Vai por mim: Costa Amalfitana e Capri

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Costa Amalfitana e Capri

Capri

Este post, atualizado em 2018, traz todas as informações práticas para você resolver sua viagem à Costa Amalfitana, Capri e Nápoles.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Costa Amalfitana e Capri

Costa Amalfitana e Capri: Nápoles

Vesúvio, visto de Nápoles

A Costa Amalfitana é um trecho de 60 km do litoral da Campânia, entre Sorrento e Salerno, servido uma estrada costeira que é uma passarela estreitíssima -- esculpida, em boa parte, no precipício. Ao longo da estrada, entre uma vista vertiginosa e outra, encontram-se cidades históricas como Amalfi (à beira do mar Tirreno) e Ravello (no alto da montanha), além de um lindo vilarejo que escorrega pela encosta até a praia: Positano.

Já a ilha de Capri é um destino cobiçado desde a época dos imperadores romanos -- Otaviano e Tibério construíram palacetes por lá. Por sua proximidade à Costa Amalfitana, pode ser visitada na mesma viagem.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Como chegar à Costa Amalfitana e Capri

Como chegar | De carro | De trem | De barco

De carro

Sorrento, no início da costeira, fica a 290 km (3h30 de viagem) do aeroporto de Roma (Fiumicino), e a 53 km (1h15 de viagem) do aeroporto de Nápoles (Capodichino).

Apenas carros de moradores podem entrar na ilha de Capri. Caso o seu primeiro destino do itinerário seja Capri, vá de trem ou avião a Nápoles e siga de barco. Deixe para alugar o carro quando voltar da ilha (sugiro alugar o carro em Sorrento).

Vale a pena estar de carro na Costa Amalfitana?

  • Há controvérsias.
  • Por um lado, o carro oferece autonomia para os passeios, proporcionando, ao menos teoricamente, a possibilidade de parar em qualquer ponto da Costa para apreciar a vista ou descer à praia.
  • Por outro lado, na vida real, estacionar é supercomplicado, tanto pela falta de vagas quanto pela extrema perícia necessária para enfiar o carro nos espaços exíguos, em meio ao trânsito eternamente parado da costeira.
  • Até há alguns anos, o carro ao menos evitava o sofrimento de andar nos ônibus lotados da SitaSud na alta temporada. Mas agora é possível planejar a maioria dos trajetos na costeira pelos barcos da Travelmar. Viajar pela água é lindo, relativamente confortável e, muitas vezes, mais rápido
  • A única falha dessa estratégia é que, sem carro, será preciso ir de ônibus a Ravello. Ou rachar um táxi de Amalfi a Ravello (a tabela é 30 euros, ida).

Como chegar | De carro | De trem | De barco

De trem

trenitalia

Trem Roma-Nápoles

A viagem de Roma a Nápoles leva 1h10 nos trens rápidos (os Frecciarossa da Trenitalia ou qualquer trem da Italo), 2h nos Intercity e 3h30 nos Regionali (ambos da Trenitalia). Veja como comprar passagens na Trenitalia e na Italo neste post.

Em Nápoles você pode:

  • Ficar uma noite na cidade, aproveitando para passar o dia em Pompéia (deixe a mala no guarda-volumes da estação e pegue na volta, antes de ir para o hotel)
  • Ir direto a Capri de barco
  • Pegar um trânsfer privativo a Sorrento (130 euros para 2 pessoas) ou Positano (150 euros para 2 pessoas)
  • Seguir de trem Sorrento. Na estação Garibaldi, ao lado da Centrale, você pode pegar o trem suburbano Circumvesuviana (1h10, 3,90 euros) ou o trem turístico Campania Express, que opera entre meados de março e meados de outubro (40 minutos, 8 euros).

Para ir de Sorrento a Positano ou Amalfi:

  • Alugue um carro. São 20 km (45 minutos de viagem) a Positano e 33 km (1h15 de viagem) a Amalfi.
  • Vá de ônibus com a SitaSud, que vai tanto a Positano (em 45 minutos com trânsito fluido) quanto a Amalfi (1h40)
  • Vá de barco com a Alicost, que faz a ligação entre as cidades da costeira. Mas só há dois horários entre Sorrento, Positano e Amalfi: 10h30 e 14h55

Vai de trem a Sorrento? Faça pit-stop em Pompéia!
Costa Amalfitana e Capri: Pompéia

  • Tanto o trem suburbano Circumvesuviana quanto o trem turístico Campania Express permitem que você pare em Pompéia para visitar o sítio arqueológico e depois continuar a Sorrento.
  • Você vai precisar comprar passagens separadas: uma de Nápoles a Pompei Scavi Villa dei Misteri, e outra de Pompei Scavi Villa dei Misteri a Sorrento. (Atenção: a única estação que dá acesso ao sítio arqueológico é Pompei Scavi Villa dei Misteri!) Na Circumvesuviana, as passagens vão custar 2,80 + 2,40 euros (compre na estação). No Campania Express, as passagens custarão 8 + 6 euros (compre online).
  • Use o guarda-volumes da portaria da entrada Marina Grande/Piazza dell'Anfiteatro

Trem Roma-Salerno

A única cidade da Costa Amalfitana servida por trilhos de alta velocidade é Salerno, na ponta sul da costeira. Os trens rápidos (Frecciarossa) da Trenitalia fazem o trajeto Roma-Salerno entre 1h30 e 2h, dependendo do horário. Os trens rápidos da Italo levam 2h. Os InterCity da Trenitalia, mais econômicos e menos rápidos, levam 3h. Veja como comprar passagens na Trenitalia e na Italo neste post.

Salerno está a 42 km de Positano (1h30 de viagem com trânsito não muito pesado).

Para seguir viagem:

Como chegar | De carro | De trem | De barco

De barco

Barco da linha Positano-Capri

Nápoles-Capri

A travessia de Nápoles a Capri leva 50 minutos no barco rápido (aliscafo -- diga alíscafo) e 1h40 no barco lento (traghetto -- diga traguêto). A passagem custa entre 21 e 23 euros no aliscafo e cerca de 15 euros no traghetto. Em Nápoles os barcos saem do Molo Beverello, a 4 km da estação Napoli Centrale (15/20 minutos de táxi). Compre a passagem online.

Capri-Sorrento

Não é preciso retornar a Nápoles para seguir de Capri à Costa Amalfitana. O ano inteiro há ligação marítima de Capri a Sorrento. A travessia pode ser feita em aliscafo (20 minutos, 16 a 18 euros) ou em nave veloce (30 minutos, 15 euros). Compre a passagem online.

Capri-Positano e Capri-Amalfi

Do fim de abril a início de outubro é possível atravessar de Capri diretamente a Positano ou Amalfi, sem passar por Sorrento. A travessia de aliscafo a Positano leva 30 minutos (19 euros), e a Amalfi, via Positano, 1h20 (22 euros). Compre a passagem online.

Sorrento-Positano-Amalfi

Há dois aliscafi por dia de Sorrento a Positano e Amalfi, com saída às 10h30 e 14h55 (e retorno em três horários, veja aqui). O trecho Sorrento-Positano leva 40 minutos (20 euros). O trecho Sorrento-Amalfi, via Positano, leva 55 minutos (21 euros). Compre a passagem online.

Salerno-Amalfi-Positano

A cia. Travelmar funciona, entre fim de março e início de outubro, como a melhor alternativa de transporte entre os vilarejos da Costa Amalfitana -- mais rápido e confortável do que os ônibus.

Quem chega de trem por Salerno pode seguir viagem em 7 horários a Amalfi (40 minutos de viagem, 8 euros) e Positano (1h10 de viagem, 12 euros).

A mesma linha possibilita viajar entre Positano e Amalfi em 25 minutos, por 8 euros, em 6 ou 7 horários por dia.

Para aproveitar essa comodidade, o melhor é planejar seu passeio e comprar as passagens online com antecedência.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Costa Amalfitana e Capri: quando ir

Capri

Tanto a Costa Amalfitana quanto Capri só "funcionam" a pleno de meados da primavera a meados do outono. Julho fica muito cheio por causa do início das férias européias, mas ainda dá para ir. Agosto é lotado demais, fica meio insuportável. Os meses ideais são junho e setembro.

Na baixíssima temporada há muita coisa fechada (incluindo hotéis), e pouca vida ao ar livre. As paisagens e os cenários, porém, continuam por lá, e o trânsito estará livre. Mas eu não iria fora de temporada, não. Lugares costeiros na Europa, no frio, são deprê -- ainda mais para quem mora num país tropical.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Dá para fazer bate-volta de Roma?

Bate-volta de Roma a Nápoles e Pompéia

É bem puxado, mas factível. Veja o passo a passo neste post.

Bate-volta de Roma a Capri

Na minha opinião, nenhum bate-volta a Capri vale a pena (nem mesmo saindo de Nápoles ou Sorrento). Passando algumas horas em Capri, você apenas 'tica' um lugar da sua lista -- é pouco para descobrir os encantos da ilha.

Dito isso, o bate-volta de Roma é factível. Para dar certo, você precisa sair no primeiro trem e com o barco e de ida e de volta comprados. Mas o mais garantido é ir de uma excursão.

Bate-volta de Roma à Costa Amalfitana

Esqueça. Você vai ver passeios caríssimos que levam de Roma até Positano e Amalfi, mas você vai passar 70% do seu tempo dentro de uma van.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Costa Amalfitana e Capri: roteiros

Costa Amalfitana e Capri: travessia a Capri

De Nápoles a Capri

O roteiro mais completo requer entre 5 e 7 noites na região. Se você tiver pressa, escolha o roteiro rápido, de 3 noites.

Roteiros | Roteiro ideal | Roteiro rápido

Roteiro ideal

Dia 1: Pompéia e Nápoles

Costa Amalfitana e Capri: Pompéia

  • Deixe a bagagem no guarda-volumes da estação Napoli Centrale. Siga à estação vizinha Napoli Piazza Garibaldi. Embarque no Campania Express (dá para comprar online) para Pompéia. Salte na estação Pompei Scavi Villa dei Misteri (a única que dá acesso ao sítio arqueológico). Compre o ingresso de Pompéia antecipadamente para não perder tempo na bilheteria.

Costa Amalfitana e Capri: Museu Arqueológico

Museu Arqueológico de Nápoles

  • Volte a Nápoles. Na estação Piazza Garibaldi pegue a linha 2 do metrô, direção Pozzuoli, e salte uma parada adiante, na estação Piazza Cavour. Siga a placa da uscita (saída) Museo L1. Você vai visitar o Museu Arqueológico Nacional, que abriga peças originais retiradas de Pompéia (incluindo uma sala de arte erótica) e é um complemento perfeito às ruínas. Abre até as 19h30 (fecha 3ª).
  • Retorne à estação, pegue sua mala no guarda-volumes, e tome um táxi para o seu hotel (veja recomendações aqui). Reserve uma ou duas noites.

Costa Amalfitana e Capri: Da Michele

Da Michele

  • À noite, coma sua primeira pizza verdadeiramente italiana -- borda grossa, miolo elástico. Se quiser, de lambuja, estar numa pizzaria que foi cenário de 'Comer, Rezar, Amar', vá à Antica Pizzeria Da Michele (Via Cesare Sersale, 1; abre das 11h às 22h, fecha domingo)
  • Caso só vá ficar uma noite em Nápoles, passe direto para o Dia 3

Dia 2: Nápoles (ou Ercolano e Vesúvio)

Costa Amalfitana e Capri: Nápoles

Quartieri Spagnoli, Nápoles

  • Você pode usar esse dia para explorar as belezas e peculiaridades de Nápoles -- o passeio pela beira-mar (Lungomare), as vistas das colinas do Posilippo e do Vomero, as lojas e galerias do charmoso bairro Chiaia, os varais suspensos nas ruas dos Quartieri Spagnoli, o supermuseu Madre... Pode também fazer a romaria aos locais que servem de cenário à tetralogia napolitana de Elena Ferrante

Costa Amalfitana e Capri: Ercolano

Ercolano

  • Ou... você pode voltar à zona arqueológica, e combinar uma visita a Ercolano (que exige menos fisicamente do que Pompéia) com uma subidinha à cratera do Vesúvio. Você chega a Ercolano pelo mesmo Campania Express. Em Ercolano, depois de visitar o sítio arqueológico, pode pegar o Vesuvio Express, que leva até o vulcão por 10 euros.

Dia 3: Capri

Capri

  • Depois do café, vá direto ao Molo Beverello para pegar um barco a Capri (compre a passagem online. São 20 minutos de travesia
    Reserve duas noites na ilha. Vá do porto direto ao seu hotel (veja sugestões aqui), para deixar a mala (a propósito: você pode contratar um carregador no porto, para não precisar arrastar sua mala pelas ruelas da ilha)
  • Sugestão: pegue praia na Marina Piccola -- de preferência, num restaurante que alugue cadeiras, como o Scoglio delle Sirene ou o El Merendero (mais em conta)
  • Depois de instalado no hotel, vá passar o fim de tarde em Anacapri. Fique até o pôr do sol. Se quiser um pôr do sol sossegado, caminhe até o belevedere de Migliara e entre na vibe do Parque Filosófico (ao lado tem um ótimo restaurante, o Da Gelsomina). Se quiser agito, aproveite o fim de tarde chill-in do Maliblu Sunset, vizinho ao restaurante Lido del Faro
  • À noite, curta o movimento no entorno da Piazzetta em Capri

Dia 4: Capri

Costa Amalfitana e Capri: Gruta Azul

Gruta Azul, Capri

  • Se puder, cacife um passeio de volta à ilha em gozzo (barco de madeira) privativo. A brincadeira vai sair entre 150 e 170 euros (reserve pelo seu hotel) -- mas, acredite, vai valer cada lira. No meio do percurso haverá a parada para visitar a Gruta Azul (você terá que pagar mais 14 euros por pessoa à parte e entrar no barquinho que passa pelo buraco da gruta)
  • Se não der para o seu bolso, você pode pegar um dos passeios de volta à ilha em barco grande. Saem da Marina Grande (onde chegam os barcos de Nápoles) e custam 18 euros por pessoa
  • Qualquer que seja a sua escolha, é melhor ir cedo, antes que a ilha lote com os visitantes
  • Aproveite o resto do dia para voltar à praia ou passear por Capri até a Punta di Tragara. Ou quem sabe subir no teleférico do Monte Solaro em Anacapri

Dias 5, 6 e 7: Positano

Costa Amalfitana e Capri: Positano

  • Reserve duas ou três noites em Positano (veja sugestões aqui)
  • Tire um dia para subir a Ravello. Vá de barco com a Travelmar a Amalfi. Depois de passear pela cidade, pegue o ônibus (ou cacife um táxi) para a cidade mais alta (e com as vistas mais bonitas) da Costeira
  • Nos outros dois dias, pegue passeios de barco e brinque de dolce far niente, que a Costeira foi feita para isso.

A volta

  • Se estiver de carro, pode devolver em Salerno para pegar o trem rápido a Roma
  • Caso você esteja sem carro e vá seguir viagem pelo sul da Itália, à Basilicata e à Puglia, alugue um carro em Salerno

Roteiro rápido

Dia 1: Pompéia e Sorrento

Costa Amalfitana e Capri: Sorrento

Sorrento

  • Siga à estação vizinha Napoli Piazza Garibaldi. Embarque no Campania Express (dá para comprar online) para Pompéia. Salte na estação Pompei Scavi Villa dei Misteri (a única que dá acesso ao sítio arqueológico). Compre o ingresso de Pompéia antecipadamente para não perder tempo na bilheteria. A entrada Marina Grande/Piazza dell'Anfiteatro tem um gaurda-volumes para você deixar sua mala enquanto visita as ruínas
  • Reserve 3 noites em Sorrento (veja sugestões aqui).

Dia 2: Capri

  • Pegue um barco de Sorrento a Capri (compre a passagem online). São 20 minutos de travessia
  • Ainda no porto, negocie um passeio privativo de volta à ilha ou entre na fila do passeio em lancha grande. Haverá uma parada para entrar na Gruta Azul, que será paga à parte (14 euros por pessoa)
  • Suba a Anacapri (é um ótimo lugar para almoçar), depois tome a saideira (ou um café) na Piazzetta de Capri antes de voltar (tenha a passagem comprada com antecedência)

Dia 3: Costeira Amalfitana

Costa Amalfitana e Capri: Ravello

Ravello

  • Compre um bilhete CostieraSita (10 euros) que dá direito a 24 horas de transporte ilimitado nos ônibus da SitaSud. Visite Amalfi, Ravello e Positano, nesta ordem

A volta

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Onde ficar

Costa Amalfitana e Capri: Capri

Piazzetta, Capri

Onde ficar | Nápoles | Capri | Positano | Sorrento

Onde ficar em Nápoles

Nápoles é uma cidade bastante grande, com hotelaria dispersa. Minha dica é se hospedar em Chiaia, para ter contato também com uma Nápoles charmosa e sofisticada, que vai contra o clichê da Nápoles dos varais.

Em Chiaia

A região mais charmosa para se hospedar em Nápoles é o bairro de Chiaia, com lojas bacanas, restaurantes, cafés e galerias. O flat Relais Piazza dei Martiri fica na praça onde ficava a sapataria chic de Lila na tetralogia de Elena Ferrante. Os bed & breakfasts PM3 e The Royals Experience não destoam do ambiente sofisticado do bairro.

Na região da Piazza del Plebiscito

Na área que é de fato o centro de Nápoles, considere o elegante Borbò B&B e o básico-moderninho Factory Design.

No Centro Histórico

Localizado junto à Nápoles dos varais nas ruas, o Palazzo Caracciolo MGallery by Sofitel ocupa um prédio histórico preservado, mas tem ambientes contemporâneos.

Perto da estação central

Se você prefere a comodidade de estar ao lado da estação, verifique os preços do Ibis Styles Napoli Garibaldi e do UMA Hotel Napoli.

Onde ficar | Nápoles | Capri | Positano | Sorrento

Onde ficar em Capri

A ilha de Capri tem dois povoados. Capri, ligada por plano inclinado ao porto, é a localização mais cobiçada -- e por isso, mais cara. Anacapri, mais acima na montanha -- a 15 minutos de micro-ônibus de Capri -- é mais pacata e concentra a hospedagem com melhor custo x benefício da ilha.

Em Capri

Não é muito fácil encontrar hospedagem a preço abordável em Capri. Para quem quer se hospedar com estilo mas não pode cacifar os 5 estrelas, o La Floridiana é uma boa opção. Mas dá para encontrar hotéis e B&Bs simpáticos numa faixa mais palatável, como o Fuorlovado e o Villa Helios.

Em Anacapri

Costa Amalfitana e Capri: Anacapri

Anacapri é mais do que uma alternativa mais em conta a Capri. O astral aqui é menos turístico e mais autêntico do que o de Capri. Os micro-ônibus rodam entre os dois povoados das 6 da manhã à 1h da madrugada. Talvez a melhor relação charme x preço que você encontre na ilha está no La Giuliva, com varanda para o pôr do sol. O terraço também é destaque nos hotéis Senaria e Bellavista. Já a Villa Eva é uma das melhores opções econômicas do pedaço.

Beira-mar

Quer acordar junto ao mar? O Weber Ambasssador está na melhor prainha da ilha, a Marina Piccola. E o Capri Inn oferece a praticidade de estar junto ao porto de chegada (e a 15 minutos de funicular ou 10 minutos de micro-ônibus da Piazzetta).

Onde ficar | Nápoles | Capri | Positano | Sorrento

Onde ficar em Positano

É preciso ser direto: hospedar-se em Positano é uma extravagância. Na temporada, os hotéis 'baratinhos' não saem por menos de 200/250 euros a diária. (Os estreladíssimos chegam a 1.500 euros por dia.) Pense numa estada aqui como uma festa, uma comemoração em que você vai certamente gastar mais do que está acostumado, seja qual for a sua faixa de conforto habitual. A 'Anacapri' de Positano é Praiano, onde dá para descolar hospedagem por preços menos estratosféricos. (Há um bom serviço de micro-ônibus entre Positano e Praiano operado pela Amalfi Coast Mobility, e que é menos lotadão que o SitaSud.)

A proximidade da praia e do centrinho fazem a conta do Montemare valer a pena. A vantagem do Poseidon é estar no coração do povoado; a piscina é bacana. As vistas do Reginella e da Villa Gabrisa. Para economizar, reserve com antecedência o Bougainville (bem situado junto a uma parada de ônibus da SitaSud) e o Vittoria.

Em Praiano

Veja bem: não é que Praiano vai ser muito mais em conta do que Positano. Mas aqui seus 200 euros vão parecer melhor empregados, em hotéis como La Barbera, Il Corallo ou Villa Maria Pia. Em setembro, ainda no calor mas depois da altíssima temporada, confira as tarifas do Grand Hotel Tritone, que fica entre Positano e Praiano e tem uma praia particular, ligada ao hotel por elevador. (É uma versão quase low-cost do chiquérrimo Il San Pietro, que fica na saída de Positano).

Onde ficar | Nápoles | Capri | Positano | Sorrento

Onde ficar em Sorrento

Sorrento é o lugar da Costa Amalfitana onde você consegue garimpar hospedagem charmosa em ambiente renovado a menos de 200 euros. Pertinho da estação de trem, o B&B Verù tem quartos arejados e preços simpáticos. O B&B Giacomino requer uma caminhadinha um pouco mais longa, mas é uma ótima pedida na categoria bom-bonito-barato. O centrinho de Sorrento tem alguns hotéis e B&Bs a um só tempo elegantes e com tarifas interessantes, como o Palazzo Tasso, o Palazzo Starace e o Il Cuore di Sorrento. Ainda no centro, o Artis Domus conquista pela agradabilíssima piscina no jardim.

Menu | A região | Chegar | Quando ir | Bate-volta? | Roteiros | Onde ficar

Leia mais:

1268 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

CarlaZ
CarlaZPermalink

Nossa Riq, que maravilha de post! Pra mim particularmente interessou já que está em segundo lugar na minha lista de opções para as próximas férias européias (ih como ficou essa palavra...). Eu ia estudar melhor tudo isso...mas quando vi que tinha um monte de gente interessada e que você ia fazer um post...relaxei smile smile

Sylvia
SylviaPermalink

O trecho Sorrento - Amalfi é um dos mais estupendos que conheço.
Só a estrada , já é uma aventura única wink pra os não-fóbicos .
Experimentei algumas destas alternativas : bate-volta Roma-Pompeia , bate-volta Roma-Capri , e base em Sorrento ( 2 noites).Claro que a melhor opção é a de fazer base em Positano lol
Para quem não tiver coragem de dirigir , aqui vai o link :
http://www.sitabus.it/wps/portal
e os horarios de busão http://www.summerinitaly.com/planning/transportation_amalfi_positano_meta_sorrento.asp mas lembre que em Positano é preciso subir e descer para pegar o onibus ( e é uma pernada e tanto !)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Chérie, grazie pelo depoimento!

Mas olha só -- sempre que aparece a palavra "ônibus" no texto tem link pra página de horários da SITA smile

Sylvia
SylviaPermalink

Sorry , essa mania de deixar pra clicar só quando é preciso , pra viajar , dá nisso . mrgreen

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

mrgreen

Virginia
VirginiaPermalink

Ola Ricardo! estou planejando ir com meu namorado agora em Maio para a Costa Amalfitana. Depois de um invernoo rigoroso que ainda persiste aqui na holanda(onde moramos)precisamos de um lugar romantico e ensolarado, algo que me lembre o cheiro e as cores do meu Brasil. Tenho essa ideia na cabeca de que la em Positano seria o lugar ideal pra alugarmos uma casinha com uma vista pro mar. Cenario que servira de inspiracao pra concepcao do nosso primeiro baby. Pensamos em alugar um carro por la. Mas me diga, qual seria o lugar ideal com uma vista fantastica pra alugarmos uma casa, e estando de carro. Abracos

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Positano e Ravello têm as melhores vistas.

Antonella Carminatti
Antonella CarminattiPermalink

Adorei as dicas! Decidi comemorar o meu aniversário em Capri na ultima hora e viajo nesse domingo. Recomendo o livro In the Spirit of Capri, publicado pela Assouline, e escrito pela Pamela Fiori que é a editora da revista americana Town & Country. O livro é lindo e descreve Capri super bem com uma foto maravilhosa da Marisa Berenson aos 17 anos na capa. descobri o hotel Minerva que parece super bacana. Vou ficar lá 1 noite e 4 no Luna recomendado pelo Ricardo. Na volta conto como foi. Auguri, Antonella

Gustavo
GustavoPermalink

Antonella,

Acabei de comemorar meus 10 anos de casado na Itália e passei pela costa e por Capri. Visite o nosso blog, http://vintediasnaitalia.blogspot.com e veja algumas dicas.

Gustavo

Antonella Carminatti
Antonella CarminattiPermalink

Gustavo,

O blog de vocês está super bacana! Parabéns pelas fotos!Espero poder fazer uma viagem parecida daqui a 2 anos quando eu fizer 10 de casada. tenho duas perguntas: Como vocês alugaram o barco em Capri já do Brasil? Que hotel vocês ficaram em Capri?

Antonella

Gustavo Barbosa
Gustavo BarbosaPermalink

Nossa Antonella.. que vergonha... faz tempo que vc me perguntou isso e só hoje eu vi... daqui a pouco vc já estará indo rs.

Na verdade eu aluguei o barco em Capri com o Gianni aqui do Brasil através de e-mail. Passe um e-mail pra ele info@capriwonderful.com ou giannite@hotmail.com

E o hotel no qual ficamos foi Weber Ambassador http://www.hotelweber.com/

Boa Sorte!

Gustavo

Guilherme
GuilhermePermalink

Olá Ricardo, td bem!?
Estou estudando a possibilidade de passar minha lua-de-mel na costa amalfitana/capri, tive ótimas recomendações e li seus comentários também. Como minha lua-de-mel será só em novembro de 2010, ainda tenho tempo de me programar! Sei que não é a melhor data para ir, mas é o jeito.
Estou programando em ficar 2 noites em Roma, alugar um carro e descer para a costa amalfitana, ode irei montar um cronograma das visitas. Minha intenção é ficar em Sorrento ou Positano e dali fazer todo o tour, além de mais 2 noites em capri. Gostaria de algumas dicas em relação a época que irei, passeios,restaurantes, hotéis, etc. Além disso vc aconselha alugar um carro durante uns 12 dias? Qto é mais ou menos a diária?
Agradeço a atenção
Abraços
Guilherme

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Guilherme, faça cotações de carro no autoeurope.com.

Desculpe, acho que você está indo para a Costeira na época errada e por tempo demais. A Itália é o país mais alegre do mundo e você resolveu passar sua lua de mel justamente num canto em que quase tudo vai estar fechado...

Pense em Toscana, Úmbria, Ligúria, Puglia, Sicília...

Leda Welter
Leda WelterPermalink

Bom dia Ricardo, lendo todos os comentários sobre as viagens, gostaria de sua ajuda para saber como faço para voltar de Positano para Napoli pois tenho uma viagem marcada assim:São Paulo/Lisboa/Roma.2 dias em Roma depois ir para Napolis, so que a ultima cidade de visita é Positano, gostaríamos de saber como fazer para voltar de Positano para Napoli pois temos que pegar voo para Lisboa as 14:00. Será que conseguiremos fazer esta loucura. Quanto tempo leva de Positano para Nápoli e pode ser feita de carro? ou quais os meios acessessiveis.Espero que voce possa me ajudar .Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O mais seguro é pegar o trem em Salerno, no final da costeira. Pegando o trem das 9h vocês chegam às 11h na estação Termini, e lá pegam outro trem para o aeroporto, que leva meia hora.

(Mais seguro mesmo é pegar o das 8h34, que chega às 10h30.)

De Positano a Salerno são 40 km. O http://www.viamichelin.com estima o tempo de viagem em uma hora.

Se vocês alugarem carro, programem para devolver em Salerno. E confiram se a locadora abre cedo para aceitar o carro.

Um conselho: volte pra Roma na véspera. Ninguém merece esse aperreio no último dia de viagem.

Leda Welter
Leda WelterPermalink

Valeu pela dica, pois já antecipamos a volta.Valeu mesmo. Qdo chegar desta viagem darei minhas dicas. .Obrigadão

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Fui verificar também qual era o tempo estimado de Positano ao aeroporto de Fiumicino, em Roma. Dá 3h30 na estimativa do Via Michelin. Ou seja, saindo umas 7h30 da manhã de Positano daria pra chegar, se não houvesse nenhum contratempo na Costeira. Mas é um sufoco desnecessário. Melhor acordar em Roma e tomar um grande café da manhã de despedida...

Leda Welter
Leda WelterPermalink

Bom dia Ricardo. Ontem fizemos a compra do bilhete de trem de Napoli para Roma, e aparecia o Termini Fiumicino, tem esta estação, ou tem mais alguma outra em Roma com nome Termini.E uma dica de locação de carro pequeno com certeza. nossa viagem eh o seguinte: 2 dias em Roma, de Roma para Napoli vamos de trem, já compramos os bilhetes,e ficaremos 2 dias em Napoli, depois iremos para Capri 3 dias, Positano eh nossa proxima 2 dias sendo que esta antecipamos um dia para voltarmos para Napoli, depois iremos para Roma direto ao aeroporto,para embarcar para Lisboa.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Onde você comprou a passagem? A Trenitalia não oferece a opção até Fiumicino não. Mas se te venderam, beleza, é só fazer a baldeação no Termini.

Leda Welter
Leda WelterPermalink

Um a dica de locação de carro?E tem mais de um terminal de trem em Roma? Pois compramos para o Termini Fiumicino, será que vai direto?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Carro: http://www.autoeurope.com . Só alugue para o dia em que sair de Roma.

A estação de trem em Roma se chama Termini.

O aeroporto é conhecido por Fiumicino porque fica nesta localidade.

Vindo de fora de Roma de carro, dá pra ir direto ao Fiumicino sem passar pelo centro de Roma.

Vindo de trem, você precisa descer no Termini e pegar o trem específico para o aeroporto Fiumicino, chamado Leonardo Express.

Rachel Silviano Brandão

Ricardo,
PArabéns!!! Estou programando uma viajem a costa amalfitana e depois que achei seu post não precisa de mais nada. É incrível! Todas as informações que eu queria e estava com dificuldade de achar achar no seu texto! Foi um grande achado!

Carla
CarlaPermalink

AMEI!!! grin Eu tenho planos de um dia passar 1 mês inteiro na Itália (devo isso a mim mesma!) e tenho vários roteirinhos tentativos que venho colecionando há tempos, mas nada muito específico referente ao sul, que não tive tempo de pesquisar... Agora não preciso me esfalfar - é só copiar, colar e botar em prática! Claro, depois que acabar o doutorado... eekops: (Tenho umas 5 ou 6 viagens engatilhadas só esperando a carta de alforria, digo, a defesa da tese!)

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

Capri é uma delícia, e para andar pela ilha, use o ônibus laranja, que sobe e desce o morro, para não se cansar. E outra coisa, não espere grandes praias de Capri, são todas bem pequenas, totalmente pedregosas e com muitas águas-vivas (medusi). Me lembro de ter me queimado feito em uma. E por fim, a dica mais legal é dormir em Capri.

Christine Hamberger
Christine HambergerPermalink

Riq! Muito obrigada pelo post...depois de todas as suas sugestões, a minha viagem ficou assim: iremos de Roma para Nápoles de trem, depois pegaremos outro trem em direção a Sorrento, onde alugaremos um carro e iremos em direção a Positano. Ficaremos 3 noites em Positano para fazermos o bate-volta para Amalfi e Rivello...depois retornaremos a Sorrento ( onde devolveremos o carro) e partiremos para Capri, onde pernoitaremos por dois dias. De Capri iremos para Nápoles, e retornaremos de trem para Roma. Depois seguiremos para o Norte ( Vezeza, Florença e retornaremos ao Brasil por Milão). A sua sugestão de trocar o carro pelo trem foi ótima ( pois chegaremos super cansados do Brasil)...e trocar a estadia de Sorrento por Positano também foi uma grande dica ( Positano é uma unanimidade com todas as pessoas que converso). Para retribuir sua gentileza irei postar aqui, no meu retorno, a nossa experiência na Costa Amalfitana. Um abraço, obrigada mais uma vez pelo carinho, Chris

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ueba! Depois conta como foi!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Chris, só mais uma coisinha para você pesar/pensar.

Antes que você passe uma hora e 7 minutos me maldizendo, preciso dizer que a Circumvesuviana é uma linha BEM bagaceirazinha, viu? É um trem metropolitano, com vagões velhinhos. A vantagem é que te deixa já em Sorrento, e você já entra na Costeira na "mão" certa, e só vai precisar rodar 15 km até Positano.

A alternativa proposta pelo André -- Salerno -- permite que você viaje de Roma até uma das pontas da Costeira sem baldeação, e num trem confortável. A contrapartida é precisar dirigir 45 km neste primeiro dia, e na pista menos panorâmica.

Eu faria por Sorrento mesmo. Mas iria preparado para o downgrade na Circumvesuviana smile

Christine Hamberger
Christine HambergerPermalink

Sem problemas...já tinha sido alertada por um amiga sobre esse trem de Napoles para Sorrento...e por falar nisso, você sabe se existe guarda-volumes nas estação de Napoles? Gostaríamos de dar uma voltinha em Nápoles ( quem sabe comer a pizza indicada por você) e ir à Pempéia antes de retornarmos a Roma.

Maria Fernanda Peres
Maria Fernanda PeresPermalink

Christine,
Que máximo sua viagem! Já anotei todo o itinerário - vou em lua de mel para Itália no fim de Maio e imagino algo bem parecido.
Queria saber como foi sua viagem!
Alguma dica específica de hotéis, passeios imperdíveis e eventuais roubadas?

Beijos!

Sandro
SandroPermalink

Ricardo e trips... Quando fui a costa amalfitana fiquei em Praiano, cidadezinha menor, próxima a positano (cerca de 7km). Ficamos no Hotel Margherita, que tinha tarifas um pouco mais em conta que os hoteis equivalentes em Positano ( http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g194867-d276584-Reviews-Hotel_Margherita-Praiano_Amalfi_Coast_Campania.html ) com reserva feita pelo venere.com. Para quem vai com carro alugado é bem tranquilo fazer o trajeto de praiano a positano, cerca de 10 a 15 minutos apreciando a vista!!!

Christine Hamberger
Christine HambergerPermalink

Acabei de incluir Praiano no meu roteiro...Valeu a dica!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Boa, Sandro!

Lili-CE
Lili-CEPermalink

Sensacional! Já foi pro topo das prioridades européias, junto com a Turquia!

CarlaZ
CarlaZPermalink

São extamente as minhas 2 tamém!!!

Lili-CE
Lili-CEPermalink

CarlaZ, estou esperando bebê, mas não vejo a hora de calçar novamente as chuteiras! E eu queria muito fazer uma dessas duas viagens...

Sylvia
SylviaPermalink

Oba ! Parabens !!!!!!!!!!!!!!!!

CarlaZ
CarlaZPermalink

Ah que legal!!! Parabéns!!!

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Riq, para variar o post está fantástico e bastante instrutivo. Eu não conheço nada dessa região e tenhou uma grande vontade de conhecê-la, mas agora ficou muito mais fácil! Não tenho nem mais a desculpa de ter que pesquisar o roteiro, pois você já deu tudo de mão beijada. Bookmarcado e copiado para a minha planilha de roteiros futuros.

Elisa
ElisaPermalink

Oi Riq,
é por este post aqui e muitos outras (para não dizer todos) que vc é meu adorável guru e meu mestre máximo em viagens, o texto está simplemente maravilhoso, bem didático e completo.
Eu por três vezes já estive com tudo pronto (inclusive com passagens e hospedagem pagas) para fazer este roteiro da Costa Amalfitana (sempre seguindo rigorosamente todas as suas dicas), mas infelizmente ainda não o fiz. Na primeira vez tive um problema grave de saúde na minha família, na segunda tentativa tive um problema inadiável no meu trabalho (e seguindo seu conselho não adiei para depois, pois seria fim de outono, então troquei o destino) e na última tentativa (já com as passagens compradas) teve aquele problema do "lixo" em Nápoles e SÓ por isso meu namorado preferiu mudar a rota totalmente. Depois de 3 tentativas eu desisti totalmente, achei que não estava no meu destino visitar a Costiera Amalfitana.
Mas agora com este post aqui acho que vou reconsiderar minha decisão e repensar para o próximo verão já que este eu já estou com outra rota.
Amei, amei!!!

Alessandra
AlessandraPermalink

Ricardo,
Vou ficar 2 dias em Amalfi no Hotel Aurora. Vamos de carro de Roma até lá, passando por Pompéia, que sonho conhecer. Neste dia de viagem, vc acha melhor fazer Nápoles-Pompéia ou Pompéia-Capri? Pensei a princípio fazer os três: Nápoles-Pompéia-Capri, mas aí achei que ficaria muito puxado...
Outra coisa: no retorno, vamos devolver o carro em Florença. Aí pensei em Siena e San Gimignano. Concorda?
Obrigada
Ale

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Muita coisa, Alessandra.

Nápoles + Pompéia num mesmo dia é possível. Capri, porém, só pode complementada com noite em algum outro lugar.

Lembre-se que é preciso entrar nas cidades (seja Nápoles ou Sorrento), enfrentar trânsito, estacionar, andar até o porto, esperar o próximo barco. A visita mínima a Capri demanda praticamente um dia inteiro.

O seu roteiro de volta (Amalfi-Siena-San Gimignano-Florença) tem 600 km. É como fazer de Maceió a Natal num dia, ainda entrando em Olinda e Pipa.

Alessandra
AlessandraPermalink

Nossa, então acho que fiz burrada: aluguei um carro para a volta de Amalfi para devolver só em Florença... quanto tem este percurso?
Vc acha viável fazer então Roma-Amalfi passando só por Pompéia? E, após chegar em Amalfi, no dia seguinte, voltar e fazer Capri?
Muito obrigada Ricardo, pela ajuda!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Você pode simular todos os trajetos em http://www.viamichelin.com .

Roma-Amalfi passando por Pompéia é viável, sim. Ir e voltar de Capri estando em Amalfi também (você pega o barco em Sorrento).

Marcio Nel Cimatti
Marcio Nel CimattiPermalink

Oi pessoal,

Em Sorrento e Amalfi eu gostei bastante de conhecer no inverno. Deu para conhecer a essência da cultura. Me misturei aos moradores e consegui o meu objetivo que era fotografar esse dia a dia. Deu para comer nos restaurantes que não fecharam e que são frequentado pelos locais.......

Já na Ilha de Capri havia muiiiiita coisa fechada e o tempo tbm não ajudou.

Abs!

Lena
LenaPermalink

Também adorei! smile

PS: Riq, você quis dizer de meados da primavera a meados de outono, né? :roll:

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ops! Obrigado, corrigi eekops:

Andre Lot
Andre LotPermalink

Bom especificamente de meados de outubro até dezembro chove demais na região. Frio, chuva e neblina não são os companheiros ideais de uma estrada de montanha, nem pelo suposto "perigo", mas porque fica ruim de ver mesmo.

Tem um trecho novinho em folha de ferrovia da alta velocidade inaugurado não faz nem dois meses que liga Salerno a Napoli. Ainda não há muitos trens Eurostar Alta Velocità no percurso, mas vários InterCity Plus e EuroStar já fazem o trajeto Napoli-Salerno em menos de 35 minutos. E tem alguns horários do trem Milano-Roma que terminam em Salerno, ótimo para quem quer fazer trechos a partir de Firenze por exemplo.

Um outro passeio perto de Napoli muito (injustamente) negligenciado é o Pallazo Reale di Caserta, há meia hora de Napoli, uma versão italiana de Versailles que um dos reis da dinastia dos Bourbon construiu lá. Talvez pq Caserta em si seja uma cidade feia e no passado tenha sido o "capoluogo" da Camorra, é meio ignorado fora da Itália mas famosíssimo aqui.

Na linha de "ruínas a.C.", tem o Paestum pertinho de Salerno (20 minutos de trem regional que para há 5 minutos a pé da entrada ou o mesmo tempo de carro), que é a colonia grega mais bem preservada no Continente. Vale a pena, é um passeio tranquilo, e não muito muvucado, é ao ar-livre e quase tudo está dentrode um parque arqueológico.

Estou embarcando amanhã para uma viagem automobilística para o Sudeste da Sicilia (Siracusa, Modica, Catania, Agrigento, Nollo, Pozzalo).

Andrea Donadio
Andrea DonadioPermalink

Acabei de voltar de uma viagem de 20 dias à Itália, de carro pela região sul (Puglia, Basilicata, Calábria e Campanha). Para a Costa Amalfitana a base foi Salerno. Não é uma cidade muuuito atraente, tem uma catedral muito bonita e uma rua de comércio/ passeio bem interessante (Corso Vitório Emmanuele), no mais achei a cidade mal cuidada. Mas ficamos em um hotel familiar muito simpático (preciso ver no nome nas anotações) e de Salerno fomos para Pompéia (1 dia), Costa Amalfitana (1 dia) e Paestum (1 dia, incríveis ruínas gregas/romanas e um museu muito bem montado, cidade de Capaccio, ao sul de Salerno). Como estávamos de carro fizemos todo o caminho assim, desde Vietri Sul Mare (incríveis lojas de cerâmica) até Sorrento. De carro é duro estacionar em Ravello, segundo o Guia da Folha a mais bela vista da região por ficar em posição mais alta. O estacionamento lota e vc não tem para onde ir, conclusão, tivemos que ver a vista do carro mesmo. Agora, dirigir ali é mesmo uma aventura, tem que prestar muita atenção nos espelhos e nas buzinas, prepara-se para ficar um pouco zonzo. Para mim, o que vale mesmo é a paisagem, não acho que seja interessante "pegar praia" nesses lugares. Também achei a região bem parecida com Cinque Terre, na Ligúria, mais ao norte, am cada região tem seu encanto particular.

Andre Lot
Andre LotPermalink

A Cinque Terre é um pouco mais remota, eu acho. As cidades são menores e o relevo mais recortado.

Para estacionar, uma dica nessas viagens mais longas de carro (mais de 1 semana) é, querendo bastante parar em um lugar, fazer isso um pouco antes do horário em que todo o resto estará fazendo. Isso significa por exemplo acordar 1h/1h30 antes e por aí vai... o dia rende muito mais, as filas diminuem e normalmete na alta estação não se perde nada, pois restauratnes abrem cedo e fecham beem depois das 15h pra almoço.

Andrea Donadio
Andrea DonadioPermalink

Boa dica, André, não fizemos isso e perdemos de estacionar em Ravello, chegamos bem na hora do pico, tipo 10h30/ 11h00...Achei Cinque Terre mais mais bucólica e mais fácil de andar, tem trem e dá pra ir até a pé entre um cidadezinha e outra e também fiz um passeio de barco. Mas os dois são encantadores !

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

Andrea, fale um pouquinho sobre a sua viagem a Puglia, se puder. Ando pensando em ir para no ano que vem. Obrigada.

Andrea Donadio
Andrea DonadioPermalink

Paula,
Nesta viagem pegamos um avião de SP a Roma e uma conexão para Bari pela Alitalia, uma das capitais de província da região da Puglia, a que fica mais ao norte da região. A mala da minha mãe ficou perdida, não chegou a Bari mas acho que isso deve ser comum pois as malas de mais 4 passageiros tb não apareceram. Mas preenchemos os papéis e quando voltamos do passeio em Bari a mala estava no hotel, no mesmo dia. Em Bari ficamos no hotel Best Western, 70 euros a diária. Bari é uma cidade de tamanho médio com castelo, igrejas e praia, gastamos meio dia de visita. Partimos rumo norte passando por Ruvo di Puglia, cidadezinha simpática que visitamos de passagem, passamos também em Trani, linda cidade com um castelo e Igreja a beira-mar. Fomos a Foggia, outra capital de província com intenção de pernoitar mas não encontramos hotel acessível (a idéia era gastar 50 euros por quarto duplo), então seguimos para a próxima parada, Lucera, aonde dormimos e visitamos no dia seguinte. Lucera tem uma fortaleza/ castelo, seguimos então para San Giovanni Rotondo, a cidade do santuário do padre Pio, que foi beatificado por João Paulo II, conseguimos um bad&breafast bem honesto. Como é uma cidade de peregrinação, tipo Aparecida do Norte, tem muitos hotéis de todos os preços, mas o que tem pra visitar lá e só o santuário. Ficamos dois dias lá como base e no segundo dia visitamos Monte Sant´Angelo, uma cidadezinha na montanha, com uma igreja na gruta onde houve uma aparição de São Miguel Arcanjo. Compramos pão, prociutto, queijo e vinho e partimos para visitar a floresta Umbra, estas cidades estão no parque do Gargano, aonde fizemos um lanche no meio da floresta. Tem vários locais de parada com mesas no meio da floresta, à beira da estrada.
Na volta para San Giovanni passamos por Vieste, linda cidade de praia, e Mafredonia, a única atração é um castelo (quase todas as cidades da região tem um). De San Giovanni seguimos para Alberobello, a cidade dos Trulli, construções medievais de pedra, alugamos um para passar uma noite, é uma casinha, mas muito frio. 100 euros para 4 pessoas com estacionamento para o carro. Alberobello é linda, diferente de tudo, o ponto alto da Puglia. Em seguida, passamos por Locorotondo e Polignano a Mare, outra cidade de praia. Ostuni foi outra passagem, cidade de influência árabe.
A parada foi em Lecce, outra capital de província, visita ao centro histórico. Seguindo para o sul, passeio em Otranto, no mar Tirreno e Gallipoli, do outro lado do “salto da bota”, no mar Jônico. Esta região da província de Lecce é a península Salentina. Subindo para a província de Taranto, resolvemos não parar nesta capital e seguimos para Bernalda, já na região da Basilicata. E aí a viagem seguiu pela Calabria e Campania.
Todo o roteiro foi feito de carro, as estradas são boas, lindas paisagens, uma Itália totalmente diferente daquela no Norte. Tenho mais informações sobre cada cidade e a Puglia tem muitas outras cidades interessantes q não visitei, acho que ainda é um roteiro pouco conhecido, ouvi isso em alguns locais, dizem que por lá passam poucos brasileiros. Se quiser me escrever meu e-mail é almdonadio@hotmail.com. Bjs, andréa

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Que viagem bacana, Andrea. Descer direto em Bari foi muito inteligente.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

Andrea, incrível essa viagem. Tenho pensado muito nela para o ano que vem, para comemorar meu aniversário de casamento, e pelo que vi é uma viagem bem romântica, com diversidade de paisagens e um litoral maravilhoso, para o mar Adriático e Jônico. Conheço razoavelmente a Itália, então já fiz todos quase todos os "lerês" obrigatórios (Roma, Milão, Veneza, Firenze, Napoles, Costa Amalfitana, etc). Tinha pensando na Toscana, mas com essa invasão de turistas depois do filme (Sob o Sol da Toscana) e depois que eu vi a Ana Maria Braga andando de bicicleta na Toscana numa foto da revista Caras, desisiti, hahahaha.
Agora, a Puglia me encanta desde sempre. Conheci poucas pessoas que visitaram o salto da bota, então não é muito fácil trocar informações. Muito obrigada.
Vi que vocês não reservaram hotéis e foram viajando com destino flexível, o que tentei fazer na Espanha em 2007 e tive uma experiência não muito boa.
Como pretendo ir no verão (junho/julho), vc acha que é possível arranjar hotéis assim, na hora, ou melhor fazer um itinerário mais "engessado" com tudo reservado?
Vou te escrever para conversamos melhor.
Seu post já está devidamente arquivado, obrigada.
Bjos

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

A Puglia, assim como a Calábria, me parecem uma Itália mais "real", não é mesmo?

Luisa
LuisaPermalink

Obrigada, Riq, pela indicaçao e consideraçao!

Queria esclarecer, entretanto, que recomendo a Costa Amalfitana no inverno só se for nas semanas proximas do Natal e Ano Novo. Muitos lugares abriram apenas por causa do feriado e a tradiçao de montar presepios por tudo deu um charme especial ao lugar.
Fora desse periodo, a unica coisa que vai ter pra se fazer por ali é admirar a paisagem mesmo...

Quanto á Puglia, nos também comecamos por Bari, mas descemos no porto, pois estavamos voltando da Croacia. Bari, como Andrea disse é uma cidade de medio porte, e nao achei particularmente interessante... De Bari seguimos para Andria, para visitarmos o Castel del Monte e depois para Polignano al Mare para almocarmos.
O restaurante Grotta Palazzese é tudo de bom! Dai montamos base num agriturismo (Il Frantoio) perto de Ostuni, para explorarmos a regiao, e rodamos por Ostuni, Alberobello, Locorotondo, Martina Franca, e até uma esticada até Matera na Basilicata.
Em seguida fomos pra Lecce, onde passamos uma noite e seguimos pra Otranto, onde montamos outra base para rodar pelo "salto da Bota", só curtindo a paisagem e parando onde dava vontade.
Se eu fosse voltar para a regiao, repetiria com certeza a experiencia no agriturismo e voltaria pra Alberobello e Matera!
Sobre a necessidade de se reservar hoteis... Se a viagem nao for perto de nenhum feriadao italiano, até da pra arriscar, mas, como na Toscana, os agriturismos mais legais, "tipicos" e economicos tem poucos quartos que lotam sempre... e eu acho pouco romantico ir ate la e ficar num hotel daqueles de rede internacional. Mas isso é gosto pessoal meu...

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

Luisa, obrigadinha. Tenho vontade sim de pousar no agriturismo, deve ser uma delícia. Dicas anotadas. bjo

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Já pus essa sua observação (do Réveillon) no corpo do post!

Andrea Donadio
Andrea DonadioPermalink

Paula, nossa experiência em não reservar hotéis tb foi um ponto que dificultou algumas coisas, você perde muito tempo sem ter nenhuma referência, chega cansada e acaba pegando qq coisa, nem sempre no preço que você quer ou um hotel que não vale o preço. Acho que nas cidades de praia você pode ter alguma dificuldade pois pelos comentários que ouvi por lá, as praias fervem no verão, ainda que seja só de italianos. Vá pelo menos com algumas referências de hotéis, acho que isso ajuda. Já já te respondo mais no email. bjs

oswaldo
oswaldoPermalink

Andrea, pelo visto fez uma viagem pelo sul da Italia muito boa. Se possível de uma dica sobre a região de Napoles, pois pretendo chegar a Tersigno, cidade natal de meu avô. Sei que é perto de Napoles, porém não sei como chegar. Grato

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Oswaldo! Fica a 45 km a sul de Nápoles, no interior. Talvez você não esteja achando o caminho porque se escreve com z: o certo é Terzigno.

O Google Maps mostra o caminho, clique:

http://maps.google.com/maps?saddr=Napoli,+Italia&daddr=Terzigno+N%C3%A1poles,+Rep%C3%BAblica+Italiana&hl=pt-BR&ie=UTF8&sll=40.808218,14.502681&sspn=0.068084,0.169086&geocode=FS8rbwId_nnZACmZfmxqTwg7EzEdGXg7wSz1PQ%3BFRqvbgIdGUvdACkVQexA4ro7EzFcpIo3jBuFkg&oq=napoli&mra=ls&t=m&z=12

CarolBSB
CarolBSBPermalink

Por que, meu Deus, por que eu só tenho 30 dias de férias por ano??? mad cry mad

Emília
EmíliaPermalink

Minha família fez esse roteiro há uns 3 anos atrás (mas eu só ajudei no roteiro, não fui, chuif...)
Eles gostaram bastante do hotel de Sorrento http://www.lavuedor.com/ . E eu adorei o serviço, mesmo de longe: minha mãe esqueceu sua máquina fotográfica lá e eles fizeram a gentileza para mim de enviar por correio a cobrar para o hotel deles em Florença (que também foi ótimo, pagou o correio e só depois incluiu na conta.)

Malu
MaluPermalink

Riq, delícia de post...já li e reli e me senti por lá. Vc é demais demais demais demais. Já dei o ctrl C e ctrl V no meu arquivo "Viagens do Riq" que eu quero fazer.

Zé
Permalink

Putz, perfeito! mrgreen

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Brigadim!

Adri B.
Adri B.Permalink

Oi Riq, tudp certinho? Lá vem eu de novo pedir mais ajuda!!!
Estamos tentando comprar passagens na Trenitalia, registrei o login com o nome do meu pai, de cara o cartão dele foi negado, e já tínhamos ligado pro banco pra autorizarem. Depois tentei com o cartão do marido ( usando o login no nome do meu pai), ele digitou mil senhas do Bradesco ( no site do bradesco mesmo), quando pensamos que ia dar certo...ele pediram pra voltarmos pro email que eles dariam as instruções e veio isso:
" Dear Customer,

the transaction has not been authorised by the payment circuit.

You can request authorisation to buy on the site of Trenitalia with your credit card by sending the documentation indicated below, by either fax (06/44104036) or e-mail (areaclienti@trenitalia.it):
- the content of this email,
- your User ID,
- a contact telephone number,
- the photocopy/scan of a valid identity document of the person associated to the User ID,
- the photocopy/scan of the tax code number

Within 48 hours you will receive the outcome of your request on your e-mail address."

Vc acha que vale a pena mandar todos esses dados pra eles, pq depois tentamos de novo e o site não aceita de jeito nenhum!!! Sei q não somos nem os primeiros e muito menos os últimos brasileiros a tentarem tanto pra receber um não!!! RS!

Ah e não entendi o q eles querem dizer com " SCAN OF THE tax code number". Vc imagina o que é isso???

Riq, muito obrigada mesmo!
beijos

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu -- EU! -- faria os scans (menos esse do tax code number, que acho que não "se aplica", hehe) e mandaria por email, porque eu não tenho medo dessas coisas.

Mas isso vai muito da personalidade de consumidor de cada um.

Se você não se sente à vontade com esses procedimentos, as alternativas são:
1) esperar uns dias, zerar os cookies e ver se cola;
2) ver se consegue as mesmas condições no http://www.raileurope.com.br (ainda não testei esse canal, é novo, foi a dica de uma leitora)
3) deixar para comprar lá (a diferença entre a tarifa Amica e a cheia é de apenas 20%)
4) comprar pelas vias brazucas com 30 euros de sobretaxa.

Alessandra
AlessandraPermalink

Oi Adri B.
Eu comprei uma passagem de Firenze para Veneza pela Trenitália sem problema nenhum. Optei pela tarifa de 15% de desconto, uma vez que há mais de 15 dias para o embarque. Não entendi o que aconteceu, pois não tive que colocar senha alguma do cartão, só o num e o cód de segurança (Visa).
Tente de outra máquina, se tiver cartão Visa, é facílimo.

Danilo
DaniloPermalink

Ricardo,

Como te prometi no twitter aí vai uma dica rápida.
Fiquei em um hotel em Amalfi muito simpático, La Ninfa, ótimo custo benefício, hotel simples com uma vista maravilhosa: (escolha o quarto com varanda):

http://www.hotellaninfa.it

Agora a estradinha por lá é que mata viu? Haja estômago...
Uma foto chegando pelas cursvas de Amalfi, como diria Bob Charles:
http://www.flickr.com/photos/danilosiqueira/3174373117/

E aqui uma foto da varanda do meu quarto:
http://www.flickr.com/photos/danilosiqueira/3156095574/

Da Costa Amalfitana ainda não coloquei todas as fotos no Flickr, assim que tiver tudo por lá eu te mando.

Abs
Danilo

Adri Barudi
Adri BarudiPermalink

Olá Riq e tripulação!!! Vou para Roma em julho pela segunda vez!
E sou apaixonada por jardins...procurando no google encontrei esse site www.secretgardensitaly.com e fiquei apaixonada pelos passeios que eles promovem...e quando fui ver os preços quase tive um surto!!! hehehe Too expensive!!!
é uma pena que tb eles nào coloquem os nomes dos locais onde estào os jardins, mas pelo que entendi só é possível visitar lugares como aqueles só com eles!!! Tem a excursào dentro dos muros aurelianos, e tb por uns jardins que parecem ser de castelos em Roma mesmo...adoraria saber onde está tudo escondido!!! Tem até um jardim que eles falam q era onde Julio Cesar e Cleopatra ficavam!!! Luxo puro! hehehehe
Se souberem de algo, me avisem, por favor!!!
Muito obrigada mais de um milhão de vezes!
beijos

Alexandre
AlexandrePermalink

Excelente roteiro. Eu só acrescentaria, para os não-fóbicos, a alternativa mais prática e divertida de alugar um scooter (motoneta) em vez de um carro, por 30-50 euros/dia, para percorrer a Costiera Amalfitana. Acabam os problemas de estacionamento e você sente na pele o prazer (e o pânico) de se deslocar como um autêntico italiano. Só não recomendo falar ao celular enquanto pilota, algo que eles fazem com espantosa naturalidade.

Aline
AlinePermalink

Oi Riq!

Acabei de fazer esta viagem. Fiquei 4 dias com base em Sorrento.
Para visitar as cidades da Costa, alugamos uma Scooter e foi excelente! Econômico, prático e divertido! smile

Sheila
SheilaPermalink

Riq,
Eu e meu esposo estamos planejando 10 dias na Itália, maior parte na Costa Amalfitana, com saída dia 07/set e retorno dia 18/set. Com base no post, dividi assim:
08 - Chegada em Roma e partida direto para Nápoles de trem
09 e 10 - Nápoles e Pompeia
11 e 12 - Capri
13, 14 e 15 - Costa Amalfitana, com hospedagem em Positano
16 - Volta para Roma, onde estive somente no inverno
18 - Volta para o Brasil de manhã.
O que você achou? A costa está corrida?
Um abraço,
Sheila

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Está ótimo, Sheila, sobretudo se vocês não precisarem fazer os lerês de Roma (Vaticano, Coliseu, Fórum) e puderem passar os dois dias na cidade só curtindo.

Não é bem o seu caso, mas tem outras dicas que você pode aproveitar nesse post aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2009/07/passo-a-passo-bate-volta-de-roma-a-pompeia-e-napoles/

caroline Veloso
caroline VelosoPermalink

Ola Ricardo, obrigada pelas suas dicas. Estou indo para a Italia e Costa Amalfitana proxima semana e ainda não tenho hotel em Positano. Tentei o Le Sirenuse mas achei muito caro. Você tem algum outro para indicar? Entrei no site desses dois que vc postou - Casa Albertina e Villa Rosa - mas fiquei na dúvida. Eles são legais? Qual o melhor dos dois?
Para béns pelo trabalho, já li umas mil vezes o seu blog!!
Obrigada, Carol

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Caroline, o Le Sirenuse e o San Pietro (onde eu já fiquei, quando era rico smile são uma categoria à parte.

Não visitei esses dois hotéis da lista, mas são bem recomendados e te deixam numa posição semelhante ao do Sirenuse (sobretudo o Villa Rosa).

Se você quer uma coisa mais chique sem ser tão cara quanto os tops, tente a Casa Angelina, que fica próxima a Praiano (ou seja, fora da muvuquinha de Positano).
http://casangelina.com/

caroline Veloso
caroline VelosoPermalink

Adorei o site do Casa Angelina, vou tentar sim! Muitíssimo obrigada!!!! Praiano é perto de Positano?
Mas uma perguntinha: Minha viagem está mais ou menos assim:
Roma - 4 noites
Roma / Nápolis - carro alugado.(obs:devolve carro em Napolis e pega o barco para Capri)
Capri - 2 noites
Capri / Costa Amalfitana de carro- você acha melhor alugar carro novamente em Nápolis ou em Sorrento?
Costa Amalfitana - 2 noites
Costa Amalfitana / Roma - carro

O que você mudaria?

Beijos, beijos e muito obrigada!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Caroline, Praiano fica 6 km adiante de Positano, na direção de Amalfi (que fica 10 km depois de Praiano).

Não faz sentido alugar carro em Roma só para ir até Nápoles e pegar um barco. Vá de trem.

Alugue o carro no continente, em Positano. Está detalhadinho no roteiro do texto.

caroline Veloso
caroline VelosoPermalink

Riq, (a íntima!)
Me fala uma coisinha... meu marido gosta de viajar de carro, mas não temos tanto tempo assim! Após 2 noites em Capri vamos fazer a Costa Amalfitana (conforme acima) e você acha melhor alugar o carro em Sorrento ou Positano? E onde devolvemos o carro: em Sorrento, Nápolis (para pegar o trem para Roma) ou direto em Roma (no aeroporto)? (já que será o dia do retorno ao Brasil e estaremos com malas)
Obrigada por mais essa! Estou ficando com vergonha de te explorar tanto assim...
Bjs, Carol

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Acredito que haja mais concorrência de locadoras, e portanto preços melhores, em Sorrento. Há também mais barcos (inclusive nem sei se fora da altíssima temporada funciona a linha Capri-Positano).

Se o seu marido gosta de dirigir e vocês vierem com tempo sobrando (tipo para o caso de dar aquela bobeirinha básica no anel viário e mesmo assim não perder o vôo), devolver direto em Roma é mais simples.

(Se for para voltar de trem, acho melhor devolver logo em Sorrento para não precisar entrar em Nápoles de carro.)

Caso vocês não tenham comprado a passagem ainda, podem também voltar desde Nápoles (há vôos para Roma, Milão e várias capitais européias).

Sheila
SheilaPermalink

Riq,
Obrigada pela sua opinião sobre meu roteiro e pela dica sobre o post de bate-e-volta a Nápoles (eu também já o tinha lido e ajuda bastante sim).
A propósito, você conhece o blogbelavida.com ?
Lá encontrei algumas dicas interessantes e um link para o site do metro que faz a cirvumvesuviana. Talvez valha a pena complementar o post com as informações. Acesse http://www.blogbelavida.com/post/1909/ferias-na-italia-para-conhecer-napoles-salerno-sorrento-amalfi-positano-capri-com-o-metro-do-mar
Um abraço,
Sheila

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sheila, todas as palavrinhas em azul do texto deste post aqui do VnV levam aos sites dos termos citados.

Talvez você não tenha percebido, mas ele JÁ TEM LINKS pro Metrò del Mare, pros ônibus da Sita, pra Circumvesuviana, pros horários dos barcos, pra Trenitalia, pros sites das cidades... é só clicar.

Sheila
SheilaPermalink

OPS!
Falha minha. Passei batido pela dica do metrò del mare aqui no post. Desculpe.

Ricardo
RicardoPermalink

Oi Riq....
Me empolguei com roteiro da Costa Amalfitana e troquei Veneza e Florença por uma semana em Positano e Capri. Acha que fiz boa troca? Em Capri e Positano ficarei mal localizado se ficar longe do mar? Mais uma perguntinha....estou querendo fazer, de carro, de Lucca até Mônaco, acha boa ideia? Se for quantos dias devo reservar para este roteiro? Obrigado, abraços do seu xará.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A vila de Capri não é à beira-mar, Ricardo, e não acredito que haja hotéis pé-na-areia em Positano, não.

Mônaco não está longe da Itália, mas talvez seja o ponto menos interessante do roteiro. Há praias pouco conhecidas no litoral da Toscana http://travel.nytimes.com/2009/06/07/travel/07Tuscany.html?pagewanted=all , e o litoral da Ligúria, com Cinqueterre e Portofino despontando.

O mais interessante da Riviera está para lá de Mônaco: é a corniche alta (costeira) até Nice, as cidades na montanha, como Èze, St Paul de Vence, Vence e Grasse.

Acho também que é muita praia pra uma viagem só à Europa. Com Florença e/ou Veneza o seu roteiro fica mais equilibrado.

Simule itinerários em http://www.viamichelin.com

https://www.viajenaviagem.com/2009/05/comentarista-de-formula-1-recomenda-quando-viajar-de-carro-na-europa-va-devagar/

Ricardo
RicardoPermalink

Valeu as dicas Ricardo, vou repensar tudo aqui, obrigado

Andrea Longhi
Andrea LonghiPermalink

Ric, tks pelas dicas e pelo carinho respondendo direto no facebook!

chapei nesse post, vou seguir de cabo a rabo tentando fazer o esquema ideal, a idéia dessa viagem é mar e interior, descobrindo aos poucos o Sul que nenhum de nós conhece...

vou reservar 3 noites pra Roma e fechar a primeira semana no teu roteiro ideal com Nápoles (1 dia com Pompéia), Capri e Positano.

dali podemos seguir pra Puglia, como sugeriste e fechar os outros 6 dias entre Stromboli e os picos da ilha de baixo. alguma dica imperdível?

Me falaram de Alberobello, Bari, Fasano e as encostas daquele outro lado da bota.

to viajando e já me perdendo por aí.

obrigada! Andrea

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Oi Andrea!

Pra simular trajetos rodoviários na Europa, use o http://www.viamichelin.com. De Salerno, na ponta sul da Costeira (e já na boca da auto-estrada) a Alberobello são 280 km -- não é longe, não :cool:

Tem um site muito bacana pra destinos fora do circuitão na Itália, é o SlowTrav. Fuçando lá dá pra achar boas dicas de hospedagem em agriturismo. Achei dois relatos da Puglia:
http://www.slowtrav.com/italy/notes/southern/judy_puglia.htm
http://www.slowtrav.com/italy/puglia/lm_puglia.htm

O site da Traveller inglesa também tem guias bacanas sobre as Ilhas Eólicas (onde está Stromboli) e a Puglia:
http://www.cntraveller.co.uk/Guides/Italy/Aeolian_Islands/default.aspx
http://www.cntraveller.co.uk/Guides/Italy/Puglia/

Se ainda precisas de dicas de hotel em Roma, essas são as minhas:
https://www.viajenaviagem.com/2009/07/passo-a-passo-bate-volta-de-roma-a-pompeia-e-napoles/#comment-40010

bjs! volte sempre lol

dea
deaPermalink

estou enlouquecida na véspera da saída pra Itália seguindo teu roteiro "como manda o figurino".

ainda falta resolver a segunda semana entre puglia e sicília, problema bom

na volta, nossa milhagem TAP nos deu de brinde um dia em Lisboa, gostoso, casa da vó (é o que lembro da minha primeira e única ida a solo português)... vc teria uma dica de um hotel necessário pra encerrar nossa viagem com chave de ouro?

bacci
dea

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Com chave de ouro: http://www.bairroaltohotel.com

Tem também esse novinho no Rossio que parece estar com bons preços: http://www.internacionaldesignhotel.com/

O NH da Liberdade é bacaninha e perto de tudo http://www.internacionaldesignhotel.com/ ; o Sana Lisboa é o confortável/moderno mais em conta http://www.sanahotels.com/gca/index.php?hotelId=42&lng=en

andrea longhi
andrea longhiPermalink

Ric,

Meu marido criou a frase "viajando, respiramos com os olhos". Acrescento que em algumas partes, foi com os teus. Grazie! Ta aí o resumo fotográfico dos nossos 1400 km de Roma a Palermo, fotografado e comentado no Flickr:

http://www.flickr.com/photos/andrealonghi/sets/72157622487578056/

13 dias líquidos ouvindo o sonoro italiano, divididos assim:

- 3 dias rápidos em Roma pra chegar bem e pro Marcus conhecer (um de moto, o melhor e mais fun pq nos colocamos “na garupa” com eles), mas não me emociona muito a capital

- 1 dia em Nápoles (credo, só o da michele e sua doppio muzzarela nos acalmou de toda aquela indolência napolitana) com uma ida a Pompéia (claro), pegando à direita de carro e um barco que voava na água pra Capri

- 2 dias em Capri, a ilha mais chic dali à noite (comentado por vc e fundamental pra entender a dinâmica do lugar). como chegamos tardão, só deu tempo de largar as malas no Casa Morgano, por o biquíni novo e voar pro primeiro mergulho no mediterrâneo no la fontelina, do ladinho do hotel. No dia seguinte, barco com a italianada gritando bacci bacci quando cruzávamos o i faraglione... doppo alugamos uma motinho pra ir rápido (e adolescente) até Faro (beach club, mergulho no mediterrâneo 2) e Anacapri tentando uma gruta azzura que tava fechada (marido nadou adentro... "não pode, mas pode" disse o italiano pq na Itália tudo é meio parecido com o Brasil).

- mais uma guinada pra baixo até Sorrento pra 3 dias em Positano, perfeito, cheio de turistas mas tudo bem pq é tão absurda aquela vista... E o Casa Albertina que eu morri de amor, o que é aquela janela do banheiro! Nos deram o melhor quarto, o da quina de cima, e a gente nem pediu... Saímos de lá depois de muita praia de pedra e mais mar mediterrâneo fazendo zigzag a pé e de carro na Costiera inteira.

- uma decisão acertada de não deixar a segunda semana inteira pra Sicília esticando até o outro lado da bota, a Puglia, que avista o mar Adriático no meio das oliveiras centenárias, a maior surpresa e (acho) a memória mais incrível, passando por Ostuni e chegando em Fasano, onde estão as Masserias, antigas (de 1500) fazendas fortificadas, ficando na mais incrível e antiga delas – a Borgo San Marco – turismo slow, pra poucos, o nosso Espelho na Itália.

- e o grand finalle que era pra ter acontecido na Sicília teve que ser repensado pq deixamos poucos dias que viraram poucos dias encharcados... "sicília flagetatta" nos jornais, decisão de abortar toda a parte da costa partindo direto pra Palermo com expectativa zero. Daí a surpresa, amamos Palermo, cidadona, influência bizantina, árabe, grega, romana... Uma Buenos Aires mais em tudo e cheia de italianos despretenciosos, diferentes e muito chics, nada de máfia. Faltou Stromboli que tava nos planos, se bem que é claro que não faltou nada... sobrou.

- na transição da TAP, sobrava uma tarde e uma noite em Lisboa, chave de ouro (tua) pra fechar a nossa viagem no Bairro Alto Hotel. Sardinhas, Vinho bom e diferente, língua amiga, luxo certo. Mas Portugal depois da Itália é covardia, não recomendo!

Arrivederti, Dea & Marcus.

marco tulio
marco tulioPermalink

gostria de sua ajuda ricardo freire.tenho 10 noites disponiveis em maio 2010!estava pensando sp-paris ou milao-napoli(gostaria de indicacao de translado pra capri)2 dias em capri(gostaria de indicacao de hoteis "lua de mel")3 dias em positano(aluguel de carro).os dias restantes estou na duvida se faço a puglia (aceito sugestao de cidades)ou deixo pra roma,paris ou dou uma esticadinha ate praga!adorei seu artigo!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Marco, todas as suas perguntas estão respondidas no texto do post, é só ler com atenção.

Sobre extensão à Puglia, leia a viagem da Andrea, nos comentários do post.
https://www.viajenaviagem.com/2009/05/vai-por-mim-costa-amalfitana-e-capri/#comment-46980

marco tulio
marco tulioPermalink

o que vc acha?

Flávio
FlávioPermalink

oi Ricardo!!
Positano em Março é uma boa? Chove muito?
Faz muito frio?
Desde já agradeço sua atenção.
Flávio.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Para o meu gosto, faz muito frio e está tudo fechado. Há muita coisa bonita para ver na Itália o ano inteiro. Vá a esta região entre fim de maio e fim de setembro.

Marcello Brito
Marcello BritoPermalink

Ricardo,

Para quem vai ficar em sorrento, não há hotel mais charmoso que esse aqui:
http://www.laminervetta.com/index_ing.htm
tem vista&decoração deslumbrantes, é encantador, pequeno, com piscina e descida até a praia e dá pra ir a pé pegar o barco para Capri ou o trem para Pompeia.
Mas como tem poucos quartos é segredo gente!!!

Carolina Barboza
Carolina BarbozaPermalink

Olá Ricardo, tudo bem?
Em março eu, meu marido, meus pais e minha sogra vamos passar 23 dias na Europa, 10 deles na Itália, sendo que as duas últimas noites serão em Positano. Queria que você me desse uma dica do que seria melhor fazer na Costa Amalfitana, quero dizer quais são os melhores meios de transporte, considerando que estamos com 3 pessoas que não são jovens e tampouco aventureiras! rsrs.
PS: Sairemos de Roma dia 22/03 cedinho e retornaremos a Roma dia 24/03 cedinho támbém.
Desde já agradeço a ajuda!
Abraços.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Está tudo tão explicadinho no post, Carolina. Mais do que isso eu não consigo. Carro se você gosta de dirigir, ônibus se você não se importa de esperar.

Março não é uma boa época. Eu usaria esses dois dias em algum outro canto da Itália.

André Lot
André LotPermalink

Quero reforçar algo que já consta do post. Março é bem chuvoso na região, mesmo. Não confie no guia ou site que diz que o clima na Itália é ameno e interessante nessa época. A climatologia italiana varia quase tanto quanto a culinária!

Napoli, Salerno, Matera em março e abril é chuvarada na certa! Muitos estabelecimentos (restaurantes, por exemplo) entram em férias justamente nessa época.

Considerando que o plano já está fechado, sugiro alugarem um carro e terem um plano B, como visitarem Regio Caserta ou algum dos museus de Napoli.

fernando resende
fernando resendePermalink

Ricardo, te peço ajuda com a seguinte dúvida: vc acha que seria uma boa fazer essa viagem pela costa amalfitana com crianças (no meu caso específico seria com minhas filhas de 6 e 9 anos)? Lendo as informações do site, fiquei com a impressão de que pode ser meio puxado/aventureiro demais pra elas, ainda mais que estou procurando uma viagem de praia pela europa (para os dez primeiros dias de julho) que (tb) tenha aquele esquema de cadeira na praia o dia inteiro, com sol, mar, tranquilidade... te agradeço desde já pela atenção, fernando

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É um pouco puxado e tem bastante escadaria. Mas eu acho que em quase qualquer lugar da Europa elas vão estranhar praia -- falta de areia e espaço, caminhas muito próximas umas das outras.

André Lot
André LotPermalink

Fernando, eu recomendaria a vc ir mais para o sul se você estiver com crianças e estiver procurando praia. Eu sugeriria que vc pular a área decadente de Salerno e ir para Batipaglia.

Melhor ainda, assumindo que vc estará de carro, eu iria logo para as prais do Mar Jônico, cacifaria um resort ou bom hotel de praia e faria alguns bate-e-volta menos muvucados desde lá. Das três "costas" italianas (Adriática, Tirrena e Jônica), esta é a mais tranquila, com praias de "mar aberto" e vários resorts interessantes. Há poucas pedras, e a água é azul (não espere o azul-bebê das ilhas, entretanto).

Como você vai viajar em uma época que é bem no começo do verão, antes que os italianos e metade dos vizinhos do norte desçam em massa com seus pimpolhos em férias, pode facilmente conseguir achar ótimas barbadas em resorts de primeira categoria.

De lá, vc pode visitar vilinhas pitorescas congeladas no tempo (e nenhum lugar tem essas vilas mais originais e naturais do que a Calabria), escapulir de carro para restaurantes locais em cidades próximas, etc.

Na Costa Amalfitana em si as praias são pedregosas demais, e os "lidos" (esses empreendimentos que alugam cadeiras por hora, preço varia conforme a localização) são apertadíssimos.

fernando resende
fernando resendePermalink

Obrigado Ricardo e André, as informações foram ótimas para eu poder decidir com maior clareza... ano passado fomos nessa mesma época para a costa da luz, na espanha, fiquei surpreso com a qualidade das praias por lá, especialmente a de zahara de los atunes (onde ficamos na excelente pousada/restaurante Antonio's), que não fica nada a dever às nossas boas praias brasileiras... pensei agora numa praia da costa italiana por imaginar que a lingua, culinaria, costumes sejam mais familiares (estarei justamente viajando com duas crianças) por lá do que noutros destinos também interessantes daquela região (grecia, croacia, turquia). Talvez seja bobeira minha, enfim, se alguém tiver alguma outra sugestão bacana de destino de praia para viajar com crianças pelos lugares mencionados será muito bem vinda! De toda forma, gostaria de pedir ao André, se possível, uma dica mais específica de cidade/vila na costa jônica italiana... obrigados mais uma vez, fernando

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Fernando, a Costa de la Luz é a exceção das exceções na Europa. Aquele ventão constante e aquele monte de areia serviram como filtro para as multidões e os projetos imobiliários, e aquele litoral inteiro acabou preservado, enfeitado aqui e ali por vilas mouras.

Acredito que saindo da Costa Amalfitana você vá cair em balneários muito sem-gracinha, e vai se perguntar por que diabos saiu do Brasil pra acabar por lá...

Um lugar que combina um destino bacana com uma praia OK é Taormina, na Sicília. As praias são calminhas, têm pedalinhos e caiaques para alugar.

fernando resende
fernando resendePermalink

valeu Ricardo, achei muito boa a dica de taormina, dei uma pesquisada na internet e pareceu um lugar especial... só fiquei na dúvida se valeria a pena ficar estabelecido ali uns 3/4 dias ou, como alternativa, só curtir o dia por ali e ficar esses dias numa praia do norte da sicilia (as praias ali se não fiquei com a impressão errada me pareceram melhores que em taormina), até porque consegui um vôo ótimo de volta para madrid (onde estou morando) via palermo (a ida farei via napoles; a idéia é pegar o carro lá e ir descendo, pompeia, capri - sediado 2 noites em sorrento - , costa amalfitana - 2 ou 3 noites ali, sediado em positano ou amalfi - , descer passando por pestaum até pernoitar em alguma cidade da calabria, seguir para taormina, curtir os dias de praia e voltar via palermo) (te parece uma boa?)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Aaaaahhhhhh... agora entendi o porquê de praia na Europa com crianças. Você MORA aí smile

fernando resende
fernando resendePermalink

por uma temporada de 2 anos... tem que aproveitar né? tenho tentado explorar o máximo que meu doutorado permite, de tudo que conheci, gostei muito de lanzarote (nunca havia ouvido falar de lá aí no Brasil), Cadiz e região da costa da luz, fora umas cidades aqui perto de Madrid fora do circuitão Toledo/Segóvia, como Siguenza, Avila, Pedrazas... sobre o roteiro da italia, algum reparo/sugestão?

Deiatatu
DeiatatuPermalink

Acabei de voltar da Costa Amalfitana. Tem mais detalhes no meu blog. Fomos entre natal e ano novo e apesar de ser inverno tinha um numero razoavel de turistas.

Ana Rita
Ana RitaPermalink

Ricardo,
Vamos em famíla, com nossos três filhos(15, 13 e 10 anos), fazer Itália e Paris em julho. Após a Costa Amalfitama vamos para Paris. Qual a melhor forma e a mais econômica de fazer o trecho Napoli- Paris?
Ana

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Orce a inclusão do trecho Nápoles-Paris na passagem transatlântica (Brasil-cidade de desembarque na Itália//Nápoles-Paris-Brasil). Caso fique muito caro (não acredito), então veja com low-costs http://www.skyscanner.net. Cheque também em http://www.kayak.com para ver se alguma cia. convencional está fazendo o trecho por preços compatíveis com a low-cost.

Mas o melhor custo x benefício (incluindo assistência em caso de perda de conexão por conta de atrasos) normalmente é incluir tudo numa mesma passagem.

Rafael Barrella
Rafael BarrellaPermalink

Ola gostaria de alugar uma moto para ir de roma a salerno,em abril..,vc acha uma boa?
li que tem q ser moto acima de 150 cc correto?
sabe onde encontro a locadora ,e o que precisa usar na viagem,,,roupas especiais para moto por ex;;;
abraço

André Lot
André LotPermalink

Aluguel de moto é algo não muito comum na Itália. Motos abaixo de 250cc não podem andar em auto-estradas, e estão sujeitas a várias outras restrições de horário que eu não tenho aqui de cabeça. O seguro de motocicletas alugadas é bem caro, em Milano custava € 130 por dia devido ao alto risco de acidentes etc. etc.

Você tem de viajar o tempo todo com proteção, e ter carteira de habilitação internacional em que fique claro que vc pode conduzir moto com a cilindrada que alugar, não é como o caso do carro em que uma CNH é aceita facilmente.

Sonia
SoniaPermalink

Parabéns Ricardo pelas dicas maravilhosas do Roteiro da Costa .
Ricardo,só uma perguntinha:eu e meu marido vamos pra Roma e Costa(seguindo o seu roteiro,como já estamos na casa dos 60 anos,vc acha que é muito puxado(vamos ficar 12 dias),é aconselhavel alugarmos um carro?(meu marido nunca dirigiu naEuropa só temos muita experiencia nos Estados Unidos)Acha que deveríamos escolher outra parte da Italia?Vamos no inicio de Maio.Já te agradeço pelas informações.
Abraço

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A vantagem do carro é a autonomia total. Nesta época do ano vocês não sofrerão com trânsito e terão menos problema para estacionar. Nunca me desloquei por lá de ônibus de linha, mas vi a sugestão numa matéria do New York Times (menos stress, mais panorama na janelinha) e achei interessante. Mas é bom contar com uma certa espera nas paradas.

Só alugue carro depois de fazer Roma, claro. E para a Costiera, quando mais tarde em maio, melhor.

André Lot
André LotPermalink

Olha, é bem comum pessoas nos 60 e 70 viajando de carro lá pela Itália. Façam um roteiro no ritmo de vcs, e aproveitem.

Se já dirigiram nos EUA, nào vão encontrar muitas dificuldades não. Algumas ruas e estradas são bastante estreitas, mas indo devagar, não há problemas.

Só não fique procurando muito por estacionamento, ache logo uma placa azul com um P bem grande, e deixe o carro em uma garagem ao invés de ficar esquentando-se em achar vaga nas ruas.

Dani S.
Dani S.Permalink

Sônia,
Dirigir na Europa é mole pra quem dirige no Brasil, então vocês não terão problema nenhum.
Agora, pra Costa Amalfitana propriamente dita, eu preferi muuuuuuito mais fazer os percursos de ônibus. Seguindo a dica do Ricardo, a gente chegou de trem e fez todos os deslocamentos entre as cidadezinhas de ônibus - que é super alto (excelente vista), tem ar condicionado, e horários (vários) seguidos à risca. Eu achei excelente, porque as estradas são suuuper estreitas, na beira do penhasco, com o mar lá em baixo - aí, se você ficar preocupado negociando as curvas, perde a vista. E estacionamento é bem difícil nessa região (além de caro).
Eu dormi em Amalfi, e recomendo pela praticidade: fica bem no meio, é uma das únicas planas, e tem uma infra-estrutura boa.
E se vocês quiserem, podem pegar o barco que faz o percurso entre as cidades. Nós aproveitamos para ir a Capri depois da Costa - é lindo ver as cidades que você já conheceu a partir do mar (fomos dormir em Capri e depois seguimos de ferry para Nápoles, onde então alugamos um carro pra seguir viagem).

Sonia
SoniaPermalink

Obrigada a todos pelas dicas,só mais uma perguntinha:quanto mais ou menos se gasta com alimentação? e quantos dias devo reservar para a Costa ,já que vou ter 12 a 15 dias de vigem?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu ficaria uns três dias pela Costeira, mais um ou dois em Capri. Pompéia pode ser feita como pitstop na ida ou na volta.

ricardo
ricardoPermalink

Ola:

Fomos a Roma e a costa amalfitana em agosto ultimo, e aproveitamos as dicas do ricardo.
De Roma para ate la fomos de trem, chegando em salermo. Foi uma viagem otima sem nenhum problema. De salermo pegamos um onibus ate atrani, onde ficamos hospedados; é a menor de todas as cidades da costa e fica ao lado de amalfi. Recomendo irem de onibus para curtir o visual; a estrada é muito estreita e tem pontos onde mal mal passa um onibus. Nao sei se nesta epoca do ano a disponibilidade de onibus é menor, mas em agosto tinha a todo momento, e ainda tem o metro del mare. Nao deixem de ir a ravello!!! vista linda, no alto da montanha.

Natália Ferraz
Natália FerrazPermalink

Oi Ricardo! Adorei seu blog! Muito boas as dicas! Estou querendo ir p/ costa em setembro de lua de mel, a príncípio para ficar 10 dias, vc acha que esse tempo está demais ou de menos? Outra coisa, em média uma viagem dessa sem mto luxo e sem mto perregue, sairia quanto? Obrigada!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O tempo de viagem está ótimo. A Itália é cara. Entre nos sites das cidades que eu menciono e em sites de reservas de hotéis para ver se o que cabe no seu bolso lhe agrada.

Natália Ferraz
Natália FerrazPermalink

Já dei uma olhada, pelas minhas contas acho q a viagem toda dá p/ sair entre R$ 10 e R$ 15mil, vc acha esse número razoável ou devo me preparar p/ mais q isso?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Natália, é muito difícil e muito arriscado fazer contas com o orçamento dos outros. Não pense em reais, pense eu euros. O câmbio muda a todo momento. Dá pra fazer viagem com qualquer orçamento, só é preciso adaptar o jeito de viajar a ele.