Chegando em Noronha: pegadinhas

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Aterrissando em Noronha

Eu poderia jurar que os aviões que chegavam em Noronha davam duas voltas completas na ilha, para que os ocupantes das janelinhas dos dois lados pudessem olhar o Morro do Pico e  o Sancho do alto. Mas neste meu vôo -- pela Gol -- não foi assim, não. Só quem estava na janelinha esquerda é que pôde dizer que fez um vôo panorâmico. Fica a dica: voando pela Gol, tente pegar qualquer assento A (os assentos F são da janela 'errada').

Outra coisa: não adianta, como aconteceu comigo, se lembrar de pagar a taxa de preservação ambiental na véspera da partida. O pagamento é online ma non troppo; é preciso esperar um a dois dias úteis pela confirmação do recebimento.  E vale a pena pagar pela internet, sim: a maioria dos guichês fica em função da fila dos que pagaram pela internet; quem vai pagar na hora precisa se contentar com apenas um atendente. Só quando a fila da internet termina é que todos os guichês passam a atender quem vai pagar na hora.

Melhor programa para o finzinho da sua primeira tarde em Noronha? Mesmo que você tenha ido com pacote, dispense o trânsfer coletivo (leva séculos e muitas vezes inclui uma palestra-malho de venda de passeios). Pegue um táxi para a pousada (R$ 20 a R$ 30), largue a mochila por lá e corra para a Conceição, no bar Duda Rei, onde dá pra pegar o entardecer com cervejinha, queijo de coalho assado e banho de mar.

211 comentários

Maria de Lourdes

Bóia, antes de qualquer viagem, sempre passo aqui para pegar suas dicas sempre muito úteis. Acabei de voltar de uma viagem de 5 dias em Noronha e queria deixar aqui meu relato.
Fiquei hospedada na Pousada Malibu (mesma Pousada da Germana) e tive uma estadia maravilhosa. Equipe atenciosa, café da manhã excelente e na melhor localização no coração da Vila dos Remédios em que se pode fazer muita coisa a pé como ir pra Praia da Conceição, Praia do Meio, bons restaurantes (Cacimba Bistrô, Xica da Silva, Varanda, Corvetta), Bar do Cachorro, etc. Fiz o ilha tour e adorei! Nada melhor do que um bom guia para explicar toda a história da ilha, pra nos levar em todas as praias e ainda por cima tirar fotos maravilhosas minha com meu noivo. Noronha é realmente inesquecível, pelas suas praias lindíssimas, pessoal acolhedor e gastronomia excepcional. Mal voltei e já estou com vontade de voltar.
Queria também dar uma dica, naqueles dias em que estiverem bem cansados e sem coragem pra sair a noite, tem uma Pizzaria Delivery que fica na frente do restaurante Xica da Silva, que deixa a pizza no seu hotel! É só ligar que eles entregam. Todos os locais conhecem tal pizza e sabem o telefone. Pizza com massa fina, crocante e muitoooo deliciosa.
Esse relato é em retribuição de todas as dicas maravilhosas que sempre pego no VNV!

Cristina Lopes

Muito legal seu relato Maria de Lourdes. Obg pela contribuíção!!!

Lucas
LucasPermalinkResponder

Fui para Noronha em agosto com reservas para a Malibu. Chegando na pousada fiquei extremamente decepcionado. O quarto estava infestado de mofo. Cheiro insuportável. Solicitamos a troca do quarto, mais os responsáveis foram extremamente inflexíveis. Solução foi achar outra pousada na correria. Não recomendo a pousada a ninguém.

Lea
LeaPermalinkResponder

Olá, terei 8 dias em Agosto p viajar e quria combinar Noronha c outra praia de Pernambuco que n seja Porto de Galinhas q já conheço... Teria alguma dica, qtos dias em cada? Obrigada!
Léa

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lea! Pense na Praia dos Carneiros ou na Rota Ecológica alagoana (Milagres), ou ainda em Pipa, no Rio Grande do Norte. Deixe Noronha por último.

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Boa tarde, gostaria de saber se alguem ja foi pra Noronha em Junho??? POdem me dizer se eh frio?? Estou querendo ir no final desse mes

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! Nunca faz frio no Nordeste, só se você estiver no ar condicionado.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2016/02/praia-em-junho-brasil-caribe

ESEQUIAS SANTOS

Pernambuco tem várias praias shows: suape, Calhetas, carneiros, serrambi, são José da coroa grande, etc.

M Graça Medeiros

Ricardo Freire.
Na correria paulistana, nāo li o teu aviso das Pegadinhas da chegada!
É mais que pegadinha - caí na conversa do tour no primeiro dia.
Como tenho dificuldade de locomoçāo - achei que fosse a melhor opçāo num carro 4x4 dar uma geral no visual da ilha.
ROUBADA - eles nāo avisam que sāo 700 metros de trilha pra chegar ao local.
Só qdo se chega ao local é que o guia avisa.
Estava preparada para nāo descer a escadaria de 120 degraus sem corrimāo do
Sancho - mas a trilha longa nāo é anunciada nem no dicurso do translado do areoporto nem na hora da venda do pacote.
Tentei uma negociaçao eles me levaram para a praia do Sueste que é acessível e ficaram de me buscar as 17 horas para ver o por do Sol .
Nāo apareceram no horario combinado. Saí de lá de onibus. OK
1 - NUNCA contratem um tour do Costa Blue
2 - Fernando de Noronha é linda mas nāo é recomendável para pessoas com dificuldade de locomoçāo - nāo tem praias recomendáveis, nāo é calçada nem plana e o taxi para curtas distancias é absurdo.
Deviam ter um aviso nas companhias aéreas .

Germano Vieira Borba

Graça, Excelente comentário. É sempre bom alertar para esses casos.

Daiana
DaianaPermalinkResponder

Pretendo ir para Noronha em setembro e me surgiu uma dúvida, os cinco dias pago na taxa de preservação já inclui o primeiro dia na Ilha mesmo chegando já no final da tarde? :/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daiana! Sim.

Dinorah
DinorahPermalinkResponder

Como em toda viagem que faço, não poderia perder as super dicas desse site.
Estou indo para Noronha em Fevereiro/17, ficarei 7 dias.
A unica duvida que ficou é sobre a época, liguei na pousada e me disseram q fevereiro é de mar cheio e muitas ondas...e claro, sobre o Ilha tour...
Estou montando um roteirinho pra conseguir aproveitar muito.
Continuo acompanhando vocês.

julio gallani da cunha

Fernando de Noronha é 60% de beleza por terra.
2.500% sob águas.Aprenda a ter intimidade com água - pois lá fazem o batismo de mergulho Scuba, as empresas de mergulho são boas - a Noronha Divers é mais barata - dois mergulhos - fundo e raso ficam por $400,00.
Ah, lembrei - assegure-se que a Ciliares vai fotografar,Leve uma Gopro dentro de caixa estanque para filmar.
Se puder escolher no mar de fora, vá a iuias.Nunca vi nada tão espetacular em 40 anos de mergulho lá ou em qualquer parte.

Camilla Meier
Camilla MeierPermalinkResponder

Ótimas dicas!
Estive na ilha em novembro e a fila das pessoas que pagaram pela internet estava mais demorada do que a das pessoas que ainda não tinham pago (eu!). E deixei para pagar lá para poder pagar no cartão de crédito grin
No final das contas acho que tanto faz pagar antes ou na hora, já que todos se encontram na sala de espera das malas que demoooram a aparecer na esteira.
Segui a dica de deixar as coisas na pousada e correr pra praia no primeiro dia, mas fui para a do Cachorro por ser a mais perto da pousada, dava pra ir a pé.

Marise
MarisePermalinkResponder

Olá! Como sempre, segui as recomendações do 'Viaje na viagem" , agora sobre Noronha, e deu tudo certo. Fui no final de janeiro de 2017, o mar estava mais agitado , mas nada que impedisse mergulhos maravilhoso. Uma grande informação foi levar máscara e snorkel daqui ( uso pessoal, intransferível e mais higiênico) mas é muito necessário sandália que não solte do pe´para andar na pedra ( comprei uma de plástico numa sapataria do " continente") e deu certo. . Tem umas sapatilhas que pessoal do mergulho usa que parecem bem legais .Avalie isso antes de ir pois andar em pedras não é fácil. Nunca use chinelo.
Não fizemos o Ilhatour contra tudo e contra todos que é recomendado por todas as agencias!!!! É realmente dispensável para quem fica mais de 3 dias na ilha.Você acaba indo em todos os lugares sozinho e de táxi, que custa entre 20 e 30 reais por cada deslocamento. Saiu mais barato que bugre ou moto pois éramos 4 pessoas. Caso queira, o ônibus deixa perto por 5 reais, mas nem sempre pertinho.
Os melhores passeios precisam da maré baixa , o que acontece uma vez durante o dia( o outro período seria de madrugada). Sendo assim, Atalaia curta, Atalaia longa, Abreu, São José, Baía dos porcos e até a praia maravilhosa do Sancho precisam deste horário. Ficamos 7 dias( 7 marés baixas...) e aproveitamos muito.Na maré alta, íamos tentar aproveitar outras praias ( Sueste, Cacimba, Conceição, Boldró,do Meio...)..Algumas trilhas somente podem ser feitas com guia , que talvez seja um bom contato para tentar agendar os passeios previamente.As trilhas mais disputadas são marcadas com mais de 7 dias de antecedência. Raramente se consegue encaixe, deixando para marcar quando se chega em Noronha.
A trilha "terrestre" do Pico (ponto mais alto da ilha) não é mais acessível, só a do Piquinho (atualmente mal sinalizada). O comida a quilo São Miguel só funciona no almoço. O resto é aproveitar, é um paraíso MESMO!!. Outra informação: o real lá parece valer diferente: 02 reais=01 "real de noronha", ou seja, multiplique seus gastos habituais por 2 para tentar calcular custo de tudo. Muito obrigada por todas as dicas que pude ler aqui. Até a próxima viagem!

Clarice
ClaricePermalinkResponder

Viajar sem passar pelo VnV é uma furada. Eu nunca me arrisco. Graças as dicas do blog, fugi do ilha tour e estamos tendo uma temporada excelente graças às dicas daqui. Como confio muito queria esclarecer sobre a chegada de avião. Sentamos no lado indicado no blog, e pra minha surpresa a ilha estava do outro lado da janela ( como não tava lotado o voo, pulamos pra lá), questionei a aeromoça se dependia da companhia aérea ( no caso era a Azul) e ela nos explicou que não tinha lado fixo , que depende do vento na hora do vôo. Mas bem que as companhias podiam dar essa voltinha antes de pousar, né!?

Maria Carolina

Show de post.. é isso mesmo, este tranfer gratuito é a maior furada da vida... me arrependi, mas agora não cometerei mais este erro..rs

Jose Luiz DINIZ

Oi estou indo para noronha em 20/08/2018 uma duvida que queria esclarecer : Sei que a ilha é pequena e em varios posts recomendam uso de taxi , mas qual o valor da diaria do Bugre? realmente não vale a pena ficar com o carro alugado para ir a uma praia pela manha, outra a tarde e retornar a pousada no final do dia para o por do sol nos lugares indicados.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Luiz! Combine ônibus com táxi, e sairá mais barato que bugue. Mas se você tem grana par o bugue, e acha divertido andar num carro pré-histórico em mau estado de conservação, fique à vontade smile

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Olá! Realmente o bugue é um carro pré-histórico e sem conforto algum, mas quando fui em 2015 aluguei pelos 5 dias que passei na ilha e achei uma mão na roda. Vale salientar que na ilha só tem um posto de combustível e o preço da gasolina é mega inflacionado (então, além do aluguel, contabilize isso tb). Irei novamente à Noronha este ano e vou voltar a alugar bugue, pois achei que valia mais a pena...

Jonatas Luis Pabis

Realizei reserva de hospedagem na Pousada Recanto. Conforme informado na reserva, teríamos direito ao transfer de chegada. No aeroporto de FEN, fomos direcionados ao receptivo da empresa NaOnda, a “parceira” da pousada em que estávamos hospedados.
Infelizmente, tivemos problemas com a falta de educação dos funcionários da empresa, a guia do receptivo, o motorista e a representante no passeio de barco. NÃO FECHEM PASSEIOS COM a NAONDA, pela história que vou relatar abaixo:
Chegamos no domingo, dia 1º de abril. No caminho da pousada, a guia Amanda alertou os passageiros sobre um swell que chegaria à ilha na quarta-feira, sugerindo, portanto, que todos agilizassem seus passeios, pois depois de quarta algumas atividades estariam prejudicadas e a agência já não tinha mais vaga para vários passeios. Segundo Amanda, essa informação fora obtida na Marinha do Brasil.
Éramos 4 pessoas pela primeira vez em Fernando de Noronha. Mesmo um viajante veterano ficaria um pouco assustado com o azar que levou de programar sua viagem bem na semana desse fenômeno. Em princípio, a guia local tem mais informações para programar os passeios do que o viajante recém-chegado. A ilha é pequena, então certamente não teria muitas agências. Somado às notícias publicadas do swell de março, a preocupação virou susto. Muito provavelmente, era bom agilizar os passeios mesmo.
Uma amiga do nosso grupo questionou como era a trilha do Atalaia e se havia banheiro. A guia respondeu, de forma ríspida, que se a moça queria banheiro deveria buscar outro passeio, pois a trilha era um passeio na natureza. A civilização já tinha avançado demais na ilha e as coisas deveriam ficar como estavam. A questão proposta não era essa, mas, sim, para se ter noção do preparo necessário para a trilha: quanto de água levar? se a pessoa não está muito bem do estômago no dia? Se a pessoa tem alguma dificuldade e precisa de um socorro? A própria guia percebeu a grosseria e tentou consertar falando mal do ICMBio.
Chegamos no final da tarde de domingo, então optamos por fechar o Ilha tour para segunda e o passeio de barco para terça com o NaOnda. Assim, já estaríamos com passeios definidos para os dois próximos dias e não precisaríamos sair correndo atrás de uma agência nem ficaríamos com a segunda perdida pela busca de passeios.
Segunda-feira, a agência não veio entre 8 e 8:30, conforme combinado. Perto das 9h, o motorista veio informar que o carro da empresa estava quebrado e não seria possível fazer o ilhatur, então seria possível fazer o passeio de barco na segunda e o ilhatur na terça. Optamos por um tour geral para conhecer a ilha no primeiro dia, mas aceitamos a proposta. Às 9 da manhã, seria mais difícil conseguir outro tour.
Na volta do passeio do barco, uma das meninas do grupo não estava muito bem. Várias pessoas do barco passaram mal. Algumas pelo mareo, outras pelo cheiro de diesel que voltava. O barco era pequeno, o passeio foi bom, mas, na volta, vinha muito cheio de combustível queimado para dentro da embarcação. Enquanto esperava o carro, ela foi ao banheiro e comprar um água. Quando o veículo chegou, o motorista queria partir sem minha amiga. Falei que era para aguardar um minuto, pois ela estava no restaurante em frente. Ele começou a pressionar para sairmos. Tive que responde-lo para esperar. A empresa atrasou quase 1 hora para nos pegar e não poderia aguardar 5 minutos uma passageira?
Durante o passeio de barco, alguns passageiros comentaram que o carro tinha quebrado no passeio deles (no domingo). Revelei também minha indignação para a representante da NaOnda Yasmin dizendo que eles já sabiam que o carro estava quebrado no domingo e, mesmo assim, venderam passeio para segunda-feira. Ela fechou a cara e depois veio esfregar o WhatsApp com mensagens de que o carro só tinha quebrado na segunda mesmo, por isso o atraso. Posteriormente, um funcionário falou em 2 carros quebrados e a guia do receptivo em 3.
A questão era que se a empresa está com algum carro quebrado – não importa quantos – ele deve se preparar ou não vender passeios. Em viagem, temos que ser flexíveis e superar imprevistos, não era a troca dos passeios que nos chateou. Entretanto, fizemos algumas concessões à empresa (troca dos passeios, atraso) e o motorista não poderia esperar 5 minutos por uma passageira? Fica a pergunta: se ele tivesse a deixado no restaurante, o que iriam fazer? Voltá-la buscar depois?
A funcionário Yasmin se revelou totalmente despreparada, pois, em vez de desdramatizar a situação, quis me enfrentar, tentando provar uma situação irrelevante para o cliente.
Não havia mais clima para continuarmos a fazer passeios com o NaOnda. Perdemos a confiança na qualidade do serviço deles. Solicitamos, então, o cancelamento do ilhatur para a gerente da empresa. Na noite de segunda, a guia Amanda me mandou um whats perguntando em tom pouco amistoso o que tínhamos ido reclamar. Horas depois, ela apagou a mensagem.
Fizeram o reembolso de apenas parte do valor pago, pois cobraram o valor cheio do passeio do barco. Tínhamos feito um pacote ilhatur + barco por R$ 270,00 = R$ 90,00 barco + R$ 180,00. Como cancelamos, nos devolveram apenas R$ 120,00, pois o barco custava R$ 150,00 fora do pacote. Acontece que não cancelamos por nossa vontade. Ao contrário, tivemos todo o trabalho de procurar nova agência. Cancelamos pela falta de profissionalismo do NaOnda.
Comunicamos o cancelamento na segunda-feira e nos devolveram o dinheiro somente no sábado, poucas horas antes do embarque. Solicitei também a nota fiscal do serviço prestado, mas não nos enviaram. A empresa também não nos enviou essa aviso da Marinha sobre a possibilidade de swell, conforme a guia Amanda disse. Verificando a tábua de mares, não vê nenhuma anormalidade para a quarta-feira, dia 04/04/2018.
Se vcs lerem outros relatos, verão várias reclamações sobre o NaOnda. Não indico os serviços dessa empresa. Se sua pousada indicar esse transfer, só chegue até a pousada.
Fizemos mergulho com as Águas Claras, ilhatur e trilha do Atalaia com o Flamboyant e ficamos bastante satisfeitos.

samira
samiraPermalinkResponder

Para quem não curte mergulho, também vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Samira! Basta curtir praia bonita e deserta.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar