Gripe suína: está na dúvida para viajar? Meu pitaco: use o mesmo critério que você usaria em caso de dengue

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

hulk

Vou repetir o que eu escrevi na caixa de comentário de outro post.

Não tenho acesso a informações privilegiadas, como o Zé. Mas o que eu vejo no noticiário é: um país em estado de emergência (México), outro em estado de alerta (Estados Unidos), bastante pânico -- e baixíssima mortalidade fora do foco principal da epidemia.

Concordo que viajar para o México está fora de cogitação -- até porque, uma vez chegando lá, vai estar tudo vazio e sem-graça. Não foi para isso que você trabalhou.

Quanto aos outros lugares, enquanto a situação permanecer como está -- muita gente em observação, pouquíssimos casos confirmados, somente um caso fatal fora do México -- eu usaria o Critério da Dengue. Que é pessoal e intransferível, pois não.

Se você é do time que não viaja para lugar do Brasil onde haja foco de dengue, então não vá para os Estados Unidos ou para nenhum lugar onde a doença já possa ter chegado.

Mas se eu nunca tivesse ligado demasiadamente para o risco de pegar dengue hemorrágica nas férias, eu não me deixaria paralisar pelo noticiário da gripe suína, não.

(Claro que, a partir do momento em que as pessoas começarem a ser hospitalizadas aos montes, eu mudo de opinião correndinho...)

Atualização: clique aqui e leia as sensatas recomendações do médico-viajante-blogueiro Rodrigo Purisch. (Obrigado, Ernesto!)

91 comentários

Rafael Redondo

Imagino quem preparou a viagem pra essa época e vai ter que adiar a visita. Ainda mais uma lua de mel...

Natalia Vargas

Eu to com viagem marcada para a Europa semana que vem, também não penso em cancelar a não ser que apareçam mais casos graves e todas as agências declararem que devemos cancelar as viagens internacionais. Mas as pessoas estão fazendo tanto terrorismo por causa dessa doença que bate um medinho. Acho isso de pegar doença vai da sorte e é muito relativo, pois trabalho em um lugar que quase todo mundo já pegou dengue, menos eu. Se fosse uma coisa certa, eu com certeza já deveria ter tido a doença. mas não deixa de ser um risco né?!

Dri
DriPermalinkResponder

Estou um tanto cansada desse terrorismo com a gripe. Primeiro, É UMA GRIPE e não uma doença com sintomas aterrorizantes, como a varíola. Segundo, que o índice estimado de morte é de 6% e nesse índice estão incluídas todas as crianças menores de 2 anos e adultos maiores de 60, que por definição são mais imuno-deprimidos e sujeitos a contraírem doenças... Finalmente, não entendo porque se fala em 6% de risco de morte, em vez de "mais de 90% de chance de cura", como gostam de falar do câncer da Ministra...

Marcie
MarciePermalinkResponder

Eu acho que o alarmismo reinante que exagera tudo, normalmente em interesses próprios, não só não ajuda como atrapalha. Eu queria informações concretas para poder tomar uma decisão consciente. Infelizmente agora é tarde pra isso. Dois clientes meus já avisaram que não querem subir em aviões. A Argentina proibiu aviões provenientes do México de aterrissar. As consequencias disso tudo serão desastrosas para quase todo mundo. Menos claro, para quem vai capitalizar com isso tudo. E certamente haverá alguém. Sempre há.
No México todos os restaurantes estão fechados. Pode até ser uma boa idéia mas quem me garante que o sistema de saúde deles tenha a competência para lidar com um problemão desses? Aliás alguém pode afirmar com 100% de segurança que foi lá que tudo começou? E, super importante: há quanto tempo exatamente? Quantas pessoas estariam contaminadas sem ainda ter tido os sintomas?
Pra mim, por enquanto, vida normal. Quer dizer, tão normal quanto uma pessoa que vai ficar sem trabalho por falta de clientes pode ser....

Guilherme Pacheco

Reparem também que a que gripe suína NÃO é o destaque principal na maioria dos jornais de primeira linha internacionais, ao contrário dos brasileiros.

Em tempo, Ricardo, queria te apresentar umas oportunidades mas acredito que tenha um email seu desatualizado, poderia fazer a gentileza me procurar no email que deixei junto deste comentário?

Marcie
MarciePermalinkResponder

O Bloomberg, prefeito de NY está dando uma coletiva, muito sensatamente pedindo pra "baixar a bola", explicando que não houve ainda nenhum caso grave e que inclusive os estudantes da St.Francis School, que foram os primeiros casos aqui, já estão na sua maioria recuperados ou em vias de. Ele afirma que sim, eles tem remédio suficiente pra todo mundo se for necessário.

Patricia - Turomaquia

Na Espanha está na primeira página das edições digitais dos principais jornais e em todos os telejornais. Hoje mesmo todos os ministros de saúde da UE estão reunidos para decidir sobre as medidas conjuntas a serem tomadas.

Como a Marcie vejo muito alarde e pouca informação concreta. Por aqui já estão dizendo que as mortes no México se devem mais ao deficiente sistema de saúde mexicano, e a que vários doentes demoraram muito em acudir aos hospitais. Quanto a viajar para o México, eu particularmente não iria porque eles não estão dando conta do númeo de pessoas que acudem aos hospitais com suspeita de gripe, e não iria procurar problema.

Agora para os demais países, parece que o tema está controlado, e que existe medicamentos suficientes. Na viagem de avião, usaria a máscara, porque são muitas pessoas respirando o mesmo ar por muitas horas, eu sempre pego gripe em viagens longas, assim por medida de precaução usaria de qualquer maneira, não custa nada! De resto, me encheria de vitamina C e vamos a conhecer este mundão!

Ernesto, o  pato

Riq

Concordo com voce... Mas, eu por exemplo, atualmente não iria para a Bahia em função dos 40.000 casos de dengue que há lá, em especial em Salvador. Quanto ao resto, é necessário avaliar a taxa de mortalidade, e se há outros fatores que influenciam, como por exemplo desnutrição e más condições de atendimento medico.

Agora, que a chance de contágio de qualquer tipo de gripe aumenta numa viagem de avião, izto é verdade. Não fui so eu, como vários leitores ficaram gripados depois de voos longos, Isto se dá pela baixa renovação de ar na cabine do avião, que é algo para ser bem pensado como fator de risco adicional, especialmente para areas vizinhas ao Mexico. Afinal, mesmo se a gripe não for mortal, ela é bem forte.

Márcio Cabral de Moura

Riq,

Só para contextualizar um pouco mais a coisa:

During the 2003-04 season, 153 flu-associated deaths in children were reported to CDC. (This data was collected by CDC.)
During the 2004-05 season, 47 deaths in children were reported to CDC. (This is the first year that influenza mortality in children became a nationally reportable condition.)
During the 2005-06 season, 46 deaths in children were reported to CDC.
During the 2006-07 season, 76 deaths in children were reported to CDC.
As of June 14, 2008, 83 deaths in children occurring during the 2007-08 season have been reported to CDC

Informações referentes apenas ao EUA, segundo o site do CDC: http://www.cdc.gov/flu/about/qa/season.htm

Há, eles são bem escorregadios, e não colocam o número total de mortos, pois dizem que não têm como saber. Mas como é que eles sabem o de crianças, então?
De qualquer forma, isso é a gripe comum, não a suína. Quando a suína tiver passado desses níveis, talvez seja motivo de se preocupar.

Márcio Cabral de Moura

Esse Há do penúltimo parágrafo era para ser um Ah!, naturalmente. smile

Paula*
Paula*PermalinkResponder

Eu confesso que faço o jogo da Polyana. Mas, fico com medinho de viajar agora. Mas, como sou muito difícil de ficar doente, gripada, etc, vou viajar em maio mesmo assim! Tenho certeza que vai dar tudo certo (olha o jogo do contente aí!)! Obs: Mas, não vou pro México nem EUA! wink

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Pode confessar que eu estou adiando minha viagem para Memphis? Não que eu esteja desesperada ou muito menos em estado de histeria... mas vou evitar já que não é nenhum compromisso e somente um passeio.
Acho que vou preferir uma road tour no feriadinho canadense, que um viagem de avião.
Abs,

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Poxa...to com viagem marcada para dia 10 de Maio e não consigo me decidir. O voo era para Miami. Que duvida cruel ! E para dificultar a minha decisao estou gravida e vou com meu filho de 4 anos...

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Oi, Marcia, também estou na mesma situação que vc. Grávida de cinco meses, com a minha viagem planejada há tempos. O meu vôo também é para Miami e depois vou para Los Angeles. Até agora, estou mais propensa a ir. Sou jornalista, mas tenho de admitir que muitas vezes os meus coleguinhas colocam as coisas de uma forma... Parece que não sabem o poder que têm sobre os acontecimentos. Lembra do dia do PCC (não sei se vc é de SP). Fui trabalhar e queria ficar no trabalho. Mas tive de ir embora. Fiquei duas horas e meia no trânsito para chegar em casa (o que seria muito mais arriscado do que ficar até às 20h e voltar com menos trânsito e menos riscos para casa). Para quê? O Jorge Pontual, da Globo, foi o único sensato até agora, ele disse que é maior a possibilidade de ganhar na loteria do que de pegar esta gripe. As chances é de uma em 20 milhões. Acho que dá pra arriscar, não dá?

Joana
JoanaPermalinkResponder

Estou indo hoje, tranquila, pra Inglaterra, Alemanha e Espanha. Concordo com a Marcie, é uma gripe, não é uma sentença de morte! Estou levando Trimedal na mala (meus amigos médicos falaram que é igual ao outro remédio que estão indicando, que esqueci o nome), estou tomando vitamina C (1g por dia) e tenho certeza que não vou ficar doente. Durante a viagem, vou dando reports pra vcs saberem como está o clima dos aeroportos e dos países atingidos.

Marcio Nel Cimatti

Ainda acho que é alarmismo demais e que as viagens não devem ser canceladas.
Mas se vai se preocupar mais do que curtir, então deixe pra depois!

Rosa
RosaPermalinkResponder

Pessoal. ótimo post do Rodrigo sobre o assunto (detalhe: ele é médico): http://www.aquelapassagem.com.br/. Joana, no post constam também esclarecimentos a respeitos do uso de anti-gripais.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Brigada, Joana!
Estou com viagem marcada para domingo, vou para NY para depois seguir para a Inglaterra. A minha irmã já está nos EUA.
Arrumei um caminhão de máscaras, por via das dúvidas, e lá vamos nós (toc, toc, toc).
Só tenho receio de ser barrada em alguma quarentena qualquer, porque, óbvio, estou já com a minha gripe comum pré-viagem, de stress mesmo (e todo mundo no serviço está saindo de gripões). Imagina passar as férias em uma barraquinha branca no aeroporto? Erghhhhhhhh! (a praga que me passou a gripe diz que é tiro e queda: eu vou ficar é no container com um monte de chicano, tentando explicar que o Brasil não é o México).
shock

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Riq,
concordo em genêro número igual. Eu não pego gripe desde que passei a tomar vacina todos os anos. Já sofro o suficiente com meus problemas alérgicos. E sou daquelas que em caso de febre, uso o plano de saúde para saber o remédio certo a tomar.

A empresa que eu trabalho que é gigantesca e muito séria nesses assuntos e já se posicionou: empregados voltando dos EUA ou México serão monitorados em havendo sintomas devem relatadar ao serviço médico. Viagens para o México devem ser evitadas.

Alguém sabe de outras empresas quanto a viagens de negócios?

Cristina
CristinaPermalinkResponder

ops, grau. Mas que igual tb dá no mesmo dá. Inté amanhã! wink

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Marcia, minha colega de trabalho também viaja dia 10 pra Miami com a filha de 6 anos. Eu cheguei dia 21 último de NY e nem ouvi falar de gripe suína por lá, nada em aeroportos ou telejornais. A quantidade de brasileiros que viajou nos últimos feriados é enorme e o Brasil não tem um só caso confirmado.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Complementando eu também estou grávida e voltei doente - alergia, já que não me dou com clima frio (do país) e seco (da cabine do avião). Mas já fiquei boa durante o período de incubação da gripe suína :p

Ernesto, o  pato

Vejam o ótimo post do Roldrigo sobre o assunto,no "Aquela Passagem". Para quem não sabe o Rodrigo é medico, o que torna as informações dele muito mais precisas e com embasamento cientifico.

MARCELO LOURECO

oi, ricardo,

esta é para lembrar os seus tempos de publicitário (e porque tem a ver com viagens também). fizemos aqui na fuel lisboa um vídeo pro clube de criação de são paulo com um dicionário brasil/portugal para publicitários.

acho que vai interessar a qualquer pessoa que viaje para portugal (para já ir se acostumando às diferenças de sotaque) e, claro, aos publicitários que aproveitam a viagem para mostrar a pasta por aqui.

abraços e espero que goste.

marcelo lourenço

ps: o vídeo já está no youtube.

http://www.youtube.com/watch?v=YcuwpzBZce8&feature=channel_page

Denise Mustafa

Marcelo, ficou muito bacana o vídeo. Sou jornalista e meu namorado é publicitário e moramos no Porto. Sempre rimos desse brasileirês X português.

MARCELO LOURECO

oi, denise, obrigada pelo comentário sobre o vídeo. e estão variantes da língua são apenas a ponta do iceberg. há tantas mais smile beijos de lisboa, marcelo lourenço!

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Bom, se prestarem bastante atenção, verão que o número inicial de mortes confirmadas alardeado como acima de 100 na quarta-feira, apenas para casos mexicanos, tinha caído para menos de uma dezena hoje.

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde conta com uma página exclusiva (http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1534) na qual você encontrará respostas para todas as suas dúvidas a respeito da gripe suína. Além disso, você pode buscar mais informações no Disk Saúde 0800 61 1997. O Brasil está preparado para enfrentar os casos suspeitos e manterá a população bem informada!

Assessoria de Comunicação.
Ministério da Saúde

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Que chique! Pelo menos a Assessoria de Comunicação do Ministério a gente tem certeza que está trabalhando mesmo! wink

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Bem, li o link.
O Ministério diz que está fazendo: 1) retendo aquele papelzinho que é entregue na Alfândega para manter cadastro do pessoal que chegar em "vôos suspeitos"; 2) divulgando muuuuuuito que a gente tem que lavar as mãos - na televisão, no rádio, no jornal, e até na internet, como se vê na postagem acima.
Vamos falar bem alto: "é só marolinha!", "xô, gripe", que eu acho que funciona (logicamente, desde que bem divulgado).
Sei não.

Patricia - Turomaquia

gente acabou de sair isto aqui no El País:
El Centro de Prevención y Control de Enfermedades de la Unión Europea (ECDC, por sus siglas en inglés) considera que la gripe porcina podría afectar a entre el 40% y el 50% de la población europea, aunque ha subrayado que la mayoría de los casos serían leves y que sólo un pequeño número de afectados, especialmente personas mayores y con enfermedades crónicas, tendría síntomas graves. La Organización Mundial de la Salud (OMS) ha informado de que son 257 los casos confirmados de la nueva gripe en todo el mundo, frente a los 114 del anterior balance. Pese a esta tendencia creciente de los contagios, la organización considera que, por el momento, "no hay evidencias que aconsejen elevar el nivel de alerta de 5 a 6", ha señalado hoy el director general adjunto de la OMS, Keiji Fukuda.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Alguém que more em NY (Marcie, please!) pode informar se estão cogitando em interditar metrôs, ou fechar museus, ou algo assim? Porque em caso positivo, a viagem ia ficar meio sem graça...

Marcie
MarciePermalinkResponder

por enquanto, nada. Ao contrário: o Bloomberg hoje deu uma coletiva pedindo p/as pessoas serem razoáveis, baixar a bola. E para quem tiver algum sintoma ficar em casa, e não sair. E só ir pro hospital quando achar que está maus além da conta. Ele afirmou que por enquanto "tudo está sob controle". Eu continuo pegando o metro para ir p/escritório, e ainda não vi nenhum tipo de histerismo.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Ah! E ontem fui tranquilamente ao cinema. Infelizmente...não por causa do vírus mas porque o filme era uma porcaria. Doença para a qual, que eu saiba, ainda não inventaram vacina também, rs.rs.rs..

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Brigadinha, Marcie!

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Obrigada pelas informações Lili !

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Amanhã minha tia chega de NY (aliás, ela comprou muitos CDs com as dicas da tripulação e descobriu outras). Depois eu volto para dizer o relatório dela!

Carla baiana
Carla baianaPermalinkResponder

Acho que nao vale exagerar nem ignorar a situacao. A epidemia esta ai, mas ela esta em focos direcionados. NY e NJ tem casos, CA e TX estao numa situacao mais critica. Nao vale cancelar viagem a Miami por causa disso. Mas tambem um pouco de cuidado nao e demais, ne?

Nao tem nada fechando as portas, a nao ser escolas com criancas pequenas. Nesses casos eles mandam todo mundo pra quarentena mesmo. O vice-presidente dos EUA hoje de manha sugeriu que ELE nao viajaria a lugar nenhum agora. E que nao pegaria o metro, se tivesse opcao.

Meu marido chegou hoje de DC num voo onde a metade dos passageiros usavam mascaras, e alguns ainda usavam luvas. Exagero? Nao acho nao. Melhor prevenir do que remediar.

Agora, a midia brasileira nao e mole nao, e a gente sabe disso.

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Bom, o governo diz por aqui (estou na China) que nao tem nenhum caso de gripe suína... mas vai saber...
Riq, me visita? Tô em www.mtv.com.br/madeinchina.

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Estou no aeroporto de Lima agora (06:30h), q está fechado desde ontem à noite por causa da neblina. Aeroporto lotadissimo por causa do feriado e dos atrasos. O único caso de gripe q tinha sido confirmado aqui (uma argentina vinda do México) acabou sendo descartado. Estamos tranqüilas. Boa parte das pessoas está usando máscaras e estamos usando tb, mas sem muita convicção de q há necessidade ...

Marcelo Galvão

Ricardo, sem nenhum puxa-saquismo, concordo plenamente com a sua posição, pois assim agi em minha viagem recente ao sul da Bahia, região esta que tem sido citada como um dos principais focos de dengue do país. Informação, ponderação e serenidade, devemos buscar sempre, viajando, ou não.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Por enquanto o RIQ tá achando que a Gripe Suína também é apenas uma " Marolinha ".

Ricardo Freire

Uma marolona, Marcelo.

Enquanto as manchetes falarem apenas em "casos", e não em mortes, não vejo porque não viajar.

Por enquanto, ser barrado na imigração, ver-se vítima de um mão-leve no metrô, arranjar uma infecção estomacal de origem alimentar ou uma trombose depois de uma viagem na classe ainda são contratempos bem mais prováveis do que morrer de gripe suína contraída em Nova York, Madri ou Edimburgo.

Roderic
RodericPermalinkResponder

O alarmismo exagerado e a falta de informações corretas acabam causando tanta confusão que daqui a pouco veremos turistas com máscaras na Bahia para se proteger da dengue e outros indo para o México e passando repelente para evitar a gripe suína (além de não comer baconzitos em hipótese alguma)...

Karina
KarinaPermalinkResponder

Olá...Minha tão sonhada lua-de-mel esta marcada para o dia 13 de julho para Aruba. Fico anciosa em pensar que posso desmarca-la. Acho inviavel pensar nessa possibilidade agora, sera mesmo?

Ricardo Freire

Karina, Aruba está na costa da Venezuela, bem longe do foco no México. Deixar de ir HOJE para lá é como cancelar uma viagem a Foz do Iguaçu por causa de uma virose na Praia do Forte.

Daqui até julho muita água vai rolar. Talvez estejamos indo trabalhar de máscara aqui no Brasil mesmo...

De qualquer modo, alternativas de praia para julho: Grécia, Croácia, Turquia, Baleares, Norte do Brasil, Maranhão-Piauí-Ceará.

Patricia - Turomaquia

Outra dica: as Ilhas Canárias!

Marcie
MarciePermalinkResponder

Já avisei meu marido que não se atreva a morrer dessa gripe: não quero virar VIÚVA PORCINA!!!!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

hahahaha! Essa tinha que ser tuitada! Adorei!

Murilo
MuriloPermalinkResponder

RIC, parabéns pela contribuição social neste Post. ROSA, já estou aqui de novo (com outro tema). Gostaria de saber a opinião de vocês. Estou com uma viagem, a trabalho, marcada para 11 a 15 de maio, para Brasília. Será um curso com representates de todos os estados brasileiros. Passaremos longos 5 dias numa sala fechada, com no mínimo 27 pessoas. Gostaria de saber o que vocês acham. Acho que estou um pouco assustado, para não dizer em PÂNICO. Tenho medo de entrar no aeroporto e, depois, passar horas no Avião, e, depois, dias com várias pessoas em ambientes fechados. PARANOICA, não? Vocês acham necessário o uso de máscaras, durante o vôo e dentro do aeroporto? E se durante o curso as coisas piorarem? Realmente, Tô em pânico.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Murilo, vou viajar amanhã para a Colômbia. Decidi que vou usar máscara no aeroporto e no avião, tanto na ida como na volta. E usaria mesmo se fosse uma viagem nacional, como é o seu caso, pois aeroporto e avião são lugares onde circulam pessoas de todo o mundo.
Quanto ao curso, embora seja com brasileiros, realmente não saberia o que fazer. Mas acho mais provável pegar um resfriado comum nesses ambientes do que a gripe "porcaria".
E tem outra coisa: (HIPÓTESE)quem garante que não já não haja uma pessoa infectada na sua cidade ou na minha cidade, frequentando o mesmo restaurante onde almoço, o mesmo cinema onde vou (pensei nisso ontem, no shopping)?
Não sei se aumentei ou diminuí sua paranóia, mas no caso das coisas piorarem, acho que não há muito o que fazer.
O único jeito de impedir a propagação do vírus seria impossível: PROIBIR TODAS AS VIAGENS MUNDIALMENTE, nacionais, internacionais, de avião, trem, ônibus, navio, jegue, etc, até sair a vacina.
Abraços e bom curso!
PS.: a máscara que vou usar é da Bayer, contra poeira, e não contra microorganismos, mas vou usar assim mesmo.

Murilo
MuriloPermalinkResponder

Valeu Arthur, sua hipotese foi bastante pertinente. Ajudou, sim.
Coloquei esta mesma dúvida lá no Blog Aquela Passagem e o Rodrigo respondeu:

veja o link:

http://www.aquelapassagem.com.br/gripe-suina-informacao-ainda-e-o-melhor-remedio/#comment-6985

Veja a resposta:

"Murilo,

O vírus ainda não circula no nosso meio. Todos os casos suspeitos foram importados. Até o momento não há motivos para não ir a nessa conferência. Independente da gripe Suína, você estaria normalmente sujeito a pegar uma virose (resfriado ou gripe humana mesmo) viajando de avião ou numa sala fechada com 25 pessoas de lugares diferentes e nem por isso deixaria de viajar. Leia as notícias e caso ocorra alguma epidemia aqui no Brasil, você reavaliaria seus Planos.
Calma nessa hora. Caso o risco aumente, as próprias empresas acabam cancelando essas viagens.

Um abraço"

matheus
matheusPermalinkResponder

Olá! Meu nome é Matheus Hasenclever e também tenho um blog sobre turismo: www.milmaravilhas.net

Gostei bastante do Viaje na Viagem e linkei vocês lá! Se pudessem fazer o mesmo, eu ficaria muito agradecido.

Obrigado!

André
AndréPermalinkResponder

EStou com viagem de lua de mel marcada para a França, saindo do Brasil no próximo domingo. Atormenta-me a dúvida sobre viajar ou escolher outro roteiro nacional, mas o que eu temo não é "pegar tal gripe" em território francês, e sim eventuais transtornos na entrada do país, já que, muitos europeus não costumam conhecer geografia da américa latina e Brasil e México lhes pode ser um lugar muito próximo... A idéia de ficar horas e horas (ou dias) para entrar no país, ou ainda, o risco de nos colocarem em quarentena ou algo parecido me assusta. Viajar ou não, this is a question..

Ricardo Freire

André, diariamente chegam dezenas de vôo da América Latina em Paris. Só do Brasil são 5 ou 6. Se houvesse algum problema nesse sentido já teria saído na imprensa.

Júlio Castro
Júlio CastroPermalinkResponder

Parabéns Riq.Vc supera todos os pacenciosos do mundo.Deus olha por vc.

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Excelente, Riq; assim como a Paula*, eu tambèm faço sempre o jogo da Poliana. Mas, ao contrario dela, nao cancelaria viagem nenhuma agora por causa disso. Aqui na Italia, nao se fala de outra coisa, todo dia; aconteceu o primeiro caso na Toscana e ja ta todo mundo correndo pra farmacia, uma pena. Alarmismo geral, infelizmente.

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Vou repetir o que já tuitei outro dia: se a gripe porcina fosse tema de filme catástrofe, seria um dos filmes mais chatos do mundo...daqueles de dar sono #epic fail

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Riq, ontem não tinha espaço com tanta dança para comentar rsrs, mas minha tia voltou de NY ontem e de máscara no avião só brasileiros, cuja tripulação ria... disse que não viu paranóia nenhuma, como a Marcie disse, que no Rio é que tá todo mundo de máscara e luva e que até o cara da imigração disse que foi obrigado e tá se sentindo ridículo. Mas a observação do Arthur, me deixa preocupada, eu vou para POA quinta...wink

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Eu vi pouquissimas pessoas com máscara no aeroporto de Houston, no meu voo tinham umas 5 pessoas no máximo, mas chegando no aeroporto do Rio...era uma loucura de máscaras, comecando na polícia federal, que todos usavam.
Eu não cancelaria viagem nenhuma...

Joana
JoanaPermalinkResponder

Ola pessoal! Como prometido, ca venho eu contar como esta a situacao pelos aeroportos onde passei. Me perdoem se falar coisas repetidas mas nao deu pra ler todos os comentarios... Estou na correria! Bom, primeiro Galeao: quase ninguem da equipe do aerporto mesmo de mascara e luvas, mas tinha um ou outro gato pingado. Os passageiros esses sim estao desesperados. No meu voo tinha uma familia de 4 adultos, que eu ja tinha visto na sala de embarque, com mascaras que pareciam coisa de centro cirurgico mesmo, sabe? Quando eu olhei eu pensei: ih, estao em conexao e vieram do Mexico. Pois bem: quando entro no aviao, eles estao atras de mim!!! Confesso que me bateu um desespero... todas as pessoas em volta sacaram suas mascaras das bolsas e as usaram o voo inteiro! Mas os comissarios da Iberia ficaram sem nenhuma protecao o voo inteiro - assim como eu. Chegando em Madrid, alguns agentes da imigracao estavam com mascara, outros sem, vc percebia que era uma decisao pessoal. A mesma coisa acontecia com as pessoas de solo da Iberia, mas na seguranca todos com protecao. Os passageiros: muita gente de mascara, diria que um terco das pessoas, vindas de todos os lugares. Em Londres, ninguem, absolutamente ninguem de mascara, nem as pessoas do aeroporto nem os passageiros. Aqui em Cambridge isso nem assunto de conversa e... todos mt tranquilos no metro, em todos os lugares. Vamos ver amanha em Berlim como sera, depois conto pra vcs!!!

Adriana Fernandes

Olá, que alívio ler o seu post. Estou com viagem marcada para Londres na próxima sexta e não posso nem assistir TV, pois dá para cair no desespero e sair cancelando tudo!!! Também vou passar por Berlim, continue em contato! Obrigada.

Patricia - Turomaquia

Uma pergunta fora do tema, se alguém pode me ajudar: É necessário tomar vacina de febre amarela para ir aos Lençois Maranhenses?

Ricardo Freire

Paula, por aqui a gente não associa automaticamente vacina para febre amarela com viagem ao Maranhão, não.

Mas a doença andou recrudescendo, e recentemente houve uma corrida para tomar vacina até em São Paulo (atualmente o pessoal do Rio Grande do Sul está se vacinando).

Procurando bastante no site da Anvisa, achei uma lista atualizada de municípios com risco, e o Maranhão inteiro está nela. http://e-legis.anvisa.gov.br/leisref/public/showAct.php?mode=PRINT_VERSION&id=16677

Eu aconselho todo mundo que gosta de viajar a tomar sua vacina contra febre amarela. Tem validade de dez anos e serve para todo o mundo exótico.

Patricia - Turomaquia

Ricardo valeu! E obrigado pelo enlace!
Providenciado a vacina!
Beijos

cassia
cassiaPermalinkResponder

Vou para ny em junho. Tb acho a imprensa brasileira meio alarmista e gostaria de informações atualizadas de quem está por lá, ou seja informações mais realistas, afinal não me imagino num hospital de lá apenas porque espirrei durante o voo... e vamos combinar que a recomendação de evitar aglomerações em NY é no mínimo engraçada, né?

EduLuz
EduLuzPermalinkResponder

Ola, pessoal(isto nao e frescura, eh o teclado!).
So pra informar que estamos ha 4 dias em Miami e ate agora so vimos uma pessoa comm mascara : uma "tiazinha" que estava limpando um banheiro num shopping.
No restante do tempo estivemos em 3 restaurantes (todos cheios!), dois malls mais cheios do que o Pacaembu em dia de final ( Timao, eeeoooo !), passeamos pela Ocean e pela Rodeo Dr e nada da gripe !
Pra nao dizer que nos nao ouvimos falar, uma dona duma loja em Key West nos perguntou se andavamos de mascara no Brasil, no que a socia dela respondeu que " o Brasil nao ficava perto do Mexico!". Bom, pelo menos nao disseram que a nossa capital e Buenos Aires. rs
Ah! Vimos tambem mascaras de ... mergulho.
Abs e a ate a volta.
Edu e De Luz.

Joana
JoanaPermalinkResponder

Ah, gente, deixa eu comentar uma coisa: apesar de todo o alarde, os europeus andam meio porquinhos... sem querer fazer nenhum tipo de julgamento pq eu mesma sou filha de portugues! Mas todo mundo espirrando e tossindo nos aeroportos e nos metros sem colocar a mao no rosto (lembrando que a orientacao é usar o braco, nem a mao), mt gente nao lavando a mao depois de ir ao banheiro... assim e mole pegar qqr doenca!

Rosa
RosaPermalinkResponder

Murilo, Brasília está super tranquila. Mas, nessa época já está no ar a campanha de vacinação contra gripe comum, já que se aproximam as frentes frias e grandes variações térmicas. Para idosos é quase uma obrigação, para nós outros é aconselhável. Vacinas, sempre é bom tomar alguns dias antes de viajar, se der reação, é melhor estar em casa. Eu sempre me vacino contra a gripe por conta das variações climáticas, a partir de maio, calor de dia e frio de noite em Brasília, mas, são temperaturas amenas, tudo leve, nada extremo. Não vi ninguém preocupado em usar máscara por aqui, a preocupação está mais para quem sai, do que quem chega. Relaxe. Não há motivos para se preocupar, até o momento.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Cancelar