Tenebroso

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Minha crônica no Guia do Estadão de hoje.

tenebroso

Tenho simpatia por esses adjetivos que andam por aí em duplas. Em algum momento da vida eles formam um par e dali por diante coabitam felizes num clichê próprio. “Firme e forte”. “Velho e bom”. “Lépido e fagueiro”. “Ledo e ivo” – ops, esse é gozação.

Algumas vezes os dois constituem sociedade com um terceiro parceiro, um substantivo, que lhes justifica (e monopoliza) a existência. É o caso, veja só, de “longo e tenebroso”. Se não fosse por “inverno”, o casamento entre “longo” e “tenebroso” já teria ruído há muito tempo. Por mais que um filme, um túnel ou um mandato de senador pelo Amapá possam ser tão longos quanto tenebrosos, o uso de “longo e tenebroso” só se aplica a “inverno”, e pronto.

O que eu achava mais divertido em “longo e tenebroso inverno” era o fato de se tratar de um clichê desconhecido na vida real. Nossos invernos não são longos nem tenebrosos. Pelo contrário: costumam vir em pílulas, na carona de frentes frias que passam bem mais rápido do que aquelas que nos atormentam no verão. Entre uma frente passageira e outra, os dias se sucedem ensolarados, e as noites, agradáveis. Manga curta ao meio-dia, edredom à meia-noite, não existe época do ano mais feliz.

Como eu sei disso? Não sou meteorologista, mas sou cronista. E para mim o finalzinho de junho é tradicionalmente o momento de tirar sarro de quem teima em suar encasacado em Campos do Jordão, quando poderia se bronzear sem chuva em Ubatuba.

Só que nesse ano minha crônica de sempre foi pro beleléu. Pela primeira vez na década, estamos vivendo um longo e tenebroso... outono. Tenho dormido todo encapotado. Bati o meu recorde pessoal de dias consecutivos saindo de casa vestido com meias. Estou tremendo não só de frio, mas também de medo do inverno que vem aí.

A última vez que senti tanto frio assim foi na Bélgica. Num longo e tenebroso final de verão na Bélgica. Escrevi no meu diário de bordo:

“Você acorda e não consegue sair da cama, meditando sobre os prazeres do final de verão na Bélgica, embaixo do seu edredom reforçado por mais um cobertor. Daí você olha pela janela, oba: entrevê-se uma nesga de sol. Então mais do que rapidamente você veste a capa de náilon, pega o guarda-chuva e sai para apanhar alguns raios de sol antes que seja tarde demais. (Se você bobear, pode contrair osteoporose no final de verão na Bélgica.)”

São Pedro, por favor nos poupe de uma longa e tenebrosa primavera.

39 comentários

Alexandra
AlexandraPermalinkResponder

Fantástico Riq!! Ainda ontem a noite eu falava sobre isso, como não acaba esse frio... Tô aqui hoje com duas calças, meias, blusa de lã e casaco. Quero calorrrrr!

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Riq, você escreve tão bem, é um prazer ler frase por frase, e divertido!

Eu particularmente adoro outono e inverno, e ainda não consegui usar um casaco de couro 3/4 que eu tenho, já limpei e deixei prontinho esperando o inverno.

bjks

Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens

Sensacional. Um dia ainda vou pensar que escrevo assim...

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

Ohhh a modéstia..
Arnaldo, você escreve tão bem qto o Ric..
Seus textos são sempre tão claros e apaixonados..
Uma perfeita sintonia com as fotos..
=)

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Está um frio do cão mesmo. Tanta paranóia com a gripe suína e hoje percebo que deveria usar máscara aqui no trabalho. TODO MUNDO gripado. Nem a minha dose diária de vitamina C me salvou. Às vezes, tenho vontade de fazer igual ao Michael Jackson, só andar de máscara fora de casa.

Luca
LucaPermalinkResponder

O meu casamento de susbtantivo e adjetivos preferido é "design+moderno+arrojado". E quanto ao tempo, moro no Rio, nem posso reclamar muito.

Rosa
RosaPermalinkResponder

BSB continua com dias ensolarados, e noites, agradáveis. Manga curta ao meio-dia, edredom à meia-noite, uma delicia!!!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Hehehe é isso mesmo ! lol lol
Aqui em POA , pela primeira vez em montes de anos , a
estufa permaneceu ligada nestas ultimas tres semanas de
primavera wink
Riq, mais chato que usar meias , é ter que colocar um calçado um tamanho maior pra caber palmilhas de lã :roll:

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Isso existe, Sylvia? Palmilha? Só meia de lã não resolve não?
Isso porque aqui (nordeste de Minas) está é calor durante o dia, e meio fresquinho de noite...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sabes "aquele" frio patagonico , que congela os ossos?
Para conseguir caminhar na rua de manhã , coloco um tenis um numero maior , com uma palmilha de lã wink , tipo roupa pra esquiar lol

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Sylvia, Sylvia... Nessas horas, até que eu gosto de Valadares (me arrependerei em seguida, assim que começar o verão, ali pelo fim de agosto).
Eu tenho que aproveitar essa época pra tomar todos os vinhos do ano, porque depois... olha a minha bochecha como fica: eekops:

Guilherme Lopes

Sarney #vergonhoso

Sílvia Soares

Riq e tripulantes, desculpem-me por sair do tópico, mas já que o pecado está cometido, vou fazer duas perguntas de uma vez só:

1) vocês me recomendam algum resort acima de Pernambuco, de preferência all inclusive (vou com meu bebê) e fora das capitais? É pra ir em setembro/outubro.Procurei no seu Guia de Resorts, no Freire's, mas me pareceu desatualizado, e tudo que tenho achado me parece feio, velho ou os dois.

2) vocês sabem o que aconteceu com o blog Giramundo, do Jorge Bernardes? O endereço que eu tinha não tem recebido atualizações...

Obrigada!

Ricardo Freire

O Freire's não é atualizado desde 2004, Silvia; na reformulação deste site aqui, ele deve inclusive sair do ar smile

De Pernambuco pra cima, acho que o único all-inclusive é o Enotel em Porto de Galinhas http://www.enotel.com.br . O resort de Serrambi (que é velhinho mesmo como você disse) não é mais administrado pelos italianos do Ventaclub, e não tenho informações sobre o seu sistema atual (nem mesmo se está aberto).

Em Porto de Galinhas, o melhor serviço é o do Summerville http://www.summervilleresort.com.br . O melhor custo x benefício, o do Marulhos http://www.marulhosresort.com.br -- todos os apartamentos têm minicozinhas, o que pode ser uma mão na roda para você e o bebê.

Em Alagoas, o Miramar é um resort basicão, mas é all-inclusive e tem uma praia ótima. http://www.miramarmaragogiresort.com/

Se você não fizer questão de pegar praia com o baby, os hotelões de Natal funcionam como resort -- o Serhs http://www.serhsnatalgrandhotel.com/sis.index.asp?pasta=1&pagina=23 , o Pestana http://www.pestana.com/hotels/pt/hotels/southamerica/NatalHotels/Natal/Home/ e o Ocean Palace http://www.oceanpalace.com.br/ . Mas nenhum deles é all-inclusive.

Em Fortaleza, o Beach Park também tem minicozinhas em todo apartamento. http://www.beachpark.com.br/beachpark/resorts/suitesResort/suitesResort.asp . Mas não é all-inclusive também não.

Carlos Nascimento

Riq - A VentaClub mantém o Resort VentaClub Pratagy em Alagoas, que é "all inclusive", e está perto do centro de MAceió.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Que texto ótimo!

Riq, será que você ou algum dos outros viajantes poderia me indicar um bom site para aluguel de apartamento por temporada (15 dias) no Porto?

Ah, sim. Estou fechando a viagem da minha mãe para a Rússia e mesmo com agente de viagens... s-u-f-o-c-o! A Luisa merece uma medalha por ter destrinchado essa viagem sozinha, na cara e na coragem... smile

Ricardo Freire

A agência que me alugou em Lisboa também aluga no Porto: http://www.travelingtolisbon.com/apartamentos.php?cat=OUT

Esse aqui lista casas e apê na região, aproxime no mapa para ver a localização dos disponíveis no Porto.
http://pt.rentalia.com/houses/search_res_visual.php?geoLevel=3&geoOp=v&idGeo=336&smu=1&smu_type=smart_url_houses&smu_info=porto_e_norte_de_por&smu_code=v336

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Mutiíssimo obrigada!!! smile

Sílvia Soares

Riq, obrigada!
O Serrambi, pelo que percebi no site da CVC, não é mais all inclusive, operando com meia pensão.

Eu queria ir mais pra cima de Pernambuco, para fugir das chuvas, seguindo as suas dicas para o período, mas acho que vou para Porto de Galinhas mesmo.

Eu sempre odiei resort, ainda mais all inclusive, mas na minha nova condição de mãe, não vejo a hora de suas previsões se confirmarem e todos adotarem o sistema.

Murilo
MuriloPermalinkResponder

Sílvia, Pernambuco, até agora em não recomendaria, pois por aqui chuvas tem sido constante. E, acho que você, deve já ter visto em noticiário, que para cima de Pernambuco não anda muito diferente. Este ano está meio atípico, pois as chuvas demoraram a chegar e quando chegaram foi com força.
Espero, por você, que as coisas se normalizem para o período que você quer vir...

Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só perguntar. Só para você saber, moro em Recife.

Dri
DriPermalinkResponder

Aproveitando a deixa de longo e tenebroso inverno, venho contar minha experiência turística do último feriado em Curitiba. Resumo: não consigo entender como uma cidade-sede da Copa e dita tão organizada foi tão frustrante pra mim. Explico: tentei pegar o ônibus turístico e após espera de mais de uma hora, foi impossível. Todos os 5 que passaram nesse período se encontravam completamente lotados, inclusive com pessoas em pé. Os motoristas nem abriam a porta. Como estávamos de carro, fomos tentar ao menos ir no Jardim Botânico (no Palácio de Cristal)... Mais 30 minutos tentando encontrar uma vaga do lado de dentro e caos no lado de fora. Flanelinhas orientando os motoristas a estacionarem embaixo da placa de Proibido Estacionar e carros ali parados já ostentando adesivos de multado. No sábado, foi do dia de tentarmos pegar o trem turístico para Morretes, novamente lotado. Isso porque para o trem eu liguei antes e me informaram que era impossível comprar passagens antecipadamente e ao chegar lá, tenho que ouvir: "Ah, mas em feriado, sem comprar antecipadamente, é impossível!!". Pra fechar com chave de ouro, no domingo todos os voos estavam com atraso de pelo menos uma hora e tinham tantas pessoas sentadas no chão da área de embarque que era impossível entrar na mesma, tanto que se formou uma fila enorme do lado, onde novas pessoas só podiam entrar quando as de dentro tivessem embarcado. As lojas do aeroporto também não davam conta de atender a todos... Mas, antes que perguntem, aviso que meu feriado foi ótimo mesmo assim, só e SOMENTE só porque a ideia original da viagem era visitar amigos distantes e não fazer turismo...

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Que coisa, Dri, e olha que estou louco para conhecer CWB e arredores...

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Eu vou sempre para Curitiba e adoro, talvez seja o feriado.
E esse trem para Morretes é ótimo, comprei antecipado, mas a estrada "Graciosa" também vale a pena descer, é um charme !!!

Marcio Nel Cimatti

Riq, a diferença com a Bélgica é que nosso outono tem céu azul e bota azul nisso. Tá bom tem muita poluição no ar, mas mostra esse nosso outono com sol e céu azul pra um Londrino, para um holandês que eles vão até chorar de inveja!

Como sempre belo texto!

Bjo!

Rodrigo Octávio

Adorei o texto Riq. E eu aqui em Curitiba me identifico mais do que nunca com o dito.

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

Bem, não sou a pessoa + indicada pra "não" reclamar de frio..

No Brasil morava no Sul.. e peguei uns invernos congelantes.. mas pelo que falo com meus pais, eles realmente falaram que esse ano està d+..

E agora, indo para o meu 4° inverno Europeu, posso dizer que estou tranquila.. não sofro mais como qdo aqui cheguei.. que até com calefação eu ficava encasacada dentro de casa.. (**vergonha**)

Mas é bem como o Marcio falou.. aqui além de frio o céu não é tão azul como ai..

=)

Maryanne  hotelcaliforniablog.wordpress.com

Adorei esse texto, como eu queria escrever bem assim. Acho que dessa vez vai ter inverno mesmo. Nos anos anteriores j'a sai daqui toda agasalhada pra passar o " inverno" ai sem colocar uma meia no p'e.

Lena
LenaPermalinkResponder

Nossa Riq, o texto é ótimo, mas estou completamente desconectada em termos de temperatura :roll: Estou sentindo muuuuito menos frio neste outono do que no dos últimos anos! Voltei a deixar o vidro do quarto aberto para dormir. Coisa que não fazia há alguns anos... E diminuí também o número de camadas, tanto para sair, quanto para dormir...

Edu Luz
Edu LuzPermalinkResponder

Belos texto e idéia (que novidade!).
E me inclua neste clube dos sem meias. Chega a ser irritante ter que usar meias tão frequentemente!

Lena
LenaPermalinkResponder

Riq, para premiar esta evidência de tempo seco e firme no Sudeste nesta época, o Smiles lançou a promoção de 2.500 milhas para os trechos entre as cidades do Sul/Sudeste/Centroeste no mês de julho. Bom, né? Acho que é a primeira vez que vejo este tipo de promoção em um mês de férias. smile

Sílvia Soares

Murilo, obrigada! E vou torcendo pro tempo melhorar até setembro...qualquer coisa, consulto, antes de ir, meu mais novo "enviado para assuntos meteorológicos" em Pernambuco...rs..Valeu!

Murilo
MuriloPermalinkResponder

smile Gostei da funçãowink Dúvidas?! é só perguntar!!

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Ricardo, só por curiosidade essa expressão "longo e tenebroso inverno" vem de um poema (um soneto) que cunhou uma outra expressão: "resistir quem há-de?".
Trata-se de "Visita à casa paterna", de Luis Guimarães Jr.
Foi o primeiro poema que memorizei, ainda na adolescência...momento literário...rsrs

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Sempre ouço gente dizendo "se outono está assim imagina o inverno, ou se a primavera está assim imagina o verão", mas não tem muito ver, o inverno astronômico pode começar amanhã mas o inverno solar já está no meio, amanhã é o dia mais curto do ano e de sol mais fraco no hemisfério sul (e mais longo e do sol mais forte no norte), segunda-feira já começa a "caminhada do sol" para o verão, e o sol vai ficar um pouquinho mais forte a cada dia até 21 de dezembro quando é o auge do verão solar e começa a "caminhada para o inverno", este ano no Rio de Janeiro a temperatura tem estado um pouco abaixo da média, e tem chovido quase toda semana no outono, mas não quase todo dia como na primavera e começo do verão, não falta sol mas ele anda meio fraquinho.

Zayra
ZayraPermalinkResponder

Leandro, pra mim, o solstício de inverno é o marco da esperança. Quando o sol volta a nascer um pouco mais cedo a cada dia, já fico mais aliviada. smile

Mirella
MirellaPermalinkResponder

eheheh... vou colocar vc aqui no inverno no Canada...
Vc vai morrer de rir do final do verão da Belgica smile
Bão... eu odeio inverno com todas as forças e a Marcie reclamando do calor... ave maria! wink
bjs

Fernão
FernãoPermalinkResponder

Ricardo, li em algum lugar que o Mark Twain uma vez reclamou que o pior inverno da vida dele foi passado num verão em San Francisco. Bonitinho e nada ordinário. Ops, bonitinha e ordinária também dá uma canja.
De minha parte, confesso que fujo do frio, exceto uma semaninha para brincar de snowboard. Fizemos a asneira de ir a Paris no começo do ano, pegamos um frio monstro e voltamos, todos, doentes. Vi minha filha, de 5 anos, xingando o casacão; coitada, não aguentava mais.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Riq
delicia de post. Nao li no dia pois estava com minha saia de lã xadrez e meu cardigan de lã, juntamente com meu casaco, comprados na liquidação de Janeiro de Paris razz

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Riq... não tira o Freire's do ar não! Ele já é histórico, um dos primeiros guias abrangentes e autorais em Português que surgiram! Deixa ele lá! Assim, da mesma forma como de vez em quando posso abrir um empoeirado e semi-amarelado Guia 4 Rodas 1989 e descobrir que em Praia da Pipa ainda não tinha DDD, daqui um tempo dará pra ler sobre coisas e lugares "há 10 anos atrás".

Quem sabe até lá as cadeiras de plástico saem de moda igual a lambada?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar