Com o meu cordial boa noite

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Itacaré

Desculpem aê -- hoje o dia foi pesado, com bastante trabalho de escritório para fazer. Consegui responder perguntas durante o dia, mas só deu para pôr posts novos agora à noitinha. Para não dizer que não pus no ar nenhum material original, aí vão algumas fotinhos do entardecer, ontem, na foz do Rio de Contas, aqui em Itacaré.

Itacaré

Amanhã eu conto com detalhes como cheguei aqui desta vez...

Itacaré

ItacaréItacaréItacaré

97 comentários

Ernesto, o pato

Bela migração!!

Jorge Bernardes

Oi, tudo bom?
Essas fotos caem como um colírio de tranquilidade em meus olhos. Muito inspirador!
Você vai nos ensinar como ir de Boipeba para Itacaré?

Ricardo Freire

Sim! Só que foi do jeito roots, viu? Acho que vou conseguir postar isso amanhã à tarde, de Canavieiras.

Jo Elias
Jo EliasPermalinkResponder

Oi, Riq, tem como encontrar aquele seu texto antigo (acho que da VIP) do Carnaval nos 3 lugares: Rio-Salvador-Olinda. Beijos. Jô

Lena
LenaPermalinkResponder

Oi Riq! Lindas fotos!

Como está o tempo por aí?

Aproveite!
Bjs

Ricardo Freire

Ante-anteontem fez um dia lindo em Boipeba. Anteontem choveu o dia inteiro em Boipeba. Ontem fez um dia lindo na estrada, mas nublou às quatro da tarde quando eu pude ir à praia... Hoje choveu de manhã e fez um dia lindo à tarde. Vai entender...

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

http://www.youtube.com/watch?v=MzHD6vw8SqU

Ricardo Freire

Hahahahaha! O pior é que É do meu tempo eekops:

Priscila (Inquietos)

Na casa da minha mãe ainda tem, um azul e outro marrom. Adoro!

Marcie
MarciePermalinkResponder

recordar é viver.... lol

Alexandre Magrineli dos Reis

Um pouco de mim ficou realmente em Itacaré... a duas vezes q estive lá conheci muita gente muito boa (tanto nativos como gringos) fiquei em um albergue com suites fantástico (Albergue o Pharol)deslumbrei (acho q é sse bem o verbo) algumas das praias mais bonitas do mundo, como ambientalista tive o prazer de fazer trilhas pela Mata Atlântica, tudo isso regado a noites de forró do Papagaio e na Cabana Corais, boa comida nos restaurantes locais (destaque para o Restaurante Terral - no meio da Rua Pedro Longo - e a Cabana Mahalo na praia de Tiririca - melhor peixe da minha vida em um clima estiloso)e um por do sol q capturou minha alma na Ponta do Xareu (acho q se escreve assim) (com cocadinha de forno vendida lá mesmo). SE pudesse era uma ida para lá todo o mês... ou quem sabe mudar para lá...

Gabi de Madri
Gabi de MadriPermalinkResponder

Eu também fiquei no albergue O Pharol e adorei, e isso foi já há bastante tempo em 2002, me disseram que agora está ainda melhor e com mais quartos. Cada quarto tinha seu banheiro e a limpeza e arrumação era feita todos os dias, como num hotelzinho. Além do mais, a dona do albergue era um amor e tratava todos com carinho. Até nos acordava pra ir ao forró a altas horas, depois na nossa siesta noturna pra recuperar energias. Alexandre, concordo com vc, Itacaré tem algo especial e também me marcou muito.
Riq, to louca pra saber como chegar de Boipeba a Itacaré do jeito roots, deve ser imperdivel!

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Gabi, eles fizeram uma cozinha enorme no quintal do fundo. Não sei quando vc esteve lá já tinha os quartos do fundo que são ótimos e com uma varanda com redinha. Dá próxima vez quero ver se fico em uma das suites, que são uma ótima opção custo/benefício. Muitos dos amigos q tenho hoje na Europa conheci lá. É um lugar onde todos tem meu carinho...

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Eu também amei Itacaré... só que fiquei apenas 2 dias, então a vontade de voltar é IMENSA!!!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Estou olhando opções de hospedagem na Europa. Na França, com a ajuda do Eduardo Luz, encontrei um Studio na Saint Louis Island por 83 euros por dia.

Em Londres estou olhando sites como o Hotwire, mas também outras opções. Com isso encontrei o hotel abaixo que está com uma tarifa especial de 120 libras, ou 186 dólares por noite. Gostaria de saber de vocês opinião sobre a localização, porque para mim me pareceu um pouco fora de mão:

http://www.hotelrafayel.com/location.php

Outro hotel com bom preço é o Hilton Canary, que fica em Dockland. A região também me pareceu afastada, o que vocês acham:

http://www.hilton.co.uk/canarywharf

Ricardo Freire

Hugo, Docklands é muito longe. Pra lá da Barra da Tijuca.

O outro não sei. Nunca andei por aquelas bandas de South Bank. Mas central não é, não.

Por favor, querendo continuar esta conversa, use qualquer post sobre Londres ou a página https://www.viajenaviagem.com/europa/londres-ricardo-freire. Este post é sobre Itacaré.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Ok Riq, vou transcrever a pergunta em um dos posts de londres.

Coloquei a dúvida aqui porque antes tinha o hábito de colocar as perguntas no último post. Mas concentrar os temas nos post próprios sem dúvida ajuda na hora de pesquisar informações.

Ricardo Freire

Egzéctli! Obrigado!

Majô
MajôPermalinkResponder

ihhhhh

Teté
TetéPermalinkResponder

ah Itacaré... como amo esse lugar! relaxe e vá descansar um bucadinho... wink deitar na rede é uma antiga cura baiana! smile

marcio nel cimatti

Ai que saudade da Bahia!!

MANU
MANUPermalinkResponder

QUE RIDICULO ISSO. JA ANDEI MUITO PELAS BANDAS DO SUL BAIANO, VISITANDO OS NECESSITADOS E LEVANDO AJUDA. ENQUANTO ISSO, VEJO O POVINHO DISCUTINDO COMO IR DAQUI PARA LÁ, ONDE TEM PRAIA ISSO OU AQUILO. PQ NÃO DISCUTEM COMO AJUDAR AS PESSOAS EM UMA REGIÃO TÃO POBRE ? AGORA EXPLORAR O LUGAR E EXTRAIR TUDO QUE É BOM, ISSO SABEM FAZER. AÍ ESTÃO OS NOVOS EXTRATIVISTAS BRASILEIROS...VCS DEVIAM DEIXAR DE TER ATITUDES FUTEIS E DIRECIONAR SEUS ESFORÇOS PARA ALGO MAIS SCOIAL E HUMANITARIO.
RIQ, NÃO ME VENHA DIZER Q VC NÃO ENXERGA AS MAZELAS POR ONDE PASSA?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Control+Alt+

Ricardo Freire

Minha vida, um oferecimento Dell.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Desculpe, mas se você tem sentimentos tão fortes assim por que em vez de gritar (sim, na Internet escrever em letras maíusculas equivale a gritar) suas opiniões, sejam elas válidas ou não, você não se propõe a mudar pra lá, fundar uma ONG e ajudar?
Esse é um portal, respeitadíssimo, de viagens. É natural, portanto, que se discuta como ir, como chegar, onde ficar. Se não é isso que você procura, como veio parar aqui?
Tenho certeza de que se você procurar na Internet achará sites e blogs onde você pode ajudar bastante, seja com suas reclamações, seja com seu tempo.

Ricardo Freire

Querida Caps Lôcka, primeiro e último aviso: MAIS UM comentário em CAPS LOCK e eu apago não apenas o último como TODOS os comentários ANTERIORES.

Aproveitando, manda um beijão pra Heloísa Helena. Mó adjimiração. Valeu aê.

Denise Mustafa

Tô chocada.

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

"Querida Caps Lôcka" mrgreen lol mrgreen

Desculpa ai Riq, mas Adorei!!

Eh cada um(a) que aparece..

Mas não vai ser um comentàrio de um ser folgado e ciumento que vai acabar com a sua alegria..

Arrase!!

grin

Ricardo Freire

Eu tô medicado, Martinha! Minha vida, um oferecimento Cozaar smile

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Manu, só quem acha que o TURISMO é exploração, é quem nunca analisou o tanto de emprego e arrecadação que ele gera. O turismo não é só o dono da pousadinha quem faz. COmeça ali no pescador que vende seu peixe pro restaurante, pros garçons, pro artesão, pro distribuidor de bebidas que emprega outras tantas pessoas, etc etc etc. O turismo é o maior gerador de empregos do mundo.

Problemas sociais não são gerados pelos visitantes que deixam ali seu dinheiro. Querendo ou não, as pessoas que estão aqui discutindo como ir daqui pra lá, estão ajudando mesmo que involuntariamente que essas pessoas desse vilarejo tenham alguma (mesmo que pequena) fonte de renda.

Se um dia o turismo acabar, o mundo pára. Se ao invés de ficar gritando aqui que ninguém ajuda, vc poderia estar fazendo um projeto de como aumentar o fluxo turístico dessa região pra poder gerar renda pra essa comunidade. Pq, minha querida, se espantar os turistas, aí sim eles estarão perdidos !!!

E, meu "discurso" é baseado em estudos, em pesquisas acadêmicas que fiz em universidade. Não é da língua pra fora. É preciso entender o funcionamento do sistema pra então poder criticar. TURISMO GERA DIVISAS. É a maior INDÚSTRIA do mundo.

Bjos

Silvia Oliveira - Matraqueando

Adorei, Dani!

Priscila (Inquietos)

Falou e disse!

Silvia Oliveira - Matraqueando

A pior pobreza é a de espírito, querida!

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Riq, roots é um nome bonito pra minha operadora de turismo desde a adolescência, a pobretur grin Ainda tem aquele casal de "estautas" na beira do Rio das contas? Beijins

Ricardo Freire

Menina, sei dessas estátuas não! Pronto, tenho que voltar...

O pior cê não sabe: descobri agora no ônibus de Itacaré pra Ilhéus (tô num çáiber da rodoviária, esperando o próximo ônibus pra Canavieiras) descobri que virei um hippie argentino! Só que em vez de tapetinho com bijuterias eu carrego é lepitópi mrgreen

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Riq Freire fazendo o turMANU com todas suas mazelas smile

Douglas
DouglasPermalinkResponder

E ai Ricardo, mande notícias da Boa terra Canavieiras. Vê se come o prato 'cabeça de robalo' que vc só encontra ai. Tome banho na lama negra durante o passeio de lancha no delta do rio pardo, ilha das garças (sai barco do porto). Tem o tempero da Zeze no cais do porto, recomendo o bobó de camarão. Se puder vá até a barra do Albino, o lugar é d+ (alugue um bugre ou uma moto ou pegue um moto-taxi e vá pela praia). Já ia esquecendo, NÃO vá na cabana Caravelas, e se gosta de açai, vá até o ponto do açai do Du. BOM PASSEIO...

Ricardo Freire

Brigadim! Dicas anotadas. Não vou poder conferir porque continuo amanhã de manhã cedo pra Belmonte (a maré alta amanhã acontece cedíssimo, infelizmente).

Camilla
CamillaPermalinkResponder

Adoro Itacaré! mas já faz tanto tempo que preciso voltar... o camping que fiquei virou uma bela pousada de uma galera muito legal ali no finzinho da descida paras as praias!! esse ano pode ser uma boa época para voltar! quem sabe?!

Rosa
RosaPermalinkResponder

Manu, qual foi o psiquiatra que assinou a sua alta? Volta já para o hospício, menina. Você é anti-turista? Que que você tá fazendo aqui? Doa o computador para ajudar os pobres. Alguém sabe como se denomina homofobia relacionada ao turismo?

Denise Mustafa

Você tá um fotógrafo de mão cheia, hein?
liiiindas fotos! Adorei o trio dos menininhos....
itacaré é lindo demás!

Ricardo Freire

Brigadim! Mas é um menino só smile

MANU
MANUPermalinkResponder

Entendido Ricardo Freire e seguidores de plantão, respeito a opinião de todos e tudo. Tanto no post do Haiti ( Punta Cana ) qto da Bahia ( Boipeba ). Eu como parte da minoria discriminada das mulheres nordestinas e que vim de uma família muito simples do interior da Bahia, de Simões Filho, posso falar com autoridade do que é a exploração turística na Bahia, por exemplo. Pegue qq praia da linha verde/estrada do coco. Há 20 anos, aquilo era lindo. Hoje destruído por rede de hoteis capitalistas q só querem explorar a mão de obra local barata. Vcs sabiam que aqui as pessoas ganham em média 40% menos num mesmo hotel , numa mesma função que por exemplo em SP ? Se isto não é exploração o que é ? Pois é, Riq, seu comment sobre a Heloisa explica o que os sulistas pensam do nordeste. Pessoal burro, ignorante, sem estudo e que está aí pra ser explorado.

Regis
RegisPermalinkResponder

Tenho dúvidas se é apropriado levar essa discussão adiante, mas vá lá:
Manu, certamente existem empreendimentos que destroem o meio ambiente e exploram a mão de obra local. Mas não se pode generalizar dessa forma. Boa parte dos hotéis e pousadas do nordeste emprega regularmente o pessoal local, e são uma ótima fonte de arrecadação para municípios que até então dependiam apenas da cana de açúcar, essa sim uma indústria que explora a mão de obra.
Quanto a ganhar menos que em SP, tenho certeza que o custo de vida no nordeste é bem menor que em SP.

MANU
MANUPermalinkResponder

Antes que cause mau estar as seguidoras do Riq de plantão e que estão em sua bela casa, com seu belo carro, pensando onde gastar seu dinheiro, qdo disse : " Entendido Ricardo Freire e seguidores de plantão ", não tive conatação nenhuma. Foi um erro de digitação. Deveria ser : "Entendido, Ricardo Freire e seguidores de plantão" estou falando sobre o caps lock q já me ajustei a pedidos

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

"Antes que cause mau estar as seguidoras do Riq de plantão e que estão em sua bela casa, com seu belo carro, pensando onde gastar seu dinheiro"

Opa.. como assim não faço parte da turminha das seguidoras fiéis?? Não moro numa bela casa, não tenho carro e muito menos não tenho o luxo de pensar onde gastarei o meu dinheiro... cry

Então Manu.. não generalize..

E outra, eu sou do Sul.. nasci SC mas meus pais, irmã e todo resto são gauchos.. fiz faculdade de Turismo, e meu sonho SEMPRE foi ir trabalhar em um hotel no Nordeste.. Pode-se não se ganhar tanto quanto SP, mas o custo de vida pelo menos é mais barato.. ou não tà tanta diferença hoje em dia??

Vai de cada um saber o que quer para si..

eekops:

MANU
MANUPermalinkResponder

martinha, minha amiga. Esta diferença não é verdadeira. Vc vindo trabalhar no nordeste tira o emprego de mais uma nordestina que não teve com certeza as facilidade q vc teve, nem deve estar tão preparada qto vc, infelizmente. Já pensou nisso ?

Martinha
MartinhaPermalinkResponder

E os Nordestinos que vão para o Sudeste/Sul são o que então?!!

MANU
MANUPermalinkResponder

Explorados?!?!

Alexandre Giesbrecht

Achei que éramos todos brasileiros... Que tal instituir então passaporte para o pessoal de uma região ir para a outra? De repente, campos de concentração para o pessoal do Sul que mora no Nordeste? Não é uma grande ideia?

Mimi
MimiPermalinkResponder

Concordo com você Alexandre!! Alguém aí viu distrito 9??

Andreza
AndrezaPermalinkResponder

MANU, quem foi que disse pra você que o simples fato de nascer em SP ou qq outro estado do sul e sudeste é garantia de facilidade para estudar, oportunidade de emprego aos montes, riqueza??? Você está bem mal informada pra quem está passando um dia inteiro em uma lanhouse...

Nasci em São Paulo-SP, meu pai é motorista e minha mãe é do lar. Vivi quase toda a vida na periferia, estudei em escola pública a vida toda e comecei a trabalhar cedo.

Com meu esforço, consegui entrar em universidade pública, trabalhando o dia todo, estudando a noite e chegando em casa de madrugada. Hoje estou formada, tenho um bom emprego, comprei meu apto e realizei o sonho de conhecer a Europa. E quero continuar viajando, pq o dinheiro q ganho com o meu suor é para realizar os meus sonhos. Eu ajudo sim quem precisa, mas não preciso fazer publicidade disso.

Então por favor, não venha com esse discurso de q as pessoas do NE não tem oportunidade, etc, etc, pq não tem oportunidade quem não corre atrás.

E se vc quer ficar discutindo as injustiças do mundo, definitivamente vc entrou no blog errado.

Vida longa ao VnV e ao mestre Riq que sempre nos brinda com novos destinos com os quais podemos sonhar... e com vontade, realizar!

Silvia Oliveira - Matraqueando

Imaginem se os turistas deixassem de visitar a India, por exemplo, porque ela está cheia de pobres, necessitados e semi-analfabetos? Aquilo terminaria de afundar no Ganges.

Os problemas de "destruição" mencionados por causa do turismo até podem acontecer... sobretudo quando o governo local não tem medidas públicas adequadas para receber pessoas interessadas em gastar seu suado dinheirinho ali.

E pelo que me consta a Bahia recém saiu da era ACM, aquele mesmo eleito e reeleito pela "minoria discriminada".

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Como dizia meu sábio avô, "Tem gente que pra ser louco só tá faltando as penas".

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Posso discutir também? Tudo bem que já falaram para ignorar, mas vamos lá.
O que é melhor: ter os hotéis, ou simplesmente não abrir nada e deixar todo mundo desempregado? Pelo visto, é preferível passar fome do que ter um trabalho e ganhar dinheiro, é isto?

Dizer que por pagar menos que em outros lugares é exploração é não conhecer mercado de trabalho: trabalho com informática e qualquer cidade do interior de são paulo, para fazer o mesmo serviço, se paga menos - mas o custo de vida é bem menor também.

Minha esposa é pernambucana, veio para são paulo quase na adolescência, pergunta para ela o que ela acha de turismo, principalmente para o Nordeste

Por fim... vir falar mal de turismo em um site chamado "Viaje na Viagem" é no mínimo não saber escolher o público para falar.

MANU
MANUPermalinkResponder

É Alex...te dou pão e água e vc carrega 10kg nas costas 5 km todo dia pra mim, OK ? Sem a politica de desenvolvimento sustentável das pessoas q vivem na faixa pobre, como o governo faz hoje, sempre os discriminados vão achar q o pão e a água estão excelentes.
Que tal pensarmos num turismo consciente, humanitário, consolador e não esbanjador, extrativista e aproveitador ?

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

E eu que achava que quando fiz a trilha inca minha guia tinha razão sobre os porteadores: "O trabalho é dificil, mas preferem fazer isto do que não fazer nada."

O pessoal lá carrega uns 30 kgs nas costas, e ainda insistem para que a gente dê nossas mochilas para eles carregarem uns kilos a mais por uns dólares a mais no final. Eu não fiz isto, mas uma americana de seus 50 anos do grupo fez e deu umas 3 vezes o que eles pediram, mas pelo visto ela estava apenas se aproveitando dos coitados.

Vou seguir o conselho da Maria Célia e parar com isto. Pensei em ir para o Equador, mas como lá tem muita pobreza e eu não quero explorá-los, vou desmarcar e ficar em casa mesmo.

MANU
MANUPermalinkResponder

Desculpe, mas a má informação é generalizada. O custo de vida de uma cidade como Salvador é igual, se não um pouco maior a São Paulo e outras grandes cidades do Brasil. Tenho meus avós q moram em SP e moro aqui, portanto sei , pq vivo , o q digo. No interior e cidades do litoral nordestino, idem...principalmente aonde existem...turistas.
Não viram e nunca vão ver eu falar que o turismo é ruim. Isso seria leviano e ridículo. O q gostaria q todos pensassem é naquilo q vc pode fazer para ajudar, nos locais onde extrai alguma coisa ( seja uma fruta, um terreno, uma foto ). No Haiti o belo navio de luxo, aportado em Labadee, só com os restos de comida do navio poderiam alimentar talvez as pessoas que lá estão, hoje, por uma semana. Sei o q vcs sulistas pensam do sofrido povo nordestino como coloquei acima e felizmente pude estudar devido a bolsa universitária do governo e minha família recebe o bolsa família e vale gás sim. Sem isso, nunca teria oportunidade de conhecer a burguesia e tentar colocar um pouco de "simancol" como minha vó dizia. Se ficaram bravos mas no entanto já pensaram, já valeu a pena.

LETICIA  Z
LETICIA ZPermalinkResponder

Piegas.

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Resolvido gente, de agora em diante só vamos viajar para países riquíssimos, longe de qualquer catástrofe ou possibilidade de catástrofe, onde não haja gente precisando de emprego ou sofrendo... eu consigo pensar em alguns destinos... Mônaco, Suíça... mais alguém tem alguma sugestão?

Aliás, melhor é não viajar para lugar nenhum, porque, independentemente de onde estivermos, sempre haverá alguém, em alguma parte do mundo, sofrendo. E em solidariedade, não devemos nos divertir, mesmo que o nosso "divertimento" seja justamente o que leva o sustento para parte desta população. E assim ninguém mais viaja, ninguém conhece lugar nenhum do mundo, todos devem ficar restritos ao mundinho da cidade em que nasceram (mas nada de cinema ou restaurantes, sem divertimentos, seu insensível!), o que só colabora para que estes lugares continuem distantes, afundados na miséria do esquecimento.

Ah, me poupe, vai!!!

MANU
MANUPermalinkResponder

Não deprecie o assunto, minha amiga. Qdo vc compara 100 mil mortos numa tragédia do Haiti em que proponho concentração de esforços e menos sinais de esbanjamento ( como no caso do navio ) com qq outro pais pobre onde morrem os mesmos 100 mil num ano, mas com ONGs e forças especiais trabalhando para melhoria das condições destas pessoas, vc deprecia e torna superficial o assunto. O turismo é importante, é óbvio nulante. Mas pq não pensarmos num turismo consciente, humanitário, consolador e não esbanjador, extrativista e aproveitador ?

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Então tá... menos discurso e mais ação... O que VOCÊ faz de CONCRETO para ajudar o povo do Haiti?

Eu li o seu primeiro comentário, muito mal educado por sinal, no post sobre Punta Cana. O que você disse lá não foi nada de turismo consciente (o que todos nós defendemos), e sim que era um absurdo alguém pensar em viajar para a República Dominicana enquanto no Haiti o povo está enfrentando a pior tragédia da história recente (e está mesmo).

Você propôs um boicote ao turismo na região em "respeito" e "solidariedade" aos haitianos. O que, na prática, só traz o efeito que não desejamos, que é o de causar ainda mais desemprego e miséria nestes países.

Então, pare com esta retórica de tentar transformar os "sulistas" (expressão carregadíssima de preconceito, igual ao que você combate) no bicho papão do turismo mundial e tome uma atitude prática. Quer ajudar? Pq vc não se alista na Cruz Vermelha???

MANU
MANUPermalinkResponder

Maria Célia, enviei 50 reais para conta do BB que foi passada na Band News. Isso, no momento, é o que posso dar dentro do meu salário(10%) Quiça outros dessem a mesma porcentagem, acredito q o montante estaria bem maior do q foi enviado até agora, não concorda?
Se possível fosse, neste momento, largar meu atual emprego para me alistar, o faria, com certeza. No momento, sou arrimo da família. No entanto já participo de ações solidárias na minha cidade, com apoio do governo local. Mas deixo isto a parte pois como alguém comentou, é piegas. Assim como pode escandalizar alguns q o governo me ajudou a estudar. Sim, pq após a conclusão vou pagar, com certeza. Vc tem muita razão, para mim sulistas são tão somente todos aqueles q moram ao sul da onde nasci, simples assim. Assim como sou nordestina com orgulho. Não tenho PC não, estou na Lan, pois hoje é meu dia de folga...desculpe se incomodei, mas dia parada só na semana q vem...

Rosa
RosaPermalinkResponder

Manu, segue o conselho da nossa ex-ministra do turismo e doutora em sexologia Marta Suplicy: relaxa e goza. Não dá para resolver todos os problemas do mundo, cada um cuidando de si e dos seus já está fazendo a sua parte, tá de bom tamanho. Quem precisa ser sensibilizado e ter atitudes para melhorar a vida da humanidade está bem longe daqui...

Mira
MiraPermalinkResponder

Nào entendi, a tal Manu fez faculdade, tem computador, e pelo visto, tempo para ficar tentando doutrinar o pessoal daqui...não seria parte da burguesia que tanto comenta?
Essa guerrinha de classes é tão passada... essa guerrinha de norte e sul é tão passada...
E ainda mais aqui, tão fora de lugar!

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Uau!Hoje o dia está para stress, mesmo!
Vamos cobrar dos nossos governantes (em todos os niveis) as soluções e espero que de forma eficiente!!!!
E ... vamos continuar trabalhando honestamente para gastarmos o nosso suado $$$$ da melhor forma .... para nós de repente é viajando, conhecendo novas culturas, divulgando isto, para que o mundo que nossos filhos venham a viver seja melhor, assim como nossos filhos sejam pessoas melhores neste mundo!!!!Saudações de paz!!!

Alexandre Giesbrecht

"Vocês sulistas"... "Sofrido povo nordestino"... "Conhecer a burguesia"...
Quanta generalização! Quanto preconceito! Esse papinho de "socialistas x capitalistas" é ainda mais maniqueísta do que a política atual.

Beto Paschoalini

Esse papo tá tão de manhã, tá não?

Rosa
RosaPermalinkResponder

"Plante o bem e tenha certeza de uma boa colheita".
Sinceramente, é tudo o que fazemos aqui. Generosidade, solidariedade, amizade, cooperação, colaboração. Somos todos do bem!!!

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Ai que chata!

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Riq, adorei as fotos! Como a Denise disse, esta cada vez melhor smile
Eu nunca tive vontade de conhecer Itacare, vamos ver se mudo de idéia.

Bjs

Ermesto, o pato

Não vale a pena dar corda para isto. E como trote telefonico, quanto mais voce se irrita, mais o chato se acha o máximo....

Malu
MaluPermalinkResponder

Manu, em Miami,novembro de 2009, peguei um taxi e o motorista era do Haiti.Vc acha que ele estava sendo explorado ou deveria voltar para casa e morrer de fome com sua família? Ele me disse que conseguia mandar 500 dólares por mês para sustentar a família.
Em Setembro 2009, fiquei hospedada no resort da Praia do Forte e os funcionários não se matavam de trabalhar não. Eram todos alimentados, com dentes tratados, falavam o básico de Inglês e sorriam e dançavam e adoravam os turistas.

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

É.. 'não alimentem os trolls' é regra que preciso lembrar de seguir - e nessa brincadeira uma mensagem de um serviço muito bom que encontrei pro jfk já saiu da lista dos coments sad

Pior que eu mesmo cheguei a escrever e novo, mas é melhor deixar prá lá

Tiago
TiagoPermalinkResponder

Ricardo, de uma coisa você não pode reclamar.
Essa discussão que a Manu levantou tá dando um Ibope, né?? rsrs brincadeira
Só dá "com o meu cordial boa noite" no menu comentódromo.
Mas, pera lá, será que esse blog mudou de foco?
Manu, não tem um blog mais apropriado para a discussão que você levantou, não?
Tiago

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Pessoal, ela tá tirando sarro da cara da gente. Usou até a tag #fail em algum dos seus comentário, então também tem twitter. Não respondam que é o que ela mais quer. Deixem pra lá.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Eu tb tô na lan house, o dia inteiro. Sou RYKA, posso pagar lan house razz

Gente, vcs acham que tostines é sequinha pq vende mais ou vende mais pq é sequinha ?

Beto
BetoPermalinkResponder

Dani, detesto Tostines, sequinha ou molhadinha. Meu negócio são umas tuilles aux amandes que saem do forno uma vez por semana numa padariazinha de Lourmarin, lá no Luberão. Saca só http://www.facebook.com/home.php?ref=home#/photo.php?pid=30758195&id=1380348751

valeria
valeriaPermalinkResponder

Gente tô chocada,ela errou de endereço.BJs galera

Sílvia Soares

Ansiosa pela chegada do post sobre o modo roots de ir a Itacaré via Boipeba...eu tenho o maior prazer em passeios roots.Fazer o quê? Esses périplos viram sempre histórias divertidas para recordar, ainda mais porque sempre aparecem uns personagens pitorescos que vc nunca encontraria em uma viagem "fácil".Quanto mais ônibus eu pego e quanto maior o número de paradas, mais eu acho a viagem divertida. Cada louco com sua mania! Por falar nisso, adoro quando cai um de para-quedas (com ou sem hífen) por aqui. O melhor a fazer nesses casos é não contrariar. Vai por mim!

João Pedro D.

Pessoal,
Como amante do turismo e de tudo que existe, sinto o desejo de me expressar. Acredito que o que todos estão fazendo aqui é incrível: por meio de uma comunidade virtual de turismo estão refletindo sobre diferentes assuntos, que vão desde desenvolvimento sustentável a até turismo. Acredito que todos tem um fundo de verdade nos posts que estão escrevendo e que todos trazem um "background" social e econômico diferente e que isso é, afinal, o que faz o nosso país. Só não apoio criticar pessoas tão preocupadas, divertidas e interessantes como Ricardo Freire por explorar o assunto principal do seu website: turismo. É claro, seja na Bahia ou no Haiti, muitas pessoas sofrem em razão do turismo de exploração e isto é causado por pessoas ruins e não capitalistas porcos como muitos pensam. Estes capitalistas porcos são responsáveis por sermos o que somos hoje. E se criticarmos eles, estamos, na realidade nos criticando. Me desculpem pelas minhas opiniões "radicais", mas a verdade é que sempre haverá desigualdade e a única maneira de acabarmos com essa desigualdade é com informação, porque, se soubermos de onde vem tal produto que consumirmos ou qual o impacto socioeconômico na comunidade em relação ao hotel que vamos ficar. Mas não temos o direito de continuar na mediocridade da desinformação e nos considerarmos melhores e os outros não entendem o nosso ponto de vista. A USSR, o Fascismo, o Comunismo e a Ku Klux Klan começaram assim. Reflitam por favor. E a todos os trips que apoiaram o Ricardo e todos que não: parabéns pela discussão...me fizeram pensar à meia-noite. Riq, parabéns pelo blog e por este post. Fui !

Andréia
AndréiaPermalinkResponder

Manu, vc entrou no blog errado, no post errado e na hora errada.

Riq, conta aí no próximo post se passou por Barra Grande/Taipús/Cassange nessa sua trip de Boipeba a Itacaré, please! Estou indo pro Cassange na primeira semana de fevereiro, curtir o sossego da Pousada Terraços Marinhos que vc indicou. Bj!

Ricardo Freire

Deu tempo não, Andréia! Dessa vez o foco da aventura é o deslocamento por ônibus! mrgreen

Andréia
AndréiaPermalinkResponder

By the way, Manu, antes que vc me chame de ricaça desocupada, saiba que ralei muito um ano inteiro pra poder curtir uma semana de merecidas férias na Bahia! No ofense...

Sílvia Soares

Riq, espero que as estradas agora estejam em melhor estado, pq os solavancos dos ônibus deixaram péssimas recordações na minha coluna.Quando fui de Ilhéus a Valença, pulava tanto que eu chegava a sair do banco!

Ricardo Freire

Sem precisar pegar a BR 101 nem o antigo trecho de Travessão a Camamu, a viagem ficou bem mais confortável.

LETICIA  Z
LETICIA ZPermalinkResponder

Ric
Acho q vc deixou todos os comentarios da caps locka aqui!!!Esqueceu de varrer também!
Bjo.

Flávio Z
Flávio ZPermalinkResponder

Ricardo,

Eu e minha namorada conhecemos Itacaré em agosto de 2008 e adoramos. Gostariamos de viajar agora no final de junho para algum lugar parecido: cidade pequena (para fazer tudo a pé e esquecer do carro), belas praias e um pouco de calor (mesmo no inverno).

Tem alguma dica?
Obrigado

Ricardo Freire

Em Jericoacoara o pior das chuvas já deve ter passado.

Tiara
TiaraPermalinkResponder

Olá, Riq!
Gostaria de uma ajuda sua. Eu, meu noivo e um casal de amigos, estamos querendo ir a Itacaré agora em Janeiro, porém temos algumas dúvidas em relação a como irmos. O que vc acha? Estamos pensando em ir de carro, parar em Itaúnas, depois seguir a Abrolhos e depois, Itacaré. Ou, irmos de ônibus ou avião, e alugar um carro por lá.
Nos ajudem, por favor!!
Obrigada.

Ricardo Freire

Só vá de carro se tiver tempo sobrando.

https://www.viajenaviagem.com/2009/07/de-sao-paulo-ao-sul-da-bahia-de-carro/

Tiara
TiaraPermalinkResponder

Estamos planejando sair no dia 02/01 e voltar no dia 16/01. O que vc sugere então?

Ricardo Freire

É pouco tempo. Vão de avião a Ilhéus e saiam de carro alugado do aeroporto.

Tiara
TiaraPermalinkResponder

Podemos ir por Porto Seguro também? Estou achando as passagens para Ilhéus muito caras.

Ricardo Freire

Podem, mas vocês vão perder umas 4/5 horas para ir e outras tantas para voltar. Mas podem encaixar alguns dias na região.

Gabriel
GabrielPermalinkResponder

Ricardo e demais leitores, bom dia a todos.
Estou indo com a minha mulher pra Itacaré no fim de março. To na dúvida entre o Eco Resort e o Village Itacaré. Me recomendaram o Village por ser mais novo e mais perto da praia, mas falaram mal da comida (mt boa no a la carte pago, mas no buffet incluído). Além disso, ainda to mais simpático ao Eco Resort, mas nem sei porque... Alguém me ajuda, por favor. Abs

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar