Onde ficar em Buenos Aires: Centro x Recoleta x Palermos

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Recoleta é o melhor lugar para você acordar em Buenos Aires

Acorde na Recoleta, e basta descer do apartamento para se ver num dos bairros urbanos mais bonitos do planeta. Você vai se sentir em Buenos Aires desde o primeiro instante do dia. Você não vai ter muita coisa a fazer nas redondezas além de caminhar, mas vai gostar de voltar para o hotel mesmo que precise sempre tomar um táxi.

Palermo Soho é o melhor lugar para se estar à tarde em Buenos Aires

A tarde é quando o comércio todo de Palermo Soho está aberto (algumas lojas ficam fechadas até o fim da manhã), os restaurantes esticam um pouco o horário de almoço, os cafés se enchem de gringos de laptop aproveitando o wifi. Também é um bom lugar para estar à noite -- especialmente se você não tiver reserva para jantar, porque os restaurantes são muitíssimos e caminhar entre um e outro não dá trabalho. De manhã cedo você pode achar bem aborrecidos os arredores do seu hotel. Vá aos parques, aos outlets -- ou acorde tarde...

Palermo Hollywood é o melhor lugar para se estar à noite em Buenos Aires

O nível dos restaurantes de Palermo Hollywood continua bastante alto. É difícil errar. Não é um lugar, porém, para se caminhar ao léu -- os lugares habitados são um pouco espaçados entre si, e o caminho não é lá muito iluminado. Tendo reserva e sabendo o caminho, porém, dá para ir e voltar a pé do seu hotel. À luz do dia, porém, o bairro é bem desinteressante; se você não estiver muito bem instalado, vai se perguntar todos os dias por que foi parar ali.

E o Centro?

Bom, o Centro vale só pela economia. Mas não é um lugar onde você vá achar bacana ficar -- seja de manhã, de tarde ou à noite. Meu conselho: antes de fechar hospedagem no Centro, veja que oferta você consegue na Recoleta.

Leia mais:

760 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Pedro
PedroPermalink

lendo um relato como o teu fico com vergonha de ser brasileiro. Chutar mesas e falar palavrões não ajuda em nada a nossa imagem no exterior. E a tua teoria de conspiração ( só faltou o papa envolvido na trama contra brasileiros) é digna de um filme de quinta categoria. Tu tava na rua, com malas, e foi assaltado. é uma pena, mas acontece... agora dizer que "o pessoal de buenos aires é nojento" é um exagero. Terapia, meu amigo...

Ricardo Chacur
Ricardo ChacurPermalink

Caro Pedro,
Essa é a minha opinião. Não sou louco. Sou produtor e trabalho com fatos concretos e verídicos. Qualquer animal por mais racional que seja, quando percebe que pode cair de novo no golpe pode virar um monstro. E também não preciso de terapia, só estou informando, quem quiser emoções fortes que compre uma viagem para Buenos Aires e viva o pesadelo.
E tem mais:
A polícia de Buenos Aires e quadrilhas envolvidas com roubos de brasileiros, vendem, tudo numa feira clandestina chamada "Feira do Retiro". O recado está dado. Sou brasileiro, e sempre viajo para o exterior. Sempre honrei o meu país e sempre fui educado, mas o que aconteceu comigo não desejo para o meu pior inimigo.
E se você TEM CARÁTER procure colocar o seu sobrenome para saber quem é. Eu estou colocando a minha cara para bater - diferente de você que só tem o nome Pedro. Talvez, você seja até morador e nascido em Buenos Aires.

Ricardo Chacur
Ricardo ChacurPermalink

Minha reclamação contra o atendimento da 4rentargentina

Oi Marcelo Cavalheiro e Sylvia!
Infelizmente, minha experiência realmente foi muito ruim para não dizer péssima, na cidade de Buenos Aires. Virou um pesadelo, que nunca esquecerei, no entanto, nas outras cidades da Argentina foi normal, e até gostei do passeio.

Mas o pessoal de Buenos Aires é nojento - são racistas e odeiam brasileiros.
Os habitantes da capital argentina estão mais preocupados com o dinheiro nosso, do que nos atender como turista.

O Argentino que trata bem o turista, não é de Buenos Aires, e isso foi um próprio argentino que confessou para minha pessoa.

Meu objetivo não é criar pânico, mas alertar os turistas brasileiros e o nosso governo
(se é que está preocupado com isso).

Nosso inferno começou:
No dia 31 de julho de 2010, depois de viajar por várias cidades da Argentina, eu e a minha namorada resolvemos alugar um apartamento com a empresa http://www.4rentargentina.com ou forrentargentina ou( 4 rent argentina ).
Já era nossa segunda locação com eles, e anteriormente não tivemos nenhum problema.

Marcamos as 11:30 no apartamento com a 4 rentargentina.
Acontece que eles sempre demoram em receber os clientes, sempre chegam atrasados, e isso é muito ruim porque facilita o aumento do stress e roubos.
Chegamos exatamente as 11:20 da manhã, e o prédio onde eles tinham apartamento não deixou a gente entrar na recepção, porque a For Rent não avisou nem a síndica, e nem a imobiliária do edifício. A zeladora do Prédio que se localiza na Carlos Pellegrini, quando percebeu que éramos turistas brasileiros nos deixou esperando no frio de 5 graus fora do prédio! Um absurdo! Não estávamos acostumados com aquela baixa temperatura. Um puro caso de arrogância e discriminação visível, porque ela nos humilhou dizendo que estava atrapalhando a circulação do prédio.
Resumindo: Ficamos com várias malas na rua, e fora da portaria do prédio. Viramos um alvo fácil para qualquer criminoso.
As 11:30, apareceu um homem negro muito bem vestido, e com um olho de cada cor. Parecia um turista americano, e me perguntou onde era rua Florida (que é uma rua repleta de turistas). Em 5 segundos, outros pedestres da quadrilha passaram perto de mim, e roubaram uma das minhas bagagens: com o meu passaporte, computador e máquina fotográfica. Eu tinha 4 malas. Foi muito rápido. Apesar de gritar na rua em espanhol e ter percebido rapidamente o delito; todos os pedestres estavam indiferentes.
Parecia que a quadrilha estava entre os pedestres. A câmera do prédio gravou tudo, mas nunca tive acesso a ela.

Minha sorte é que o RG estava comigo, e não roubaram dinheiro. Chamamos a polícia
cinco vezes, e ela não apareceu nenhuma vez, principalmente, porque um dos moradores disse que éramos brasileiros - foi suficiente para a polícia não aparecer mesmo. Ligamos pra embaixada brasileira, e eles falaram que não podia fazer nada porque era sábado.


Um terror! Parecia que estava tudo programado, como se fosse uma perigosa armadilha envolvendo a 4 rentargentina, polícia de Buenos Aires e a quadrilha.
Exatamente, 15 segundos depois do assalto apareceu um funcionário da 4rentargentina, que fingiu surpresa diante do nosso nervosismo, depois do assalto. Ele chegou a falar pra mim, que o importante era que eu estava vivo! Deu a impressão que eles arrumaram uma arapuca - facilitando que eu fosse assaltado, por chegaram atrasado, e me deixarem esperando na rua.

Pô! SÃO ELES QUE TEM QUE CHEGAR ANTES DO CLIENTE - NÃO EU.

O funcionário da 4rentargentina só estava preocupado em fazer o check in e ir embora - e atender outro cliente, e até mesmo foi muito frio.
Apesar da minha reclamação, percebi que o pesadelo só estava começando.

Sem alternativa, fiz o check in para garantir minha hospedagem.
Como trabalhei muitos anos como produtores de jornalismo em emissoras de televisão no Brasil, e como falo espanhol fluente, porque estudei no México. Resolvi fazer uma investigação por conta própria, para descobrir quem tinha me roubado. Iria ficar em Buenos Aires até o dia 3 de agosto de 2010, e queria descobrir o que realmente aconteceu.

Estava disposto em oferecer dinheiro, porque todas as fotos da viagem estavam naquela mala. Estava disposto também em negociar com os bandidos. Conversei com os meninos de rua (praça), que assaltam turistas, porque acreditava que eles foram os olheiros que facilitam o crime contra minha pessoa.
Eles me disseram que a polícia de Buenos Aires estava envolvida no grande esquema de roubo de turistas. Principalmente com turistas brasileiros, porque o nosso dinheiro estava valendo duas vezes mais que o deles.
Não tenho provas, mas se ficasse mais cinco dias em Buenos Aires conseguiria provas facilmente desse esquema.
Mas, não acredito que seja o meu papel, porque era estrangeiro, e não me meto nos assuntos de outros países.
Acho que a nossa polícia federal brasileira, e a nossa embaixada é que deveriam investigar profundamente, o crime contra brasileiros em Buenos Aires, e alertar o nosso povo. Só que o nosso Governo Brasileiro não faz isso.

O crime contra brasileiros acontece da seguinte forma em Buenos Aires - de acordo com a minha breve investigação:

01. As quadrilhas de turistas roubam tudo que possa ser vendido, mas eles preferem dinheiro. A preferência é roubar dólar e computadores pequenos (notebooks).
Sempre são quadrilhas numerosas, que tem informantes em Casas de Cambio (comunicam o endereço de turistas brasileiros, que trocam uma grande quantidade de dinheiro).

02. Policiais corruptos de Buenos Aires facilitam diminuindo a segurança onde o turista alvo será assaltado. Funcionários corruptos nos Hotéis são usados somente para grande roubos. Com o esquema armado, e com o nosso Governo Brasileiro omisso a apático, por causa do MERCOSUL e acordos políticos, somos alvos fáceis dos criminosos em Buenos Aires.

Fiz boletim de ocorrência contra o roubo em Buenos Aires.
Fui pessoalmente com a minha namorada na embaixada brasileira comunicar o episódio, e fiz questão de alertar sobre o episódio, inclusive por escrito, mas eu duvido que alguém tenha lido o documento que relatava minha investigação.

Existe uma delegacia do turista na cidade de Buenos Aires, mas é apenas uma fachada – para tentar diminuir o stress do turista estrangeiro – sem resolver nada.
É apenas um grande teatro que tenta amenizar a raiva de turistas lesados, e sem solução prática.

Liguei para uma emissora de televisão argentina, e conversei com um produtor de um programa policial. Quando eu falei que havia uma quadrilha especializada em roubar brasileiros, no qual, policiais corruptos e funcionários de hotelaria estavam envolvidos, ele falou para não me meter nisso, porque era perigoso. Resolvi ir embora, e só queria voltar para o Brasil.

Mas... o meu inferno pessoal não tinha acabado:
No dia 3 de agosto, na hora do Chekout, a funcionária da 4 rentargentina chegou atrasada mais uma vez, e demorou 20 minutos averiguando minuciosamente o apartamento que havíamos alugado: ficou desconfiada, porque achou que eu e a minha namorada tínhamos quebrados alguma coisa do apartamento, por causa do assalto ou raiva pelo ocorrido.
Ela percebeu que o apartamento estava em perfeita condição, e nos liberou – devolvendo 150 dólares que havia deixado de garantia e devolvendo o nosso adiantamento. Como era 09:25 da manhã, e o meu táxi chegava as 09:40, pedi para a mesma funcionária da 4 rentargentina esperar por 15 minutos comigo na recepção, porque sem a chave do apartamento não conseguiria abrir a porta da portaria para pegar o táxi, e ir para o aeroporto. Solicitei - ela esperar comigo e a minha namorada, porque já havíamos sofrido um assalto, e não era possível a gente ficar fora do prédio, com as nossas malas na rua, e passar frio e risco outra vez.

Apesar do meu pedido de forma educada em espanhol, ela foi arrogante, e disse que não tinha tempo para esperar 15 minutos, e tinha outros clientes para atender. Que tudo que tinha acontecido era culpa minha. Nessa hora virei um bicho, parecia o personagem do Michael Douglas, no filme “Um dia de Fúria”. Eu que sempre fui uma pessoa extremamente calma perdi o controle, porque percebi que estava definitivamente numa armadilha para turistas. Com ódio, chutei a mesa da recepção, e falei para ela no espanhol perfeito. Eu disse:
“- Que no meu país (Brasil) tinha problemas de violência, mas nós tratávamos bem o turista com preocupação e atenção. Xinguei - ela com pelos menos dez palavrões em espanhol. Ela ficou assustada, mas com certeza nunca mais vai tratar mal um brasileiro, e saiu em disparada da recepção. Diante o barulho, alguns moradores chamaram a polícia, mas a policia argentina não apareceu no local para averiguar o que tinha acontecido. Novidade! Eu já sabia que os policiais argentinos não iriam aparecer.
Peguei o táxi com a minha namorada, entramos no avião, e quando cheguei no Brasil fiquei emocionado, porque as minha férias haviam terminado e estava vivo.

Acredito que a Argentina tem lugares muito bonitos. Gostei muito de Córdoba e Mendoza, mas se depender da minha pessoa nunca mais irei para Buenos Aires.

Só vou a trabalho ou se precisar. Acredito também que a polícia federal brasileira, governo brasileiro e a embaixada brasileira na Argentina tem que averiguar metodicamente os roubos contra turistas brasileiros. Nossa imprensa tem que verificar o que está acontecendo contra os turistas brasileiros – não importa o país. Discriminação é crime. Diariamente, cem turistas brasileiros chegam diariamente na embaixada em Buenos Aires, e pelo mesmo motivo: Assalto, e ninguém informa a verdade, porque a verdade pode causa prejuízos na capital deles.
Todos os bairros estão perigosos para Brasileiros em Buenos Aires. É um fato, que pode ser verificado numa simples visita na embaixada.

Não é ficção o que eu e a minha namorada passamos em Buenos Aires.
Foi um pesadelo real. O recado está dado para os brasileiros. Espero que as autoridades em Buenos Aires investiguem os crimes contra brasileiros, e espero que o Governo do Estado em Buenos Aires invista em treinamento, segurança para os turistas e faça campanha contra discriminação de turistas, porque a cidade é bonita, e não merece cair nas mãos dos criminosos e no vazio.
No entanto, uma grande parte dos habitantes de Buenos Aires não querem brasileiros na região. E isso é visível, basta você ficar mais de vinte dias lá.

O meu nome é verdadeiro. O meu twitter é twitter.com/ricardochacur caso precise mais informações.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Impressionante a tua história, Ricardo. Lamento muito.

A gente aqui no site já comenta sobre a insegurança em Buenos Aires há um tempo. Já temos muitos depoimentos, mas este seu caso realmente é de arrepiar.

Vou tentar plantar essa pauta na grande mídia -- acho que é preciso a notícia da insegurança ficar grande para repercutir na Argentina e fazer os caras se mexerem.

Sylvia
SylviaPermalink

Ricardo , sinto que tenhas passado por esta experiencia traumática, e obrigada por responderes a minha solicitação no twitter.

Ricardo Chacur
Ricardo ChacurPermalink

Obrigado por abrirem esse espaço, Sylvia. Precisava informar o que tinha acontecido, porque quando o trauma é forte uma grande maioria fica calado, mas eu não.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalink

Ricardo Chacur
Obrigada pelas informações.
Podem ajudar quem vai para lá, inclusive a quem planeja chegar tarde da noite ou de madrugada, quando o risco deve ser ainda maior.

Ricardo Chacur
Ricardo ChacurPermalink

Oi Ana Carolina! O pior é que eu fui assaltado de manhã, às 11:20 da manhã.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalink

Tirando a parte de envolver a 4rent, a forma de atuação (tomada de assalto) não é muito diferente do que o Riq alertou aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2009/11/alerta-cuidado-com-sua-camera-sua-bolsa-e-suas-compras-em-buenos-aires/

Fabi
FabiPermalink

Olha, não conheço BA, vou agora em outubro, mas, eu acredito no que o Ricardo Chacur falou. Isso acontece no BRasil, as gangues são organizadas. Pena que aconteceu com você Ricardo, mas nao desgoste da cidade só por conta disso. Acredito que teve azar mesmo de ser assaltado dessa forma, e me refiro azar ao ser escolhido para as artimanhas criminais portenhas. Enfim, isso tem em todo lugar do mundo... nao desanime e nao traumatize...

alessandra
alessandraPermalink

Já fui várias vezes pra Buenos Aires e nunca presenciei nem ouvi falar de nada parecido.
Não duvido do relato do Ricardo mas acho estranha essa informação sobre o número de turistas que chegam na embaixada reclamando de assaltos.
Estive lá no carnaval e perdi minha identidade. Passei algumas horas na embaixada (onde fui muito bem atendida por sinal)resolvendo meu problema e não vi sequer um brasileiro reclamando que foi assaltado. E olha que nesse feriado tinha muito mais brasileiros do que argentinos na cidade.
Buenos Aires é uma cidade grande e é claro que temos que tomar cuidado, mas sem pânico.

Vinícius
ViníciusPermalink

Olha, tudo sempre é possível, fomos roubados em Vancouver, levaram uma pequena bolsa com remédios, perfumes, etc na porta do Hotel, enquanto estávamos distraídos fazendo o check-in

Estivemos agora em Buenos Aires, mas, alertado pelas dicas aqui do Blog mantivemos a segurança em alerta. Envitei notas altas nos Taxis e locais pequenos, sempre andamos pela Rua com bolsas pequenas e bem protegidas. No Hotel deixei as malas o tempo todo com o cadeado, pelo menos para inibir.
Mas, foi uma estada super tranquila.
Quanto a questão do tratamento, nos 6 dias que estive lá fui bem tratado por "quase" todos, salvo um ou outro que dava uma informação um tanto truncada. Na maior parte dessas "ocorrências" foi o idioma que dificultava, visto que não falamos espanhol.

Ninguem dúvida do relato do colega, mas, é óbvio que tem alguns exageros em virtude da experiência ruim que ele passou.
Abraços
Vinícius

Wander
WanderPermalink

olha, só pra vocês terem uma idéia de como estas coisas repercutem. Estou programando BA e Bariloche, pra dezembro. O relato do Chacur me impressionou, sim. Estou com a pulga atrás da orelha. Já tenho umas 30 viagens feitas pelo Brasil e 4 no exterior. Nunca sofri qualquer tipo de violência ou descortesia. Sei que risco zero não existe, mas não quero e não preciso ir pra local cuja insegurança esta se noticiando tanto. Gostaria de visitar BA e mais ainda Bariloche, mas existem milhares de lugares ainda à visitar. Estes relatos influem, sim, na decisão de uma viagem de lazer.

Marco Guedes
Marco GuedesPermalink

Escrevo de Bs As e estou vivendo a preocupacao com a inseguranca aqui. Estamos no Loi suites na recoleta e, mesmo sendo um bairro seguro, com presenca da policia e segurancas particulares, as lojas de rua quase sempre estao de portas trancadas e se ouve muita reclamacao dos argentinos sobre assaltos. Uma pena pois estive aqui em 2006 eera muito mais seguro andar a pé. No hotel nos alertaram a nao andar a pe de noite usar os taxis sempre q possivel. Ainda nao usei o metro dessa vez. Amanha vamos a Mataderos e nos indicaram um remis (um taxi especial) ao inves de um comum. Enfim, as reclamacoes procedem. Venham sem medo mas sejam prudentes.

Marco Guedes
Marco GuedesPermalink

Pois é pessoal, volto a este post para relatar que infelizmente me tornei parte das estatísticas. Minhas preocupações do post de 3 dias atras se tornaram realidade. Ontem, por volta das 14hs, estava com minha esposa e meu filho almoçando no El Sanjuanino (esse mesmo, o das empanadas na Recoleta) e fomos roubados dentro do restaurante. Um casal muito bem vestido e de meia idade, que estava sentado na mesa ao lado da nossa, levou sorrateiramente a bolsa da minha esposa que estava pendurada na cadeira em q ela estava sentada e debaixo do casaco. Não percebemos nada e só nos demos conta na hora de ir embora. Bolsa, carteira, celular, documentos, cartões de credito e uns miseros 20 pesos foram-se embora na tarde em que embarcaríamos de volta ao Brasil. Por sorte o passaporte estava comigo em uma mochila que estava bem a minha vista. Um completo absurdo para quem mora no Rio e esta acostumado com a malandragem daqui. Uma pena ter acontecido no nosso ultimo dia de viagem, e num dos pontos turisticos mais importantes da cidade. Prestamos queixa na Policia e se tivermos sorte de que os doctos sejam encontrados, conforme o policial nos disse, seremos avisados e nos enviarão via Embaixada. Digo a vcs: Buenos Aires está linda mas é uma unanimidade entre os turistas, moradores e comerciantes no que diz respeito a falta de segurança. Até os policiais, que alias foram muito atenciosos, admitiram que a situação está fora do controle. Cuidem-se para poder aproveitar sem surpresas desagradáveis. Abraços

Sandra Costa
Sandra CostaPermalink

Olá Pessoal!! Sem pânico, mas com cautelas em todos os lugares. Já fiu a vários lugares e já fui roubada por exemplo em Genebra - Suiça, levaram meu celular da minha bolsa num restaurante de uma forma que só percebi ao chegar no hotel. Também fiu assaltada em Viña Del Mar - Chile levaram minha bolsa com tudo e tive um grande contratempo. Precisei ir ao consulado do Brasil pra tirar um Salvoconduto para voltar. Mas essas coisas acontecem em qualquer lugar, pois vou no mínimo 6 a 8 vezes em São Paulo, ando na rua 25 de Março e nunca fui assaltada lá ... entendem??

Karen
KarenPermalink

O relato do Ricardo me assustou, vou para Buenos Aires em outubro e gostaria de saber se é seguro sair para jantar em outros bairros, ir aos teatros à noite ou se é recomendável ficar nas imediações do hotel.

Obrigada,

Karen

Sandra Costa
Sandra CostaPermalink

... Mas o relato do Ricardo é realmente um pouco assustador, pricipalmente para mim que estou indo a Buenos Aires agora 17/08. Bom termos cautela em qualquer lugar.

Marco Cavalheiro - Buenos Aires Dreams

Oi Ricardo Chacur. Que situação!! Entendo que você tenha sofrido um trauma grande, mas gostaria de fazer um pedido de reflexão. A sua postura de generalizar o problema para toda a cidade e todo o morador de Buenos Aires é um pouco exagerada. Não podemos achar que todos na cidade odeiam brasileiros e todos na cidade são violentos. A tua raiva é compreensível, a tua generalização não é. Eu tenho vários e queridos amigos em Buenos Aires, sempre fui recebido muito bem, minha irmã mora lá e está sendo muito bem acolhida pela cidade e seus moradores. Entendo o que você passou, mas isso não justifica a generalização. Da mesma forma que eu não gosto quando um turista europeu é assaltado no Brasil e sai espalhando pela Europa que o brasileiro é selvagem e agressivo. Eu sou brasileiro e não sou assim. Acho que é hora de evitar generalizações injustas. Buenos Aires está mais inseguro do que a tempos atrás? Claro que sim. Buenos Aires é uma cidade segura? Ora, nenhuma cidade grande é segura. A polícia de Buenos Aires é corrupta? Não sei , mas policiais podem ser corruptos em qualquer lugar do mundo... Entendo e fico sensibilizado com o seu caso, mas não posso concordar com a generalização... Acho que ela não contribui em nada para encontrar a solução para o problema, apenas acirra os ânimos e aponta a discussão para longe da tentativa de encontrar soluções para o problema. Quem nunca foi à BsAs e lê o teu relato fica com um medo que não é compatível com a realidade. Todos os dias acontecerá algum tipo de assalto em BsAs, mas dizer que o brasileiro sofre perseguição e riscos sérios... Eu nunca diria para um amigo inglês ou canadense: nunca venha à Porto Alegre porque lá todos os moradores são assassinos e você pode ser sequestrado a qualquer momento!! E todos os dias acontecem assassinatos e sequestros relâmpagos em Porto Alegre. Seguindo a sua lógica, eu sou responsável por isso, pois moro aqui... Acho que esta discussão não é apropriada para o post sobre uma introdução de onde ficar em Buenos Aires. E acho que o problema é sério mesmo, e como disse o Ricardo Freire, precisamos repercutir estas situações na grande mídia e exigir soluções das autoridades. Mas de forma civilizada, sem acusações contra uma cidade inteira e seu povo. Precisamos de mais segurança, mais respeito, mais suporte, e menos generalizações injustas. Conte comigo para buscar um melhor tratamento ao turista em BsAs, mas sem generalização. Buenos Aires é uma cidade linda e tem um povo maravilhoso, quando a gente consegue ver as coisas sem preconceito. Abraço!!

Ricardo Chacur
Ricardo ChacurPermalink

Você tem razão, Marco! Eu não posso generalizar e nesse ponto estou errado: achando que uma grande parte dos moradores de Buenos Aires são racistas e individualistas.
Isso não é verdade.
Com certeza tem gente boa em Buenos Aires, no entanto, eu pude perceber que o pessoal de Mendonza e Córdoba também não gostam dos Portenhos.
Fui muito bem tratado pelos Argentinos nas outras cidades, mas é uma pena que o mesmo não aconteceu comigo em Buenos Aires.
Só que percebi um desconforto do pessoal de Buenos Aires com Brasileiros como se fosse uma rivalidade perigosa. Não foi uma vez, foram várias vezes esse sentimento de
desconforto.
Só acho que o Governo de Buenos Aires deveria fazer uma campanha e treinamento para atender o turista melhor, porque em outros lugares do mundo
o turista é mais bem tratado. Eles não precisam amar os brasileiros, basta apenas consideração para que o turista se sinta mais a vontade e respeitado.

Regina Simões
Regina SimõesPermalink

Oi.
Tô indo para B.Aires no final de setembro. Minha amiga está querendo ficar no Unique Puerto Madero. Será que não é muito longe para nos deslocarmos para os pontos turisticos. Digo isto... por ser uma estadia mais barata mais gastaríamos mais com o transporte e se ficarmos em um bairro mais localizado poderiamos ecominizar nos transporte. O que vc. me aconselha?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu gosto da Recoleta como melhor localização central.
O Hotel Madero é ótimo, mas você não vai fazer nada a pé. Talvez nem mesmo ir a Puerto Madero, que está um pouco longe da zona do hotel.

Carolina
CarolinaPermalink

Ricardo e todos vocês que contribuem para este blog,
Muito obrigada pelas inúmeras contribuicões de vocês. Montei nossa viagem toda a partir daqui. Esse blog é precioso!
Em breve volto com algumas dicas legais que aprendí na última semana.

Viviane
VivianePermalink

Adorei as dicas, vc escreve muito bem!!! Vc sabe me dizer se alugar um apto na Recoleta é uma boa opção? Encontrei alguns aptos interessantes no site www.bytargentina.com, especialmente um na Recoleta - Bairro Norte, Av. Paraguay com Laprida, será que é bem localizado?

Sylvia
SylviaPermalink

Paraguay e Laprida , fica para o lado sem charme nenhum.
Procura no lado oposto : Santa Fé, Arenales, Juncal ..

Viviane
VivianePermalink

Obrigada, pessoal!
Vcs sabem de algum apto específico para indicar??? Ou nomes de ruas?
Não conheço nada rs
No site dizia que esse era a 3 quadras da Santa Fé, excelente localização, etc, etc. Não dá pra confiar rs
Esse blog é o máximo!
Abraços!

Viviane
VivianePermalink

Sylvia, obrigada! Vc sugeriu a Arenales e Juncal, mas seria mais próxima à Libertad e Talcahuano ou Azcuenaga e Junin? As ruas mais próximas ao cemitério são boas? E as ruas Guido e Vicente Lopez, o que vc me diz? Gostei da sua observação, "sem charme algum" rs, porque neste caso o charme da recoleta é essencial! rs Desde já agradeço!

Viviane
VivianePermalink

Continuo com dúvidas sobre onde ficar na Recoleta: compensa ficar mais próximo ao metrô, ou ele não fará falta? Abraços.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não faz falta, Viviane. Táxi em Buenos Aires é barato.

maria lucia dip
maria lucia dipPermalink

estou chegando em Buenos Aires com um grupo de 25 pax
tenho me orientado muito com vc
eu
gostaria de saber se no restaurante las lilas é a la carte e qt custa em media uma refeição aguardo resposta

maria lucia dip
maria lucia dipPermalink

aaa,me esqueci de dizer a data chego no dia 4/09 e retorno no dia 8/09

Sylvia
SylviaPermalink

O site é http://www.laslilas.com/restaurant.php?id_item=2
Escreva para eles , Maria.

fabi
fabiPermalink

Oi Riq e trips ....
estou indo a BsAs em outubro, arriscando a primeira viagem solo, e depois de muito pensar e ler tudo por aqui... acho que vou ficar no centro.. por ser a primeira vez, como vc disse, pra bater ponto nos cartoes postais...
Bem, como vou ficar 8 dias e orçamento controlado por conta de outra viagem, escolhi dois a princípio: Ibis Obelisco, mais novo que o outro e o apart hotel e spa Congresso, que consegui ao preço do Ibis ( http://www.apartcongreso.com.ar/portugues.htm )..
Será que alguém já ficou nesse hotel? As resenhas estao boas no tripadvisor e no booking... mas penso principalmente na questao da localizacao...
Enfim, se algume puder me dar uma dica,agradeço muito e trago alfajores e pasta de dente pequenininha (hehehe).
Sempre por aqui Riq.. trabalho fantastico.
bjos

Sylvia
SylviaPermalink

A melhor relação custo-beneficio ( localização) de BUE é alugar um apê na Recoleta ( podes gastar com a viagem inteira o equivalente ao que vais pagar de hotel).
Se estiveres só e te sentires mais segura com isso, procura um edificio com porteiro 24h (mas deixa eu te dizer que fico 1 mes ou 1 ano por lá sózinha num ser portaria )

Fabi
FabiPermalink

Sylvia, seguindo sua indicaçao fui procurar apartamentos. Achei um bem charmoso, na recoleta, indicado por alguem aqui no VnV http://www.homelidays.com/buenos-aires/apartamento163589pt1.htm
Será que é um lugar bom? ou voce poderia me indicar um que saiba ser legal? obrigadao!

Fabi
FabiPermalink

Ah sim Sylvia, estava me referindo a localizaçao do ape, a nao ser que por uma obra do destino, voce conhece esse mesmo local. Obgdao...

Sylvia
SylviaPermalink

Fabi, já ví este apê em vários sites , mas não me recordo do endereço ( acabei desistindo de alugar por conta do sofá cama ali na sala;não creio que tenha condições minimas de conforto). Me fala o endereço que te dou um feed.

Fabi
FabiPermalink

Oi Sylvia! Então, eu desisti dele por conta disso tambem.. ninguem merece dormir uma semana em um sofá cama certo?
Acabei alugando um na Posadas, na frente do El Sanjuanino e prox ao Patio Bullrich. Tem outro muuuito legal na Rua Junin, entre a French e Pena, só que nao tinha referencias no site, então fiquei com receio... acabei ficando com o referenciado, que inclusive o dono já ligou pra confirmar e combinar tudo, gostei da atençao.
Vão os links: http://www.homelidays.com/buenos-aires/estudio94843pt1.htm (da posadas) e o outro:
http://www.homelidays.com/buenos-aires/apartamento284562pt1.htm
Bjim

Fabi
FabiPermalink

Riq, nao sei o que aconteceu, mas minha pergunta sumiu. Posso repetir?
bem... alguém já ficou no Apart COngreso, no centro, perto do COngresso Nacional? parece ser bom (tripadvisor e booking) e bem localizado.... é mesmo? alguem me ajuda? Lá ou seria melhor o IBis Obelisco? Obg smile

Fabi
FabiPermalink

Desculpe... nao sei o que aconteceu, li mil vezes e nao encontrei a pergunta.... vergonha... obg

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A pergunta:
https://www.viajenaviagem.com/2009/10/onde-ficar-em-buenos-aires-intro/comment-page-4/#comment-85163

Uma resposta:
https://www.viajenaviagem.com/2009/10/onde-ficar-em-buenos-aires-intro/comment-page-4/#comment-85175

Você usa Explorer? Parece ser bem mais lento para atualizar o cache.

Fabi
FabiPermalink

Sim Riq, explorer (ignorancia cibernética, eu sei).... realmente foi o que aconteceu... eu atualizei varias vezes mas nao apareceu. Enfim, desculpe.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu acho que é falta de compatilbilidade total entre este template e o Explorer. O pior é que eu já dei piti em outros antes eekops:

Se você puder, teste o Firefox; todo mundo que testa gosta smile

jpsoares
jpsoaresPermalink

o chrome também é maneirinho smile

Silvia A.
Silvia A.Permalink

Fabi,
O Ibis Obelisco é bem localizado, de dia e de noite. A região do Congreso é muito bonita de dia, mas de noite, no Ibis Congreso, por exemplo é tudo fechado. Comparando os dois IBIS, o Obelisco é melhor localizado. Se esse apart for perto do Ibis Congreso...
Espero ter ajudado.
Riq, que bom que vc existe.

Fabi
FabiPermalink

Silvia, ajudou muito! obrigada. Resolvi alugar um ape na Recoleta. Vamos ver como será. Bjinho.

Marcio Antonio
Marcio AntonioPermalink

Eu e minha namorada ficamos no Ibis Obelisco em abril. O hotel é confortável, tudo tranquilo, fica na boca do metrô Uruguay, o fato de não ter wi-fi grátis no quarto (tem nas áreas comuns) é um aborrecimento bem pequeno comparado com a qualidade do lugar (e os preços são bons também, pelo menos fora da alta estação), e os funcionários nos atenderam super bem. Aquele pedaço da Corrientes tem teatros e restaurantes que garantem a movimentação à noite -- gostamos muito do Palacio de las Papas Fritas, na Corrientes mesmo, e de um peruano chamado Chan Chan, se não me engano, que fica a umas poucas quadras do hotel --, farmácia 24 horas (acabamos precisando), caixas eletrônicos, livrarias etc.

Viajante Oficial
Viajante OficialPermalink

Não tem wifi grátis. E isso é muito ruim. Hoje, no mundo inteiro, pouquíssimos hoteis não oferecem wifi gratis.
Voce paga 35 pesos por 24 horas mas com direito somente a 1 conexão. Se a conexão cair, "babau". Tem que ficar as 24 horas conectados dentro do quarto.

Bruno
BrunoPermalink

Ola pessoal!
Sou novo por aqui. Eu e minha mulher iremos para Buenos Aires e estamos com dúvida em que região ficar na Recoleta. O comentário da Silvia ajudou muito, ao menos delimitou bastante as melhores opções.
Mas gostaríamos de saber qual local seria o melhor na nossa situação, pois pretendíamos uma região com mercado próximo e tranquila: mais próximo da Av. Austria com a French; da rua Junin com a Peña ou da Rua Posadas com a Ayacucho?
Obrigado!

Sylvia
SylviaPermalink

Na Austria, se não me engano com Juncal, tem um Carrefour( fica a uma quadra da French).

Wanessa
WanessaPermalink

Bruno, as avaliações do Henrique estão certas.

Ayacucho y Posadas está na parte mais charmosa da Recoleta, uma área bem residencial e tranqüila.

Junin y Peña já tem um pouco mais de comércio de bairro. Eu fiquei em um apartamento bem nesse cruzamento e adorei. Tem tudo o que vocês vão precisar (o mercado que vc falou, inclusive, e muitos cafés), além de estar mais perto da Av. Santa Fé, que é ótima para compras.

Austria y French é a mais sem graça das três opções, pois não vejo pontos de interesse próximos.

Henrique França - Beagle

Boa noite Bruno,

A especialista em Recoleta do blog é a Carla (idasevindas.com.br) ! Pelo que posso acompanhar aqui ela escolheria a opção da Posadas y Ayacucho !
Nunca me hospedei por ali, só de passagem mesmo. Mas pelo que conheço, esse é o melhor localizado, bem no coração da Recoleta. Dependendo de onde ficar é possível até avistar o cemitério. Veja a questão do andar. Quanto mais baixo, mais barulho.

O da Junin e Pena não é má ideia também não. Mas fica um pouco mais afastado, talvez seja uma boa opção para o sossego. Não sei com relação aos mercados, mas fica a 3 quarteirões do Village Recoleta, boa opção de praça de alimentação.

O Austria y French é o mais "perdido" dos 3, não fica próximo mesmo de muita coisa e seria minha última opção.

Espero ter ajudado. O ideal é que alguém que já tenha ficado por lá mesmo te ajude, porque aí pode te informar sobre questões mais pragmáticas, como a questão dos supermercados por exemplo.

Abraço

Sylvia
SylviaPermalink

Henrique , O Village Recoleta está em obras , totalmente fechado.

Carla
CarlaPermalink

Gente, eu tinha escrito uma resposta ontem, e sumiu... Eu escolheria Posadas com Ayacucho, sim, Henrique! wink A Posadas é a minha rua favorita na Recoleta, e nessa esquina ainda fica o meu café preferido, o Café de la Rambla.

Mas, considerando que o Bruno gostaria de se hospedar em uma região que tivesse mercado próximo, eu acho que Junin com Peña e Austria com French seriam mais adequadas...

Sobre o Village Recoleta, me disseram no início do ano que o espaço foi vendido para um mega-empreendimento chileno. Correm boatos de que será uma Falabella ou uma Almacenes Paris.

Mariana - Hotel Querido

Oi, Bruno.
Permita-me dar um outro ponto de vista:
- Morei 2 anos na Austria y French. O bairro é uma delícia e você se sentiria local. Um Carrefour bem perto, excelentes padarias e frutarias e uma gracinha de ruazinha escondida chamada Pasaje Bollini que fica a meia quadra do seu ap. Dois restaurantes legain, entre eles destaco o Barbacoa, excelente parrilla, muito charmosa e frenquantada apenas por locais, o Barbacoa. Tem também o bar Dama del Bollini com ótimos shows de jazz. Para quem vai ficar em apartamento, acho que esse lugar tem mais estrutura de apoio. Atenção, também fica mais perto do metrô, linha D, que te leva para o Centro da cidade rapidinho.
- Junin y Peña é muito legal também.
- Ayacucho y Posadas é a que menos gosto. Na verdade, apesar de estarem no miolo da Recoleta, ou seja, nem precisa andar para chegar às principais atrações, saiba que TODOS os restaurantes, cafés e afins desses quarteirões são bem inflacionados, por causa da demanda incrível de turistas.
Eu ficaria na primeira opção e caminharia para a Recoleta quando quisesse ir até lá.

Bruno
BrunoPermalink

Obrigado pessoal! Muito legal a atenção de todos!
Analisando as considerações, provavelmente iremos optar pela região da Junin com Peña, visto que fica próximo das atrações do bairro (Austria ficaria um pouco mais afastado) e tb dos mercados, além de ser um pouco menos inflacionado que a Posadas.

Obrigado novamente a todos!

Denise
DenisePermalink

Pessoal gostaria de opiniões: estou ido pra BsAs em Setembro e irei me hospedar em Palermo Soho. Depois vou pra Puerto Madryn, Ushuaia e El Calafate. Na volta fico apenas mais 1 noite em BsAs e estou em dúvida se para compras fico novamente em Palermo Soho ou fico no Microcentro. Agradeço a ajuda de todos.

Sylvia
SylviaPermalink

Na volta eu ficaria perto da Santa Fé , na Recoleta (Arenales ou Juncal entre Libertad e Azcuenaga , pois tem tudo o que precisas no entorno e não vais ter o choque-de-fim-de-viagem com o microcentro.

Evelyn
EvelynPermalink

Denise,
se o meu objetivo fosse compras, eu ficaria em um hotel beeem no Centro, pq é muito + prático. Se no meio do dia vc estiver carregada de sacolas pesadas, vai dar p/ voltar rapidinho ao hotel, sem fazer arrodeio, guardar todos os pacotes, e encarar uma nova etapa de compras.

Ana Karenina
Ana KareninaPermalink

Não tenho dúvidas, ficaria em Palermo Soho ou em Vila Crespo. O microcentro é cheio, sem charme e os preços nem sempre lá essas coisas...

Juliana
JulianaPermalink

Tô precisando de uma ajudinha...

Vou para Buenos Aires no dia 08 de outubro em Lua de Mel, mas por causa do feriado não consigo mais hoteis na Recoleta.
Fora Recoleta outro bairro legal para se ficar seria o Palermo Soho. Que hotéis, aconchegantes, bonitinhos e bem localizados vocês poderiam me indicar por lá?

Bjs

Georgia
GeorgiaPermalink

Juliana, o hotel Mine é fofíssimo.

Patricia Moreira
Patricia MoreiraPermalink

Ricardo, por favor qual é o padrão de tomadas utilizadas em Buenos Aires? É aquela com duas bolinhas, chata ou ainda a de três igual a da europa? grata

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É uma que é só deles, parecida com a nossa de ar condicionado. Mas os nossos aparelhos de tomadas de dois pinos REDONDOS encaixam. Os de dois pinos CHATOS não encaixam. Compre um adaptador universal de tomadas numa loja online.

Henrique Santos
Henrique SantosPermalink

Patricia, todos os hoteis em que fiquei em B Aires tinham uma tomada onde entra qualquer pino, exceto o "jabuticaba".Quando tentei comprar aqui o adaptador não achei...

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Alguém conhece um hotel chamado Viasui ( http://www.viasuihotel.com.ar )? Meu tio quer reservá-lo para janeiro, mas há pouca informação na Internet sobre ele.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Sim... isso eu vi, mas são muito poucas. Não dá para chegar a uma conclusão. E como o preço está muito barato sempre há desconfiança.

julio
julioPermalink

Alguem pode me informar sobre o Hotel ORLY???

muchas gracias!!!

Marúsia
MarúsiaPermalink

Irei a BsAs em novembro com 5 amigas. Já reservamos o hotal Duomi Plaza, na Bartolome mitre bairro San nicolas, soube que a rua é pouco iluminada. Alguém conhece? O local é inseguro?

Grata

Marúsia

Rafael R.
Rafael R.Permalink

Já fiquei no Duomi e achei que tem um ótimo custo-benefício. Não achei o local inseguro não. Apesar da localização não ser lá grandes coisas, fica perto da 9 de Julio e é bem central para ir a qualquer lugar de táxi. Os quartos são grandes e confortáveis. Quando fiquei estavam construindo um spa, imagino que tenham terminado. De negativo, o café da manhã é bem fraquinho...

bernardette Amaral
bernardette AmaralPermalink

Buenos Aires é uma cidade muito segura. Como qualquer grande cidade tem de tomar cuidados básicos, principalmente com batedores de carteiras em lugares de grande concentração de pessoas. Ficar de olho na bolsa, máquina e filmadora.

Mô Gribel
Mô GribelPermalink

Já fiquei nele 2x. Não tive o menor problema.

Carlos Roberto
Carlos RobertoPermalink

Pretendo ir para BsAs no feriado de novembro, o Days INN é uma boa pedida (custoxbeneficio)? e o Hotel Promenade.

Marúsia
MarúsiaPermalink

Júlio, estive em um evento da Secretaria de Turismo da Argentina, Hotéis e Operadoras locais, vou a BsAs de 24 a 30/11 e já tinha reservado o Hotel Plaza Duomi (4*)por US$ 378,00 por Ap duplo, todo o período.(trendoperadora.com.br) O Gran Hotel Orly é um 3*, também localizado no centro e bem mais simples. Conversei com um representante do mesmo, que estava indicando para grupos.www.orly.com.ar.

julio
julioPermalink

Obrigado Marúsia! Estou indo em outubro (15 a 26/10).
Um abraço

Gabriel Félix
Gabriel FélixPermalink

Bom, estou indo com minha esposa no dia 14 de novembro para BA. Vamos ficar até o dia 21 em um hotel indicado pela agência chamado 725 Continental Hotel. Ele fica na Av Pte Roque Sáenz Peña. O site dele: http://www.725continental.com . Ele realmente tem boas indicações. Alguem aqui ja ficou nele? A localização é segura? A noite tem gente na rua? rs

Depois desses relatos..vou deixar até meu note no Brasil..rs

Alessandro Lopes
Alessandro LopesPermalink

Galera,

Estou planejando uma viagem com amigos para BsAs em janeiro de 2011!!!
Em primeiro lugar confesso que fiquei MUITO assustado com o relato do assalto e da xenofobia clara dos Porteños... mas sou carioca né? Acho que saberei me virar!!!

Mas vou aproveitar o espaço e pedir uma ajuda de vocês...
Estou querendo cortar um pouco os custos e estou pensando em alugar um apartamento em Downtown.. próximo ao Obelisco.

Gostaria de saber se é muito perigoso ficar por lá ou se é mais interessante ficar na Recoleta.

Considere que é minha primeira ida à cidade e quero conhecer todos os cartões-postais e ficar localizado próximo a tudo!!!

Muitissimo obrigado a todos!!!

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

A Recoleta também é um bairro central e também está perto de tudo.

Há muito mais aqui no site para ler sobre Buenos Aires.
https://www.viajenaviagem.com/americas/buenos-aires-ricardo-freire
https://www.viajenaviagem.com/2010/08/como-pesquisar-no-site/

Luciana
LucianaPermalink

Olá,

Gostaria da ajuda dos pitaqueiros!!! Estamos indo a Buenos Aires passar o final do ano.....iremos de carro e pretendemos alugar um apartamento....entrei em contato com a imobiliaria para saber se existem apartamentos com garagem....saberiam me dizer se é fácil achar estacionamentos particulares na Recoleta??? Ou sabem de algum apartamento para alugar com garagem?

Agradeço...

mercy
mercyPermalink

Olá, vamos a B.A. no fim deste mês e me interessei no Ayacucho Palace Hotel, que fica na Av Ayacucho, na Recoleta. Estão me pedindo informações sobre meu cartão de crédito na reserva. Não sei se posso confiar. Alguém aí pode me dar uma "luz"!
Obrigada,
Mercy

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Procedimento normal. Todo hotel pede uma garantia da reserva, que normalmente é o número do cartão de crédito.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É um procedimento normal.

mercy
mercyPermalink

Obrigada Gabriel.
Eu entendo, mas a dúvida é se nesse posso confiar? Aqui no brasil a gente sabe como as coisas funcionam, mas num outro pais, não sei ao certo.

Mercy

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Não há uma resposta concreta para essa pergunta. Eu confio. Reservei um hotel para janeiro em Buenos Aires neste esquema. Debitaram U$5 para checar se o cartão era válido e fizeram o estorno em seguida.

mercy
mercyPermalink

Ali é um bom lugar? Alguém me disse: "...mas é longe de tudo...". Prefiro lugares bonitos à lugares encharcados de turistas.
Mas, obrigada pelas respostas.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A Recoleta não é longe de tudo. A Recoleta é um bairro central.

https://www.viajenaviagem.com/2009/12/onde-ficar-em-buenos-aires-hoteis-na-recoleta/

vanda
vandaPermalink

Não vão para recoleta!!! como eu odeio esse lugarr! Não recomendo pra ninguem, principalmente brasileiros que eles adoram para roubar!
Posso estar generalizando, mas só quem foi roubado sabe!
me levaram tudo no ultimo dia de viagem, maquina com todas as fotos, celular, carteira, documentos, casaco que eu tinha acabado de comprar, e outras coisas! Na mesma hora tinham assaltado mais 3 brasileiros no mesmo lugar.O que falaram no começo é verdade, eles atendem muito mal, principalmente brasileiros, eles fazem questao de te ignorar, claro que nao é em todo lugar, mas a grande maioria isso posso afirmar! A recoleta é um lugar bonito, mas tem lugares muitos mais bonitos que lá, que sao mais seguros tbm!
A gente faz uma viagem para relaxar e acabamos nos encomodando muito!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Seria interessante se você desse mais informações sobre o ocorrido, tais como: horário, local, forma de agir, se você estava sozinha e etc. Somente assim você poderá ajudar os outros usuários a evitarem sofrer o que você passou!