As dicas fabulosas da Journeywoman

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

journeywoman

A canadense Evelyn Hannon é da primeira leva de viajantes que desbravaram a Web.

Em 1998 ela abriu o site (na época não havia blogs) Journeywoman.com, como uma espécie de central de inteligência para mulheres que viajam.

Muito antes da internet 2.0 ela já trabalhava com conteúdo participativo. Dez anos depois, seu site continua com a mesma aparência dos primórdios -- mas com um banco de experiências sem igual.

E vejam só. Mesmo se aproximando dos 70 anos, Evelyn aderiu ao Twitter com a alegria e a vitalidade de uma adolescente. É das figuras mais animadas da tuitolândia. E diariamente solta uma "Tip of the day" -- a dica do dia, sempre uma sacada espertíssima.

(Sim, ela poderia ser mãe da Sylvia!)

Aqui vai a a tradução de algumas dessas dicas, de uma seleção que a própria Evelyn fez:

Esconda dinheiro num tubo de pastilhas de vitamina C. Ladrões não se interessam por vitaminas.

Procure mulheres nascidas e criadas nos países que você vai visitar. Elas são grandes guias de como se vestir e se portar.

Voando com crianças? Ponha os pequenos para dormir de pijama. Troque de manhã antes de desembarcar.

Em vez de se produzir, desproduza-se. Você viaja para observar, não para ser observada.

Se tiver receio quanto à qualidade da comida servida no restaurante, peça ovo pochê. Ovo não fica pochê se não estiver bom.

A luz dos banheiros dos aviões é perfeita para aparar sobrancelhas.

Leve uma bolsa d'água. Não ocupa espaço e, com gelo ou água quente, tem muitas utilidades.

Faça o seguinte teste pré-viagem. Arrume a mala. Rode com ela pelo quarteirão e suba dois lances de escada. Aposto que você vai querer tirar roupas dela.

No exterior, compre biscoitos e chás em mercearias. De volta a casa, serão "importados" e darão belos presentes.

Um estranho quer saber mais sobre você do que você quer contar? Diga que é uma policial em férias.

Disfarce-se de moradora. Compre uma sacola de compras ao chegar e carregue nela sua câmera.

Não ponha o aviso ARRUME MEU QUARTO na maçaneta. É um aviso aos ladrões de que o seu quarto está desocupado.

Viajando com crianças? Fotografe os baixinhos antes de entrar em lugares crowdeados. Se eles se perderem você tem como descrever melhor como eles são.

Comissários de bordo viajam freqüentemente para a mesma cidade. São ótimas fontes de dicas de restaurantes e programas.

(E a que está ilustrando o post)

Viajando com amiga? Compartilhar deixa a bagagem mais leve. Você leva o xampu, ela leva o condicionador, etc.

Você pode seguir a Journeywoman no Twitter clicando aqui. O site está aqui. E para se registrar para receber a newsletter mensal da Evelyn, clique aqui.

Tive uma idéia: deixe sua dica específica para mulheres que queiram vir ao Brasil, que depois eu traduzo e mando pra Evelyn, que tal?

20 comentários

Denise Mustafa

Adorei Riq! Que mulher fantástica! Quando crescer quero ser que nem ela! Já tô seguindo no Twitter!

Mariana "de Toledo", a.k.a. @merel

ADOREI! A da vitamina C é demais. Viva o Redoxon!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Pra complementar : carrego TC na bolsa , dentro de saquinho de absorventes higienicos . Cabem bem direitinho ( dobrados)
e não chamam atenção nem na revista manual na alfandega wink

GGR
GGRPermalinkResponder

Estamos de luto

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

Amei..
Dicas + que importantes e simples..
As das crianças serem fotografadas antes é uma idéia "supimpa"..
Tb quero chegar aos 70 anos com essa vitalidade..
=)

Malu
MaluPermalinkResponder

Minha dica para as mulheres que queiram vir ao Brasil é que aprendam um básico de português ou comprem um livrinho tipo: Português para estrangeiros. O sotaque das diversas regiões do Brasil prejudica muito a comunicação em situações como em restaurantes, lojinhas, camareiras, porteiros etc.....

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

A gente tem a nossa Evelyn Hannon, a Sylvia wink

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq, eu li um livro super legal que se chama 100 viagens que toda mulher precisa fazer, da norte-americana Stephanie Elizondo Griest que é mais ou menos nesse estilo. Com dicas de segurança e outras focadas na mulher viajante. Já estou seguindo a Evelyn e mando minhas dicas para ela e demais mulheres viajantes:

1) Procuro levar apenas roupas em cores básicas: marrom, preto, bege, branco e jeans E acessórios modernos, coloridos e poderosos que dão um UP no visu sem ocupar tanto espaço nas malas. Vc pode mudar o visual apenas mudando os acessórios.

2) Roupas para o avião: procure usar roupas esportivas de boa procedência, que são discretas, confortáveis e não amassam, e vc fica com uma aparência mais jovial e menos desarrumada ao desembarcar (faz o estilo "esportiva").

3) Evite necessaries grandes e desnecessárias (viu lady rasta?): corretivo, base, blush, rimel e batom únicos em cores básicas são mais do que suficientes em pequenas viagens.

4) Evite meias do tipo "soquete" para tênis, porque apesar de bonitinhas para usar com shorts/bermuda, as vezes (geralmente sempre) entram dentro dos tênis e incomodam a beça um dia todo de caminhada.

5) Sunglasses são o must para qualquer viajante com um mínimo de estilo. Vc sempre fica elegante com um óculos de sol poderoso, ainda que ultra-básica nas ropitchas.

É isso, depois posto outras que for lembrando.

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

Arrasou Paulitcha!!
No caso das Necessaires sou um desastre tb.. carrego de tudo e acabo usando sempre as mesmas coisas..
Meu maior problema são brincos gigantes e pesadinhos, e braceletes.. sempre pesam + da conta.. mas pelo menos uso tudo!!
=)

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Dica imperdivel mesmo, Riq! Eu ja assino a newsletter dela ha bastante tempo mas - olha que tonta eu! - ainda nao estava seguindo a dita-cuja no twitter!

CarlinhaZ, tambem acho que a Sylvia eh nossa journeywoman versao brazuca mrgreen

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Essa dica da mensagem de não deixar a mensagem de arrumar o quarto na porta eu fiz ao contrário na última viagem. Eu ia jantar com uma amiga em uma cidade a 1h do hotel e sabia que não ia voltar - deixei na porta "please do not disturb". Quando cheguei na manhã seguinte, a de ir embora, estava tudo intocável no meu quarto wink Fui só com uma malinha para a casa da minha amiga.

Ricardo Freire

Haha, eu faço essa também!

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Sempre fiz a da sacolinha de compras. Sinto-me ultrassegura com a carteira e o celular numa sacolinha da Drogaria Onofre pelas ruas de SP!!!

André
AndréPermalinkResponder

Ótimas dicas, especialmente sobre bagagem e segurança.

Vou mandar para a minha mulher agora!!!

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Interessante algumas dicas... So fiquei pensando na última, embora seja para mulheres, mesmo sendo homem eu não me sentiria legal dividindo shampoo e condicionador com amigos. O que dirá das mulheres, que costumam ser ainda mais ciumentas de suas próprias coisas?

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Concordo André, até eu que sou uma viajante (quase) bem básica não dividiria o meu shampoo/condicionador com ninguém! Mas as demais dicas dela são bem bacanas mesmo. Adorei a sacolinha!

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

As dicas são ótimas, mas essa de compartilhar produtos de beleza acho que não cola mesmo. Pelo menos aqui no Brasil, costumamos usar produtos específicos e é difícil achar uma mulher que abra mão do SEU shampoo, do SEU condicionador... Acho que a necessaire é a última barreira a ser superada para uma mala menor e mais leve!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Concordo totalmente! Acho que a solução para a nécessaire continua sendo ter a paciência de arrumar tudo em frasquinhos pequenos. Eu tenho mania que ajuda a diminuir o peso: guardo aqueles sachês de amostras de produtos de beleza para usar nas viagens... wink

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Minha dica: Pro Brasil, não traga sandálias, compre numa loja da Havaianas o modelo mais fashion que gostar. Com ela vocë poderá sair à noite para lugares informais e ela é tão durável quanto os modelos básicos, podendo usar durante todo o dia! (passei dos 140 caracteres! )

Adorei a dica da `policial em férias`.... hehehe.

Cris Wolff
Cris WolffPermalinkResponder

Olá a todos! Primeira participação aqui... puxa! Aproveitando que túnicas e vestidos curtos estão na moda, sugiro levar uma meia-dúzia dessas peças: de dia, dá pra usar com tênis e jeans (ou legging) e à noite, com meia-calça e sapatilha. Pra não pesar na bagagem, normalmente, levo uma sapatilha (de pano ou Crocs, levíssima) e um tênis mais leve (como aquele pra esportes aquáticos da Adidas - parece uma meia com sola): ele ocupa bem menos espaço que os demais e, como seca rápido, dá até pra lavar no banheiro do hotel. Falando nisso, uma dica que recebi (mas não lembro o autor, me perdoem!), é levar um pedaço de sabão de coco numa saboneteira - ótimo pra lavar roupa íntima e meias em viagens mais longas. E pra economizar frascos de produtos de beleza, pode-se levar sabonete líquido de bebê - serve para o rosto e para o corpo e, por alguns dias, pode ser usado como shampoo... ufa! Espero que sejam úteis...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar