Frankfurt e Heidelberg pra Marcie

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Frankfurt: o rio Main e o skyline de "Mainhattan"

A Marcie do Abrindo o Bico vai dar um girozinho agora em fevereiro por Alemanha e Polônia. Na Alemanha, os destinos são Frankfurt e Heidelberg -- e todas as dicas são willkomen.

Com pouco tempo em Frankfurt, eu me basearia no sempre bem-feitinho roteiro de 36 horas do New York Times.

Com mais dias, seguiria a Luisa do Arquivo de Viagens, que correu os patrimônios históricos da Unesco nos arredores da cidade, como Trier, Bamberg, Würzburg (para ver o palácio Residenz), o mosteiro de Kloster Maulbronn, a cidadezinha de Speyer e a siderúrgica (!) Völklingen Hütte.

Estive uma vez na cidade em 2006, fazendo a matéria pré-Copa da Alemanha, e achei a cidade bem mais simpática (e compacta) do que imaginava. Fiquei num duas-estrelas ao lado da estação, supercorreto, chamado Excelsior (paguei 50 euros com lauto café e frigobar liberado; mas é porque não havia feira na cidade, senão os preços sobem).

A Heidelberg eu só fui no meu mochilão de... 1985, então estou um pouco desatualizado. O NYT também -- a última matéria é de 2004. Eu começaria pelo site oficial da cidade mesmo, que é bastante bem-feito.

E então? Quem esteve recentemente em Frankfurt ou Heidelberg e queira contribuir para a viagem da Marcie -- à caixa de comentários, bitte!

(Por favor dê dicas aqui só para a parte alemã da viagem. Para dar dicas de Varsóvia e Cracóvia, clique aqui.)

224 comentários

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Bem, eu já pousei trocentas vezes em Frankfurt, mas nunca fui na cidade, então não faço idéia do que fazer lá. É que é uma cidade grande, mas perto de taaaaaaaaantas jóias de cidades pequeninas alemãs, que eu nunca animei.
Por perto, tem as tetéias que a Luíza falou, além de uma parte linda da Rota Romântica, e a fofa Bamberg - tombada pela UNESCO, com impecável bom gosto, é uma cidade em cima de um rio, que tem até uma ilhinha de Saint Louis, residências fantásticas de bispos votadores do Sacro Império Germânico, e uma igreja/abadia no alto do morro liiiiinda. Vale muito a pena.
Em Heildelberg, eu fiquei num hotel que eu não recomendo, super simples. Mas a cidade é lindinha, universitária, com um castelo liiiiindo no alto, que vale muito a visita - tem uma das vistas mais lindas que eu já vi. O castelão do alto é também tombado pela UNESCO, mas tem outro do outro lado do rio (que eu não tive tempo de ir), o centrinho é delicioso de passear a pé, com várias ruas só pra pedestres, e tem um certo arzinho de Praga. Recomendo!

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

PS: já deu pra perceber que eu sou louca com essa parte da Alemanha, né?

gabriel
gabrielPermalinkResponder

Oi Dani

Estou exatamente em Frankfurt em um hotel e acabei de chegar de uma feira no messe agora estava procurando alguma coisa para fazer: visitar um shooping um restaurante sei la alguma coisa do genero, como li q vc e louca por esta parte do mundo sabe alguma coisa legal para se fazer w

Obriado

Gabriel

Patricia - Turomaquia

O Castelo de heidelberg é imperdível, e eu tomaria uma sopa de batatas no restaurante do próprio castelo.

Francisco
FranciscoPermalinkResponder

Sou leitor contumaz deste site,apesar de nunca ter postado;trata-se de um dos mais informativos e bem escritos em toda a internet;parabéns ao Ricardo Freire.como acabei e voltar de uma viagem à Europa,passando por essa região,inclusive uasndo várias sugestões do site(Berlin,principalmente),mando minhas impressões.Quanto a Frankfurt,nada a dizer,porque só peguei o carro no aeroporto e rumei para Heidelberg,aonde fiquei por 3 dias no hotel Europäischer Hof,muito confortável e bem localizado,próximo à área de pedestres de Heidelberg.Esta área é interessante para andar,com várias opções de compras,e a visita ao castelo,que tem uma parte medieval em ruinas e outra parte renascentista bem preservada pode ser feita de funicular(comprar o bilhete dá direito a entrar nos jardins e área externa do castelo),ou subindo uma escadaria(parece que +/- 350 degraus).A vista do rio Neckar e da cidade é muito bonita,mas o interior do castelo,pelo menos neta época do ano,só com visita guiada,que é espaçada nesta época.Como a próxima visita demoraria 1:30 para começar e o frio estava tremendo,infelizmente desistimos.Na região, se tiver carro,vale dirigir pela Burgstrasse(estrada dos castelos),que margeia o rio Neckar e tem vistas bonitas;uma cidade que merece uma parada é Bad Wimpfen,com uma parte medieval e arquitetura típica alemã,que fica +/- a 40-45 kms de Heidelberg,e que pode ser acessada facilmente por trem também.Finalmente,dizer quee Rothenburg ob der Tauber é uma linda cidadezinha medieval bem preservada,a +/- 1:30 de carro de Heidelberg,que merece muito a visita.Wurzburg é perto de Rothenburg(60 kms) e tem o Residenz,que merece uma visita também.Desculpem pelos longos comentários.Se houver alguam dúvida mais específica,perguntem!

http://www.europaeischerhof.com/2005eng/willkommen/i_willkommen.htm

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Não conheci Frankfurt. Fiquei em Miltenberg, lá perto. Muito bonitinha a cidade, bem tradicional mesmo, com um centrinho turístico. Fiquei em casa de amigos por isso não sei indicar hoteis... Mas acho que vale a pena conhecer.

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Miltenberg é fofa! Aliás, um monte de cidades por ali, especialmente as no vale do rio Neckar, são fofas. Vale a pena alugar um carro e brincar de ir parando...

gabriela diniz

Estou de passagem comprada para uma "escapada" de fim de semana entre Frankfurt e Heidelberg em Maio, pegando carona no hotel do marido que tá indo com um grupo de amigos "spotters" daqui de Barcelona! Amei encontrar algo de info aqui. Voltarei com comentários, então. Abraços.

Angie
AngiePermalinkResponder

Oi Marcie!

A parte mais bonitinha e típica alema de Frankfurt é o Römerberg (nao pode deixar de visitar!). Outra dica legal, distante 200 m da ópera (que também vale uma visita) é uma visita ao bar 22nd Lounge e Bar (fica no Hotel Innside by Meliá Frankfurt Eurotheum, Neue Mainzer Straße 66-68). O bar fica no 22 andar (como já diz o nome) e tem uma vista maravilhosa da cidade do alto. Ele só abre as 18h (domingo e feriados está fechado) e se você viajar no inverno esse horário já vai estar noite. Mas mesmo assim vale a pena, pois dá para ter uma visao legal dos arranha-céus de Frankfurt todos iluminados (cartao postal da cidade!)
Outras dicas aqui:
http://joaninhabacana.blogspot.com/2009/03/visitando-frankfurt-parte-ii.html

e aqui
http://joaninhabacana.blogspot.com/search/label/Alemanha%20-%20Frankfurt

Beijos, e boa viagem pra voce!!!
Angie

Oscar (mauoscar.wordpress.com)

Oi Marcie, Morei na Alemanha por um tempo.
Bem eu nao sei quanto tempo voce vai passar lá, mas eu sinceramente falando nao recomendo Frankfurt se voce deseja conhecer a Alemanha de Verdade. Tudo bem Frankfurt até uma cidade legal, bastante cosmopolita, mas ali pertinho caso voce possa alugar um carro o que recomendo muito, pois nao existe coisa melhor no mundo que dirigir numa Autobahn ou disposta a pegar um trem tem outras cidades digamos bem mais interessantes, como o pessoal comentou Wurzburg tem um Castelo bem legal, no caminho para lá voce ainda pode dar uma passada em Wertheim, cidade bem bonitinha tambem, se tiver tempo nao deixe de visitar o Glas Museum e o Castelo lá. Ali perto está Rothenburg Ob der Tauber, uma cidade que parece ser Natal o ano todo, mas atualmente muito turistica.
Se voce procura encontrar um lugar com cara de Alemanha mesmo eu sugiro voce conhecer Schwabische Hall, na minha opiniao a cidade mais alema da Alemanha.
De Schwabische Hall voce pode seguir até Sinsheim, o museu lá e bem legal é o unico museu do mundo que tem um Concord e um Tuplev Tu144 Russo e voce pode entrar dentro dos avioes e tudo, ainda nesse museu voce vai ver milhares de carros, trens, avioes. etc..
Dali voce segue até Heidelberg, o pessoal ja deu dicas boas de lá, mas bem pertinho de Heidelberg fica um Castelo bem bonito que vale a pena visitar tambem em Schwetzingen.

Ate coloquei no googlemaps todo esse roteiro deu menos de 500 Km, viajando nas auto-estradas voce faz esse roteiro em 4-5 horas brincando.

http://maps.google.com/maps?f=d&source=s_d&saddr=Frankfurt&daddr=Wertheim+am+Main,+Main-Tauber-Kreis,+Baden-W%C3%BCrttemberg,+Germany+to:Wurzburg+to:Rothenburg+ob+der+Tauber+to:Schw%C3%A4bisch+Hall,+Baden-W%C3%BCrttemberg,+Germany+to:Sinsheim+to:Heidelberg+to:Schwetzingen+to:Frankfurt&hl=en&geocode=FRik_AIdOnSEACnFlnBHbwm9RzEAxrApUEMiBA%3BFdNB9wIdpzmRAClTR9dEeaWiRzHPFcCBm2e2DA%3BFdDM9wIdQXuXACnZTdoSIJCiRzGgCWLwKLcdBA%3BFZh88QId4U-bACk3_23w_Y6YRzHA9bW-MtoeBA%3BFcVf7QId8qGUACmfXhDVb1CYRzEgdAmNPP0fBA%3BFa6J7wIdUH2HACnb9d9_nJGXRzEk6B0idqpBow%3BFUnQ8QIdL3OEACnN3MwOBcGXRzHXOiREAOrm7w%3BFSuV8QIdy8-CACn1-do88seXRzE-2VkuSLrtkw%3BFRik_AIdOnSEACnFlnBHbwm9RzEAxrApUEMiBA&mra=pe&mrcr=3,4&sll=49.993615,9.272461&sspn=2.64159,9.832764&ie=UTF8&ll=49.539469,9.354858&spn=1.333189,4.916382&z=8

Se precisar de mais dicas so entrar em contato comigo.
Infelizmente naquela epoca nao tinha meu Blog ainda!!

Marcie
MarciePermalinkResponder

A idéia é mesmo só usar Frankfurt como base, e alugar um carro para sair por aí.
Obrigada pelas dicas, anotadíssimas.

Oscar (mauoscar.wordpress.com)

Marcie

No site da Deutsche Welle existem diversas matérias sobre cidades da Alemanha, vale a pena conferir maior parte esta em Alemao e Ingles mas tem bastante material em portugues como esses sobre Heidelberg!!

http://dwelle.de/dw/article/0,,4454046,00.html
http://dwelle.de/dw/article/0,,1098470,00.html

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Tambem estive na Frankfurt pre Copa (fevereiro de 2006) e tambem me surpreendi muito positivamente com a cidade. Apesar do frio intenso, minhas lembrancas de la tem sol e ceu azul, atravessando o Main de la pra ca, me embrenhando no Romerberg. Ja Heidelberg, infelizmente, nao conheci.

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Marcie, não conheço Heidelberg e em Frankfurt só estive de passagem, mas se você tiver tempo não deixe de ir a Rothenburg ob der Tauber, que é linda. É uma cidade medieval toda murada que parece parada no tempo. Recomendo o Hotel Spitzweg ( http://www.hotel-spitzweg.de ), que pertence a um senhor alemão muito simpático e onde você se sente dormindo em um daqueles castelos medievais. Você ainda pode dar uma passadinha por Wuzburg, que fica no caminho. Ambas as cidades ficam na rota romântica alemã, que é sensacional.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Trips e querido comandante: vocês são o máximo. Muito obrigada pelas dicas. …lol…

Lu
LuPermalinkResponder

Oi, Marcie,
Já que Frankfurt vai ser a base, se quiser dê uma olhadinha no post do VnV sobre a minha viagem à Alemanha - https://www.viajenaviagem.com/2009/10/o-viajao-da-lu-baviera-alsacia-rota-romantica-e-berlim-com-uma-passadinha-antes-no-douro/
Qq coisa a mais que eu possa ajudar, me fala.
Bjs, e até abril!! Oops, esqueci: em março, a gente se vê!!
Boa viagem,
Lu

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Obrigada, Riq, pela indicaçao!

Marcie, eu nao sei como estarà a sua di$ponibilidade, nem com quem vc viaja, mas... caso esteja a fim de gastar um pouco mais com uma hospedagem bem romantica, recomendo muitissimo o Schlosshotel Kronenberg ( http://www.schlosshotel-kronenberg.de ), localizado numa cidadezinha logo na "periferia" de Frankfurt. Puro charme!

Paulo Torres
Paulo TorresPermalinkResponder

Na Copa do Mundo de 2006, iniciei minha viagem por Frankfurt, e adorei a cidade. Há muitos bons museus às margens do Main, o Römer é imperdível (a praça central da cidade, que no verão fica cheia de mesas e turistas, tem prédios dos séculos XVI e XVII emoldurados por arranha-céus modernos), e a "Zeil" é a rua de comércio mais alemã da Alemanha, com barraquinhas de salsichões no meio do calçadão e lojas de departamento com restaurantes no terraço. Vale investir ao menos uma tarde para uma caminhada pela cidade.

(E talvez eu tenha ficado meio impressionado demais por ser Frankfurt a primeira cidade da minha primeira viagem internacional.)

Fiquei lá no Astoria Hotel, em frente ao centro de convenções da cidade, a uns 600 metros da estação ferroviária, que é confortável e tem preços bastante honestos quando não está acontecendo nenhuma feira lá no Frankfurt-Messe: http://www.astoria-hotels.com

Adriana Fernandes

Oi Marcie, Frankfurt é muito legal, mas não é tão alemã assim, é uma grande cidade da Europa ... para você vivenciar um pouco melhor a Alemanha vá para Bamberg. É lindíssima, patrimônio da Unesco, com muitas edificações antigas preservadas. Os passeios são quase todos a pé mesmo, você nem vai gastar tanto. Gute Reise und viel Spass!

Márcio Cabral de Moura

Se está valendo Speyer (muito bonita, diga-se de passagem), que fica a 109 km de Frankfurt am Main (lembrando que na Alemanha tem uma outra Frankfurt - an der Oder -, que fica quase na fronteira com a polônia), então está valendo Bingen am Rhein, que fica a 74 km de Frankfurt.

Além de ser bem bonita, Bingen é o local ideal para se iniciar um passeio pelo Reno, indo até Koblenz (é nesse trecho que se encontra a maior parte dos castelos do Reno).

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Oscar, adorei as dicas estou indo para frankfurt dia 07/04 e vou fazer o seu roteiro de carro com meu marido,programamos o primeiro pernoite em Rothenburg htl spitzweg e o segundo pernoite pensamos em fazer em heilderberg vc sugere algum hotel este sugerido pelo Francisco é maravilhoso mas um pouco caro.
Obrigada,
Cláudia

Oscar
OscarPermalinkResponder

Claudia na verdade nunca me hospedei em Heidelberg boa parte das cidades que conheci na Alemanha foi quando Morava lá em Freiburg as outras vezes ainda como estudante ficava nos albergues da juventude mesmo, que diga se de passagem são excelentes na Alemanha.
A ultima vez que estive na Alemanha em Out do Ano passado fiquei em hotéis da rede mercure e ramada todos tinham uma boa relação custo beneficio. Reservamos pelo site www.hotelclub.com.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Estou precisando de opiniões sobre um voo que estou querendo pegar.

Seguindo a sugestão do Riq, estou tentando ir para a Provence num voo que sai de Praga e chega em Marseille.

O problema é que a opção com melhor preço tem uma conexão de apenas 55 minutos em Frankfurt. Outra alternativa com conexão de 2 horas está saindo o dobro do preço.

Por isso, queria saber de quem já fez conexão em Frakfurt se esse tempo é razoável, pois já vi que o aeroporto é gigantesco. No meu caso, pelo menos, o voo vindo e Praga e o que vai para Marseille chegam e saem do Terminal 1.

Além disso, eu acredito que não terei que fazer nenhum procedimento de imigração na Alemanha, basta sair do avião e correr para o outro Portão, certo?

Ricardo Freire

Acredito que sim. Mesmo se o avião estiver no horário, 55 minutos é bem apertado pro transporte de malas... acho bem grande o risco de suas malas chegarem num vôo mais tarde.

Caso os dois vôos estejam vinculados, você tem a segurança de, em caso de atraso, ser posto num vôo posterior. Descubra quantos vôos mais Frankfurt-Marselha tem nesse dia e calcule a sua probabilidade de precisar ficar em Frankfurt esta noite ou não...

Hugo
HugoPermalinkResponder

Riq, eu realmente achava que era apertado mas estava tentando me convencer do contrário smile . Mas pelo seu comentário é evidente que o risco de perder o voo ou as malas é muito grande.

Vou fazer buscas em outros voos para ver se encontro algo melhor. Também vou olhar voos para Nice que também é um bom destino.

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Riq,

Estou palnejando conhecer o sul da Alemanha. Você acha que o roteiro abaixo está muito puxado ou dá pra fazer?

1 – FRAnkfurt
2 – FRA / HEIDELBERG / SPEYER (118 km)
3 - SPEYER / BADEN-BADEN / STRASSBURG (França) (215 km)
4 - STRASSBURG (França) / Floresta Negra / FRIBURGO (185 km)
5 - FRIBURGO / TITISEE (lago)/ CONSTANZA (129 km)
6 - CONSTANZA / MEERBURG / LINDAU / BREGENZ (Áustria) (57 km)
7 - BREGENZ / Neuschwan¬stein / FUSSEN (107 km)
8 – FUSSEN / GARMISH PART.(Zugspitze) / OBERAMMERGAU / MUNICH (174 km)
9 - MUNICH
10 – MUNICH
11 – MUNICH / NORDLINGEN / DINKELSBUHL / ROTHENBURG (219 Km)
12 – ROTHENBURG / BAMBERG (103 km)
13 – BAMBERG / WURZBURG / FRA (216 km)
14 – FRAnkfurt
15 – FRA / COLonia / FRA (trem)
16 – FRA (aeroporto)

Abraços.

Fernando

Ricardo Freire

Não é o tipo de viagem que me entusiasma, Fernando. Trocar todo dia de cidade é complicado, e os procedimentos de chegada e saída do hotel tomam tempo e energia que fazem falta.

Eu prefiro planejar bases onde fique pelo menos dois dias (três ou quatro seria ainda melhor), fazendo itinerários circulares.

Anna Francisca

Trips,

Preciso de dicas do tipo "O que fazer em Frankfurt em 7 horas". Lembram-se daquele post sobre a amiga do Riq e das 7 horas em São Paulo? Pois é isso. Li todos esses comentários aqui e todos descartaram a cidade. Chego ao aeroporto de manhã cedo e só embarco à noite. Tenho fuçado, lido, vasculhado e nada encontrei. Começo pegando o metrô para...
Obrigada,
Anna Francisca

oscar
oscarPermalinkResponder

Anna Francisca.
Em 7 horas voce vai ter tempo suficiente para curtir um pouco da cidade. Voce pega o metro em direcao a estacao central (hauptbanhof) de la voce tendo um mapa na mao consegue visitar as principais atracoes da cidade, nesse tempo relativamente restrito, voce deveria se concentrar na regiao central da cidade, visitando a regiao do Romerplatz, a Catedral de Frankfurt, a Prefeitura, a margem do Rio Main. No meu Blog tem meu relato de minha ultima visita a cidade em Outubro do Ano passado. http://mauoscar.com/2009/11/03/frankfurt-am-main/
Prescisando mais alguma coisa entre em contato

Anna Francisca

Oscar, muito obrigada. Estou indo lá copiar as dicas.
Riq,
Parto 2ª feira, se o vulcão não atrapalhar, para Londres, Budapeste, Viena, Praga e Berlim (repare que na ordem recomendada) e volto por Frankfurt. Todas as dicas coletas foram pegas aqui e nos blogs das/dos trips. Meu falso moleskine tem mais endereços de "imbiss" do que serei capaz de comprovar. Voltando, dou um feedback. Agradeço a todos. No momento, só ficaram faltando...os euros.
Anna Francisca

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Anna, vi o seu post e lembrei que no ano passado eu estava planejando Praga e Budapeste e nos falamos por aqui. Se não me engano vc estava indo com a sua irmã. Depois conta como foi...na minha viagem deu tudo muito certo. Espero que na sua também!

Carol Garcia
Carol GarciaPermalinkResponder

oi Riq,
conhece algum trip que tenha ido com criança pra alemanha?
surgiu oportunidade. a base seria Dusseldorf.
bjo
Carol
viajandonamaternidade.blogspot.com

Fatima
FatimaPermalinkResponder

Olá Ricardo,

Também pretendo conhecer o Sul da Alemanha como o Fernando de Frankfurt até Munique, passando por Heidelberg, Freiburg e Fussen. Tenho 12 dias para fazer todo esse percurso, mas não gosto de ficar pulando de hotel também.Quais as cidades que você aconselha a fixar como base? Abraços, Fátima

Ricardo Freire

Em roteiros que eu não estudei eu costumo apenas recomendar que se monte bases (isso você já descobriu) e que simule os trajetos no http://www.viamichelin.com . Você está na direção certa. Faça isso, pesquise sobre o que encontrar e você vai desenhar uma linda viagem.

Oscar
OscarPermalinkResponder

Fatima
Se voce tem 12 dias para fazer o Sul da Alemanha, acho que voce poderia escolher 3 ou 4 cidades Bases.
Eu Escolheria Frankfurt já que seu voo pelo visto chega ou parte dali e ali perto visitaria Heidelberg, Castelo de Schwetzingen, Marburg, Darmstadt entre outros lugares. Da ate mesmo para dar um pulo em Strassbourg na França.

Freiburg também seria uma otima pedida,além da cidade ser linda (Suspeito em Falar morei la por 1 ano e meio) dali voce pode visitar varias cidadezinhas bem interessantes da Floresta Negra como Triberg (Cidade dos Relógios Cucos) por exemplo. E ainda o ponto mais alto da floresta negra o Feldberg e o famoso Titisee. Em uma distancia razoavel ainda esta Basel na Suiça e até mesmo o Lago de Constança.

Munique é uma cidade linda e com otima infra-estrutura turistica e seria uma outra excelente cidade base. Dali voce consegue ir a Fussen, Oberammergau, Garmisch Partenkirche entre outras cidadezinhas lindas dos Alpes Bavaros. Dá até mesmo para dar um pulinho em Innsbruck.
Fica um pouquinho mais longe, mas se voce gosta de paisagens naturais e história como eu não tem lugar mais bonito na Alemanha que o Parque Nacional de Berchtesgaden bem próximo a Salzburg na Austria. Ele é o único parque nacional alemão e onde Hitler construiu o Ninho da Aguia ou Adler Nest e dali em menos de 30 km voce está na terra natal de Mozart. recomendo muito!!
Infelizmente nessa fase Alemanha tinha apenas um pequeno diario. Ainda não fazia parte da blogosfera.

Minhas ultimas 2 idas a Alemanha desde então sempre foram digamos que super corridas. Mas mesmo assim sempre matando a saudade dos velhos lugares e conhecendo outros novos.

Se precisares de alguma outra dica ou sugestão so entrar em contato.
Abraço

Luiz Mauro
Luiz MauroPermalinkResponder

Oscar,

Vc tem alguma dica para um roteiro de 4 ou 5 dias saindo de Frankfurt passando por Munique e chegando até o parque Berchtesgaden e depois voltando para Frankfurt? Vc acha q vale a pena esse percurso?

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Fatima, além das excelentes dicas do Oscar, que é um especialista na região. Eu não deixaria de visitar Rothenburg-ob-der-Tauber, que é uma cidade linda no meio da rota romântica e ainda pode servir de base para se conhecer outras cidades maravilhosas, como Bamberg, Nuremberg, Wurzburg, Dikensbuhl e Nordlingen.
Como você pode ver, opções são o que não faltam para os seus 12 dias. Boa sorte!

Oscar
OscarPermalinkResponder

Fatima, essas dicas do Alessandro também são otimas, como voce pode ver opçoes não faltam na região. Se optares fazer essa região mais ao norte da Bavaria, recomendaria como Base Nuremberg, ali perto voce pode visitar todas essas cidades que o Alessandro recomendou além de Bayreuth. Rothenburg ob der Tauber é uma cidadezinha medieval murada encantadora, no entanto um pouco turistica de mais. Se fores até lá prefira ir durante semana.

Outra cidade Base interessante seria Stuttgart, bem primeiramente por ser a capital do estado de Baden Wurtemberg, sede mundial da Porsche e Mercedes com museus excelentes. Mas ali perto também vale a pena visitar seus castelos como o do centro da cidade, o Solitude e o castelo dos Hohenzollern em Hechingen a cerca de 60 Km ao sul de Stuttgart e a cidade Universitária de Tübingen.
Uma recomendaçao pessoal seria Schwäbisch Hall que apesar de seus 90 km de Stuttgart e 120 Km de Distancia de Nuremberg é a cidade mais "germanica"da alemanha que eu conheço a arquitetura da cidade é linda quase toda em estilo enxaimel.

Se fores de carro de Stuttgart para Munique, voce irá passar por Ulm a cidade natal de Albert Einstein, vale a pena pelo menos conhecer a catedral da cidade, que tem a torre de Igreja mais alta do mundo e o seu entorno, a cidade é cortada pelo Rio Danúbio e a agua é limpissima, até ja tomei banho de rio lá. Rs
Como voce pode ver os 12 dias vão estar cheios de coisas para conhecer!! Vc tem que pesquisar e escolher aquilo que mais te interessa, voce pode focar em história, arquitetura, paisagens, enfim...
No meu Blog tenho alguns posts do Sul da Alemanha, mas infelizmente estão sem foto. http://mauoscar.com/indice/
Uma hora dessas que tiver um tempinho vou la arrumar isso!!
Abraço

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Oi, Ricardo, em que "bairro" ou "região" ficar em Frankfurt (uns dois dias)?
Obrigada.

Ricardo Freire

Na Alemanha costuma valer a pena hospedar-se próximo à estação central de trem. Em Frankfurt fiquei num hotel budget sensacional ao lado dela, o Excelsior http://www.hotelexcelsior-frankfurt.de/en/

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Muito obrigada. Se possível, mais uma pergunta:tendo Frankfurt como base, é possível ir a alguma dessas cidades citadas nos comentários acima, como Heidelberg, Rothenburg etc, de trem, indo e voltando no mesmo dia?

Oscar
OscarPermalinkResponder

Tatiana eu acho bem possivel sim, especialmente Heidelberg. A sua velocidade de deslocamento vai estar muito relacionada ao tipo de trem que você vai pegar. Mas qualquer cidade num raio de ate 100 no max 150 e possível de se visitar de trem.
Caso você opte por ir a Heidelberg de ICE o trem de alta velocidade da Alemanha você ira com ele ate Mannheim e de lá pegara outro trem ate Heidelberg creio que esse trajeto leve cerca de 1h e meia. Mas de uma olhada no site da Deutsche Bahn www.db.de lá tem opção para inglês

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

olá, riq e trips!
pretendo conhecer o vale do reno/mosela em setembro, e me hospedar 3 noites por lá.
ñ encontrei mts informações sobre a região aqui no VnV... estou mt em dúvida sobre a cidade em q devo me hospedar...
minha idéia é usar koblenz como base, mas ñ sei se ela é a cidade ideal... alguém já se hospedou lá, ou tem alguma outra dica de hospedagem? como ñ sei se vou alugar carro pelos 3 dias (além do carro, planejo me locomover de trem e de barco), ñ quero ficar em um vilarejo mt isolado, mas também ñ pretendo ficar em uma cidade grande como frankfurt... alguém pode me ajudar?
ficarei eternamente grata pelas dicas, e prometo escrever um relato aqui qd voltar!

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

riq, mt obrigada pela ajuda!
agora tou + indecisa ainda, pq as opções aumentaram! hehehe
tou super na dúvida entre Rüdesheim - Bingen - Boppard - Koblenz. tudo parece ser tão lindo!
vou continuar estudando!
valeu!

Oscar
OscarPermalinkResponder

Evelyn eu não sei ao certo o que voce pretende ver na região. A vantagem de ficar em Koblenz é que voce vai estar na cidade do "Deutsche Ecke"onde o Rio Mosel encontra o reno, o que poderia ser um ótimo ponto de partida para suas viagens caso queira conhecer os dois Rios. (Vinicolas do Mosel e Castelos do reno)
Se voce for se concentra mais nos castelo do reno etc..eu pegaria alguma cidade mais ao Sul, como Bingen am Rhein. Bem acredito que voce ja tenha ouvido falar da Loreley em Sankt Goarshausen.
Bem não sei se você fala alemão mas esse artigo é bem bacana e com várias fotos. (qquer coisa joga no google translator que da para entender alguma coisa)
http://magazin.outdooractive.com/de/2010/04/16/wo-der-rhein-das-gebirge-knackt-der-mittelrhein/

Boa Sorte grin

Carol Garcia
Carol GarciaPermalinkResponder

Riq!!!!
Continuo com a dúvida!
Eu, maridex e filhote na Alemanha. Maio/2011
Base: Colônia ou Dusseldorf.
Heeeeelp!
smile
bjocas
carol

A. Lot
A. LotPermalinkResponder

Köln é mais bem localizada para fazer bate-e-voltas e ainda é uma cidade interessante para montar base. Se for alugar carro, escolha um hotel com fácil acesso à rede de auto-estradas e também ao centro, ou seja, um que tenha garagem para vc chegar, mas que te permita passear na vizinhança a noite depois de um longo dia de viagem sem precisar sair de carro de novo.

Carol Garcia
Carol GarciaPermalinkResponder

obrigada!
alguma dica de hotel?
bjo

Oscar
OscarPermalinkResponder

Olá Carol,

Respondi sua pergunta lá no meu Blog ( http://mauoscar.com/2010/07/10/hotel-hershey/#comment-681 ) Mas vou postar a resposta aqui também para ajudar outras pessoas tb!!

Então sendo sincero com você não acho a região do vale do Ruhr (Dusseldorf) um dos lugares mais bonitos da Alemanha (muito industrial), tanto que estive lá apenas 1 vez. Colônia por sua vez é bem mais atraente. Eu escolheria ficar Colônia como base. Até porque viajando 150 - 200 Km.

Mas afinal o que tem nestas duas cidades "bases" para fazer?

Em Dusseldorf:
A marca registrada da cidade é o mercado de Königsallee. O quarteirão antigo possui igrejas antigas, tradicionais pubs-cervejarias, bares e restaurantes e merece uma visita. Legal fazer um passeio às margens do rio em Düsseldorf desde a parte antiga até o Medienhafen (Media Harbour), observando a arquitetura.
Além disso conhecer o Palácio Benrath, residência de veraneio e de caça ao sul de Düsseldorf de um dos príncipes eleitores do Palatinado.
Dusseldorf é uma cidade com grande efervecencia artistica se voce se interessa pq não visitar o Museu de Arte, o Palácio da Arte, a Academia de Arte, a galeria de arte Kunsthalle, a associação de arte e a Galeria de Arte de Nordhein-Westfalen. Eu não cheguei a conhecer.

Em Colônia (Köln)
A cidade de Colônia pode se orgulhar de sua longa e memorável história. A Catedral de Colônia é a maior catedral da Alemanha e foi designada, pela UNESCO, como sendo patrimônio Mundial da Humanidade. O parque Rheingarten e a cidade antiga são ótimos lugares para se fazer um passeio e dar uma passadinha em uma de suas tradicionais cervejarias. O centro da cidade tem diversas igrejas em estilo românico. Não deixe de conhecer o museu Romano-Germanico quase ao lado da Catedral e se possivel suba numa das torres da catedral. Não cheguei a fazer, mas fazer um passeio de barco pelo reno também dizem ser muito bacana.
Estando em Colônia não custa nada dar um pulinho em Bonn, a antiga capital da Alemanha Ocidental antes de mudar para Berlin. Lá é a cidade natal de um dos maiores musicos de todos os tempo. O Museu/Casa de Beethoven possui a maior coleção de itens sobre Beethoven no mundo.
Voce ainda pode fazer varios passeios bem legais como o Vale do Reno até região de Koblenz, Vale do Mosel (Vinicolas de Riesling) e voltar no mesmo dia. E até mesmo dar um Pulinho em Luxemburgo.

Quanto a dicas de hospedagem vou ficar devendo, como morava lá poucas vezes ficava em hotel. Uma opção que as vezes pode ser interessante, mas mais no interior é ficar em casas de família que eles chamam de “Zimmer Frei” sempre tive otimas experiencias. Mas em sites de procuras de hotéis voce certamente encontrará ótimas opções. Ainda mais que voce que está pretendendo ficar em duas das maiores cidades da Alemanha.

Abraço

Oscar

De uma olhadinha nos sites de turismo das cidades para maiores informaçoes:

http://www.duesseldorf-tourismus.de/default_en.php
http://www.koeln.de/cologne_tourist_information

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

Oi, Oscar!
Acabei escolhendo Koblenz justamente por ficar entre o Reno e o Mosel. Já adicionei o link q vc recomendou aos meus favoritos(devidamente traduzido, claro, pq ñ entendo naadaaa de alemão - deu super certo). Mt obrigada!!!!!!!
Vc tem alguma dica de visita a vinícolas no Mosel?

Oscar
OscarPermalinkResponder

Evelyn.
Nunca cheguei a visitar vinícolas na rota dos vinhos do Mosel especificamente. Apenas passei pela região que tem paisagens lindas!!! As vinícolas que visitei foram vinicolas no Rheingau e na região de Baden e Württemberg no Sul. Uma coisa que voce tem que prestar atenção é que várias vinícolas principalmente as "mais famosas" requerem reserva com antecedência.. Principalmente as menores. Sabe como é alemão, é tudo certinho!! (rsrs) Voce será super bem recebida, mas entre em contato antes para não passar raiva!!
Eu gosto de alguns vinhos de algumas vinícolas desta região quem sabe é uma luz!! Não conheço a produçao mas enfim os vinhos são bons!!

Dr. Loosen ( http://www.drloosen.com/ )
Maximin Grünhaus ( http://www.vonschubert.com/en/ )
Mönchhof ( http://www.moenchhof.de/ )

Outro site que é legal voce dar uma olhada é o Winedoctor que descobri esses dias procurando dicas sobre vinicolas na região de Napa, nossa viagem do mês que vem!! Ele da uma introdução sobre a região, tipos de vinhos e ainda cita diversas vinícolas. ( http://www.thewinedoctor.com/regionalguides/germany.shtml )

Espero ter ajudado um pouco grin (Pq não virei blogueiro antes..rsrs) Hoje todas essas informaçoes sobre a Alemanha estariam na forma de Posts. Até gostaria de escrever sobre minha experiencia em terras germânicas, mas não dou conta dos Posts do momento atual.

Carol Garcia
Carol GarciaPermalinkResponder

Obrigada trips!
ótimas dicas. sempre.
bjos

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

oscar, mt, mt, mt obrigada! c/ ctz vc ajudou, e ñ foi pouco ñ!!!! esse winedoctor é maravilhoso, adorei!!!
inclusive passei lá no seu blog, e lembrei q utilizei ele p/ montar o roteiro da minha viagem p/ nyc! mt legal, super útil!
e boa viagem p/ vc tb!!!! o napa valley tá na minha wishlist, vou aguardar seus posts!!! wink

ELEONORA
ELEONORAPermalinkResponder

Ricardo, gostaria de sua sugestao de roteiro para uma viagem, periodo de 7 a 10 dias. Chegada e partida por Frankfurt.
A sugestão nao precisaria se limitar a Alemanha, se voce achar lugares mais interessantes em outros países, levando-se em conta o período disponível.
Obrigada,
Eleonora

Ricardo Freire

Infelizmente não tenho tempo para "customizar" roteiros a todo mundo que me pede, Eleonora. No futuro o site terá itinerários prontos. Por enquanto, leia os outros comentários, há muitas indicações boas. Não há fórmulas rígidas, viajar é escolher. Clique em todas as cidades alemãs desta página, leia os comentários, você vai ver a sua viagem se desenhar.
https://www.viajenaviagem.com/europa/europa-a-z

Eu dividiria a estada entre Berlim e Munique, fazendo bate-voltas a partir de Munique. Mas as possibilidades são inúmeras.

Erno Saueressig

Retornamos há poucos dias, ou seja, no dia 29 de junho último, de uma viagem pela região sul da Alemanha e Suiça, cujo roteiro foi feito de automóvel!! Foram 20 dias, que jamais esqueceremos, pois na Suiça até neve foi possível enxergar, principalmente nos lugares mais altos, como por exemplo em Zermatt e Luzern. Foi, indiscutivelmente, uma viagem dos sonhos, embora muito cansativa!!!

Claudia motta Lima

Olá. boa noite.
Estou info fazer a rota romântica e para isso entrei numa "furada' de contratar uma excursão pela Miller, pois vou comemorar minhas bodas de prata e n gostaria de passar nenhum "aperto".
Pois bem, estou indo pela Air France no dia 07 de agosto e como vcs sabem ela está com problemas. Minha excursão começa por Franhfurt com parada em Heidelberg e depois iremos dormir em Frigurgo. Já passei email para operadora para perguntar se eles me buscam no aeroporto em caso de atraso eles não dizem nem que sim nem que não.
Gostaria de saber qual é a melhor forma de chegar em Friburgo por conta própria, pois se eu não fizer isso já vi que vou perder toda a excursão. Qual seria omelhor site para procurar trens ou ônibus, se no aeroporto tem estação de trem. Estou ansiosa, pois até onde entendi a operadora não se responsabiliza por atrasos. e não falo nada de alemão. O que era pra ser algo "confortável" está ficando insuportável. pois não seui como proceder.

Obrigada por qualquer tipo de ajuda
Claudia

Ricardo Freire

Do próprio aeroporto de Frankfurt há trens para Freiburg a cada hora (há uma estação no aeroporto). A viagem dura 2 horas. Alguns horários são diretos, outros têm baldeação em Mannheim ou Karlsruhe. Você não precisa sequer ir ao centro de Frankfurt. A tarifa cheia custa 62 euros. Com antecedência dá pra comprar por 29 euros, mas não creio ser o caso. Não é necessário reserva para subir em trens na Alemanha. Se estiver lotado você pode ficar confortavelmente no vagão-bar.

Site para consultar horários:
http://www.bahn.de/international

O ideal teria sido chegar em Frankfurt um dia antes do início do seu passeio.

Leve o nome Freiburg escritinho para o funcionário do guichê e ele emite para você a passagem sem problema. Não se preocupe. O mundo trata bem o turista. Tudo dará certo.

Claudia motta Lima

Oi Ricardo, muito obrigada pela dica.
Na verdade o previsto é chegar no dia 8 (domingo)tanto é que teremos "resto do dia livre". A excursão só começa mesmo na segunda-feira. Devido às últimas notícias relacionadas à Air France é que fiquei tensa.
Agora já fiquei calma, já tenho o plano "B". rsrs
Mais uma vez obrigada
Claudia Motta

Patricia R.
Patricia R.PermalinkResponder

Estou precisando de opiniões de quem já fez conexão ou chegou à Europa por Frankfurt e/ou Paris.
Meu roteiro inclui Paris, Amsterdam, Frankfurt e Munique.
A minha dúvida é: no caso de uma primeira viagem à Europa, em qual aeroporto (o de Frankfurt ou o Charles de Gaulle) a minha chegada seria mais tranquila (em termos de imigração, deslocamento, transporte,etc.). Estou comprando as passagens e posso escolher chegar por Franfkurt ou Paris, e na volta,pegar o vôo na cidade inversa. Além da questão do aeroporto, não sei se, nesse caso, é bobagem a preocupação com a ordem das cidades(primeiro Paris ou primeiro Frankfurt). É que às vezes isso faz diferença. Por exemplo, no caso do roteiro Montevidéu/Buenos Aires, é melhor passar por Montevidéu antes e por Buenos Aires depois, de acordo com o Riq.
Se alguém puder me dar uma opinião, muito obrigada.

Ricardo Freire

Eu terminaria em Paris.

Frankfurt só deve estar nesse roteiro se você precisar chegar ou sair pelo aerporto.

Eu desceria primeiro em Munique, faria Alemanha de trem até Amsterdã, e depios trem de Amsterdã a Paris.

Oscar
OscarPermalinkResponder

Patricia

Acho que isso e mais uma escolha pessoal do que qualquer outra coisa. Eu chegaria por Paris e voltaria por Frankfurt!! A imigraçao em ambos os países por fazerem parte de união europeia nao deveriam diferir muito uma da outra. Nunca tive problemas em nenhuma das duas.
Seria interessante se voce conseguisse ir ou voltar por Munique, a viagem ficaria numa sequencia geograficamente mais enxuta. Sobrando mais tempo para você curtir as cidades.

Abraço

Patricia R.
Patricia R.PermalinkResponder

Muito obrigada pela dica Oscar! Chegar ou voltar ao Brasil via Munique encareceria muito o preço final da passagem, por isso a opção ficou fora dos meus planos. Mas olha só que interessante: há uma promoção de passagem de trem a 39 euros Frankfurt/Paris (ICE,no site da Bahn). Na verdade, nao só para Paris, mas também para vários outros destinos (países), saindo da Alemanha. Bem, nao sei se essas promoções são comuns, mas pelo que já pesquisei, saindo de Paris (seja para Amsterdam ou direto para a Alemanha),as passagens de trem são mais caras.

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Patricia,
Eu fiz uma viagem muito parecida com a sua, só que como meu roteiro também incluía a Suíça e Bélgica, portanto escolhi fazer uma viagem circular, chegando e saindo por Frankfurt. Além da logística, um dos motivos para essa escolha era que a passagem da Air France ida-volta para Frankfurt era bem mais barata do que Paris ou combinando Paris-Frankfurt, apesar de pegar o mesmo voo Rio-Paris e ainda pegar mais uma conexão. Vai entender! Como a estação de trem de Frankfurt fica bem em frente ao aeroporto (só atrevessar a rua), facilita se você deseja fazer uma conexão com o trem na chegada ou na saída.

No meu caso, chegamos em Frankfurt e já pegamos o trem para Amsterdam, fazendo um pit-stop em Colônia, que é uma excelente opção. Depois fizemos Amsterdam-Bruges-Paris-Suíça-Munique de trem e por último pegamos um carro e fizemos a rota romântica até Frankfurt, completando assim o círculo. Fica aí uma ideia para o seu planejamento.

Em termos de imigração, já cheguei pelos 2 aeroportos e também não vejo diferenças.

Patricia R.
Patricia R.PermalinkResponder

Muito obrigada pela opinião, Alessandro! Realmente, a ideia da viagem circular tbem é bem interessante (é uma das minhas opções), principalmente pq a passagem com chegada e saida por Frankfurt fica bem mais barata. Por outro lado, estou tentando manter o roteiro mais enxuto (com menos cidades e deslocamentos) para nao encarecê-lo muito e também pq só tenho 15 dias.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Patrícia

Será que se vc entrar por Paris e sair por Frankfurt (ou o contrário)não compensa o fato de não ter que voltar à cidade inicial para pegar o voo?
Na minha primeira ida à Europa entrei e saí por Paris e depois vi que compensa entrar por um lugar e sair por outro.
Olha só: se vc entrar e sair por Frankfurt, vai ter que pegar um trem de Paris ou um avião. Nada garante que vc vai conseguir uma promoção. Chegar até o aeroporto pode sair caro, além de perder quase que um dia inteiro pq vc vai ter que garantir que o seu voo low cost chegará a tempo de pegar o seu voo internacional de volta. Claro que estou falando sem ver os preços mas imagino que seria mais interessante fazer: Brasil/Frankfurt, de lá seguir até Munique (vc vai passar pela rota romântica). Munique /Amsterdam com ou sem pit stop em Colonia (exemplo) e, finalmente Amsterdã/Paris. Ou, entrar por Paris e sair por Frankfurt fazendo a rota inversa Paris/Amsterdam/Munique/Frankfurt. Penso que é muito mais viável voltar de Munique a Frankfurt de trem, diretamente para o aeroporto para pegar o seu voo de volta, do que estar em Paris e depender de um low cost para chegar em Frankfurt e encaixar um voo internacional. Ou, ainda, pegar um longo trecho de trem (que não é barato) e um voo internacional em seguida. Tudo depende também da cia aérea. De Tam fica tranquilo pq ela "voa " Frankfurt e Paris. Às vezes a diferença de preço compensa (e muito ) a volta que vc vai dar. Boa viagem pra vc!

Patricia R.
Patricia R.PermalinkResponder

Obrigada pelas dicas, Georgia.

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

Riq,
sei q minha pergunta sobre vinícolas no vale do Reno/Mosel foi respondida aqui por Oscar, e a resposta me ajudou mt, estou quase conseguindo escolher... mas qd vi esse novo esqueminha de perguntas da semana... achei fantástico! morri de vontade q minha pergunta estivesse lá tb! isso ainda é possível? a pergunta é: vc tem dicas de vinícolas próximas ao Vale do Mosel? alguém já visitou a vinícola Markus Molitor? se ñ puder, paciência... mas agradeço desde já!!!!

Ricardo Freire

Ponho sim, claro smile

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

riq, valeeeeu!!!!!!

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Ricardo, tudo bem?
Meu voo de volta sai de Frankfurt.
Qual localização de hotel voce sugere para apenas uma noite?
Obrigada!

Ricardo Freire

Ao lado da estação é ótimo.
Já fiquei neste:
http://www.hotelexcelsior-frankfurt.de/

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Ricardo, de trm, Praga-Frankfurt são aproximadamente 7 horas.
Voce acha que vale a pena descer em Dresden algumas horas?
A parada em Dresden é às 8 e 45 da manhã e estarei com uma criança de 6 anos.

Ricardo Freire

Você é que sabe, Eleonora. Nâo conheço seu filho. Não posso decidir sua viagem minuto a minuto.

Eleonora
EleonoraPermalinkResponder

Me desculpe!

geneso lima
geneso limaPermalinkResponder

estarei em viagem para frankfurt basel e praga farei um relatorio eoun distribuirei

lilian k
lilian kPermalinkResponder

Ninguém mencionou Hamburgo, a segunda maior cidade-estado da Alemanha. Estive lá recentemente e aqui está meu relato: http://www.liliankano.com/Descobrindo_a_America/Viagem/Entries/2010/9/10_Os_Alemães%2C_o_Hambúrguer_e_a_Verdade%2C_Doa_a_Quem_Doer.html
Espero que seja útil para alguém.

Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar