O esporte radical do turismo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

worldmap450.jpg

Acabei de subir texto novo na minha coluna lá no ViajeAqui.

Começa assim:

Desculpe se o título levou você a pensar que eu falaria sobre trekking, rafting, expedições de moto ou viagens em veleiro.

Na verdade o assunto é bem mais prosaico: por que costumamos exigir tanto de nós mesmos durante nossas viagens?

Tudo bem que a gente normalmente disponha de menos tempo e de menos dinheiro do que gostaria. Só o que o primeiro luxo a ser cortado de qualquer viagem parece ser dormir. O segundo, descansar.

Daí a transformar qualquer viagenzinha numa maratona é um pulo.

É bom lembrar que toda viagem envolve, por definição, um stress emocional considerável. Chegar numa terra estranha, aprender a se localizar, ativar o alerta anti-encrenca, negociar todos os movimentos com eventuais companheiros de viagem, tudo isso exige bastante da gente. Mas é parte indissociável do desafio – e do prazer – de viajar.

No entanto, junte-se a esse stress emocional um excesso de exigência física, e daí eu acho que a coisa já configura masoquismo.

Para ver como continua, clique aqui. (Querendo comentar por lá, fique à vontade...)

81 comentários

Rosa
RosaPermalinkResponder

Meu marido fala que quando ele morrer, ele vai descansar muito.
Mas, estamos ajustando a vontade de alpinista com os limites do corpo e da mente, estamos aproveitando bem mais as nossas viagens e ficando bem para futuras.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Hehe Riq !
Sabes o pq da siesta a las 6 ?
Pq após 12 horas acordado o corpo exige um descanso , e quanto mais o tempo passa mais esta necessidade fica clara !

Renata S
Renata SPermalinkResponder

Sou daquelas (ah, deve ter mais gente como eu, vá) que sempre perde o café. Durmo mesmo, nunca acordo antes das 11, mas pra mim isso significa férias.
Normalmente não tenho a impressão de estar perdendo nada, fazer maratona e voltar mais cansada que fui, isso pra mim é tortura.
Claro que nem sempre consigo me encaixar nos programas em turma, então viajo sozinha mesmo, ninguém me cobra, e está tudo resolvido. Ou então arrumo companhia que se vire, não gosto de gente que quando viaja tem de fazer tudo junto.
E se eu voltar com a impressão que me diverti pra caramba, e descansei - bingo!

Majô
MajôPermalinkResponder

Emília, continuo sem conseguir acessar o wordpress.com. Entra na 1a página, mas fica a vida inteira com a ampuleta, sem conseguir inserir o username e senha.
Estou hoje em outra rede e outro computador e tá na mesma. Portanto, o problema é do wordpress sad Não sei o que está acontecendo. :roll:

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Majô, eu estava com o mesmo problema, não entrava de jeito nenhum! Aí eu resolvi clicar no "Blog no WordPress.com" que tem no final da página deste blog e consegui.
Tenta, de repente você consegue também.

Majô
MajôPermalinkResponder

Obrigada Luisa, vou tentar. Acho que tá dando pau na página mesmo, não é possível evil

Majô
MajôPermalinkResponder

Luisa, consegui colocar o user name e a senha, como você disse, mas em seguida, não consigo clicar no meu nome, fica a ampuleta.

Beto
BetoPermalinkResponder

O delay da palavra escrita dá essa confusão. O teu texto tá claríssimo, Riq, e não dá pra discordar muito (só um pouquinho smile ). É que nunca é possível expressar o que a gente pensa de modo completo, porque o raciocínio evolui com o contraditório. Quero deixar claro que eu sou o maior vagabundo, adoro dormir e se estiver frio e escuro é difícl pular cedo da cama. Também tiro cochilos no intervalo entre a tarde e à noite (a hora do banho em viagens) e acho ótimo gastar o tempo numa mesa de um café, numa praça ou na beira de um rio.
E concordo com o Hugo, que houve uma incompatibilidade no caso a que me referi. Total. Porque não dá pra ficar em casa na única hora possível para conhecer a Grand Place de Bruxelas. Curtir um relax é uma coisa, preguiça de viver é outra.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Majô, tentei agora e, entrando pela página em inglês, eu não consegui. Se você for pela página em português, dá: http://pt-br.wordpress.com/

Beto
BetoPermalinkResponder

Salvem a Majô!

Beto
BetoPermalinkResponder

A Majô e as carambolas!!!

Majô
MajôPermalinkResponder

Emília, consegui entrar (nem sabia que tinha em português), mas na hora de clicar no your blog, fica a ampuleta sad Não consigo nem clicar.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

O importante é ter prazer no que se faz. Seja lá como for, onde for, com quem for e quando for...

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Majo, aconteceu a mesmissima coisa comigo! Eu já estava ficando irritada e, depois de ter inserido username e senha e ficar olhando para aquela ampulheta resolvi clicar naquele botão que leva pra página da internet anterior (fica no canto superior esquerdo, tem a forma de flecha e eu não sei o nome).
Daí apareceu aquela linha azul que fica sempre no alto do blog: My account, my dashboard, etc... como se eu já tivesse conectada, cliquei num deles e deu certo.
Boa sorte!

Majô
MajôPermalinkResponder

Ah bom, vou tentar, brigadim. Vou lá agora.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Tentei de novo e aconteceu a mesma coisa que com a Luisa. Vai dar certo!

Majô
MajôPermalinkResponder

Luisa, nananinanão. Cliquei na flecha verde, virou página de erro. Ó vida....

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Majô, não sei mais o que te dizer... Foi o que eu fiz e pra mim deu certo... O negócio é ir tentando, uma hora dá.

Bia
BiaPermalinkResponder

Nossa, minha Mãe sempre diz que ADORA dormir em Dólar......Pra que vc vai pra um hotel bacana se nem aproveitar uma horinha por dia o quarto do hotel vc aproveita?? Ela diz que ODEIA Turismo Atletismo!

Majô
MajôPermalinkResponder

Meninas conseguii!!!!!!!!!! Cliquei no blog no wordpress aqui embaixo, depois username e senha, entrou outra página pedindo o mesmo (como se estivesse errado, cliquei em cima à direita onde está escrito support daí apareceu meu login, e entroooou no dashbord. Aleluia !!! lol lol

Luisa
LuisaPermalinkResponder

VIVA!!! Que bom que deu certo! Só espero que amanhã não seja essa mesma história...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Beleza, Majô! Ontem também foi na base da insistência...

Majô
MajôPermalinkResponder

Pois é meninas, será que é excesso de tráfico ??? Ou eles estão fazendo mudanças....

Vocês sabem como se passa um video para o blog ? Tem que passar pelo youtube ?

Beto
BetoPermalinkResponder

Majô, é facílamo. Tem que carregar no youtube, copiar a URL e, na hora de fazer o post, você clica lá embaixo, onde faz upload de fotos, no botão "Vídeos", vai abrir uma caixinha pra você colar a URL. Aí você bota lá, conforme explica no próprio wordpress, da seguinte forma:
[youtube=URL] ou seja, abre colchete, escreve youtube, acrescenta o sinal de igual, bota o endereço do vídeo e fecha colchete. Visse?

Majô
MajôPermalinkResponder

Beto, sua explicação está claríssima.
Engraçado, eu já tentei isto há umas semanas, não sei porque não consegui carregar no you tube.
As fotos estão no computador em casa, só posso ver à noite.
E dique que eu já cheguei a fazer um filme com fotos do Carnaval no sítio do meu irmão que ficou super legal. E aparentemente isto é mais fácil.

Daniela Siqueira

Adorei o texto, Riq - já mandei até pros meus companheiros de viagem nas férias! mrgreen
Eu acho que não dá pra ser radical, e dizer "não durmo em dólar" - mas eu sou radical em dizer que eu NÃO vou em cinco hotéis pra escolher o melhor em dólar, que eu NÃO vou em receptivo pra escolher hotel em dólar, que eu NÃO fico em metrô horas escolhendo qual o melhor passe em dólar, que eu NÃO vou descobrir na hora, em dólar, o que eu já podia ter feito no Brasil, com meu taxímetro rodando em real.
Mas na viagem, se tiver um dia que a gente acordar com preguiça, respeito meu ritmo. Ficava morrendo de culpa, mas agora eu penso - eu ESTOU DE FÉRIAS!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Dani , e daqui uns dias vais ter mais uma justificativa :
eu ESTOU DE JET LAG ! eekops:
E nos primeiros dez dias se ficares com vontade de dormir mais um
pouco e espichar o soninho tudo o que der vais pular da cama as
6 da matina ( talvez as 5 ) e ficar lá na porta do café esperando abrir
junto com todos os outros jetlagados :roll:

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Programação é tudo. Na nossa (eu e minha esposa) primeira viagem à Europa, fizemos um guia pessoal com todas as informações sobre os lugares que queríamos ir, com local, melhor meio de chegar lá (se metrô quais estações e eventuais trocas de linha bem definidas), horário de funcionamento, valor do ingresso e restaurantes na área. Fizemos uma lista enorme de restaurantes e lugares pra comer em Roma, Florença, Veneza e Paris. Mal usamos! Na nossa última viagem resolvemos não incluir as indicações de restaurantes e, óbvio, fez falta (mas ainda bem que não erramos um!).
Também procuramos não ter um roteiro muito engessado (tá certo, onde estar a gente sempre tem definido - dia tal aqui, depois lá e acolá) mas o que fazer em cada local a gente estuda, estuda, estuda e chegando lá refaz os planos. Como a Sylvia disse. Senta no café e traça um roteiro. Teve mudanças? Não tem problema, refaz. As informações já estão lá. Não perdemos tempo com isso.
Não dá pra fazer tudo que queremos e sempre temos um plano B. Na verdade é um plano só. Se o tempo tá bom, é rua. Se tá chovendo, é tudo que seja ao abrigo da chuva (quando possível).
Sempre tentamos acordar cedo e aproveitar o máximo, mas também nos damos o direito de dormir um pouco mais e pegar leve e se alguma coisa ficou pra trás, paciência. Fica pra próxima!

Daniel Vicente

Olá, td bom? Acompanho o blog faz tempo mas nunca enviei qualquer comentário. Sempre adorei viajar, e viajo muito, mas nunca saí do país.
Essa semana me deu uma loucura. Tenho férias marcadas para Janeiro mas ainda não tenho nada definido. Pensei em fazer um mochilão pela Europa.
Agora me respondam, sinceramente, faltando 60 dias para minhas férias, sem passaporte, sem visto, sem passagem, sem reservas, sem qualquer planejamento, com mil euros no bolso e cartões de credito no dia 3 de Janeiro estar pousando no Velho Continente disposto a se "alojar" em albergues e passar por algumas "necessidades"? Ou deixo para a próxima?
Abraços Riq. Abraços galera...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Daniel, a primeira coisa que você precisa fazer antes de se decidir se vai agora ou se deixa pra próxima é (re)ler esses dois posts aqui inteirinhos, incluindo os comentários:

A primeira viagem à Europa: http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/21/a-primeira-viagem-a-europa/

Enquete da semana: Europa no inverno:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/09/03/enquete-da-semana-europa-no-inverno/#comment-32551

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

O texto é supimpa, como sempre. Mas, mesmo sabendo do atletismo que é, acho q não me desfaço do acordar cedo para fotografar nem das grandes caminhadas - pq eu adoro isso, simplesmente. smile

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar