Teje hospedado!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

    4seasons401.jpg

Que Burj al-Arab que nada: o hotel mais chique do mundo islâmico é o Four Seasons de Istambul. Quaisquer dúvidas a esse respeito podem ser dirimidas com uma escala no Fatos & Fotos de Viagem, onde o Arnaldo Interata postou um lindíssimo relato de sua hospedagem recente por lá, com direito aos mínimos (e mais luxuosos) detalhes.

O interessante é que, antes de se tornar um dos hotéis mais lindos do planeta, o prédio do Four Seasons era... a prisão de Sultanahmet. A história do filme Expresso da Meia-Noite se passa ali (mas foi filmada em outro lugar).

Eu não diria que transformar prisões em hotéis seja uma tendência, mas de todo modo há dois casos bem recentes (e quase tão luxuosos): uma prisão de Oxford, na Inglaterra, que se tornou um cultuado hotel Malmaison, e a penitenciária de Boston, que em março desse ano foi reinaugurada como o sofisticado hotel Liberty.

Apresente-se já lá no Arnaldo e.... ei! Cuidado pra não molhar o kilim do banheiro!

    4seasons400.jpg

54 comentários

Adriane Lima
Adriane LimaPermalinkResponder

Mais um hotel que já foi prisão pra lista: em Lucerne, Suiça, tem o Lowengraben Jail Hotel. Me hospedei lá em 2004!

OK, não é o luxo desse Four Seasons.... Os quartos são bem simples, mas foi uma das noites mais bem dormidas de minha viagem. O banheiro é um box adaptado dentro do quarto, meio apertado e diferente, mas vale a experiência. Só o local do café da manhã (difícil chamar de restaurante... meio sombrio) é que era claustrofóbico, sem janelas e com bancos de madeira em vez de cadeiras! Bom... valeu como história pra contar!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Fiquei aqui pensando.. quantos já não tentaram afanar esse kilim do banheiro grin

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RIQ, grato pela divulgação, além de tudo simpática!

Sylvia, nem acho que deva valer a pena "adotar" esse kilin. Tem zilhões de lojas vendendo kilins de todos os tamanhos em Istambul!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Eu sei disso Arnaldo , e não estava falando por mim é lógico !
Jamais afanaria qualquer coisa de qualquer lugar : sou inoxidável !
Mas conheço muita gente que tem o péssimo habito de carregar pratos,
talheres, cinzeiros e o que mais aparecer sad

Sobre tapetes especificamente : dá um trabalho danado mante-los no
lugar e com as franjas penteadinhas . Essa fase já passei smile e tenho
todos bem enroladinhos num baú para deixar de herança para quem se dispor a cuidar deles smile

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Pô, Sylvia, é CLARO que eu sabia que quando vc mencionou "afanar o kilin" não se referia a vc!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

RIQ, apenas um adendo ao que vc escreveu sobre o filme.

O Expresso da Meia Noite foi filmado sim, no Four Seasons, depois que ele deixou de ser presídio e ficou fechado uns anos. Todavia, apenas as cenas INTERNAS. As externas, como aquela do fim do filme, em que o americano sai fugindo a pé do presído, foi filmado em MALTA. Veja só, em Malta.

Uma outra curiosidade é que o ator do filme esteve 20 anos depois em Istambul e desculpou-se pelas mentiras contidas no filme, que foram compravadas que jamais ocorreram, como torturas, estupros e tudo mais.

A história contada é baseada em fatos reais mais extremamente aumentada e dramatizada, exegeirada. Os turcos, eu senti isso ao me referir ao filme, não gostaram nada das mentiras, evidentemente.

Mas o que é mais bacana é o fato de que a gente consegue identificar (quem viu o filme) áreas do hotel que apareceram no filme e "viajar" nas lembranças e perceber o quanto o mundo gira e as coisas mudam...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

É de babar mesmo...aliás, como todos os posts de Istambul que o Arnaldo escreveu. Já estou com siricoticos mrgreen
Sobre kilins...já estou vendo que, se for para lá, vou voltar carregada deles. Adoro tapetes!

Jurema
JuremaPermalinkResponder

Arnaldo, uma pergunta: como trazer tapetes? Se for no avião, acaba saindo carésimo, não? Eles entregam em casa? Isso também deve sair caro, não?

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

EMÍLIA, obrigado pela simpática e costumeira presença lá no Fatos & Fotos de Viagens, pelos sempre elogiosos comentários (sei que são francos!) e o mínimo que posso lhe dizer é que use e abuse de me perguntar o que necessitar sobre Istambul, já que eu coloquei em vocês o vírus da vontade de conhecer aquela cidade.

Além das dicas de hospedagem que sugeri e que recomendo vivamente, lembre-se de que ainda haverá algumas matérias sobre a cidade, a serem postadas daqui pra frente, as queis espero que só aumentem e consolidem sua vontade de conhecer Istambul. Para seu conhecimento, minha mulher já fala em voltar, mal chegamos!

As matérias que estão por serem publicadas já estão escritas e corrigodas, as fotos sendo preparadas e selecionadas, corrigidas e reduzidas.

São elas:

1- Palácio Topkapi - Topkapi Sarayi (dois últimos capítulos);

2- O Bairro Eminönü e suas atrações:

A Mesquita Nova (Yeni Cami), o Bazar de Especiarias ou Bazar Egípcio (Misir Çarsisi), a Ponte de Galata, o Mausoléu da Mãe do Sultão Mehmet IV, a Estação Bogaz Iskelesi (para cruzeiros pelo Bósforo);

3- A Mesquita de Süleymaniye (Süleymaniye Camii);

4- Navegar é preciso. Pelo Bósforo! (dicas e relato de um apsseio pelo Bósforo e barca não turística, regular, com roteiro de ida e volta, tim-tim por tim-tim. Indo pelo Mar e voltando por Terra, saindo de Eminönü (Ponte de Galata) e parando em Yeniköy (a 13.5 km) , do lado asiático, com sugestões de retorno por carro, taxi, ônibus e microônibus);

5- O Parque Pierre Loti, do lado asiático, com bela vista de Istambul e com direito a comer umas panquecas turcas onde os istambulis fazem pique-nique aos domingos;

6- A Torre de Galata;

7- O Grand Bazzar;

8 - Capítulo Final

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

JUREMA, tapetes são possíveis de trazer, porque as lojas especializadas sempre embalam para deslachar como bagagem. Minhas dicas e experiência sobre o assunto:

1- O peso depende, é claro, das dimensões do tapete. Kilins, em geral, são, como dizer?..., tapetes orientais de "segunda", se comparados aos iranianos (persas), marroquinos, árabes africanos e orientais em geral. Isso quer dizer que são mais finos e leves, pesam bem menos;

2- Há uma loja em Istambul, em especial, localizada em Sultanahmet, com grande variedade, cujo dono adora brasileiros, é confiável e pode lhe dar todas as informações: YURDAN CARPET (http://www.yurdan.com/yrdn/?l=en-US), em cujo site vc tem preços e tipos para analisar.

3- Há outras várias lojas de tapetes e eu recomendo dar uma passada no ARASTA BAZAR, uma galeria comercial de artesanato de boa qualidade (especialmente sedas da Anatólia, incríveis e lindíssimas, que dão de mil a zero nos Kilins), louças e cerâmicas de dar vontade de trazer todas e que também tem lojas de tapetes. Fica bem perto da Mesquita Azul e da Santa Sofia, e é um lugar que deve ser visitado, porque ocupa uma antiga Carvansarai (hospedaria de cavalos e cavaleiros).

4- Há inúmeras lojas de kilins espalhadas em Istambul, inclusive no Grand Bazzar.

5- Eu não comprei nenhum Kilin. Pra não dizer que não comprei, trouxe um jogo de seis porta-copos em "kilin". Não gosto dos tapetes turcos, aidna que sejam decorativos e difundidos, mas não são tapetes de primeira. Prefiro vivamente os iranianos, muitísimo mais caros, todavia.

6- Uma vez trouxe um tapete do Marrocos, "estilo" persa, que me encantou por ser um tapete especialmente interessante pela rara tonalidade (em tapetes orientais), com tons de meio rosa-salmão e preto, de lã, autêntica obra de arte dos bérberes. Custou de saída 600 dolares no souk de Fez, consegui comprar por 300 e não paguei naa pra despachar, porque na época eu estava com apenas uma mala de 32 quilos e tinha direito a mais uma de 32.

7- Se vc estiver fazendo um vôo da Europa para o Brasil, tem direito a trazer (e levar) duas malas de 32 quilos cada uma. Portanto, se administrar bem seu peso de bagagem, poderá seguramente trazer tapete kilin com peso bem abaixo desse limite, dependendo das dimensões. Se forem pequenos, tipo esse da foto, até dentro da mala pode colocar.

8- Recomendo verificar com a cia. aérea, pelo site ou pelo telefone, a política de preços para despachar bagagem acompanhada (diferente de despachar carga desacompanhada) e tudo mais.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Arnaldo, tudo o que posso falar é...oba!
Fico feliz que ainda vai ter muitos posts sobre a cidade...
Aliás, você ficou quanto por lá?

Jurema, a tua pergunta é muito oportuna mesmo...já tinha pensado nisso também.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Emília, quatro dias inteiros, bem usados, de manhã até a noite, mas sem vida norturna, cabem bem numa viagem que vc. ponha Istambul como "escapadela", extensão.

Se vc. for do tipo que sai de manhã (cerca de 9 horas) e retorna às 7 da noite, terá tempo de sobra para conhecer bem a cidade, aidna que tenha deixado algumas coisas para outra oportunidade.

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

Já passei lá Arnaldo, amei a matéria... Fiquei pensando aqui: qual a bebida que combina com Istambul pra tomar naquele terraço lindo com vista para o Bóforo? Gin Fizz? Dry Martini? Champagne? Aliás, vcs têm essa mania? (eu tenho). Cada lugar e cada ocasião implica num drink diferente, ou vcs têm um preferido que não largam por nada desse mundo?

Beijos!!! Ai, na próxima encarnação quero nascer filha da rainha da Inglaterra e poder passear em todos os Four Seasons que eu quiser!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

FLAVIA PENIDO, sim, é claro que terraços como os do Four Seaons e dos hotéis de Sultanahmet combinam (à noite) com um drink. Depende da época do anor e da temperatura. Masi eu diria que uma taça de espumante italiano ou um champagne vão muito bem.

Eu e minha mulher (masi ela do que eu) temos essa "mania". Tem certos lugares que nos remetem ao "álcool", em dúvidas!

Nossos preferidos são sempre um espumante. Se for em taça, ainda melhor. Se não for, uma meia garrafa cai muito bem.

Em Paris nós "lavamos a égua"! Íamos ao supermercado e comprávamos Veuve Cliquot, Moet & Chandon, Taitanger, que pegávamos da prateleira do supermercado como se fosse Coca-Cola, ao preço de 32 euros a garrafona e levávamos pro hotel, colocávamos na geladeira, comprávamos também queijos e umas nêsperas, pedíamos um balde de gelo e duas taças no hotel e nunca tomamos tanto champagne nacional (da França!) na vida!

Ah, era tudo o que eu queria: ter nascido inglês e vindo morar no Brasil!

Majô
MajôPermalinkResponder

Eu já tinha deixado meu comentário no post do Arnaldo.
Tudo tem seu preço, mas este foi com satisfação, né mexxmo ?
Adoro estes mimos que ele contou !
E ainda teve o detalhe do carrão !!!!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

MAJÔ, ainda estou sentindo os efeitos da "satisfação" na fatura do cartão de crédito!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Arnaldo, eu estou pensando em 5 dias e sou uma mulher bem diurna, bato perna o dia inteiro. Gosto de programas noturnos, mas evito baladas quando viajo: comprometem o dia seguinte.
Acho, então, que vai ser uma boa conta grin
E estou contigo e com tua mulher: eu sou a favor de um espumante ou champagne em qualquer ocasião (de acordo com a filosofia de Madame Bollinger, já viram? lol )
Já no Brasil, na praia, cerveja e caipirinha são as minhas pedidas certas wink
PS: Vocês foram a um hamam? Aproveitando o gancho das meninas em outro post, eu adoro massagens, mas não tenho certeza de eu vou gostar desse tipo...

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

Arnaldo, eu acho que na dúvida, champagne é sempre a solução...E adoooro as Cavas espanholas. Meus amigos tiram sarro da minha cara porque dizem que aonde eu vou, se não tem uma garrafa de champagne (ou similar), eu levo uma comigo, just in case...

E a combinação Champagne + Casa Fauchon é sempre um jantar imbatível...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Emilia:
Quem escolhe o tipo de massagem é o cliente.
Massagem na Turquia é do genero ocidental ,não tem massagem na ruas não .. ( ate onde sei ) e não tem nada a ver com a massagem popular do sudeste asiatico.
Para deixar claro , massagem na asia pode ser no "estilo privado" ou não.
A gente escolhe ! O que eu desejei mostrar é que se alguem quiser fazer 15 min de massagem para relaxar entre um ponto e outro vai poder fazer sem milongas e em qualquer lugar . Aqui ainda não temos estas facilidades, a não ser uma ou outra cadeira de shiatsu no shopping ou no aeroporto.

Majô
MajôPermalinkResponder

Haha Arnaldo, isto é que a parte chatinha da coisa, mas o pior é quando você paga e sai insatisfeito.
Falando em champagne, no Villa Carlotta tinha balde com champagne no café da manhã, e não é que tinha gente que tomava ?

Quanto à fartura dos itens carézimos aqui, me esbaldei de água San Pellegrino !!!!

Majô
MajôPermalinkResponder

Sylvia e Emília, bem que alguém podia ter a brilhante idéia de importar tailandeses e tailandesas wink
Difícil aqui você encontrar massagista bom(a).

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Majô, o povo que tomava champagne no café da manhã tava achando que era brunch! lol

Arnaldo, quando vamos para a França, também sempre nos esbaldamos de tomar champagne "nacional". Eita nós!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Majô, o povo que tomava champagne no café da manhã tava achando que era brunch! lol

Arnaldo, quando vamos para a França, também sempre nos esbaldamos de tomar champagne "nacional". Eita nós!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Sylvia: ai, que saudades da thai massaaaaaaaaage....

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

EMÍLIA, nós não fomosa nenhum Hamam (Banho turco) por dois motivos: 1- não houve tempo; 2- não acredito que eu curtiria banho com um homem me labando com espuminha.

Para os turcos, os hamams são bem mais do que um banho de espuma para limpar a pele, mas um lugar onde pessoas de todos os níveis sociais e idades relaxam. Todavia, não são uma seção de massagem propriamente dita.

Minha mulher (acho que todas!) adora massagem e fez algumas no Four Seaons (que tem o maior cardápio de massagens que já vi na vida e um SPA de dar inveja a qualquer resort de primeiro mundo).

Li alguma coisa sobre os banhos turcos antes de ir, e o que poso lhe dizer é o seguinte:

A) Se vc gosta, faça, porque deve ser uam experiência únida e exótica;
B) O mais bacana é esse aqui:
http://www.cemberlitashamami.com.tr/

Note que os banhos turcos são separados para homens e mulheres, em alguns casos quando não há espaço no mesmo lugar, em dias alternados.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Infelizmente o SPA do Four Seasons é eExclusivamente para hóspedes, mas oferece uma variedade bem grande de massagens e atividades relacionadas (inclusive para quem pratica ginástica com aparelhos) e, especialmente, para quem procura sauna.

As saunas são um espetáculo, como jamais vi em nenhum lugar do mundo (exceto no SPA do grupo NH Hoteles em Madri, chamado Elysium, uma das coisas mais lindas e profissionais que vi em termos de lazer do corpo http://www.nh-hotels.com/site/elysium/es/index.html), com tudo o que vc pode pensar em rpecisar, de roupões a toalhas, shampoos e produtos Loccitane, vestiários e tudo explendidamente decorado.

O Cardápio de massagens é extenso, e vai de Massagem Esportiva (profunda, em todos os músculos), passando por Massagem Balinesa, Aromaterapia, Massagem de Pés e Mãos até Massagem para Ombros. Tudo com um chá de maçã ao final! Fico imaginando como viviam os sultões no Popkapi!

Majô
MajôPermalinkResponder

haha Mari, era não. Mas, tem gente que curte all the time. Eu vi um casalzinho tomando, e uma italiana e a filha, por sinal lindíssimas as duas.

Quanto às massagens, a melhor que já fiz na vida foi com uma moça em Mauá, ayurvédica com óleos essenciais que ela mesma plantava e fazia. Uma hora, saí nova ! O Nilo também teve um massagista maravilhoso, o Tom, mas morreu.

Majô
MajôPermalinkResponder

Arnaldo,
Você conhece no Rio alguma loja para conserto de câmera Nikon ?
O representante Nikon em São Paulo, me deu uma estimativa para entrega de 60 dias.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

MAJÔ, não conheço, mas vou te dar um telefione e endereço de onde vc pode se infiormar. É de uma loja no Recreio Shopping que vende Nikons.

RECREIO DIGITAL (Recreio Shopping)
(21) 2490-0208, de segunda à sexta, de 9 às 19 horas.

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

eu e meus off topic (se tivesse um campeonato disso, esse pelo menos eu tinha certeza que ganhava!). Vou mandar meu filho de 10 anos para Londres no fim do ano, encontrar a minha irmã que mora lá. Até aí tudo bem, vi que a British tem um serviço de menores desacompanhados que por US$ 100 vai me deixar tranquila, e vou fazer de conta que na realidade ele está indo pegar a ponte aérea e pronto.
Mas tem a questão do dinheiro. Uma criança levar dinheiro é complicado, mas alguém sabe se menor pode levar traveller checks? Alguém já fez isso alguma vez?
Beijos a todos!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

O que sei Flavia é que para comprar TC ou TM tem que ter CPF .
Mas não achas muito mais simples mandares dinheiro para tua irmã
dar para ele ? Até por segurança.. e para a viagem compra umas
libras ou euros em papel moeda ( só um pouquinho ) .
Creio que tb podes comprar Travel Money no teu nome e dar para ele
sacar direto nos ATM ( mas o TM estava com uma taxa bem ruim ).

Angela Bruno
Angela BrunoPermalinkResponder

Oi Flavia,

Minha filha quando tinha 14 anos e foi em excursão à Disney, levou TC.

Angela Bruno
Angela BrunoPermalinkResponder

Concordo com a Sylvia que TC não é tão prático...
Na época a minha filha não tinha cpf. Acredito que foi utilizado o meu.
Foram comprados por exigência e com instruções da guia.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

FLAVIA PENIDO, use o Visa Travel Money

http://www.turistar.com.br/visatravelmoney.htm

Trata-se de um cartão pré-pago, recarregável, protegido por senha, que pode ser utilizado em compras e saques em mais de 1 milhão de caixas automáticos da rede Visa/Plus espalhados pelo mundo.

O cartão é carregado em dólar ou euro e as compras e saques são sempre realizados na moeda local do país em que estiver.

Você pode fazer depósitos na conta do cartão, no Brasil!

Majô
MajôPermalinkResponder

Arnaldo,
Obrigada pelo contato, tentarei amanhã. Eu levei no escritório TTanaka na cidade que coleta e envia para São Paulo. Pelo que sei é representante da Nikon. A câmera quando é ligada não vem imagem no display. Mas tira fotos. Eles me deram um orçamento que achei muito caro. Dizem que a peça a ser trocada é o obturador. A peça =R$109,00 e a mão de obra= R$240,00. O prazo para conserto é de aproximadamente 60 dias porque depende de importação. E ainda tenho que dar 50% quando aprovar o orçamento.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

A TTANAKA é a mais confiável. eu deixaria lá mesmo!

Majô
MajôPermalinkResponder

Senti firmeza Arnaldo, mas achei a mão de obra caríssima.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Bom, Ric, o Mammounia em Marrakesh também pode estar na lista dos hotéis islâmicos chics, não concorda?

Ricardo Freire

Pode, claro, Paulo... Mas se eu voltasse a Marrakech eu ficaria num riadzinho de charme...

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

A historia do expresso da Meia Noite, contada no livro do proprio autor, [e bem diferente. Ele confessa, que usava drogas, e que conscientemente traficou entorpecentes para ganhar dinheiro. Nao e de se ter tanta pena assim... Ele nao narra grnades cenas de tortura na cadeia, e naturalmente, uma cadeia num pais do terceiro mundo e pior do que a de um pais desenvolvido... O filme distorce muito a historia e denigre a imagem da Turquia... O que voce acha que aconteceria com qualquer um de nos se levasssemos droga para os EUA, ou para qualquer outro pais, isto se a Policia Federal nao nos pegasse na saida? Acho que todos sabem que isto e ilegal...

GiraMundo com Jorge Bernardes

Pode mandar me prender nesse lugar e nem precisa me levar cigarro, comida, essas coisas. Me larga lá.

Josiane de jesus Rodrigues

Me manda pra esse lugar pela amor de Deus
que eu fiquei morrendo de vontade de conhecer este lugar.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Olá Ricardo,

Parabéns pelo blog! Sempre consulto antes de viajar e já aproveitei várias dicas úteis!!
Agora planejo mais uma viagem pro fim de Abril, de uns 5 dias, mas estou em dúvida de onde ir dessa vez: Turquia ou Grécia nessa época do ano? Adoraria ir à Grécia, mas tenho receio de não poder aproveitar 100% agora na primavera. O que vc me diz?
Muito obrigada!!!

Ricardo Freire

Onde você está, Marina? O seu IP diz Líbia...

Com 5 dias nessa época do ano eu iria pra Istambul e só.

Carol Andrade
Carol AndradePermalinkResponder

Olá Bóia, olá viajantes!
Alguém já se hospedou no hotel Nippon em Istambul e/ou usou os serviços da agência turca Argeus?
Desde já, obrigada!

Flora
FloraPermalinkResponder

Carol,Boia

Eu fiz exatamente o que o Ric falou no comentário citado antes de fechar com a Argeus no ano passado e gostei.
De uma espiadinha onde falo deles lá no:

http://viajecomaflora.blogspot.com/2010_08_01_archive.html

Abraços

Carol Andrade
Carol AndradePermalinkResponder

Valeu bóia! No site q vc recomenda e em opinoes do trip advisor, esta agencia é bem recomendada! Mto obrigada!

Carol Andrade
Carol AndradePermalinkResponder

Olá novamente!
Alguém se hospedou em algum hotel que gostou em Istambul no bairro de Taksim ou nas proximidades para me indicar?
Obrigada!

Flora
FloraPermalinkResponder

Olá Carol,
Eu fiquei no Germir Palas. É um hotel de gente que viaja a negócios, achei a decoração pesada, mas o hotel é bom, com um ótimo café da manhã na cobertura com vista para o Bósforo.
Abraços,
Flora

Andrea Battoni

Olá Carol!

Fiquei no Midtown Hotel http://www.midtown-hotel.com/index.html
Fica numa travessa do Taksim Park. O hotel é novo e bem equipado. O serviço também é bem simpático! Essa região de Taksim - em torno da rua Lamartin - é bastante turística e movimentada, com vários hotéis, restaurantes e barzinhos. wink

Celia
CeliaPermalinkResponder

Olá, Carol. Ficamos, meu marido e eu no Nippon em Nov/2011 por 03 noites. A localização é boa no bairro, porém o hotel carece de charme e um confortozinho a mais, pois trata-se de um hotel para o pessoal de negócios, executivos e afins. O café da manhã é correto. Se você for acompanhada tomara que tenha sorte em conseguir um quarto com cama de casal, o que não foi nosso caso apesar de nossa insistente solicitação. Abs.

Carol Andrade
Carol AndradePermalinkResponder

Oi meninas, obrigada pelas dicas!
Bjs
Carol

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

Não fique no Lush Hip Hotel. Apesar de parecer super bacana no site (e na verdade, ser bonito mesmo), os funcionários falam pouquíssimo inglês, então a comunicação é complicada... E eles não conhecem nada da própria cidade, um desastre!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar