Patagônia pra Marília

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

[caption id="attachment_4206" align="aligncenter" width="450" caption="Glaciar na Patagônia (foto: Interpatagonia.com)"]Glaciar na Patagônia (foto: Interpatagonia.com)[/caption]

Sem medo de gripe nenhuma (viva!), a Marília Marconi está planejando uma viagem à Patagônia em setembro.

Tem doze dias para a empreitada e quer saber se é possível -- e sobretudo se vale a pena -- combinar os lados argentino e chileno.

Para dar subsídios às discussões, o que eu posso fazer é lembrar do ótimo blog do Tony Galvez, De Viaje a la Patagonia, que relata duas expedições que ele fez ao lado argentino.

A Luisa do Arquivo de Viagens também foi à Patagônia argentina e fez uma série extensa de posts; e dois trips publicaram relatos bacanas em blogs da comunidade: a CarlaZ no Filigrana e o Ernesto Pato Econômico n'A Turista Acidental.

Não posso deixar de citar também um site muito completo que abrange os dois lados, o Interpatagonia. A seção Austral traz todas as cidades mais procuradas, com indicações de como chegar e como se locomover entre elas.

Finalmente, como curiosidade, pesquei um roteiro de carro pelos dois lados sugerido por uma locadora, que por trazer a quilometragem pode ser interessante nesta fase de planejamento.

Mas o que a Marília deve estar procurando (e eu também!) é alguém que tenha ido aos dois lados e dê seu testemunho sobre as diferenças -- e também sobre como tiraria melhor proveito desses 12 dias na região.

Agradecidos!

109 comentários

Ernesto, o pato

Riq

Eu publiquei uma viagem para a Patagonia, cheia de dicas, no blog da Emilia. Pode linkar! Foi bem para o Sul, em Ushuaia.

Vale e muito, combinar os lados argentino, e chilenos.

Mas, primeiro e bom ela escolher se quer Bariloche e Lagos OU Torres del Paine e Glaciar OU Ushuaia. CAda um deles para ser bem visto, precisa de no minimo 5 dias, sem contar o dia da chegada e da saida.

Ricardo Freire

Eu sabia que tinha mais material do que estava no arquivo!

Assim que chegar em casa edito a tua viagem e a da CarlaZ (tô na redação do jornal, entrei só para dar uma espiadinha).

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Riq,

tem um post meu no blog da Majô também...aqui do trabalho não consigo entrar no wordpress pra linkar, de casa eu faço...
Esse site Interpatagônia é muito bom...e também tem muita informação no Mochileiros.com , eu sempre pesquiso lá. E sem falar o Tony que alem de tudo é super prestativo!

Eu só fui no lado argentino, passei 8 dias (5 em Ushuaia, 2 em El Calafate e 1 em El Chalten).

Com 12 dias dá pra fazer muita coisa e dá pra ir nos dois lados sim! Indo de El Calafate até Torres del Paine...ou então fazendo aquele cruzeiro que a Mari fez, ela postou várias coisas no Saia Pelo Mundo.

Marília, você tem meu e-mail né, qualquer coisa é só perguntar!

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Assino debaixo do que o Ernesto falou - os lugares são muito longe entre si pra brincar de conhecer a jato.
Vamos lá: eu já fiz Ushuaia (avião) El Calafate (ônibus) Torres del Paine e AMEI. E também fiz Puerto Varas + Lagos + Bariloche e achei lindo também. As duas viagens valem super a pena. Essa última está bem descrita no blog da Carla, o Idas & Vindas.
Calafate, onde está o Glaciar Perito Moreno (esse da foto aí de cima) é de cair o queixo - taí a Sylvia que não me deixa mentir. A Unesco concorda, e tombou o glaciar como patrimônio da Humanidade. E não existe, no mundo, um glaciar tão facinho de admirar: basta sair de El Calafate, dirigir uns 80 kms numa estrada de rípio (já no Parque Nacional) e assistir de arquibancada o glaciar, onde ele despeja no lago - a distância que você fica dele é de embasbacar. Só isso já é um programão, mas se quiser pode pegar um barco pra passar mais pertinho, ou marcar um trekking pra passear por cima do bichão, de grampones (aqueles espetinhos) no sapato.
Ushuaia tem os parques nacionais, com paisagens lindas, e o Canal de Beagle, com pingüins e lobos marinhos.
Bariloche é maravilhosa, especialmente pra não esquiar - tem paisagens de cair o queixo, de botar a Noruega no chinelo, e com um custo-benefício de tirar o chapéu.
Já o Chile, ah, o Chile... O Chile é lindo de morrer, com comida deliciosa, um sotaque encantador, e Pisco Sour pra fechar a conta.
Torres del Paine é de babar, também - só recomendo ficar NO parque, e não em Puerto Natales, uma das cidades mais feinhas que eu já vi, e ainda por cima loooonge das atrações.
E Puerto Varas e redondezas é linda, com lago, vulcões (e chuva, muita chuva - mas eu faço chover no deserto, notoriamente). A travessia dos lagos andinos é legal (sem chuva, imagino).
Resumindo: talvez a solução esteja no deixar o econômico decidir. Qual aéreo está mais fácil/barato pra época que você quer? Basta paisagens de cair o queixo, ou tem que entrar neve, ou fauna (ponto pra Ushuaia)?
Sei não, mas acho que tenho que voltar em todos esses lugares pra decidir qual eu prefiro...
PS: o meu queixo anda deveras caído, devo confessar mrgreen

Moisés
MoisésPermalinkResponder

O sucesso vai depender muito do tipo de viagem. Em setembro ainda estará muito frio para fazer trekking, por exemplo. Com 12 dias ela pode usar El Calafate como base e conhecer também El Chalten e Puerto Natales, talvez até ir à Punta Arenas para visitar a pinguinera.

Sônia
SôniaPermalinkResponder

Caro Ricardo
Meu nome é Sônia (sou mãe da Natalie, que vive comentando por aqui). Estou com uma viagem marcada para Goiás. Visitarei uma amiga minha em Goiania e gostaria muito de conhecer a cidade de Goiás (sonho conhecer a famosa casa da ponte de Cora Coralina) e talvez ir até Brasília. Mas estou com dificuldades de conseguir indicações de hospedagem. Será que você poderia me auxiliar? Agradeço imensamente. Saudações.
Sônia

Ricardo Freire

Nunca estive em Goiás Velho, Sônia.

Consultando o Guia 4 Rodas, vejo que os hotéis mais confortáveis ficam fora da cidade, num esquema mais "eco" ou "fazenda".

A pousada mais central parece ser a Casa da Ponte http://www.cidadedegoias.tur.br/casadaponte.html

A mais agradável parece ser a Dona Sinhá, que fica no alto de uma colina. http://www.pousadadonasinha.com.br/index.htm

O site da cidade é o http://www.cidadedegoias.tur.br/ .

Como fica a apenas 140 km de Goiânia, se você só estiver interessada no centro histórico, pode ir e voltar no mesmo dia (são duas horas e meia de viagem).

Quem faz o trajeto é a Viação Moreira, mas não achei nem site nem telefone na rede. Este site, porém, diz que há ônibus desde as 6h da manhã.
http://www.mundomulher.com.br/?pg=17&sec=32&sub=41&idtexto=5403&keys=Cidade+de+Goias

Mirella
MirellaPermalinkResponder

A Luisa escreveu vários posts sobre a viagem dela a Patagonia (Argentina): http://arquivodeviagens.wordpress.com/category/argentina/
Abs

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

É verdade...Tinha esquecido da Luisa...

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Oba finalmente apareceu por aqui um lugar que posso contribuir. smile Olha vale a pena conhecer os dois lados, no entanto creio que 12 dias é muito corrido, mas podemos fazer algo assim:

Santiago (Chegada) -> Onibus noturno para Pucon, pela Turbus.
Pucon 2 dias - Vulção de dia e termas fim do dia, no outro dia passeio pela vila e arredores, final da tarde Puerto Mont ou Varas.
Puerto Varas/Puerto Montt 1 dia - Só para fazer o Cruce de Lagos para Bariloche, estão com promoção para brasileiros. Se der suba no Vulção Osorno, que fica em Puerto Varas, é lindo.
Bariloche 2 Dias - Cruce de Lagos e City Tour
El Calafate 2 Dias - Glaciar Perito Moreno obrigatório, El Chaten ou Torres del Paine bate e volta.
Ushuaia 3 Dias - Canal de Beagle, Glaciar Martial, City Tour, Moto de Neve e Trenó de Cães.
Buenos Aires (Final)

Ricardo Freire

Ótimo roteiro, Hugo!

Engraçado que, mesmo sabendo que Bariloche é tecnicamente Patagônia, eu não consigo pensar nos lagos como parte da região. Pra mim Patagônia é só lá embaixo...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Comigo acontece o mesmo... Já fui aos Lagos Andinos e Bariloche e continuo dizendo que nunca fui à Patagônia... wink

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Riq, realmente, para mim Patagonia é Ushuaia, El Calafate e Torres del Paine. Bariloche é para quem tá afim de badalação, o que eu acho que não combina muito com a Patagonia.

Evandro Colares

"... Engraçado que, mesmo sabendo que Bariloche é tecnicamente Patagônia, eu não consigo pensar nos lagos como parte da região. Pra mim Patagônia é só lá embaixo ..."
Olá, Ricardo! Você está correto, tecnicamente a região geográfica conhecida como Patagônia argentina inicia ao sul do rio Colorado, portanto, inclui Bariloche. Basicamente a Patagônia argentina é formada por dois biomas, que são as estepes e os bosques andino-patagônicos. As regiões de Ushuaia e Bariloche, por exemplo, pertencem ao mesmo bioma, formado pelas florestas que recobrem as encostas da Cordilheira dos Andes. Ao centro da Argentina e na costa atlântica encontramos a estepe, com baixos índices pluviométricos, vegetação arbustiva e aspecto desértico. No meu blog escrevo sobre viagens de carro na Patagônia argentina e chilena e tenho várias dicas sobre o assunto. Saudações e parabéns pela qualidade das informações do site!!!

Zé
PermalinkResponder

Evandro, gostei da explicação, me lembrou as aulas de cursinho preparatório para vestibular. Bacana, valeu pela aula de Geografia! grin

GGR
GGRPermalinkResponder

o preço esta otimo

GGR
GGRPermalinkResponder

paisagem linda realmente

Eliezer
EliezerPermalinkResponder

Sonia
Caso venha à Brasilia , os Hotéis oferecem tarifas bastante reduzidas nos fim de semana .Em Brasilia como tudo é por area os principais Hoteis ficam no setor Hoteleiro Norte ou Sul ,Sigla SHN ou SHS ( Centro da cidade e perto de tudo). Sugiro fazer uma pesquisa na internet para encontar preço adequado ao seu interesse.Ok eli

Marília Marconi

Ai, meu padin Padi Ciço, minha perguntinha virou post? Num güento, não, vou ficar metida demais!!! Casamento de Tommy e Sissi!!!!! smile
Desde já: Riq, 'brigadão pelo espaço, pessoal, mega-valeu pelas dicas (as dadas e as vindouras).
Prometo que vou pesquisar direitinho e com calma todos os links. Só peço um favorzinho: não reparem nem achem qeu eu fiquei realmente metida se não responder logo: vou estar off-line nesse fim de semana, numa viagem bate-voltíssima a Barra de São João/Macaé/São Gonçalo (família espalhada pelo Estado todo dá nisso!!!)
Só para esclarecer, eu já fiz os lagos andinos (em 2007), então a idéia era mesmo ficar ali pelo finzinho do mundo.
CarlaZ, eu tenho seu e-mail, sim! Prepare-se para ser bombardeada!! wink
Então, dá licença só um minutinho que eu vou ali pegar um alfinete para estourar o balão em que se transformou meu ego? smile

Camila
CamilaPermalinkResponder

Adorei o post! Vou anotar todas as dicas que aparecerem por aqui! Mas posso aumentar as perguntinhas? eekops:

A Patagônia tá no topo da minha listinha, mas meu sonho é fazer essa viagem de carro. Já fui até Buenos Aires de carro e conheci um argentino que foi de lá até Ushuaia, então sei que ate lá é possível. Mas tenho um pouco de medo do lado chileno... Alguém sabe se não é muito roubada? Sei que seria necessário bem mais tempo que uma viagem de avião, mas nada que uns 40 dias não resolvam, né? wink

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Camila, não tem erro o lado chileno é tão seguro ou mais que o argentino. A Panamerica, que corta o chile de norte a sul, é muito segura, duplicada e claro pedagiada. Para ler relatos sobre viagens como está de carro no site mochileiros.com na seção relatos de viagem.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Hugo, eu já li alguns relatos lá, mas às vezes as informações são meio desencontradas... Algumas pessoas falam que a estrada não é toda asfaltada, que com carro normal não seria possível... Mas vou dar uma passadinha no mochileiros.com pra ver se tem alguma novidade!

Li seu roteiro ali em cima e fiquei com uma dúvida: quais trajetos você fez de avião?

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Camila, o roteiro que postei foi baseado nos 12 dias da amiga. Quando fui fiz com calma primeiro só Chile, e depois só Argentina, com exceto pelo Torres del Paine. E já fui várias vezes para a região. Mas recomendo que no Chile os trajetos entre Santiago e Pucon ou Puerto Varas sejam feitas a noite de onibus, a viagem é bem tranquila. Já na Argentina, as distancias são muito grandes entre Buenos Aires e a Patagonia propriamente dita, o melhor forma mesmo é o avião.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Dando pitaco na sugestão do Hugo: de El Calafate a Puerto Natales são SEIS HORAS, de ônibus. Não dá pra ir e voltar, não. O ideal é dormir pelo menos um dia (eu fiquei dois - só arrependo de ter sido em Puerto Natales, ergh). Uma amiga foi depois e ficou em um Refugio dentro do parque (que são bem simples, à exceção de um Explora maravilhoso - não têm nem televisão no quarto, mas por aquela vista do Lago Grey, e ficava lá uma quinzena...)

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Dani S., eu fiz bate e volta de El Calafate a Torres del Paine. É bem cansativo, mas para quem tem pouco tempo e não tem previsão de voltar tão cedo para a região é uma opção. O tour sai por volta das 4 da manha de El Calafate, chega em Torres por volta da 10. O micro onibus passa por vários pontos turísticos do parque e é feito um mini trekking. E o retorno é por volta da 6 da noite chegando em El Calafate as 23:00. Você chega cansado, mas para mim valeu a pena. smile Esse bate e volta saiu em torno de US$ 100. Detalhe setembro é a melhor época, tem neve, sol e nada de vento.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Concordo...não quis me aventurar a passar um dia lá por conta disso...mas quem foi acha que valeu a pena...é provavelmente porque eles sabem que tem disposição de aguentar seis horas pra ir e seis pra voltar!

leo
leoPermalinkResponder

Olá gente, tenho uma dúvida. quero fazer buenos aires-ushuaia e depois passar para o chile subindo até santiago. qual o melhor caminho, digo mais curto, menos desgastante. é certo que irei para ushuaia, as outras cidades ainda não decidi. Tenho 17 dias no total, ficarei 3 dias em buenos aires na chegada e 2 dias na volta, em ushuaia 4 dias, santiago entre 4 e 5 dias , a dúvida recai nesses 3 ou 4 dias que sobraram !! já pesquisei muita coisa e continuo perdido nesse trajeto !!

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Leo, de Ushuaia eu iria para El Calafate, conferia o Perito Moreno e partiria para Puerto Natales para conhecer o Parque Torres del Paine e daí seguiria para Santiago.

Ricardo Freire

Leo, 3 ou 4 dias para fazer uns 4 destinos distantes entre si não vai dar...

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

3 ou 4 dias dá pra ir pra El Calafate e El Chalten...tem que ver é a logística disso tudo...

GGR
GGRPermalinkResponder

Linda imagem

Anamaria
AnamariaPermalinkResponder

Olá, vou pra BAires daqui a pouco e se a gripe não me pegar pretendia ver a neve, mas tenho só 10 dias (incluindo chegada e saída). Minha dúvida é se vale ir até Bariloche. Pensei em ficar lá uns 3 dias.

Ricardo Freire

Se você for de avião, três dias dá para ver a cidade, sim.

Não volte de Bariloche no mesmo dia do seu vôo de Buenos Aires para o Brasil, porque saem de aeroportos diferentes. Além disso, um eventual fechamento do aeroporto em Bariloche pode fazer você perder seu vôo internacional (e se as passagens não estiverem vinculadas você pode pagar multas ou mesmo perder a passagem).

O ideal teria sido emitir a volta desde Bariloche nos vôos diretos da TAM.

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Riq, acabei de decidir.
Dia 18 de Julho, como uma feijoadinha no Sinhá, e vou comemorar o aniversário da patroa em Monte Verde.
Parece que nunca ví falar de Monte Verde por aqui.
Qual será o hotel que o Ernesto ficaria lá, não? rs

Carla
CarlaPermalinkResponder

Anamaria, se você não for esquiar, não precisa nem de 3 dias inteiros, viu? Bariloche é bem pequena, você dá conta de visitá-la tranqüilamente chegando no primeiro dia por volta da hora do almoço, passando um dia inteiro e indo embora no seguinte à tarde. Agora, se você tiver a intenção de esquiar, acho que 3 dias não dão nem pro começo... wink

Anamaria
AnamariaPermalinkResponder

Valeu pela dica, Carla. Não pretendo esquiar, apenas conhecer o centro de esqui, ver a neve e, se o céu estiver azul, fotografar.

Anamaria
AnamariaPermalinkResponder

A passagem Floripa-BA comprei na gol há um mês atrás por uns 500 pilas, ida e volta, mais as taxas. Obrigada pela dica.

Ricardo Freire

Ops! Blogueiro sãopaulocêntrico pede desculpas!

Boa neve pra ti!

Carla
CarlaPermalinkResponder

"Sãopaulocêntrico" foi a melhor palavra que li hoje!!! lol

Carla
CarlaPermalinkResponder

Riq, te mandei um email agora (pro xongas) com uma novidade... wink

GGR
GGRPermalinkResponder

Ótimo roteiro

Ernesto o pato

Quem quiser dicas sobre roteiros de carro para aquela regiao deve ler o forum4x4.com.br, na sessao passeios on the road.

Eu acho que ir de carro ate Ushuiaia, e uma gelada, sao 3000 km. de estrada monotona. O carro vale a pena, mas para alugar em Ushuaia, e para fazer a rota dos sete lagos em Barilhoche Em Puerto Mont e melhor pegar um onibus, ou um tour, ou ainda ir pelos lagos, de Barilhoce ate Puerto Mont. As cidades sáo todas tranquilas e bem seguras. Os precos em Ushuaia sao uns 50 % mais caros do que em Buenos.

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Fiz uma viagem parecida em Novembro passado, porém usei 15 dias, não somente 12.
Saindo de Buenos Aires, você chega em Ushuaia e já dá uma volta pelo centrinho. Vá até o Museu do Presídio, que é muito interessante.
No outro dia, vc pode fazer o passeio pelo Canal de Beagle. Há vários passeios: a maioria vai ate o Farol Los Eclaireurs (ou algo assim). Eu preferi um que ia um pouco mais longe e não era muito mais caro, até a Isla los Lobos. Valeu muito a pena.
No próximo dia, Parque Nacional Tierra del Fuego. Se estiver afim de fazer trekking, faça a Trilha Costera. Só vá preparada: quando fui, as vistas eram lindas, porém estava nevando um tanto, chovendo outro, e a trilha estava muito enlameada, algo que atrapalhou bastante. Além desta trilha, dizem que alguams na Laguna Ensenada também são ótimas.
Outros passeios legais são o Glaciar Martial, onde dizem que as vistas são lindas (não tive como fazer este, pois nevou muito na época - sim, neve pesada em Novembro.. vai entender). Também s einteressar, tem o Cerro Castor, com a parte de esqui.

O que fiz em seguida foi pegar um ônibus até Punta Arenas. Este ônibus leva o dia inteiro, e vc ainda pode ficar presa no Estrei de Magalhães (ficamos 2 horas por ali), então como está sem tempo, sugiro pegar um avião até Ushuaia. De qualquer jeito, deixa eu contar minha experiência...
Punta Arenas (Chile) é uma cidade que só vale a pena para fazer compras. Tem uma parte que é zona franca que é realmente barata... Além disto, tem a uma colõnia de pinguins bastante grande, que pode valer a pena (eu fui em Punta Tombo 1 ano antes, então não dá nem para comparar - Punta Tombo é a maior que existe). Só tem que ficar ligada na época... acho que em Setembro ainda não é época. De qualquer jeito, por mais que eu tenha gostado de Arenas, não é cidade para quem tem pouco tempo.
De Arenas até Puerto Natales, 6 horas. Puerto Natales é cidade tranquila, mas serve como base para o Torres del Paine mesmo. O parque em si eu só fiz uma excursão de 1 dia, que já valeu bastante a pena. O problema foi a chuvarada que pegamos - até o pessoal que estava acampando estava desistindo. Ficando em Natales, você pode pegar esta excursão de 1 dia, passar pelos pontos principais e pedir para te deixarem em alguma das pousadas (que são caríssimas) ou refugios (que não são tão caros, mas nem cobertor tem), ou se for mais aventureira, vá caminhar (algo que eu mesmo não fiz). Há trilhas de 1 até 10 dias. Há também o passeio que já foi citado, vendido por todas as agências de El Calafate, que você sai de madrugada, vai até o Torres del Paine e chega bem a noite em Calafate de volta. Se ver que não terá tempo de fazer tudo, vá. Mas prepare-se para se cansar bastante....

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Opa... o avião seria de Ushuaia até El Calafate, pulando a parte de onibus pelo estreito de Magalhães. É um experiencia inesquecível, mas demora demais....

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Continuando...

De Puerto Natales, mais 6 horas até El Calafate. Em calafate, passeio imperdível além do Perito Moreno é o do "Todos los glaciares". Navegação que toma o dia inteiro e vai a 3 grandes glaciares, todos muito diferente uns dos outros, e todos lindíssios. Ano passado houve um desmoronamento monstruoso em um deles então este passeio não estava conseguindo fazer a navegação perto do último glaciar, indo novamente fazer navegação no Perito Moreno.
Outro passeio que pode interessar é trekking ou mini-trekking no Perito Moreno. Este não fiz, mas imagino que caminhar naquela geleira deve ser uma experiência inesquecível. Mesmo com toda a chuva que pegamos na região do Perito Moreno (e olha que nem choveu na cidade ou no Todos los Glaciares. Mas era só chegar no Perito que já começava a chover) foi maravilhoso.

Dali, fechei um pacote de ida-e-volta + 2 noites de Albergue para El Chalten. Pegamos logo o ônibus das 8:00 que chegou em Chalten às 12 e saímos para o trekking até o 2 Torres. Pela primeira vez na viagem, dia inteiro sem chuva e vistas maravilhosas tanto do Torres quanto do Fitz Roy, sem dúvida ambos impressionantes. Como a forma não é nosso forte, o trekking que é feito em 6 horas, levamos mais de 7. Portanto, o conselho principal: faça no seu ritmo. Não se afobe e aproveite o lugar.
No outro dia, pensei em fazer o da laguna de los tres, porém estava interditada, então fomos somente até a metade, que leva até a Laguna Capri. Maravilhoso. Ficamos mais de 1 hora ali só olhando para o tempo... Das melhores lembranças que tenho até hoje. Como há 2 caminhos até esta laguna, fomos por um e voltamos pelo que passa em um mirante, que realment etem paisagens maravilhosas.
Ao final dos 2 dias estávamos quebrados, mas recompensados.
Fora que voltar para a cidade e ainda ver o Fitz Roy dali é algo lindo demais (e bastante difícil de acontecer, pois segundo todos, o Roy está quase sempre encoberto. Conheci um belga em Pucon que ficou 1 semana em Chalten e não conseguiu ver o Fitz Roy, então vai da sorte... Nós pegamos chuva o tempo inteiro, mas tempo limpíssimo por ali)
Se você ficar somente 1 dia, sugiro fazer o da Laguna Capri. Ainda que pelo menos 1 noite deve ficar por ali.

Qualquer coisa, acesse http://olemxela.multiply.com que eu não tenho texto, mas tem muuuuita foto de todos estes lugares e mais alguns (por exemplo, Puerto Madryn é um lugar magnífico par aver animais, e infelizmente muito esquecido por todos...)

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Para terminar:

Ao final dos 2 dias estávamos quebrados, mas recompensados.
Fora que voltar para a cidade e ainda ver o Fitz Roy dali é algo lindo demais (e bastante difícil de acontecer, pois segundo todos, o Roy está quase sempre encoberto. Conheci um belga em Pucon que ficou 1 semana em Chalten e não conseguiu ver o Fitz Roy, então vai da sorte... Nós pegamos chuva o tempo inteiro, mas tempo limpíssimo por ali)
Se você ficar somente 1 dia, sugiro fazer o da Laguna Capri. Ainda que pelo menos 1 noite deve ficar por ali.

Qualquer coisa, acesse http://olemxela.multiply.com que eu não tenho texto, mas tem muuuuita foto de todos estes lugares e mais alguns (por exemplo, Puerto Madryn é um lugar magnífico par aver animais, e infelizmente muito esquecido por todos...)

Só se prepare, pois como o Ernesto falou o custo ali é maior que no restante do pais. Para comer na Argentina nesta região é caro em todo lugar, e hospedagem também é mais caro.
Ao contrário do que ocorre nos Lagos e no Atacama, nesta região, a Argentina estava mais cara que o Chile..

De qualquer maneira, coma um cordeiro patagonico (Assado ou ensopado), um belo chocolate quente e experimente o sorvete de calafate, que é muito bom. No Chile, vale o de sempre: Côngrio e Salmão, além do peixe-rei...

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Anamaria, eu já acho que Bariloche precisa de pelo menos 5 dias... eu fiquei isto (sem esquiar) e ainda achei pouco.
No dia que você chegar já dá para conhecer o Cerro Otto.
Pegue um dia para o Circuito Chico pela manhã, e o Catedral pela tarde (independente de esquiar ou não)

Outro dia, vale fazer o passeio do Cerro Tronador. Mais 1 dia é o do 7 lagos, que te leva até San Martin de los Andes.
Outro ainda você pode usar para navegação no Nahuel Huapi (eu fiz a dos Arrayanes).
Além destes, ainda tem vários outros da região e também navegação.
Ok, mesmo as agencias de viagens tem pacotes de 7 dias entre Buenos Aires e Bariloche - eu que sou exagerado mesmo. Mas.... tente ficar o máximo em Bariloche, que acho que vale a pena.

bisker
biskerPermalinkResponder

claro que dá para conciliar! é tuudo de bom! claro que terá de ter um tempo mínimo de 10 a 15 para curtir com cama... fiz um esquema de viagem tudo montando... pegavam a gente no aeroporto, deixavam no hotel, pegavam para os passeios, levavam p outras cidades e tal... valeu a pena.. ver as geleria, pinguins, boa comida, boa bebida.. recomendo mesmo!!!

Sandrissima
SandrissimaPermalinkResponder

Ave, a Patagônia linda! O roteiro do Hugo me fez suspirar de saudades e, como o Alex disse, Bariloche merece um tempinho para as redondezas (para mim que não curto esquis e se não for tempo de neve) vindo do Cruce de los Lagos. O adendo é que o Chile é sempre mais organizado, mais certinho. Gostei mais da ordem do Chile, mas adoro a Argentina, com toda a picardia e mesmo com a mala indo parar em outro hotel... Adorei a região, vale a pena.

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Para quem tiver curiosidade de ver como é Ushuaia, acesse o site abaixo e veja fotos dia a dia desde 2004. Isso mesmo tem um cara que tira umas 30 fotos todo santo dia e publica neste endereço. Detalhe, faz uma semana que Ushuaia está debaixo de neve. smile

http://www.tierradelfuego.org.ar/v4/_esp/index.php?seccion=12

ester
esterPermalinkResponder

riq, eu fui para patagonia no carnaval do ano passado, e pena que ainda não tinha esse post...fiquei louca tentando encontrar dicas...depois de ir e vir...sugiro que a pessoa faça uma super pesquisa, pois as distâncias são muito longas, os custos do chile são bem mais altos que na argentina. Os pontos altos: Perito Moreno em El Calafate (Argentina) e Torres del Paine, perto de Puerto Natales no Chile.

dica de hotel em Puerto Natales - Indigo - http://www.indigopatagonia.com/en/ - vale super a pena...além do pisco sour, do cordeiro patagônico e das maravilhosas centollas al pil-pil

beijos

Marília Marconi

Pessoal,
Muitíssimo obrigada pelas dicas! Todas devidamente anotadas e salvas, agora serão devidamente "digeridas", quero dizer, lidas, apontadas, transformadas em listas e tabelas comparativas - coisa de capricorniana com lua em virgem, fazer o quê?! smile

A medida em que for definindo o roteiro vou colocando por aqui, aproveitando para ir abusando da boa vontade de vocês para tirar as dúvidas que certamente surgirão pelo caminho.

Abraços e beijos penhoradamente agradecidos!!!!

P.S.: Riq, acho que a indicação para o "Interpatagônia" tá levando ao "De Viaje a Patagônia"...

Ricardo Freire

Obrigado! Corrigi!

Kika Lima
Kika LimaPermalinkResponder

Caros, se vocês tivessem um sonhado e quitado pacote de uma semana para Ushuaia a partir do dia 25 de julho, vocês iriam mesmo com essa ameaça toda de gripe suína por lá?
bjs

Ricardo Freire

Eu particularmente iria, Kika, porque eu não tenho medo nenhum de gripe. E posso levar na esportiva uma eventual quarentena ao voltar.

Mas se você foi contaminada pela paranóia, não vá, porque sua viagem pode ser estragada.

Discutimos esse assunto em diversos posts aqui no blog.

https://www.viajenaviagem.com/2009/06/voce-passou-corpus-christi-na-argentina-ou-no-chile-conte-se-a-gripe-suina-pegou-voce-ou-nao/

https://www.viajenaviagem.com/2009/06/argentina-e-chile-na-duvida-nao-viaje/

https://www.viajenaviagem.com/2009/07/gripe-suina-ministerio-da-saude-responde-duvidas-no-twitter/

Kika Lima
Kika LimaPermalinkResponder

Obrigada Ricardo. Também não entrei nessa noia dos infernos wink Mas como você disse em um outro post, virou um estigma. Meu chefe já deu um ataque de pelanca quando soube wink
Adoro o 'Viaje'.
bjs

Maríla Marconi

Riq e trips,
Embora fisicamente tenha conseguido escapar da gripe suína - pelo menos, eu acho!! rsrs - infelizmente, a nóia dos porquinhos me atingiu, ainda que indiretamente.
É que uma das amigas com quem planejava a viagem para a Patagônia recebeu recomendações médicas de não ir, então, em cima da hora, mudamos de destino. Resultado: amanhã embarcamos para Cartagena e San Andrés! (até que deu para salvar as férias, né?! wink
Mas as dicas já estão devidamente anotadas e, se tudo der certo, Patagônia: me aguarde em janeiro!!
Depois eu passo aqui para contar.
Mais uma vez, muito obrigada a todo mundo!
bjs!

Ricardo Freire

Boa viagem! E olha só -- acho que você vai aproveitar mais a Patagônia em janeiro, mesmo!

Fabio G
Fabio GPermalinkResponder

Depois nos conte sobre Cartagena e San Andrés, um dos meus novos sonhos de consumo =D

Carolina Baltar

Ola a todos! Adorei todas as dicas para a Marilia, vou usar todas pois estou indo passar o fim do ano no fim do mundo!

Eu e meu namorado vamos passar uma semana em Buenos Aires e depois uma semana em Ushuaia. As passagens Buenos Aires-Ushuaia ja estao compradas e agora estamos procurando hospedagem. Alguma dica ou recomendacao?

Vamos estudar a possibilidade de ir para El Calafate tambem.

Bjs.

Samira
SamiraPermalinkResponder

Fomos para Bariloche e a região dos lagos argentinos/chilenos em abril/2008. Em Bariloche, sem neve, com muito bom tempo, passeios de barco pelos lagos e ilhas, carro alugado para fazer o circuito Chico e sair descobrindo, chegar até o Cerro Tronador e ver neve/gelo, mesmo que de longe. Andar de teleférico e mirar os lagos lá de cima. Comida muito boa, cordeiro patagônico, delícia! Paisagens lindíssimas, lugares incríveis. Hospedagem no Plaza Patagônia, que adoramos pela gentileza das pessoas, conforto, ótimo custo-benefício, e a comida das 'cocineritas'.
Travessia de ônibus Bariloche/Osorno pelas cordilheiras. Lindo! O tempo já não ajudava para a travessia de barco. Puerto Varas, tempo nublado e chuvoso mas conhecer o vulcão Osorno, os saltos de Petrohue e o lago Esmeralda, não tem preço. Além das flores e rosas espalhadas nos jardins, por toda a cidade.
Em Pucón, cidadezinha de esportes radicais, vulcão Villarrica rios de corredeira, cachoeiras, termas mil, caminhadas no parque nacional Huerquehue, por-do-sol no lago Villarica e pessoas muito gentis como os donos do Hostel Pucón, (que mais parece uma pousada) na época recém-inaugurado, com quartos para casal e banheiro privativo, novinho, limpíssimo, com café da manhã e acesso a internet.
Viagem apaixonante que recomendo demais !

Fábio G.
Fábio G.PermalinkResponder

Riq, meu mochilão pela Europa mês que vem acabou babando. =(
Vou ficar por aqui mesmo.
Estarei indo para Santiago.
E depois descerei para os Lagos Andinos, estou com uma dúvida cruel.
Terei 10 dias na região, para marinheiro de primeira viagem que não conhece nem um lado e nem um outro, seria mais interessante pioriza o lado chileno (Pucon, Valdivia, Osorno, Puerto Varas) ou trocar um destes por Bariloche?
Obrigado.

Ricardo Freire

Só vale a pena atravessar se a sua volta for por Buenos Aires. Senão, fique pelo Chile mesmo.

Marcos Silva
Marcos SilvaPermalinkResponder

...

Estou indo para Buenos Aires-Bariloche em Junho, e queria saber qual seria o melhor roteiro a seguir.Vou ficar 10 dias..me ajudem,por favor

Ricardo Freire

Cinco dias em cada lugar. Lembre-se que o aeroporto internacional é diferente do aeroporto doméstico. Melhor não programar conexão no mesmo dia. Durma uma noite em Buenos Aires antes de voltar.

Marcos Silva
Marcos SilvaPermalinkResponder

Obrigado pela dica !!!

Gostaria de fazer mais uma pergunta...quais lugares devo visitar chegando em cada um dos destinos ?

Magu
MaguPermalinkResponder

Estou pensando em aproveitar milhas acumuladas e ir para o Chile no Carnaval (10 a 12 dias) com meu marido e filha (9 anos). O voo chega em Santiago mas gostaríamos muito de conhecer um pouco a Patagonia (Glaciar Perito Moreno) e Torres del Paine. Como decidi em cima da hora preciso de um help... Alguem poderia me ajudar a montar um roteiro? Para ir de Santiago para o sul é melhor avião? onibus? carro?
Desde já agradeço a todos. Bjss

Ricardo Freire

É bastante longe. Você vai precisar ir de avião.

O glaciar Perito Moreno fica na Argentina, em El Calafate. Não é por Santiago que você chega lá.

As passagens domésticas podem invalidar a economia que você fez com milhas.

Leia este post:
https://www.viajenaviagem.com/2009/09/como-comprar-passagens-aereas-domesticas-baratas-no-chile-a-silvia-oliveira-ensina/

O site Interpatagonia traz tudo sobre as duas Patagônias.

http://www.interpatagonia.com

liliane
lilianePermalinkResponder

queria saber qnt tempo demora de marília até roma?

Grazi
GraziPermalinkResponder

Ricardo,

Estava pensando em fazer uma viagem para Patagônia no final de dezembro e início de Janeiro. Seria lá pelo dia 24 de dezembro, retornando no dia 08 de janeiro, ficaria portanto, uns 15 dias. Gostaria de ir ao lado Chileno e ao lado Argentino, mas não sei por onde começar. Será que você tem alguma dica de roteiro que pudesse me ajudar?
Aproveito para agradecer as dicas de Viagem ao Perú. O blog da Lú Malheiros me ajudou muito. Acabei de retornar do Perú agora em julho, amei e pretendo retornar.
Muito Obrigada, Grazi

Cintia
CintiaPermalinkResponder

Riq e tripulantes,vou(eu,marido e filho teen) para Patagônia em janeiro.Desisti do cruzeiro (muuuito caro)Gostaria de refinar minha viagem com vocês : 4 noites no Ushuaia.Depois de avião vamos para El Calafate,ficaremos 4 noites.Estou pensando em alugar um carro e fazer Torre Del Paine em um dia .Gostaria de saber se alguém o fez sem a excursão.É fácil andar de carro no parque?.Há sinalização ,enfim tem mapas?.Penso em fazer de carro porque talvez pudéssemos ir mais rápido do que de excursão e talvez menos cansativo. Estou nesta grande dúvida....
Outra questão vale ficar com o carro em el Calafate.Vejam se estou enganada...Poderíamos ir ao parque do Perito sem excursão ,ir à cidade à noite(me parece que os hotéis estão longe do centro ) e também poderíamos ir à El Chalten para 2 dias de trekking leve.Li vários posts mas para mim isto ainda não está claro.obrigada sempre.

Ricardo Freire

Os tempos estão bons, Cintia. O que é muito puxado é esse bate-volta de carro a Torres del Paine. Tire um dia do Calafate, acrescente mais dois dias à viagem e passe três noites em Puerto Natales (vá de ônibus). Assim vocês pegam um passeio a Torres del Paine e outro ao Glaciar Grey (ou outro passeio à escolha).

Há muitos hotéis no centrinho do CAlafate. REcomendo o Esplendor Calafate.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Assino embaixo do Riq, mas não recomendo ficar em Puerto Natales não (cidade boba e sem graça, na minha opinião). Fique dentro do Parque, que é lindo e longe da cidade. Mas duas noites dá com folga, se vc não for fazer trekking a sério.
O problema maior de dirigir na Patagônia são as benditas estradas de rípio, que são umas pedras pequenas que adoram ser projetadas em pára-brisas alheios. Pode reparar: não tem um carro que não tenha pelo menos um arranhão ou um trincado no vidro. Pra percursos pequenos, dá até pra andar bem. Pra andar seis horas (o tempo que o ônibus gasta de El Calafate a Puerto Natales), sei não. Me parece programa de índio cinco tacapes.
A maioria dos hotéis de El Calafate fica dentro da cidade, mesmo, e vc pode andar a cidadezinha toda (é bem pequena). Só se vc for ficar em algum hotel fora da cidade o carro seria aconselhável. Mas dá pra contratar um remise pra te levar e buscar no parque, sem problemas. É barato, e vc não tem que dirigir no rípio.
EUZINHA iria pra Calafate, ficaria duas noites, pegaria um transfer direto pro Torres del Paine (basta perguntar no hotel que vc vai ficar), ficaria lá duas noites, e voltaria a Calafate pra seguir viagem. El Chaltén nunca me atraiu, mas é que eu sou chegada em trekking...

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

4 dias em Calafate é muito!
Fui com grupo para o parque e foi tranquilo...afinal pra fazer minitrekking tem que ser grupo mesmo...e anda da pra tirar uma soneca na ida e na volta wink
E pra cidade também não precisa...

Ricardo Freire

Calafate pra mim é:
dia 1: chegada, primeira ida ao parque e contratação de passeios
dia 2: passeio Todos os glaciares com lago dos icebergs
dia 3: Mini-trekking.

Caso a chegada no primeiro dia seja muito tarde, acho que o quarto dia é necessário sim...

Cintia
CintiaPermalinkResponder

Tá bom ,descartei o carro,mas fiquei na dúvida.se não vou à el chalten e portanto fico com 3 noites para Torre del paine e caso sim o que fazer?Fico no parque (U$ 300/noite na Rio Serrano)ou vou para Puerto Natales e faço "city tour" no parque Torre del paine e no dia seguinte ao Glaciar Grey?sei lá....
Outra dúvida,pesquisando aqui nos blogs ,poço ressarcir o IVA das hospedagens?

Ricardo Freire

No Chile você não paga IVA sendo estrangeira e pagando com cartão ou moeda forte faturas expressas em moeda forte.

A dúvida hospedagem no parque x cidade: fique no parque se você quer fazer trekking com os próprios pés; fique na cidade se você quiser fazer os "citytours" de parque.

Hotelito supercool na cidade: http://www.indigopatagonia.com

(Eu ficaria na cidade haha).

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Oi! Sei que tem coisas que ninguém pode decidir por mim, mas estou com muita vontade de ver de perto o Perito Moreno e descobri um pacote bem razoável para o final do ano (dez/jan), com a seguinte distribuição:
1 noite em BsAs
4 noites em El Calafate
2 noites em Puerto Natales
3 noites em Ushuaia
1 noite em BsAs

A pergunta é para quem já passou por algum dos lugares (fora BsAs que é só para chegada/partida e eu já conheço): a distribuição de tempo parece boa? Devo incluir algum outro lugar nos arredores, ou retirar alguma noite de algum dos lugares?

Ricardo Freire

Acho que tá belezura. Talvez você tenha que tirar um dia em Ushuaia porque vai perder um dia em trânsito entre Puerto Natales e lá (ônibus a Punta Arenas e Ushuaia ou ônibus ao Calafate e avião a Ushuaia).

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

4 noites em Calafate me parece muito, mas não sei como é a programação por lá...
Vc vai amar essa viagem!

Ricardo Freire

É que o dia da chegada não serve pra nada... No segundo dia dá pra ir ao parque, no segundo fazer o passeio Todos Glaciares e deixar o minitrekking pro último!

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Muito obrigada pelas respostas! eu estava com medo de não saber da quantidade do tempo e comprar o pacote 'torto', mesmo podendo arrumá-lo aqui. Se puder abusar e repetindo que quero opinião pessoal mesmo, Puerto Natales é 'imperdível' ou 'até dá para dispensar'? vi duas possibilidades de pacote e uma não inclui Puerto Natales e tem uma diferença gigantesca de preço (aumenta uns 25%).

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

digo, aumenta da que não inclui Puerto Natales para a que inclui

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

ai, nem precisa de resposta, já achei o suficiente fuçando um pouco mais (não foi preguiça de procurar, fiquei foi perdida em meio a muita informação). Agora só tenho que torcer para ver se o aéreo vai rolar... acaba logo feriado pra eu poder contatar a agência!

Ricardo Freire

Ana, eu acho assim:
- o trampo de ir a Puerto Natales vale para quem está a fim de fazer caminhadas por Torres del Paine. Para quem só vai lá pra tirar umas fotinhos -- como eu fui -- acho que não vale a pena, não.
- fazendo Ushuaia com Calafate, deixe sempre Calafate para o final.
- o blog do Tony tem um calendário sensacional que mostra as temporadas de avistagem de várias espécies na região. Vale ir atrás de pelo menos uma colônia.
- em termos de paisagem, uma viagem combinando Bariloche (e arredores, com passeios lacustres) e El Calafate sintetiza o melhor da região.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Agora que defini as passagens, passo só para constar (e agradecer, que sem o vnv eu ficaria louca) que cortei Puerto Natales e escolhi por conta passar:
4 noites em Ushuaia
3 noites em El Chaltén
4 noites em El Calafate

estou tranquila e feliz por ter definido os períodos, e super-grata por todas as dicas que me deram! Quando voltar eu conto como foi!

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Riq,
muito obrigada!
é tanta informação e tanto lugar lindo que fica muito difícil discutir/decidir o roteiro. El Calafate (Perito Moreno) eu não descarto de jeito nenhum, todo o resto é 'negociável', então fiquei muuuito feliz em saber que Puerto Natales vale mais para quem está louco por trekking. E eu confesso que tive medo quanto a Ushuaia que nas entrelinhas percebi que muita gente vai para lá mais por ser 'o' fim do mundo.

O difícil vai ser conseguir as passagens (só soube da minha folguinha agora, vou ter que me contentar com o que aparecer), mas vou ver se consigo um pacotinho que faça El Calafate e Bariloche (parece o mais simpático mesmo, já que o que eu queria mesmo era esta síntese da região).

Vou ver o que o agente consegue (quase fechei uns vôos insanos essa madrugada, de ansiedade de não conseguir esperar o feriado terminar). Bom feriado pra quem não tem que lidar com essa minha ansiedade, rsrsrs...

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Olha eu não sei se muita gente não gosta, mas eu realmente gostei de Ushuaia, não sei se foi a primeira idade que fui na viagem, mas ela tem alguma coisa de especial pra mim wink
Já Calafate o Perito Moreno é fantástico talvez a coisa mais maravilhosa que já vi...mas a cidade é só base mesmo pra ir no Perito Moreno.
Me arrependo um pouco por não ter ido a Bariloche na época, mas namorado não quis ir sad

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Oi, CarlaZ, seu relato está ótimo no Filigrana, inclusive quanto a Ushuaia, mas estou querendo mesmo montar essa 'síntese' pra poder ter um menor número de deslocamentos (El Calafate + Bariloche ou El Calafate + Ushuaia), o que economiza tempo e dinheiro. "Se eu pudesse e o meu dinheiro desse" eu queria era seguir o zig-zag do Riq, mas sem tempo (e para economizar) eu preciso é otimizar a minha folga.

No momento o mais difícil está sendo aguentar amarrada sem saber se vou encontrar passagens ou não (só fiquei sabendo da minha 'folga' no final desta semana - tô subindo pelas paredes). O marido até já falou em acender uma vela pra iluminar o agente (por conta só acho passagens ENLOUQUECIDAS). Torçam por mim, por favor!

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Ana Carolina, em dezembro de 2009 (ou seja, um ano atrás), a Aerolíneas Argentinas tinha vôos entre Bariloche, El Calafate e Ushuaia. Ou seja, você pode fazer Bariloche-Ushuaia-El Calafate (minha opção) ou Bariloche-El Calafate-Ushuaia. Não sei de quantos dias inteiros (sem contar chegada e saída em cada cidade) você dispõe ao todo, mas os mínimos que eu sugeriria seriam três dias inteiros em Bariloche (digam o que quiserem dizer, Bariloche é uma graça, principalmente no verão, menos lotada e com dias e paisagens belíssimos), três dias inteiros em Ushuaia (embora para fazer todos os lerês básicos que a cidade oferece seja necessário um quarto dia inteiro) e quatro dias inteiros em El Calafate (não deixe de ir ver, também, o Glaciar Upsala).

Se, para ficar com mais folga e menos corrido, for preciso excluir alguma coisa, eu tiraria Bariloche. Não por questões de beleza, lotação ou popularidade, mas apenas porque é cidade em que você tem mais chances de voltar (pelo preço, distância menor etc.). Ushuaia e El Calafate, como são mais distantes e mais caras, talvez valha a pena ir e ficar mais, para garantir e aproveitar mais.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

PêEsse:
é seu um comentário sobre o Alto Calafate no tripadvisor? Se for, achei muuuito útil - vai pesar bastante na minha escolha (estou entre ele e um bem mais simples, que custa a metade do preço, o Konke, onde funciona também uma "escuela de pastelería").

E pela disposição de vôo que consegui arrumar, vou seguir bem a disposição que você recomendou: 4 noites em Ushuaia (uma tarde, 3 dias inteiros, uma manhã) e 4 noites em El Calafate, com 3 noites em El Chaltén entre uma cidade e outra. Bariloche eu considerei a facilidade de voltar, como você disse. Sério, não sei o que seria de mim sem o vnv... meus planejamentos de viagens seriam bem menos divertidos... Obrigada!

Ubiratan
UbiratanPermalinkResponder

Eu também adorei Ushuaia. Realmente tem algo especial nessa cidade. Perito Moreno em El Calafate é algo inexplicável. Já Bariloche eu não gostei muito, lógico que tem sua beleza, mas é muito turística, sempre cheia, sendo muito melhor San Martin que é bem mais aconchegante.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Olá, companheiros de viagem!
ainda estou sofrendo aguardando o resultado das passagens enlouquecidas, mas resolvi passar só para agradecer as dicas - todas anotadas! dou notícias assim que descobrir se vai ou não acontecer a viagem!

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Atualizando a situação: abandonei o pacote e fechei só o aéreo - 4 noites em Ushuaia (pesquisei mais e agora estou apaixonada) e 7 noites a partir de El Calafate, que não sei se divido com El Chaltén ou Torres del Paine. Gosto da ideia de ir a El Chaltén pela proximidade. Palpites?
Obrigada pelas dicas!


Bariloche não coube dessa vez (vou deixar para visitar num inverno, que parece ser bem fácil).
Obrigada por todas as dicas - estão sendo importantes na minha escolha.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Minha programação que está fechada é para agora dia 12 de dezembro,mas estou com um problema:
Vou para El Calafate fico uns dias e depois tenho que ir para Punta arenas ,vou sair de lá com o Stella Australlis para Ushuaia,como vou de El Calafate para Punta Arenas?sem perder um dia inteiro?Só por Puerto Natales?Socorro!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Você vai ter que perder boa parte de um dia. É preciso ir de ônibus a Puerto Natales e então pegar outro ônibus a Punta Arenas.

Ale
AlePermalinkResponder

Oi pessoal,

Gostaria de ir à Patagônia no final de fevereiro, chegando por Santiago e voltando ao Brasil por Buenos Aires. Vi que El Calafate e Ushuaia exigem pelo menos 3 noites (4 dias). Podem me dar a opinião de vocês sobre essa proposta de roteiro:
Santiago (2 noites)
El Calafate (3 noites)
Torres del Paine (2 noites)
Ushuaia (3 noites)
Buenos aires (2 noites)
É muita pretensão para pouco tempo?
Desde já, muito obrigada.
Ale

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alê! Para ir pelo Chile você precisaria voar a Punta Arenas, e de lá ir de ônibus a Puerto Natales/Paine, para então atravessar de ônibus ao Calafate.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/roteiros-argentina-chile/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar