Prós x contras: dólar, euro, peso, real, travelers, cartão de crédito, saque internacional ou Visa Travel Money?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Este post ficou desatualizado.

Para a versão mais completa e atualizada deste texto, clique aqui.

Leia a versão atualizada:

407 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

CREIS
CREISPermalink

Riq. No ano passado, eu e minha esposa estivemos na Itália para comemorar nosso aniversário de casamento. Para isso levamos 1500 euros para gastar por lá com passeios e compras. Tudo foi levado conosco, incluindo passaportes e cartões (usamos aquela bolsa canguru). Em setembro partiremos para Paris e Praga. Vc recomenda que deixemos o dinheiro + passaporte no cofre do hotel (ou na mala devidamente trancada) ou devo levá-los novamente para passear conosco?
Abraços e obrigado.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não é 100% seguro, mas eu -- EU -- deixaria no cofre do hotel.

CREIS
CREISPermalink

Sua dica é muuuito mais que válida. Acredito que seja mais seguro deixar a $ no cofre do que ficar andando com ele junto ao corpo. Obrigado.

Gabi Souza
Gabi SouzaPermalink

Dúvida.

Quando se compra euros para colocar no VTM tb se paga IOF?

Pq o cambio do banco do brasil é cerca de 2,70 e poucos, mais IOF. No fim, vc acaba pagando mais de 2,90 por cada euro.

A cotação do VTM tá 2,92, mas a dúvida é: ainda vai ter IOF????

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Você paga 0,38% de IOF sobre operações cambiais ao carregar o VTM.

Você NÃO paga 2,38% de IOF nas despesas que fizer com ele, porque não é um cartão de crédito, e sim de débito.

Nelson Siqueira
Nelson SiqueiraPermalink

Salve Ricardo,
Preciso de uma dica sua: estou indo para Londres em agosto, e gostaria de comprar alguns ingressos com antecedência pela internet para evitar filas (London Eye, Wembley).
Vou perder dinheiro na hora da conversão usando o cartão de crédito? qual a taxa que as operadoras usam?
Abração

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Visa e Master têm taxas ótimas de conversão; conforme eu escrevi no texto, na maioria dos bancos a taxa é próxima do câmbio comercial. Mesmo com o 2,38% de IOF a conta fica menor do que o dólar-turismo. Você só perde caso o real desvalorize entre a sua compra e o pagamento da fatura.

marcioazdf
marcioazdfPermalink

Travel cheque:
Ricardo,
Seguindo as dicas do site, gostaria de saber onde posso trocar travel cheque em Londres (vou ficar em Earl´s Court). Ouvi dizer que nos "post office" não cobram comissão. Consegui um câmbio bom no Santader para libra comprando em travel (R$ 3,26), cerca de 5% mais barato do que na casa de cambio aqui em Bauru/SP comprando pelo VTM (R$ 3,41).

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Haha, Marcio, você NÃO seguiu a dica do blog smile

No site do PostOffice.co.uk não consegui confirmar essa informação; dei uma googlada em foruns mas acho que não usei as palavras certas.

O caminho certo é ir no site da marca dos seus travelers e procurar pela seção de postos de troca sem comissão.

Pela minha experiência, todas as viagens e desvios do seu caminho que você vai fazer para trocar aos poucos não vão compensar a economia. E se você resolver trocar tudo em uma ou duas vezes, vai acabar com a maior vantagem do TC, que é a segurança.

Na comparação com travelers, fora dos Estados Unidos, VTM é melhor mesmo com esses 5% de diferença.

marcioazdf
marcioazdfPermalink

Então Ricardo. Se dependesse de mim eu levaria só 300 euros em espécie para gastinhos emergenciais e o resto eu usaria o cartão de crédito ou sacaria lá na Europa direto de minha conta corrente. Porém, como antes de ir para o Reino Unido, vou estar em Amsterdã e Paris, não gostaria de ficar andando nessas cidades com o libra sendo que só vou usá-la depois de nove dias. Também, em relação ao VTM, como é a primeira vez que vou à Europa, não quero chegar na imigração do Reino Unido só com cartão (VTM, apesar de fazer as vezes do travel) não deixa de ser um cartão. Por essa razão, pensei no travel. Eu teria a segurança de ficar com ele (em libras) em Paris/Amsterdã sem perigo de perder e além de tudo teria dinheiro em papel para mostrar para aos agentes de imigração no Reino Unido.

Indo as compras….um capítulo à parte….. « Desvendando o mundo

[...] transações. Longe de ser uma expert em assuntos econônicos achei um artigo muito legal do Ricardo Freire  que fala melhor sobre esse imbróglio numérico e que cada um tire suas próprias [...]

Pablo
PabloPermalink

Bom dia Ricardo
Quero ver se você pode me ajudar, estou indo para a Austrália dia 02 de fevereiro e volto dia 6 de março, vou alugar uma campervan e fazer de Sydney até Gold Coast, tenho um cartão de credito platinun visa. Vou com a minha namorada e ela vai levar o dinheiro dela no cartão VTM do banco Cotação. Dei uma pesquisada e vi que vc carrega o cartão com dólar americano e quando vc sacar em dólar australiano vc acaba perdendo dinheiro, em torno de 13%.
Gostaria de saber qual é o mais viável, levar um pouco de dinheiro e utilizar o resto no cartão de credito e saques com o cartão ou utilizar o cartão VTM.

Atenciosamente
Pablo

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pablo, me repasse os links dessa pesquisa. Não acredito que haja essa perda em moeda nenhuma. A diferença do VTM para os saques em cartão de banco é que você compra a moeda (dólar, euro ou libra) pela cotação turismo, enquando o saque no cartão de banco a cotação é próxima do câmbio comercial.

No caso do cartão de banco, porém, as taxas variam conforme o banco, a rede em que você faz o saque e o tipo de conta do cliente. Várias pessoas obterão vários resultados finais diferentes.

Os saques do VTM também podem sofrer maior incidência de taxa conforme a rede de caixas automáticos em que se saca.

Como está no início do texto: a gente sempre sai perdendo alguma coisa. Não há operação perfeita de câmbio.

Releia novamente os prós e contras de cada uma e decida-se pelo seu mix. E por favor me mande onde você achou esses 13% aí do seu comentário.

andre
andrePermalink

Ola, boa tarde! Estamos indo a Paris passar o reveillon, ficaremos hospedado na area da Place d´Italie, fico temeroso qt ao retorno ao hotel apos as comemorações da noite da virada, comom ficam os transportes? O metro funciona ate bem tarde? ou melhor mesmo seria dar uma bela caminhada pelo Senna ate o hotel?
desde ja agradeço as suas dicas. grande abraço.
André

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Os transportes ficam caóticos. O metrô funciona à noite toda, mas fica abarrotado. A festa nos Champs-Elysées dura pouco.

O melhor é não ter expectativas para a noite de Réveillon.

Veja o que vai acontecer na Butte-aux-Cailles, dois quarteirões bem animados bem perto da Place d'Italie.

Eu faria uma ceia no quarto do hotel com coisas bacanas compradas durante o dia nos mercadinhos, e depois iria para os bares de lá.

andre
andrePermalink

Ok, Ricardo, vamos seguir sua dica!
grato pela atenção!
André.

Andre
AndrePermalink

Ola Ricardo, mais uma duvida por favor, estarei chegando no CDG, preciso ir ate meu hotel na place d ítalie, qual é melhor e mais barata forma? muito obrigado. Andre

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Mais barato: RER B até Denfert-Rochereau (15 ou 16 estações), daí baldeação para o metrô, linha 6, direção Nation (desça na 4a. parada, Place d'Italie).

Conte com enfrentar escadas na baldeação e na estação final.

andre
andrePermalink

Ricardo, muito obrigado! abracao

Thayná
ThaynáPermalink

Olá..gostaria de uma informação. Estou programando um intercâmbio para Londres no meio do ano que vem, mas tenho uma dúvida: Eles só aceitam libra esterlina ou em alguns lugares aceitam o Euro? Cada pessoa fala uma coisa, to confusa. Queria saber também quanto eu tenho que levar para não passar nenhum sufoco, o intercâmbio é de 30 dias. Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A moeda na Inglaterra é a libra. Pode ser até que alguma loja ou outra aceite euro, mas você vai precisar fazer conta para ver se está fazendo bom negócio. Faça um Visa Travel Money e vá carregando direto em libras, ou saque no caixa eletrônico com seu cartão de banco direto em libras.

Para ver como economizar na Inglaterra, siga a Sílvia Oliveira do Matraqueando:
http://matraqueando.blogspot.com/2009/11/inglaterra-50-euros-por-dia-parte-1.html
http://matraqueando.blogspot.com/2009/11/inglaterra-50-euros-por-dia-parte-2.html
http://www.matraqueando.com.br/inglaterra-a-50-euros-por-dia-parte-3

Tiago
TiagoPermalink

Olá Ricardo.
Estou para ir à Argentina e vi seu comentário a respeito das vantagens de usar o cartão de crédito em compras no exterior. Li em outros sites que numa compra feita em Buenos Aires, primeiro se converte o peso para dólar, e aí então para reais. Como vou saber que taxa de conversão é utilizada entre peso e dólar?
Obrigado.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A taxa das bandeiras Visa e Mastercard é boa. Os bancos usam a cotação interbancária, que é melhor do que qualquer uma que você consiga em casa de câmbio.

Michele
MichelePermalink

Ricardo, gostaria de saber se os caixas eletronicos de aruba permitem saques em dolar. Na dificuldade de compra de dolar de amigos aqui , oque voce recomenda? comprar no banco ou agencia? Como faço essa compra??? muito obrigado.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sim, os caixas permitem saques em dólar.

Você pode comprar dólares com seu banco, seu agente de viagem ou corretoras, tanto faz. Se fosse para comprar dólares, eu faria direto um VTM, é mais seguro.

DI
DIPermalink

Caros..aindo tenho uma dúvida quanto ao VTM.

Estou indo para o Canadá e tentei adquirir hoje o VTM, porém a operadora me deixou assustado quando disse que ao realizar alguma compra lá, a operação seria convertida, pois o VTM estaria em Dolar Americano e eu estaria realizando uma operacao em Dolar Canadense. Até aí nada mais justo.

Entretanto, fui informado que além disso a Visa aplica um percentual sobre a operação que ela não saberia informar qual é...Perguntei se era algum tipo de taxa...ela me disse que não mas que havia um percentual sobre a operação.

Isto procede???
Eu já entendi que eles usam cotação do "turismo" e que haverá conversão. Mas terei que pagar algo a mais sobre cada operação?

Obrigado...

André Lot
André LotPermalink

Não, ela te passou informação confusa. Para compras, a "perda" ocorre no momento da conversão entre a moeda local e a moeda do VTM (por essa razão, se vc vai à Europa e Reino Unido é melhor fazer o VTM em euros e libras...).

Todavia, em caso de saques o banco cuja ATM vc usa pode cobrar uma taxa, e essa acaba inclusa no extrato.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É como o André explicou. A moça não soube se expressar.

Em toda operação você vai perder alguma coisa, não importa o meio que usar. Mas as cotações interbancárias usadas pelos cartões de crédito são as melhores que você pode conseguir.

Dionísio (www.blogdodionisio.wordpress.com)

RIQ, deixa eu te pedir umas dicas sobre dólar, VTM, cartão etc.

Vou a Bogotá (3 dias) e Aruba (6 dias) em março, com minha esposa (café da manhã incluido). Tenho guardados 1.100 dólares em espécie e uns 200 dólares em VTM.

Recomendas levar mais ou menos em espécie, ou carregar algo mais no VTM? Ou te parece que estas quantias que tenho e a distribuição já estão boas e o que precisar a mais gasto no cartão de crédito? Fico na dúvida se deveria reduzir em espécie e aumentar no VTM.

É melhor gastar os dólares em espécie lá, ou seria melhor concentrar tudo no cartão de crédito e depois, para pagar a fatura, trocar os dólares por reais?

Muito obrigado!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Em toda troca a gente perde dinheiro, a não ser quando a moeda que vamos vender sofre uma alta repentina e inesperada.

Esse assunto de meios de pagamento no exterior é como investimento. Cada um tem uma estratégia.

A minha, que eu explico no post: cartão de crédito para todos os gastos que aceitarem cartão, cartão de banco para sacar em moeda local o que vou usar em dinheiro vivo, VTM com saldo baixo para recarregar caso dê galho com o cartão de crédito e/ou o de banco, e um pouco de moeda forte para gastos iniciais ou emergenciais enquanto não carregam o VTM.

Dionísio (www.blogdodionisio.wordpress.com)

Muito obrigado!

Por aí…
Por aí…Permalink

[...] Mas não é dessa vez que vou escrever sobre o Taiti, mas estava lendo um post sobre um assunto muito importante em uma viagem ao exterior: usar dinheiro, cartão de crédito ou travelers? [...]

Julio
JulioPermalink

Riq. Algum tempo atrás conversamos se valeria a pena adquirir o Visa Travel Money para utilizar na Argentina e Uruguai. Bom, minhas impressões foram positivas, apesar de a taxa de conversão não ser tão boa. Ah! Descobri algo interessante, o VTM funciona sim para compras pela internet, comprei as passagens do Buquebus... tudo tranquilo. Falow... Parabéns pelo novo site.!!!!!!!!!!!!!1

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sim, essa informação já estava rolando há algum tempo (o VTM é indicado para fazer compras no site da Trenitalia, que costuma encrencar com cartões de crédito brasileiros). Vou consertar o texto, obrigado.

O.
O.Permalink

Na Itália em setembro do ano retrasado (2008), não consegui de forma alguma comprar passagens de trem nas máquinas da Trenitalia com cartão Visa ou Mastercard, só consegui com o VTM.

Em compensação, em Pisa, o VTM deu problemas em uma máquina mais antiga em um restaurante (por faltar aqueles números de conferência).

rafael
rafaelPermalink

boa tarde,
possuo uma determinada quantia(dólar australiano) depositada em um banco australiano. meu cartão está bloqueado. falo pouco inglês. gostaria de saber até quanto posso transferir para conta de parente sem que haja problemas com a receita federal.
grato. rf

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Rapaz, essa foge da minha alçada. Fale com o gerente do banco da conta pra onde o dinheiro vai ser transferido.

Marco Aurélio Majewski

Ricardo, primeiro parabéns pela coluna na BandNews, tenho uma dúvida de VTM, na alfandega, sei que é solicitado dinheiro VIVO, mas ao apresentar um cartão VTM carregado com o boleto da compra e o valor disponível e valor comprado a moeda local deles, pode servir como o solicitado dinheiro VIVO? Irei para a europa agora em fevereiro e pretendo levar dois VTM com euro e libras, uma parte em dinheiro e cartões de créditos disponíveis.

Obrigado,
Marco

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O que vou dizer é um chute, Marco Aurélio, porque eu acho que se eles implicarem com o vivente, eles mandam o cara de volta pra casa até se ele mostrar o dinheiro vivo que eles querem.

Eu levaria um extrato do VTM tirado no dia do embarque. Para todos os efeitos, é como se fosse dinheiro vivo.

Fábio G.
Fábio G.Permalink

Tenho a mesma preocupação do Marco Aurélio.
Estou embarcando para a Espanha em março.
Entrei no site da Embaixa deste país em Brasilia.

Vejam:

•Passaporte com validade mínima de 6 meses;
• Passagem nominal, intransferível e com volta marcada ao país de procedência;
• Comprovação de meios econômicos (equivalentes a 60 € por dia de permanência por pessoa). De 1 a 9 dias, devem justificar um mínimo equivalente a 540 € por pessoa;
• Comprovante de pagamento do alojamento/hotel pelo período total de permanência ou “carta-convite” original na qual se convida para ir à Espanha e que se ajuste à ordem PRE/1283/2007, devendo ser realizada nas delegacias de polícia do domicílio do anfitrião residente na Espanha;
• Justificativa do motivo da viagem.

http://www.maec.es/SUBWEBS/EMBAJADAS/BRASILIA/ES/MENUPPAL/INFORMACIONESTILES/REQUISITOSDEENTRADAENESPA%C3%91A/Paginas/RequisitosdeentradaenEspa%C3%B1a.aspx

Agora compravação de meio economico poderia ser o limite do seu cartão de crédito, que não deixa de ser um meio economico?

?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Se o guardinha quiser que seja, será. Se o guardinha não quiser, não será.

E se você tiver os 540 euros e ele achar que você vai ficar como clandestino, não serão suficientes.

Infelizmente é assim. Barajas devia ser evitado por todo mundo que tenha motivos (idade, falta de carimbos no passaporte) para ter medo da imigração. Não é por falta de aviso. A possibilidade é remota, mas existe.

Marco Aurélio Majewski

Muito obrigado pela resposta, é, realmente é isso, se não quiserem que você entre não vai haver forma de fazé-lo. Mas de qualquer forma vou fazer o seu recomendado MIX, cartões de credito com bom limite, uma pequena quantia em espécie, (não vou levar o exigido), sendo que tenho hoteis, passagens, translados e até alguns passeios já pagos e o VTM com alguma carga também, pois o cambio utilizado para estes cartões é mais atraente que espécie.

Abraço!

Fábio G.
Fábio G.Permalink

Complicado né Riq, e ainda é a gente que é terceiro-mundo. =(

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Até agora não houve nenhum caso de leitor do site barrado, fique tranqüilo. A maior implicância é com estudantes e moças.

Mas eu sustento que essa situação só vai mudar quando brasileiro nenhum chegar à Europa por Madri.

Fábio G.
Fábio G.Permalink

Obrigado Riq.
Pretendo levar os euros indicados pela Embaixada, mesmo não acho certo e temendo as mãos leves.

MARISE
MARISEPermalink

Oi, Adorei este espaço e a atenção nas respostas.Voltei da Europa com saldo de 700 euros no visa travel money. Como funciona se eu quiser trocar por dólares? prós e contras. Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Na minha opinião, o melhor a fazer é guardar o saldo no cartão e levar na sua próxima viagem, mesmo que seja para um país onde o dólar seja moeda corrente ou de referência. Nesse caso vai ser feita apenas uma conversão, de euro para dólar.

Pelo que eu entendo, se você liquidar o seu cartão você vai receber o saldo em reais, e depois vai ter que comprar dólar com eles. Vai fazer duas conversões, vai perder dinheiro.

Mas ligue para a corretora que lhe vendeu o VTM; eles são a fonte mais abalizada para responder à sua pergunta.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalink

Marise,
Acho que o Riq tem razão. Só para dar um exemplo: A Casa Aliança ( http://www.casaalianca.com.br ), aqui do Rio, está comprando o dólar VTM a R$ 1,70! O dólar em espécie - não o do VTM - eles estão comprando a R$1,84. O preço de venda é o mesmo para o dólar VTM e espécie: R$1,95. Acontece o mesmo com o euro.
Eu guardaria o saldo no próprio VTM e deixaria para usar em outra viagem.
Ligue para a sua corretora para conferir e checar até quando os seus créditos no VTM são válidos.

André Lot
André LotPermalink

No caso do saldo restante, há uma alternativa mais simples que elimina a dupla conversão: gastar o valor do cartão no Brasil. Nem todo lugar aceita (como pagamento de passagem aérea em terminal físico), mas em lojas, restaurantes, postos de gasolina, fast-food etc. quando precisei "zerar" um VTM nunca tive problema. A taxa de conversão é um pouco maior do que a taxa de compra da moeda física.

MARISE
MARISEPermalink

Oi,passando só pra agradecer. Bjs

Renato
RenatoPermalink

Estou indo para Dublin, mas faço conexão em Londres, optei por não levar Euro em espécie, estou levando apenas cartões de crédito e farei saques direto na Europa.
Duvidas: Corro o risco de ser deportado em Londres? Mesmo fazendo apenas conexão? Levo Euro ou Libras para minimizar este risco, caso seja grande?

Quais são as taxas padrões do VTM?
Grato

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Você vai fazer imigração duas vezes, uma na Inglaterra (que não está no Espaço Schengen), outra na Irlanda. Na Inglaterra eles implicam com estudantes brasileiros indo pra Irlanda, é bom ir prevenido -- eles podem mandar de volta de lá, sim.

Leve extrato dos cartões com limites e extrato da véspera do VTM com o saldo.

As taxas do VTM são 2,50 dólares por saque (o limite normalmente é baixo, 100 euros por operação) e a eventual taxa da rede de caixas eletrônicos onde você faz o saque. Para compras não há taxas, nem incide IOF. A única desvantagem é que você compra na cotação turismo (mas é a mesma que você obteria comprando papel-moeda).

MIGUEL ANGELO GOMES
MIGUEL ANGELO GOMESPermalink

O dinheiro como o conhecemos hoje está em total fase de metamorfose, ele está com cara nova, e formas também, é como a água, você pode obter-lo em diversos estados, solido (maney vivo) liguido (cartão de crédito) e gasoso (conta-corrente/poupança).

A dica do Riq é totalmente pertinente, o grande lance é diversificar, porém na minha opinião Travelers são uma grande roubada (ao menos fora dos EUA).

Ricardo Campelo
Ricardo CampeloPermalink

Ricardo, no site do Banco Real diz que as compras efetuadas no exterior são convertidas pelo dólar turismo...
http://www.bancoreal.com.br/pequenas/cartoes_empresariais/tpl_visa_business_tire_duvidas.shtm
Liguei na central e eles confirmaram esta informação.
Será que é uma regra do Banco, e os outros convertem pela tarifa interbancária ptax?
Obrigado

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Deve ser regra da administradora do banco. Que pena. O Bradesco também faz isso com o American Express.

Carlos Veiga Vale
Carlos Veiga ValePermalink

De acordo com o documento que define os meios de comprovação de condições de pagar os custos da viagem quando se entra pela Espanha, não é preciso portar o dinheiro em espécie. Estou pensando em levar o extrato/limite do cartão + uns 300 euros + extrato da conta bancária (não vale Internet) + crachá da empresa pública na qual trabalho. Sou casado e vou com minha esposa que tb é func pública. A viagem é de 30 dias, por 4 países diferentes.

Caso alguém tenha entrado pela Espanha recentemente sem levar o $$ todo em espécie, favor reportar o que foi cobrado para comprovação.

Segue o texto da lei(fonte: http://www.maec.es/subwebs/Embajadas/Brasilia/es/MenuPpal/Informacionestiles/PreguntasFrecuentes/Documents/9b17c235b6e044458e780d0d47844a24AcreditacionMediosEconomicosBOE.pdf)

La disponibilidad por los extranjeros de los medios económicos señalados se acreditará mediante exhibición de los mismos, en el caso de que los posean en efectivo, o mediante la presentación de cheques certificados, cheques de viaje, cartas de pago, o tarjetas de crédito, que deberán ir acompañadas del extracto de la cuenta bancaria o una libreta bancaria puesta al día (no se admitirán cartas de entidades bancarias ni extractos bancarios de Internet) o cualquier otro medio con el que se acredite fehacientemente la cantidad disponible como crédito de la citada tarjeta o cuenta bancaria.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Carlos, os agentes não pedem essas coisas de todo mundo, não. Só de quem eles desconfiam.

E se eles desconfiam muito, mas muito mesmo, ou estão com cota a cumprir, não há comprovante que detenha a sua arbitrariedade.

Eu nunca levei todo esse dinheiro vivo, não, nem pretendo levar. Você está certo. (Mas o melhor mesmo é boicotar a Espanha e sua companhia aérea nacional como porta de entrada à Europa.)

PêEsse
PêEssePermalink

Encontrei, por acaso, o post http://vacatip.blogspot.com/2010/01/levar-dinheiro-para-o-exterior-qual-e.html e o post http://www.fernandohrosa.com.br/br/P/Saques_Internacional_Cartao_Credito , ambos muito úteis e aparentemente relacionados com o tema deste post.

Ana Cunha
Ana CunhaPermalink

Ric, onde posso adquirir um VTM em São Paulo?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

http://www.cotacao.com.br

Fabio Lima
Fabio LimaPermalink

É impressão minha ou essa crise na Grécia, Portugal, Espanha e Irlanda tá fazendo com que o euro venha caindo? Estamos próximos a inacreditável 1 euro = R$ 2,50! E claro, surge aquela velha pergunta que ninguém tem, nem nunca terá resposta: compra-se antes que suba ou aguarda-se porque pode cair mais? Façam suas apostas...

Andre Lot
Andre LotPermalink

A cotação comercial do euro hj está € 1 = R$ 2,33. Como sempre acontece, as casas de câmbio mantém um certo "spread" aumentado durante períodos de queda do câmbio comercial. Mas vários bancos usam essa cotação oficial para fazer a conversão para o cartão de crédito ou débito.

Fabio Lima
Fabio LimaPermalink

Ok André, mas esse valor de R$ 2,33 vale para o turista que está tendo a fatura do cartão de crédito com gastos feitos na Europa, fechando hoje, não? Para os que estão se planejando para viajar à Europa e pretende comprar papel moeda, ou mesmo VTM,por esses dias, o valor seria entre R$ 2,51 e 2,54, por aí, ok? Eu, que pretendo viajar em julho, não posso ter certeza que, em agosto, quando vier minha fatura, a cotação vai estar tão baixa quanto R$ 2,33. Eu, que sigo o mantra do mix "dinheiro-VTM-cartão de crédito" pretendo garantir parte dos dois primeiros itens por esses dias.

carolm
carolmPermalink

Riq,

estou indo pro Japão e não sei como levar dinheiro... traveler's check são bem aceitos?? E VTM??? Vou ficar uns 10 meses então pra pagar a conta do cartão de crédito vai ficar meio difícil (estando fora do brasil)...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Troquei travelers no banco, não tentei usar.

VTM funciona em qualquer lugar. Não vejo por que alguém pensaria que não funcionaria num país de primeiro mundo como o Japão.

Não entendi por que você não conseguiria pagar seu cartão de crédito. Internet banking funciona em qualquer computador. Se o seu dinheiro vai continuar no Brasil é só botar no débito automático ou pagar no vencimento por internet banking.

carolm
carolmPermalink

O problema dos cartões é que meu pai é que não quer que eu use cartões de crédito (vai entender as razões dele). O Japão é um país tão único em relação a algumas coisas que eu pensei que talvez o VTM pudesse não ser muito aceito por lá. Mas obrigada pela ajuda.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O VTM é perfeito para casos como o seu.

zemafa
zemafaPermalink

Andre, por gentileza, quais bancos usam esta cotação oficial para o cartão de crédito, sem o spread? Poderia me indicar um?
obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Por experiência própria, Itaú.

zemafa
zemafaPermalink

Eu quero ir a Cordoba e Rosario, na Argentina, alguem sabe como se voa pra lá? Algum site ou indicação turistica, hotéis, etc? Obrigada pela ajuda.

Dionísio (www.espacovital.com.br)

A Gol voa para lá.

zemafa
zemafaPermalink

Dionisio, obrigada, eu passei no site da Gol e não achei. Mas vou procurar de novo, mais atentamente. Obrigada again.

Thiago Henrique
Thiago HenriquePermalink

Fui de ônibus de Buenos Aires para Rosario. São apenas 4h e com ônibus confortaveis. Paguei ida e volta só AR$ 104 (média de R$ 52) em um leito.

zemafa
zemafaPermalink

A dica da Claudia Holder sobre o primopdf é demais. Valeu, Cláudia, brigadão.

Carmen Corvalán
Carmen CorvalánPermalink

Oi Ricardo! Vou para Lisboa-Madri-Sevilha agora no mês de Maio e minha dúvida é se o VTM é aceito sem problemas nos estabelecimentos comerciais (restaurantes, lojas, farmácias, etc). Porque eu tenho intenção de fazé-lo para usar em compras e não para realizar saques. Ele é aceito sem problemas? É necessário mostrar o passaporte no momento da compra? Obrigada pela ajuda!!!
Carmen

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É aceito sem problemas em todos os lugares que já aceitem Visa. Na Espanha costumam encher o saco de quem paga com cartão pedindo identificação, mas não é em todo lugar, não.

Fabio Lima
Fabio LimaPermalink

Não sei se vale até um tópico específico e, consequentemente, um novo comentódromo. Mas quais seriam os efeitos dessa crise no turismo em Portugal e Espanha? Sem querer tirar proveito do sofrimento alheio, não seria uma boa hora para ir para esse países? preços mais em conta lá? As notícias falam da crise econômica num sentido mais amplo (perigo de recessão, desemprego), mas sinto falta de uma análise do ponto de vista do viajante, nesse período chamado de "crise do euro". Não sei se os preços lá caíram (ou cairão), como eu gostaria, mas, infelizmente, a alta do dólar frente ao euro já fez as passagens ficarem um pouco mais caras. Espero que, em julho, os custos além-mar estejam num patamar bacana.
abs,
Fabio

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu estou deixando passar o calor da crise para avaliar os efeitos no câmbio. Num primeiro momento, acho que o lugar onde se pode obter mais vantagens (pelo menos de densidade demográfica) é a Grécia. Em troca de um incômodo aqui, uma manifestação ali, deve-se ter um verão menos apinhado do que o habitual, por conta do mau noticiário.

andressa
andressaPermalink

Olá,

Irei para Europa para um curto intercambio na Inglaterra. E gostaria de guardar minha mala, grande, em algum lugar e seguir viagem só com uma mochila. Alguem sabe onde posso guardar por um preço bom ???

Valeu por todas as dicas

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Esta página fala de um lugar:
http://www.londonbackpackers.net/storage.html

Dirceu Lima
Dirceu LimaPermalink

Boa Noite Ricardo estou indo em setembro a Buenos Aires e gostaria de saber o que é melhor, levar o Real e trocar por Peso lá ou trocar por peso aqui no Brasil. Levar dolar e trocar lá. Desde já grato!!!

Cláudia Novaes
Cláudia NovaesPermalink

Estou MARAVILHADA com as dicas !!! Simplesmente encontrei todas as respostas à todas as minhas questões !! Estou indo para Buenos Aires em Junho e o câmbio era minha dúvida no momento ...

Amei o site e vou virar "freguesa" com certeza ... rsrs
Novo livro de cabeceira ...

Parabéns pelos excelentes conteúdo e escrita !

Abraços e continuo navegando por aqui

Cláudia

Nanda
NandaPermalink

Caro, vou à Europa em setembro (Paris-Grécia-Londres-Amsterdã- Barcelona) para ficar 32 dias, e estou na dúvida se já começo a capitalização em euros, aproveitando a baixa cotação para a quantia em cash a ser levada e para depositar no VTM. Para engordar meu VTM é obrigatório fazer a conversão pela corretora que me atenderá? OU posso fazer a troca pela cotação comercial do banco e apenas depositar? Acho que essa bocada não deve existir... Mas vale se informar....
Obrigada pelo incrível espaço! Está ajudando muuuuito.
Nanda.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Os depósitos são feitos pela corretora. Você compra moeda deles.

Quanto à estratégia de compra de moeda, qualquer uma que faça sentido vale a pena. A regra de ouro é não lembrar jamais depois a cotação que pagou. Nem para recordar um bom negócio nem para se lamentar. Um euro vale um euro vale um euro grin

robson
robsonPermalink

ola estou indo ao paraguai,e gostaria de saber se la no paraguai
eu posso sacar dolares com os cartoes itau perssonalite e o cartao
santander.

muito obrigado pala sua atençao e tenha uma otima semana

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pergunte no banco. Eu acredito que sim.

Leny
LenyPermalink

Olá. Suas informações são ótimas e queria ver se pode me dar alguns conselhos. Queria saber como é a aceitação do VTM em Miami e Orlando, e também como é a aceitação do travel cheque nesses dois lugares. É perigoso carregar o dinheiro em espécie, tipo, na imigração americana eles pegam no pé de quem carrega dinheiro vivo??? Eu comprei travel cheques e vou comprar dólar em espécie, é um bom mix pra levar pra miami/orlando???

muitas dúvidas!

Fabiana
FabianaPermalink

Olá Riq, boa noite!!!

Tô indo essa semana pra Buenos Aires, li vários posts sobre o que levar, PESO X DÓLAR X REAL...e confesso que ainda não decidi, tô levando cartão de crédito..e tb pretendo levar uns 'trocados' em peso já para não ficar na mão assim que chegar lá...mas queria saber se lá eles aceitam REAL para trocar por PESO numa boa...que se for aceito..ai trocarei uma quantia razoável aqui no Brasil e deixaria o resto para fazer o câmbio lá...

aguardo seu help...rs!

bjs

Andre Lot
Andre LotPermalink

Aceitar, aceitam, mas se você levar Real em papel-moeda para trocar, a taxa de câmbio implícita para o peso será muito mais desvantajosa do que se você levar um cartão para sacar diretamente na moeda local por lá.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não é uma ciência exata. Há várias estratégias e você usa aquela com que se identifica melhor.

A minha estratégia para Buenos Aires está aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2009/10/chegando-em-buenos-aires-transfer-e-dinheiro/

Vanessa
VanessaPermalink

Oi Ricardo,
Semana que vem estou indo pra Itália e ficarei 55 dias (após lonnngo planejamento, no qual "100 dicas para viajar melhor", e várias informações que vc disponobiliza aqui muito me ajudaram), o caso é quase estou em pânico por conta da imigração pq eles implicam com moças desamcompanhadas (a 1ª que fiz foi em Barajas e eu tive que dizer qto levava, mostrar cartão de crédito e tudo o mais de papel obrigatório) .
Dessa vez a imigração vai ser no Charles de Gaulle, vou levar uma pequena quantia em dinheiro, alguns travelers e pretendia levar o resto no visa travel money e levando o extrato impresso do dia como vc sugeriu a outras pessoas. Vc acha q eu teria problemas?

Obrigada, Vanessa

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Vai firme. Ainda mais que você já tem carimbo no passaporte e tudo.

Renata
RenataPermalink

Olá! Adoro ler as dicas dadas pelos leitores e por vc Riq.
No próximo dia 14/06/2010, eu e meu marido estaremos embarcando para os países escandinavos. Já estamos com passagens, hotéis, albergues (uso deste somente na Noruega) e passeios de trem que sai de Oslo para Alesund, passeio marítimo em Alesund e cruzeiro de Estocolmo para Helsinque pagos. Estamos indo por conta própria. Iremos chegar no Brasil dia 04/07/2010. Dos paises que visitaremos somente a Finlândia faz o uso da moeda em "euro". Recarregamos o VTM com $ 3000,00 euros e levaremos em cash $ 500,00 euros. Moramos em Santos /SP, e aqui não localizamos as moedas da Dinamarca, Noruega e Suécia. Pergunto: está correto o saque nos aeroportos desses países assim que chegarmos para não ficarmos com moedas locais em excesso? Uma vez que na Dinamarca dormiremos 03 noites (Copenhague), 03 em Oslo, 02 em Alesund, 04 em Bergen, ambos na Noruega, 03 em Estocolmo e por último 02 noites em Helsinque.
Estaremos levando também cartão de crédito e débito, além do VTM.
Obrigada,
Renata

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O raciocínio está perfeito, Renata. Faça saques ao chegar em cada país. Na eventualidade de não haver caixa automático no aeroporto (normalmente tem algum escondido no saguão ou em alguma área externa), troque um mínimo de euros na casa de câmbio para chegar ao hotel.

Jô
Permalink

Wm novembro pretendo ir a Europa: Londres, Paris e Barcelona(uns 13 dias), mas estou com muitas dúvidas.
O que é melhor, ir e voltar pela mesma cidade, ou por exemplo, chegar em Londres e voltar por Paris? O europass é vantajoso para esse tipo de viagem?
Tenho que ir a Madri para ir a Barcelona?
Hotéis bed qand breakfast são bons nesses luares?
Obrigada

José Luiz
José LuizPermalink

Barcelona é capital de um país (a Catalunha só não é oficial, porque até idioma próprio tem), oferece mais opções de vôos baratos para toda a Europa, do que a própria Madri... Abraços...

Kerles
KerlesPermalink

Gostaria de saber se alguem aqui que seja cliente Uniclass do Unibanco tenha conseguido usar o cartão de débito MASTERCARD MAESTRO UNICLASS no exterior?

Já tiveram algum problema?

O meu não é múltiplo, é somente cartão de débito, embaixo do nome do Unibanco no cartão esta escrito ´´international´´, eu ligo para a central de atendimento e os atendentes não sabem informar direito, falei com a gerente da agência onde tenho conta e ela disse que mandará um e-mail para a central responsável para tentar conseguir habilitar limites para saques e compras no exterior, ela ficou de dar a resposta pra mim até segunda-feira, mas sei não to achando muita enrrolação, e isso porque minha conta é Uniclass né, imagina se não fosse...

Alguem ja passou por este problema?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Faça um VTM rapidinho como plano B. Caso não consiga sacar no exterior com o seu débito, você faz a transferência e em 24 horas você tem dinheiro no VTM. (Leve um pouco de dólar vivo para os primeiros gastos.)

Denise
DenisePermalink

No Chile eu consigo usar o VTM para compras? A conversao de pesos para dolares eh vantajosa nesse caso?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Em todo lugar que aceitar Visa. A conversão é menos vantajosa do que na maioria dos cartões porque no VTM você compra dólar na cotação turismo, pela cotação da corretora. No cartão de crédito o câmbio é próximo do comercial. Mas no VTM não há a incidência de 2,38% de IOF (só 0,38%, no carregamento do cartão).

Kerles
KerlesPermalink

Ricardo, eu abri uma conta corrente no Banco Itaú e até o final deste mês vai chegar pra mim um cartão múltiplo crédito/débito internacional, alguém sabe se o cartão múltiplo Itaú MasterCard Internacional serve para sacar $ direto da conta corrente em Buenos Aires?

Ou terei que solicitar um somente para débito?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Serve. Eu seleciono sempre em inglês porque já domino os termos técnicos. Selecione "withdrawal" (retirada) e "checking account" (conta corrente).

CarlaZ
CarlaZPermalink

Ja queria escrever sobre minha experiencia com o Visa Travel Money mas sempre esquecia...
Nos recebemos...do lugar que trabalho...VTM para uso em viagem (usei nos Estados Unidos)e ele até seria muito útil prático etc etc se o hotel soubesse como usar...
Como ficavamos por periodos longos...a politica do hotel era: fazer um bloqueio para uma semana no cartao (e tinha mais 15%, nao sei porque) e depois de uma semana cobrava...e assim por diante...
No cartao de credito funcionava certinho...era como se fosse uma cobrança e só...mas no VTM havia o bloqueio E a cobrança e esse desbloqueio só acontecia 15 ou 20 dias depois (nao lembro!) É como se fossem 2 cobrancas...na prática o $ do bloqueio fica indisponivel.
Teve gente que passou aperto por isso!
Aprendemos que o melhor e ter tudo cobrado de uma vez assim no check in ja era feita a cobrança integral.
Eu fazia o bloqueio no meu cartão de crédito e no dia da cobrança ia na recepção para pagar no VTM e deu certo.

(uma boa observação é que o meu povo que trabalhava no meu hotel era bem fraquinho e não entendia como o VTM funcionava...)

Andre Lot
Andre LotPermalink

Dependendo do cartão de crédito demora pra liberar bloqueio também. Eu não recomendo essa estratégia de usar um cartão para pagar, outro para bloquear porque pode dar tilt internacional: alguém no hotel não entra direito com seu pagamento no sistema, e vc acaba pagando duas vezes e tendo dor de cabeça para resolver depois (sempre dá certo, mas até conseguir falar com operadora, hotel etc.).

Minha dica é sempre pagar as diárias no check-in. Se a reserva foi feita com um cartão, já peçam para passar o pagamento na hora do check-in, assim o bloqueio é convertido em débito e isso é automático.

Cristina
CristinaPermalink

Oi querida!
Outra dica - desta vez na Europa, pela 1a vez, tive dificuldade com o VTM. Alguns estabelecimentos simplesmente me diziam que não funcionava, até que um atendente me disse que tinha que passar no lado da máquina. Eles não queriam aceitar pq era com assinatura! Aí qdo algum vinha dar uma de João sem braço, eu dizia - à cotê, s´il tu plait. Mas até descobrir isso, demorei.