prontíssimo, para nossa alegria. Nada como chegar e tomar aquele banho maravilhoso, antes de sair para fazer o reconhecimento da área. No dia do check out fizemos no horário, pois ia entrar outro hóspede, e fomos para o Jardim de Luxemburgo, ali pertinho, ver os homens jogar boule.
E este ano, no Villa Carlotta não tivemos problema, nem no Gutkowski, nem no Ucciardhome. Mas, nos ajustamos aos horários.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq,

Sábado estava fazendo buscas no Google, e em algumas vi o Filigrana e entrei. No topo do post Viagem à Sicilia colocaram anúncios de restaurante e hotéis. Em cima Add by google. Pode isto ? Eu sei que o espaço é deles, mas achei estranho sem avisar tascarem propaganda.

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Eu nunca imaginei que check in e check out pudessem causar tantos transtornos, pois sempre entrei e saí dos hotéis nos horários certos e, nunca tive problemas quando chegava mais cedo ou tinha que sair um mais tarde...

Só uma vez que não consegui entrar num hotel, mesmo estando hospedada nele. Foi em Agrigento, no Baglio della Luna: o hotel é uma graça, perto do Valle dei Templi, numa construção típica siciliana... mas eles fecham o portão a noite e não atendem a campainha...

Voltamos de um jantar às 2h00 da manhã, morrendo de vontade de dormir e ficamos quase uma hora aos berros, esmurrando o portão, na esperança de que alguém ouvisse. E quando o porteiro apareceu, ele ainda ficou bravo porque estávamos fazendo muito escândalo na porta do hotel... Pode?

Majô
MajôPermalinkResponder

Haha Luisa, lembrei que em Paris num hotel fuleiro, há trocentos anos, a concierge é que abria a porta à noite, e não gostava se chegássemos tarde, maior mau humor.

fabio
fabioPermalinkResponder

Acho que o problema é o check-out, pois geralmente é às 11 ou meio-dia, e se você vai pegar o vôo noturno, vai querer ficar batendo perna até dar a hora de ir pro aeroporto. Daí, se cansa, suja a roupa, sua, etc...No check-in, tudo é festa, deixa a mala e vai pra galera...A última coisa que faço é passar o dia no aeroporto esperando o vôo por causa do check-out.

Graciele
GracielePermalinkResponder

Minha experiência mais marcante com late check-out foi em Jericoacoara: o Hotel Mosquito Blue permitiu que eu ficasse atééé oito horas da noite. smile
E a melhor em early check-in foi na Pousada do Toque, onde além de termos chegado muito mais cedo do que o horário correto, ainda tinha um lanchinho (frutas frescas e pãezinhos) esperando no quarto. Vai que tivéssemos fome....fofuras do Nilo.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Majô !
Um enquete de hotéis fuleiros vai dar um ibope daqueles !

Todos nós temos lembranças marcantes de furrecagem .. do tempo
do tanto faz ... ( ah..tá ! )

Depois de ler teu comentario me lembrei de um horrriiivel , lá no meio
do seculo passado smile
Indo não sei pra onde , antecipamos o voo Poa/Gru pois a semana estava
com muita neblina e não saia nenhum voo .. saimos de Poa na noite anterior para pegar um voo em Gru no meio da manhã.
Chegando lá fomos faceiros no kioske de hospedagem, e ... nada !
Todos os hoteis estavam lotados , tinha um evento qualquer.., mas a
moça muito atenciosa disse que ia arrumar um lugar para dormir ali mesmo em Guarulhos ...
Bom.. hum... era um motel de última .. um horror absoluto !
Não tinha nem porta no banheiro , uma imundicie absoluta .. pensamos
em voltar para o aeroporto e ficar no saguão , depois mudamos de ideia
e dormimos com a roupa do corpo e de sapatos ( de tão nojento que era)
e eu ainda me dei ao trabalho de ir até a recepção(?) pedir uma toalha
de banho , para colocar em cima do travesseiro(?) e dormir.
( juro que no outro dia fiquei procurando para ver se não tinha piolhos...
ECA !! )

Ricardo Freire

Majô, googlei agora "Viagem à Sicília", o Filigrana apareceu entre os primeiros posts, cliquei mas não vi anúncio, não...

O que eu sei (quer dizer, fiquei sabendo há pouco) é que o Wordpress se reserva o direito de veicular anúncios, sim. Tá nas letras miúdas do contrato.

Já pra gente veicular anúncios em causa própria, é uma complicação (tem que ir pro wordpress.org e contratar um servidor externo).

sad

marcelof
marcelofPermalinkResponder

Quando você organiza uma viagem, você pensa antes nas regras do check-in ou só se lembra disso ao cheagr? Penso mas isso não pesa muito na escolha do hotel.

Alguma vez você já reservou o hotel desde a noite anterior à chegada, só para poder chegar e subir? Já. Uma vez em Miami.

OU já saiu com alguma atividade programada para aproveitar o tempo antes de receber a chave do quarto? Sim. Semana passada em praga!

E, aproveitando a viagem: você costuma ter moleza com horário de check-out? Não.

Já se arrependeu de não ter pago uma diária a mais para ficar no hotel até mais tarde? Não

Pensa nisso na hora em que planeja as viagens ou só se dá conta na hora também? Penso sim sempre penso no que da ou nao pra fazer....

Já passou por algum perrengue (sério ou hilário) por causa de horário de check-in ou de check-out? não que eu lembre

Finalmente: já pensou em alguma idéia mirabolante para tornar esse sistema menos imperfeito? Enquanto caminhava as sete da manhã pela ponte carlo IV, praticamente vazia e quando vi outro casal no meio da ponte com a mala aberta, tirando roupa de frio..rsr pensei nesse esquema de 24h aparetor do check-in...nao sabia que ja existia....fiquei meio puto com o meu hotel...que so nao atendeu a minha preces de antecipar um pouco o meu check-in pra 12h..tive que esperar ate as 14h. sad

Paula
PaulaPermalinkResponder

O Fasano Rio foi super simpático. Chegamos às 11, ficamos um pouquinho naquela piscina feia tomando suco de água de côco com figos e meia hora depois nos chamaram para o quarto. Fizemos check-out às 4 sem problemas.

Cibele
CibelePermalinkResponder

Em alguns casos, também compensa pagar de 20 a 50 dolares pelo uso das salas vips dos aerportos, onde da para tomar um bom café da manhã, descansar num lugar seguro, ver e-mail e tomar banho.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Viagens no Brasil, a trabalho, com redes de que vc tem cartão de fidelização, nunca trouxeram qualquer problema. É comum chegar lá pelas 10 da manhã e sempre consigo subir. O check out mais tarde tem sido mais complicado. Só na rede Meliá (cartão MAS) consigo sair até às 16 hs. Nas demais, deixo a malinha e vou fazer algum dos programas pendentes...

Daniela Siqueira

Eu lembro até hoje a minha primeira viagem internacional, com meus pais: chegamos no aeroporto de Paris e não tinha ninguém nos esperando (eu já contei aqui, meu pai achou até que tinham passado a perna na gente, e vendido um pacote fantasma). Depois de muito desespero (o número que nos deram não respondia; ninguém no Brasil atendia; não achávamos táxi, etc, etc) chegamos de qualquer jeito no hotel. Meu pai ficou tão feliz de achar uma reserva no nosso nome, que nem ligou de perguntar a respeito de early check-in (acho que a gente nem sabia que isso existia). Deixamos as malas e fomos dar uma volta - tinha um mercado de pulgas na frente do hotel. Até hoje as fotos mostram a gente de cara VERDE - e não era assim: mrgreen Nossa, que aperto - juramos que nunca mais.

Obviamente, a boa intenção não durou muito. A outra experiência lamentável foi na minha segunda viagem internacional, mas aí não tinha nada com hotel: eu fui sozinha fazer um curso, ia ficar numa casa de família, e o vôo chegou super mais cedo que o previsto, e eles só me receberiam à tarde. Fiz muuuuuuita hora no aeroporto, mas lá pras tantas não agüentei e peguei o ônibus pro centro - e lá estava eu, em pleno Arco do Triunfo, com uma mala pesadíssima super-mala (lembra quando as pessoas tinham a idéia ridícula de "adaptar" malas comuns, pondo rodinhas nelas? É lógico que não funciona. Mea culpa, eu fiz essa insanidade sad E fica pior: chovia, e a brilhante aqui descobriu que esquecera de tirar dinheiro de dentro da bolsa interna, e quem disse que se achava banheiro? (pra completar o azar, tinham posto uma bomba ou coisa parecida num daqueles banheiros públicos, e eles estavam todos fechados - pelo menos todos os que eu olhei estavam). Vocês já tentaram atravessar a Place d'Étoile num dia normal? Imaginem com chuva, e uma mala mala. Juro que me deu vontade de chorar! Se o ônibus da Air France passasse, eu tinha voltado pro aeroporto...

Depois dessas experiências traumáticas, tomo mais cuidado com os horários de check-in. Só tem uma vantagem, agora que viajo acompanhada: o meu marido chega com GÁS TOTAL em qualquer viagem, e acaba infectando. O que são 12 horas de viagem, se o menino finalmente se deu conta de que está de férias? E alugar carro no aeroporto é uma mão na roda - você já tem onde por as malas das malas, e transporte. Dá pra sair passeando desde já, achando comidas gostosas - e você pelo menos já tem a impressão de ter achado um semi-pouso. Então, o primeiro dia normalmente já se resolve assim. Nos outros dias, tentamos sempre fazer deslocamentos no meio do dia, para não ter problemas com check-in (já até demoramos mais em uma cidade, ou aproveitamos para fazer um side-trip, pra não chegar antes do horário no outro hotel). Na próxima viagem, com dica da Sylvia, já marquei todos os vôos pro meio-dia!

PS: é seu aniversário, Riq? PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!

leandro
leandroPermalinkResponder

Só uma vez em NY, cheguei as 10:00 mas o check in era só depois das 15:00, minhas roupas de frio estavam todas na mala, mas mesmo assim comprei um casaco na loja mais próxima e fiquei batendo perna até chegar a hora.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq, eu vi com esses oios :roll: Quando voltei mais tarde já não estava. Não sei se colocam e tiram. Entrei no google para outros assuntos sobre a Sicilia e vi lá e cliquei.
Era de uma trattoria e um hotel, mas eles pelo menos escrevem em cima Add by Google ou coisa que o valha. Devia ter feito um copy/paste.
Eu acho o fim da picada, pois o propósito é ao contrário. Mas, como você diz está naquelas letrinhas do contrato que ninguém tem paciência de ler...

Angela Bruno
Angela BrunoPermalinkResponder

Oi Majô,

Hoje mais cedo um parente seu tentou contato através do comentário abaixo:

http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/25/na-carona-dos-amigos-5/#comment-32944

Não sei se você leu. Na dúvida, resolvi alertar smile

Rodrigo Purisch

Riq e Tripulação,

Tem Arnaldo Interata no especial da Viagem e Turismo sobre a África do Sul!!!

Tiza
TizaPermalinkResponder

Sempre dei sorte. Desde de pequena, nas viagens de férias com a família, lembro de ter esses privilégios. A lembrança mais marcante dessa época foi um early check-in no hotel Everest do Rio. Tivemos um problema com o hotel em que iríamos pernoitar e o pai ligou para o Everest e conseguiu o early check-in para às 2h da madrugada!!! Quando chegamos no hotel mais um presente. Como os nossos quartos não estavam liberados, nos deram a suíte presidencial! Só que tivemos que abandonar o apartamento cedo, pois tinham que arrumá-lo para receber a imperatriz Farah Diba. Isso mesmo, naquela época ela ainda não era ex!!!

Tenho outra história em que um early check-in quase arruinou um sonho. O plano era pegar o trem em Florença, parar em Pisa e de lá pegar outro e amanhecer em Nice, a tempo de deixar nossas malas no hotel, passar uma água no rosto e pegar um bus pra Mônaco e assistir ao Grande Premio de Formula Um. A viagem foi péssima, mas divertida. Começou na estação de Pisa que a noite vira dormitório dos mendigos e loucos da cidade e terminou numa cabine de seis lugares, com quatro americanos de 2 metros de altura. O trem, além de barulhento, parou em todas as estações de Pisa a Nice, principais e secundárias, sem esquecer de nenhuma. Depois de enfrentar as escadarias no nosso hotelzinho, carregando nossas “queridas malinhas", chegamos na recepção exaustas, mas firmes no propósito. Fizemos o check in e nos informaram que em 10 minutos o nosso quarto tava liberado?! Ah, como? - Vamos rápido que dá passar uma água no corpo e ficar na horizontal um pouquinho... Só que o banho ao invés de dar um gás, nos derrubou. O cansaço veio com tudo! Contei até 10 uma dúzia de vezes... Foi complicado, mas conseguimos chegar, assistir ao final da corrida, ver aquele mar vermelho de ferraristas que invade Monte Carlo, entrar nos boxes, ver as Ferraris sendo empacotadas e colocadas nos caminhões, passar pelo podium ainda molhado de champagne, caminhar pela pista marcada pelas freadas dos formula um e viver o clima de festa do principado. E o cansaço sumiu no meio daquela paisagem, daquela festa, daquele sonho...

Ricardo Freire

Tamos sabendo, Rodrigo!

Só tô esperando pra sair a revista-mãe e ver se tem dobradinha arnáldica na banca pra fazer o post grin

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RODRIGO e RIQ, obrigado, pela enésima vez, pela simpatia de ambos em noticiarem e divulgarem meu trabalho.

Vocês, assim como todos os comentaristas são sensacionais. E sei que é sincero. Detestaria citar nome de alguém e deixar algum de fora, mas NÃO posso deixar de lembrar que a SYLVIA foi a primeira - de POA! - a ver a revista, antes mesmo do que eu.

Lá no FATOS & FOTOS de Viagens já coloquei uma matéria com fotos da revista. Ainda não sei se sairá de fato na edição regular, mensal, ou apenas na edição especial da "Viagem e Turismo - África do Sul de A a Z" onde o principiante aqui começa com bom destaque.

Podem estar certos de duas coisas: PRIMEIRA: gostei da experiência e pra quem fez um blog por "inveja" (juro que da boa...) do Ricardo Freire, é pra lá de honroso não apenas ter sido convidado a participar da especial quanto ser reconhecido pelo RIQ e por vocês; SEGUNDA: todo dia de manhã eu passo alí na "máquina de coltar salto alto"....

GRANDE abraço a todos e obrigado.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Arnaldo, pode ter a certeza de que os nossos elogios e a força que damos são um reflexo da sua generosidade, do seu estar sempre pronto a contribuir com dicas e com a sua experiência para tornar as nossas viagens melhores - assim como faz o Riq e todos nós tentamos fazer igual, sabe? wink

Ainda não vi essa bendita revista... Será que Niterói está mais "província" do que nunca e ela ainda não chegou por aqui?!?

Carla
CarlaPermalinkResponder

Arnaldo, posso abusar um pouquinho? Estive dando uma olhada lá no Fatos & Fotos de Viagens, em busca de informações sobre os parques nacionais dos EUA... Fui eu que não encontrei ou você não tem posts sobre eles? Estou começando a buscar informações sobre a Califórnia e arredores - sabe, pra ocupar os meus fins de semana durante os 4 meses em que devo ficar por lá pesquisando no ano que vem... grin Me dá um help?

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Carla

E a revista "especial Africa do Sul", já deve ter chegado a Nitki,sim...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Então de hoje não passa, Ernesto! Vou à caça... lol

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

CARLA, eu não publiquei NADA sobre os parques nacionais norte-americanos apenas porque as fotos que tenho deles são antigas (até 2001), não passaram pelo meu crivo de controle de qualidade para publicar no blog.

É claro que darei todas as informações que desejar e precisar, que estiverem ao meu alcance. Pra não encher aqui o VnV, me manda um e mail com uam idéia aproximada do que vc deseja ver e conhecer, que distâncias pretende ir, que cidade permanecerá nesse tempo, a fim de que eu possa começar a consultar meus alfarrábios e pesquisar coisas novas pra vc.

Uma coisa que eu já adianto é que tenho um programa de fazer roteiros por estradas norte-americanas completíssimo e bem atualizado, que permite verificar distâncias, estabelecer roteiros e pesquisar hotéis, localizando-os exatamente no mapa.

Enfim, preferia que vc me desse uma direção, pra saber se vc poderia ir além da Califórnia, por exemplo ao Utah, Colorado, Arizona...

Se for apenas California e Parques NAcionais, vc deverá ir ao Yosemite, ao Kings Canyon, ao Sequoias.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

CARLA, província é o BRASIL todo. É só ver que a SYLVIA viu primeiro em POA, precisamente no Moinhos de Vento (MEU bairro!)...

Majô
MajôPermalinkResponder

Ângela Bruno,

Obrigada pelo alerta, na verdade eu não havia visto não, fui alertada pelo nosso comandante ontem. Já respondi ao João, vamos ver se ele acha o comentário hoje. Com certeza somos primos, é um lado bom da internet achar membros da família. Valeu, brigadim wink

Carla
CarlaPermalinkResponder

Arnaldo, assim que eu tiver um tempinho (acho que agora só hoje à noite...) vou te mandar um email contando melhor os meus planos. Mas desde já te agradeço pela generosidade! grin

Abel
AbelPermalinkResponder

Olá Ricardo

Estarei em Caracas, Venezuela, através do fidelidade TAM, de 07 a 13 de Novembro. Na volta mandarei pra voce algumas considerações com relação à cidade - transporte, locais para visitação, hoteis, restaurantes, etc. Já que a TAM acaba de inaugurar voo para Caracas acho que será interessante pra muita gente algumas dicas de lá.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sabe como que vi a revista Arnaldo ?
Fazendo alongamento ...
Como alongar é meio demorado e entediante gosto de fazer isso na frente
da banca de revista , assim fico olhando com calma as novidades e fazendo a obrigação ao mesmo tempo .
Quando vi a VT Africa peguei , abri , e te encontrei lá dentro num minuto grin

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

É o que tou dizendo, SYLVIA, TUDO começa em POA, só depois no resto do Brasil...

Alexandre Giesbrecht - AVIVIXE

Ah, Sylvia, tentar não custa nada...
smile
Vai que sobraram apartamentos (havia muitos livres ainda). Também acho pouco provável que eles tenham conseguido vender o meu de quinta para sexta, então talvez o early check-in seja possível. Não sei. Nem estou com tantas esperanças. Pelo menos, já falaram que guardam as malas antes, então dá para dar uma volta e voltar mais perto do horário do check-in.

Quanto ao late check-out, estou bastante desesperançoso, porque geralmente é com ele que os hotéis implicam mais.

De qualquer maneira, foi a única opção, porque tenho a formatura da minha cunhada para ir em Santos. Será um jantar na sexta e o baile no sábado. Tentei hospedagem em Santos mesmo, e só vendiam pacotes de quinta a domingo, por causa do feriado. Eu não tenho mesmo como ir na quinta; só na sexta bem de manhã. No Guarujá, consegui esse hotel que topou pacote só de sexta a domingo.

Vamos ver como tudo vai. Na semana que vem eu conto!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Arnaldo : wink

Alexandre : é isso mesmo !! só não vale ficar frustrado se não rolar eekops:

Angela Bruno
Angela BrunoPermalinkResponder

De nada, Majô. O Riq foi mais rápido, né?! Quando saiu dos "Comentários Recentes", fiquei com receio de que nem você nem ele tivessem visto wink

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar