Charada da 6a.: luz vermelha

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Charada de 29 de janeiro de 2010

Não, não é só em Amsterdã que a região das moças de vida (nem tão) fácil acabou promovida a zona boêmia freqüentável por famílias e turistas. Em algumas outras cidades ao redor do mundo também aconteceu de a noite mais animada se mudar para esse pedaço que nunca dorme.

Uma dessas cidades é esta da foto. Quem sabe qual é?

Como eu acho que a charada vai ser matada rapidinho, vou distribuir menções a quem falar de outras cidades -- e relatar causos de noitadas em lugares assim.

Valendo o Troféu da Bóia, três, dois, um, dada a largada!

RESPOSTA:

[caption id="attachment_9019" align="alignleft" width="120" caption="A. L."]A. L.[/caption]

Pessoal, desculpem o atraso ainda maior do que o normal. O modem celular pelo qual acesso a internet em lugares çáiber-inóspitos faleceu na manhã de sábado, logo depois de eu responder a uma batelada de perguntas. Domingo passei o dia inteiro viajando, então só deu para responder agora mesmo. Como eu imaginava, a resposta veio rapidíssimo -- o A.L. descobriu que esse Dollhouse fica em Hamburgo (quem jogasse no Google poderia ficar em dúvida também entre Zurique e Copenhague). A zona de Hamburgo se chama Reeperbahn (esta rua da foto é a Große Freiheit, 'Grande Liberdade') e é o lugar mais divertido da cidade -- sobretudo para quem não quer nada com as moças de plantão. Mas conforme eu também imaginava, a charada da luz vermelha acendeu a luz verde (ops) para uma série de histórias deliciosas sobre bairros suspeitos de Honolulu a Paris, passando pelo interior de Minas. Se você não leu, vá à caixa de comentários e dê risadas com a Rosa, o Arthur Josef Mario (em vááárias participações hilárias ao longo da caixa), o Fernando, o Wander, o , a Lucia e o Beto. Finalmente, o Paulo Torres merece ser honrosissimamente mencionado por informar que os Beatles, antes da fama, passaram uma temporada trabalhando por ali -- e por isso, em 2008, a esquina de Reeperbahn com Große Freiheit foi batizada de Beatles Platz. Parabéns, A.L.! Obrigado, pessoal! Vocês são o máximo! Semana que vem tem mais!

50 comentários

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Ahh, quando consigo ser a primeira a chegar, náo faço a menor idéia do que chutar...
Pelo inglês nas plaquinhas, eu chuto New Orleans, cidade conhecida pela sua zona boêmia!

A.L.
A.L.PermalinkResponder

Hamburgo, Alemanha...
Check it out: http://www.locationsite.de/hamburg/dollhousee.htm

Eneida
EneidaPermalinkResponder

Hamburgo!

Eneida
EneidaPermalinkResponder

Ai que ódio! A.L. mandou primeiro!!!

Rosa
RosaPermalinkResponder

A região das moças de vida (nem tão) fácil em BSB é apagada, não tem letreiros luminosos, nem fast food, no sentido real, se bem que o outro sentido também é real, bom um dos locais (deve ter mais alguns) é uma quadra comercial, à noite só fica aberta a farmácia, as meninas ficam em grupos aguardando os clientes que passam de carro e lá se vão. Eu vejo sempre essa cena porque é caminho para a quadra onde eu moro. Aqui também é comum as moças ficarem sentadas no meio-fio do eixão (que corta a cidade de norte a sul), onde os carros passam em alta velocidade, sempre deve parar alguém. Deve ter outras diversificações, mas assim como na foto desconheço.

Thiago Parente

Antes de ler pensei em New Orleans tb.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

BBB 10!

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Putz, essa não deu nem pro cheiro.

Losnet
LosnetPermalinkResponder

Patpong - Bangkok - Tailandia

Igor
IgorPermalinkResponder

Fala sério... essa charada foi só uma rapidinha...

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiros esquerdistas, maoístas, petistas e bolivarianos,

eu, josef mario, faço minha primeira participação neste conceituado blog do companheiro ricardo freire, pois desde priscas eras, eu, josef mario, sempre frequentei as sacerdotisas do prazer, em todos os sentidos possíveis, e ainda continuo frequentando, apesar da minha provecta idade de 119 anos, compensada por uma estratégica prótese que implantei aos 89.

aos companheiros mais jovens, informo que tais lugares, na minha saudosa adolescência, eram chamados de "casas de tolerância", depois, já adulto, quando eu e o companheiro paulo francis frequentávamos a casa rosa na correia dutra no flamengo, já se chamavam "bordéis" ou "redevus", corruptela do francês "rendez-vous", ou seja, "encontrar-se", "lugar de encontro". na louca década de 70, onde eu, josef mario, fiz uma meditação na índia com o companheiro guru kaganda eandanda - o mesmo dos companheiros beatles - já se chamavam "saunas relax for men" e hoje em dia, na alvorada do novo milênio, chamam-se "termas". não sei se os companheiros romanos tiveram algo ver com isso.

lembro-me com a saudade dos velhos românticos de uma companheira que trabalhava em local de classe muito conhecido no rio de janeiro, com a qual mantive um caso de um ano. infelizmente ela conseguiu se formar em publicidade e largou o santo ofício, e está agora amasiada com o companheiro dono da agência de publicidade onde estagia, o qual também a frequentava, democraticamente. isto lembra-me também o companheiro brás cubas, do romance homônimo do companheiro machado de assis, que afirma em certo trecho: "meu caso com marcela durou oito meses e dez mil contos de réis".

assim, eu, josef mario, também digo que meu caso com a companheira lara (nome de guerra) durou um ano e cinco mil reais, fora o ingresso e as bebidas.

acrescento ainda, do alto da minha vetusta sabedoria, que eu, josef mario, afirmo que qualquer companheiro homem fascista, burguesão, direitista e psdbista que diga que nunca pagou para pegar mulher ou é um mentiroso ou é um golpista caloteiro.

quanto à charada proposta pelo companheiro ricardo freire, é hamburgo.

muito obrigado.

Marília Marconi

Companheiro Adolf mario,
Apenas para que o companheiro não se confunda, alguns desses lugares hoje em dia também são conhecidos como "Centro de Lazer". A culpa é da companheira Praga-do-politicamente-correto...

Marília Marconi

Ops, Desculpe companheiro Josef mario! Não sei de onde saiu Aldof... ;P

Arthur josef mario | Agora Vai

companheira marilia marconi,

perfeitamente desculpada. é um equívoco que acontece com mais frequência do que se pode imaginar, pois o meu nome subliminarmente lembra o companheiro josef stalin, e assim, por tabela, o companheiro adolf hitler. o que pouca gente sabe é que nos idos de 1910, os dois dividiram o mesmo quarto de pensão em dantzig, atual gdänsk, vindo daí a relação de amor e ódio entre os dois companheiros.

aproveito para agradecer também a informação dos "centros de lazer", outro sinônimo que não deixa de ter sentido.

muito obrigado.

Paulo Torres
Paulo TorresPermalinkResponder

Hamburgo. Essa é a Große Freiheit, e no fim desse quarteirão da foto ficam as duas casas onde os Beatles se apresentavam no início dos anos 60: à esquerda, o Kaiserkeller, reformado, ampliado e ainda em funcionamento, e à direita o Star Club, do qual só restou um monumento: http://www.panoramio.com/photo/31575858

A esquina da Große Freiheit com a Reeperbahn foi batizada de Beatles-platz em 2008, e foi inaugurado um monumento em homenagem ao quinteto (Stuart Sutcliff incluído). E recentemente foi aberto também um museu sobre os Beatles na região, vide reportagens da DW e da Spiegel:
http://www.dw-world.de/dw/article/0,,4289559,00.html
http://www.spiegel.de/international/0,1518,400514,00.html

Meilin
MeilinPermalinkResponder

He he, josef mario, então você deve ter conhecido bem os bordéis aqui da Rua Conde Lages, onde os primeiros republicanos tomavam suas hum...decisões :-~

Arthur josef mario | Agora Vai

companheira meilin,

eu, josef mario, perdi a conta de quantas vezes tiver que apartar brigas do companheiro floriano peixoto, quando este último era invariavelmente ridicularizado pelas companheiras do santo ofício da conde lages, devido ao tamanho ínfimo, ridículo e reduzido de sua espada, o que sempre se traduzia em chacota total dos frequentadores.

consta que foi essa a inspiração para o companheiro clint eastwood realizar sua obra-prima de 1993, "os imperdoáveis", onde, pelo mesmo motivo, um companheiro vagabundo mutila uma companheira do santo ofício, o que a faz contratar, junto com suas companheiras, o companheiro william munny, interpretado pelo companheiro clint eastwood (já mencionado), para que o mesmo aplique um corretivo no companheiro ladrão e seu companheiro companheiro.

muito obrigado.

Chris
ChrisPermalinkResponder

Ai ai todo mundo foi pro google. Hamburgo. Não deu nem pro cheiro.Fica pra próxima

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Pô, esses são os trips googladores mais rápidos do oeste mesmo.
Nem tinha saido da rua Guaicurus daqui de BH, e a tripulação já estava em Hamburgo, matando a charada.
Mas muito, muito mais longe de Hamburgo, em um lugarzinho perto de Barão de Cocais, aqui em Minas, tem uma zona boêmia famosa, qua ainda não tem tantos letreiros luminosos, nem ainda pode ser frequentada por famílias a passeio, que atende pelo carinhoso nome de "Cai n'água". O famoso nome, é devido a um rio que corta o vilarejo e do qual a zona boêmia fica ao lado, em que várias pessoas depois de um goró a mais, se desequilibram em seus banquinhos e acabam tomando um banho forçado de rio.

Quem sabe isto não pode servir de ideia para um "Bitch" Parque?

Wander
WanderPermalinkResponder

passeando pelas romanticas ruas de Montmartre deu vontade. Apontei um lugar pra minha mulher, mas ela torceu o nariz. Lembrei então de um local perto do Moulin Rouge. A caminho nos perdemos. Perdidos a vontade aumentou mais ainda. Pergunta daqui e vai por ali, chegamos perto do cemitério de Montmartre, e toca andar de volta pelo boulevard, quase corriamos de tanta vontade que estavamos. Chegamos no Moulin Rouge e entramos num predio próximo : o Museu do Sexo. Ufa não tinha fila! Comprei 2 ingressos e entramos quase correndo, não olhavamos nada, só procuravamos a placa : toilett no segundo andar : subimos as escadas correndo; 1 casal meio desesperado, quase correndo, afoito procurando a toilett no Museu do Sexo de Paris. Minha mulher ligeirinha entrou numa porta, e eu rapidinho entrei noutra ao lado, ah que alivio... era pra fazer xixi, viu trips.

Carol Wieser
Carol WieserPermalinkResponder

Nem imaginava que fosse Hamburgo, quando li "Table Dance" pensei: ahã Table Mountain (em homenagem ao cartão postal) então só pode ser Cape Town!!!! Matei a charada.... matei nada sad
Mas viajei geral, confesso!

Abs

Rosa
RosaPermalinkResponder

Que sexta-feira bem-humorada!!!

Lena
LenaPermalinkResponder

Também cheguei tarde e também falaria Hamburgo, porque me lembro do seu périplo da Copa...

Zé
PermalinkResponder

Eu não saberia dizer porque não freqüento esse tipo de lugar. Sou um rapaz puro eekops:

Se bem que, há mais de 30 anos, cheguei a "visitar" uma Zona em Ituverava e posso dizer que... hehe, essa história eu não conto não... eekops:

PS: Pela foto parece Ro-metta mrgreen

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiro zé jet e demais companheiros,

eu, josef mario, além dos meus comentários acima, informo que solucionei o insolucionável mistério de o que é, ou onde fica, rometta: http://en.wikipedia.org/wiki/Rometta

muito obrigado.

Zé
PermalinkResponder

Cumpanhêro xará,

Não aceite imitações. Essa Rometta aí é falsa!

A verdadeira Rometta fica em... Não percam o próximo capítulo da novela "Onde está Rometta?" grin

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiro igualmente xará,

sou brasileiro e não desisto nunca. continuarei investigando.

muito obrigado.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

BBB 10, com certeza!

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Bom, não é uma "zona", mas aqui em Waikiki havia no início da década um gigolô q "marcava" suas mocinhas com sapatos de salto de acrílico. Todas que eram "suas funcionárias" calçavam um sapato assim. Os moradores sabiam e não ligavam, a polícia fazia vista grossa. Quando se via mocinhas de "sapatinho de cristal" podia saber que são de vida (nada) fácil. O problema: como o bairro é TST (Território Só p/ Turista), cansei de ver turistas japonesas com sapatos assim que nem percebiam a "gafe" que é andar com um sapato desses nas ruas mais internas do bairro... grin

Não sei se continua assim q raramente vou a Waikiki à noite. Mas os sapatinhos sumiram. Será q as moças viraram abóbora? wink

Beto Paschoalini

Eu sempre morri de medo de puteiro. Na única vez em que entrei num, era tão escuro e a mulherada tão horripilante que eu me mandei rapidamente sem nunca mais voltar. Ainda vaguei pelas rumorosas ruas da boca santista atrás de uma gata meio hippie que era o meu estilo na época. Também desisti depois de tê-la descoberto, linda, andando à minha frente, mas apavorante ao se virar pra mim, desdentada e exibindo uma ponteaguda barriga de lombrigas, cujo umbigo incontornável mostrava-se em baixo relevo sobre a blusa de banlon. Até hoje aquele umbigo frequenta os meus pesadelos. Demorei a perder a virgindade, mas foi numa lagoa numa praia semi-selvagem, com a minha namorada, que veio a se transformar na minha primeira vítima como serial-husband.

Alice
AlicePermalinkResponder

Riq, percebi um probleminha no site. Quando entro na parte do blog, em mais recente, o último post é o do Havai. Porém pelo twitter descabri que os último dois (a charada e o japoneses são todos iguais) já estavam no ar, apesar de não figurarem na chamada. Isso sempre foi assim?
Sucesso!

Ricardo Freire

Talvez a sua rede não atualize automaticamente a página. Dê um refresh que aparece. Clicando em "blog" você sempre vai ver os últimos 10 posts publicados. São os mesmos que aparecem na aba "mais recentes" da home.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Eu vi a charada e achei que era New Orleans e um sinal pra eu ir pra lá...mas já vi que não é...

Gustavo - Viajar e Pensar

Grande charada!!!
Pessoal hoje não chutou muito para não se compremeter depois.
Não era uma rua em específico, mais em Vegas, em muitos locais você se encontra numa Red Light City, tem de tudo e pra todos os gostos e preços.
Valeu!!

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Rapaz, o companheiro Josef Mario (é sem acento?) é sensacional.

Arthur | Agora Vai

companheiro gabebritto,

agradeço pela parte que me toca. aproveito para informar que não tenho acento - no bom sentido.

muito obrigado.

Andre
AndrePermalinkResponder

Riq...deixa eu fazer uma pergunta off-topic: por onde anda aqueles seus relatos do carnaval de ssa, acho q de 2008 ou 2009...q c foi "atras do ile"..????

Ricardo Freire

Tavam no ViajeAqui, não foram salvos.

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Eu sempre pensei q a casa rosa era na Rua Alice.Nunca ouvi falar de casa rosa no Catete,Flamengo e Largo do Machado.Pena , perdi.

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiro júlio,

de fato, minha provecta idade e os incontáveis altares do prazer que frequentei tumultuaram a minha já desgastada memória. a casa que eu e o companheiro paulo francis frequentávamos na correia dutra pertencia a uma companheira francesa, que empregava suas companheiras compatriotas no santo ofício. está tudo escrito no livro do companheiro paulo francis, 1994 - trinta anos esta noite, cia. das letras, mais precisamente no capítulo "la vie en rose".

quanto à verdadeira casa rosa, realmente ficava na rua alice e frequentei-a por diversas vezes com o companheiro álvaro de campos, o qual, após broxar pela enésima vez, escreveu como forma de catarse seu célebre poema "arre, estou farto de semideuses, onde é que há gente no mundo?"

muito obrigado.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Queridos Trips e vencedor(a)(es) da Charada dessa sexta: nosso querido comandante, no esforço de sempre nos atualizar com suas dicas, está nesse momento impossibilitado de se conectar e de, portanto, proclamar quem vai levar a posse temporária do troféu e as menções honrosas. Desculpaê. mrgreen

Arthur josef mario | Agora Vai

companheira marcie,

muito obrigado pela informação sobre a situação do companheiro ricardo freire. aproveito para informar também que eu, josef mario, ausentei-me neste final de semana porque estava na uti do miguel couto. explico: o tema da charada me inspirou e na noite de sexta-feira fui a um altar do prazer, para descarregar minha tensão. após confabular pela oitava vez com mais uma companheira do santo ofício, tive um princípio de enfarte, tendo que ser socorrido às pressas. infelizmente a idade já não mais acompanha a vontade.

mas informo que já estou bem e fui transferido para a enfermaria do miguel couto, onde a divido com cinco companheiros baleados, um companheiro motoboy que afundou a testa no meio-fio e carinhosamente já o apelidamos de "escadinha", um companheiro com os documentos decepados pela companheira esposa ao flagrá-lo em ação com a vizinha, o qual também carinhosamente apelidamos de "cotoco" e um companheiro chefe do tráfico do borel, vigiado por dez companheiros pms.

aliás, graças ao fato dos companheiros pms terem confiscado o iphone do companheiro chefe do tráfico do borel, pude acessar a companheira internet para avisar aos companheiros que estou passando bem.

muito obrigado.

Ana Muniz
Ana MunizPermalinkResponder

sou sua fã
E tenho dito.

Ricardo Freire

Charada finalmente respondida! Vencedor finalmente proclamado! Parabéns, A.L.!

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiros esquerdistas, turistas, maoístas e bolivarianos

eu, josef mario, direto da enfermaria do miguel couto, venho agradecer em público a menção honrosa que me foi dada pelo companheiro ricardo freire. estamos todos em júbilo aqui: o companheiro "escadinha", o companheiro "cotoco" que já saiu da sua depressão e pensa em aproveitar logo para mudar de sexo (eu, josef mario, ateu marxista dialético não-praticante, confortei-o com minhas sábias palavras, "quando o companheiro deus fecha uma porta, abre uma janela"), o companheiro chefe do tráfico do borel, os 15 companheiros baleados (eram 5, mas chegaram mais 10 ontem de madrugada), os dez companheiros pms e as 879 companheiras do santo ofício que vieram me visitar e desejar pronta recuperação, afinal, desde que cheguei aqui, o pib do santo ofício caiu 200%.

todos nós mandamos um beijão a todos os companheiros.

aproveito também para parabenizar o (a) companheiro (a) a.l., que rapidamente decifrou a charada e demonstrou conhecimento de causa.

só mais um adendo: o companheiro ricardo freire poderia passar a premiar os vencedores da charada e das menções honrosas em dinheiro, pois o mundo do prazer custa caro e eu, josef mário, na minha provecta idade, dependo tão somente da minha parca aposentadoria do companheiro inss e dos 10% que recebo agenciando algumas companheiras do santo ofício.

muito obrigado.

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Arthur josef mario | Agora Vai , caso precise de ressuscitador tipo um Automático Ambu poderemos ver com algumas freiras em Ipanema na Clinica Dr. Centauro aqui na Rua Canning, 44 .
Caso seja problema de maior gravidade pq não um Welch Allin.caso o companheiro precise um Meridian Sr Guidant resolvera .A pilha acaba mas é só trocar aqui na Capitão Solomão.mas não siga os meus conselhos não.Viva a Wyborowa.

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Mas entre pela Gal Polidoro,ok.

Arthur josef mario | Agora Vai

companheiro júlio

agradeço seus préstimos e conhecimentos médicos da especialidade cardiológica. mas informo que ainda há pouco recebi a visita do meu grande amigo, o companheiro tony stark, mais conhecido como companheiro homem de ferro (as verdadeiras origens deste nome perdem-se no tempo e será melhor não contá-las), colega de inúmeras incursões nos santos ofícios de las vegas e que aproveitou para me visitar, pois está de passagem no brasil para divulgar seu novo filme "iron man 2".

além dessa gentileza, o companheiro tony stark, sabedor dos problemas comuns à minha provecta idade, trouxe um microrreator eletromagnético arc feito sob medida para mim, igualzinho ao que ele também usa no peito, depois do lamentável incidente no afeganistão, e mandou suas cientistas trocarem a minha estratégica prótese, já envelhecida depois de trinta anos de uso ininterrupto, por uma novinha em folha, feita de polímeros com memória e equipada com gps. agora também sirvo de lanterna, em caso dos cada vez mais frequentes apagões deste verão senegalês carioca.

quanto à clínica que o companheiro menciona em ipanema, frequentei-a há muito tempo com o companheiro fernando sabino, que morava em um prédio na mesma rua e tinha o privilégio de ver da janela se valia a pena ir ou não, baseado na avaliação das companheiras do santo ofício que chegavam para o sacerdócio, por volta das três da tarde. o problema é que o companheiro sabino, ao beber, ficava muito inconveniente e começava a confundir as coisas e bolinar os glúteos dos companheiros leões de chácara, o que sempre terminava numa surra descomunal.

muito obrigado e viva a wyborowa também.

Júlio
JúlioPermalinkResponder

Toni Stark grande abatedor porém muito ciumento.O q me salvou foi um certo idílio com a Gwyneth Paltrow que era quem mandava e desmandava na fita.Saudações termais.Pois agora só perto do Santos Dumont.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar