Buenos Aires, por quem acabou de chegar: "Vida normal e muitos cuidados"

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

ricardocosti

Recebi essa tuitada aí de cima do Ricardo Costi quinta-feira, e só não retuitei porque estava (estou) terminando um trabalho atrasadíssimo e nem deveria estar no Twitter.

Pois nem bem voltou, e ele já postou numa caixa de comentários aqui do blog seu relatório sobre a vida real em Buenos Aires. Os grifos são meus mrgreen

"Pessoal, acabo de retornar de Buenos Aires e, até o momento, em perfeitas condições de saude. Nem um leve congestionamento nasal tive, apesar do frio e, claro, da sombra da gripe.

Estive 4 dias por lá. Tudo corre normalmente em Bs. As., shoppings e cafés lotados, restaurantes mais vazios, mas não se vê máscaras nas ruas, apenas nos aeroporto.

O uso de álcool-gel é intenso e necessário, usei a todo momento, assim como todos na cidade.  Em alguns restaurantes, junto com os temperos, é entregue um tubo de álcool-gel, assim como nos toilettes é farta a oferta do produto e nos corredores dos shoppings.

O shopping mais lotado em que estive foi o Alto Palermo; era assustador, confesso, o número de pessoas lotando lojas e aproveitando liquidaçõees. Os preços valem a pena.

E, com a queda do número de brasileiros por lá, me senti tratado como rei em todos lugares (no hotel um upgrade imediato para uma megasuite).

Nos bairros da Recoleta e Palermo, especialmente, parece que a gripe nem existe. Todos dizem não conhecer alguém que já a contraiu.

Como havia feito um check-up médico dias antes de viajar, e estava em perfeitas condições de saude, fui mais tranqüilo e retornei com a mesma disposição.

De todo modo, a propaganda oficial é intensa quanto à gripe em Buenos Aires:  na TV a todo momento, muitos outdoors pela cidade, em todas entradas do metrô (que não utilizei) placas e luminosos orientando sobre, e nas lojas de departamento e supermercados a todo momento gravação solicitando que as pessoas mantenham 1 metro de distancia entre elas como precaução."

ricardocosti2

Obrigadíssimo, Xará! É exatamente esse tipo de depoimento, de alguém que tenha estado nas ruas (e não em frente a uma tela de computador, como parecem estar os correspondentes portenhos dos jornais), que a gente estava precisando.

E atenção Vibanas: por conta da histeria em torno da gripe, os preços já começam a baixar. A Sylvia me avisou por email e o Rafael Targino por twitter que a Gol está liquidando as passagens para Buenos Aires. Eles encontraram ida e volta SP-Bs.As.-SP por R$ 350 até novembro. Eu só consegui encontrar por R$ 400, mas que não deixa de ser uma pechincha.

Buen viaje!

Leia também:

Gripe suína: Ministério da Saúde responde dúvidas no Twitter

Argentina e Chile: Na dúvida, não viaje

Voltou recentemente do Chile e da Argentina? Conte se a gripe suína pegou você ou não.

56 comentários

Carla
CarlaPermalinkResponder

Promoção pra Bs.As.? É tudo o que eu queria!!! Ainda volto lá esse ano! wink

Marcie
MarciePermalinkResponder

Carla, você precisa começar a se explicar...você vai pra Buenos Aires toda hora..e sempre quer voltar....?? Pode começar...

Carla
CarlaPermalinkResponder

É vício, Marcie... e dos graves!!! lol Sério que ainda vou menos do que gostaria - nunca consigo ir mais do que uma vez por ano!

Murilo
MuriloPermalinkResponder

Vida normal em BsAs é o que queria ouvir (ou melhor, ler)!!

Muito obrigado, ricardo(s)...

Richard
RichardPermalinkResponder

Apenas lembrando o que todo mundo já sabe, e o que pessoas conscientes não devem esquecer:
O fato de não se apresentarem sintomas da gripe não quer dizer que não se tenha contraído ou que não se possa retransmitir.

Ricardo Freire

E sempre lembrando que estamos o tempo todo falando de uma g-r-i-p-e, não de meningite nem de Ebola.

Acho jóia como desculpa para não precisar ir ao escritório, mas que isso seja compulsório entendo que é parte da paranóia.

ricardo
ricardoPermalinkResponder

Q bom ter ajudado, Riq. Richard, obrigado pelo alerta. de qq modo, hj permaneci trabalhando de casa, informando ao trabalho a precauçao. como moro sozinho fico mas tranquilo.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

As melhores promos aereas , estão nos sites das cias aereas nos
finais de semana . Se achou o preço bom hoje, deixe para comprar entre sexta depois da meia noite ,até domingo , que vai ficar melhor ainda wink

Silvia Oliveira - Matraqueando

Fiz uma pesquisa saindo de Curitiba e vejam só:

Curitiba-Buenos Aires por R$ 119,87 cada trecho. E tem aos montes ida e volta pelo mesmo preço. Cotei saídas de 13 a 17 de agosto e de 17 a 21 de setembro.

No feriadão de sete de setembro (de 04 a 08/09) há idas por R$ 282,06 e volta pela super promocional R$ 119,87.

É agora ou nunca!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Olhe o preço final , pois a taxas são bem altas , e se não for viajar agora, espere para comprar no fim de semana , normalmente sai uns 50 reais a menos .

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Pessoas,
Por 12 mil milhas smiles dá para ir em agosto - ida e volta.
Santiago tb...
Ai que tentação!

Ministério da Saúde

Richard, o paciente pode apresentar sintomas do vírus Influenza A (H1N1) em até aproximadamente 7 dias depois de ter contraído a doença. Para mais informações fernanda.scavacini@saude.gov.br

luiz felipe
luiz felipePermalinkResponder

voltei ontem do chile. por lá, nada de anormal. a gripe foi raramente mencionada. quando muito, em tom jocoso (não sei se isso também passou pela cabeça de outras pessoas, mas toda vez que ouvia gripe porcina me lembrava do sinhozinho malta).

é mais fácil passar mal com os mariscos do mercado central do que com a suposta gripe.

Inquietos
InquietosPermalinkResponder

Riq, dia 29/06 eu cheguei em Lisboa. Estava com um resfriado leve. Peguei um táxi no aeroporto e o motorista ficou bastante incomodado! Achei até engraçado pois ele ficou me fazendo perguntas, super preocupado. E isso que em Portugal está tudo sob controle, mas eles estão meio histéricos, nos noticiários falam em estoques de vacina.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Minha sogra cancelou a viagem dela para o Canada pois esta com medo da gripe (resumindo... meu maridex vai ficar sem mamis em Agosto)...
O engraçado é que no verão a gripe dá uma acalmada e ela volta a atacar somente no Outono, no tal falada "flu season". Por enquanto esta tudo tranquilo, mesmo sendo o Canada o país com mais numero de casos per capita...
Vamos que vamos!!!
Viajar é preciso...

Marcie
MarciePermalinkResponder

Aqui já está recomeçando um pouco do histerismo : grandes avisos nos jornais de que no outono a gripe viria com força total.
Eu tenho um remédio ótimo pra isso: chá-de-pouco-caso de 8 em 8 horas.

Ricardo Freire

Ai, Marcie... se essa gripe voltar com tudo no hemisfério norte no outono eu talvez tenha que abrir um blog separado só pra responder perguntas e não contaminar a parte sã do blog... Atchim!

Guilherme Lopes

Haha! viajenagripe.com.omeprazol!

; )

Marcie
MarciePermalinkResponder

para efeito de comparação: dizem que a cada outono/inverno, só nos Eua morrem 3.500/4.000 pessoas da gripe normal.
Hoje na NBC falaram no jornal que os cientistas estão achando muito semelhantes as características dessa gripe com a Influenza de 1918. Seriously? E nadinha evoluiu na medicina de lá pra cá?
Pra mim foi a mídia que piorou....

Carla
CarlaPermalinkResponder

É disso que reclama uma amiga minha que é médica, Marcie... Diz ela que só em termos de condições sanitárias melhoradas já não teríamos mais ambiente para uma catástrofe das proporções da gripe de 1918. Isso sem falar no próprio fato de que naquela época não existiam os anti-virais... Ou seja, voltamos à mídia!

Lucio Tokutake

Estou em BsA desde sexta-feira. A vida aqui está calma e as pessoas seguem seu ritmo normal. A Av. Santa Fé continua cheia de gente.
Apesar do frio, o sol destes dias convida a passeios ao ar livre nos imensos parques de Recoleta e Palermo, ao logo da Av. Libertador (que o prefeito quer transformar na Central Park porteña....).
No hay panico! Só o estoque de alcool gel está esgotado na Farmacity, mas é encontrado em farmácias menores.
Usando barijos (mascaras) solo turistas.

Natalie
NataliePermalinkResponder

Essas promoções de passagens são bem tentandos... alguém, por favor, me tire da frente do computador? smile

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Pessoal, não quero apavorar ninguém, mas tenho uma amiga que mora na Argentina, não é em Buenos Aires, é na Provincia San Isidro, alias, bem legal, tive o prazer de conhecer, porque geralmente só ficamos em BUE, e lá é bem legal, pelo menos onde ela mora.

Ela disse que esta sim um pouco assustadora a situação, e que ela nem esta saindo de casa, muitos shopping só entra com mais de 18 anos, crianças todas de férias, e a movimentação de gente na rua, bares, supermercados esta bem reduzido, até por conta das férias antecipadas.

O marido dela trabalha na Ford e tem um infectologista de plantão sempre, para atender a todos, com total cuidado devido ao grande numero de funcionarios, e ela esta evitando de ir em Buenos Aires, porque segundo as informações o Governo também estava escondendo alguns casos, parece que são mais de 80 mortos pela gripe, e quase 200 mil infectados.

É um número realmente alto, e como ela tem um bebe de 1ano e 8 meses fica com mais medo, e disse que desinfeta tudo, no prédio dela nenhum infectado, mas é só disso que falam o tempo todo... sei lá,. depois que conversei com ela desanimei bem de ir para lá.

Mas é bom saber outras opiniões.

Ricardo Freire

Patsy, no Brasil também, quanto menor o lugar, maior a paranóia. Vide o interior do Rio Grande.

Se publicassem diariamente as estatísticas de mortes por pneumonia originada de gripe comum os números também seriam altos.

Se publicassem as estatísticas de mortes por infecção alimentar ninguém comeria nada no exterior.

Se publicassem as estatísticas de mortes por afogamento ninguém entrava no mar; por atropelamento, ninguém atravessava a rua.

Eu não tenho dúvida de que o governo argentino esteja maquiando os números, porque esse governo é bem sem-vergonha mesmo. Mas de novo: são números de g-r-i-p-e.

Avisa a sua amiga que ela tá perdendo as liquidações em Bs. As...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Quanto menor o lugar, mais se depende das informações que chegam via jornal, rádio e TV - aí já viu, né? É a mídia a serviço da paranóia...

ricardo
ricardoPermalinkResponder

Patsy, realmente na televisao argentina vê-se a preocupaçao com a provincia san izidro, maior q na capital.
achei genial a conclusao do Luiz Felipe Pondé, na sua coluna hj, (publicada às segundas-feiras na Folha de Sao Paulo): "Contra a paranoia costuma funcionar o senso do ridículo. Assim, sejamos limpinhos e obedientes, mas não esqueçamos que o paranoico é ridículo no seu gozo em causar medo. Respiremos com moderação."

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Também estive em Buenos Aires neste final de semana (a Aerolineas Argentinas está com uma promoção onde o acompanhante paga meia passagem -- mas, pelo jeito, a brasileirada aproveitou isso para ir pra Sydney, já que, do meu vôo cheio, só uns 20 passageiros ficaram efetivamente em BsAs).

Como já escreveram, a vida segue por lá. Nenhuma paranóia - o lugar onde mais vi gente de máscara foi no aeroporto de Cumbica. Ontem e sábado o tempo estava lindo, daqueles dias de inverno com céu azul e sol brilhando. Os gramados na Recoleta, em volta do cemitério, estavam cheios de gente tomando sol e mate. Curiosamente, achei a Florida e a Santa Fé bem mais vazias do que de costume, sem as hordas de brasileiros que costumam invadir lá a qualquer feriado. Enfim, parece que nós, brasileiros, estamos mais preocupados do que quem vive por lá e já percebeu que não dá para parar a vida por causa do risco de pegar uma gripe.

Em tempo: o paraíso das compras continua, praticamente TUDO (de livros e CDs a roupas, cerveja belga e restaurantes bacanas) é mais barato do que aqui (do que São Paulo, pelo menos). Sejam racionais e aproveitem a irracionalidade alheia.

P.S. o brunch de domingo do Olsen, um restaurante escandinavo descoladinho em Palermo, já estava cheio às 11h00.

Mauricio
MauricioPermalinkResponder

Olá Riq. Moro em Bs. As. e agora mesmo estou com Gripe A. A coisa comenzou na ultima quinta feira, quando acordei com dor de cabeza. Passadas duas horas comenzou a febre. Primeiro 37,5C. Até esse momento nao di importancia. A coisa tornou pior á noite. A febre chegou a 39 y meu corpo estava bem cansado, muito dor de garganta. Na sexta foi quando liguei para o medico. Ele nao deu muita importancia, e só deu um antibiotico e paracetamol. Essa noite despertei no medio da noite sob uma lagoa de agua na minha cama. Tinha 39,5 de febre. Fui directo á clinica. Me disseram "Caso suspeitoso de Gripe A". Me deram Tamiflu (Oseltamivir). A melhoria foi imediata. Agora tenho que aguardar sem sair da minha casa até a proxima sexta para receber o alta médica.
Nosso goberno é uma vergonha. Nao esta dando dados certos. Fontes extra oficiais formadas por grupos de medicos falam de 300.000 casos e 2000 mortes. E verdade que a tasa de mortandad e igual á gripe comum, mas temos dereito a conhecer a realidade da situacao. Saludos desde Argentina!

Ricardo Freire

Eu acredito que ainda neste inverno a gente acabe passando por uma situação semelhante aqui no Brasil.

Melhoras, Mauricio! E aproveite o descanso forçado....

Pavan
PavanPermalinkResponder

Tive que cancelar a próxima semana (minha única de férias!!) em BsAs. Ia com a família toda e meus pais se diziam não com medo da gripe, mas com receio de encontrar a cidade "fechada". E nada disso está acontecendo!
Bom, vamos aproveitar Salvador agora e pedir pra não voltar com dengue, rs...

paulab
paulabPermalinkResponder

Riq, ninguem falou mais nada sobre a gripe nos estados unidos, alguma noticia?Estava planejando ir para lá final de agosto, mas como estou gravida estou com um medinho....Alguem voltou de lá recentemente?

Ricardo Freire

Tudo normalíssimos nos Estados Unidos.

Mas a histeria pode voltar com o outono, não só nos Estados Unidos, mas em todo o hemisfério norte. Até lá, ou a gente perde medo da gripe, ou não sai mais de casa.

No seu caso específico, não há o que temer. Agosto não é época de gripe por lá. Mas vai ser época de gripe por aqui.

De todo modo, se você está contaminada pela paranóia, não viaje.

DeniseKN
DeniseKNPermalinkResponder

Paulab,

Voltei de NYC no dia 28/06 (fiquei 10 dias lá). Absolutamente tudo normal, como se não tivesse NADA ocorrendo. Como alguém já comentou, o problema eh que ao chegar aqui ao BR, de volta, pedem a identificação do voo, poltrona onde vc voou (!!!) e o e-mail ou o telefone. Como alguém também já falou, o lugar onde vi mais gente andando de máscaras foi em Guarulhos.

Riq,

Eu leio o blog praticamente todos os dias, mas é a primeira vez que comento... parabéns pelo blog! smile

Cláudia Holder

Lá em Londres havia apenas um tímido cartazinho em Heathrow falando da gripe *suína* (essa história de H1N1 é frescura brasileira). Ninguém estava usando máscaras no aeroporto. Em Lisboa os cartazes eram maiores, mas nada de máscaras também. Já no aeroporto do Recife, ontem à noite, eu me senti em plena área de quarentena. Só faltou aquele povo vestido de astronauta. E ainda deram um formulário pra gente preencher no avião perguntando até em que poltrona a gente estava sentado. Eu acho que as autoridades assustam mais do que orientam.

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Cada vez que eu estou me acostumando com a idéia de não viajar nas próximas férias, vem um post desses sobre BsAs...

Mauricio
MauricioPermalinkResponder

Obrigado Riq. Tentarei usar esta semana em quarentena para organizar minhas proximas ferias no Brasil, usando como guia (of course) minha nova Biblia "100 praias...". Riq, vc tendria que tentar a versao em espanhol do seu livro pra vender aqui na Argentina, acho que seria um sucesso total!

Cintia
CintiaPermalinkResponder

Lendo os relatos acima fico mais tranquila e confirma meu posicionamento .Estou indo à BsAs na próxima terça(21/07).Alugamos um apto na Recoleta e prometo relatar a situação ( gripe ,compras,passeios, etc.).Tenho lido muito sobre a apidemia e cheguei a conclusão que não cancelaria esta viagem por conta da gripe A, pois corro o risco de pega-la aqui em Agosto.Conforme estudos e projeções, ela estará em seu pico(aqui) no final de agosto.
http://rodadeciencia.blogspot.com/2009/06/epidemia-chegou.html

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Ricardo, também resolvi desconsiderar o alarme exagerado e estou indo para BsAs neste domingo. Aí, rolou uma dúvida que pode não consegui desfazer via Google: o Banco de la Nación do Ezeiza fica aberto também aos domingos? Você ou alguém aqui saberia me dizer isso? Abraços.

Ricardo Freire

365 dias por ano! Quem me deu a informação foi o chefe da segurança -- com olhar desolado, coitado smile

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Obrigado, Ricardo!

Diego
DiegoPermalinkResponder

É por essas e outras que tô me mandando pra Argentina e pro Chile mês que vem. Xô gripe! Vambora viajar!
Abraços

ricardo
ricardoPermalinkResponder

uma foto. domingo (12/07) pela manhã em san telmo - buenos aires
http://twitpic.com/aasvw

suely
suelyPermalinkResponder

Esas notícias são muito tranquilizadoras.
Gostaria de saber como está Bariloche.
Estou indo Sábado e dou notícias pra voces de lá.

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Sylvia, fiquei curiosa... Qual a causa da queda no preço das passagens no fim de semana sem nenhuma promoção anunciada? No site da Gol, confirmei q isso aconteceu mesmo.

Ricardo Freire

Me metendo: deve ser porque durante a semana há bastante venda via agente de viagem.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sempre aconteçe isso, desde abril, tenho encontrado preços no minimo 50 reais a menos ,cada perna nos finais de semana . E quando penso : perdi essa barbada , no outro findi aparece de novo .
A maioria são tarifas com 30-60 dias de antecedencia , saindo e chegando no meio da semana ( nada a ver com os 10 dias no destino que o pessoal fala )
Quanto a BsAs , mesmo baixando muito o preço do voo , o final quase não se altera pois eles aumentam os valores das taxas sad

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Riq e Sylvia, o fato é que agora, só compro passagem em fim de semana!
Mesmo pra BsAs, Sylvia, vi uma diferençazinha entre o preço do domingo e o de ontem.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Descobri ontem que comprar BsAs ,do Rio ou Gru , num final de semana ,é 100 reais mais barato do que Poa BsAs comprada durante a semana wink

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Pessoal, gostaria de passar um dia, não me hospedar, na Estancia Villa Maria (aquela da novela A Favorita), alguem já fez um day trip para lá? Tem alguma informação de algum tour?

Ricardo Freire

Hugo, segundo o Fodor's essas excursões se chamam "día de campo" em argentino.
http://www.fodors.com/world/south-america/argentina/buenos-aires/feature_30011.html

Googlando, achei esta aqui:
http://www.pampatours.com.ar/estancia_villa_maria.asp?idestancia=1 (acredito que o "$" seja de peso, não de dólar)

Acredito que se você mandar um email para o hotel eles te enviarão a lista das agências que fazem "días de campo" por lá.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Riq, acabaram de fazer a pergunta certa para a pessoa certa - "será que eu devia aproveitar uma oportunidade de ir para BA só pagando passagem agora em Agosto?". Resposta: este post ha ha

Sito
SitoPermalinkResponder

Olá à todos.
Voltei segunda-feira de Santiago e tudo bem por lá. Quase não se fala na gripe, mas os avisos sobre os cuidados estão nos aeroportos, sim. E "bora" pra BsAs! Abs.

Fiorella
FiorellaPermalinkResponder

Bom, pessoal
Minha amiga e companheira de viagem desistiu, ficou com medo da gripe.
Desde o início em compartilho com a opinião do Riq..."não é ebola, é gripe"...Mas confesso que ver tantos jovens previamente hígidos fazendo insuficiência respiratória me balançou...
Fato é que moro em Porto Alegre, e acho que em poucos dias estaremos cá como se está lá, em surto total. Já se vê no Salgado Filho pessoas chegando com máscaras como se a cidade fosse tão "virulenta" como Bs As.
Então ou eu encaro logo esse monstro de frente, ou não saio mais de casa. Por isso decidi manter a minha viagem.
Saio daqui na quarta e volto no domingo e, com a graça de Deus, volto sã e salva pra contar pra vcs.
Abraços!

Fiorella
FiorellaPermalinkResponder

Voltei!!
Riq, conforme divulgado aqui, nada de paranóia e muitas, mas muitas promoções.
Sou médica e agora afirmo sem medo: levaria minha mãe comigo hoje mesmo(ela tem algumas comorbidades) sem medo. Pq ela corre os mesmos riscos aqui.
E sim, os preços lá estão imbatíveis, voltei com 2 malas extras, só de compra. Levei álcool gel e lencinhos úmidos em gel (mas tinha lá pra comprar tbém, variando de 6 a 10 pesos o frasco). Levei alguns descongestionantes e anti-térmicos, mas não usei nada, simplesmente pq não tive nada além de uns 2 espirros em 5 dias (pq estava MUITO MUITO FRIO). Máscaras eu devo ter visto umas 2 no centro e 1 em San Telmo, além de umas 5 nos aeroportos...e só.
Ah, e me arrisquei tbém pegando o metrô...claro q evitando um contato extremo ou pegar nos corrimões, mas resumindo, não deixei de fazer nada do que sempre fiz e ainda fiz muito mais compras do que de costume.
Minha opinião sincera pra quem tem viagem marcada: vá!
[A não ser se estiver paranoico, pq aí um espirro e vc perde o sono...e não vale a pena]
Abraços!!

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Fiorella, gostaria de saber as dicas de compras atuais, prs me programar para a minha ida em Outubro.Grata.

Fiorella
FiorellaPermalinkResponder

Bom, além dos locais costumeiros como a Florida e redondezas no microcentro, vale muito a pena dar uma olhada nos outlets da Av. Córdoba (na altura do nº 4200 até acho q 4600) e nas paralelas a ela, nessa altura. Além de ter outlets da Nike, Lacoste, Timberland tem várias outras lojinhas com preços ótimos. É ir e torcer para um câmbio favorável como agora...a 2 por 1, pq aí não tem erro.
Abraços e boa viagem!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar