La prueba del crimen :-)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=GTIk3dwvdiA]

Aí está, gravado com celular, o momento do show de tango do antigamente venerável Viejo Almacén em que um grupo andino executa, para delírio da platéia gringa, um tema de faroeste americano.

Revira-te na tumba, Carlitos...

15 comentários

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Samba da Lhama Doida...
Ou ainda, chato pra dedéu e mó nada a ver! smile

Carla
CarlaPermalinkResponder

Putz, é mesmo o fim da picada... Até inseri um "disclaimer" lá no meu post sobre tango no Idas e Vindas... Frustrante! sad

Ricardo Freire

Na verdade, Carlita, essa é uma "prueba" de que os turistas mais importantes por lá, hoje, são do Hemisfério Norte. Alguma das casas de tango deve ter inventado o bloco andino, e ai de quem não tenha...

(Especulações, claro. Especulações!)

mrgreen

Carla
CarlaPermalinkResponder

Riq, eu acho que o seu raciocínio faz todo o sentido... É música andina o que eles querem? Então é isso o que vão ter - vamos oferecer o que eles quiserem, por um precinho módico, claro...

Mas acho muito triste que a gente (não só latino-americanos, mas todo o mundo que os gringos acham " exótico") precise moldar a nossa cultura para caber nas expectativas deles... Eles vêm em busca de uma "autenticidade" que não existe - mas que sempre pode ser fabricada pra agradar ao olhar de fora...

Deixando de lado a filosofia, os shows de tango já eram turísticos pra caramba sem precisar apelar tanto...

Luisa
LuisaPermalinkResponder

E ainda tem que pagar para assistir isso? Que tristeza...

Yara Xavier
Yara XavierPermalinkResponder

O que me consola é que Gardel vive e canta cada vez melhor.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Gente do céu, acabo de me tocar que em algum momento do dia de hoje ou de amanhã o Idas e Vindas vai comemorar 50.000 acessos! Caramba!!! grin

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Boa tarde pra todos……….
Alguém poderia me dizer se o endereço Paraguai com Gurruchaga Palermo Viejo , para alugar um ape no carnaval , vale.
qqr coisa é só me contarve d esde já agradeço.
Obrigado. Júlio
Ps. Ricardo vc não te cansando muito , será que o hotel King de ROma é um bom hotel. Obrigado.

Edson Maiero
Edson MaieroPermalinkResponder

Em São Paulo, Tatuapé, existe um restaurante que semanalmente apresenta um show de tango (Bracia Parrilla) e durante o show apresenta um número de música andina. Mas como estamos em São Paulo, não se pode exigir muito, além do que o show é muito mais animado. A pena é estão destuindo uma casa tradicional de tango. São os problemas do mundo globalizado.

Ricardo Freire

Ha ha, Edson, é a globalização mesmo!

Agora, só para esclarecer: nada contra a música andina. O que eu não aprovo é música andina no meio de um show de tango... e com números que a gente está acostumado a ouvir com grupos de rua ou que nem sequer constituem música andina (tema de faroeste, por exemplo).

Edson Maiero
Edson MaieroPermalinkResponder

Ricardo,

concordo com você, a música andina tem seu espaço. O que me incomoda é que em minha mente o El Viejo Almacen era como um guardião das tradições do tango. É o mesmo que se imaginar ir na quadra da Mangueira e eles estarem tocando Jazz.

abraço,

Edson

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Eu não iria gostar também que o tango fosse substituído pela música andina.

Bom aviso!!

Abs!

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Sinceramente..... se eu quiser ouvir música andina eu vou lá para a Pça da República (SP), e não pagar 50-60 dólares numa casa de tango.... e tango é tããããoooo mais bonito....

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Tudo bem que quando a gente está a passeio e com boa cia., como era o seu caso, a gente até releva algumas coisas, mas eu ficaria muito ...muito...assim, bem...vocês sabem!....digamos, " chateado" se fosse ao show esperando encontrar aquilo que eu vi há muitos anos (um belo show com demonstrações de diferentes estilos de tango, inclusive o de Astor Piazzola, que foi por tempos considerado 'marginal' pelos mais puristas, por fazer um ´tangazz´ (tango+jazz) que durante anos foi uma das coisas mais bacanas em termos de música no mundo e ajudou bastante a divulgar o tango pelo planeta.

Eu acho, tidavia, que nenhum país ou cidade com vocações essencialmente turísticas tem como deixar de ´globalizar´ seus shows tipicamente turísticos. em qualquer lugar do mundo ocorre isso e aqui na Cidade do Rio de Janeiro aconteceu até com o Sargentelli.

Recentemente eu fui a um show em Istambul, para turistas, no qual apresentavam-se danças e folclóricas bem apresentadas e honestas, Derviches e Dança do Ventre, mas no final um cantor 'internacional' cantava músicas típicas de TODAS as nacionalidades dos turistas presentes? Como eles sabiam? Bem, ao comprarmos os ingressos informávamos a nacionalidade e em cada mesa era posta uma bandeira do país...

Apesar da atitude simpática e gentil para com quem está ali visitando o país, achei bem decepcionante, tanto quanto acharia esse show americanizado do Viejo Almacén.

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Poizé, Riq, há uns dois anos eu fui com meu afilhado ao show (ai, eu confesso...) do Beto Carrero e no meio de uma apresentação de faroeste aparecia um povo dançando...Tango!!!! E olha que eu a-do-ro tango, mas fiquei constrangida com os meninos (+/- 7 anos), que não entendiam nadica daqueles casais lânguidos e melancólicos. Lá pelas tantas chegou "El condor pasa"...será um projeto de integração da América Latina :roll:

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar