Cias. low-cost na Europa: modo de usar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

boardingpass-vueling

O aparecimento das companhias aéreas de baixo custo revolucionou a aviação na Europa. Nomes como a irlandesa Ryanair e a britânica easyJet são, hoje, megacompanhias pan-européias, que operam inúmeras rotas fora de seus países de origem. Já a espanhola Vueling foi incorporada pela Iberia (com a qual mantém um compartilhamento de vôos), enquanto a Air Berlin é a primeira low-cost a virar membro de aliança (a oneworld).

O esquema funciona à perfeição para quem mora na Europa e faz viagens curtas. No entanto, para quem sai do Brasil com um itinerário picadinho, as low-cost nem sempre são a melhor solução.

Antes de fechar a passagem mais barata que conseguir e sair comprando vôos low-cost a torto e a direito, faça seu dever de casa:

Pesquise os preços

As pechinchas inacreditáveis de € 10 ou € 20 ainda existem, mas normalmente estão ao alcance de quem recebe os alertas de ofertas por email (é preciso cadastrar-se nos sites) e pode marcar viagens na base do impulso. Pela minha experiência, é difícil voar por menos de € 70. Pesquise as datas exatas no Skyscanner.net (metabuscador que traz todas as low-cost) e no Kayak.com (para descobrir se há companhias convencionais oferecendo tarifas promocionais na mesma rota).

Confira o aeroporto

Algumas low-cost – sobretudo a Ryanair – usam longínquos aeroportos secundários, aonde se chega apenas por ônibus especiais que nem sempre se encaixam direitinho com o seu horário de check-in. Informe-se sobre a distância e o transporte (todos os sites têm uma seção sobre como chegar) e veja se a economia compensa o acréscimo de tempo.

Pegue leve

Todas as low-cost cobrarão pelo despacho de bagagem, terão limites para bagagem de mão e cobrarão uma fortuna por quilo de excesso. Antes de comprar a passagem, confira no site as regras correntes (mudam o tempo todo, não vale a pena a gente transcrever aqui não, porque desatualiza sempre).

Conexão, não!

Nunca programe um vôo low-cost como conexão para seu vôo de chegada à Europa ou de volta ao Brasil. Como não há vínculos entre as duas companhias, se um vôo atrasar, você perde a passagem do vôo seguinte. Use um agente de viagem para montar a passagem intercontinental chegando à Europa por uma cidade e voltando ao Brasil por outra. (Ou então programe um pernoite na ida e outro na volta, para não dar chabu.)

Rentabilize sua passagem

As passagens intercontinentais costumam conter “gorduras” que podem viabilizar trechos intra-europeus por tarifas semelhantes às das low-cost – usando aeroportos principais, mantendo o seu limite de bagagem e com alguma assistência em caso de atraso. Examinando seu roteiro, um agente de viagem pode achar uma classe tarifária que permita desdobrar sua passagem em mais vôos. Peça um orçamento e compare com o que você pesquisar nas low-costs. Você pode ter uma boa surpresa.

Entenda bem

Não estou querendo dizer que as low-costs não valham a pena -- muitas vezes, talvez até na maioria dos casos (sobretudo para quem estiver cadastrado nos sites ou resolver sua viagem com antecedência) a conta deve ficar menor. O meu pitaco é para que você não feche a passagem intercontinental antes de orçar quanto ficaria incluindo os trechos internos. Não esqueça de converter os preços das low-cost para dólar, que é a moeda das passagens intercontinentais. E finalmente, ao comparar os dois preços, procure levar em conta não só o número frio, mas também o custo x benefício (principalmente se os trechos intra-europeus incluírem cias. com limite de bagagem de 15 kg).

Leia mais:

411 comentários

voos Barcelona

Este post está excelente!! Parabens!

juliana amorim

A vueling ainda cobra por bagagem? estou simulando la mas não me aparece o acrescimo por mala. Na easyjet tudo que vc paga vai sendo adicionado ao preço e fica fácil saber quanto se tem de limite de bagagem.
Alguém ajuda?
A vueling segue confiável?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana. A Vueling cobra por bagagem sim, e o limite é de 23kg. Veja as informações detalhadas no site da companhia (em Espanhol):

http://www.vueling.com/ES/info/faq.php?menuOption=preguntas&language=ES&idMenu=9#16

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Só pra avisar: a Easyjet começou hoje uma megapromoção. Diz ela que tem desconto de até 41% (que, obviamente, não encontrei. Vai que alguém dá sorte...). Acho que vale a pena, apesar de ser naquelas de sempre, né: bagagem por fora, taxa pra isso, taxa pra aquilo... Mas consegui economizar uns 20 euros num trecho Barcelona-Berlim smile

Michel
MichelPermalinkResponder

Acabei de comprar Praga -> Paris por 33 euros na Easyjet
Na Easyjet fora o valor da tarifa tem mais 6,50 euros por pagar com Cartão.

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Pessoal,
O skyscanner tem o ebookers.com e o lastminute.com como agentes de viagens parceiros. Alguém já comprou passagem aérea na Europa através destes sites?
Fiz uma pesquisa entre Berlin e Cracóvia e comprando direto na AirBerlin fica 30 euros mais caro que comprando por esses agentes de viagem, e fiquei pensando em comprar com eles.

Obrigada !
Camila

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Por enquanto ninguém deixou opiniões sobre o Ebookers.com por aqui. O Lastminute.com já foi bem discutido pelos tripulantes neste outro post, que é uma enquete sobre consolidadores. Dá uma olhadinha lá: https://www.viajenaviagem.com/2009/07/enquete-hotwire-travelzoo-priceline-consolidadores-ja-usou/comment-page-1/#comments

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Hi, ninguém falou nada sobre passagens aéreas neste post. Será que mereço um perguntódromo?
Obrigada !

Felipe Duch
Felipe DuchPermalinkResponder

Camila,

Ontem comprei minhas passagens intra Europa pelas low costs "Easy Jet" e "Vueling".

Pesquisei pela skyscanner, mas para comprar entrei direto no site das companhias e foi muito simples.

Dica: Tem diferença no peso da Easy Jet (20 kg por mala sendo o máximo de 40kg por passageiro) para a Vueling (23 kg sendo o máximo de 50 kg por passageiro) e as dimensões das malas de mão também são diferentes, nesta parte a da easy jet é maior.

O custo adicional da mala de porão é em torno de EUR 11 por mala.

Outro detalhe só é possível comprar no cartão de crédito...e por isso é importante saber que normalmente o valor do câmbio é fechado somente no dia da fatura do cartão, por isso você fica na dependencia do câmbio futuro.

Boa sorte...

fabiola weiss
fabiola weissPermalinkResponder

Consegui passagem pela easyjet Roma-Paris por 65,00 euros com bagagem despachada e speed boarding. Só que não consigo fechar a compra, porque depois que escolho minhas opções de horário e adicionais, a página seguinte não carrega. Simplesmente fica um tempão carregando e depois volta para a página inicial. É sempre assim? Já tentei várias vezes e nada! A propósito, parabéns pelo site!

Ricardo Rezende

Olá Riq, Bóia e demais trips.

Emiti passagens pela Vueling e depois vi que o nome do meu irmão estava errado, constava "Fernan" ao invés de "Fernando".
Quanto a mim, por descuido, constei apenas o primeiro nome e o último sobrenome. Esqueci de colocar o sobrenome do meio.
Vcs acham que isso pode dar problema na hora de embarcar?
Alguém já passou por situação similar?
Agradeço qualquer informação.
Abçs.
Ricardo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Ricardo! Esquenta não, vai dar tudo certo! Você teve que inserir o número do passaporte, não teve?

Ricardo Rezende

Olá, Bóia.
Obrigado pela resposta.
O site não pediu o número do passaporte não.
Creio que farão isso no check-in.
De qualquer forma, quando chegar à Europa vou ligar para o número de atendimento que tem no site.
Qualquer novidade, trago a informação para cá.
Acho que pode ser útil para alguma outra pessoa.
Um abraço.
Ricardo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Agradecemos! smile

Ricardo Rezende

Olá.
Estou dando o retorno que prometi.
No site da Vueling encontrei um "fale conosco" e informei o ocorrido.
Ao utilizar o tradutor do Google, para enviar a mensagem em espanhol, verifiquei que a própria ferramenta "traduziu" Fernando para Fernan. Isso deve ter ocorrido, também, com o site da Vueling, quando fiz a reserva.
Depois de um tempo, eles me responderam, mas não viram que foi isso que ocorreu.
Disseram que o nome não coube no campo próprio e, por isso, teria sido cortado. Informaram que não haveria problema.
Imprimi o e-mail e fiquei mais tranquilo.
Obrigado pela atenção.
Ricardo Rezende

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Ricardo! Agradecemos o fidibeque! grin E que bom que deu tudo certo.

Tassyla
TassylaPermalinkResponder

Olá! Acabei de reservar um vôo de Madri a Valência pela Ryanair. Mas no ato da compra, pedem um número de "voucher" que eu deixei em branco, por não saber do que se trata! É obrigatório obter esse voucher? E como faço pra adquiri-lo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tassyla! Este campo só deve ser usado caso você tenha algum código promocional ou vale-presente que dê desconto na tarifa. Não sendo o caso, é para deixar em branco mesmo!

Pedro
PedroPermalinkResponder

Caro Ricardo. Falo muito pouco inglês (só o basicão do colégio). Como faço para amenizar essa dificuldade, já que estou programando uma primeira viajem pela europa? Aqueles dicionários de bolso resolvem?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Aqui quem fala é a Bóia.

Leia esses depoimentos aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/nao-falo-ingles-posso-viajar-ao-exterior-mesmo-assim/

Pedro
PedroPermalinkResponder

Olá Bóia.
Vou conhecer Viena, Praga, Dresden e Berlin. Os percursos entre essas cidades devo faze-los de trem, ônibus ou por meio de Low Cost?
Grato mais uma vez.

Ricardo Freire

Trem.

mariana
marianaPermalinkResponder

Ola!
Estou procurando trajetos de trem, e tenho achado alguns trechos caros. Estou pensando em fazer Porto-Madri (low cost), madri- barcelona (trem), barcelona-veneza ou roma (low cost, depende da rota),e entre os trechos na italia veneza, florença, pisa e roma de onibus. Aguem poderia me ajudar, sera q e meio doido esse trajeto? Os meios de transporte são viaveis? E meu receio são as bagagens tb (15kg e muito pouco), ja vi q a ryanair e mais barata, mas o custo-benefio c as bagagens no final nao compensa.
Aguardo sugestões!wink

Obrigada!

mariana
marianaPermalinkResponder

Olá!!

Obrigada pelo post, os trechos lisboa ate porto, parando em algumas cidades, ja estava certo o carro, eu estva ficando doida c os trechos na italia ( alguns simplesmente nao aparecem ), acho esse site da ternitalia uó, mas estou me localizando melhor. O trecho Firenzi-pisa nao aparece p mim, sera q so consigo comprar na hora? Tb nao to conseguindo o trecho firenzi-roma, mas vou tentar de novo.
Obrigada pelas dicas!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana!

"Firenze" é com "e", talvez seja esse o problema. Também só é possível encontrar trechos para os próximos 60 dias. Antes disso as viagens não entram no sistema! grin

mariana
marianaPermalinkResponder

Olá!
agora consegui visualizar...apesar da viagem ser em junho, estou cotando p fazer uma estimativa de preços e horarios, e saber se as rotas são viaveis antes de definir o roteiro.
Brigadão! wink

Clemilson
ClemilsonPermalinkResponder

Ola Riq, Boia e amigos. Vou comprar uma passagem de Barcelona a Paris pelo site da Iberia, no site diz que essa rota é operada por Vueling Airlines. Qual a politica de bagagens que terei que seguir? Iberia ou Vueling Airlines?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clemilson! Veja as "letras miúdas" no site da Iberia:
http://www.iberia.com/OneToOne/v3/program.do?prgOid=536888976&tabId=3&menuId=02150500000000&isPopup=true&AAA=true

Lá diz que se um mesmo bilhete combina um vôo da Iberia com um de outra companhia aérea, valerá a franquia de bagagem da companhia que operar o primeiro trajeto.

Livia
LiviaPermalinkResponder

A dúvida do Clemilson é a mesma que eu tenho.
Ainda não consegui ter certeza qual a política de bagagens de quem compra uma passagem pelo site da Iberia operado pela Vueling...
Pelo que eu entendi, a política é a da Iberia, não tendo que pagar por bagagem despachada, mas estou muito insegura, pois pretendo comprar vários trechos assim. Podem me ajudar???
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! Não conseguimos descobrir isso na web, não. É melhor considerar que valerão as regras da Vueling. Tente confirmar com o atendimento da Iberia.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Oi Bóia, respondi antes de ver sua resposta, acho que respondemos juntos.
Vou tentar confirmar isso, sim. No site da Vueling não consigo o número do voo pra saber se é IB5XXX. Obrigada de qualquer maneira!

Livia
LiviaPermalinkResponder

Oi Bóia!
Tentei entrar em contato com a Ibéria várias vezes pelo telefone, mas eu nunca consigo falar com um atendente. Fico por vários minutos na música e nada... Eu preciso comprar as passagens e estou receosa quanto à companhia. Sei que vc disse em outro post que o voos da Vueling não serão afetados pela greve da Iberia... mas ainda estou insegura...

Livia
LiviaPermalinkResponder

Acho que encontrei a resposta! rsrs

http://www.iberia.com/br/duvidas-mais-habituais/franquia-bagagem-em-compartimento-carga/#ancla5

"E se viajar num voo operado pela Vueling Quantas malas/quilos posso fazer check-in de bagagem?

Se viajar em ligação com um voo IB5XXX com voo da Iberia ou Iberia Regional aplicam-se as condições de transporte de bagagem da Iberia, tanto de franquia como de excesso em todo o trajecto até ao destino.

No caso de viajar num voo IB5XXX e/ou realizar algum transbordo entre voos IB5XXX, a franquia gratuita a aplicar será de um volume de bagagem de 23kg.
Quando o peso do volume for superior a 23kg, cada quilograma a mais terá um encargo de 10€, podendo chegar até ao máximo de 50Kg. O encargo por peça adicional é de 20€ a pagar no aeroporto para além de 10€ por quilo de peso desse volume.

Se desejar mais informações sobre a franquia da Iberia, pode consultar em Franquia de bagagem no porão."

Olhando no site da Iberia, o trecho que pretendo fazer operado pela Vueling é IB5721. Então, podemos despachar uma mala de 23kg sem pagar a mais por ela. Ufa!

Leonel Moura
Leonel MouraPermalinkResponder

Deveria ter buscado e lido informações sobre as empreas low-cost. Conclui que não vale a pena para quem sai do Brasil e quer fazer conexão na Europa. A Vueling cobra pela bagagem (você só tem direito a uma bagagem de mão), cobra para reservar o assento (3-5 EUR), cobra para faturar no cartão de crédito (quase 10 EUR), não há parcelamento, ou seja quase ou igual valor a uma empresa não classificada como low-cost sem vivenciar estresse e ainda pode parcelar. Estou tentanto mudar vôo pela Vueling (tarifa internacional 39 EUR) e não consigo pela internet, enviei mensagens e eles querem que eu ligue para Espanha!!!!!. Na última mensagem, solicitei que me indicasse um endereço da Iberia em SP.

Karina
KarinaPermalinkResponder

Trips, alguem conhece ou ja voou por uma empresa chamada Transavia? Eu encontrei boas tarifas entre Amsterda e Lisboa mas, como nunca ouvi falar dela, fico meio preocupada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karina! Despreocupe-se! A Transavia é uma low-cost do grupo da KLM.

Karina
KarinaPermalinkResponder

Ah, melhor assim, nada como uma referencia. Obrigada, Boia!

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Pergunta banal, mas que no momento me custa algumas horas de pesquisa: algumas empresas áereas low coast tem como forma de pagamento cartão de débito Visa Electron, opção débito. Esse tipo de pagamento funciona apenas pra quem tem cartão de banco local (quero dizer estrangeiro) ou vale tbm para compras em cartão de débito internacional??? Alguém sabe me responder isso???

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Juliana
Usei a opção débito Visa Electron para comprar passagens de trem no site da Eurostar, pra evitar uma taxa deles de mais 4 libras se fosse na função crédito. A compra foi aprovada, mas infelizmente o débito caiu como crédito para mim (eu preferia débito mesmo, com menos iof, rsrsrs).

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Ana Carolina, hj fui no meu banco e a resposta do atendente foi a de que deveria funcionar normalmente, estando desbloqueado para uso no exterior, o que é o meu caso. Até consegui fazer uma compra na easyjet... mas ainda não apareceu nada na minha conta. O cartão não tem opção credito... vamos ver no que vai dar.

Obrigada pelas informações... Ana e Gustavo.
Se alguém mais tiver algo a acrescentar, eu agradeço.

Tati
TatiPermalinkResponder

Tb usei minha função débito em Londres neste FDS e não apareceu nada na minha conta ainda...Medo de cair nõ crédito.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Quando usados na função "débito", quase sempre a operação real ocorre via cartão de crédito, as vezes com débito semi-imediato na conta, embora sem afetar o limite do mesmo.

E se o seu banco usar esse expediente, taxas mais altas de IOF são aplicáveis.

Nati S.
Nati S.PermalinkResponder

Juliana, acho que pra dar certo a função débito, o cartão tem que ser de um banco europeu. Fiz intercâmbio em Barcelona durante um ano e não abri conta por lá. Levei um Visa Travel Money, e era com ele no débito e nos saques (e com o Cartão de Crédito Internacional para compras maiores) que me virava. Mas quando tinha que comprar pela internet não rolava não, ele não era aceito. O jeito era pagar as passagens no crédito e arcar com a taxa mais alta cobrada pelas cias aéreas... e hoje, também tem o agravante do IOF mais alto...

Gustavo - Viajar e Pensar

Oi Juliana,
Tentei na Easy Jet ano passado, devido a opção Débito ser mais barata e não consegui completar a compra.
Meu Cartão é Visa Electron.

Celina
CelinaPermalinkResponder

Olá Juliana,

Tenho feito compras regularmente com o cartão na função débito aqui em Londres e pela Europa, há mais de três meses. O que eu entendi das minhas faturas é que quando eu escolho o débito, o dinheiro não sai direto da minha conta e vai para a conta do cartão, mas sem a tarifação de crédito. Mas comprei todas as passagens das lowcost no crédito (pela internet). Ainda não tinha essa nova facada, então não foi tanta diferença.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Pessoal, eu e minha esposa estamos planejando uma viajem à Europa agora em setembro.

O roteiro seria o seguinte:
Sao Paulo - Paris dia 10/09
Paris - Praga- dia 17/09
Praga- Roma- dia 22/09
Roma- Sao Paulo 01/10

Buscando por preços de passagens no decolar, achei para todos os trechos pela Iberia por R$ 2750,00/pessoa no total. Pensei então em comprar apenas Sao Paulo- Paris e Roma- Sao Paulo (achei por R$ 1850,00) e fazer os outros trechos por low-costs. Achei no skyscanner Paris-Praga(Easy Jet) por R$100,00 e Praga-Roma(Smart Wings) por R$ 170,00. Somado aos R$ 1850,00 dá R$ 2120,00, ou seja, pouco mais de R$ 600,00 de diferença, isso por pessoa, pra duas pessoas seria uma diferença considerável!

Pergunta: Alguem conhece essa Smart Wings? É confiável? Onde consigo achar as regras de bagagem dela? E a Easy Jet, recomendam?Pelo que li, as vezes o "barato" do low cost pode acabar saindo caro. Neste caso vcs acham que essa diferença valeria a pena?
Muito Obrigado,
Marcos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Marcos! As regras de bagagem da Smart Wings você vê no site http://www.smartwings.com/ - Clique em Travel info!

Celina
CelinaPermalinkResponder

Olá Marcos, eu sou fâ de lowcost e viajo para todo o canto, baratinho, aproveitando as promoções. Vale muito a pena se você viajar leve, com uma malinha, e dependendo do trecho, vale pagar uma mala de porão, também, na Easyjet, se comprar antes de chegar no aeroporto, custa 11 euros. A maioria das lowcost aceita malinhas de bordo e a Easyjet é mais tranquila, e raramente manda medir a mala no tal engradado. Uma malinha de 50X40x20 passa em qualquer cia lowcost.Boa Viagem!

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Celina e Bóia, obrigado pelas dicas!
Acabei fechando todos os trechos com cias comvencionais mesmo. Fui à uma agência e a diferença dos preços acabou sendo pequena, então achei que não valeria a pena correr o risco (excesso de peso) com as low costs.
Fica pra uma próxima então...
Abraços

Marcelle
MarcellePermalinkResponder

Pessoal,
Alguém sabe uma low-cost que faça Madrid- Florença (Itália)? Só achei a Meridiana (que nem é tão low cost assim), mas só tem 1 voo, num horário ruim...
Obrigada,
Marcelle

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelle! Pesquise em http://www.skyscanner.net , http://www.kayak.com , http://www.expedia.com e http://www.ryanair.com . Todos os vôos que porventura haja na época em que você vai vão aparecer.

Pesquise também vôos ida e volta; nas cias. tradicionais podem sair mais barato do que vôos one-way.

Pesquise também vôos para Pisa, que fica ao lado.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

E procure vôos para Bologna também!

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Algum trip saberia dizer se na Air Berlin o pessoal costuma implicar muito com a bagagem de mão ou deixa correr um pouco mais frouxo? No site fala em um só volume de oito quilos. Será que eles barrariam uma bagagem de mão (que no tamanho atende às exigências) e uma mochila normal? Ou isso vai muito do funcionário do dia?

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Já voei de Air Berlin, Pê Esse, entre Itália e Alemanha. Quando fiz esse vôo, o limite era de 10kg, não 8kg, e eu me enquadrava sem problemas. Na ida, estavam pesando algumas bagagens de mão, e eu vi alguns passageiros tendo de despachar mala (e a galera tirando notebook para fora etc). Na volta, não vi ninguém pesando mala, só medindo.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Viajei Stuttgart-Barcelona e nao pesaram (mas eu tbm nao passava o peso, e tinha 1 mochila pequena soh!)

abs

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Perguntei aqui em casa PêEsse e a resposta foi :
*bah .. tive que pagar excesso ! nas outras low cost não tive problemas , mas a Air Berlim é dureza, pesa e mede tudo e não tem choro sad *

Lucia
LuciaPermalinkResponder

PeEsse, eu viajei Air Berlin no ano passado: Munique/Berlin/Frankfurt. Era vôo doméstico. Minha franquia de bagagem foi de 20 kilos mais 5kg de bagagem de mão. Não pesaram e não mediram a bagagem de mão. Eu levava, pendurado no ombro, a mala de mão que estava mais pesada. Fingindo que não pesava nada!!! Meu marido levava a mala de mão mais leve, continha só um pequeno relógio cuco devidamente embalado. Não lembro a classe da tarifa mas foi em torno de 60 euros o trecho. Empresa foi atenciosa, lanchinho tipo gol, bombom de chocolate na saída ( um coração).
Boa viagem!!!

Lorena
LorenaPermalinkResponder

Viajei no ano passado com a Air Berlin, Barcelona/Zurich e Munique/Barcelona, e não pesaram a bagagem de mão, se bem que eu não estava levando nada demais, só bolsa grande c/computador, já a mala que despachei na volta estava bem pesada, mas foi tranquilo.

Gabriel
GabrielPermalinkResponder

Peguei 5 voos em fev e mar 2010, em varios aeroportos diferentes e nao vi ninguem pesar. Mas como disseram, pode ter sido sorte...

Marta Campos
Marta CamposPermalinkResponder

Programei a viagem que farei agora com antecedencia de 7 meses. Comprei na easy jet os voos Londres-Amsterdam por 58 euros e Amsterdam-Berlim por 62 euros , ja com bagagem e taxas de cartão inclusos. A bagagem de mão permitida sem taxas pela empresa desde que obedecendo certas dimensões, equivale a uma mochila de 50 litros,onde cabe bastante coisa. Não há limite de peso para esta bagagem. Então colocaremos os sapatos e tenis ou itens mais pesados, aliviando o peso da bagagem de porão, não ultrapassando os 20 kg permitidos. Acho que não havera problema, a economia foi boa.

ed primo
ed primoPermalinkResponder

Olá galera, tudo bem?
Gostaria de saber qual a rota mais barata pra chegar em Berlim? Pretendo viajar na primeira semana de JULHO.
Com 30.000 milhas do Smiles é possível viajar até a Europa?
Acho que é isso!
Abraço e LUZ!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ed! Por favor não repita as suas pergunta em posts diferentes. A gente olha todos os posts! Não é possível viajar à Europa ida e volta com 30.000 milhas por nenhum programa de milhagem, a não ser em promoções especiais.

Marta Campos
Marta CamposPermalinkResponder

Dando um feedback do que postei anteriormente. Viajei duas vezes pela easy jet num prazo de 7 dias ( vide post anterior). Sem nenhuma intercorrencia. Paguei pouco e não tive problema com peso na bagagem. A bagagem de mao, que não é pesada, é espaçosa e nela se pode colocar bastante peso, pra aliviar a bagaem de porão. Valeu a pena!!!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Só para deixar claro: A bagagem de mão PODE ser pesada. Muitas vezes isso depende do funcionário, então é bom não contar com isso. E essa regra vale desde low-cost até a melhor companhia aérea do mundo.

Valdinho Pellin

Olá Pessoal:
Acabei de adquerir duas passagens pela Easy Jet: uma de Madrid até Lisboa e outra de Lisboa a Barcelona.
Recebi os E-ticks pelo e-mail e estranhei que não está descriminado o aeroporto de saída de Madrid ( apenas destaca Terminal 1) e de Lisboa para Barcelona ( Terminal 2). Os aeroportos que ela utiliza são o Bajaras em Madrid e o Portela em Lisboa? É isso mesmo?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Valdinho! Nem Madri nem Lisboa têm segundos aeroportos -- e de mais a mais, um dos diferenciais da easyJet é quase sempre usar os aeroportos principais grin

Para saber qual é o aeroporto basta ver o código de três letras que está ao lado do destino no ticket. MAD é Barajas, LIS é Portela.

(Já em Milão, por exemplo, MXP é Malpensa, LIN é Linate. Em São Paulo, GRU é Guarulhos, CGH é Congonhas, etc.)

Valdinho Pellin

Valeu Bóia..
braçoooo

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ola!! Gostaria de saber se a medida da mala na altura também pega a rodinha, é que estou com uma mala de 60 cm de altura (contando as rodinhas e alça) e o máximo na rynair e easyjet é 55 e 56 e estou preocupada se pode dar algum problema, obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Sim, conta-se a rodinha. Não dá pra subir com uma mala tamanho M no avião, simplesmente não cabe.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Muito obrigada!
Vou atrás de outra mala!

Valdinho Pellin

Olá Pessoal:
Estou pesquisando no site da Easy Jet a questão das bagagens. Na bagagem de mão tem as dimensões máximas mas na bagagem de porão encontrei apenas o limite de peso ( máximo de 20Kg cada pessoa). Não econtrei especificações em relação a dimensões das malas de porão. Alguem encontrou?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Valdinho! As restrições de tamanho se aplicam apenas às bagagens de mão. Malas despachadas têm só que estar dentro dos limites de peso.

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Pois é, estava com a mesma dúvida =p

Bóia, mais uma vez, me tranquilizando =D

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Outra coisa...

Quanto às dimensões da mala de mão.. Eles costumam encrencar com mochila também???? Ou seja, uma mochila de colégio, normal, cheia, fica igual a uma bola =p

Eles vão querer colocar naquela estrutura de metal pra ver se cabe???

A mala de mão é realmente pesada???

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Ué, meu comentário não foi:

Perguntava se eles encrencam com a mala de mão.. Eles pesam a dita cuja? E eles costumam colocar a mala naquela armação de metal pra ver se está nos padrões? Digo isso porque uma mochila (das de colégio, por exemplo), cheia, com aqueles compartimentos todos atolados de coisa, fica parecendo uma bola! E não vai caber ali...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Stefano! Convém tentar ficar dentro de todos os limites para não dar galho (mochila estufada parecendo uma bola me soa como encrenca!), mas creio que a armação de metal sirva mais só para os casos de tira-teima, mesmo.

Pesar ou não a mala de mão varia de cia. para cia. Veja as especificações da cia. em que você comprar. Não adianta nem a gente listar as especificações, porque mudam toda hora. É bom sempre se certificar antes de fechar o negócio.

Mari
MariPermalinkResponder

Stefano, uma amiga estava com uma mochilinha bem pequena, porém, estufada de tanta coisa, ou seja, como você mesmo disse: uma bola. Não deu outra, a dita cuja não entrou na cestinha da Ryanair nem com reza braba e a minha amiga acabou tendo que despachar de última hora, pagando o dobro do que se tivesse comprado despacho de bagagem na hora da compra da passagem. É claro que nem sempre eles medem/pesam mas é melhor não dar sorte pro azar...

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Obrigado, Bóia!

Pois é né.. Na dúvida então, não contar com a sorte =(

Lucas Jacobus
Lucas JacobusPermalinkResponder

Por duas vezes "utilizei" (entenderão as aspas a seguir) low-costs na Europa, uma com a Ryanair OPO-BVA em 2008 e outra com a EasyJet ORY-SXF em 2010... meu pensamento de forma geral é que muito raramente vale a pena.

O vôo da Ryanair foi tranqüilo, exatamente como imaginava. O porém é que mesmo pagando um valor razoavelmente bom, ficamos com o coração na mão controlando o peso das bagagens e bagagem de mão, não achei que a economia foi tão boa e, principalmente... pelo fato do aeroporto de BVA ser longe de Paris, mais de 1hr e 30min de viagem. O shuttle te leva ao centro de Paris por cerca de 14 euros o trecho por pessoa, ou seja, a não ser que você realmente tivesse a intenção de conhecer Beauvais, tem que adicionar mais este valor ao preço da passagem. E o pior: ao contrário de ORY ou CDG, em que o sistema de transporte público é integrado ao aeroporto, o shuttle te deixa em Porte Maillot, e tens que comprar o passe de metrô ainda! Qualquer outra companhia fica em vantagem na comparação!

O vôo da EasyJet foi uma vergonha. Caso não conheçam, apenas saibam que a versão em português do site NÃO avisa sobre alterações de última hora, apenas a em inglês (evidente que que só fui descobrir este desserviço depois). Chegando em ORY, descobri que o vôo havia sido cancelado sem motivo aparente... tive que aceitar o reembolso e comprar duas passagens da Air Berlin, bem mais caras, e saindo só depois dde mais 10 horas de espera (e que mesmo assim atrasou mais ainda). Nunca recebi email algum avisando sobre alterações de vôo. A EasyJet foi um barato que saiu muito caro!

Penso que é extremamente útil tentar integrar os trechos internos na Europa junto com a passagem intercontinental, evitando low-costs por quatro motivos:

1 - O valor fica muito próximo, senão igual (ou até menor! O preço das passagens não é uma ciência exata.) ao preço da passagem SEM estes trechos. Ainda assim, mesmo quando isso não é possível, geralmente a passagem "avulsa" nas AF, BA, TAP da vida não fica muito mais cara do que as da low-cost. Além do mais, geralmente a viagem é algo tão planejado e esperado, que economizar às vezes menos de R$ 100,00 e se submeter a uma série de riscos, stress e falta de conforto não vale a pena.

2 - Experimentem ter seu vôo cancelado por uma EasyJet e depois por uma cia "de bandeira". Por pior que seja, você ainda assim é um passageiro internacional de uma companhia que na maior parte das vezes possui escritório no Brasil, podendo ser responsabilizada por eventuais prejuízos. A segurança jurídica do passageiro é maior.

2 - Uma vez que fica tudo na mesma passagem, acaba-se o stress com a bagagem, dado que continuará valendo os 2x32kg com que iniciou-se a viagem.

3 - Vôos internos podem gerar milhas. Passageiros com um bom status nos programas de relacionamento podem ganhar um conforto extra.

4 - Aeroportos "fora de mão" podem ser piores do que se imagina.

Não é que eu ache que não vale a pena usar low-costs, mas acho que elas valem bem menos a pena do que se pensa, e como coloquei anteriormente, acho que muitas vezes se sofre em nome de uma economia relativa. Talvez valha mais para aqueles que ficarão morando na Europa por um tempo, dado que pode-se viajar com menos e não existe um stress tão grande com horários.

Sugiro aos viajantes simular suas viagens "com" e "sem" low-costs em sites como o do ITA Software, Kayak, decolar.com e Skyscanner e tirar suas próprias conclusões quanto ao preço.

Boa viagem a todos!

Sinara
SinaraPermalinkResponder

Olá!!!!
Estou com uma dúvida cruel....
quero me deslocar de Roma até Paris e o melhor preço na minha pesquisa é da Ryanair.,portanto areroporto Beauvais.o vôo chegará em Paris pelas 20 hs e será fevereiro (inverno)..estarei nm hotel em Marais
perguntaeek que vale mais a pena?pagar mais barato e chegar em Beauvais...o deslocamento de lá até o centro de Paris é muito difícil,li que demora me torno de 1H30..tem trem?van?ônibus?
ou...
pagar mais caro de chegar pelo Orly ou Charles de Gaulle...
tenho medo de que o barato ..sairá mais caro..pelo tempo de deslocamento...
agradeço o auxílio..
sds
Sinara

Lucas Jacobus
Lucas JacobusPermalinkResponder

Olha, vai estar frio, noite, e prepare-se para pagar mais 13 euros e 1h 30 para chegar na Peripherique, caso vá de Ryanair.

Eu olharia com a carinho a possibilidade de outra cia. A EasyJet opera em Orly e no CDG. Além disso, a Vueling tem voos diretos de Roma para Paris. por preços similares aos da Ryanair.

Acho que não compensa mesmo, além disso, tente chegar mais cedo em Paris... O voo da Vueling chega ao meio dia em ORY!

Sinara
SinaraPermalinkResponder

Obrigada mesmo pelas dicas,vou cuidar para que a viagem não se torne "programa de índio"..

Thyago Portela

Sinara...

O Lucas tem razão. Em julho, eu peguei o voo direto Fiumicino/Orly pela Vueling. Preço super em conta. Tenta!!!

Sinara
SinaraPermalinkResponder

Valeu pela dica,vou olhar a vueling para este trecho!

Valdinho Pellin

Pessoal:
Será que não estou procurando direito ou realmente não tem nenhuma Low Cost que faz Valência - Madrid? Na verdade pretendo fazer esse trajeto de AVE mas queria ter uma segunda opção.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Air Europa, Spanair, e Iberia fazem o trecho. As duas primeiras com preços mais em conta (pelo kayak vi cerca de $80 one way). Mas sao apenas uns 400km e eu faria de trem mesmo, sua primeira alternativa.

Hosana
HosanaPermalinkResponder

Se emitir os bilhetes internacionais do Brasil para Europa utilizando milhas, como posso comprar os bilhetes internos em trechos na Europa continuando com o mesmo limite de peso das malas do vôo internacional Brasil (2×32kg)?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Hosana! Aí é que está -- não pode.

O que você tem que fazer é emitir o seu bilhete até o primeiro lugar que você vai efetivamente visitar, e voltando do último lugar que você efetivamente visitar.

Recomendamos levar pouca bagagem; arrastar mais do que 20 kg durante um périplo pela Europa é um perrengue.

Hosana
HosanaPermalinkResponder

Então mesmo se eu comprar na mesma companhia não continuo nas mesmas condições? Não tenho a intenção de carregar nada acima de 20 kg, mas vai que compro algo a mais... nunca se sabe!!

Lucas Jacobus
Lucas JacobusPermalinkResponder

Se for por milhas, creio que não é possível fazer compras de passagens multidestinos.

Agora, comprando "normalmente", todos os trechos inclusos no seu bilhete intercontinental de ida e volta partindo do Brasil permitem 2 x 32kg. O contrário não é verdadeiro: ida e volta com origem na europa é apenas 2 x 23kg.

Eric
EricPermalinkResponder

Pessoal,
Fazendo diversas pesquisas para Março/2012, constatei o seguinte e queria ver se é exatamente essa linha de raciocínio:
Tarifa Low Cost (Barcelona para Milão ou Veneza ou Amsterdam ou Paris)= média de 20 Euros +
1 Bagagem Adicional de 20 ou 23kg = média de 21 Euros +
Taxa de Uso de Cartão de Crédito = média de 10 Euros
TOTAL TRECHO LOW COST (PAX) = 51 Euros
Como o pagamento vai ser no Cartão Internacional emitido no Brasil, só multiplicar pela cotação do Euro do Cartão + IOF de 6,38% sobre o total?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eric! Sim, é isso. E trate de levar apenas o peso da bagagem, senão serão 10 ou 12 ou 15 euros de multa por QUILO de excesso.

Eric
EricPermalinkResponder

Obrigado pela resposta Bóia.
Agora mais próximo a viagem e prestes a fechar (sei que estou demorando) fiz uma simulação e o trecho Barcelona > Madrid e Madrid > Lisboa, estão saindo cada uma PAX = R$ 60 ~ 70 pela AIR EUROPA (no próprio site brasileiro da cia.) portanto está mais barato que as tradicionais Low-Cost, sendo que nesse valor inclui voo, taxas e como via de regra deles 1 bagagem de 23 kg para despacho/porão + 1 bagagem de mão de 10 kg !!!
Está certo mesmo? Esta cia. é boa? Não há nenhum porém ?!?!?
Obrigado, abcs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eric! Pelo que você disse, não há pegadinhas smile

kathia diniz
kathia dinizPermalinkResponder

Ola !
Comprei a passagem de voo
Naples (NAP)Catania (CTA)
Duration: 1hr 0mn Pela Alitalia Cityliner SPA
Mas tenho duvidas quanto as bagagens....pesos e quantos volumes...Alguem pode me ajudar a entender..?
Obrigada
kathia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kathia! Deve estar tudo especificado no rodapé da sua passagem. Dê uma olhadinha no que diz o e-ticket.

Vinicius SS
Vinicius SSPermalinkResponder

Só para exemplificar o post...
Comprei duas passagens. Uma na Ryanair e outra na EasyJet.

A easyJet apresentou o trecho Paris-Veneza por 40 euros o trecho. Barbada né? Mais ou menos. Comprei duas passagem, adicionei speedy boarding e vou despachar UMA ÚNICA mala. Preço total: 160 euros. Dobrou. Mas por ser easyJet o vôo sai de Orly bem cedo com checkin no máximo as 6:40. De metrô não daria tempo de chegar (na simulação da RATP chegaria lá as 6:48). Por ser feriado em Paris (08/05) fiquei com medo de não conseguir táxi. Conclusão: reservei um hotel próximo ao Orly por 65 euros (tenho hospedagem gratuita em Paris na casa de um amigo mas ele mora longe do aeroporto e não quero encher o saco dele). Preço TOTAL da brincadeira: 225 euros. Começou em 80.

Abaixo o demonstrativo da Ryanair para duas passagens entre PISA e Paris (esse mais detalhado pois a Ryanair fornece no email):

INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

********75.48 EUR Tarifa Total

*********0.00 EUR Taxas, Comissões e Custos

*********4.00 EUR Taxa de Passageiro: Taxa U261

*********0.50 EUR Taxa de Passageiro: ETS

********12.00 EUR Taxa de Passageiro: Taxa de Check-in Online

********25.00 EUR Taxa de Passageiro: Mala de Porão

********20.00 EUR Taxa de Passageiro: Assento reservado

********12.00 EUR Taxa de Passageiro: Taxa de Administrativa

*******148.98 EUR Total Pago

Em teoria as duas passagens custariam módicos 75 euros. Aí você reserva um assento, paga com cartão de crédito, despacha UMA ÚNICA mala e voilá, o preço DOBRA! Até taxa de checkin online apareceu e preciso ver realmente que tipo de serviço é esse visto que terei que ir ao guichê para despachar uma das malas.

Agora, imaginem se eu vacilar e minha mala ultrapassar o limite de 20kg!

Eu ainda pesquisei outras cias aéreas para ver se tinham algo nestes mesmos preço mas na época não achei nada. Porém, acredito que em determinados dias ou períodos cias mais tradicionais como Air France, Ibéria etc tenham tarifas que ao menos empatem com as lowcost.
Abraço,

Vinicius SS
Vinicius SSPermalinkResponder

Ainda sobre meu comentário acima... o que acho que é a estratégia das lowcost: elas verificam qual é o perfil típico de um viajante. Deve ter percebi que um percentual alto deles sempre leva uma bagagem de mão e despacha uma mala. Que geralmente viajam com outra pessoa e por isso reservam acento. E que pagam com cartão de crédito. Só isso já é suficiente para dobrar o valor da passagem.
Logo, colocar passagem a 30 euros, na prática, equivale a cobrar sempre (pelo menos) 60 euros.
Uma bela estratégia de marketing.

Silvio
SilvioPermalinkResponder

Olá, comprei duas passagens de Barcelona para Paris pela Vueling pagando 165 euros com direito a 2 malas despachadas de 20k, ok até aí tudo bem.
Ocorre que recebi a confirmação da reserva por email e não recebi nenhum bilhete eletrônico!!! Para embarque não é necessário esse bilhete???

Cris
CrisPermalinkResponder

Silvio, na Vueling, o teu bilhete eletrônico vai ser emitido em PDF quando você fizer o check-in on-line no site da internet da Companhia. Tem um link na página principal, se não me engano. Você coloca seu código de reserva e seu e-mail, se não me falha a memória e faz o check in on-line, que gera um bilhete eletrônico em PDF. Também não me lembro bem ao certo, mas acho que dá para fazer esse check-in on line a partir da confirmação da reserva, mesmo que seu vôo seja para daqui a três meses.

Apenas para confirmar o que o Vinìcios disse, esse mês eu estava simulando passagens pela EasyJet nos trechos Londres - Berlin e Munique - Paris, e comuma despachada e speedyboarding, os dois trechos sairiam em torno de 160 Euros (1 passageiro). Deixei quieto, porque não vou comprar agora, a passagem é só para fevereiro. Aí, só de curiosa fui simular esses mesmos trechos pela Lufthansa, já nas datas pretendidas. Pasmem, pela Lufthansa, os dois trechos ficariam por 140 Euros!! Já com mala despachada e tudo o mais. O único senão é que é a tarifa mais restritiva, sem possibilidade de alterações. Fiquei louca para comprar, mas ainda não estou bem certa das datas exatas, pois dependo do deferimento de férias, e então vou ter de esperar um pouco mais.

Laura
LauraPermalinkResponder

Olá,

primeiro, eu gostaria de acrescentar que, aparentemente, o skyscanner opera passagens da ryanair!
Segundo, a edreams é confiável? Eu pesquisei e vi umas reclamações sobre a empresa.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Laura! Obrigada pela atualização sobre o Skyscanner (na época de fechamento do post a Ryanair bloqueava seus dados).

O E-dreams é confiável, sim.

ISABELA
ISABELAPermalinkResponder

O trecho de avião Budapeste – Muniqu está caro, em torno de 600,00 reais; e comprar ida e volta , desperdiçando a volta, que sai bem mais barato, funciona? Sai mais barato que comprar multicidades

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabela! Se estiver mais barato, compre. Mas é possível que você não esteja sabendo programar o multicidades.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar