Chegando em Buenos Aires por Ezeiza: dinheiro e trânsfer

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Stands dos remises, no fim da área de desembarque

Este post foi atualizado aqui:

1333 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Fabio G
Fabio GPermalink

Riq, se voce nao fosse embora dia 14 eu juro que pagava quantas Quilmes voce quisesse rs
Obrigaduuuuuuuuu

Cristina
CristinaPermalink

Bom, eu concordo com você sobre não comprar dólar. Eu comprei peso no brasil por uma boa cotação até. Comprei a 0,51 centavos. E estou levando os pesos que comprei mais cartão de crédito. Só de te ouvir comentar já estou empolgada para a minha viagem.

marco cavalheiro
marco cavalheiroPermalink

Ah Buenos Aires!!! Que cidade!! E que belo post! Na realidade foi o seu blog que me inspirou a começar a escrever ( assim como´vários outros nessa comunidade maravilhosa!). Aguardo ansioso as novidades. E se posso deixar uma dica, cupcakes da querida Gina ( http://www.palermocupcakery.com). Você pode fazer o pedido pelo site dela ou pegar na Sugar and Spice ( onde vocÊ encontra uma das melhores cookies artesanais de BsAs, na minha opinião) aí em Palermo, na Guatemala 5419. Aproveita a viagem!!! Abraço, Marco Cavalheiro - www.buenosairesdreams.blogspot.com

marcia daskal
marcia daskalPermalink

Cuidado com o Amex. Eles transferem a cotação de Peso pra Dólar e depois pra Real. Vale mais a pena pagar no Visa. Pelo menos quando fui há pouco mais de 1 ano estava assim. E o câmbio do aeroporto era melhor, como o Riq falou. Boa dica é guardar as notinhas para conseguir o tax refund do aeroporto - dá pra gastar no free shop. O free Shop da Argentina tinha, na época, preços melhores que o de SP, então antes de voltar dê uma paradinha estratégica. Cosméticos, perfumes e cremes são mais baratos na Argentina (aliás, em qqer lugar do mundo!), mas mais baratos ainda no Free Shop da área de embarque internacional na Argentina. Nem perca seu tempo com as encomendas e deixe pra comprar tudo no aeroporto. Ah, e dólar também é moeda corrente; quando eu fui dava pra pagar tudo em dólar. Algumas lojas oferecem cotação melhor qua as casas de câmbio.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O dólar sempre é a referência nas cotações dos cartões de crédito: a moeda local sempre é convertida para o dólar e é assim que aparece na conta internacional do cartão brasileiro. A diferença é que as cotações costumam ser interbancárias, então é um processo que nos sai muito mais barato do que se feito na rua. Mas tem um detalhe: o Amex converte pelo dólar-turismo, então não é um cartão indicado para gastos no exterior. Isto está explicado no famoso post dos prós e contras.
https://www.viajenaviagem.com/2009/05/pros-x-contras-dolar-euro-peso-real-travelers-cartao-de-credito-saque-internacional-ou-visa-travel-money/

Denise May
Denise MayPermalink

Olá Riq!
Concordo plenamente com você quanto à questão "desencana do câmbio!". Ano passado estivemos em Bs As e como turistas inexperientes testamos as três formas: cartão de crédito, compra de pesos numa casa de câmbio na Recoleta, e saque direito do caixa eletrônico. Chegamos à conclusão que a melhor forma é mesmo a última, pois a cotação é bem parecida com as casa de câmbio e vc não precisa ficar batendo perna!
A única coisa é ficar atento pois há dois tipos de saque: ou aquele oferecido pelo cartão de crédito (e que normalmente cobra taxas) e que pode ser feito em caixas eletrônicos tipo "24hs", ou um saque direto da conta corrente, se o seu banco tiver uma agência em Bs As (como era no meu caso!). Daí não paguei taxa alguma... só pedi para o gerente autorizar os saques na Argentina durante a minha viagem, e pronto, estava sacando pesos como se fossem reais!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Denise, o saque em pesos da sua conta corrente pode ser feito em qualquer caixa automático, não precisa ir na agência do seu banco não. Talvez ir na agência do seu banco seja mais negócio por não incorrer tarifas de outros envolvidos, mas se o cartão saca na sua agência no exterior, também saca no caixa eletrônico.

As tarifas e taxas variam de banco para banco, de rede para rede e de conta para conta dentro de um mesmo banco, então não dá para estabelecer uma regra geral.

Denise May
Denise MayPermalink

Riq, é que o meu cartão não era aceito em outros caixas eletrônicos a não ser o do próprio banco. Mas o do meu namorado (de outro banco) dava para sacar em caixas eletrônicos tipo "24hs", mas ele pagou uma pequena taxa.
Desculpe, me expressei mal, ficou parecendo que eu fui sacar no caixa (aquele, que alguém lhe atende no balcão)... mas fui no caixa automático mesmo! Obrigado por me corrigir smile

Cristina
CristinaPermalink

Cristina
normalmente as pessoas me associam a Cristina neste blog. Faça como a Cristina L e bote uma letra para diferenciar seu nome, assim não confudimos os trips!
bjs

Cristina Barroca
Cristina BarrocaPermalink

Aaaah sim! Sorry. Melhor assim então... smile

Cristina
CristinaPermalink

Obrigada xará!!! smile

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

Riq, também não perco meu precioso tempo de férias preocupada com cambio. Qdo fui a BsAs já levei pesos daqui e usei muito o cartão de crédito sem problemas.
Quanto ao remis, se você usar a mesma empresa, o transfer da volta tem desconto!

Fabiana
FabianaPermalink

Oi Ana Clauda, td bem?

Em que casa de câmbio vc geralmente troca pesos aqui no Brasil?

ops...de onde vc tc??? rs

Bjos e um ótimo domindo a todos!!

Vera Lucia
Vera LuciaPermalink

Ricardo, existe também o tranfer Taxi Ezeiza,um quiosque enfrente ao portão de saída do desembarque que cobra 98 pesos(incluindo os pedágios) até o Centro ou Recoleta e 78 pesos para a volta.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Você quer dizer passando o portão, Vera? E aceitam cartão?

Dionísio (www.espacovital.com.br)

RIQ, eu ia dar a mesma dica. Também usei o Taxi Ezeiza, que fica logo na saída da sala de desembarque. O valor é pago num guichê e, se chamares a mesma companhia para voltar a Ezeiza, pagas apenas 78 pesos com tudo incluído. Vale a pena, se não te importares de pegar um carro meio velho ou mal cuidado. Comigo funcionou bem: telefonei para eles um dia antes, agendei e fui buscado bem no horário no hotel. Paguei em dinheiro e não lembro se aceitam cartão. O site é http://www.taxiezeiza.com.ar/

Uma ótima opção para a volta ao aeroporto, que já utilizei várias vezes, é combinar um preço especial com algum taxista com quem simpatizes durante a estada na cidade. Pergunta por quanto fariam a corrida Ezeiza e conseguirás bons descontos. Ao final, basta escolher o de tua preferência. Uma vez dei sorte: peguei um táxi à noite e contei ao motorista que iria viajar mais tarde. Ele me deu um grande desconto - num carro excelente - porque naquele horário já estaria recolhendo e indo para casa, perto do aeroporto.

Vera Lucia
Vera LuciaPermalink

Assim que você passar pelo portão de desembarque, você avista o quiosque que é circular com a logomarca luminosa em azul e branco. Eles aceitam cartão.

Mariana "de Toledo" _ @merel

Olha, mas isso de ter um plano firme com o câmbio é a melhor dica de todas. É uma chatice mesmo ficar na Matemática o tempo todo.

Quando eu fui da última vez foi um pé no saco isso - porque não tive tempo de me planejar, já que decidi ficar mais tempo na Argentina de última hora. E aí tive que fazer uma manobra imensa para fazer o (pouco) dinheiro render. Para quem vai ficar bem mais tempo, uma passada ali na Corrientes não mata ninguém, mas pra quem está indo em esquema corrido, é melhor não ter preocupação na cabeça mesmo.

Julio
JulioPermalink

Que vida tranquila hein Riq? Bom, encontrei vários relatos na internet de pessoas que utilizaram a empresa Taxi Ezeiza ( http://www.taxiezeiza.com.ar ) do aerporto até buenos aires. O legal é que a ida custa $ 98 (pesos) e se você resolver voltar utilizando a empresa paga só $ 78 (pesos). O melhor de tudo é que você nem vai precisar pagar o pedágio e até aceita reservas pela internet. UEBA! Fica ai mais uma opção.... Você chegou ver esta empresa no aeroporto??? Abraços.....

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não estava na lista da esteira. Entrei no site e parece estar na área central do aeroporto, o que é interessante, porque permite que você resolva o assunto grana (caixa eletrônico ou Banco Nación) tranqüilamente, sem nenhum motora já designado de te pressonando, e só depois vá tratar do trânsfer.

Julio
JulioPermalink

Ah! Esqueci de fazer mais uma pergunta? O processo de desembarque e imigração é muito demorado? quanto tempo mais ou menos? Vou chegar tarde em buenos aires e o pessoal da bytargentina só entrega chaves até meia noite. Valeu!!!!!!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A minha chegada foi rápida, mas se houver muitos vôos chegando ao mesmo tempo não dá para garantir nada. Você informou à ByT o horário de chegada do seu vôo?

Julio
JulioPermalink

Informei sim! Meu voo esta previsto para chegar as 20:50, ai o pessoal da Byt marcaram para me encontrar no AP as 22:40. Mas, acho que dará tudo certo... mesmo por que eles entregam as chaves até a 00:00... Abraços... Ah! Me fala uma coisa... o free shop de buenos aires compensa mais que cumbica? (perfumes, oculos etc)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Compras não são o meu forte, Julio.

Lembre-se que o que você compra no exterior, mesmo num free-shop, entra na conta do seu limite de 500 dólares de compras no estrangeiro. Quando você volta, você tem mais 500 dólares para comprar no free shop brasileiro.

Chegue cedo ao aeroporto. Ao sair do Brasil você pode ver os preços do free shop brazuca e comparar com os que você achar na Argentina nos artigos que procura.

Julio
JulioPermalink

Valeu pela dica!! Alias, percebi que muitos produtos no free shop de cumbica estão mais baratos, como por exemplo alguns perfumes e óculos. O melhor de tudo é que nem vou precisar perder muito tempo comparando na loja, hoje descobri o site do free shop de cumbica http://www.dutyfreedufry.com.br/ e também do de Buenos Aires http://www.freeshop.com.ar onde constam os preços dos produtos. Ah! A duty free do brasil permite que você faça a reserva dos produtos pela internet (assim pode aproveitar alguma promoção que esteja próximo a data do embarque) e depois você pode retirá-los nas lojas de embarque ou desembarque, assim você ganha mais tempo........! Valeu!!!!!!

Fabio G
Fabio GPermalink

Julio, olha que interessante.
http://vejasaopaulo.abril.com.br/revista/vejasp/edicoes/1969/m0100676.html

Julio
JulioPermalink

Obrigado pela dica hein!!!! Ah! Dá uma olha no post acima... lá tem o link do free shop do brasil e de buenos aires... VALEU!!!!!!!

Tatiana
TatianaPermalink

Estou programando uma viagem para o Chile, incluindo Atacama, e gostaria de saber se vale a pena pagar pelo sistema "all inclusive" de alguns hotéis?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

All-inclusive vale a pena quando você passa o dia inteiro no hotel. Se esse é o caso, e não falarem mal da comida do hotel, all-inclusive vale a pena. Normalmente está associado a praia ou montanha.

Tatiana
TatianaPermalink

(competando) em San Pedro de Atacama?

Silvia Oliveira - Matraqueando

Tatiana: vou para o Chile, incluindo Atacama, em novembro. Morro de medo do sistema "all inclusive" porque ele me obriga a voltar ao hotel para almoçar e jantar. Pode parecer que no Atacama, lugar inóspito e com pouca oferta de restaurantes, seja a melhor opção. Só que existem alguns passeios (Gêiseres e Salar de Tara - entre outros - por exemplo) que duram o dia inteiro. Você já perderia, em algum deles, o almoço. Verifique se o hotel desejado oferece o passeio com almoço incluído - sem cobrar a mais por isso.

Eu optei pelo Parina Atacama Apart Hotel - http://www.parinaatacama.cl/ . É o primeiro e único apart-hotel de San Pedro. Novíssimo, inaugurado há pouco mais de um ano. Diárias a 65 mil pesos ou US$ 120,00 - o casal. Vou abastecer minha geladeira com uma comprinha feita em Santiago (farofeira, não...sô xique, bein! hohohoho) e garantir o que mais prezo numa viagem: minha liberdade! wink

Ernesto, o pato
Ernesto, o patoPermalink

Silivia

Tem muitas dicas sobre esta região no forum4x4brasil.com.br, na sessão viagens on road. O pessoal costuma ir com seus jipes, mas as dicas sobre passeios e operadoras são muito uteis.

Carla
CarlaPermalink

Meninas, embora San Pedro ofereça poucas opções de restaurantes (e hoje em dia já oferece mais do que quando eu fui, em 2000 - eram apenas 2 ou 3 restaurantes!), um dos grandes programas noturnos na cidade é ir a cada dia a um deles para curtir o friozinho ao redor de uma bela fogueira, tomando um bom pisco sour e curtindo a música... Não me parece uma boa idéia se obrigar a ficar no hotel para as refeições, não. Embora as opções sejam relativamente restritas, não se passa fome nem se come mal em San Pedro... wink

Tatiana
TatianaPermalink

Obrigada pelas dicas!!!!

Ernesto, o pato
Ernesto, o patoPermalink

Eu ja testei o onibus de 1 Real. Funciona, dá para ir sentado, quando se pega no ponto inicial do aeroprot, mas demora muito. Como eu precisava dar um tempo para chegar no Hotel na hora do chek in, achei uma boa ideia. O tempo de viagem é sem transito, cerca de 1 hora e meia porque este onibus não vai pela autopista. Sem pressa, sem malas, e com asinha bem fechada é uma opção. Mas, sinceramente, acho mais negócio fazer este tipo de economia na Europa.

Silvia Oliveira - Matraqueando

Uia, pensei que fosse só eu! Também peguei o ônibus de linha, mas para voltar ao aeroporto. (Na ida peguei um taxi.) O trajeto do centro até o Ezeiza demorou 2 horas (estávamos conscientes disso). Foi quase o mesmo tempo de Buenos Aires-São Paulo, hehehehe. "Passeio" tranquilo, embora a gente tenha achado, depois, que exagerou na muquiranice. Buenos Aires é um dos poucos destinos (para nós!) em que se pode cometer diversas extravagâncias - como pegar uns taxizinhos de vez em quando - sem correr o risco de ter que penhorar as jóias para pagar o cartão de crédito na volta. smile

Wanessa
WanessaPermalink

Também peguei táxi há um mês de Ezeiza pra Buenos Aires. Não me lembro do preço exato, mais foi um pouco menos do que os 98,00 pesos cobrados por aquela empresa do primeiro balcão, localizado bem na frente da porta do desembarque. Achei esse preço caro e consegui um pouquinho mais barato com outros taxistas, um pouco mais à frente. A economia não foi muita, devo ter pago uns 85,00 pesos (incluindo pedágio). Na volta, sempre tomo um taxi na rua mesmo. Dessa vez, o primeiro que parei já ofereceu um preço beeem razoável: 60,00 pesos. Acho que é a crise...

Sobre câmbio, estou com o Riq. Melhor desestressar, afinal, a menos que a pessoa pretenda cambiar muito dinheiro, não vale a pena perder tempo procurando taxa de câmbio melhor que a do Banco de la Nación. Também costumo usar bastante o cartão de crédito e fico torcendo pra nenhuma alta abrupta do dólar acontecer até a fatura fechar. Dessa última vez, até saí no lucro!

Dionísio (www.espacovital.com.br)

Sim, concordo, como eu disse no meu comentário anterior: pegar um táxi na rua mesmo para voltar a Ezeiza é uma boa, porque podes negociar um preço muito bom.

CarlaZ
CarlaZPermalink

Eu acabei usando esse Taxi de 98 pesos na ida...mas achei caro...e na volta o senhor que alugou o apartamento pra mim ligou prum taxi conhecido e foi bem mais barato (nao lembro se 60 ou 70 pesos).
O câmbio na época que fui infelizmente mão estava favorável como hoje, mas levei dólares de casa e troquei nesse Banco da Nacion do aeroporto (como minha mala foi a primeira a sair, acabei sendo a primeira da fila, que depois ficou enorme) e depois saquei e usei muito cartão.
Não costumo encucar muito com câmbio não, nem faço continhas o tempo todo, senão não aproveito. Até porque a gente troca relativamente pouco dinheiro, então ter um lucro ou prejuízo de 50 reais numa viagem não é tanta coisa né...

Amélia
AméliaPermalink

Pela internet já reservei o taxi Ezeiza, por estes valores acima (98/78).Prontamente me responderam e como quero fazer o cambio e/ou sacar pesos, eles pediram que eu vá ao box deles onde terá um coche para me atender após estes tramites.

Amèlia
AmèliaPermalink

Só terminando o assunto, meu voô atrasou 3 horas, mas mesmo assim o Taxi Ezeiza, manteve a reserva, pagamento em dinheiro vivo, super bem atendida!

DANIELA   DE  NATAL
DANIELA DE NATALPermalink

NO final de novembro irei conhecer o norte argentino ,alguém daqui poderia me dar dicas de lá...

Daniela de Natal rumoa SALTA trem das nuvensssssssssss.............................

Ernesto, o pato
Ernesto, o patoPermalink

conta para gente tá!!

marco cavalheiro
marco cavalheiroPermalink

Que cidade! uma dica? os cupcakes da Gina, da Palermo Cupcakery! você pode encontrar na Sugar and Spice (onde tem também uma das melhores cookies artesanais da cidade), ali na Guatemala 5459! Abraço, e boa viagem!!! Marco http://buenosairesdreams.blogspot.com

Cristina L
Cristina LPermalink

em 2007 fui a Inglaterra sozinha com traveller's. como tinha tempo e sou uma moça muito organizadinha grin, sabia direitinho onde trocar sem taxas. mas usei cartão de crédito também, para não ficar sem plata en las manos.
bem, em 2008, ronda européia com uma amiga. eu levei uns traveller's só para trocar no aeroporto, para a chegada, e usei o meu cartão do banco para sacar. ela levou só traveller's (nem ativou a possibilidade de sacer fora, vai vendo...). aí, sente o drama: é bem mais difícil encontrar lugar para trocar os traveller's sem taxas foras da Inglaterra. ela perdeu MUITO dinheiro, e tivemos vários stresses porque não encontrava onde trocar (era também uma moça um tanto quando baseada... na minha capacidade de "prever" onde haveria locais para se trocar - pesquisa sua, nenhuma).
o meu problema foi que a excelentíssima gerente me falou para usar a senha normal do cartão (Itaú). muitas ligações e mensagens internacionais depois, triangulando com o meu pai, ela finalmente esclareceu que eram apenas os 4 primeiros dígitos.
era o 5º dia de viagem (de 32 dias), no qual eu já imaginava passar a pão e água e cartão de crédito os demais. quando vimos aquele dinheirinho lindo em notas de tamanhos diferentes saindo da maquininha, no LCL em Paris, começamos a pular e rir de alegria (imaginem a cara dos sisudos atendentes franceses da agência neste momento).
Apesar do sufoco inicial, sem dúvida foia melhor opção - até para não ficar carregando um monte de dinheiro consigo o tmepo inteiro...
Na Itália, contudo, mais uma pegadinha: o caixa eletrônico do Intesa Sanpaolo anunciava que eu não tinha mais dinheiro em conta (mas eu acho que era apenas a porcaria da conexão em Florença).

Lili-CE
Lili-CEPermalink

Riq (e demais trips) q estãrão em Bs As nos próximos dias, experimentem o Milion (na Calle Parana, 1048), casarão estilo francês, ambientação interessante, boa comida, ótimo local p/ jantar e tomar umas. Outra dica q não canso de dar é o Broccolino, rest. italiano na Esmeralda, 776 (salvo engano, esquina com Cordoba), melhor barbada de Bs As, em minha opinião, ótimo para almoçar.

Carla
CarlaPermalink

Eu sempre usei o Manuel Tienda León, mas do ano passado pra cá, achei que os preços deles ficaram mais inflacionados do que os outros... Resolvi experimentar um serviço recomendado pela dona do apartamento que aluguei, e gostei bastante do preço e do atendimento. Agora reservei o transporte com eles novamente, via Internet - uma minivan para 4 pessoas com bagagem, a 130 pesos, pedágios incluídos. Não sei o preço para o carro comum, mas deixo o contato para quem se interessar: doradessel@arnet.com.ar

Wander
WanderPermalink

o comentário da Cristina L me deixou uma duvida : na Italia a senha do cartão é tambem com 4 digitos ?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu também sou cliente do Itaú e a instrução é usar somente os 4 primeiros dígitos da senha em qualquer lugar.

Fabio Brito
Fabio BritoPermalink

Riq, sem dúvidas a transfer express sai mais em conta. A propósito eles estão com os mesmos preços do fim do ano passado. Quando estivemos lá em dezembro/2008 pagamos 98 pesos (com os pedágios) até a região do Congreso.

Quanto a levar $$, minha escolha ainda é o VTM, principalmente para viagens de duração um pouco maiores. smile

Mi
MiPermalink

Estou programando viagem para BsAs e as dicas foram perfeitas!!!

PêEsse
PêEssePermalink

Já usei o Taxi Ezeiza para ir a Buenos Aires. Custou 98 pesos. Dependendo da cotação peso X real, pode sair caro. Dica que serve para qualquer aeroporto nacional ou internacional, principalmente os menores, e que já foi testada e aprovada com sucesso duas vezes em Ezeiza: retirar as bagagens da esteira, resolver o que tiver de ser resolvido em matéria de câmbio etc. e em seguida ir para o setor de embarque (que em Ezeiza é ao lado do setor de desembarque, isto é, três minutos de caminhada). Lá chegando, ir para fora do aeroporto e se aproximar de um táxi que esteja deixando alguém. Como provavelmente o motorista vai voltar sozinho para a cidade, se ele ganhar alguma coisa com isso já vai ser lucro para ele. Em Ezeiza, da primeira vez ofereci setenta pesos e o motorista aceitou sem nem pestanejar. Achei que tinha sido muito perdulário e em outra viagem assim que os brasileiros que estavam voltando para o Brasil desceram do táxi ofereci sessenta pesos. O motorista me olhou por meio segundo e então veio o ok esperado. Nos dois casos com pedágio incluído (na verdade ninguém nem tocou no assunto pedágio, nem eu nem o motorista). Dica da dica: em Ezeiza, quando você vai se aproximando do lugar onde os táxis deixam os passageiros no setor de embarque, pode ser que surjam uns carinhas lhe oferecendo táxi. Apenas diga "no gracias" e faça você mesmo seu contato com o motorista do táxi. Se você aceitar os serviços desses carinhas eles vão fazer a mesma coisa que você poderia fazer sozinho: parar um táxi que está chegando com alguém e intermediar sua corrida. Vão cobrar vinte pesos do taxista por isso e esse valor, claro, será repassado para sua tarifa.

Essa dica é mais eficaz ainda quando se sabe o valor médio da corrida que se vai fazer. Sabendo-se disso, basta oferecer uns 20% ou 30% a menos ao taxista. Ela também já foi usada diversas vezes em Guarulhos (basta subir para o setor de embarque). Lá os taxistas tendem inicialmente a recusar o valor oferecido e a propor um maior. Basta recusar e ir embora que eles lhe chamarão de volta (em 100% dos casos foi assim).

Sobre câmbio em Buenos Aires, dá para acompanhar as cotações aqui mesmo do Brasil em http://www.dolarhoy.com/indexx.php e já ter uma noção melhor de onde trocar, quanto levar etc. De minha parte, como disse em outro comentário, normalmente levo e/ou troco pesos apenas por cautela e para os gastos menores que não aceitam cartão, porque como regra concentro meus gastos no cartão de crédito, aceito em quase todo lugar em Buenos Aires.

Fabio G
Fabio GPermalink

Pêsse!!!! Otima dica!!!!!!!!!!!!!!!!!
Semana que vem irei tentar 60 pesos!

=D
Depois te conto no que deu rs

Marcos
MarcosPermalink

Riq, no post você escreveu euros ao invés de pesos! Eu não estava entendendo a vantagem!!

"a caixa de comentários, muitos leitores dão a dica da Taxi Ezeiza, que cobra 98 euros a ida e, se agendado na hora, 68 para a volta. É uma excelente opção..."

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ops, já tô trocando, obrigado mrgreen

Luciana Ferreira
Luciana FerreiraPermalink

Já to indo prá lá de novo, a caminho de Ushuaia. Sempre uso o tx em frente ao portão do desembarque. Prá 2 pessoas é o melhor. E o câmbio do Banco de la Nación, depois do desembarque - imbatível!
Ric, conserta seu texto. V colocou que "muitos leitores dão a dica da Taxi Ezeiza, que cobra 98 euros a ida e..." . Euros? Nem pensar...
Bjo

o que eu fiz nas férias

[...] UPDATE: Ricardo Freire acabou de postar sobre isso lá no Viaje na Viagem. Confere. [...]

Tweets that mention Chegando em Buenos Aires: trânsfer e dinheiro « Viaje na Viagem -- Topsy.com

[...] This post was mentioned on Twitter by Bíbi Da Pieve, milcandil and Hoteis.com. Hoteis.com said: Chegando em Buenos Aires? Confira as dicas do @riqfreire sobre onde arranjar pesos e o melhor táxi a pegar http://bit.ly/Avlcv [...]

Cristina L
Cristina LPermalink

confirmando - usa 4 dígitos sempre!!!

Sandro
SandroPermalink

Só uma dica. Se vc quiser fazer o cambio no Banco Nacion e depois contratar o transfer também é possível. Os guiches dos transfers sao "vazados" a tambem tem comunicacao com a parte externa da sala de desembarque. Saindo do banco Nacion, vire a esquerda, passando novamente pela porta de saída do desembarque e vire a esquerda novamente após a porta. No lado direito vai estar um café e do lado esquerdo vao estar os guiches dos transfers. Normalmente é nesse lugar que eles te mandam pra esperar o motorista, mas vc também pode comprar a viagem lá.

Abs!
Sandro

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Blz! Vou acrescentar.

(Aliás, acho que vou refazer o texto inteiro, hehe)

Angela Bruno
Angela BrunoPermalink

Oi, Riq,

Aproveita e acerta o valor de retorno com a Taxi Ezeiza: 78 pesos wink

Bjs

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Corrigi, brigado!

antonio siqueira
antonio siqueiraPermalink

Das vezes que fui a buenos aires, sempre fiz cambio no banco de la nacion, é mais seguro (como reconhecer nota falsa de peso??)e uma boa cotaçao.
Quanto ao taxi, vou pela taxi ezeiza, a volta é imbatível quando agendada.

Mô Gribel
Mô GribelPermalink

Riq,
Até fevereiro o Taxi Ezeiza não aceitava cartão de crédito.
Somente em pesos ou dólares.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Acabei de ligar lá e.... você tem toda a razão. Só "efectivo", em pesos ou dólares. Brigadim!

(Caramba, vou ter que reescrever esse post inteiro...)

natty
nattyPermalink

Eu vou chegar a baires pelo aeroparque, vindo de bariloche, alguém sabe se tem um banco de la nacion lá?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Mas você não terá já resolvido isso em Bariloche?

juliana amorim
juliana amorimPermalink

A minha pergunta taMBÉM É SOBRE o Aeroparque. quem chega de Pluna nao desce em Ezeiza. E há o Banco de La Nacion Argentina lá no Aeroparque? Li lá embaixo que vc , Riq , nunca chegou ao Aeroparque. Tb tá falando dos caixas eletronicos, mas minha amiga nao tem cartão internacional e não dá tempo de pedir um aqui no Brasil. Alguém tem uma novidade sobre o tem???

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pelo que outro leitor escreveu, não tem Banco Nación no Aeroparque. Tem caixas eletrônicos.

Diga para sua amiga fazer um VTM, em 24 horas tá na mão.

juliana
julianaPermalink

Valeu Riq!
Ela ja i fazer mesmo! Disse a ela para tb levar os reais e passar la no Bnco do centro da cidade para trocá-los oa inves do aeroporto. Proxima vez que eu for a baires vou fazer turismo lá no Jorge Newberry!! kakakakaka Abraço e bom carnaval!

natty
nattyPermalink

Aproveitando o tema, alguém sabe se em santiago as casa de câmbio abrem aos domingos? vou chegar sábado à noite e segunda é feriado, ou seja, se não abrirem, vou ter que comprar algum peso aqui, ou no aeroporto, que a cotação é péssima pelo que disseram...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Se for como em Buenos Aires, a cotação das casas de câmbio fora do horário bancário é bem pior do que enquanto têm a concorrência dos bancos.

Eu trocaria pouco dinheiro ao chegar.

Verifique a possibilidade de sacar dinheiro da sua conta corrente com o cartão do banco.

natty
nattyPermalink

riq você tem toda razão... por mais que eu não troque muito dinheiro em bariloche (tenho a impressão de que o câmbio lá deve ser péssimo por ser uma cidade mega turística), eu, definitivamente, não preciso resolver isso no aeroporto ao chegar. além disso tem a opção do saque com cartão que eu SEMPRE esqueço... (carinha-de-envergonhada-que-não-sei-fazer)
obrigada mais uma vez.

Julio
JulioPermalink

Boa Noite Pessoal, encontrei muitos relatos de golpes que são praticados pelos taxistas em Buenos Aires. Como por exemplo, quando você vai pagar a corrida com uma nota de maior valor (50, 100 pesos), ele pega sua nota e rapidamente a troca por outra falsa e alega não ter troco. Alias dinheiro falso em buenos aires é mais comum do que imaginamos. Claro que a maioria dos golpes relacionados aos taxistas são aplicados quando pegamos o taxi na rua. Para conhecer melhor o PESO, o site do Banco Central da Argentina ( http://www.bcra.gov.ar/bilmon/bm010100.asp )disponibiliza imagens das notas e seus dispositivos de segurança vale muita a pena ver. Alguém ja sofreu ou teve conhecimento sobre golpes praticado pelos taxistas? Até mais!!!!!!!!

Luiz Paulo
Luiz PauloPermalink

Vou para Buenos Aires em dezembro e de lá Para El Calafate , Ushuaia e Puerto Natales (Torres del Paine). Alguém sabe se para Puerto Natales há vôos de Ushuaia ou a única paossibilidade é ônibus? O melhor é tomar o ônibus em El Calafate para Ushuaia? Alguém tem um bom roteiro para essa viagem?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Este post tem links para vários sites e relatos de viagens à Patagônia:
https://www.viajenaviagem.com/2009/06/patagonia-pra-marilia/

buen viaje!

Fabio G
Fabio GPermalink

Estou indo... smile como faço com o celular.
Compensa comprar chip local?
Qual operadora mais barata? Aonde comprar?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Efeito colateral de ficar em Palermo Hollywood: fiquei meio distanciado da vida real. Acabou ficando tarde para procurar lojinha de operadora e comprar chip local.

Segundo o Mario (Mr. Sylvia) disse, elas são bem enroladinhas para vender chip pré-pago.

É uma boa pergunta para fazer aos blogueiros especializados na cidade...

Você acha vários deles no bloglist do Marco Cavalheiro, ele mesmo um buenosblogger http://buenosairesdreams.blogspot.com/

Sylvia
SylviaPermalink

Os nossos são da Claro , comprados em loja de rua ( não no shopping que é caressimo ) . Custou uma ninharia ( algo como 10 ou 15 reais, não sei exatamente pois compramos no ano passado ) e vale muito a pena pois com 15 pesos de impulsos ( 7 reais ) falamos entre nós, durante 5 dias na semana passada.
Ano passado,o maridão foi em mais de uma loja , mas estava sem documentos, só tinha a carteira de motorista , e não sabia os dados do endereço local . Assim mesmo saiu com 2 chips grin ( mas comentou que foi haard )
A Claro tem montes de lojas espalhadas pela cidade , na Santa Fé tem uma meia duzia.

Fábio G.
Fábio G.Permalink

Riq, Sylvia, obrigado pela ajuda.
Sexta estou embarcando pra aí, depois vou para Montevideo, e vou ficar esperando as dicas do Riq.

Sylvia
SylviaPermalink

Fabio , vamos queres tuas dicas de MVD tb , viu ?

Mi
MiPermalink

Condições para retiradas em agências Itaú em BsAs, se o seu cartão for VISA e múltiplo (crédito+débito): vão te cobrar taxa de US$8 por saque, além dos juros de costume do cartão.
Para quem é cliente Itaú acho bom confirmar com o gerente antes de programar retiradas lá.
Abs.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Juros do cartão? Isso não tem não, Mi. A retirada é feita na função saque, não na função adiantamento de fundos -- mesmo que venha a ser cobrada na conta do cartão.

A tarifa varia conforme a conta; a do Personnalité é menor. (Vou dar os numerinhos certos assim que vier a minha conta.)

Não é preciso ir à agência; dá para sacar em qualquer caixa eletrônico.

Independente do banco ou do tipo de conta, sempre vale mais a pena fazer retiradas grandes, do equivalente a pelo menos 200 dólares, para diminuir o impacto da taxa fixa.

Vania
VaniaPermalink

Gente, olá!
Vocês sabem me dizer se o Banco de La Nacion do aeroporto abre aos sábados? Já guguei e não achei. Um funcionário do Nacion aqui de SP disse que "tem quase certeza que sim" (e aqui eles nunca têm pesos para trocar - ag da Paulista). O problema é chegar sem nada e ter que comprar em casa de câmbio (e fora do horário bancário) ai ai ai... Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Abre 24 horas por dia, 365 dias por ano. A cotação para os reais costuma ser muito boa, e a cotação para dólares nunca é ruim.

Vania
VaniaPermalink

Obrigada. Você é um doce e um fofo.
Bjs.

Luiz
LuizPermalink

Tambem estou viajando em novembro e foi muito bom estas dicas

Já viajei para BA a trabalho e acreditem se quiser.... meu colega pegou uma nota falsa ( não me lembro de quanto ) no Banco de La Nacion....

Isto é só pra saberem que mesmo este banco pode haver falhas... Mas nem por isto vou deixar de trocar meu dolares po la na chegada. Vou experiementar tambem o Taxi EZEIZA...

Algumas duvidassad me desculpe-me se houver outro lugar para postar mas não achei se for o caso me enviem o link que apago aqui ..
1) O Bus Tour ( $ 25 por pessoa por dia ) vale a pena ? Pegar em San Martin é perigoso ?

2) Quais o melhor lugar para comprar tour ( ou como ir sozinho se valer mais a pena )para:
- Tango
- Tigres
- Montevideo / Colonia
- Outros tours

Abraços,

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Luiz, táxi em Buenos Aires é tão em conta que dá pra fazer tudo por conta própria sem problemas. Se você quer fazer tours guiados, encaixe-se em algum que seja diferente e específico -- caminhadas históricas, passeios de bicicleta, aulas de tango, ida a jogo de futebol.

Há tours grátis oferecidos pela Prefeitura às sextas, sábados e domingos em vários bairros:
http://www.buenosaires.gov.ar/areas/turismo/recorridos/index.php?menu_id=17&info=visitas&lang=pt

Para futebol, veja http://www.gofootball.com.ar

Para tours de tango completos com aula e tudo,
http://www.tangol.com/esp/paquetesmas.aspx?PaqueteId=32&Nombre=Buenos+Aires+Tango+Off

O site http://www.tangol.com também oferece pacotinhos para todos os lugares manjados, com traslado e jantar, mas, na boa: é só escolher o que você quer, ligar, reservar só o show (economizando o jantar) e ir de táxi.

Colonia é só entrar em http://www.coloniaexpress.com ou http://www.buquebus.com.ar
https://www.viajenaviagem.com/2009/10/de-buenos-aires-a-colonia-del-sacramento-como-chegar/

Para não ter nem o trabalho de ligar ou reservar pela internet, então é melhor pegar um pacote aqui no Brasil; tudo isso é oferecido ao freguês na chegada.

Carla
CarlaPermalink

Luiz, por curiosidade, como foi que o seu amigo descobriu que a nota era falsa? Pergunto porqque há um golpe muito comum em Bs.As., que consiste em trocar a nota verdadeira que você apresenta (nos táxis, por exemplo, onde esse golpe é mais comum) por uma nota falsa. O movimento de mão é tão rápido que é praticamente impossível notar - e assim a pessoa fica achando que recebeu nota falsa no banco ou na casa de câmbio... Algumas casas de câmbio entregam folhetos aos turistas explicando esse e outros golpes e recomendam que não se use notas de alto valor nos táxis ou em feirinhas.

Marcia
MarciaPermalink

Vou passar o reveillon em Salta. Desembarco no Aeroporto de Ezeiza e pego vôo doméstico no Aeroparque. Qual é a melhor maneira para fazer este trajeto? Taxi? Ou existe algum ônibus?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Na Manuel Tienda León, o táxi sai 140 pesos, e o ônibus, 45 pesos. Aceita cartão.
http://www.tiendaleon.com.ar/home/home.asp

O Táxi Ezeiza faz por 115 pesos. Não aceita cartão.
http://www.taxiezeiza.com.ar/

Marcia
MarciaPermalink

Obrigada pelas dicas.

Luciana
LucianaPermalink

Oi Ricardo !

Seu site está me ajudando muito a programar a minha primeira ida a BsAs, seus textos são ótimos e já recomendei a outros amigos também.

Estou aqui batendo cabeça na net para descobrir se o Banco de La Nacion, do Ezeia, fica aberto aos sábados!!! Chegarei lá neste sábado, 21/11, às 10hs e pretendo trocar meus Reais por Pesos em solo argentino, você tem essa informação ?

Valeu !

Abraços !

Luciana
LucianaPermalink

Ricardo, eu de novo... subindo a página vi, que um pessoa levantou a mesma questão em outubro e vc respondeu que o Bco de La Nacion, Ezeiza, fica 24hs/dia aberto, o ano todinhoooo... Valeu !!! smile

Mário
MárioPermalink

Muito boas as dicas!

Pessoal eu postei recentemente no meu blog algumas dicas mais sobre trocar dinheiro em Buenos Aires, eu estive em final de Outubro. Já adianto: troque reais no Bco de La Nacion na agencia do aeroporto.

Também vou dar dicas sobre taxi e outros meio de locomoção.

É só clicar no meu nome para acessar o blog

Paula Almada
Paula AlmadaPermalink

Alguém sabe me dizer que o serviço de câmbio do La Nacion no aeroporto funciona 24h?
Chegarei às 01h35 e estou com receio de não conseguir pesos para o taxi.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Funciona.

Paula Almada
Paula AlmadaPermalink

Valeu, Ricardo!

everyday i have the blues » Blog Archive » Passo 6 – Chegou a hora

[...] dicas sobre transfer e câmbio, você pode ver aqui com o Riq Freire. AKPC_IDS += "135,";Popularity: unranked [?] Argentina Buenos Aires [...]