Carla2 no hotel Zank, em Salvador

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Já fui a Salvador três vezes depois da inauguração, mas passei tão corrido que não consegui visitar o hotel Zank, o primeiro pequeno hotel de luxo a abrir fora do Pelourinho desde o legendário Enseada das Lajes, que fechou no início da década de 90. Meus olheiros já tinham me garantido que o lugar era esplêndido. Quando a Carla Tolosa, a nossa Carla2, disse que ia visitar o hotel durante a sua viagem à Bahia, eu pedi um relatozinho exclusivo para o blog. Aí vai:

foto: divulgação

O que é que a Bahia tem? Aproveitei minha estada em Salvador para ir conhecer o Zank Boutique Hotel. É lindo!

Lindo, lindo, lindo.

Já falei que achei lindo? Como? Ah, sim, objetividade...

O hotel possui dois prédios: o da frente, o casarão, é uma antiga residência construída entre o fim do séc XIX e início do séc XX. O pé-direito alto, as portas e janelas imponentes nos fazem lembrar o Brasil que não vivemos. Contíguo ao casarão, o prédio novo foi construído com o fim específico de ser hotel. É agradável ver como o moderno e o antigo se deram tão bem, um ressaltando a beleza do outro. Harmonia total.

foto: divulgação

No casarão ficam a recepção e o restaurante no piso inferior, e três apartamentos no piso superior. Os três são lindos. Aquele charme de casa de fazenda do século XIX com decoração moderna, confortável, aconchegante. Cada apartamento do hotel tem um tema. Os três apartamentos do casarão são: o Colonial, com uma réplica de um gradil de Cachoeira, o Barroco, inspirado em Catarina Paraguassu e sua estada na corte francesa, e o Modernista, o maior dos três, com uma cama em homenagem a Joaquim Tenreiro (precursor dos móveis modernistas no Brasil), e o melhor banheiro de todos.

foto: Carla Tolosa

Dos 17 apartamentos do prédio novo (visitei quase todos), meu preferido foi o de decoração tropicalista. Todos os apartamentos do prédio novo têm vista para o mar, mas acho que a mais bonita é a do apartamento reservado às noites de núpcias. Cada apartamento tem personalidade própria. Pudera, não existem 2 peças iguais no hotel (com exceção do frigobar, recheado de delícias).

Tem wi-fi em todos os apartamentos, mas você nem precisa se preocupar em levar seu computador. O hotel oferece um para você, no bar, num cantinho bem aconchegante.

Tudo no Zank é caprichado – o mobiliário, as plantas, a iluminação. Não experimentei o restaurante, mas o cardápio do dia dos namorados estava de dar água na boca - nhammm!!

A localização também é ótima, no Rio Vermelho, pertinho da orla. A partir da praia tem uma boa subida para o hotel, compensadíssima pela vista lá de cima. Se der muita preguiça de descer até a praia, dá para ficar como um marajá na piscina.

zank-piscina

Os especialistas em Carnaval que me corrijam, mas acho que a localização deve ser excelente para quem vai atrás do trio elétrico, mas faz questão de sossego na hora do descanso.

foto: Carla Tolosa

Meu pitaco: a localização pro Carnaval é ótima, sim. Dá pra ir de táxi até a Vitória por dentro, pela Fé-dé-ração, até a Vitória, de onde se pode descer a pé a Ladeira da Barra (para fazer o circuito da praia) ou caminhar ao Campo Grande (para o circuito do centro).

50 comentários

Marcie
MarciePermalinkResponder

Aê, Carla...lindo relatório! E pelo jeito um passeio muito bonito também, não? Que bom que você aproveitou bastante sua viagem.

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Obrigada Marcie!!! O passeio foi ótimo! Fiquei me perguntando porque demorei tanto para voltar para essa cidade tão bacana!

Rafaela
RafaelaPermalinkResponder

OI Ricardo,
sou uma super fã sua e entro aqui no blog todos os dias!
Estou planejando uma viagem para Itália em julho e graças as suas dicas já está quase tudo reservado e organizado. Ficou faltando uma sugestão de hotel nos arredores de Siena (ou outro lugar da Toscana) e uma dica de uma hospedagem em um castelo, próximo a essa região também. Pretendemos ficar três noites de carro visitando Siena, Arezzo, Cortona, Pienza, Montepulciano.... e eu adoraria ficar hospedada em um castelo... mas como não dá para ficar as três noites $$$$$$ optamos por ficar os outros dois dias em um hotel bacaninha. Você teria sugestões?
Obrigada
Rafaela

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Rafaela, eu fiquei numa country house bem legal entre Arezzo e Siena. O site é www.cornacchi.com. Lá vc está a 1h de praticamente tudo. A única atração mais longe é Pisa.

Sandrissima
SandrissimaPermalinkResponder

O Zank fica perto de onde moro (vizinha do J Amado - quando vivo, claro!) e cheguei à conclusão que tu estás bem de pernas, rapaz! Andar para a Ondina no Carnaval, tudo bem, não chega a comprometer a performance carnavalesca. Andar via Federação (Av Cardeal da Silva - subindo), descer a praça Lord Crochane (?), subir a Fazenda Garcia (via Leovigildo Filgueiras, onde gloriosamente nasci, estreando nesta vida) e estás no Campo Grande - morto! Como nos meus "enta" já caminhei muuito para o Bonfim e váaarios carnavais, este caminho é um pouco puxado, pode ser feito de táxi. NO mais o hotel é muito bem localizado, em um local tranquilo, vista ótima, e cuidado ao circular porque aqui no Red River só o mar está para peixe. ABS (não ganhei o livro das 100 Praias, sniff...)

Ricardo Freire

Sandríssima, claro que o trajeto até a Vitória é de carro! Eu só menciono "descer a pé a ladeira da Barra" e "caminhar até o Campo Grande" porque da Vitória o talvez o carro não passe... mas para ficar mais claro, já incluí o "de táxi".

Murilo
MuriloPermalinkResponder

Acho que cada um tem um estilo de ambientação de quarto para viagens e este do Zank é o meu. Parabéns pelo post Carla2, pelos fotos e textos wink

Já que falou sobre hotel - vou pedir licença, Carla e Riq - para perguntar se alguém por aqui já se hospedou no hotel Punta Trouville Suítes, em Montevideu - Uruguai.

Alerto apenas para dizer que há duas opções de hotéis desta mesma rede, o Apart Hotel e o Suítes Hotel - busco insformações sobre o segundo.

---------------------------------------------------------
O detalhamento da minha dúvida está lá no Idas e Vindas da Carla.
http://www.idasevindas.com.br/2008/11/22/entre-um-passeio-e-outro/#comment-5067
---------------------------------------------------------

Valeu wink

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Obrigada, Murilo! smile

Você vai para o Uruguai, é? Aguardo dicas e impressões - tenho uma certa curiosidade, mas nunca fui, e tenho pouquíssimas referências sobre o país vizinho...

José Portela
José PortelaPermalinkResponder

A localização do hotel tem outro ponto forte, é muito perto do restaurante Lambreta Grill (dá pra ir até a pé, pois deve ficar a uns 200m), onde são servidas as espertíssimas lambretas (o molusco primo da ostra, não a motoneta) grelhadas com molhos deliciosos que, na cidade, só conheço por lá mesmo (alguém sabe de outro?). Recomendo o local e ainda mais os sabores poivre, páprica, tomate seco e à moda da casa. Mas todos os outros são igualmente maravilhosos. Uma vez lá, sugiro pedir mais de uma opção mista, que vem com 4 sabores variados.

Ricardo Freire

Adoro o Lambreta Grill, também sempre indico.

(Tem uma filial em Aracaju, na Passarela do Caranguejo)

Alex Levorin
Alex LevorinPermalinkResponder

Estive no Zank há um mês atrás, e o relato está corretíssimo
Faz muito tempo não fico em um hotel onde tudo foi excelente
Parabéns!

Rosa
RosaPermalinkResponder

E o preço? No site do hotel não achei.

Ricardo Freire

R$ 590. Não sei se ligando direto ou via agente de viagem dá para conseguir menor.

É um preço compatível com o tamanho e a proposta do hotel.

Mais ou menos na mesma região, um pequeno hotel charmoso e em conta é o Catarina Paraguaçu, onde é possível conseguir diárias em torno de R$ 200. http://www.hotelcatharinaparaguacu.com.br/index_pt.html

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Riq! Mais ou menos na mesma região e mega-estratégico pra quem é viciado em acarajé, é bom lembrar! O Catharina Paraguaçu é um charme e está a 100m da Dinha do Acarajé e a uns 300m da Cira... nham...

Lilia
LiliaPermalinkResponder

Estivemos no Catarina Paraguaçu, agora em Setembro. Não gostei. Nos colocaram num quarto pequenissimo e com uma enorme escada para chegar até ele. Pedimos para trocar e, apesar do hotel estar vazio, não o fizeram. Além disso muito barulho nas ruas e somente ao ameaçarmos sair do hotel nos deram um quarto maior mas, a escada tivemos que enfrentar novamente.Café da manhã fraco.

Rosa
RosaPermalinkResponder

obrigada, Riq. Pra um fds bem especial, com aereo promocional, vale a pena o investimento...

Eunice
EunicePermalinkResponder

José Portela: no Don Papito, em Piatã, as lambretas tb são ótimas. Mas meu lugar preferido para comer lambretas ( cozidas com azeite doce e cebola ) é no Koisa Nossa - antigo bar dos Internacionais, na Mouraria, atrás do quartel. O Lambreta.com, ao lado do Koisa Nossa tb é ótimo. São lugares simples, tipo boteco.
Riq: o carnaval já está chegando ao Rio Vermelho. Alguns pequenos blocos já desfilam lá, em dias alternativos. Esse ano saí na quinta no "Paro ano sai milhó", lá ( entre a varanda do Jequitibá e o Largo de Santana ).

Bel
BelPermalinkResponder

Assino embaixo para tudo que foi dito sobre o Zank. Na minha última viagem de férias a Salvador tive a oportunidade de conhecer as donas (2 irmãs simpaticísimas, que fizeram tudo ali com esmero e quase que com as próprias mãos) e de fazer um tour guiado por alguns quartos (todos que vi são de um bom gosto invejável), com direito a cervejinha de fim de tarde no jardim que é agradabilíssimo. O preço é mais do que justificado - espero um dia poder ficar hospedada lá... Também dizer que além das guloseimas no frigobar tem produtos Natura no banheiro, sandálias havaianas brancas novinhas em folha esperando no armário e mais alguns miminhos espalhados pelo quarto - observações bem femininas smile

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Estou em êxtase. Speechless. Amei!!

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Nossa, amei também, lindo demais!!!! Um Luxo!

Carla2, grin Salvador é tudo de bom!!! Bjks

Majô
MajôPermalinkResponder

Carla2, muito bacana o post e o hotel Zank é bacanérrimo smile

José Portela
José PortelaPermalinkResponder

Registradas as dicas, Eunice. Obrigado! Há uns 10 dias comi e gostei também das lambretas cozidas do Cabana da Celi. Mas prefiro as grelhadas.

Andre Galhardo

Que lindo esse hotelzinho. Sou do clube do hotel 3 estrelas e albergue mas quero ficar nesse na próxima ida a Salvador. wink

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Faço coro à opinião do Riq de que é um bom local para chegar ao percurso do carnaval, sem ficar ilhado por engarrafamentos, ruas fechadas ou barraquinhas de ambulantes. Pra quem quer ficar apenas no circuito orla, é possível chegar ao Farol depois de uma corrida de taxi até a Av Centenário (até o Shopping Barra) e uma caminhada pela rua Afonso Celso; este é o trajeto que eu escolho sempre pra tentar fugir de engarrafamentos e nunca tive problemas. Pra quem quiser tirar um dia de folga da folia, do Rio Vermelho se tem caminho livre para as praias do lado norte da cidade. As mais badaladas ficam mais distantes, mas bem longe do percurso (mas não deixam de ficar cheias durante o carnaval).
Reitero a sugestão da Eunice do Don Papito. Pra quem gosta de lambreta, recomendo com ênfase!! Lá o forte é a versão tradicional (apenas com azeite), diferente do Lambreta Grill, mas tem opções para quem prefere as versões com molhos (gratinada e molho espanhol, salvo engano). O serviço é simples, mas a qualidade da lambreta vale a visita. Obs aos possíveis desavisados: não aceitam cartão de crédito (apenas débito automático).
Vale ainda lembrar que a noite do Rio Vermelho é bem animada, com muitos bares legais e bons restaurantes. Espero ter ajudado!

Carla2
Carla2PermalinkResponder

UIIII Peraí, gente, deixa o Tommy desencorporar!!!

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Tommy mais do que merecido, aproveite!
Lindo relato, obrigada.
Abç,

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Carla, desencorpora não! grin
Ficaram ótimos, o relato e as fotos.
O hotel parece muito especial. Salvador merece algo assim. Ai, que cidade boa...

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Ai que fofo! Quase que torço pra minha irmã sair de Salvador preu ter que procurar um hotel. Mas ainda não estou torcendo não, que ela acabou de se mudar... pro Rio Vermelho mrgreen
Carla, ficou ótemo!

Danielle Castro

Carla2, parabéns pelo post ! Muito bem feito, lindas fotos e relato perfeito ! Adorei !

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Uia, Carla2 arrasou geral como correspondente! mrgreen
e o hotel 'e mesmo puro charme!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Carlinha, mandou ver, hein? wink Gostei muito das fotos também - aquela do quarto está profissional!

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Queridas (todas!!!) assim o Tommy não sai desse corpo que não lhe pertence... rsrs

Patsy
PatsyPermalinkResponder

lol lol lol lol

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Carla2,
ficou legal mesmo!
Tá por dentro de tudo hein...

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

CARLA2, que beleza de relato! O Zank é mesmo muito lindo. Dou 2 pitacos sobre o Carnaval: 1 - ele é relativamente perto do fim do circuito Barra-Ondina, mas provavelmente só dá pra voltar a pé (é perto do primeiro ponto de taxi possível, os taxistas vão ficar danados de te levar tão perto e voltar pra fila...). Indo a pé, tem uma ladeirinha bem na chegada do hotel pra curar qualquer excesso que tenha sido cometido na folia! 2 - O Zank é pequeno e enche rápido, mesmo com os pacotes de Carnaval com preços bem "alta estação". Quem quiser tem que reservar com moooita antecedëncia!

Carol Wieser
Carol WieserPermalinkResponder

Carla2

Que belezura de hotel. Sou fissurada por estes "hotéis e pousadas de charme", que aliam ótimo serviço a muito bom gosto.

Beijos

flavia soares
flavia soaresPermalinkResponder

Oi pessoal
Vou fazer um bate-volta Porto Alegre/Salvador este fim de semana e queria uma sugestão de restaurante e/ou passeio para o domingo, de preferencia com direito a botar o pé na areia, que volto pro inverno as 4 da tarde...Gracias

Ricardo Freire

Se você volta às 4 da tarde, precisa estar no aeroporto às 3. O aeroporto fica a 30 km do centro da cidade, então você precisa almoçar já para aqueles lados.

Um bom restaurante em Itapuã, perto do aeroporto, é o Mistura http://www.restaurantemistura.com.br/ .

Uma ótima barraca de praia lá perto, para ir antes, é a Barra da Lôro do Flamengo http://www.barracadoloro.com.br/

Estando de carro, um programa pitoresco é ir até Arembepe (uns 30 km adiante do aeroporto), que ainda mantém astral de vila de pescadores, e almoçar no Mar Aberto, um dos restaurantes preferidos da nossa doutora em assuntos soteropolitanos, a Eunice, que já já deve aparecer para dar pitacos smile

http://www.marabertorestaurante.com.br/paginas/historia.htm

Rosa
RosaPermalinkResponder

Ricardo, na mesma faixa de preços, qual a melhor opção de localização, qualidade e conforto em Salvador: Blue Tree Towers, Othon ou Tropical?

Ricardo Freire

Blue Tree, porque está no Rio Vermelho e tem instalações mais confortáveis.

Flavia Marchi
Flavia MarchiPermalinkResponder

Olá Ricardo! Acabei de vê-lo na GNT, prato e bebida com cara de saborosíssimos!

Fiz uma reservano Pestana Bahia para a próxima semana mas não sei se fiz uma boa opção... Vou participar de um congresso no hotel e resolvi me hospedar lá para ficar mais facil mas é também quero aproveitar a city, restaurantes...
O Pestana Bahia é mesmo uma boa opção????

Obrigada!

Ricardo Freire

O Pestana tem vista para o mar em todos os apartamentos. A noite do Rio Vermelho está a três quadras de distância. É um bom hotel.

Nicole
NicolePermalinkResponder

Estou indo para Salvador na próxima sexta, comemorar meu aniversário com meu marido. Gostaria de saber se o novo Pestana, o Pestana Lodge é melhor do que o Zank ou vcs recomendariam o Zank mesmo... Estou em dúvida de onde ficar?! Obrigada

Ricardo Freire

Nicole, fiquei sabendo do Pestana Lodge agora na feira da Abav. Não visitei.

Minha intuição (atenção: posso estar errado!!!) é que o Pestana Lodge é mais confortável, mas o Zank é mais charmoso.

Diferenças objetivas: o Lodge está debruçado no mar; o Zank tem vista para o mar mas está mais recuado.

Viviane Moura
Viviane MouraPermalinkResponder

Oi Ricardo e demais trips!
O Blue tree não funciona mais ali no RIo Vermelho, o nome do hotel agora é Golden Tulip e creio que não faz parte da rede Blue Tree. O nome mudou recentemente e não sei dizer como está o serviço.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Super obrigada, Riq. Mais uma questão resolvida para minha viagem em dezembro próximo.

João Vergara
João VergaraPermalinkResponder

Por ocasião da exposição de Carlos Vergara, nos hospedamos no Zank por duas vezes e a experiência foi fantástica. Acomodações charmosas, atendimento excepcional, super romantico... Parabéns para as meninas Zank!
abs
joão

Cecília Zanchet

Oi João!

Muito obrigada pelos seus comentários! Ficamos contentes que tenham gostado do ZANK, foi um prazer recebê-los e ter a linda exposição de Carlos Vergara na Galeria Paulo Darzé em Salvador. Esperamos recebê-los em breve em nosso hotel.

Abraços,

Cecília, Raquel e Eliane Zanchet

Ana Flavia Pinheiro Garcia

Olá viajantes,

primeiramente, devo dar aos parabéns ao relato da Carla. O Zank é um hotel extraordinário de lindo e você fez um relato fiel a respeito de todas as instalações. Infelizmente não tive oportunidade de ficar hospedado nesse lindo hotel pelo simples fato de ter um apartamento em Salvador, mas já tive o prazer de visitá-lo.
Inclusive no meu blog há uma promoção interessantíssima para o dia dos namorados ( http://bviaggio.blogspot.com/2010/05/zank-boutique-hotel-dia-dos-namorados.html ). Vale a pena conferir!!
No entanto devo apenas ponderar um detalhe. Ondina no carnaval e o Zank = relativamente perto, principalmente se você ficar em um dos camarotes do final do percurso (Inicio: altura do Farol da Barra, Final: Ondina Apart). Em relação ao Campo Grande, como disse o nosso amigo Riq, use o táxi. A pé dá uma distância em tanto e haja pernas.

Rosa, em relação as diárias entre no site http://www.splendia.com. Lá há esse hotel é uma tarifa que creio eu interessante.
Em relação ao hotéis Golden Tulip (ex Blue Tree), Tropical e Othon, fique com a primeira opção. Gosto do Othon mas acho um pouco antigo. O Tropical não tem a vista como as duas primeiras opções.
Flávia Soares, outra dica para restaurante é o Paraíso Tropical no bairro do Cabula e pra comer um pastel de camarão divino vá ao Pit Stop que fica perto do hotel Deville.
Nicole, não conheço o Pestana Lodge mas concordo com o Riq. Fique no Zank e tenho certeza que não irá se arrepender.

Quando tiverem um tempinho visitem meu blog
http://www.bviaggio.blogspot.com

Beijos a todos

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar