Índia: o caminho das pedras

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Taj Mahal ao amanhecer
[Taj Mahal ao amanhecer]

A novela das nove passou os últimos meses tentando as lamparinas do seu juízo a viajar para o Rajastão. Sozinha, Glória Perez conseguiu fazer de 2009 o Ano da Índia no Brasil.

Por ironia, é com o fim do folhetim de Maya e Raj que começa a época mais auspiciosa para viajar ao subcontinente. De outubro até março, a Índia vive seu período seco, com dias geralmente quentes e ensolarados e – ao menos no norte do país – noites entre agradáveis e frias.

Veja o que você precisa saber antes de sair arrastando o sári no mercado para comprar sua passagem. Atchá!

TOURS ANTI-STRESS
Não é fácil ser um “firangi estrangeiro” (o certo é apenas “firangi”, que já significa “estrangeiro”) em férias na Índia. O assédio é intenso: parece que todos os que cruzam o seu caminho querem oferecer, vender ou pedir alguma coisa. Além disso, cada novo passo acaba envolvendo uma nova rodada de burocracia e negociação. O mais tranqüilo é fazer uma viagem montada por especialistas, como a Amba, ou então embarcar logo num tour em grupo, como os da Raidho. Querendo pegar carona com os firangis estrangeiros chiques, pense na Cox & Kings e na Abercrombie & Kent.

DE CARRO
Entre Délhi, Agra e o Rajastão não existe melhor jeito de viajar do que em carro alugado com chofer. O motorista serve também como guia (em inglês) e anteparo contra o assédio. Se você abrir mão de hotéis cinco estrelas e palácios de marajá, a mordomia do carro com motorista nem sai muito cara. A elogiada Namasté India Tours tem roteiros desde US$ 100 por dia para duas pessoas, incluindo carro, motorista e hospedagem em hotéis básicos.

POR CONTA PRÓPRIA
Já é possível reservar passagens aéreas e hotéis pela internet, em sites como Travelmasti.com e Yatra.com. Se quiser fazer a Índia de trem, cadastre-se e emita suas passagens em IRCTC.co.in (compre sempre a classe com ar condicionado). E não saia de casa sem consultar os extensos fóruns (em inglês) do IndiaMike.com. Em português, o melhor ponto de partida para obter informações sobre a Índia real é o blog Indiagestão.

JAIPUR
A uma hora de vôo (cinco de trem, ou quatro de carro) de Nova Délhi, a Cidade Rosa é a locação principal de “Caminho das Índias”. Mas não espere encontrar tudo o que aparece na novela por lá. O Taj Mahal está em Agra (cinco horas de carro), o bairro brâmane de casas azuis fica em Jodhpur (seis horas de carro) e as cenas do Ganges foram filmadas em Varanasi (do outro lado do país).

AGRA
Pernoitar ou não pernoitar, eis a questão. Muita gente faz da cidade apenas um pit stop entre Délhi e Jaipur, especificamente para ver o Taj Mahal. Quem dorme em Agra, porém, tem o privilégio de entrar no Taj Mahal ao amanhecer, quando é mais mágico (e mais vazio) – e depois, pode visitar com calma a cidade-fantasma de Fatehpur Sikri, já a caminho de Jaipur.

JAISALMER E UDAIPUR
Na minha opinião, são os lugares mais encantadores do Rajastão. Jaisalmer é uma cidade murada no meio do deserto, quatro horas de carro ao norte de Jodhpur. Udaipur, à beira de um lago, fica a cinco horas de Jodhpur, só que para o sul. De lá você pode voar a Bombaim e voltar ao Brasil sem passar de novo por Délhi.

VARANASI
A cidade sagrada dos hindus, com seus incríveis rituais no Ganges ao amanhecer, está a 75 minutos de vôo de Delhi. De lá você pode voar para Khajuraho (onde há uma coleção de templos com entalhes eróticos) ou estender sua viagem a Katmandu, no Nepal.

VIA DUBAI
Não é só merchã de novela: a rota mais curta entre o Brasil e a Índia é via Dubai, sim. São 15 horas de viagem até o emirado – mas depois, só mais três horas a Nova Délhi ou Bombaim. Se quiser fazer uma parada de uns dias, deixe para a volta.

Originalmente publicado na minha página Turista Profissional, que sai todas as terças no suplemento Viagem & Aventura do Estadão.

46 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Não custa lembrar , que o maior caminho das pedras a ser resolvido (?) , trabalhado , são os nossos preceitos e conceitos ocidentais , que não servem para absolutamente nada , na India . wink

Luciana Guimarães Betenson

Ricardo, já tinha lido esta matéria no Estadão e estava atrás dela! Que bom que você colocou aqui wink É uma das matérias mais úteis que vi sobre viagem à Índia (de verdade, não da Globo)- vou guardar pois tái uma viagem que eu quero fazer um dia (logo)!

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Gopal aqui só por curiosidade gostaria de saber qto custaria Rio/Delhi/Rio.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Julio , o Rodrigo comentou ,e esta semana achei com a Malaysian Airlines - em algumas datas - por 900 USD ida e volta , de Ezeiza , com stop em Kuala Lumpur .
Barbadissima .. mas não achei essa tarifa para a alta :
de Dez a Março(lógico). Para ficar lá em dupla , o valor de sempre : 100USD por pessoa dia ( com carro , refeições,passeios e hospedagem )
Os hoteis na India são caros , mas é possivel encontrar boas ofertas na rede .

Ricardo Freire

Sylvia, eu fiquei bem animado com essa agência que eu linkei no post e que organiza viagens de carro a 100 dólares por dia por casal com hotel três estrelas. As menções nos foruns do TripAdvisor são bem boas. Qualquer hora vou fuçar para ver exatamente quais são esses hotéis...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Tá muito em conta , mesmo Riq !
Se não me engano , pagamos em torno de 300 dolares só pelo carro , por 4 dias , e achei ótimo pois a tarifa media no sudeste da asia é de 80 USD dia por um taxi.

Ju Afonso - eu mundo afora

Também vou arquivar a matéria! Quem sabe um dia? Desde pequena (pequena mesmo) sonhava em visitar o Taj Mahal, pra mim, a construção humana mais bonita do mundo!

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Luciana ,que torta de alho poró e´aquela.Guarde dois pedações pra mim.rs

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Riq, tem como levar umas garrafinhas de vinho e 1 ou 2 queijos da Italia pro Brasil?
Obrigado.

Ricardo Freire

Garrafas de vinho OK; mas siga as dicas de quem entende: http://falandodevinhos.wordpress.com/2009/01/26/qual-a-isencao-para-trazer-vinhos-na-bagagem/

Queijos: é proibido. Você traz por sua conta e risco; se te pegarem, vão confiscar. http://rfbalemdosmuros.wordpress.com/2008/08/24/controle-aduaneiro-dicas-para-os-viajantes-ao-exterior/

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Zé Maria, algumas enotecas embalam os vinhos já 'no jeito' pra viagem de avião. É só pedir - e comprar em quantidade, rsrs. Elas devem ser despachadas, então o ideal é a caixa com 6, mas náo aquela que geralmente encontramos nas lojas de vinho, e sim uma em que as seis garrafas ficam enfileiradas. Eu trouxe 2 caixas dessas da Italia ano passado. Viajaram comigo de trem e avião, sem problemas.

Comprei assim em Montalcino, na La Fortezza, site: http://www.enotecalafortezza.com/. A depender da sua compra, eles liberam o custo da degustação (mas isso não está escrito em lugar nenhum, rsrs).

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Sylvia, eu perguntei só para sber .Acho q Natal e Ano Novo vai ser na Tejo e onde nasceram os Beatles.Mas tá dificil hotel em Londres....Tudo caro.E pra variar somente 10 dias inteiros no total.Mas se furar td me mando pra Gramado. Tem passagens na GOL voltando POA>RIO por 80,00.Não sei as as regras.

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Riq postei no reservado do Twitter meu endereço do escritório e lá todo mundo tá avisado da chegada do livro. Assim eu não volto a ter problemas...Valeuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!

Ricardo Freire

Magrineli, você vai ser o primeiro a ganhar a edição atualizada mrgreen

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Yesssssssssssssssssssssss!!!!! Ah, vou postar no Ecletico Relato aqueeeele mini guia de Itacaré q eu escrevi. isto pq até agora não conseguimos passar a limpo nossos rascunhos da viagem da Europa.... assim q colocar te aviso Comandante...

marcelo
marceloPermalinkResponder

** Off-topic **

Riq, nao consegui achar no blog sobre Fortaleza. Gostaria de saber se voce sabe quais sao melhores hoteis em Fortaleza. Pelo que vi ficar na Praia do Fururo e' melhor. Ah, estou pensando em ir no final de novembro. Obrigado!

Ricardo Freire

A Praia do Futuro é melhor para ir à praia, porque as praias da Beira-Mar não são próprias para banho. Ficando no Vila Galé você tem uma experiência parecida com a de ficar em resort, porque é só atravessar a avenida e pegar praia na barraca do hotel. http://www.vilagale.pt/pages/hoteis/?hotel=15

Mas eu acho que a melhor localização é na Beira-Mar, mais ou menos na divisa de Meireles com Mucuripe, porque é o ponto mais próximo da Varjota, o bairro dos restaurantes da cidade. Por ali tem o Othon Palace http://www.hoteis-othon.com.br/html/hotel/othon-palace-fortaleza/o_hotel.aspx (antigo Meliá Confort) e o Comfort Hotel http://www.atlanticahotels.com.br/atlantica/hoteis/estrutura.asp?Numfuncionalidade=292&NumHotel=27 (que está numa rua lateral e tem ótima relação custo x benefício). Em outros pontos da Beira-Mar eu gosto do Pontamar http://www.pontamar.com.br/ e do Plaza Praia http://www.plazasuites.com.br/ .

Como eu sempre estou de carro em Fortaleza (o que é recomendável, já que por lá você está sempre zanzando entre praia, cidade e arredores), eu fico meio fora do bochincho, mas num hotel que eu acho nota 11, o Blue Tree Premium de Iracema http://www.bluetree.com.br/hoteis_e_resorts/conceito.asp?secao=hoteis_e_resorts&pagina=conceito&numhotel=236 . Meu agente sempre consegue um precinho jóia (não me lembro de ter pago mais do que R$ 150, mas também nunca fui na altíssima temporada). Por ali o Holiday Inn http://www.holidayfortaleza.com.br/ também tem bons preços e quartos grandes, e o Ibis, por ser um dos mais antigos da rede, também é uma megapechincha http://www.accorhotels.com.br/guiahoteis/ibis/hotel_main.asp?cd_hotel=27 .

marcelo
marceloPermalinkResponder

Valeu! Muito obrigado!

Malu
MaluPermalinkResponder

Riq, e a comida na Índia? Tem restaurantes internacionais ou só mesmo nos hotéis?
Adorei sua crônica de hoje no caderno de viagem do Estadão.Tenho loucura para ir ao Mont Saint-Michel e pretendo resolver isso logo. Vc poderia indicar algum hotel,digamos, simpatizante de mulheres viajando sozinhas? É melhor ficar hospedada no Mont mesmo ou no continente? Eu quero ver aquilo tudo iluminado como na foto que ilustra a matéria.

Ricardo Freire

Malu, quando estive na Índia, em 92 e 96, eu ainda só pensava em mim; e como eu ADORO comida indiana, nem passou pela minha cabeça experimentar outras.

Mas claro que deve haver restaurantes ocidentais em todo lugar, sobretudo nos hotéis melhores. Comer em hotel é supernormal (para comida indiana inclusive) e recomendável para estômagos delicados.

No Mont St Michel: com grana contada, recomendo os hotéis de fora, porque são econômicos e confortáveis. Podendo gastar 200 euros a noite, então é melhor pegar um hotel confortável dentro das muralhas.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Ai, não. QUem me acompanha no twitter sabe do meu "problema" com a Índia. Por causo dos exemplares indianos que tenho como vizinhos (cerca de 20 famílias) eu não tenho a MENOR vontade de ir até lá, rs (aliás, risos não, poderia colocar lágrimas) grin

Tweets that mention Índia: o caminho das pedras « Viaje na Viagem -- Topsy.com

[...] This post was mentioned on Twitter by Julio Hungria. Julio Hungria said: O @riqfreire - Com o fim da novela (e das monçoes) começa a época mais auspiciosa para viajar à Índia http://migre.me/72RX [...]

simone w.
simone w.PermalinkResponder

Riq e prezados trips,
Alguem poderia dar me dar uns pitacos sobre os arredores de Marrakesh? Estarei lá para um congresso de uma semana e provavelmente terei uns 2 ou 3 dias livres. Uma ida a Fez é obrigatória? Ou faço melhor indo às montanhas Atlas e/ou ao deserto? E Essaoira, alguém conhece e recomenda? Toda e qualquer sugestão é muitissimo bem-vinda. Obrigadissima!

Ricardo Freire

Simone, não fui a Fez -- mas fiz a travessia das montanhas Atlas até Ouarzazate, e lá fiz um passeio à beira do deserto, em Zagora. Adorei. A travessia é belíssima, e a experiência do deserto adiciona diversidade à sua viagem; Fez seria um pouco mais do mesmo.

Ernesto, o pato

Simone

Eu fui a todos estes destinos, e gostei de todos eles. Na penultima Marie Claire tem uma reportagem da Mari Campos sobre Essaura. Quando eu fui fiz tudo de trem e onibus sem problemas, mas se voce for desacompnhada, ou só com mulheres, recomendo uma excursão. Use roupas bem compridas, de preferencia uma saia, e sera menos assediada. Se voce gostar de algo diferente, recomendo um passeio de camelo de 2 ou 3 dias pelo deserto.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Simone, dá uma pesquisadinha no Achados, da Adriana Setti no Viaje Aqui - ela já esteve praqueles lados e os relatos dela são ricos e bem-humorados.
http://viajeaqui.abril.com.br/blog/achados.shtml

Daniele
DanielePermalinkResponder

Sinceramente... minha vontade de conhecer a India é ZERO!!!
Conheço gente que já foi para lá, gente que já morou lá e pelos relatos fiquei convencida que não tem nada a ver comigo!

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Pretendo ir à Índia um dia, mas morri de rir ao lembrar de um jornalista estrangeiro que, ao contrário dos livros tipo "mil lugares para conhecer antes de morrer", "100 coisas para fazer antes de morrer" etc, lançou um livro "100 lugares que você não precisa conhecer antes de morrer" e citou a Índia. Disse mais ou menos o seguinte: " Tudo bem, o Taj Mahal é lindo, mas é cercado de Índia por todos os lados - fedor, pedintes, sujeira, etc. É melhor ver em DVD"...

Breno K
Breno KPermalinkResponder

Em relação a melhor época para viajar à Indía, vale o registro que em janeiro tem muita névoa no período da manhã no norte do país (Agra, Khajuraho, Varanasi), que além de poder atrapalhar a visita a alguns monumentos (não se vê o Taj Mahal pela manhã...) provoca atraso de trens e aviões.

Júlio
JúlioPermalinkResponder

India,to fora.Boa viagem pra quem vai.Desejo are babe .

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Riq, eu acho da Índia o que você achava da Rússia há tempos atrás, e ainda assim à milésima potência: aquilo lá só vai estar preparado para turistas daqui há uns vinte anos, no mínimo.
Mas dou toda a força a quem já quiser ir indo - vai ajudar a preparar o futuro mrgreen

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

No final do ano passado, meu pai fez uma viagem independente de 45 dias à India (primeira vez dele e terceira da minha madrasta) e me mandou uma série de e-mails de lá que viraram posts no blog. Mais do que dicas, tem as impressões dele sobre a India, e pra quem tiver interesse, é só entrar na tag India e ler os post "direito da India":
http://blogs.abril.com.br/bigtrip/tag/india
Eu confesso que ainda não sou evoluída espiritualmente o suficiente para fazer uma viagem dessas. Ainda. Quem sabe um dia.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Adorei saber que outros trips são iguais a mim. Eu só fui ao Egito pq amo história antiga e amei. Índia é demais para mim. Curioso é que faço parte de um grupo vocal paralizado no momento pq uma dos 4 integrantes foi fazer um retiro espiritual aonde? wink

Fernando Vellutini

Ricardo, o norte da Índia ao que parece concentra a parte mais turística, mas pouca coisa acho sobre o sul da Índia, que acho que deve me interessar mais (nunca estive na Índia, mas acho que abdicaria da "parte mais turística do norte" em prol do sul). Vc já foi? Tem algo publicado?

Ricardo Freire

Já fui a Goa, gostaria de ir a Kerala e a Cochin. Todas são regiões turísticas. Não queira ser original na Índia. Acredite, você não vai querer estar em lugares não-turísticos por lá.

Índia - 193 dicas de turismo | Domingão de Twittadas

[...] | LINK” 102. @asviajantes | essa viagem vai mudar a sua vida | LINK 103. @asviajantes | índia: quanto vale | LINK 104. @malapronta | dicas de viagem para a índia | LINK 105. @mochileiroscom | índia – custos de viagem | LINK 106. @viagemafora | o que você precisa saber antes de viajar para a índia | LINK 107. @viagemafora | 3 combinados perfeitos para fazer junto com a índia | LINK 108. @viagemmulheres | quanto custa viajar para a índia? | LINK 109. @viagemmulheres | visto para a índia: como tirar e cuidados | LINK 110. @viaggiomondo | índia: devo ou não ir? | LINK 111. @viajarpelomund0 | prepare-se para a índia | LINK 112. @viajenaviagem | índia: o caminho das pedras | LINK [...]

Tania
TaniaPermalinkResponder

Ricardo, bom dia! Vc tem alguma dica para Bangalore? Estarei indo em 9/2/15.
Aguardo e obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tania! Quem responde é A Bóia. Infelizmente não temos conteúdo sobre Bangalore.

Veja no New York Times:
http://www.nytimes.com/2013/03/31/travel/36-hours-in-bangalore-india.html

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Olá!
Você sugeriu fazer Dubai na volta. Porquê exatamente?

Obrigada! smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Monica! A Índia pode parecer ainda mais pobre se você viver primeiro a opulência de Dubai.

Érico
ÉricoPermalinkResponder

Entre Delhi, Agra, Jaipur, Jodpur e Udaipur OU Delhi, Agra, Jaipur, Khajuraho e Varanasi, você recomendaria o quê? Muito obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Érico! A gente recomendaria que você estudasse Udaipur e Varanasi e decidisse. Só você pode fazer essa escolha de Sofia.

July balestrini

Olá, estarei indo a ÍNDIA dia 14/03 , e gostaria de saber se existe a possibilidade de ir a varanesi sem ser de avião, e quanto tempo... Obrigado... Adorei as dicas...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, July! De trem são 13h desde Délhi.

Janira
JaniraPermalinkResponder

Alô comunidade da Bóia! Estou planejando uma viagem para a India. Talvez tenha que viajar na última semana de setembro, chegando por Délhi (questões profissionais me impedem de ir depois, a não ser que eu diminua meu tempo de viagem). A ideia é começar pelo norte, mas estou um pouco receosa com o período, mesmo sendo o final da época de monções.... Vocês acham que ainda corro muito risco de pegar chuvas na última semana de setembro? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Janira! O pior já terá passado. Este colaborador do TripAdvisor sugere que se comece pelo sul:

http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g293860-i511-k6534155-Weather_in_August_September-India.html

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar