Nova York: hotéis fora do fervo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Publicado originalmente na minha página Turista Profissional, que sai toda terça-feira no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

[caption id="attachment_5708" align="aligncenter" width="448" caption="Pracinha perto do Pod Hotel"]Pracinha perto do Pod Hotel[/caption]

Na primeira vez em Nova York é difícil não se hospedar entre a Times Square e o Central Park. Ali está a metrópole dos luminosos, dos teatros da Broadway, das lojas de departamento, dos museus mais importantes. Em visitas posteriores, porém, talvez você não precise, ou mesmo não queira, ficar tão perto assim das atrações turísticas mais óbvias.

Se o seu objetivo for olhar vitrines, conferir restaurantes descolados e cair na balada, considere ficar num hotel fora da zona hoteleira tradicional - sobretudo na parte de baixo da ilha. Dificilmente esses hotéis aparecem nas ofertas dos pacotes, mas podem ser reservados em agências online.

PERTO DO SOHO

[caption id="attachment_5703" align="alignleft" width="200" caption="Canal St., Chinatown"]Canal St., Chinatown[/caption]

O Soho não é mais um endereço de vanguarda, mas continua como um lugar bem bacaninha para comprar e comer. No entanto, em vez de pagar a fortuna que os hotéis do bairro cobram, é melhor se hospedar nas redondezas.

A região de Tribeca tem boas opções: o novinho Hilton Garden Inn Tribeca e o básico Cosmo Hotel. Mais pertinho, outro bem novo: o Hampton Inn Soho.

Na bagunça daa Canal St. (a 25 de Março/Saara de Nova York), o Azure surpreende com ambiente de hotel-design.

Para aproveitar tanto o Soho quanto o Village, tente o Four Points by Sheraton Soho Village ou o Washington Square Hotel.

MEATPACKING

[caption id="attachment_5704" align="alignleft" width="200" caption="High Line & The Standard"]High Line & The Standard[/caption]

É oficial: o Meatpacking District não consegue sair da moda. Se as butiques e os restaurantes do bairro forem para o seu bico, então cacife um dos hotéis do pedaço.

A piscina do terraço do Soho House (US$ 525) era praticamente um personagem da série Sex and the City. O Gansevoort fica em frente aos restaurantes Pastis e Spice Market.

De todos, o Maritime é o menos caro. As novidade são o The Standard, que serve de camarote para o parque High Line e o charmoso Dream Downtown, vizinho ao Maritime. Para economizar, abra mão de banheiro no quarto e fique no The Jane.


LOWER EAST SIDE

[caption id="attachment_5705" align="alignleft" width="150" caption="Gem Soho, no LES"]Gem Soho, no LES[/caption]

Andando para o leste por qualquer uma das ruas transversais do Soho (Spring, Prince, Broome, Grant), em quinze minutos você chega ao novo antro dos moderninhos: o Lower East Side.

A cada dia aparecem mais lojinhas, bares, restaurantes - e hotéis. Os mais em conta são o East Houston e o Gem Hotel Soho.

Os mais metidos são o discreto Thompson LES e o muvucado Hotel On Rivington (US$ 371).

No meio do caminho para o Soho, o Off Soho Suites tem quartos grandes, saleta, cozinha equipada e preços razoáveis.

CHELSEA E HELL'S KITCHEN

[caption id="attachment_5706" align="alignleft" width="200" caption="Chelsea"]Chelsea[/caption]

Já é possível se hospedar no coração do bairro gay da ilha, no novo Gem Hotel Chelsea. Uma opção mais básica ali perto é o Hampton Inn Chelsea.

Já fora do epicentro do bairro tem um hotel recentemente renovado, o Four Points by Sheraton Chelsea.

O corredor GLS se estende até Midtown, na região de Hell"s Kitchen. Por lá acaba de abrir o Ink48. Uma opção mais careta, próxima a bons restaurantes da Nona Avenida, é o 414 Hotel.

MIDTOWN

[caption id="attachment_5707" align="alignleft" width="150" caption="Pátio do Pod"]Pátio do Pod[/caption]

Querendo ficar no meio da cidade, mas sem tropeçar em turistas, prefira o lado leste. O Pod Hotel é um simpaticíssimo pós-albergue. Há quartos nano, com banheiro compartilhado, e também apartamentos completos.

Um pouco mais para baixo -- e não tão leste assim, na 29 entre 5a. e 6a., o moderninho-charmoso Ace costuma ter quartos baratos; alguns, com beliche, também.

Leia mais:

Onde ficar em Nova York: hotéis bem-localizados, região por região

100 hotéis em Nova York comentados pelos leitores

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


256 comentários

Isabel O., Portugal

Hoje vou ser eu a inaugurar!
Como escrevi atrás, a minha reserva para o "careta" 414 Hotel, em Abril, via Booking (com pequeno almoço) ficou numa média de 185 dólares/dia.
Ou o hotelzinho, para além de "careta" (estou um bocadinho traumatizada, confesso) é fraquinho, fraquinho, ou os suas escolhas são requintadíssimas. Os preços estão tão díspares do meu...

Ricardo Freire

O "careta" era só para caracterizar que o hotel não estava exatamente no epicentro gay do bairro. Foi só para não espantar os conservadores smile

O nosso Hugo ficou lá e gostou muito -- ele é um homem de gosto requintado, não se preocupe.

Os preços variam MUITO, tanto de acordo com a época da estada quanto o momento em que a reserva é feita. É um mercado bastante dinâmico.

Isabel O., Portugal

Já sabia que me ia responder isso . Foi só para o picar...
(Aqui diz-se assim, quer dizer para me meter consigo, ... bom, também não sei se soou muito bem)
Beijinhos

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Rqi,
Eu tambem fiquei no 414 Hotel... nao achei careta, mas achei fraquinho para um "boutique". O legal eh mesmo a localizacao e o preco.
Eu estava planejando esse feriadinho em NYC, mas os precisnhos dos hoteis estao carissimo. Acho que vou ver a Marcie numa outra oportunidade wink
bjks

Ricardo Freire

Acho que eles se consideram "boutique" pelo fato do hotel ser pequeno, tão perto dos hotelões de Times Square. Mas não é um lugar pretensioso, não...

Dri
DriPermalinkResponder

Já adiantando o sobre o post dos hoteis da Times Square... Vcs sabiam que a maioria das operadoras no Brasil parou de trabalhar com o Pennsylvania Hotel e que muita outras só fazem a reserva caso o cliente se comprometa a assinar um termo dizendo que fez uma escolha consciente e informada por este hotel?

Eu particularmente acho um absurdo que um dos 5 maiores (em número de quartos...) hotéis de uma cidade como Manhattan chegue a esse ponto.

Falando em NY, vou pra lá na primeira semana de dezembro (pela primeira vez) e estou aguardando e coletando todas as informações que pingam por aqui!!

O post sobre como chegar/sair dos outros aeroportos vai sair tb??

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Credo Dri, eu não ficava lá nem de graça.

Ricardo Freire

Sim...

marcia daskal
marcia daskalPermalinkResponder

Dri acabei de voltar e sugiro alguns programas que achei imperdíveis: Tenement Museum, na orchard street. Você visita os apartamentos de imigrantes que moraram em NY, ouve as histórias, genial. Você pode almoçar no Katz (famosa deli com sanduíche de pastrami; peça meio sanduba e meia sopa) e tomar sorvete na Orchard mesmo, Il Laboratório del Gelato, pertinho do museu. De longe o melhor sorevte que já tomei. Você pode passear na via elevada em Meatpacking District (fiquei sabendo por aqui!). Não deixe de almoçar no Chelsea Market, um mercado de orgânicos. O Hale and Herthy Soups é muito gostoso. Para sair do aeroporto, peguei o LIRR até Jamaica e depois um metrô e voltei de van conforme indicação dos amigos do blog. Estava com mala de rodinha e foi chato ficar puxando nas escadas do metrô. A Van da volta pagamos trinta e poucos dolares em 2 pessoas. Entre no MC Donalds para pegar cupons de descontos se não tiver no seu hotel. Se tiver que comer no Mac, experimente Hamburguer de Angus com cogumelos e queijo suiço. Em cafés e delis você monta saladas, massas ou sanduíches bem razoáveis pela metade do preço de restaurantes.Para o metrô, peguei um passe de 1 semana, uso ilimitado. Saiu 27 dolares se não me engano; acredite, você vai precisar! Obrigada a todos pelas dicas q recebi. Abs

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Vou para NY no ano que vem e uma das minhas opções de estadia é o Pennsylvania. Gostaria de saber o porque das operadoras não trabalharem mais com ele. O hotel é ruim?

Ricardo Freire

É um hotel gigantesco, bem localizado (perto da Penn Station) mas com muitos quartos degradados. Procure na barra lateral da direita os vídeos da série Desempacotando Nova York. No primeiro e no último você vê como pode ser o quarto que sobra para você.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

ops, acho que meu mega comentário ficou preso...

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Eu fiquei no Upper West Side nessa minha ida a NY, em dois hotéis bem legais, também fora do burburinho e com bons preços.
O primeiro bem upper mesmo, lá na 79th com a Broadway, chamado On The Ave, com uma vizinhança muito simpática e quartos grandes, e o melhor, em frente a um mercadinhos Gourmet, a dois quarteirões do Central Park:
www.ontheave-nyc.com

E o segundo, já mais perto de Midtown, mas ainda longe do miolo, oficialmente ainda no Upper West Side, ao lado do Licoln Center, com uma vizinhança bacana também (Barnes & Nobles; Bed, Bath and Beyond; Duane, etc), além de ficar ao lado do delicioso PJ's Clark O nome do hotel é The Empire, recém reformado, com decoração moderninha-kitsch e baladinhas no Roof Top Bar e Bar do Lobby.
www.empirehotelnyc.com

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Paula, faltou dizer os preços...

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

PêEsse, eu paguei ambos na faiza de U$175,00 no quarto duplo, com taxas MAS na época de super ofertas que foi junho/julho quando os preços estavam BEM baixos mesmo. Agora devem ter subido um pouco.

Andreza
AndrezaPermalinkResponder

Acabei de reservar o On the Ave para um período de 12 dias no final de outubro com tarifa média de USD 290 no quarto Deluxe com 2 Double Beds, este é normalmente o preço do quarto Standard. Consegui este preço em uma oferta especial do hotel, que hoje já estava com preço diferente (média de USD 330).

Ricardo Freire

Já soltei!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq, acho que os comentários ficaram iguais então. Pode apagar um deles; valeu.

Dudu Marote
Dudu MarotePermalinkResponder

Riq, como fã do lado leste abaixo da 14, fiquei duas semanas no ano passado bem lá em baixo no Hampton Inn - Seaport. Perto da Brooklyn Bridge. Breakfast de graça, quarto manero, dei sorte de ficar no último andar com terraço e ótima vista pro sul todo e Brooklyn. Checa aqui: http://is.gd/3QImw

Ricardo Freire

Anotado!

Rosa
RosaPermalinkResponder

Izabel, compartilho da mesma preocupação que você. Reservei para a 1ª semana de janeiro o hotel Rockefeller Center, 120US$. Se o 414 Hotel por 185us$ for fraquinho, imagina o Rockefeller? Vou apostar nas escolhas requintadíssimas do Riq e esperar uma hospedagem razoável.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Uma amiga minha acabou de ficar no Rockefeller e gostou, viu, Rosa. Fique tranquila. lol

Camille
CamillePermalinkResponder

Rick,

Parabéns pela matéria do Estadão e do guia do fim de semana.

By the way, vc tem conhecimento do novo empreendimento na Paraíba? O Resort Mantra (da mesma rede do hotel de Punta de Leste.

Ricardo Freire

Estou seguindo o resort no Twitter. Bem curioso. Fica na praia que eu gosto, Tabatinga.

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Riq, aqui tá sendo anunciado na TV como sendo na praia vizinha, Carapibus (a menos que 2 resorts tenham resolvido inaugurar na mesma semana!). Estou pensando em passar por lá esse fim de semana pra conhecer.

Ricardo Freire

Ops, isso mesmo! Eu é que me enganei!

(Engraçado que a primeira vez que vi pensei que fosse uma repaginada da pousada Aruanã. Mas pelo jeito é outro hotel meeeesmo.)

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Falando em Estadão essa semana saiu na contracapa do O Sul (POA) uma pg inteira sb NY , e posso jurar que ví um super-plágio . Lócico que não está assinado Riq , mas AE wink
PS- Adorei o site do POD grin

Malu
MaluPermalinkResponder

Rosa, verifiquei para novembro e estão em US$ 293-apto single. Como vc conseguiu US$120? Achei o hotel Rockefeller Center bem legal.

Ricardo Freire

Acho que houve uma onda de superofertas há alguns meses. Os preços estão subindo agora. Mas ainda estão mais em conta do que antes da crise.

Para você ver: houve diferença entre os preços que eu apurei há menos de uma semana para a coluna do Estadão. Em alguns casos o preço baixou (nos Hilton Garden Inn, nos Gem Hotel e no Pod). Em outros, subiu um pouco.

Malu
MaluPermalinkResponder

Riq, brigadíssimo. lol

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Riq, o lance de trazer vinho da Itália pro Brasil, dentro das normas, saindo por Malpensa, ficou assim:
3 litros na bagagem despachada e 5 litros no free shop.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Provavelmente eu perdi o começo da conversa (estou uns vinte posts atrasado) mas o que significa "dentro das normas" nessa matéria? Já trouxe bem mais que isso e nunca houve problema.

Ricardo Freire

É de outro post, PêEsse, quando o Zé Maria tinha perguntado o que dava pra trazer de bebida e comida do exterior dentro das normas da alfândega mrgreen

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

PêEsse, conte pra mim: o que é bem mais que ONZE garrafas. rs

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Zé Maria, para lhe ser bem franco, já cheguei a trazer dez garrafas só em uma mala dessas médias de rodinha, protegidas por um plástico bolha próprio para garrafas e envolvidas pelas roupas. Em viagens curtas (tipo uma de quatro dias pelas vinícolas do Chile), para as quais saio com pouca coisa na bagagem, dá para fazer isso. Além disso, por ser azul no Fidelidade Tam, tenho dez quilos a mais, o que evita pagar excesso. A essas garrafas sempre se somam mais algumas compradas no free shop, cuja quantidade varia dependendo do que estiver a venda.

Não me lembro da última vez que voltei de uma viagem internacional e não tenha sido selecionado pela Alfândega (devo ter cara de muambeiro). Todas as vezes minhas malas passaram pelo raio-X e ninguém nunca questionou nada porque a quantidade demonstra que é para consumo próprio, não para comércio. Além disso, a Receita Federal implica mesmo é com eletrônico, não com bebidas, roupas, essas coisas.

Com o preço cada vez mais proibitivo e injusto dos vinhos de razoáveis a bons no Brasil, não deixo essas oportunidades passarem, não.

fabio g.
fabio g.PermalinkResponder

Irei a NY agora em novembro e optei por, pela primeira vez, ficar em um apartamento alugado http://vacationhomerentals.com . Fica no Soho e me custará 192 dólares/dia, por uma semana. Fiz uma pesquisa de hotéis e o mais barato era bem acima de USD200, fora taxas...Já fiquei em diversos hotéis, mas a partir de agora, tendo a optar por ap's alugados. Pesando pros e contras, acho mais vantajoso, especialmente em estadias mais longas.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Matando as saudades do blog, comandante!
Isabel O. Portugal, amei Lisboa e Sintra!
Em Mikonos, andei por Delos com 2 páginas impressas do blog da Emília e dei uma rasteira nas meninas da Asia com seu guia de 300 páginas em Mandarin. Elas foram para o lado esquerdo, eu fui para o lado direito e vi muito mais!
Comi brilhantemente e fui no Museu da Acropolis em Atenas com as dicas do Alessandro.
Com um corte no joelho, acidente de percurso, acabei não indo aos passeios da ilha vulcânica e nem nadei na água sulfúrica, em Santorini e cheguei em Oia bem antes do por do sol a tempo de ver um casamento e ver um pouco do sol que naquele dia se escondeu atrás das nuvens.
Andei por Lisboa com as páginas impressas do Arnaldo Interata. E não fui ao Porto por orientação do comandante e me apaixonei pela capital lusitana. E fiquei super bem hospedada com vista para o Castelo de São Jorge e o Tejo, com o Jardim Botânico abaixo, pela dica da querida Sylvia.
Muito obrigada a todos os citados e aos que porventura não citei e pelos que deram força para essa viagem maravilhosa!!!
(comandante desculpe usar tanto espaço mas precisava agradecer!!!)

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Posso aproveitar seu momento agradecimento, Cristina, e imitar?
Pois é só tenho a agradecer a tantos trips também. Vamos ver de quem eu me lembro...e desculpe quem eu esqueci...
Denise Mustafá pelo roteirinho de Roma, (Marcie também) que foi o início do meu roteiro, ao post de Pompeia do Riq e dicas de restaurantes que peguei por aqui (Riq, Destemperados, Edu Luz...)
Carla Tolosa pelo maravilhoso e-mail que virou post da Turquia, nossa, meu ponto de partida.
Istambul também teve muito do Arnaldo, Emília, Mari Campos e da Joana que mandou um roteirinho que super me ajudou.
Paris, nem tinha visto nada...mas aquele post da Paula* me deixou bem animada! E acabei indo a Versailles por culpa dela.
Ah...a Majô que pelo twitter me ajudou no último dia de Roma e a Sylvia sempre na hora de fazer mala hehehe
E Riq, tive sua ajuda em tudo...não tenho nem como listar!
Valeu!

Ricardo Freire

eekops:
mrgreen

Marcie
MarciePermalinkResponder

Valeu, CarlaZ! Agora o que está faltando é você contar tudinho pra gente, tá? mrgreen

Ricardo Freire

eekops:
mrgreen

Isabel O., Portugal

Ainda bem que gostou. É pena estarmos sempre em obras. Mas vocês são bonzinhos e nunca referem isso.
Agora é o Terreiro do Paço que vai ser remodelado. Há sempre qualquer coisinha.
Será que nós usamos mais diminutivos que vós?
Olhando para os meus textos acho que uso muito os "inhos"... e fiquei a pensar no assunto.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Isabel
voltando da Grécia, os andaimes de Lisboa me parecem pequeninhos wink

Carla Z
ô mulher preparada! Quanto agradecimento!!! Pode pegar carona mesmo!!! rsrs

Milton cortes
Milton cortesPermalinkResponder

Ola a todos!
Alguem sabe se cabem 3 pessoas (casal com uma CHD) num quarto do THE POD ?
O quarto com beliche (twin) eh estilo Formule 1 ?

Ricardo Freire

Eles têm o "Veranda Pod" para três pessoas, o "Double Double" (duas camas de casal) e o "Townhouse Studio" (uma cama de casal e uma cama de solteiro com uma caminha de rodinha por baixo).

Não sei te dizer quanto custa, porque não consegui achar nenhum desses quartos em cinco simulações de datas...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Entendi que estas acomodações, só por email.
Nas reservas clica em Availability Overview
e depois em: Click Here for more detailed Availability Chart , e vais ver que não aparecem o Veranda etc ...

Ricardo Freire

Uia! :cool:

Malu
MaluPermalinkResponder

Não aparece também o apto single com banheiro privativo, só compartilhado.

Ricardo Freire

Acho que o single é sempre com banheiro compartilhado.

Joana
JoanaPermalinkResponder

Olá viajantes!!!

Eu estive em NYC em Abril09 e fiquei hospedada em Time Square no hotel Millennium Broadway. Recomendo! Optima localização e muito limpo. O preço... um achado... 180usd!!! Recomendo!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Hahaha... lol O Hotel On Rivington é "metido" mesmo... mrgreen Mas cumpre o que promete: os quartos são ótimos, o serviço é impecável, e só a vista (eu fiquei no 18o.andar) já vale... Agora, não acho uma boa idéia para quem é novato na cidade (ou para quem gosta mais de uptown, como eu mesma) ficar hospedado lá direto, porque o LES é meio fora de mão, mesmo para quem prefere ficar lá pelo sul da ilha mesmo. Acho mais bacana dividir a estada com um outro hotel em outra região da cidade. Pra quem tiver curiosidade, tem post sobre o hotel lá no I&V: http://www.idasevindas.com.br/2009/04/09/the-hotel-on-rivington-a-extravagancia/

Rosa
RosaPermalinkResponder

Marcie, obrigada pelo feedback do hotel. Por falar em NY, deixei Las Vegas para uma próxima viagem, seria uma correria e uma operação arriscada entre chegada do Brasil e ida para LAS. Não vamos perder nada, pelo contrário vamos curtir um pouco mais NY.
Malu, a reserva foi feita no Booking.com, em maio/2009, eu gosto de fazer tudo com antecedência e aproveitei a dica do Riq, acho que foi até um post, falando dos preços em queda de hotéis em NY. Eu mesma me surpreendi e achei a tarifa ótima, não pensei duas vezes.

Gustavo - Viajar e Pensar

Cheguei este fim de semana de um tour nos EUA.
Em NY fiquei 5 dias no Milford Plaza no centro da Time Square, pela segunda vez fico neste hotel, e cheguei a conclusão que realmente na primeira vez fique na Time Square, mais não mais que isso, não fiz praticamente nenhum programa pela região, fiquei mais da 14TH para downtown, fora os museus ao lado do central park.
Outra informação é que o Milford ficará fechado de 18 a 24 meses a partir deste fim de ano, para reformas e remodelação, provavel diminuição do número de quartos.
Abraço!!!!

Ricardo Freire

Valeu, Gustavo!

Rogéria
RogériaPermalinkResponder

Minha dica é o Herald Square Hotel: http://www.heraldsquarehotel.com/
Na 31st, entre a 5ª e a 6ª Av, a 2 quadras do Empire State.
Me hospedei lá por 10 dias, num quarto recém-reformado, uma graça.
Wi-fi free em todo o hotel. Recomendo.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Riq,
A moca que trabalha comigo aqui na agencia, recomemndou o "Hotel at Times Square". Eh um boutique (3 estrelas) renovado...
abs

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Riq a opcao que vc deu do Hampton Inn no Chelsea esta caindo nesse link: http://www.thegemhotel.com/chelsea/index.iml eh isso mesmo?
Abs,

Ricardo Freire

Não, acabou repetindo outro link.

O link certo é este,vou mudar no post:
http://www.hamptoninn.com/en/hp/hotels/index.jhtml?ctyhocn=NYCCSHX

Beto
BetoPermalinkResponder

Oi Riq,

Estarei indo a NY no fim do mes e como sempre e uma das cidades mais caras para hotelaria do mundo que conheco!!!!!!

Aqui vai uma dica pra quem prefere e quer ficar na Time Square o Sheraton da 7th esta com uma "promocao" BETTER TOMORROWS... onde paga-se uma diaria de 399 e o dia seguinte e 199, ou seja na media 300 U$ a diaria, em se tratando de Times Square e NY acho que e a melhor tarifa!!!!!

Obs.: Esta tarifa e so para quem liga pra la, nao esta disponivel na NET.

Abssss e continuo seu fa.

Beto

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Oi pessoal. OI ricardo. Estou indo pra NY no início de novembro. Vou ficar em um hotel chamado Belleclaire que fica nesse endereço: 250 W 77 St. O site é esse aqui: http://www.hotelbelleclaire.com Alguém conhece ou tem notícias sobre? Infelizmente só achei esse post depois de ter feito a pré-reserva ontem... Tinha recebido ótimas referências do POD, se tivesse entrado aqui antes, com certeza ficaria nele. Bom, será que vou ficar bem no BelleClaire? Help! Primeira vez em NY!!

Ricardo Freire

Parece BEM bacaninha, Juliana. Pro meu gosto tá um pouquinho longe (só um pouquinho! nada grave!), mas tem metrô fácil e está numa região linda, civilizada e não-turisticona. Conte pra gente na volta!

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Valeu, Ricardo. Vc sempre me ajudando na hora dos preparativos pra viagem! Eu tb achei meio longinho (é o ponto mais isolado no mapa que estou montando...) Vou pensar se mantenho a reserva ou mudo logo pro POD. Aproveito pra te agradecer a última dica que peguei por aqui e que me levou para as melhores férias de praia da minha vida: Boipeba! Abrs.

NILSILENE
NILSILENEPermalinkResponder

Estou adorando os episódios,Desempacotando NY, estão simples e elegantes!! Visito Ny agora em novembro próximo, e me hospedarei no Doubletree da Lexington, acha q fiz uma boa escolha?
Irei com filha adolescente, e um primo que já conhece NY.
Acompanho os posts e os comments para ver as dicas, e estão me sendo de grande valia. Obrigado. Abrs.

Ricardo Freire

Doubletree é uma marca da rede Hilton, tipo quatro estrelas. As resenhas são majotariamente positivas. A localização é semelhante à do Pod que está no post; valem os mesmos comentários mrgreen

Nico
NicoPermalinkResponder

Oi Riq e demais viajantes,

Estou planejando viajar aos EUA em setembro/2010, minha intenção é ir a Boston e depois, de carro, passar por Cape Cod e ir até NYC. Gostaria de saber se alguém já fez esse passeio de carro, e se já, quais das cidadezinhas de Cape Cod são imperdíveis? E qto ao tempo de permanência em cada lugar? Penso em 4 dias em Boston, 2 em Cape Cod e 6 em NY. Alguém sugere algo? obrigado

Ricardo Freire

Dois dias é bastante pouco em Cape Cod. Pra mim o mais bacana são as ilhas -- Nantucket e Martha's Vineyard. Para fazer toda a região como se deve você precisa de uma semana. Eu fiz em quatro dias e foi uma correria só.

Nico
NicoPermalinkResponder

Obrigado Riq, tá anotado.

vanessa
vanessaPermalinkResponder

Oi! Estou indo para NYC em 07 de fevereiro por nove dias com o esposo e reservamos o Sofitel perto da Times Square na esq. da 44 com a 45. Alguém já ficou lá?

Rossi
RossiPermalinkResponder

Riq.

Seu blog já se tornou um "filho" para mim.

Acordo e vou ver o que tem de novidade...
Durante o dia, veja qdo posso...
Dormir sem ver o blog? Jamais!!!!

Muito obrigado. Vc é um cara iluminado!

Abraço!

Rossi (São José dos Campos-SP)

Cecilia
CeciliaPermalinkResponder

Como sempre recorro ao blog há muitos anos para programar minhas viagens, decidi dividir com vocês minhas boas experiências de NY, onde passei o Natal.
Meses atrás fiz reserva no Hotel Élysée, na 54st., entre Park e Madison. Ao emitir as passagens (milhas TAM), tive que adicionar mais 4 noites à minha reserva anterior de 8 noites, mas o hotel já estava completo. Pois foi um ótimo imprevisto: ao ter que escolher novo hotel, preferi ficar no sul da ilha, já que era a primeira viagem de nosso filho adolescente e por ali a cidade tem estado muito interessante. Após muita pesquisa e poucas opções, decidi reservar o Best Western Bowery, na Grand st.,esquina com a Bowery.
Foram duas excelentes escolhas. O Élysée é tudo que se pode querer em NY: excepcional localização, hotel relativamente pequeno, charme francês, quarto bem grande, banheiro novíssimo, café da manhã incluso na diária e com todos os itens do café americano mais tudo o que você tem no café da manhã na França!
Na diária ( U$ 339 + taxas, 2 double beds), é oferecido como cortesia, um delicioso serviço de vinhos, espumantes, queijos e frutas no fim da tarde. Durante todo o dia você também pode se servir de chás, sucos, café e patisserie no charmoso salão de refeições. O staff é gentilíssimo e a limpeza é impecável.
Percebe-se que os hóspedes são assíduos frequentadores, na maioria europeus e famílias americanas. Recomendo muito!

Já o Best Western me chamou a atenção pois em todas as resenhas eram destacadas a localização ( a duas quadras da Spring st.) e a limpeza do hotel.
Para um hotel de rede, foi uma grata surpresa! Quartos de ótimo tamanho, mobiliário novo, banheiro de bom tamanho , TV de plasma, armário e uma limpeza de alegrar até uma neurótica como eu! Pedi andar alto e ficamos no 8o andar, de onde não ouvíamos sequer um barulhinho! Staff super gentil, ótimos restaurantes para se ir à pé como o Balthazar, Lombardi´s, Grand Sichuan , La Crepe e um que eu não tinha referência e que indico vivamente, o Congee Village, dica de uma das recepcionistas de origem chinesa. Os hóspedes na maioria eram europeus, famílias e jovens. Local tranquilo, mesmo à noite e ao lado do metrô. Pagamos U$ 197 + taxas o quarto com 2 double beds.

Das dicas que tinha do www.seriouseats.com, algumas são mais conhecidas, mas outras deixo aqui também, pois adoramos: o burger do Corner Bistro, a Patisserie Claude , o lindo Chinatown Brasserie e o Becco, além do jazz no Dizzy´s Club do Lincoln Center.

Bom ano a todos e parabéns pelo sensacional blog que, juntos, controem!

Juliano
JulianoPermalinkResponder

Boas dicas, pois é muito difícil encontrar um hotel com banheiro privativo bem localizado por um bom preço... Na última vez fiquei em um Howard Johnson perto da Penn Station, que era bem velho, mas quebrou o galho!

Simone
SimonePermalinkResponder

Utilizo tanto o blog e nunca dividi minhas experiências. Agora vi a pergunta da Vanessa sobre o Sofitel e resolvi contribuir. Estive em NY em novembro com uma amiga (pela primeira vez sem o maridão) e escolhi o Sofitel porque era dos mais recomendados no Tripadvisor (meses no topo da lista) e peguei uma promoção de 4 noites pelo preço de 3 (diária de U$260!). Adorei! Volto com certeza (com o maridão)! Minha amiga morreu de rir, porque quando entrei no quarto disse: Estou em casa! Ótimo atendimento, super atenciosos, o concierge com dicas preciosas e tolerante com meus "packages" (compras pela internet que chegavam todos os dias)...Produtos L'Ocitane no banheiro e abertura de camas todos os dias! Um luxo! Só não recomendo o café da manhã, caro (U$ 30)e pobrinho em variedade. A localização é ótima, perto de tudo sem muvuca!
Aconteceu conosco o mesmo que com a Cecília, não havia disponibilidade para outros 4 dias no mesmo tipo de acomodação (double beds), o que nos levou a uma troca de hotel. Assim como o Riq também gosto de deixar o melhor por último e minha escolha seria naturalmente inversa, mas fui surpreendida pelo Hotel San Carlos (U$219), na 51 próximo do Waldorf Astoria. Bem família, com café da manhã incluído e bom! Providenciaram para nós um city tour (privado) e transporte para o aeroporto bem acessível (pela quantidade de malas).
Agora acredito! Podem não existir hotéis BBB em NY, mas se consegue bons pelo preço de outros não tão bons ou até muito ruins!

Déia Barros
Déia BarrosPermalinkResponder

Riq,

ADOREI os vídeos "Desempacotando NY"!! Ótimas comparações e dicas preciosas!! Já pensou no "Desempacotando Barcelona? MAdri? PAris? Nordeste Brasileiro? Parabéns pelo ótimo trabalho!!
Bjks

Ricardo Freire

Obrigado! Se tudo der certo, vem mais coisa por aí...

vanessa
vanessaPermalinkResponder

Obrigada Simone pelas infos do hotel Sofitel NY! Agora já vou mais tranquila, pois sei que o hotel é legal.
Vocês acham que vale a pena ir aquele outlet em New Jersey? Teria mais vantagens e mais opções do que o Century 21? Sabem quando começam as liquidações?

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Pessoal, gostaria de uma ajudinha. A única vez que estive em NY foi por apenas um dia e fiquei hospedada em New Jersey, então não contou... agora estava dando uma "sapeada" no Hotwire e vi um hotel 4 bem baratex que fica na "Empire State Building Area". É uma região legal para se hospedar?

Ricardo Freire

Não é no fervo de Times Square nem ainda é Downtown. Mas não tem contra-indicações, não.

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Obrigada Riq! E já saiu o "post com hotéis entre a Times Square e o Central Park" a que você se referiu no fim deste post? Não to achando... smile

Ricardo Freire

Hehe, inda não fiz não. Mas tá na pauta...

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Ai! Aprendi a fazer "carinha"! smile

Vc acha que desta Empire State Building Area dá pra ir a pé a alguns dos pontos que interessam ou só de metrô? (por falar em metrô, aquele post sobre o metrô de NY é excelente!)

Ricardo Freire

Sim, claro!

Alessandra Fiorini

Riq
Por favor não me crucifique: cotei um pacote para NY pela CVC, e o preço deles no aéreo da TAM é imbatível (o tal bloqueio - qual é a pegadinha?). O hotel do pacote é o tal Radisson Martinique, pedi o Hudson mas o preço que eles têm para trocar um pelo outro é exorbitante. Aí consegui o Hudson em uma agência de viagens por U$109,00/diária! Então no final ficou o aéreo da CVC com o Hudson separado. Desempacotei? wink
Só uma dúvida: vc ou alguém conhecem este Radisson Martinique? É tão ruim assim ou dá para encarar?

Ricardo Freire

Alguns acham os apartamentos envelhecidos.
http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g60763-d99425-Reviews-Radisson_Martinique_on_Broadway-New_York_City_New_York.html

Fica numa área próxima ao Empire State -- uma região que não está nem no fervo do eixo Times Square-Central Park nem tem o pique de Downtown.

Acho que você fez uma boa escolha.

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Alessandra, não sinta vergonha de viajar pela CVC. Ela vale ouro, pelo que tá na midia:

O fundo norte-americano Carlyle comprou 63,6% do controle da CVC, maior operadora de viagens da América Latina.
Guilherme Paulus, terá o controle do restante do capital da companhia e das outras empresas - a aérea Webjet e a CJP Hotéis e Resorts - que não estão no negócio.
Especula-se que a venda da CVC para o Carlyle envolveria US$ 250 milhões por cerca de 60% da operadora de viagens. A transação foi concluída no final de dezembro. A CVC foi fundada em 1972 e tem como foco a montagem e oferta de pacotes turísticos. A empresa atende a mais de dois milhões de passageiros anualmente, para destinos nacionais e internacionais, tem 8 mil agências de viagens independentes credenciadas e 400 lojas exclusivas no Brasil, a maioria operada por representantes.

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Hahahaha! Acho que ela ficou com medo do Riq crucificá-la por ter cotado um pacote justamente para o destino que o Riq desempacotou, hehe, mas a solução aéreo CVC com o Hudson foi um belo desempacotamento, né? hehehe

Agora, eu, se fosse o Guilherme Paulus, ao invés de querer ficar com o controle da empresa e blá blá blá, ia era deixar esse dinheirão todo rendendo no banco.

Mas no meu contrato de venda da CVC ia ter uma cláusula que estabelecesse que eu e a minha família teríamos direito de viajar "de grátis" pela CVC (inclusindo aéreo, hotéis, pacotes etc etc) eternamento... hehehe.. já imaginou? Duzentos e tantos milhões rendendo no banco e uma viagens free ilimitadas? Aiaiaiai

Zé
PermalinkResponder

Maria, cá pra nóis: com um dinheirão desses quem é que vai querer viajar de CVC? mrgreen

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Ah, pensa no gostinho de viajar de graça na companhia que você criou... hehehe... mesmo com todo o dinheiro do mundo, tem gente bem mão-de-vaca nesse mundo... kkkk

Lu Sgarbi
Lu SgarbiPermalinkResponder

Pessoal, vou pra NY em maio, e fiz uma pré-reserva pra um hotel que aparenta ser bacana, o Park South ( http://www.parksouthhotel.com/ ). Alguém conhece/já foi/ouviu falar? Até maio tenho tempo pra mudar de ideia... Obrigada!

Ricardo Freire

Não encontrei nada seriamente desabonador nas resenhas (o mais grave foi um hóspede falando de pulgas, mas foi um caso isolado). Alguns se queixam do tamanho dos quartos -- normal.

Fica a meio caminho entre Downtown e Midtown.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Pessoal, gostaria de pedir ajuda pra resolver minha insegurança: vou pela primeira vez para NY com a minha irmã, e acabei de reservar um hotel, o Affinia Shelburne, por 9 noites a US1400 e tal, já com taxas (double beds). Adorei o site, o trip advisor tem ótimas resenhas e boa cotação, mas como não conheço (ainda) a cidade, não sei se estaremos muuuito longe da meiuca. Andar não é problema para nós, mas sei lá né? Só sei que fica a 4 quarteirões da Central Station (e isso deve ser bom). O hotel é esse aqui:http://www.affinia.com/New-York-City-Hotel.aspx?name=Shelburne-Murray-Hill

E fica em Murray Hill.
Alguém me ajuda?
Obrigada, bjs

Ricardo Freire

Fica na Lexington, entre 37 e 38 leste. Não está no fervão, mas está bem localizado, sim, no meio do caminho entre Downtown e o Central Park. Em Manhattan eu só acho incômodo ficar muito em Uptown, pra lá da rua 80.

Rafael Sa
Rafael SaPermalinkResponder

Ola Pessoal!

Como é que ninguém falou do meu queridinho de Ny ainda?!rsrs Se ainda não tiverem fechado o hotel e não quiserem grandes luxos, fiquem no Stanford. E se puder, no quarto 511.

Ele fica localizado em frente a Macy´s (100m), do lado da entrada das linhas laranjas do metrô (30m) que te conectam com a cidade toda. Está no mesmo "block" do Empire State. Na esquina da frente tem uma Mega Deli (Spredy´s), limpa e organizada que vende até comida por quilo (!!!) bem gostosinha.

Fica na rua 32, chama Korea Way. É perto da muvuca (a pé), mas num lugar super tranqüilo. O Hotel é de médio porte, tem restaurante (coreano) e café da manhã pra todas as diárias. O café não é uma maravilha, mas tem vários tipos de pães, queijos, sucos, geléia, uns doces, café e essas coisas que nós comemos normalmente em casa no café da manhã. Nada muito variado, mas não dá pra reclamar. Os quartos enormes não são modernos, mas não são velhos, nem mal cuidados. O diferencial é que o armário é tão grande que eu até chamo de closet. Tem frigobar e TV. O banheiro é grande, com um espelhão, mas o Box é de cortina de plástico. Não tem wi fi free mas tem Office Center com net de graça. O staff é todo coreano, são MUITO simpáticos e gentis. Por fim as diárias variam muito: sem taxas, existem promoções a partir de 99 (janeiro, fevereiro e março) e elas vão subindo conforme o ano. Dificilmente se paga mais que 169 e as reservas podem ser feitas pelo site do hotel sem debito no cartão. O pagamento é feito junto com o check-out.

Agora queria uma ajuda. Onde posso encontrar um site que busca preços de tickets da Broadway em vários outros sites (um hotelscombined do gênero). Já entrei nesse site, mas não guardei o endereço.
Alguém já assistiu Jersey Boys? Em abril to lá.

Abraços Trip Turma

Ricardo Freire

Nunca tinha ouvido falar desse serviço, não. Dei uma busca com "metasearch Broadway tickets" que deu num tal de Isohunt, mas não acho que é isso que você queria, não.

jpsoares
jpsoaresPermalinkResponder

Rafael, costumo ver espectáculos em NYC por motivos profissionais mas não conheço nenhum site que compare os preços.
De qualquer forma, talvez lhe sirvam estes links (os dois primeiros são as principais agencias, os outros dois são para comprar bilhetes com desconto). Eu aproveito bastante as ofertas do broadwaybox
http://www.telecharge.com
http://www.ticketmaster.com/broadway
http://www.broadwaybox.com/
http://www.theatermania.com/broadway/discount-tickets/

Mari
MariPermalinkResponder

Ola Pessoal!
Alguem já ficou no Novotel da Times Square?
Vamos em julho de 2010 e estou olhando prá reservar direto no site do hotel.
Dá para encarar?
Obrigada!

Alda
AldaPermalinkResponder

Olá
Em boa hora encontrei este blog smile
Estou a planear uma viagem para NY e ainda não percebi bem o que é considerada uma boa localização...queriamos estar numa área em que se pudesse aceder a mkuitas atracções caminhando...mas claro que certamente iremos usar o metro também...Tenho receio que existam locai não aconselháveis, por exemplo, para sair á noite...Podiam ajudar-me por favor?
Muito Obrigada!

Ricardo Freire

Na minha opinão, qualquer local abaixo da rua 70 é bem-localizado. Se quiser ficar junto aos pontos mais turísticos, hospede-se entre as ruas 60 e 40.

Malu
MaluPermalinkResponder

Alda,como o Ricardo Freire explicou no começo do post, a primeira vez em New York todos querem ficar em Miditown-entre a Rua 34 e o Central Park- e é o melhor ponto mesmo.Para sair a noite, pode circular a vontade pela zona dos teatros, shows, restaurantes pois é muito seguro. Cuidado com estações do metro pouco movimentadas a noite. Ficando perto da Times Square vcs podem voltar a pé para o Hotel sem nenhum problema mas sempre com atenção, como em qualquer grande cidade do mundo.
Clic na pasta Américas, procure New York e leia todas as dicas e comentários em cada post.

Alessandra Fiorini

Riq
Preciso de ajuda (ou quem souber/puder ajudar): Reservei o Hudson da 58th st(baseada no Desempacotando), o quarto mais basicão (Standard 150 square feet) e tô morrendo de medo de chegar lá e o quarto ser uma cabine de navio, como alguns comentários no Hotéis.com e no tripadvisor sugeriram ser. Vc chegou a conhecer outros quartos do Hotel que não o studio? O que me diz do tamanho?
Se puder, por favor, tb sugira outros hotéis, no fervão, porque é minha primeira vez e quero ficar na boca da botija.
Obrigada de novo,
Ale

Ricardo Freire

A maioria dos quartos é pequeníssima, o hotel era um pensionato. O legal dele é a localização, a bossa do Starck e a muvuca dos bares. Há quartos com duas camas que são bem grandes, mas devem custar o dobro. Eu fiquei num pequeno e curti.

Se você está com receio, pesque nos comentários indicações na área, há várias.

Eu gosto da rede Hilton Garden Inn, em que os hotéis foram recentemente reformados. O do Times Square fica à altura da rua 46.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Vou para NYC em setembro e já comecei a procurar hotéis usando as dicas daqui... Mas fiquei confusa com uma informação:fazendo uma comparação no Ace e no The Pod, os preços para agosto são melhores que os preços para setembro...achei estranho, porque tinha certeza que agosto ainda era alta temporada, e que em setembro os preços seriam mais baixos... alguém sabe me explicar o motivo dessa diferença??Obrigada desde já!!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Patricia , é muito cedo pra conseguir boas tarifas para setembro.
Os preços são em função da demanda.Tres meses antes da tua viagem, vais ter ofertas melhores do que hoje.

Clara
ClaraPermalinkResponder

Patricia, isso tem a ver com agosto ser um mês insuportável em NY, muito quente, bastante descaracterizado, sem charme mesmo. Quem mora lá e pode, sai de férias. Em setembro o astral já é bem diferente, a cidade vai tetomando a sua rotina, tudo fica mais agradável.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Obrigada Sylvia!! Sou meio ansiosa pra essas coisas rsrsrs como já tive que marcar a viagem agora para conseguir aproveitar milhas, pensei em já deixar o hotel reservado..mas vou seguir sua sugetsão e voltar a procurar daqui uns meses, a diferença é realmente muito grande!! No The Pod, por exemplo, o quarto com WC compartilhado cai de $169,00 em setembro para $99 em agosto...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Patricia , o melhor que podes fazer pra zerar a ansiedade, é fazer uma reserva no Venere, numa tarifa cancelável ( quase todas são), não esqueçendo de anotar na agenda que deves cancelar no prazo estipulado ( normalmente 48h antes da data da chegada).
Já fiz isso muitas vezes , e nunca tive nenhum problema.
Só para teres uma ideia das diferenças de tarifa, simula uma data tres meses a partir de hoje ... wink

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Tem uma super barbada , mas tem que ser por telefone :
25% de desconto para pgmto até 31 março :
http://www.applecorehotels.com/
As tarifas são imbativeis, e alguns hoteis são hiper bem cotados no tripadvisor.( como o Confort inn midtown )
Mas eu confesso, que tenho receio de fazer pré pagamento não reembolsável , com tantos cancelamentos de voos rolando ..
*acho até que esse assunto dá uma enquete bem interessante*

Ricardo Freire

Cada vez mais as superofertas são para pagamento antecipado; é a tendência...

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Para minha viagem a Asia, quase todos os hoteis reservei com pagamento antecipado e sem chance de cancelar... mas os preços compensaram de demais!
De repente para esse tipo de tarifa, vale ver preço de seguro...
Abs

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Pois é , mas vejam bem : uma coisa é arriscar pré pagar duas ou tres diárias num htel e mais duas ou tres noutro , outra coisa é pré-pagar um período longo num único hotel ( como é normalmente o caso de NYC). Se a cia aerea cancelar o voo , o preju vai ser de no minimo 2 mil verdinhas ...

Ricardo Freire

Mas tem havido cancelamentos de vôos? Fora por motivo de greves e nevascas? E sem acomodação de passageiros em outros vôos?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Yes ! Numa googleada encontrei um monte de processos ganhos por brasileiros em viagem pros States em cias americanas , devido a cancelamentos de voos.
As alegações das cias são as mais diversas: pane elétrica , manutenção não programada de aeronaves ..
Isso deve diminuir ( ou zerar) quando as novas determinações da Anac entrarem em vigor.
Mas tb acho que se os pax se mantiverem ligados ,e confirmamdo os trechos , não há surpresas de ultima hora ( o que não resolve em nada um pré pgto não reembolsável).

Ricardo Freire

'Tchindji. Mas acho que o maior risco do não-reembolsável é mesmo a mudança de planos do passageiro...

Thiago Parente

Meu primo mesmo perdeu USD1600,00 pois desistiu da viagem em cima da hora. O hotel, só aceita prorrogação da reserva por 30 dias, prazo que também era inviável pra ele.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Pelo que eu vi, a maioria dos hotéis não exige depósito para a reserva e há a possibilidade de cancelamento antecipado, por isso pensei em fazer uma reserva e daqui uns dois meses tentar de novo com o nome do meu marido, por exemplo, pra ver se consigo tarifas melhores... Também acho que o maior risco do não reembolsável é a mudança de planos do passageiro mesmo rsrsrs Olha a minha situação: tive que decidir a viagem com antecedência, porque quase já não tinha opções pra usar minhas milhas da American...e no dia seguinte à "compra" descobri que estou grávida!! Aproveito pra lançar essa "enquete": vou estar de 6 meses, alguém tem alguma experiência pra me passar?? Fiquei super na dúvida se NYC é uma viagem muito pesada, se vai dar pra viajar de avião numa boa, etc etc etc

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Patricia, infelizmente eu não posso te dar nenhuma dica, ainda não fiquei grávida, mas precisava registrar, antes de qualquer coisa, meus PARABÉNS!!! Toda a felicidade do mundo para esse bebê que já vai "estreiar" super viajado!

Eu gostei da sua estratégia do hotel. Vou fazer algo parecido. Estou querendo ir pra NYC com milhas AA e pra essas coisas a gente tem que se antecipar. Pra não correr o risco de ficar sem vôo ou hotel, vou reservar tudo com antecedência (sou muito ansiosa!!) num hotel que aceite cancelamentos sem multas e, mais pra frente, tentar a sorte com o Priceline ou Hotwire. No ano passado tive uma excelente experiência com o Priceline em Miami.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Parabéns pelo baby ! Olha , Patricia , não dá pra adivinhar como vais te sentir daqui a seis meses , mas a principio não há nenhum problema em viajar . Quanto a hotelaria , o que estávamos conversando , era sb aproveitar as super ofertas não canceláveis e pré-pagas ( o que é totalmente não recomendável para o teu caso).

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

A primeira vez que fui a NY, estava grávida de sete meses, do segundo filho, exatamente há vinte anos. Foi muito bom. Eu andei muito pela cidade. Adoro andar e quando chegava ao hotel para dormir estava morta e repeti a a dose todos os dias.
Se sua gravidez for tranqüila, normal, sem mal estar, sugiro ir em frente. A cidade é muito interessante e você poderá fazer o enxoval beeeeeeeeeeeem mais barato do que aqui. Em tempo, parabéns!!!!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar