Postal por escrito: Cingapura

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

postcinga5

13 de janeiro de 2005. Apesar do nosso hotel ficar em Chinatown, do outro lado da rua tem um templo hindu. Existe em outra parte da cidade um bairro chamado Little India, mas mesmo assim há pelo menos dois templos hindus em Chinatown. (E uma mesquita, também.)

Templo hindu na Chinatown de Cingapura

Nesse templo defronte ao hotel acontece um ritual estranhíssimo – para não dizer hilário. Primeiro o fiel entra e some lá dentro do tempo. Dali a um tempo ele volta ao pátio de entrada com um coco na mão. Não o coco inteiro – só aquela bola encrespada que contém a água. Ah, sim: o coco vem com um pavio, que o fiel acende numa pira. Uma vez aceso o pavio do coco, o fiel usa o coco para fazer um defumaçãozinha rápida (de descarrego?) nele mesmo. Não, ainda não começou a parte hilária. A parte hilária vem agora: o fiel tira o pavio do coco, joga o pavio na pira e... põe-se a arremessar o coco contra o chão da entrada do templo, TAC, TAC, TAC, até espatifar: PLEC! E se depois você achar que o chão ficou muito congestionado de restos mortais de coco, você pega uma vassoura e procede a uma lavagem básica das escadarias de Lord Shiva.

(Não, não fotografei. Eu precisaria nascer de novo para conseguir chegar com uma câmera na frente de uma pessoa que, não contente em catar coquinho, acende o pavio do coquinho e fica jogando coquinho no chão até arrebentar.)

Arab Street em Cingapura
Para presenciar uma cena assim na Índia, o visitante tem que superar o calor, a poeira, os insetos e o assédio de mendigos, aleijados, candidatos a guia e condutores de riquixá. Em Cingapura não: aqui ninguém vem importunar você. Não há lixo na rua. Os táxis são numerosos e vêm com quatro rodas e motor. E você nunca está a mais de cinco minutos de algum ambiente com ar-condicionado.

Cingapura: o centro visto do rio

Cingapura tem povos de três culturas – chineses, malaios e indianos – vivendo com a maior renda per capita de qualquer país do mundo situado nos trópicos. Antes da crise asiática de 98, a renda média em Cingapura tinha batido a da França – me deu uma preguiça danada de gloogar uma estatística mais recente, mas ainda hoje eles devem dar um banho na gente.

Existem lugares mais exóticos e autênticos, mas Cingapura é perfeita como primeira escala de um tour pelo sul e sudeste asiáticos. Se me encomendassem um slogan para a cidade, eu tacaria: "Ásia para principiantes". A propósito, Cingapura daria um ótimo infomercial. Tipo assim:

Antes de conhecer a Ásia de verdade, passe no nosso showroom: Cingapura! Visite templos chineses, hindus e muçulmanos! Você não precisa nem entrar em restaurantes: basta passar numa de nossas inúmeras praças de alimentação (veja a foto) e fazer a festa, misturando pratos chineses, malaios e indianos! Cuidado com a pimenta! Mas não deixe de experimentar nossa deliciosa cerveja Tiger! Passeie pelas ruas restauradas de Chinatown com suas lojas e restaurantes transadinhos! Sim, é mais bonito que Hong Kong! E não se esqueça! Nós podemos ser budistas, muçulmanos e hindus, mas nossa verdadeira religião são as compras! Passe num dos 26 shopping centers da Orchard Road e comprove com seus próprios olhos!

The Esplanade, uma sala de espetáculos como "o Duriã", por ter o mesmo formato da fruta-símbolo do sudeste asiatico

O que eu vim fazer pela terceira vez na vida num lugar que é a Ásia para... principiantes? Uma escala técnica. Eu precisava ir da África do Sul para a Austrália uma companhia da Star Alliance (e, quando eu comprei a passagem, a South African ainda não tinha entrado para a aliança). Eis que entra em cena aquela que talvez seja a melhor desculpa para alguém vir a Cingapura: a Singapore Airlines – uma companhia aérea que consegue ser tão melhor, mas tão melhor que as outras, que até na classe econômica a gente percebe a diferença.

4 comentários

Oscar Risch
Oscar RischPermalinkResponder

Riq seu post consegue sintetizar bem o que e Cingapura gostei da parte falando sobre as compras imagine que só ano passado eles inauguraram 3 novos shoppings na orchard road num deles gastaram mais de 2 bilhões da para imaginar??? não sei se você teve a chance de conhecer o jardim botânico de lá simplesmente o melhor do mundo pelo menos no que se trata de orquídeas. Morei lá 18 meses ate novembro do ano passado nesse tempo postei alguns artigos sobre Cingapura também conhecida como Ásia for begginers. www.mauoscar.wordpress.com

Mary Walmsley
Mary WalmsleyPermalinkResponder

Ricardo,
Cada parada que você faz na sua Volta ao Mundo, dá vontade de fazer igual!
Muito boa a ideia de republicar esses post´s.
Abraços

Oscar (mauoscar.wordpress.com)

Muito legal esse Post sobre Cingapura, esse ritual que voce assistiu é apenas um dos muitos diferentes que acontecem ao longo do ano, o Legal de Cingapura é justamente isso voce estar numa ilha menor que Sao Paulo, mas ao mesmo tempo estar em contato com 4 diferentes etnias, concordo plenamente que Cingapura é uma "Asia for Begginers, lá voce nao tem dificuldade alguma de comunicacao ja que toda populacao é bilingue e fala ingles (diga-se Singlish) mas é facil aprender a falar Singlish comos os locais basta trocar o yes por can e o no por canot e adicionar o lah no final das coisas.rsrs
Outra coisa muito boa de Cingapura é sua localizacao em menos de 2 horas de voo voce pode conhecer vários lugares bacanas no Sudeste Asiatico desde as praias paradisiacas da Tailandia e Indonesia, as montanhas de Laos e Malasia. Sem falar no aspecto cultural extremamente diverso.
Riq nao sei se voce chegou a ter a chance de conhecer os parques de Cingapura, começando pelo Jardim Botanico, o maior do genero na zona tropical, tem a maior colecao de orquideas do sudeste asiatico, talvez a maior do mundo muito bacana. O Zoologico também é de mais e na verdade sao tres o que fica aberto durante o dia com animais normais do mundo todo, o Jurong Birdpark o maior Zoologico de Aves que já vi na vida, e o o famoso "Night Safari", que abre a noite.

Para o pessoal que quiser saber um pouco mais sobre Cingapura da uma olhadinha no meu Blog pessoal (mauoscar.wordpress.com) postei varios artigos sobre lá e minhas viagens pela regiao, infelizmente ja nao estou mais em Cingapura mas nos arquivos do Blog da para navegar legal!!

O que fazer em Cingapura - 360meridianos360meridianos

[...] menos vai invejar com mais propriedade os que podem fazer isso. Os bairros O Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, define Cingapura como uma espécie de Ásia para iniciantes. É que a cidade-Estado é limpa, [...]

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar