Bretagne pra Vanessa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pont-Aven (foto: Bretagne.com)

A Vanessa quer passar uma semana na Bretagne em junho ou julho e pede dicas.

O Rafael R., que sabe tudo da França, pôde dar suas indicações na primeira pessoa. São tão boas -- sobre um destino tão pouco discutido aqui -- que merecem vir para o corpo do post. 

Fala, Rafael:

Do Mont St.-Michel não precisa nem falar; a única recomendação que eu faria é dormir dentro do monte. Paga-se um pouco mais caro, mas a sensação de ter o monte só para você a noite compensa.

St.-Malo, logo ali do lado, é muito turística e tem um centrinho intramuros interessante. Mas não acho grande coisas assim não.

Prefiro Cancale que também fica perto e é famosa por suas ostras. Se quiser comer muito bem reserve um almoço ou jantar na Maison de Bricourt.

Sem sair dessa entrada da Bretagne tem também Fougères e Dinan que valem a visita.

Mas se quiser realmente adentrar a Bretagne, que tem uma cultura fantástica e paisagens lindas. Uma cidadezinha que me fascinou foi Plougrescant. Tem várias outras no mesmo estilo. A Côte du Granite Rose é toda bonita.

Se tiver tempo para atravessar para o sul da Bretagne, Pont-Aven, próximo a Quimper, é uma cidadezinha supercharmosa e famosa por seus ateliês. Dali você pode voltar a Paris pelo Vale do Loire, ou devolver o carro em Nantes e pegar um vôo ou TGV.

Merci beaucoup, Rafael!

E você, tem dicas da Bretanha? Conta pra gente!

Leia mais:

27 comentários

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Ricardo e Rafael

Nossa não esperava uma resposta tão rapida!
Como dizem aqui nos Emirados
Chucran

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

ah Esqueci de perguntar

Rafael vc recomenda algum hotel? smile

LucianaM.
LucianaM.PermalinkResponder

Vanesa, Não conheço nada da Bretagne! Só li no Conexão Paris três posts onde a Maria Lina fala sobre como ir de Paris ao Mont Saint Michel via Saint Malo. O primeiro está aqui http://www.conexaoparis.com.br/2009/01/12/de-paris-ao-mont-saint-michel-via-saint-malo-1/ caso você ainda não tenha visto!
Boa semana, abraço,

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Vanessa, conheço pouco da Bretanha, mas posso endossar com a maior convicção a recomendação de se dormir dentro do Mont St-Michel: foi uma das melhores experiências viajantes que já tive. Eu fiquei neste aqui: http://www.hotel-la-croix-blanche.com/
Se você gosta de ostras, Cancale é parada certa: é uma cidade pequena, mas muito simpática, calma...
No caminho para St Malo tem um lugar bacana para se parar num dia de sol, Pointe du Grouin, com uma bonita vista do litoral acidentado daqui (teoricamente daria para ver o monte daqui, mas eu não vi.)
Eu gostei bastante de St-Malo...mas não fiquei tanto tempo quanto gostaria. Achei o intra-muros bem gostoso de se caminhar.
Já Pont-Aven...eu fiquei vontade de voltar para a Bretanha só para conhecer essa belezinha wink

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Merci Beaucoup Luciana et Emília.

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

Que surpresa entrar no blog e ter um momento Tommy desses smile

Sobre hotéis não sou um expert em primeira pessoa, como diria o Riq. Quando rodei o interiorzão da Bretagne estava de motorhome.
No Mont Saint Michel o melhor é o Mère Poulard, que tem também a omelete mais famosa (e cara) do mundo. O hotel não é de deixar ninguém de queixo caído, mas como endossou a Emília, vale pelo local.
Em Cancale o próprio Maisons de Bricourt é super charmoso, com precinhos Relais & Chateaux.
Rennes tem o Le Coq Gadby que é um ótimo hotel.
Dê uma olhadinha na rede de hotéis independentes http://www.relaisdusilence.com, que tem vários hotéis de charme na região.

Uma dica para almoçar em um ambiente agradável e com boa comida regional, sem pompa, é a Ferme de Mesauboin http://www.ferme-de-mesauboin.com , próxima a Fougères.

Aproveitando o gancho, e já que falaram da ida de Paris ao Mont Saint Michel, acho uma pena pegar um carro ou excursão em Paris e passar direto por tanto lugar interessante na Normandia. Eu não iria ao Mont Saint Michel sem parar pelo menos em Giverny, Rouen, Etretat e Honfleur.

Isabel O., Portugal

Qualquer informaçãozinha destas "cai que nem ginjas" ( o que quererá isto dizer? perguntarão)...
Estamos a pensar fazer uma viagem grande por França, e um dos pontos é precisamente a Bretanha.
Mas também Normandia. Se alguém quiser aproveitar a onda e der mais uma mãzinha para este local, será bem-vinda.

Isabel O., Portugal

Fui à minha pasta "Bretanha" na pesquisa para férias e lá encontrei algumas coisas semelhantes às do Ric. Também encontrei uma página sobre Saint Malo, feita por uns vossos conterrâneos
http://www.imagensviagens.com/stmalo.htm

Num blogue de um político português, eurodeputado de esquerda encontrei este hotel, sobre o qual ele tece muitos elogios. Já vinha "a descer" e descobriu-o por acaso.
http://www.le-thy.com/index2.html

Quartos a bom preço em PLOERMEL. Já fica um pouco a sul. Não sei bem qual o itinerário que a Vanessa está a pensar.

Majô
MajôPermalinkResponder

Fui ao Mont St Michel e dormi lá, como a Emília, experiência única ! E comi o omelete da mère Poulard.
De lá fui a St. Malo que achei interessantíssima. Em fevereiro o frio era de rachar, 5 camadas de lã, ótimo para encarar uma bouillabaisse.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Nossa gente

Muito obrigada pelas dicas tenho certeza que agora minha viagem será muito melhor .
Pessoal estava pensando em passar pela Normandia será que dá? Eu e meu marido costumamos usar carro para nos deslocar pois gostamos de ver as paisagens do local. E quem sabe voltar pra Paris de TGV?
beijo e obrigada

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

É pessoal... Parece que minha implicância com Saint Malo foi gratuita. Estou precisando voltar para rever meus conceitos.

Vanessa, acho essa idéia de ir de carro e voltar de TGV a melhor. Como falei antes, sugiro passar por Giverny, Etretat, Rouen e Honfleur. Se quiser, dá ainda para parar em Caen e se tiver interesse por 2a Guerra Mundial tem as praias do desembarque.

Isabel O., Portugal

Rafael
Se tiver alguam coisa mais específica sobre as prais do desembarque que queira partilhar agradecia. Com Prof de História estou muito interessada nesses local.

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Olá Rafael...

Tenho lido sobre Saint Malo e Mont Saint Michel e me surgiu uma dúvida: é possível ficar hospedada em um único lugar, como Saint Malo, por exemplo, e conhecer todas as cidades que vc citou durante o dia? Ou será necessário pernoitar em cada uma delas?

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

Roberta,

De Saint Malo dá pra conhecer Dinan, Cancale, Fougères, Rennes. Já o resto eu não encararia em bate-e-volta não.

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Olá Rafael!

Obrigada pela resposta...só mais uma perguntinha...vc acha que vale mais a pena ficar em Saint Malo para conhecer essas cidades ou no Mont Saint Michel mesmo??

Ricardo S Silva

Bom dia,

Alguém que esteve na Normandia e/ou na Bretanha em Maio poderia informar sobre o clima e chuvas no período? Eu e minha esposa pensamos em ficar 2-3 semanas na França e possivelmente fazer trekking em algumas regiões, mas queremos saber se isso é viável.
Desde já obrigado,

Ricardo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! O norte da França não é seco, você vai pegar chuva não importa a estação em que visitar.

Veja como descobrir temperatura e chuvas mês a mês em qualquer destino do mundo:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/como-pesquisar-temperatura-e-chuvas-no-exterior/

Josimara
JosimaraPermalinkResponder

Bom dia,
Tenho dicas sobre a Bretanha, vejam lá no meu blog :

http://100dimensoes.blogspot.com.br/2013/06/a-vocacao-maritima-de-saint-malo-no.html

Abs

Josi Brignol

Sérgio Jatobá

Fiz um roteiro pela Normandia e Bretanha por carro. Esse me pareceu o melhor meio de transporte para visitar as pequenas cidades dessas regiões, mas ficam aqui alguns alertas importantes para quem for alugar carro na Europa:
Cuidado 1) o preço previamente reservado pelo site pode subir em mais de 100% por causa do seguro especial. E se você não optar por um deles irá pagar uma franquia absurdamente alta, caso aconteça algum imprevisto.
Cuidado 2) os pedágios na França são um tanto traumáticos. As rodovias administradas pela COFIROUTE cobram preços excessivamente alto pelos pedágios, mesmo em distâncias pequenas e não aceitam cartão de crédito não franceses, mesmo internacionais. Se for pagar dinheiro, lembre-se que as máquinas, quando o aceitam, só recebem notas até 20 euros. Um absurdo que pode causar atropelos inesperados.

Maira Correa
Maira CorreaPermalinkResponder

Olá!

Meu marido e eu vamos viajar para a Bretagne agora em junho, gostaria de pitacos no nosso roteiro se alguém ainda tiver interesse por este tópico.
Assim:

0 - Chegada de tardezinha no aeroporto em Rennes, ida de carro até Mont Saint Michel - pernoite em uma pousada de frente para o monte.
1 - Visita ao monte. De tarde, Cancale.
Duas noites em uma cidadezinha por ali.
2 - Visita a Saint-Malo, Dinard.
3 - Cap Frehel, Fort la Latte.
Dua noites em Saint-Brieuc
4 - Plougrescant entre outras nesta região.
5 - Dinan.
Duas noites em Rennes
6 - Rennes, Fougeres
7 - La Gacilly.
Duas noites em Vannes
8 - Vannes, Carnac.
9 - Uma noite próximo a Rennes, em um chateau.
10 - Ida a Paris.

Agradeço desde já pela atenção!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maira! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Raul
RaulPermalinkResponder

Oi Maira... fizemos a região de carro e foi ótimo.

Após alguns dias no Vale do Loire fomos a Bretanha.

Passamos em Vitre e Fougeres (fantásticas) e ficamos em Dinan (hotel le d'Avaugour) por duas ou três noites aproveitando a cidade (que é linda) e a região (Becherel, Combourg e St. Malo)

Depois fomos a MONT SAINT-MICHEL (58 km – 00h54) para pernoitar dentro do vilarejo (Hotel Saint Pierre).

Após, seguimos viagem em direção Normandia (Etretat é outro lugar que merece ser visitado).

Maira Correa
Maira CorreaPermalinkResponder

Olá Raul! Obrigada por compartilhar sua experiência! Acho que vou destinar um pouco mais de tempo nestas cidades... Não sei mais se vou até Vannes e Carnac.. Como é difícil! rsrsrsrs

Maria das Graças

Maira, é a sua 1a. vez na região? Há alguma razão para a sua ida a todos esses lugares?
Já estive lá duas vezes. Na 1a. o objetivo foi a visita ao Mont Saint Michel. Fiquei tão fascinada que voltei. E vi o Mont com outros olhos.
Fiz base na encantadora e bem estruturada Saint Malo.
Tudo é lindo e cativante. Você chega é não que sair.
Fujo de carro alugado em cidade grande. E Rennes é uma grande cidade. Usei trem partindo de Paris para Saint Malo que já tem TGV saindo de Montparnasse.
Muitos hotéis nos faz perder tempo.

Maira Correa
Maira CorreaPermalinkResponder

Obrigada Bóia! Olá Maria!
Eu fui no Monte Saint Michel quando era muito criança, lembro apenas da maré subindo rsrsrs. Meu marido nunca foi.
O nosso plano inicial era participar de um festival - o Hellfest, em Clisson, que fica perto de Nantes...mas os nossos cartões de crédito nos passaram a perna e não conseguimos adquirir os ingressos. Assim, vamos afogar nossa frustração comendo galette, crepe e bebendo cidra =c)
Nós vamos chegar de avião em Rennes e vamos ir para Paris de avião, tb por Rennes. Já fizemos duas viagens para a França nas quais alugamos carro e nos deslocamos entre as cidadezinhas, adoramos! Concordo com você, esse pula pula de alojamento não está parecendo bom, mas queria evitar ficar indo e voltando, perdendo horas (preciosas) nos deslocamentos.... =c/ Somos muito economicos em malas rsrsrs Quais as experiencias imperdíveis na sua opinião? Cidades? Restaurantes? O meu maior problema foi ler sobre a região na opinião dos franceses, e tudo pra eles é imperdível! OBS: as duas noites em Rennes é para poder ir na feira no sábado de manhã, e La Gacilly porque vai estar rolando um festival de fotografia. Agradeço desde já pela atenção!!

Pablo
PabloPermalinkResponder

Oi Maira! A sua viagem vai ser ótima, principalmente pela tranquilidade e tempo em cada lugar. Eu teria aproveitado para visitar as praias do dia D na Normandia, mas isso é questão de gosto.
A minha dúvida é porque você vai de avião de Rennes a Paris? De trem é muito mais rápido, a viagem dura menos de uma hora e meia e custa desde 10 Euros. Do CDG para o centro de Paris você vai demorar quase o mesmo tempo...

Maira Correa
Maira CorreaPermalinkResponder

Olá Pablo! Desculpa a demora em te responder.

É porque já está incluído nos vôos - quando fiz as simulações, valia a pena fazer a compra com o trecho Rennes/Paris (não tinha diferença). Pensando no deslocamento até o centro de Paris, realmente não faz sentido... numa próxima eu já considero esse tempo, não só a questão financeira, agradeço a dica!

OBA! Animei mais um pouco! =c) Obrigada

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar