Entre para a história de São Paulo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

spmc

Onde é que eu estava quando a SP Turis lançou o site São Paulo Minha Cidade? O site existe há mais de três anos, mas só agora, quando está às vésperas de somar 3.000 histórias publicadas, eu fiquei sabendo da sua existência.

Olha que boa idéia: o site existe para recolher histórias de moradores e visitantes em que São Paulo seja persongem. Você vai lá, escreve a sua história, e depois de aprovada ela é classificada por assunto.

Tem história da São Paulo dos personagens, dos bairros, da cultura, das paisagens, do século XXI.

Olha que delícia essa do Fantasma da Vila Maria, deixada pela Odete Silva de Souza:

Raras foram as vezes em que, nas conversas com amigos meus, ou com pessoas das minhas relações, não tenha surgido esta pergunta. Teria realmente existido um fantasma na Vila Maria?

A esse respeito, as respostas são divergentes. Uns acham que o marido de uma ex-vizinha não tinha realmente morrido, outros acham que o defunto realmente morreu, mas que continua a visitá-la todas as noites.

Em 1983 eu morava na Rua da Gávea e tinha uma vizinha que tinha a fama de ser muito dedicada ao marido e fizera uma jura de fidelidade por toda a eternidade. Mas aconteceu o pior.

Durante uma partida entre Corinthians x Palmeiras o coração do infeliz deixou de funcionar depois que Sócrates deu passe de calcanhar para o Zenom e este estabeleceu 1x0 para o Timão.

Após uns dois meses do passamento, foi visto por várias testemunhas a figura de um fantasma sair de madrugada pela janela da minha vizinha.

Estabelecida a dúvida. Estaria a viúva traindo o defunto ou teria prevalecido a má vontade dos vizinhos com a integridade moral da jovem senhora?

Pelo sim ou pelo não, resolveram os moradores da Rua da Gávea fazer um revezamento e passaram a vigiar a residência da então distinta senhora todas as noites.

Para não prolongar a história e não deixar os leitores em amarga expectativa, vamos ao resultado da investigação.

Descobriu-se logo na segunda semana de vigília que o visitante noturno não era o marido falecido, mas sim o proprietário de uma gráfica na Vila Sabrina, também corintiano como o defunto, que, para consolar a infeliz viúva, todas as madrugadas comparecia para rezar em dueto pela alma do ex-torcedor do timão.

Portanto amigos, está decidido para sempre... Fantasmas não existem.

Estou pensando numa história boa para contar por lá. Se você escrever a sua, diz pra mim, pra eu botar o link?

7 comentários

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Já vou colocar no blogroll...também não conhecia!

Dionisio (www.blig.com.br/dionisio)

RIQ e pessoal, estou recém conhecendo o Viaje na Viagem no seu novo endereço, por isso me desculpem se a pergunta estiver fora de lugar. Aliás, tem perguntódromo aqui também? Bom, eu queria saber se alguém conhece ou já ficou nos hotéis Linson e Braston Augusta em SP. Quero poder ir a pé ao comecinho na Frei Caneca e estes dois hotéis ficam próximos e estão baratos. É só para uma noite. Muito obrigado!

Ricardo Freire

Dionisio, o Braston está localizado num trecho mais agradável da Augusta, em frente à rua Avanhandava, onde estão os restaurantes de Walter Mancini, com movimento a noite inteira. Também dá pra ir a pé aos teatros da Praça Roosevelt. O hotel é o antigo Brasilton, que funcionava como o hotel número 2 do Hilton no centro de SP.

O Linson está três quadras acima, na direção da Paulista, numa região onde já aparecem as saunas mistas (mas que também está se transformando no "Baixo Augusta". Você estará mais perto do comecinho da Frei Caneca.

Antes de fechar com algum deles, veja quanto está o Pergamon, que fica exatamente no comecinho da Frei Caneca e é altamente reocmendável. http://www.pergamon.com.br

Dionisio (www.blig.com.br/dionisio)

RIQ, muito obrigado pela dica. Vou ficar mesmo com o Braston, porque o preço está muito bom: R$ 115,00 já com imposto. O Pergamon, que era minha preferência, está por 100 reais a mais. Como vou só para dormir, vou fazer esta economia. Sendo limpo e seguro, está bom!

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Riq,
Dica do Dimenstein na Folha, esta semana:
http://centraldaaugusta.com.br/theblog/

Nilton Jorge Pinto

Senhores(as)
Alguém já foi para Liechtenstein ? Vale a pena ? Tem o que ver e fazer ?
Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nilton! É um bom bate-volta desde Chur.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar