2009 foi a maior viagem

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Cancún vazia. Não espirre!

Talvez você não tenha se dado conta, mas o ano que passou foi, disparado, o melhor dos últimos tempos para viajar. Quem não ficou trancado em casa assistindo ao noticiário da crise - ou da gripe suína - pôde aproveitar uma combinação de bons preços, câmbio favorável e promoções que deve deixar saudades.

VERÃO QUENTE

Começamos o ano sem caos aéreo - uma façanha, já que o dólar estava a R$ 2,34 (o euro, a R$ 3,30) e todo mundo resolveu viajar pelo Brasil mesmo. A crise internacional ainda não tinha nos atingido - pelo menos não a tempo de cancelarmos nossas reservas para o fim do ano.

Entre o réveillon e o carnaval as praias estiveram lotadas - incluindo as de Santa Catarina, onde argentinos, uruguaios e chilenos substituíram os paulistas, pois estes ficaram impressionados com as enchentes do mês de novembro e resolveram ir para o Nordeste (e acabaram perdendo o janeiro mais ensolarado da década no litoral catarinense).

VIÉS DE BAIXA

A crise só começou a ser sentida quando os turistas voltaram para casa e as companhias aéreas precisaram encarar a diminuição de viagens de negócios. Os aviões passaram a voar quase vazios e os preços de voos domésticos caíram de maneira consistente.

Além da superoferta de assentos, havia o fator concorrência: a entrada da Azul, em operação desde dezembro de 2008, mexeu com a dinâmica do setor. Para não perder mercado, Gol e TAM criaram rotas e acompanharam os preços promocionais de lançamento da Azul.

ATCHIM!

No fim de abril, a notícia do aparecimento da gripe suína - rebatizada depois de H1N1 - disseminou uma verdadeira pandemia de pânico. A Argentina suspendeu voos para o México - o que não impediu que se tornasse o maior foco da doença assim que o inverno começou.

Apavorados com compatriotas que se contaminaram em Buenos Aires no feriado de Corpus Christi, cancelamos nossas viagens de julho a Bariloche. Só aprenderíamos a lição em agosto, quando a gripe chegou aqui e vimos que, apesar do caos nos hospitais, a vida continuava normal. Voltamos rapidinho à Argentina, aproveitando promoções de passagem e a desvalorização do peso.

DÓLAR LADEIRA ABAIXO

Maio registrou mais dois grandes empurrões para viagens ao exterior. Começou a vigorar a liberação, pela Anac, das tarifas mínimas dos voos internacionais. E o dólar passou a se desvalorizar, rompendo a barreira psicológica dos R$ 2 (e chegando, em novembro, à ótima faixa de R$ 1,70).

Na baixa temporada, deu para comprar passagens à Europa por US$ 800. Companhias mexicanas e colombianas levaram aos Estados Unidos por menos de US$ 600!

MILHAS PARA QUE TE QUERO

Este também foi o ano em que os clientes de programas de milhagem puderam aproveitar mais promoções. A Gol andou oferecendo voos por míseras 2 mil milhas e a TAM, por 2.500 pontos.

Por sinal, vale notar que, depois de colorir o Smiles de laranja, a Gol se revelou muito mais generosa do que a antiga Varig na concessão de assentos-prêmio. Quem não torrou todas suas milhas no ocaso da Varig com certeza não se arrependeu nem um pouco.

E 2010?

Se, por um lado, a economia aquecida deve manter os preços mais cheios, o aumento da concorrência pode fazer surgir boas oportunidades. Fique atento durante a baixa temporada; nas férias escolares as boiadas vão ser raras.

Originalmente publicado na minha página Turista Profissional, que sai toda terça no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

6 comentários

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Oi, Caps, deixa eu abusar do espaço e aproveitar pra mandar um cyber beijo pra toda a tripulação que frequenta a casa? E um enoooooorme abraço pra você? Amo muito tudo isso. Feliz 2010

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

Ricardo, foi um ano muito bom, ou está sendo, pois muitos ainda estão viajando. A queda do dólar ajudou bastante a animou a quem nunca tinha viajado para o exterior a fazê-lo. Parabéns pela nova casa. Um 2010 no mínimo igual a 2009 para vocês e também para todos nós. Feliz ano novo. Beijos.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

O 2009 foi a maior viagem e o seu blog, web ou site é a melhor companhia...

Leandro Macedo

2010 vai ser a maior viagem

Peter Oliveira

Bom dia,

Tenho disponibilidade para viajar 365 dias por ano e o que mais me motiva são as MEGA PROMOÇÕES de aéreo.

Onde posso encontrar promoções de aéreo tipo pechincha independente da data para viajar ?

Obrigado pela atenção e parabéns pelo site !!!

Peter Oliveira

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Peter! O objetivo das cias. aéreas é vender as passagens pelo maior preço que conseguirem. As promoções acontecem a partir do momento em que vêem que precisarão fazer um esforço extra para encher os aviões. Na Gol você consegue os melhores preços em passagens nacionais com 21 dias de antecedência. Monitore a situação das cias. a cada fim de semana, é quando acontecem as promoções.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar