Tuitando meu primeiro vôo Azul

Ricardo Freire
por Ricardo Freire
twitazul1

[caption id="attachment_4019" align="aligncenter" width="450" caption="(Siga a seta do Terminal Turístico; fica na plataforma 7)"](Siga a seta do Terminal Turístico; fica na plataforma 7)[/caption]

azul-bf2
twitazul2
azul-rua
twitazul3
azul-verde
twitazul4
twitazul5
twitazul6
azul-viracopos
twitazul7
azul-fila
twitazul8

[caption id="attachment_4032" align="aligncenter" width="450" caption="(Também dá pra fazer com malas; é só despachar ao lado)"](Também dá pra fazer com malas; é só despachar ao lado)[/caption]

twitazul9
azul-boarding
twitazul10
twitazul11
twitazul13
twitazul14
azul-aviao
twitazul18
azul-aeromoca
twitazul19
azul-biscoito
twiter20
azul-gnt
twitazul21

[caption id="attachment_4047" align="aligncenter" width="450" caption="(Os tuítes que se referem ao vôo foram escritos e enviados depois do desembarque, evidentemente)"](Os tuítes que se referem ao vôo foram escritos e enviados depois do desembarque, evidentemente)[/caption]

twitazul17
Meu vôo de R$ 85 (com taxas) ao Rio de Janeiro aterrissou 3 horas e 50 minutos depois de eu partir da rodoviária da Barra Funda, em São Paulo.
Balanço da aventura:
1) Quanto à Azul, alinho-me ao coro de todos os que experimentaram antes de mim e aprovaram. Organizada, eficiente, simpática. O avião faz mesmo toda a diferença.
2) Quanto ao trecho Campinas-Rio especificamente, só vale a pena (a) para quem mora na região; ou (b) para quem sairia de São Paulo de ônibus;  ou ainda (c) para os paulistanos que têm tempo de sobra mas não encarariam o desconforto da Dutra por seis horas.  Conseguindo a tarifa mais barata, fica o preço do busão, e você chega engomado ao Santos Dumont (em lugar de amassado na rodoviária Novo Rio).
3) Para vôos mais longos, porém, se a tarifa for interessante, vale a pena acrescentar duas horas à viagem.
Encerramos aqui a edição das tuitadas do dia -- sempre lembrando que nenhum texto foi composto ou enviado com o avião em movimento mrgreen

53 comentários

Junior de Paula

Genial o test-drive!

Karinna
KarinnaPermalinkResponder

Riq, amei o test drive tb. Muito bom!
Outra coisa, que nao tem a ver com este post, mas eu nao sei onde colocar: vi que vc ainda nao foi ao Pará, de onde voltei ontem.
Fui na verdade visitar o projeto Saude e Alegria http://www.saudeealegria.org.br e ver o trabalho deles com as comunidades ribeirinhas do Rio Tapajos e do Arapiuns. Show de trabalho a parte, os fofos nos colocaram na recem inaugurada Pousada do Cajueiro em Santarem. Estou sem o site deles aqui, mas amanha devo ter umas fotos (nao baixei da maquina ainda wink).
Me conta o que eu faco pra postar isto, se for do interesse?
Karinna

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Riq, como as cias aereas estão de olho no teu Twitter,peço encarecidamente um vôo que pouse na Pampulha,Um só ....da GOL , Tam ou Azul, com preços baratim.Só pra eu visitar Papai doente.Taxi de Confins até o bairro que ele mora Gutierrez 80,00 .Quase o preço da passagem rj-Bh . Obrigado.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

O tempo aqui tava péssimo, mas parece que você é pé quente: parou de chover!

Denise Mustafa

Ai que bacana! Quer dizer que tem um bus que leva de SP pro aero de Campinas e vice-versa? Tipo Girona-Barcelona. E ainda é gratuíto? Sensacional!!! Já tô pesquisando o preço de Salvador-SP em setembro pra conVnVenção de visita da Marcie!! smile

Denise Mustafa

Pena que ainda não tem o trecho Fortaleza/Salvador. Vamos torcer pra eles incluirem logo logo!

Denise Mustafa

mais um comentário: e achei o MÁXIMO a programação da GNT durante o vôo!!! é um dos canais que eu mais tenho saudade. Adoro! E tem lanchinho tb ou precisa comprar? Tô desatualizada dos vôos brasileiros. Depois conta pra gente se valeu a pena Riq!

Lu
LuPermalinkResponder

Seguindo as instruções do Comandante, estou fazendo essa pergunta aqui apesar de ñ ter nada a ver c/a Azul nem c/o Twiter, mas por ser o post mais recente.
Já procurei no VnV, mas ñ achei. Gostaria de saber se alguém tem dicas de hotéis em Munich, Rothenburg odt, Fussen e no lago Konstanz (Bodensee), na Alemanha, e em Colmar na Alsácia. Sugestões de cidadezinhas e/ou hotéis simpáticos nessas regiões tb são super benvindos!
Riq, já reservei o Hotel Circus em Berlim p/a 1a semana de agosto!

Denise Mustafa

Lu, vais chegar dias depois de mim no Circus! Saio de Berlim dia 28 de julho! Que pena... quase cruzamos lá!

Marcio Nel Cimatti

Ummmm Gostei de saber como é voar Azul!!!

Abs!

Daniel
DanielPermalinkResponder

Olá Ricardo Freire, estou vendo seu blog/site pela primeira vez e achei muito interessante, parabens!
Em relação ao twitter, realmente esta empresa, a azul veio pra ficar e quem sabe até superar as atuais, quando lançar linhas internacionais. Ficamos no aguardo enquanto isso.

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Pois é, en quanto isso em Belo Horizonte temos a briga da ANAC com nosso governo pq eles insistem em vôos da Azul na Pampulha. Olha sei q muita gente é favorável, mas só quem viajava na época dos vôos interestaduais na Pampulha sabe do INFERNO q aquele aeroporto ficava. Se abrir para a Azul, todas vão querer voltar. falando em vôos Riq, naaaaada de resposta do meu e-mail para o SMILES. Essa semana vou tentar de novo por telefone...

Fábio
FábioPermalinkResponder

Olá Riq, em março eu fiz o sentindo inverso e gostei da experiência Azul, o atendimento e o avião são os grandes diferenciais.
Em termos de distância é indiferente SP ou Campinas, com a chegada da Azul em Viracopos os preços despencaram por lá, agora só viajo por lá.
A Azul foi muito esperta em escolher Campinas como seu hub, o interior paulista é muito próspero. Nosso PIB é 12% superior ao do Chile (!!!) esta nem eu sabia o Google acabou de me falar rs.
Boa Sorte a Azul!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq, vc pensou que a bebê chorona ao lado era a Sofia, não é mesmo? Eu cheguei a pesquisar os preços da azul pro feriadão, mas com um bebê (quase) de colo não dá pra encarar o busão + o vôo. Fica cansativo demais, eu acho. Mas é uma alternativa interessante e uma boa economia para quem não porta bebês.

Larissa Oliveira

Eu experimentei a Azul em abril, fiz Salvador-Vitória e voltei. Eu simplesmente adorei!
Denise, não paga o lanchinho, não. Eles te oferecem uma cesta com várias opções: biscoitinhos, batatinhas, essas coisas, você pega o que quer e pronto!

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

Amei os posts.. as fotos.. tudinho!!
Parece que a Azul està tendo um bom inicio..
Quanto ao deslocamento até Campinas, para mim seria tranquilo.. depois de ter quase todos os aeroportos da Europa quase là "onde Judas perdeu as botas"..
E gostei que tem em Navegantes (não é Floripa, mas tà valendo!) e POA..
Perfect..
=)

Dionisio (www.blig.com.br/dionisio)

RIQ, também acabei de fazer minha primeira viagem pela Azul. Foi Porto Alegre-Rio-Porto Alegre. Fui de Azul, apesar das conexões em Campinas, porque ganhei as passagens da empresa, naquela promoção que escolheu o nome "Azul". Vou dar uma rápida avaliadinha, bem objetiva. Talvez interesse a alguém...

PRÓS: conforto das poltronas, variedade e quantidade de lanchinhos, espaço entre as poltronas e avião novinho.

CONTRAS: foram quatro voos, todos atrasados entre 20 e 45 minutos; conexão de mais de duas horas em Viracopos; avião barulhento; monitores de TV do avião não funcionavam.

CURIOSIDADE: porque será que, ao decolar e aterrissar, a aeromoça fala "é hora de abrir a cortina da janela"?

VISÃO GERAL: realmente, a Azul é mais confortável que as demais aéreas nos voos domésticos, e parece que tem vocação para criar novidades, o que sempre torna o voo mais interessante. Mas acho que se a conexão em Viracopos for longa, vale mais voar por outra companhia que me leve mais rapidamente ao destino, mesmo pagando um pouco mais.

Ricardo Freire

Realmente, o intervalo da conexão dos teus vôos equivale ao deslocamento de São Paulo a Campinas -- o que deixa a viagem atraente apenas em caso de grande economia.

É curioso que o combate a esse sistema de hub-and-spoke (em que um aeroporto funciona como central de conexões) foi a razão do sucesso das low-costs nos Estados Unidos (Southwest, JetBlue) e Europa. Mas no Brasil a Azul já estreou construindo um sistema hub-and-spoke a partir de Campinas.

Na prática a Azul está confirmando o diganóstico das cias. convencionais, que sempre disseram que não há tráfego suficiente para vôos diretos entre a maioria dos destinos; que só passando por São Paulo os aviões enchem.

Tomara que o crescimento da companhia -- e do mercado -- mude esse panorama...

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Riq, atualmente, partindo de Brasília, dá para chegar em quase todas as capitais brasileiras e ainda em algumas cidades do interior sem conexão. Para quem mora em São Paulo ou Rio, isso normalmente se traduz em opções de conexão para vôos para Norte/Nordeste/Centro-Oeste.

E como Brasília é geograficamente bem posicionada, conseguiu desenvolver malha própria e ser o segundo hub do Brasil, desbancando o Rio (é muito perto de São Paulo). Basta dar uma passada no aeroporto JK e ver que a proporção de conexões é muito maior do que, digamos, Congonhas ou muito menos Galeão.

Os aviões da Azul são um pouco gradinhos demais para espalhar vôos diretos sem conexão. Mas a Trip e outras regionais as vezes fazem isso e com sucesso. Exemplo: a Passaredo, que agora até ERJ145 tem, voa direto de Ribeirão Preto para Goiania, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Cuiabá, Uberlândia, Curitiba em vôos diretos e sem conexão, tudo na base do turboelice.

Ricardo Freire

Pois então: Brasília é o hub número 2 no sistema hub-and-spoke do Brasil. Hoje se você quiser voar de Recife a João Pessoa, provavelmente vai ter que fazer conexão em Brasília...

Antes do lançamento, a Azul afirmava que justamente pelo tamanho de seus aviões (menores do que os Boeings e Airbus usados pelas convencionais) poderia oferecer rotas diretas a destinos não ligados diretamente. Porto Alegre-Salvador, por exemplo... Mas por enquanto está acontecendo muitas vezes o contrário. Uma rota que é direta em todas as cias (Porto Alegre-Rio, que o Dionísio fez) vira vôo com baldeação na Azul (Porto Alegre-Campinas, Campinas-Rio). E daí o preço precisa ser muito baixo para realmente valer a pena.

Há notícias (o CArlos Nascimento mencionou aqui outro dia) de que a Azul vai colocar novos aviões para ligar capitais nordestinas que hoje não têm vôos diretos entre si. Tomara.

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Eu já ajudei vários europeus, canadenses e americanos a organizarem viagens independentes no Nordeste, achar meios de transferi-los de Salvador para Recife, por exemplo, sempre foi um problemão. Entre Natal e Recife até que as distâncias são curtas demais, e com a BR-101 fica fácil fácil fazer de carro para os locais e brasileiros, mas vai explicar para um gringo que ele precisa pagar metade do custo de uma passagem internacional para viajar 600 km de Fortaleza a Recife, por exemplo... e ainda tem que fazer a tal conexão em Brasília ou, com sorte, em Salvador.

Ronaldo
RonaldoPermalinkResponder

Ricardo, tenho a mesma dúvida do Dionísio, e esqueci de perguntar à tripulação: Por que mandam "apertar os cintos, colocar a poltrona na posição vertical e ABRIR A PERSIANA"?

No mais, gostei muito de voar pela Azul, me lembrou uma certa ágil Gol, de tempos atrás...

Ricardo Freire

Então... no meu vôo eu não percebi isso, não!

Dionisio (www.blig.com.br/dionisio)

Pois, é, pessoal, muito estranha esta orientação da Azul, de abrir a persiana. Falaram isso nos meus quatro voos.

Quanto ao hub, eu também pensei que a Azul uniria diretamente cidades fora do eixo Rio-SP-Brasília. Pensei que poderia ir a Salvador direto, sem escalas nem conexões. A propaganda da Azul me deu a entender isso. Mas confesso que fiquei meio desconfiado, porque sempre achei que não há demanda numa rota dessas, a suportar voo diário direto. Mas posso estar errado, pois é uma avaliação empírica.

Até não acho ruim fazer a baldeação, desde que seja rápida. Por exemplo, em março, vindo de GOL de Noronha a Porto Alegre, fiz duas trocas de avião (em Recife e Guarulhos) rapidíssimas, muito ágeis, pegando aviões que praticamente só estavam esperando por mim. Isso não atrasou a viagem.

Acho difícil optar pela Azul em voos que exigirem esperas demoradas em Viracopos, até porque o aeroporto é bem chatinho (não tem nada para fazer) e, pelo que parece, as tarifas das outras companhias não estão muito mais altas (algumas vezes, são até mais baixas) e o passageiro faz simples escalas ou conexões bem mais rápidas.

Talvez o número de aviões da Azul ainda seja pequeno demais para atender a tantos destinos, o que causa esperas longas. Quem sabe não seria mais interessante que a Azul cativasse desde logo os clientes de poucas localidades, mas oferecendo-lhes, além boa tarifa, rapidez e agilidade?

Moral da história: achei legal voar de Azul, mas no sistema atual de hub em Viracopos, só voltarei a voar com ela se a tarifa for muito, mas muito vantajosa mesmo. É legal ter poltrona de couro, vários biscoitinhos e tal, mas melhor ainda é chegar rápido ao destino. Prefiro chegar mais rápido ao destino e lá comer uma boa refeição num bom restaurante, a demorar mais para e chegar com a barriga cheia de salgadinhos.

Marília Marconi

Será que essa sugestão de abrir a persiana não é só para a pessoa apreciar a vista superior da cidade de onde está partindo ou onde está chegando?
Pensei nisso pq eu sempre gosto de ver e fico com raiva qdo estou na poltrona do meio e o amiguinho da janela não move um músculo para abri-la...
Mas, se for, não faz o MENOR sentido não terem dito isso justo no vôo que chega no Rio, né?! wink

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Adorei a experiencia da tuitagem assim; ainda vou fazer uma quando eu crescer mrgreen

Bom ter um relato assim, tao detalhadinho; a Azul me pareceu ainda melhor do que eu esperava - e, Denise, eu tambem curtiria o Mothern passando durante o voo wink

Sílvia Soares

Poxa, Riq, faz de conta que vc não ouviu a criancinha berrando do lado...rs...contribua com as mamães "envergonhadas-que-adoram-viajar-mas- não-têm-fórmulas-mágicas-para-fazerem-bebês-não-chorarem" . Nós agradecemos! rs

Ricardo Freire

E a mãe tava desesperada, coitada... dava pra ver que a filha estava chorando bem mais do que o normal.

A propósito: o comportamento dos pais conta muito nessa hora. Se eles não se mostram vexados, aumenta bastante a implicância dos sem-filho... smile

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Riq, qual a fórmula para conseguir essa tarifa? (compra com x dias de antecedência, comprar de madrugada, oferta relâmpago... )??

Estou aqui pesquisando SP- RJ, para dia 27/06, e está tudo bem caro...

Ricardo Freire

Comprei com 10 dias de antecedência. A volta estava cara (R$ 189) então botei milhas TAM.

Vou falar de cabeça -- acho que as melhores tarifas ida e volta requerem antecedência e permanência mínima de alguns dias. É o caso de comprar sempre de duas em duas -- uma com ida por SP e volta por RJ, outra com ida do RJ e volta de SP, e usar primeiro as duas idas e depois as duas voltas.

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Nada feito. Tentei várias datas, espaçadas vários dias. A tarifa mais barata foi 129,00 ida e 99,00 volta. A Gol também tá carésima, 339,00 o trecho. Aiai, como é difícil a vida de viajante neste país...

JB
JBPermalinkResponder

Carla,

Tente GOL de Galeao a Guarulhos. Estava vendo para o fim de julho e encontrei vários lugares a R$49 cada perna. Acho que compensa o taxi mais caro.

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Valeu a dica, JB! mas só achei a volta por 49,00, num horário ruim, mas até que dava para encarar. Só que voltar eu posso voltar até de ônibus, o problema é a ida. E o mais barato nesse trecho, é 199,00 (horários que não dão p/ mim e depois por 209,00. Acrescente-se a isso uns 80,00 de taxi até Guarulhos (x2, ida e volta), mais o taxi do Galeão (deve ser mais barato pero no mucho)... ficam os 400Km mais caros do planeta!!

Leonardo Luz / @leonardoluz

Olás,

Usei a Azul ontem no trecho Maceió - Viracopos por R$ 234,00. Relativamente barato visto que comprei no dia 12 para voar no dia 15. Voo e avião excelentes.
A confusão foi no desembarque: atraso na retirada das bagagens e desinformação para o transfer Viracopos - Shopping Tamboré (Alphaville). A equipe se mostrava um pouco preocupada ao responder aos questionamentos dos passageiros. Saímos com 30 minutos de atraso mas chegamos no horário. Mágica!

smile

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Se tiver algum especialiasta em aeronaves, me corrija, por favor. Salvo engano, essas aeronaves utilizadas pela Azul e por várias outras empresas possui uma velocidade ótima de operaçào (aquela que gasta menos combustível) inferior à velocidade máxima em relação ao ar em proporção maior do que um Airbus A320, por exemplo. Aí, em caso de atraso, o piloto teria mais flexibilidade de dar aquela empurradinha nos motores : )

Outra possiblidade mais mundana é que a Azul tenha solicitado horários declaradamente exagerados para os trechos, assim, o vôo sempre tem uma margem de manobra e todo mundo fica feliz.

Leonardo Luz / @leonardoluz

Decolagem e pouso super tranquilos e sem aquele barulhão trivial.

O atraso foi na saída do transfer Viracopos - Shopping Tamboré. Devem usar sim desse artifício de horários mais estendidos para corrigir algum atraso. Isso é bom. Nossa chegada e programação posterior ao voo sempre estará bem.

Minha sugestão seria perguntar no check-in se o cliente vai usar o transfer depois do voo. Poderíam se organizar para tudo ser mais fácil nas saídas dos aeroportos onde ela disponibiliza esse serviço.

Ricardo Freire

Bela sugestão!

Ricardo Freire

Essa tática de exagerar a duração dos vôos começou já há um tempinho, se não me engano ainda na antiga Varig. É por isso que de vez em quando tem vôo que chega adiantado smile

Dionisio (www.blig.com.br/dionisio)

Vocês não acharam barulhentos os aviões da Azul? Eu achei bem alto o ruído ambiente.

Rodrigo Purisch

O pouso e a decolagem são momentos críticos da operação das aeronaves. A solicitação de abertura das persianas favorece a adaptação do olho a claridade do ambiente externo no caso de uma evacuação de emergência, acaba por "despertar" e deixar os passageiros mais atentos para o caso de uma emergência e ainda pode ainda permitir a observação de alguma anormalidade através das mesmas por algum passageiro ou de como está o ambiente externo no caso de uma evacuação de emergência (orientação espacial).

Já notaram que ao pousar de noite as luzes da cabine são suavizadas? Pela mesma razão, para favorecer a adaptação visual no caso de sair no escuro em caso de emergência.

Não sou especialista em segurança de vôo, mais foi essa a explicação vi em um fórum de aviação na internet faz um bom tempo.

Voando pela primeira vez com a Azul Linhas Áreas Brasileiras «

[...] Voando pela primeira vez com a Azul Linhas Áreas Brasileiras Publicado Agosto 20, 2009 Uncategorized Leave a Comment Uma vez que utilizei a pela primeira vez Azul Linhas Aéreas Brasileiras para retornar do nordeste na minha última viagem, gostaría de registrar a aqui a minha impressão sobre essa companhia aérea. Para isso vou usar as palavras e originalidade do Ricardo Freire, do blog Viaje na Viagem. [...]

Leonardo Luz
Leonardo LuzPermalinkResponder

Riq,
Indiquei esse seu post no BrasiLéo para registrar quando usei a Azul também pela primeira vez.
Podería? Caso não, me avise q tiro de lá...

wink

Ricardo Freire

Claro! É uma honra!

Rosângela
RosângelaPermalinkResponder

Entrei neste fórum pesquisando sobre a Azul. Comprei as passagens de Campo Grande para Recife, com uma boa antecedência e somente após a compra foi que me deparei com o horror de 4hs de espera na conexão (em Campinas para Recife). Liguei na Azul para tentar reembolso e outro horror: 20% sobre a tarifa total e mais 50,00 por bilhete, totalizando quase R$ 600,00 de prejuízo (pois estamos em 3). E o pior que entrei no site da Gol e o mesmo destino, agora, está com uma diferença de R$ 600,00 a menos...
Dá vontade de chorar mesmo!!!!!

Ricardo Freire

Eita, Rosângela! Seu depoimento revela dois aspectos importantíssimos:

1) a necessidade de redobrar a atenção na hora de fechar qualquer coisa pela internet. É preciso rechecar datas e horários e clicar em todos os links que explicam os detalhes, digamos, sórdidos. Todos estão lá o tempo todo, a gente é que esquece de ver com atenção.

2) o efeito da concorrência -- se Campo Grande não estivesse no plano de rotas da Azul, possivelmente não apareceria uma passagem tão barata na Gol.

Eduardo Di Petta

Olá Rick, Edu Petta, tudo beleza. Adorei o estilo da narrativa. Mestre total. Show de bola. Abssssão.

Lucia Moraes
Lucia MoraesPermalinkResponder

Meus caros, cheguei hoje de Jeri e viemos de Fortaleza de Azul
Fui no dia 21/01/11 ,à noite, utilizei o transfer saíndo do Eldorado que é hoje terceirizado.Realmente o transfer nâo funciona. Estou indiguinada como uma empresa que é tão boa no ar pode não ter um serviço pelo qual ela faz propaganda ,tornando do-a falsa.Na ida cheguei uma hora antes e retirei uma tal senha para o ônibus das 19:00 horas, quando o motorista disse que estava cheio .Eu bati o pé e disse que não aceitava já que esperava a uma hora com senha e afinal havia o lugar ( não sei se ele queria dar os nossos lugares aoutros).Ao chegar em Viracopos com antecedência ,minha surpresa ,eu quem havia colocado a minha mala no ônibus,alguém a retirou e não colocou de volta,ainda disse ao meu esposo que ninguém nos deu um controle de bagagem. Enfim passei um stress muito grande pois ,segundo outros passageiros que vieram nos outros ônibus ,minha mala ficou no meio da rua e os responsáveis ,não se responsabilizam.O motorista,sinicamente, me disse que ele só era motorista ,que não se responsabiliza .O funcionário Tiago da Azul foi muito atencioso e até aturou meu mal humor ,mas ele não tinha com quem reclamar em São Paulo, enfim minha mala apareceu no último ônibus que chegou em viracopos porque outros passageiros alertaram.Podia ter sido roubada.Hoje 26/01/11 ,após 20 horas viajando ,tendo que trabalhar ,cheguei às 05:55h,não havia ônibus suficiente ,só após 2h.Tive que pagar taxi até SP e o barato saiu muito caro.Acho que vou precisar que me convensam que isso mudou ,se não quem mora em SP não vale viajar Azul ,pois dias ficam negros.

Bruno Costa
Bruno CostaPermalinkResponder

Gostei muito da Azul ; )

hiuri luiz
hiuri luizPermalinkResponder

gostei muito azul.

karla
karlaPermalinkResponder

Curiosidade: Alguem perguntou e ninguem respondeu e eu tbem tenho essa curiosidade, porque o piloto manda abrir as persianas nas decolagens?

SONALLY MAFFRA

Boa tarde.

Eu e meu esposo sempre viajamos para Fortaleza-CE minha cidade natal, a cada 90 dias, fui por varias vezes na Azul,e pretendo sempre repetir a viagem, ate que enfim temos um serviço de QUALIDADE.

Atc: Sonally...

adriane mesquita

boa noite,como é a primeira vez que vou viajar pela companhia azul queria saber se o avião da azul é o mesmo tamanho dos aviões da trip

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriane! As duas agora são uma companhia só. Trabalham com dois tipos de avião. O Embraer 190 é o maior, a jato, o ATR 45 o menorzinho, turboélice.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar