Frankfurt e Heidelberg pra Marcie

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Frankfurt: o rio Main e o skyline de "Mainhattan"

A Marcie do Abrindo o Bico vai dar um girozinho agora em fevereiro por Alemanha e Polônia. Na Alemanha, os destinos são Frankfurt e Heidelberg -- e todas as dicas são willkomen.

Com pouco tempo em Frankfurt, eu me basearia no sempre bem-feitinho roteiro de 36 horas do New York Times.

Com mais dias, seguiria a Luisa do Arquivo de Viagens, que correu os patrimônios históricos da Unesco nos arredores da cidade, como Trier, Bamberg, Würzburg (para ver o palácio Residenz), o mosteiro de Kloster Maulbronn, a cidadezinha de Speyer e a siderúrgica (!) Völklingen Hütte.

Estive uma vez na cidade em 2006, fazendo a matéria pré-Copa da Alemanha, e achei a cidade bem mais simpática (e compacta) do que imaginava. Fiquei num duas-estrelas ao lado da estação, supercorreto, chamado Excelsior (paguei 50 euros com lauto café e frigobar liberado; mas é porque não havia feira na cidade, senão os preços sobem).

A Heidelberg eu só fui no meu mochilão de... 1985, então estou um pouco desatualizado. O NYT também -- a última matéria é de 2004. Eu começaria pelo site oficial da cidade mesmo, que é bastante bem-feito.

E então? Quem esteve recentemente em Frankfurt ou Heidelberg e queira contribuir para a viagem da Marcie -- à caixa de comentários, bitte!

(Por favor dê dicas aqui só para a parte alemã da viagem. Para dar dicas de Varsóvia e Cracóvia, clique aqui.)

224 comentários

Helena
HelenaPermalinkResponder

Boa tarde! Vou à Europa em outubro e minha chegada será por Frankfurt. Pensei em dormir 2 noites em Frankfurt e depois seguimos para Berlin. Analisei as dicas do NY Times (36 hours in Frankfurt) e estou em dúvida sobre o que fazer no segundo dia: (i) day trip para Heidelberg; ou (ii) alugar um carro e antecipar a ida à Berlin, parando por Dresden. Se optarmos pela day trip à Heildelberg, pensamos em ir de trem à Berlin. O que vcs sugerem? Muito obrigada!

Natalie Soares

Oi, Helena.

Um bate-volta de Frankfurt para Heildelberg pode ser um ótimo programa. A cidade é fofa smile

Você também pode conhecer outras cidades da região ou fazer um tour mais detalhes pelos museus de Frankfurt, se preferir.

http://sundaycooks.com/category/destinos/alemanha/frankfurt/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helena! Não alugue carro para ficar em auto-estrada e entrar em cidades grandes. Carro funciona para percorrer regiões delimitadas, em estradas secundárias, sem entrar em cidades grandes.

Mara Maria
Mara MariaPermalinkResponder

Olá, meu marido e eu estamos indo para a Europa no mês de agosto, ficando 6 dias na Alemanha, 4 dias na Áustria e 5 dias na Suíça. É vantajoso comprar o passe de trem para 15 dias, pois no final do roteiro retornamos à Frankfurt para embarque de volta ao Brasil. Somos idosos e agradecemos a atenção. Escrevi esta mensagem em outra página, mas acho que estava incorreto.
Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mara Maria! Em geral, os passes tendem a ser menos vantajosos do que os bilhetes avulsos. Leia tudo sobre viagens de trem na Europa aqui: https://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa/

Carla Marchesini Taques

Olá pessoal!! Só passando pra agradecer em nome da minha família as dicas de vcs sobre Frankfurt e arredores, li todos os post citados, os quais foram essenciais para nossa maravilhosa viagem. Acatei a sugestão do super Ricardo e ficamos hospedados no hotel Excelsior foi ótima experiência! Muito fácil o acesso a estação Central, basta atravessar a rua!! smile. Trata-se de uma cidade de fácil circulação seja via metrô ou a pé, como Ricardo pontuou é compacta. Ressalto que há elevadores e escadas rolantes nas estações, o que facilita a locomoção dos idosos (minha vozinha de 81 anos foi junto). Vale a pena utilizar o Frankfurt Card, site em português. Heidelberg é um encanto, nossa favorita! Destaco a excelente hospitalidade dos alemães para indicar o caminho dos lugares, plataforma, etc., ninguém de nós falava alemão, apenas o inglês intermediário, o que não nos impediu de termos uma bela viagem. Comprei todos os passes de trens no Brasil via site (BAHN), pois os preços são melhores, dependendo da data existem várias promoções. Qualquer dúvida, estou à disposição para ajudar! Obrigada, abs. Carla

Denise
DenisePermalinkResponder

Olá Carla,
Irei a Alemanha agora em setembro. Ficarei em Frankfurt, em casa de amigos. Além de Heidelberg ( que dá para fazer num bate e volta), quais cidades você indicaria para conhecer? Abs. Denise

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! Colônia, Würzburg, Mainz são outros bate-voltas fáceis. Seus amigos certamente terão outras sugestões de "insiders", vá na deles.

Thadeu
ThadeuPermalinkResponder

Boa noite pessoal!!

Viajarei para Frankfurt no próximo mês e como é a primeira vez que irei para Europa, queria dicas sobre como comprar as passagens de trens e sugestões de hotel.
Ficarei cerca de 08 dias na cidade, quais dicas do que conhecer, podem me ajudar.
Obrigado.

Abs,

Thadeu

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thadeu!

Veja como comprar passagens de trem:
https://www.viajenaviagem.com/2014/08/trem-alemanha-como-comprar-passagem-dicas

Em Frankfurt vale a pena hospedar-se no entorno da estação, como o Europa Life.

Malu
MaluPermalinkResponder

Meu marido ri quando digo que se vendessem o Völklinger Hütte pro ferro velho a cidade (Völklingen) ganharia muito mais do que com as entradas vendidas para as exposicoes.
O negócio é um monstro de ferro velho enferrujado (tá certo, tem história rsrsrs) que foi tombado pela Unesco mas, com o tempo, foi transformando-se por causa das exposicoes magníficas que apresenta. Vale a pena... mas só se vc mora pertinho, como eu, a menos de 40 minutos. Mas incluí-lo num roteiro de viagem apertado, eu nao incluiria, nao vale a pena.
Nao contem pra ninguém, só aqui entre nós, mas nem a cidadezinha de Völklingen vale a pena visitar, é feinha e sem graca, coitada.
Aqui a "pérola" da Saarland (nosso estado):

http://www.voelklinger-huette.org/de/weltkulturerbe-voelklinger-huette/die-voelklinger-huette-im-360-grad-panorama/

Paulo
PauloPermalinkResponder

Olá. Quero parabenizar seu site pelas otimas dicas que tenho conseguido por aqui. Agora eu e minha mulher (66/42 anos) vamos passar 14 dias na Alemanha em maio, chegando e saindo por Frankfurt. Queríamos dica de roteiro. Pode me mandar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Não fazemos roteiros personalizados. Monte uma base e assim podemos dar nossas sugestões. smile

Para ajudar a montar o roteiro, veja:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa
https://www.viajenaviagem.com/destino/berlim/
https://www.viajenaviagem.com/destino/frankfurt

Clara
ClaraPermalinkResponder

Olá, este site é maravilhoso. Eu e meu marido só viajamos e fazemos o nosso roteiro depois de ler e reler todas as suas dicas. mas, agora, estamos com uma dúvida. Vamos viajar ,em agosto, com chegada e volta por Frankfurt. Vamos passar 13 dias. Queremos fazer a rota romântica, conhecer Munique e ainda Amsterdã e Bruges. Estamos na dúvida se é melhor começar por cima do mapa e chegar a Bruges ou se é melhor começar por baixo e ir até Munique. Pensamos em alugar um carro. Tem alguma sugestão pra gente???? Muitíssimo obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clara! O ideal teria sido ter comprado uma passagem com ida a Munique e volta desde Amsterdã, ou vice-versa.

https://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum

Um jeito de resolver o roteiro é dormir a primeira noite em Frankfurt (para não pegar estrada logo depois de um vôo exaustivo), pegar um carro e fazer a Rota Romântica, com um pernoite em Rothenburg-ob-der-Tauber e outro em Füssen, seguindo a Garmisch-Partenkirschen e devolvendo o carro ao chegar em Munique. De Munique dá para fazer um bate-volta a Salzburg com o Bayern Ticket. Voem de Munique a Amsterdã, de lá vão de trem a Bruges ou Bruxelas, de lá a Colônia e então a Frankfurt.

Clara
ClaraPermalinkResponder

Vocês são massa mesmo!!!!!! Vida longa e viagens ainda mais arretadas pra vocês!!!!!

Paula
PaulaPermalinkResponder

Vou para a croacia em agosto e o voo será da Lufthansa, aproveitando a conexão, fico 3 dias em frankfurt ou Munique?

Obrigada
Paula

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! O verão é uma época boa para visitar as duas; não há escolha errada. Talvez Munique dê um gostinho maior de Alemanha smile

Paula
PaulaPermalinkResponder

Obrigada
Paula

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Olá! Parabéns pelo site!! Super completo e com dicas essenciais para quem vai para Europa pela primeira vez e está meio confusa com o roteiro...

Daqui 3 semanas viajarei para Alemanha. A chegada será em Frankfurt, mas irei direto para Berlim, Munique, depois retorno para Frankfurt onde ficarei por 4 dias e mais 4 dias em Colônia para uma feira. Lendo - quase - todos os comentários sobre Frankfurt, já vi que o ideal é, além de reservar um dia para conhecer o centro histórico, museus e outros pontos turísticos da cidade, vale sair para conhecer as cidadezinhas próximas que parecem realmente encantadoras e que é possível fazer bate-volta. Porém, minha dúvida é em relação a ida e volta, pois alugar um carro não está nos planos. Para conhecer essas cidades pequenas, é possível fazer todo o passeio de trem? Será que consigo conhecer as mais indicadas em 1 dia? Digo em um dia para poder sair cedo de Frankfurt e voltar a noite. E, ainda, qual seria a rota mais fácil? Por qual cidade começar? Heidelberg?

Muito obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maíra! Para evitar o stress da conexão entre o seu vôo de chegada e o próximo trem, durma a primeira noite em Frankfurt. Nessa tarde você já mata o centro histórico smile

Alugue um carro ao sair de Munique para fazer a Rota Romântica; inclua um pernoite em Rothenburg e devolva o carro ao chegar em Frankfurt.

De Frankfurt, faça o bate-volta a Heidelberg de trem.

Thaine
ThainePermalinkResponder

Oi pessoal, primeiro e, mais uma vez, deve dizer que amo vcs e o viajenaviagem! Estarei voltando de um pequeno intercâmbio em Malta e meu voo será até Veneza, onde ficarei apenas um dia e pegarei um trem noturno até Munique (pelo que vi o avião não está compensando nesse trecho, mas ainda estou em dúvida de como ir) e a partir daí começará minha aventura pela Alemanha, sendo que depois farei Amsterdam e Bruxelas e Bruges. Terei do dia 11/05 ao dia 18/05 pela Alemanha e dividi as datas da seguinte forma: 11/05 e 12/05 (Munique, com a intenção de ir a Fussen nesse dia); 13/05 e 14/05 Rota Romantica de carro com intenção de entregá-lo em Frankfurt, dormindo em Rothenburg e em outra cidade que ainda nem tenho ideia e aí começam minhas dúvidas...pensei em um primeiro momento ficar 15 e 16/05 em Frankfurt e visitar Heidelberg, mas depois vi que Frankfurt talvez não me atraia tanto, dando para fazer outro daytrip nas proximidades, mas não sei qual cidade... li também um post indicado aqui sobre o Vale do Reno e também achei interessantíssimo, resultado...não sei o que seria ideal para esses dois dias e em que cidade me hospedar...me ajudem, please!...Bem, depois ficarei em Berlim 17 e 18/05 (gostaria de ficar mais um diazinho, mas não vejo como), e aí seguirei para Amsterdam (19 e 20/05) e Bélgica (Bruxelas 21/05; Bruges 22/05, 23/05 a noite Bruxelas para retornar para o Brasil)..pessoal, que acham...me dêem uma luz!!! Sei que está um pouco puxado, mas sou uma pessoa que aproveita muito bem meu tempo, saí cedo e só volta de noite...aceito sugestões!! Obrigadinhaaaaa

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thaine! Sua viagem está muito picada, você não vai aproveitar nada.

Comece por este post:
https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Sinceramente, acho que vc deveria tirar Berlim dessa viagem. É uma logística bem complicada sair de Heidelberg para Berlim para ficar apenas dois dias e já partir para Amsterdã. Vc vai passar mais tempo em aeroporto do que aproveitando a região. Os trajetos de carro tb estão bem corridos como a Bóia falou, mas pelo menos vc curte o trajeto. De avião é só dor de cabeça.

Se eu fosse vc, faria a região da Bavária (com base em Munique) com mais dias e já partia para Amsterdã. Infelizmente, não dá pra fazer tudo em uma única viagem. Temos que nos conformar com isso.

Natália
NatáliaPermalinkResponder

Vou com meu marido, a avó e a mãe dele em maio para a Alemanha. Alugaremos um carro desde o primeiro dia. A principio faremos Munique (01 a 06 de maio, fazendo bate e volta para os castelos), Stuttgart (06 a 08 de maio, fazendo bate e volta para Bissingen), Heidelberg (08 a 10 de maio), Colonia (10 a 14 de maio, fazendo bate e volta para Vallendar onde tem um santuário) e voltamos para o Brasil por Frankfurt.

Com esse roteiro não teremos nenhum dia para Frankfurt. Vale a pena ficar em Heidelberg 2 dias ou ficamos em Frankfurt e fazemos bate-volta de lá?

Obrigada

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Se não sobrar tempo para Frankfurt não se lamente (nem tire dias que vc aproveitaria em outro lugar). A cidade até tem atrações mas nada demais. É basicamente um centro financeiro. Talvez, a depender do horário do seu vôo, vc pode voltar mais cedo e dar uma volta em Frankfurt, mas acho a logística meio complicada (por conta do carro, principalmente).

Natália
NatáliaPermalinkResponder

Obrigada Thiago!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalia! O maior problema do seu roteiro é estar de carro em cidades grandes. Estando numa cidade grande, é muito mais confortável fazer bate-voltas de trem, mesmo com senhoras de idade. O carro é mais recomendável para viagens pelo interior, em regiões como Floresta Negra e Rota Romântica.

Natália
NatáliaPermalinkResponder

Obrigada Boia!

Thaine
ThainePermalinkResponder

Obrigada pessoal pela imensa ajuda, mas talvez prefira tirar Frankfurt do meu roteiro e usá-la só como base para ir até Berlim e incluir mais dias em Berlim para ficar mais tranquilo, já que farei a Rota Romântica em sentido contrário e terei que subir de qualquer jeito. Valeu!!!

Terezinha Guimaraes Andrade

Vou para Munique em setembro. Gostaria de fazer a rota romântica e vejo em quase todos comentários que o melhor a fazer é de carro. Não gosto muito de dirigir e principalmente em autoestradas acho stressante , porisso pensei em ir de trem até Wurzburg , pernoitar lá,de lá alugar um carro ir até Rothemburg e pernoitar por lá. Pensei em seguir de carro até Fussen, pernoitar por lá e pegar um trem de lá para retornar à Munique. Ou não ir a Fussen de carro e entregar em Rothembourg e pegar um trem e retornar à Munique.
Sei também que existe um ônibus Romantic Road Coach mas não sei se faz esse trajeto a partir de Munique.
O que pode me aconselhar. Agradeço desde já

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Terezinha! O ônibus não vale a pena. Não acredito que você consiga entregar carro em Rothenburg ou Füssen, são cidades muito pequenas para terem locadora. Würzburg para visitar o palácio Residenz e duas noites em Rothenburg são o filé da Rota (nenhuma das cidadezinhas vai ser mais encantadora que Rothenburg). Fazer a 'estrada romântica' inteira é uma experiência que só compensa mesmo se você gostar de dirigir.

Giselle Holanda Canuto

Irei passar 10 dias na Alemanha e Áustria (em agosto), com meu marido e meu filho (3 anos) chegando por Frankfurt e saindo por Viena. Queria fazer a rota romântica, mas estou em duvida em quais cidades devo pernoitar, quantos dias ficar em cada cidade e se devo pegar carro. Boia... me dá umas dicas iniciais... o resto pego nos post. Muito obrigada!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giselle! O Ricardo Freire recomenda uma noite em Würburg para visitar a Residenz e duas noites em Rothenburg. Dá para fazer de trem. Alugue um carro apenas se você quiser entrar em todas as cidades da rota.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar