Latinha a R$ 4,90? Processe!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

beachpark450.jpg

Olhem que história sensacional que a Flavia Penido achou num site jurídico. Deu no Aprovando que um casal processou a CVC -- e ganhou, em primeira instância -- por ter sido levado a passar o dia na barraca do Beach Park, onde os preços são exorbitantes. O valor da indenização foi estipulado em R$ 7.600,00 -- nada mau, hein?

Estive no Porto das Dunas, a praia do Beach Park, pela última vez, em setembro do ano passado, e o preço da cerveja Antarctica de lata (350 ml) estava 4,40 (mais 10%). Fiquei abismado; acho que nem na praia do Espelho era tão caro (e, antes que reclamem: acho que na praia do Espelho esse preço é necessário.)

cerveja440.jpg

Alguns trechos da matéria pinçados diretamente do site:

CVC deve indenizar casal que passou vergonha em viagem
 
A CVC está obrigada a pagar R$ 7,6 mil de indenização a um casal que teve aborrecimentos e passou por vexame durante viagem a Fortaleza (CE). A decisão é da juíza Ana Cristina Abdalla, do Juizado Especial do Consumidor de Cuiabá (MT). Cabe recurso.

A viagem ocorreu em janeiro deste ano. O casal foi obrigado a permanecer na praia do parque aquático Beach Park. No local, os preços dos produtos e serviços superavam a capacidade aquisitiva do casal, de acordo com os autos. Isso porque o veículo que os levou até o parque no período matutino só poderia transportá-los de volta ao hotel às 16h.

(...)

O casal, que teve que pegar um táxi para voltar ao hotel e gastou R$ 60 com o transporte, ajuizou ação de indenização por danos morais no Juizado Especial do Consumidor de Cuiabá. No processo, eles informaram que ao chegar em Fortaleza foram recepcionados por um guia turístico. O profissional fez todos os serviços de traslado até o hotel e se apresentou como contratado da CVC.

No dia seguinte, enquanto transcorria o city tour, o guia explicou aos turistas que se eles quisessem entrar no parque e aproveitar as instalações teriam que pagar R$ 80 pelo ingresso, o que os passageiros já sabiam, pois estava descrito no contrato assinado. A outra opção era usufruir a praia local.

Contudo, o guia não deixou claro que a praia é monopolizada pela administração do parque, segundo os autos. Na avaliação do casal, o preço dos alimentos nos quiosques era exorbitante para o seu poder aquisitivo. Diante da insatisfação com os serviços oferecidos, eles pediram para a empresa que os transportasse para outra praia ou de volta até a cidade. Porém, foram informados de que teriam que aguardar até às 16h e que se quisessem sair do local teriam que pegar um ônibus, van ou táxi. Conforme o casal, eles tiveram que ouvir isso na frente de outros turistas, passando por situação constrangedora e vexatória.

A juíza embasou a sentença no inciso IV, do artigo 6º, do Código de Defesa do Consumidor. O artigo disciplina que são direitos básicos do consumidor a proteção contra a publicidade enganosa e abusiva, métodos comerciais coercitivos ou desleais, bem como contra práticas e cláusulas abusivas ou impostas no fornecimento de produtos e serviços. Para a juíza, as empresas têm o dever de informar bem o público consumidor sobre todas as características de produtos e serviços para que ele saiba exatamente o que esperar.

Viaje na Viagem informa:

1) Fuja desses passeios em ônibus grandões oferecidos pelos guias-vendedores das operadoras. Você perde um tempão do seu dia no recolhimento e na distribuição dos passageiros pelos diversos hotéis; então fica preso numa barraca de praia conveniada com a operadora pelo dia inteiro. A partir de duas pessoas é melhor alugar um carro; todos esses passeios que as operadoras oferecem são padrão e facílimos de fazer. (Alugando em quatro pessoas, fica muito mais barato do que comprar os passeios avulsos.) Você tem total controle do seu tempo e pode fugir de roubadas como essa.

2) Porto das Dunas, a 30 km de Fortaleza, onde está o Beach Park, é uma praia boa, mas sem nada demais; não é lá muito diferente da Praia do Futuro, em Fortaleza mesmo, onde não há monopólio e os preços são mais em conta. Se você não vai brincar no Aquapark (o parque aquático do Beach Park) e quer pegar uma praia próxima na costa leste de Fortaleza, vá direto à Prainha (fotos abaixo), que é pitoresca e diferente: as barracas chegam rente à areia, há jangadas e os mascates vendem só artesanato, peixe e frutos do mar. (No Porto das Dunas há um exército de vendedores vendendo passeios de bugue... à Prainha.)

  prainha210.jpg prainha211.jpg

prainha450.jpg

(Repetindo para os distraídos: as fotos imediatamente acima são da Prainha, não do Beach Park...)

118 comentários

Ricardo Freire

Graciele, Taipus de Fora é assim: tem o trecho da praia das piscinas naturais. Você sabe que as piscinas naturais são ali porque tem uma propriedade cercada ao longo de toda a sua extensão. Essa propriedade é do Duda Mendonça.

Olhando para o mar, à direita do latidúndio fica a pousada Taipu de Fora. Até ano passado não havia nenhuma outra construção por perto. Os quartos são os maiores entre as pousadas dessa praia. Não há piscina.

http://www.taipudefora.com.br/

Do lado esquerdo do latidúndio fica o acesso principal à praia. Ali estão concentrados os bares que recebem os passeiantes. São bares bonitinhos, com algumas bossas importadas da praia do Espelho, como almofadões de chita e esteiras de tabôa.

Para trás desses bares, e para a esquerda, na direção norte, a praia está bem mais loteada. As outras pousadas ficam por ali.

A diferença maior entre a Velas ao Vento e a Encanto da Lua é que a Encanto da Lua está pé-na-areia e tem um terreno maior, enquanto o a Velas ao Vento está na "segunda quadra", num terreno menor. Mas, pelo menos até o ano passado, não havia nenhuma construção entre ela e a praia. Em termos de conforto dos quartos, os apartamentos standard das duas pousadas meio que se equivalem; as novas suítes da Encanto da Lua são superiores.

http://www.pousadaencantodalua.com.br

http://www.velasaovento.com.br

Nunca me hospedei em nenhuma das três, então não posso dar um depoimento mais objetivo sobre serviço, pontos fortes ou deslizes.

Acho a praia uma delícia, mas devo dizer que em nenhuma das cinco vezes que estive por lá encontrei a piscina natural do jeito que mostram nas fotos. Acho que a piscina fica daquele jeito em marés muito especiais durante o ano. A maior probabilidade de encontrar a água daquele jeito deve ser nas luas cheia ou nova dos meses de verão, em marés baixas que ocorram no meio do dia, com sol alto.

Graciele
GracielePermalinkResponder

Obrigada, Ricardo! Vc tb acorda cedo, uh? grin
Dessa forma, vc acha que é mais interessante se hospedar em Barra Grande (aí fico com a Tamarindos)?

Ricardo Freire

Graciele, mudei um pouquinho o texto ali em cima, viu? Eu tinha esquecido das suítes novas da Encanto da Lua, que são bacaninhas.

Em Barra Grande você vai estar mais bem localizada para fazer os passeios -- inclusive a Taipus.

A Tamarindos é gostosa e bem-mantida, e fácil para voltar à noite.

Gosto também da Ponta do Mutá, que fica pé-na-areia (mas dá um trampinho pra voltar pra casa depois do jantar).

Karol
KarolPermalinkResponder

Pessoal, já que o assunto é Fortaleza e estou indo para lá em novembro, queria saber se alguém tem dicas interessantes. As dicas da prainha e da praia da Sabiaguaba eu já anotei! Alguém conhece uma locadora confiável e com bons preços? E restaurantes? Alguma outra praia que seja ótima?

Graciele
GracielePermalinkResponder

Karol, na parte de restaurantes, recomendo muuuitooo o Cantinho do Faustino (na lousinha da entrada tem a sugestão do dia(pelo menos no ano passado tinha) e é sempre um prato pra duas pessoas, delicioso e com preço ótimo) e tb o Colher de Pau. smile

Karol
KarolPermalinkResponder

Anotado, Graciele! Eles ficam em Fortaleza mesmo?

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Minha opçao pra fugir de roubadas assim é, pra começar, nao viajar de pacote, especialmente do estilo CVC. Fujo da CVC como do diabo! Quando fiz uma viagem sozinha pela costa da Bahia, ao chegar em Trancoso tive a maior decepçao ao ver um onibus da CVC (como era maio, fora de temporada, queria a praia so pra mim), entao perguntei a um comerciante local, pra que direçao da praia ia o pessoal da excursao. Foi facil, fui pro lado oposto, e ainda caminhei um bom pedaço pra nem ver sinal das pochetes e bandeirinhas pacoteiras. Depois soube que eles eram levados a uma barraquinha com uma musica altissima, previamente acordada com a CVC... To forissima!

Rogéria
RogériaPermalinkResponder

Off-topic, mas de grande interesse público. Manchete da Folha Online:

"Consultorias projetam dólar entre R$ 1,50 e R$ 1,80 para 2008."

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u333645.shtml

Êba! Vamos preparar os passaportes! smile

Ricardo Freire

Karol,

Nem tudo o que está no ViajeAqui sobre Fortaleza com a minha assinatura é meu :roll: , mas eu garanto essas matérias aqui:

Geral:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/edicoes/conteudo_238253.shtml

Barracas da Praia do Futuro (gosto da Lounge Beach e da Cabumba)
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/edicoes/conteudo_238257.shtml

Passeios:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/edicoes/conteudo_238261.shtml

Compras:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/edicoes/conteudo_249839.shtml

Pena que não usaram o que eu escrevi sobre restaurantes -- seguindo as dicas dos leitores do blog durante a Expedição Pé-na-areia. (A parte de gastronomia está assinada por mim, mas não fui eu que fiz não.)

O pólo gastronômico de Fortaleza é o bairro da Varjota. Ali você vai encontrar, além dos já citados Cantinho do Faustino (imperdível) e Colher de Pau, a Picanha do Assis (bom & barato), o Restô da Tia Rita (sujinho ótimo), as pizzarias Vignoli (tradicional) e Coco Brasil (também tapiocaria), os peixes altos na chapa do Sirigaddo e os hambúrgueres muvucados do Sputnik.

Na Avenida Dom Luís, na Aldeota, em dois shoppings um de frente para o outro, eu gosto dos refinados (e caros) Alimenta Bistrô e Lautrec. No mesmo shopping do Lautrec tem um japonês bacaninha, o Ryori.

Douglas
DouglasPermalinkResponder

Também na Varjota tem o Milmares, um dos meus favoritos na categoria frutos do mar. Vale a pena o festival de camarão! To ficando com água na boca.

Ricardo, acho que você quis dizer Coco Bambu no post acima. Tem uma área rústica ao ar livre que é bem agradável e a pizza é muito boa...nunca comi tapioca lá.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Graciele,
Yo estuve alojada 10 días en a praia Taipu de Fora. Iba andando hasta Barra Grande, algunos días, a comer (Tapera muito bo) e volvía en taxi a la praia. Ahora mismo, después de mi experiencia personal, sólo pasaría 5 días en Taipus de Fora y el resto de días en Barra Grande (para experimentar otros restaurantes e bares) para hacer otras playas e ilhas.
Pero estar en Taipu de Fora sola, sin nadie, es una experiencia maravillosa, porque puedes ir a las piscinas y no encontrarte a nadie. La gente llega más tarde en 4X4, y van sobre todo al bar del Francés (a comer).
Tienes la playa para hacer lo que te de la gana: leer, pintar, escuchar música, nadar, escribir, mirar el mar y ver su transformación a cauda de las mareas, observar las nubes pasar...
Yo estuve en el Hotel Aytyaram. las habitaciones estaban bien, pero NÂO habían calculado el tema de los mosquitos y por la noche habían muchíssimos...
Si quieres ver el hotel:
www.aytyaram.com.br
A lo mejor han arreglado el tema mosquitos. Las habitaciones estaban bien, grandes y nuevas e o café da manha era muito bo (la cocinera hacía unos pasteles deliciosos e todo el pessoal era simpático). Pero han pasado dos o tres años...

La gente iba hacer fotos de la casa (espectacular y enorme de Eduardo Mendoza) y eu nâo podía ser menos, também tengo fotos de la casa!!!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Quando fui para Jeri no começo deste ano, dormi uma noite em Fortaleza e estava morrendo de vontade de jantar no Cantinho do Faustino, mas estava fechado (de férias...). Fui então para o Colher de Pau, que é bem bacana.
Na volta, teríamos apenas algumas horinhas entre a chegada do ônibus e o nosso vôo, então deixamos as malas no Ibis (onde tínhamos ficado na ida) e fomos até o Milmares jantar, por recomendação de um casal que encontramos em Jeri. A comida estava uma delícia e achei o preço bom.
Esse Sirigaddo me pareceu interessante...

Ricardo Freire

Se eu não me engano, Emília, o Sirigaddo é dica do marido da SandraM!

Ricardo Freire

Carmen, ótimo seu relato! Eu nunca dormi em Taipus, então não pude experimentar essa sua sensação (logo eu, que recomendo isso a todo mundo no Espelho).

Graciele, a Carmen tá com a razão: é melhor dividir a estada entre Taipus, pra curtir a praia sem os passeiantes (inventei essa palavra agora, gostei), e Barra Grande, pra fazer os outros passeios, menos Taipus...

Eunice
EunicePermalinkResponder

Graciele,

Vou dar meu pitaco: se vc quer sossego - praia e descanso - qualquer das pousadas de Taipu de Foras serve; se vc quer mais que isso ( sossego, um pouco de vida noturna e muitos passeios ) acho que Barra Grande é uma localização melhor. Melhor ir para a praia mais longe de dia e ter o restaurante a mão, à noite. Uma coisa que acho muito legal para quem viaja na região: alugar, ao menos por um dia, uma escuna ou similar. A baía de Marau é a segunda maior do Brasil ( só menor que a de Todos os Santos ) e é linda. Vc só terá acesso a muitos dos bons lugares via barco.

Graciele
GracielePermalinkResponder

Eunice e Carmen, muitíssimo obrigada! Adorei as opiniões de vcs! Beijos pras duas! smile

Eunice
EunicePermalinkResponder

Ainda: desculpem-me por repetir uma coisa que Carmen e Riq já chamaram atenção várias vezes, que acho importantíssima, mas que noto que nem todos estão "cientes". O horário das marés é variável. Nunca é fixo, p.ex., naquela região, sempre baixa pela manhã. A Marinha pode fornecer uma tábua de marés precisa para qualquer ponto do litoral brasileiro. Fazem isso com toda boa vontade. Poucas praias são igualmente boas nas duas marés ( cheia e vazia ), de maneira que é muito importante planejar uma viagem praiana com a natureza a favor...

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Ay!!!.
Agora me doy cuenta que escribí "Eduardo Mendoza" (que es un escritor español- vive en BCN- que me gusta mucho) y quería decir no sé qué....Mendoza, no se cual es su nombre. Las pessoas miraban la casa enorme y decían: ¡mira la casa de Mendoza!...

Disculpar porque soy así de despistada...en la vida real también, no sólo en el ciberespacio.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Emília: vc é muito competente! eek) Mas se vc quiser ser ainda mais precisa, com um telefonema resolve, já que a praia pode não ser exatamente aquela do ponto fixo de medição oficial; com uma solicitação , eles calculam exatamente para a praia que vc vai. Entre um trecho e outro da medição a diferença pode ser importante.

Ricardo Freire

Eita, Eunice... sabia disso não! Tem vezes que a praia do menu fica bem longinha da que eu procuro...

Tem um 0800?

mrgreen
mrgreen
mrgreen

Karol
KarolPermalinkResponder

Obrigada pelas dicas pessoal! Está tudo anotadinho no meu roteiro de viagem...rs...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Eunice: lol
Obrigada, mas acho que o seu esquema é mais certeiro grin
Eu achei esse site quando estava procurando as marés uns dias antes de ir a Boipeba. Mas não adiantou muito não...no dia em que eu queria ir a Moreré pela praia amanheceu chovendo e, na hora em que eu consegui sair da pousada, a maré já estava subindo...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Eunice :
Adorei essa info !
Super util para lugares que não constam dos mapas das tábuas
( e são muitos ! )

Para lugares que aparecem nos mapas das tábuas:
A diferença medida entre dois pontos proximos na tabua das marés
é pequena : em torno de 2 minutos por kilometro ( se não houver
muitos rios / mangues no trajeto e/ou se a costa não for muito acidentada).
Para saber o que isso significa basta procurar o horario da maré num ponto acima e noutro abaixo de onde deseja . A diferença será insignificante .

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq e Sylvia, 0800 eu não conheço, mas sim o telefone convencional. O da Capitania dos Portos em Salvador é 71-33203777. Eles são muito gentis, e calculam , especificamente, para aquela praia, naquele dia. Creio que o mesmo deve acontecer em todas as demais Capitanias de Portos. Existe uma variação com a kilometragem dos pontos oficiais, como dito por Sylvia, mas essa varição não é fixa, porque acidentes geográficos outros interferem.

Graciele
GracielePermalinkResponder

Eunice, SENSACIONAL!!!! Obrigada!!!
Emilia, vc é sempre fofa..Thanx! smile

JULIO CESAR CORREA

Quase passei por situação semelhante quando fui conhecer Balenário de Camboriú. Tem aquela prainha que fica ao lado, onde há um teleférico. Os guias fazem de tudo para vc ir até lá conhecê-la. Eu e mais uns poucos não quisemos ir e fomos largados durante horas em Balneário. Depois fiquei sabendo pelos que foram que o lugar era uma dessas verdadeiras armadilhas para turistas.
gd ab

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Karol:
Utilizo muito locadoras de veículos locais (=pequenas) e nunca tive problema sério com nenhuma. Em Fortaleza, costumo usar os veículos da Aldeota (85-3263-4200- pode falar o nome do Gualberto). Nada excepcional, mas já tive problemas com um carro (problema bobo) e trocaram o carro na hora por um novinho em folha.
Tive uma experiência com carro alugado ali na av. Beira-Mar. Horrível!!!
Carro velho, farol queimado, péssimo atendimento.
Fuja daquelas locadoras q ficam com os carros perto da feirinha do artesanato.
A Aldeota fica na Av da Abolição, perto do Hotel Sol Jangada.

Riq, não consigo compreender a capacidade de sua memória. é absurda!!
Sim, meu marido é apaixonado pelo Sirigaddo.
O arroz de camarão deles faz ele sonhar...
rsrs
E se vc tb não se lembra de nenhuma barraca de praia no Porto das Dunas, então já somos dois.
Ponto pra mim.
Pena q não apostei...
Bjs,

KAROL!!!
BOA VIAGEM!!!

Karol
KarolPermalinkResponder

Oi, SandraM! Acabei de entrar no site da Aldeota e os preços estão bem legais mesmo. Obrigada pela dica! E é claro que vou experimentar este tão famoso Sirigaddo!

SandraM
SandraMPermalinkResponder

q bom! Não se esqueça de contar como foi na volta, tá?
Bjs

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Se for possível, vá no Sirigaddo do 6 bocas. é no caminho do beach park.
Acho q tem uma cara de almoço de domingo em família...

Lili
LiliPermalinkResponder

Ricardo, o Alimenta Bistrô está temporariamente fechado, mas andei lendo em algum canto que o Fernando Barroso está planejando reabri-lo em breve. Quanto ao Coco Bambu, lá tem tapioca, sim. Abriram uns restaurantes novos na cidade, mas ainda não os conheci. O Beluga, que é uma filial de um carioca, e o Murano, de carnes. Todos estão elogiando bastante.
Quanto à praia, eu, que moro aqui a vida toda, só relaxo no Beach Park, seja pq não tem aquele monte de vendedor ambulante, seja pq é aquele clima de sombra e água fresca (as mesas ficam sob um coqueiral), seja pela segurança mesmo (com relação aos assaltos). Mas, o lance, como o Ricardo falou, é comer na volta à Fortaleza, nos restaurantezinhos do Sabiaguaba. São fáceis de achar, ficam na estradinha que leva à praia do Sabiaguaba, todo mundo sabe onde fica. Ultimamente, mas essa dica só dá pra 4x4, tenho ido pra barra do Rio Pacoti (que separa o Porto das Dunas - praia onde fica o Beach Park - do Sabiaguaba), com um isoporzinho com as cervas e castanhas, etc, etc, etc, com os amigos, tomar banho nas piscininhas que se formam. Agora, dois inconvenientes: zero infra e dizem qeu tem ocorrido uns assaltos por lá. Melhor ir aos sábados e domingos, quando tem mais gente (tipo, mais umas 3 famílias/turmas de amigos).
Qualquer dica, é só me perguntar. Sou quase uma "destemperada", adoro visitar restaurante novo!

Lili
LiliPermalinkResponder

Desculpem-me falar da falta de segurança, até pq em todo canto do Brasil tem problemas, mas acho que tudo deve ser dito pra quem vem pra cá, até para que não aconteçam coisas desagradáveis.

Ricardo Freire

Lili, eu que sou pé-frio! Todo restaurante de Fortaleza que eu realmente gosto não dá certo.

Primeiro foi com o restaurante do dono do Lautrec (esqueci como era o nome) que tinha na Praia de Iracema e fechou.

Daí aquele modernex fusion que abriu onde era o depósito da Ethel no Dragão e fechou rapidinho.

Cheguei a adorar aquele chileno (Careca da Patagônia) que também não durou.

E agora o Alimenta... preciso parar de elogiar restaurantes em Fortaleza...

SandraM
SandraMPermalinkResponder

karol, é o Jaime marido da SandraM, indo ao Restaurante Serigado, sugiro que peça o serigado na brasa + 1/2 porção de arroz c/ camarão, peça p/ que o Sr. Alves te atenda , espero que vc goste e eu não erre na sugestão!
Boa viagem, e peça p/ que eles reservem a mesma porção para Dezembro! tchau!

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Caro Ricardo Freire, é o marido da SandraM, o convite do filé a parmegiana está de pé, vc esqueceu ou não quer arriscar! Um grande abraço e sucesso como sempre!

Lili
LiliPermalinkResponder

Riq, não fique triste! O Lautrec reabriu no Shopping Buganvília, um lugar charmosinho, onde já tem a Chopperia Zug e o Ryori, de sushis, dos mesmos donos do Santa Grelha. E continua muito bom! Nesse mesmo local fica a melhor sorveteria de Fortaleza, na minha modesta opinião, a Adesso (depois descobri que um dos sócios é Argentino, daí o motivo...) Aliás, tem uma filial do Lautrec na Serra de Guaramiranga, o qual considero o restaurante mais bonito do CE, no quesito cenografia. Vou por lá no feriado que vem, se conseguir uma reserva, te mando umas fotos.

Lili
LiliPermalinkResponder

Acho que confundi as coisas, agora me recordo, vagamente, do restaurante que vc falou... Aquele, eu fui umas duas vezes e realmente fechou... Ficava em frente ao La Bohème... Tb não lembro o nome... Fortaleza tem dessas mesmo, meio modismo, meio falta de clientela suficiente pra sustentar restaurante caro...

Ricardo Freire

Lili, consultei o Freire's de papel, e o restaurante do dono do Lautrec nos tempos da Praia de Iracema se chamava La Nuit. Ficava na rua dos Tabajaras. E na época eu achei bem mais interessante do que o La Bohème.

O Lautrec do shopping Bougainvillia eu conheço (e indico, junto com o Ryori, alguns comentários acima...). Não sabia que o Ryori era do pessoal do Santa Grelha! (Gosto do Santa Grelha também.)

Mirian
MirianPermalinkResponder

Olá Ricardo,

Pesquisando no google encontrei sua página...Estou de viagem marcada para Aquiraz em Agosto, vou ficar hospedada no Aquaville Resort. Estou muito preocupada com essa questão de alimentação, pois vou com minha filha de 03 anos...Tem alguma dica de qual praia ficar e onde comer? Vc. acha que a locação de um carro é importante?

Grata

Sanda
SandaPermalinkResponder

Olá querido Ricardo,
Estou indo para Fortaleza na próxima semana.
Pergunta: Qual a melhor localização para se hospedar em Fortaleza?
Apesar de não ir a Jeri, adorei os posts sobre as melhores pousadas.
Obrigada
bjo

Ricardo Freire

A melhor localização é o canto da Beira-Mar mais próximo da VArjota, que é o bairro dos restaurantes. Por ali tem o Comfort e o Othon Palace.

Um hotel que eu gosto muito é o Blue Tree Towers de Iracema, mas é melhor para quem está de carro.

Sanda
SandaPermalinkResponder

Ah me esqueci de um detalhe importante para ter uma resposta..... gostaria de ficar num local onde tenham as melhores prais para banho, que tenha agito, restaurantes legais.... obrigada!

Ricardo Freire

Esse lugar não existe, Sanda. Se você quer ficar na praia de tomar banho, tem que ir para a Praia do Futuro, fique no Vila Galé.

Para o resto, a Beira-Mar é melhor. E esse cantinho de que te falei mais interessante, porque você pode ir a pé à Varjota, onde a oferta de restaurantes é mais variada.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

E tem muito restaurante perto da beira-mar: Camarões (que é uma cópia do de Natal, c/ direito a ação judicial e tudo), Boi Preto (na própria avenida), Sal e Brasa e o Faustino (esse me foi desrecomendado, mas ainda não tÔ acreditando, acho q foi falta de sorte da pessoa, pq ele costuma ser sensacional). MacDonald's, Bob's e Subway tb estão por ali para lhe socorrer.

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalinkResponder

Sandra, eu já fiquei no Vila Galé que o Riq citou, a praia em frente é boa, mas é muvucada, né Riq?
E realmente longe de tudo...

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Toda a Praia do Futuro acaba sendo muvucada, pois é a praia aonde todo mundo vai na cidade, a pegadinha é que as praias da Beira-Mar são impróprias para banho. Na minha opinião, qualquer deslocamento é mais fácil durante o dia, então é melhor que seu hotel fique perto do movimento noturno, que é a beira-mar.

Sandra
SandraPermalinkResponder

Olá, obrigada Lili e Riq!
Lili, quais prais são bacanas na cidade?

Wilian
WilianPermalinkResponder

Riq, me socorre! Estou indo para Fortaleza nesse domingo, 18, e vou ficar no Vila Galé, pelo fato de esta na praia do futuro. Quero estar perto da praia "utilizável" da cidade. A noite pego um táxi e vou "faxinar" todos os restaurantes do seu guia impresso. Minha dúvida (já ia me esquecendo, hehe) é a seguinte. A barraca Louge Beache que vc mostrou em outro post ainda existe? Fica longe do Vila Galé? Da para ir à pé do Vila Galé às outras barracas da praia do futuro, sem ser a barraca do próprio hotel? Essa última dúvida se deve ao fato dos terroristas de plantão já terem começado a me assustar coma violência de Fortaleza, pricipalmente na praia do futuro. Será que ess povo recebe para ficar "tocando" terror em turista.
P.S. - Quando começarem de fato as viagem espaciais ou ao menos as orbitais, nós, que vivemos dos seus conselhos aqui no site, vamos fazer uma vaquinha para pagar os U$200,000 e te mandar para lá, primeiramente em agradecimento e depois para vc fazer um post pra gente...kkkkkk!
Abração!

Ricardo Freire

A Lounge Beach infelizmente fechou.

A barraca em frente ao Vila Galé é bem freqüentável. Dê uma voltinha pelo calçadão para ver se você curte alguma outra mais do que ela.

Lembre seus amigos dos perigos que eles passam sem sair da cidade.

Beach Park – os custos | ABC de férias

[...] único senão é o preço, como se discutiu aqui. Você praticamente fica refém, pois mesmo tendo outras opções próximas, como o restaurante de [...]

wilian
wilianPermalinkResponder

Riq, acabei de ler no site da Folha que a Justiça Federal determinou a demolição de todas as barracas de praia em Fortaleza. Mais precisamente as Mega-barracas da praia do Futuro. Será mesmo??
Vc tem alguma informação a mais? Não é por nada não, mas sem as barracas da praia do Futuro, pegar praia em fortaleza vai ficar bem difícil... não que eu goste do estilo praia urbana super lotada que as barracas representam mas tenta imaginar Fortaleza sem elas!!!!

Daniele Bergamim

Boa tarde Ricardo,

Estou planejando uma viagem para março, vamos meu namorado e eu, estava planejando ir para Maceió...mas não conheço nada no nordeste, algumas pessoas me indicaram a cidade e disseram que lá tudo é lindo, mas uma amiga me disse que lá só chove, e que dá até enchente...fiquei um pouco receosa...Na sua opinião, seria melhor Maceió ou Fortaleza, para uma viagem a dois?????

Ricardo Freire

Março é época de chuvas em Fortaleza. Em Maceió o inverno pode ter chegado ou não.

https://www.viajenaviagem.com/brasil/maceio-ricardo-freire

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Boa Tarde!
Vou a Fortaleza na Semana Santa.
Passarei pelo Beach Park mas nao vou me hospedar lá.
Alguem tem dicas de hospedagem BBB? Hotel, Pousada ou Apartamento para alugar?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eleonora! O Ibis de Fortaleza tem tarifas a R$ 100; pousadas que cobrem mais barato do que isso não valem a pena.

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Vc saberia me indicar o bairro mais indicado para se hospedar?
Obrigada

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar