Fotoblog: um dia em Maraú

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mapa da península na recepção do Kiaroa

Texto de 2009

Hoje o dia foi de intensa exploração dos pontos ditos obrigatórios da península. Mesmo sendo o único do grupo (de sete pessoas) que já tinha vindo (e vááááárias vezes), a Maraú, eu pude aproveitar bastante o passeio. Por uma simples razão: como os deslocamentos na península são muito difíceis, só fazendo um passeio organizado você consegue fazer os lerês. Nas minhas passagens eu acabo me limitando ao eixo Barra Grande-Taipus de Fora. Foi interessante finalmente conhecer as vistas dos mirantes, dar um mergulho na Lagoa Azul e ser apresentado às bromélias gigantes da região.

Lagoa Azul, vista do Morro do Farol

Lagoa Azul

Baía de Camamu, vista do Morro do Celular

Trilha das bromélias gigantes

Não era um dia auspicioso para visitar Taipu de Fora -- a maré baixa tinha ocorrido às 6 e meia da manhã, e só voltaria a acontecer depois do sol se pôr. (Se eu ficasse até quarta -- não fico, volto domingo mesmo -- poderia encontrar as piscinas naturais no seu auge: vai ser lua nova, e às 9h30 da manhã, com sol alto, a maré vai estar a 0,1m negativo.)

Taipus de Fora -- à esquerda da piscina natural

O dia foi puxadíssimo. Paramos para almoçar na nova base náutica do hotel Kiaroa, que fica na ilha do Campinho, voltada para a Baía de Camamu. O restaurante também atende a quem esteja fazendo passeios pela baía. Recomendo.

Base náutica do hotel Kiaroa

Arroz-de-polvo

Pena que o tempo tenha repentinamente  resolvido seguir a previsão agourenta da Climatempo. Nublou geral, prejudicando o nosso passeio pela baía. Mesmo rapidinho, foi o mais interessante que eu já fiz, por ter ido a pontos que eu não conhecia. Mas sem sol, o único momento fotoblogável foi o cartão-postal de sempre, a ilha da Pedra Furada.

Ilha da Pedra Furada, Baía de Camamu

E agora com licença que eu preciso jantar...

59 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Qualquer adjetivo fica devendo pra esse visu grin
Aproveita o domingão sem Faustão :cool:

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Show de bola! Para minha próxima viagem a Itacaré e etceteras do nordeste, tenho q passar por aí...

Ricardo Freire

Dica pra todo mundo que quer fazer Barra Grande como sidetrip de Itacaré: é perfeitamente viável -- desde que se programe um ou dois dias (dois seria o mínimo bacana) na península. O bate-volta a Taipus de Fora é muuuito sacrificante: duas horas e pico de sacolejos a 20 km/h para ir, e outras tantas para voltar.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Adorei os paninhos de chita embaixo do arroz smile

Marcie
MarciePermalinkResponder

O maridão, vendo essas fotos ( sim, ficou por cima do ombro fuçando...), perguntou: mas esse lugar é no Brasil????
Need I say more?

Ricardo Freire

Para quem ficou curioso com os lugares sobrevoados pelo teco-teco a caminho de Barra Grande: reeditei o post da charada, agora com legendas nas fotos :cool:

https://www.viajenaviagem.com/2009/07/charada-da-6a-dapres-cora/

Eliane Issa
Eliane IssaPermalinkResponder

Olá! Bom dia!
Gostei tanto das paisagens que peguei uma carona dessa sua viagem no meu blog. Espero que não se importe, mas estou também aproveitando o seu blog para conhecer e testar a aplicação de várias ferramentas para "blogueiros" rsrsrsrsrs...
Aliás, passei longas horas tentando descobrir como permitir novamente comentários no meu blog! Só porque você falou que iria dar uma passadinha por lá. (Eu tinha que arrumar a casa, né?)
Beijo

Arthur
ArthurPermalinkResponder

O Sul da Bahia ainda é "Terra Incognita" para mim. Preciso reparar essa falha urgente...

FH
FHPermalinkResponder

oooooooooo Bahia!!!!
Aproveite enquanto Maraú não virou tão turistico quanto seus vizinhos.

Rachel Verano
Rachel VeranoPermalinkResponder

Riq, eu demorei para conhecer Maraú, e quando finalmente fui até lá, no ano passado, fiquei com vontade de nunca mais ir embora (até em imobiliária fui, ararara!). Ô lugar lindo.

Sílvia Soares

Riq, nem sempre é possível ir de Itacaré para Maraú naquela travessia mais curta - do sacolejo - normalmente feita em Land Rover. Por duas vezes (será que eu sou pé frio?), estive em Itacaré e nenhuma agência se dispunha a levar até Maraú, pq havia chovido por vááááááários dias e o caminho estava intransitável. No máximo, levavam até Taipus de Fora.O que não seria nada mal, se não fosse a "baronesa". Infelizmente, só descobrir que tal baronesa era essa quando cheguei em Taipus: é o "fenômeno" consistente no lixo das margens dos rios ir parar no mar quando chove muito. Conclusão: Taipus estava mais suja do que Copacabana. Mas eu volto - e sem chuve e baronesa!

Ricardo Freire

Nem em época seca vale a pena fazer o bate-volta, Sílvia, porque nem sempre informam o horário certo da maré, e o tempo pode virar no caminho. A piscina só vale a pena com sol. Sem sol, ou fora da hora certa da maré baixa perfeita, a praia continua boa, mas não vale o trabalho de chegar até lá (mesmo para quem vem de Barra Grande).

Carla
CarlaPermalinkResponder

Que lindo esse lugar... O Nordeste continua sendo uma terra cheia de lacunas para mim! wink

Sílvia Soares

Riq, nessas vezes eu pretendia me hospedar em Barra Grande, mas não consegui chegar até lá. Qual seria a outra maneira? Excetuando teco-tecos e afins, porque - confesso! - morro de medo.

Ricardo Freire

Vou fazer um post essa semana sobre isso, Sílvia.

O acesso menos difícil é por Ilhéus, então trânsfer a Camamu (2 horas), então lancha.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Aaaaahhh...que saudades imensas de Maraú!!!
Fui no verão de 2008 e fiquei 8 dias. Fiz muitos passeios: cachoeira de Tremembés, mangues, parque das bromélias gigantes, ilhas da baía de Camamu, Taipus de Fora, vistas dos morros, lagoas, praia de Saquaíra, Barra Grande...
Era época de lua cheia, tempo bom e a maré baixa teve seu ponto mínimo no meio da manhã nas duas vezes em que lá estive. São as condições ideais para desfrutar daqueles corais maravilhosos. Fiquei umas 3 horas mergulhando, aquilo é hipnótico!
O passeio às ilhas da baía vale a pena, possuem vilazinhas bucólicas e muito verde!!
Achei a mata de Tremembés um tanto depredada, não há fiscalização, apesar de ser área de preservação ambiental. Tb é alvo de grilagens, encontrei áreas de mata com cercas de arame farpado! Como, se aquilo é uma APA?? Um tanto triste, mas conhecer a (dizem) única cachoeira que deságua no mar vale o passeio! Com direito a mergulho nas suas águas.
Fiquei hospedado na Pousada Lagoa do Cassange, bem no meio da península, num dos pontos mais isolados da mesma. As instalações são simples comparadas a um Kiaroa, mas tem chalezinhos bem charmosos com a praia logo em frente (deserta na baixa temporada). A pousada tem a melhor operadora de passeios da região e seu restaurante também é ótimo. Fica localizada entre o mar e a Lagoa do Cassange, a apenas 300m.
Maraú me cativou por completo, estou louco prá voltar!

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Silvia,
Eu fui através de um transfer da pousada que foi me pegar em Ilhéus. Seguimos a Itacaré, ali pegamos uma balsa, atravessamos um rio (acho que o Rio de Contas) e depois dá-lhe estrada de terra!!! Apesar dos solavancos, chega-se muito bem...rsrs

Neide
NeidePermalinkResponder

Nossa!!! Que paraíso!!! Ric quer trocar de lugar comigo...
No próximo mês irei para a terra do kimchi. Serão apenas dois dias em Seul, será que alguém tem dicas, pufavor. Aliás, acho que Coreia(esquisito sem acento) nunca foi mencionada aqui.
Bjs

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq, que lugar incrível. Se você puder, fale sobre as opções de hospedagem que existem além do übber Kiaroa, que não é pra todo mundo.

Ricardo Freire

Vai ter bastante Barra Grande nos próximos dias, Paula, inclusive uma pousada nova que abriu no Cassange e sobre a qual ninguém ainda falou...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Eu adorei ver Barra Grande aqui, Riq! Eu tinha deixado para uma outra vez quando você me sugeriu Boipeba, depois dos seus posts talvez seja hora de marcar uma volta à Bahia. Se bem que...me dá também uma saudade de Boipeba, rs...

Ricardo Freire

Emília do céu! Eu vi Boipeba do alto, na ida e na volta, e morri de vontade de voltar -- sobretudo para ver a porção sul da ilha, aonde nunca fui.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Boipeba do alto! Que delícia, Riq grin
Olha, eu adorei o passeio de lancha, mas talvez deixasse as piscinas naturais num dia dedicado especialmente a Moreré e ficasse mais na ponta de Castelhanos (talvez com tempo para mergulhar) e relaxando mais em Cova da Onça (onde só almocei).
De qualquer maneira...estou adorando os posts de Barra Grande, esperamos mais mrgreen

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Ops, só agora que eu vi a atualização do post da charada...só esse vôo foi uma atração à parte: lindo, lindo, Riq!

Gica
GicaPermalinkResponder

Ola, eu entro aqui quase todos os dias para ver suas fotos. São maravilhosas. Como vc faz para tirar fotos tão belas? É profissional? rss. São muito lindas mesmo. Eu queria tirar fotos tão bonitos. Quando vamos viajar, não consigo, com minhas fotos, transparecer quão belo é o lugar em que estive. Já vc, da um show com suas fotos. Me da umas dicas ai. Bjim, Gica (macherti@bol.com.br)

Ricardo Freire

Gica, a câmera é melhor do que eu... uso uma Canon Rebel 400D.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Emilia, ainda me recordo do seu relato de Boipeba em seu blog. Adorei! Tive as mesmas impressões quando de minha estada por lá. Não conheço o sul da ilha, ainda volto especialmente prá isso. O guia até me sugeriu que fôssemos até lá a cavalo, mas eu não topei...rsrs
Entre outras coisas, Maraú me cativou pela tranquilidade. Mesmo Boipeba achei um tantinho mais movimentada.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Puxa, Marcelo, obrigada!
Quanto ao sul da ilha, não me ofereceram cavalo, mas tinha companhia, se quisesse, para ir a pé! Foi tentador, mas como estava com um probleminha de joelho, recusei. Fico devendo o relato, rs...
E na próxima...quem sabe Maraú? grin

Cecilia
CeciliaPermalinkResponder

Adoro Barra Grande, mas ela atinge seu esplendor nos dias de maré baixa durante o dia, com lua cheia ou nova. Já fiz o percurso de várias formas, mas em dez/08 fizemos o que considero o melhor para quem não vai a Salvador: chegar por Ilhéus, ir de taxi indicado pela pousada até Camamu (R$ 200,00 para 3 pessoas - Sr. Castro 73 - 3255-2188) e lá pegar a lancha rápida ((R$25,00 por pessoa) até Barra Grande. Gosto de passar alguns dias ali , na ótima Pousada Ponta do Mutá ( R$ 250,00 - apto triplo), com atendimento gentil, ótimo café e vista deslumbrante! A vila tem ótimos restaurantes: basta seguir as indicações da gerente da pousada. Depois é só pegar a jardineira e zarpar para o paraíso: a Pousada Encanto da Lua em Taipus (R$ 390,00, suite tripla). Ela foi toda reformada e as suites do andar superior são amplas, bem decoradas e com uma vista de emocionar, seja de dia ou à noite!A pousada é administrada pela amável Virgínia e seu marido, que é quem elabora o delicioso jantar. Possui uma pequena biblioteca, amplo jardim, deliciosas espreguiçadeiras e redes debaixo dos coqueiros e está ao lado das piscinas naturais, mas longe da muvuca que se instala por ali por conta dos passeios de Itacaré. Por essa mesma razão não recomendo os dois bares da praia; prefira os novos lugares abertos na ruazinha atrás dos bares ou os restaurantes das pousadas.
Para os que mergulham ou gostariam de se iniciar nessa prática, indico a Carpe Diem , cujo instrutor Luiz oferece um maravilhoso mergulho noturno nas noites de lua cheia ali mesmo nas piscinas.

Ricardo Freire

Devidamente endossada, Cecilia!

Cecilia
CeciliaPermalinkResponder

Riq, minhas dicas são todas filhotes das suas indicações, as quais sigo fielmente há anos!!!

Suzana
SuzanaPermalinkResponder

Ahhh Marau que saudades....
Assim com o Marcelo, fiquei na Pousada Lagoa do Cassange (a equipe é fantástica). Fiz os passeios e adorei. Ficar uma semana "isolada do mundo" foi ótimo. Recomendo todos os passeios oferecidos por eles. A paisagem é linda, a paz e a tranquilidade que este lugar traz é indescritível.

Riq, acompanho o seu blog há pouco tempo e tenho adorado, de fato, viajo na sua viagem!!!!

Rosa
RosaPermalinkResponder

Riq, um pacote promocional da TAM/Master (Programa Surpreenda, acompanhante não paga), trecho aéreo BSB/Peninsula de Maraú, 02 diárias, MP, no Kiaroa, 2303R$. Está de bom tamanho? Tendo apenas MP, é fácil chegar em outro lugar para comer ou tem que ser no Kiaroa? Estou tentada a entrar nessa...

Ricardo Freire

A diária dos apartamentos standard do Kiaroa (no predinho) está por volta de 800 reais, com meia-pensão -- dentro do padrão da diária avulsa em resorts de primeiro time; você estaria conseguindo 2 passagens aéreas por 700 reais, o que parece bom.

O problema está no transporte entre o lugar onde você vai chegar (Ilhéus? Salvador?) e Barra Grande. Está incluso? Se for de teco-teco desde Salvador, é uma pechincha (o hotel só dá o trânsfer de graça para quem ficar 7 noites; avulso deve ser uns 400 por pessoa, preciso confirmar, ainda vem post por aí). De Ilhéus é preciso combinar um táxi como explicou a Cecília; a viagem demora duas horas até Camamu, onde você pega uma lancha (meia hora) e então uma jardineira (15 minutos) ao hotel.

De todo modo é tão complicado chegar que não vale a pena ficar dois dias, não. Você teria que negociar com a Tam Viagens uma volta em outro dia, e aproveitar para ficar mais duas ou três noites na península, em Barra Grande ou Taipus.

Não há nenhum lugar próximo ao hotel onde você possa almoçar, não. Se você fizer um passeio, pode almoçar em Barra Grande, em Taipus de Fora ou no restaurante rústico de alguma ilhota (dependendo do passeio; se você fizer pelo hotel, o almoço deve ser na base náutica).

Mas a maior razão para se hospedar no hotel é aproveitar o hotel.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Ok, Riq. O pacote pode ser BSB/SSA ou BSB/Ilhéus, mas na página não dá maiores detalhes. Pode ser 2, 4 ou 7 dárias. Vou me informar melhor, de qualquer modo é para depois de outubro, já que em setembro viajo para fazer lagos Andinos. Concordo com você, tem que fazer valer o investimento e aproveitar o hotel. Obrigada.

Ricardo Freire

Se não incluir avião entre Salvador e Barra Grande, é bem melhor ir por Ilhéus.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

OI ricardo,

leio suas dicas tem um tempo...estou querendo conhecer esta região linda nas férias em janeiro, gostaria de dicas de como chegar um lugar charmoso e baratinho pra ficar, namorar, apreciar as belezas e pessoas do lugar. Aguardo suas dicas. beijocas e até, Luciana

Ricardo Freire

Até você viajar vai ter conteúdo organizado de todas as praias do Brasil aqui no blog. Mas você pode ir se inspirando sobre Maraú no http://www.barragrande.net/ que é um site completíssimo.

Tita
TitaPermalinkResponder

Oi Riq, to querendo finalmente conhecer Marau e Barra Grande, mas essa historia de acesso complicado ta me desanimando.
Tenho 5 dias em outubro, de 2a a 6a. Você acha viavel chegar por Salvador e ir até la de busao via Itaparica? Ou sera que rola ir de taxi? Vou estar com minha mae de 60 e poucos anos, e nao queria alugar carro, porque pelo que entendi la nao vou precisar. Pensei em ir por Ilhéus, mas a promoçao da TAM das 12 mil milhas nao vale para là. Qualquer ajuda/dica é mais do que bem vinda...
Beijos e obrigada

Ricardo Freire

Acho muito sacrifício ir de Salvador por terra para passar tão pouco tempo... Você vai perder praticamente o dia da ida e o da volta em trânsito. Lembre-se de que os deslocamentos na península também são cansativos e sacolejantes. O ideal para Maraú é passar cinco ou seis dias inteiros na região, sem contar o dia da ida e o da volta, e chegando por Ilhéus.

De Salvador você tem: 35 km entre o aeroporto e o terminal de ferry boats de São Joaquim (1 hora de táxi). 50 minutos de ferry boat. Daí umas 3 horas de ônibus de Bom Despacho a Camamu. Então 30 minutos de lancha rápida. Fora as esperas (entre a chegada do ferry e o próximo ônibus; entre a chegada do ônibus e a próxima lancha). É uma vida.

Um táxi pode diminuir em uma hora, no máááááximo, o percurso entre Bom Despacho e Camamu.

Você aproveita mais esses 5 dias se for pra Praia do Forte/Itacimirim ou Morro de São Paulo (de catamarã).

Tita
TitaPermalinkResponder

Poxa, fiquei com preguiça so de ler sua resposta! (super rapida por sinal, obrigada)
Mais uma vez terei que adiar essa viagem entao. Se vc soubesse ha quantos anos planejo ir pra la e nao consigo... ja fui duas vezes a Itacaré e nao fui a Marau!
Praia do Forte e Morro ja conheço. E Boipeba, vale passar 5 dias? Come-se bem por là? (além de adorar praia, gosto de comer bem grin)
valeu riq, mais uma vez

Ricardo Freire

Para Boipeba, por terra, diminua uma hora de ônibus ou meia hora de carro: você vai parar em Valença e pegar ali uma lancha que leva 50 minutos até a ilha.

Dá pra ir de teco-teco direto do aeroporto de Salvador, mas para ir numa segunda e voltar numa sexta talvez seja preciso fretar.

A vantagem é que Boipeba dá para curtir de uma maneira mais tranqüila, não tem os passeios sacolejantes de Maraú. Come-se muito bem na Pousada Santa Clara.

Tita
TitaPermalinkResponder

Riq, voltei. Descobri uma promoçao e vou pra Marau por Ilhéus mesmo!
So mais uma(s) ultima(s) perguntinha(s): a boa é ficar em Barra Grande? Sem carro a gente consegue se virar bem por la??
Vc ficou devendo uns posts sobre hospedagem, né? smile
bjs e obrigada

Ricardo Freire

Eu dividiria a estada entre Barra Grande (Pousada Ponta do Mutá) e Taipus (Taipu de Fora ou Encanto da Lua). Ficaria em Taipus no dia em que a maré baixa incidisse mais próxima ao meio do dia.

Procure Ilhéus na tábua de marés e ajuste o mês da sua viagem: http://www.mar.mil.br/dhn/chm/tabuas/index.htm

Tita
TitaPermalinkResponder

Obrigadíssima. Por acaso na semana que vou a maré baixa vai ser às 10h, ja tá de bom tamanho! Nao dá pra ajustar o mês da minha viagem, pq não moro no Brasil neutral
Aproveita o México! eu descobri seu blog justamente quando planejava uma viagem pra aí, em maio desse ano. e acabei cancelando tudo e tomando o maior preju por causa desse gripe suína...

Boipeba
BoipebaPermalinkResponder

De Barra Grande podem aproveitar para visitar a Ilha de Boipeba que de lancha rápida fica á 1 hora e 20 minutos, águas cristalinas, corais, peixes e mergulhos.Veja no link como chegar em Boipeba: http://www.boipebatur.com.br/comochegar_boipeba.html ou http://www.boipebatur.com.br/comochegar_boipeba2.htm ou http://www.boipebatur.com.br/comochegar_boipeba1.htm ou http://www.boipebatur.com.br/comochegar_boipeba3.htm

Ricardo Freire

Alô Boipebatur. Já captamos a notícia do início de operações da Addey a Boipeba, e também do passeio de Barra Grande a Boipeba, que são novidades. Obrigado. Essas notícias não serão deletadas. Mas a repetição será considerada spam. Arigatô.

penas
penasPermalinkResponder

Oi Riq
Pousada Ponta do Mutá continua imbativel, sob o comando da filha Débora.
Julho com sol e 27C, chovendo de noite, paraiso.
Anote ai: Camarão com palmito no Restaurante Tapera e casquinhas de siri em todos os cantos, especiais.
Vale as 9 horas porta a porta.
abs

Clemilson
ClemilsonPermalinkResponder

Riq estou pensado em dividir minha estadia em 3 dias em Itacaré e 2 dias na Peninsula de Maraú na praia de Taipu de Fora. A previsão de maré mais baixa é de 0.7 as 13:36 seria uma boa ficar em Taipus somente para fazer snorkeling com este nivel de maré.

iranilde
iranildePermalinkResponder

haaaaaa q lugares belo ´j fui e já fiquiei apaixonada breve apereso air dinovo sou luocar por lugare paradisiaco lindo

Carol Maximo
Carol MaximoPermalinkResponder

Ola, gostaria de saber opinioes sobre a Denada Posada em Barra Grande, vi que tem piscina e isso me chamou a atencao. Sei que ficar em Barra Grande e bom, fica perto de muita infra estrutura, mas essa pousada e bem localizada la? E a praia em frente, e um ponto bom? Agadeco comentarios. Bjo Riq, bjo Boia.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! É a pousada mais luxuosa de Barra Grande. A melhor praia não fica em frente, mas a poucos minutos para a direita.

Carol Maximo
Carol MaximoPermalinkResponder

Ajudou muito Boia, obrigadinhaaa

Denis
DenisPermalinkResponder

Olá!

Parabéns pelo blog, dicas muito úteis.

Parto amanhã para o sul da Bahia, retornando no dia 03 de Outubro, e gostaria de conhecer Maraú, e aproveitar para surfar Itacaré (que já conheço).

Gostaria de algumas dicas:

- vale a pena alugar carro em Ilhéus? Utiliza-se carro em Maraú?
- Melhor ficar hospedado em Barra Grande, Cassange ou Taipus de Fora? Quais as pousadas indicadas? Vale a pena pagar um valor elevado (R$ 200 +) em alguma pousada, ou escolher uma de valor menor, visto os passeios diários/não utilização da pousada full time?
- O que visitar (mirantes, cachoeiras, lagoas, praias, piscinas naturais, etc)?
- Onde comer bem? Opções baratas (talvez para o almoço), bem como mais requintadas (para o jantar)?

Outras dicas serão muito bem vindas.

Obrigado.

Denis

Thaianni
ThaianniPermalinkResponder

Tenho as mesmas dúvidas.
Principalmente se consigo me virar bem sem carro lá em Maraú.
Pois vou de Itacaré pra lá e vou deixar o carro em Camamu.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thaianni! Você não vai precisar de carro em Maraú, não. Leia tudo sobre a região aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-itaparica-morro-sao-paulo-boipeba-barra-grande-marau-itacare-ilheus-una-comandatuba-canavieiras

claudia martinelli

Eu contruí criei uma raiz na Península do Maraú, e contei toda a história desde a escolha do local até a construção da raiz no meu blog http://ptripadvisor.blogspot.com/. lá tem tudo sobre Maraú, Taipus de Dentro, Taipus de Fora, Barra Grande, Saquaíra e Cassange. boa viagem, Cláudia

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar