Rio-Charlotte pela U.S. Air: avião velho, tripulação rude

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rio-Charlotte e conexões

No finzinho de setembro, quando as passagens internacionais para as festas de fim de ano estavam na escandalosfera, descobri que a U.S. Air já estava vendendo passagens do vôo Rio-Charlotte que começaria a operar no meio de dezembro. Subi um post e recomendei à Elisa Araújo, CEO do site, que procurava uma passagem palatável a Nova York -- e conseguiu emitir Rio-Newark por 950 dólares. Pois bem. A Elisa já voltou -- e tem coisas bastante interessantes para nos contar -- tanto sobre o estado (lastimável) do avião que está fazendo a rota, quanto sobre o estado de nervos da tripulação. Aproveite o vôo para economizar, mas por favor contenha esse seu impulso de tocar as comissárias!!!

O vôo do Rio para Charlotte pela US Airways no dia 25/12 foi inacreditavelmente ruim. Toda a fileira esquerda de poltronas na classe econômica estava com os controles  defeituosos, portanto não pude ler durante o vôo porque a luz não acendia, não pude ouvir o áudio dos filmes porque o áudio no braço da poltrona nao funcionava... Mas isso eu só descobri depois de ter comprado os fones de ouvido por USD 5 sad

O cinto de segurança da minha poltrona saiu na minha mão porque a peça de metal que prende o cinto à poltrona estava quebrada. Dei um jeito de prender, mas isso mostra o estado da aeronave!

A comida era 'chicken' ou 'pasta' e chicken quer dizer um pedaço de peito de frango assado com batatas comíveis e cenouras não-comestíveis.

As comissárias de bordo foram de uma grosseria inacreditável. Não estao acostumadas a voar para o Brasil. Reclamaram que os passageiros tocavam nelas e chegaram a pedir no sistema de som para que os passageiros não encostassem nelas -- "Please, don't touch us". Segundo uma delas, depois do 11 de setembro, elas foram treinadas para reagir fisicamente se alguem segura o braço ou bate nas costas... Todos os passageiros desceram do avião reclamando da grosseria a bordo.

Como eu estava fazendo conexão para Nova Iorque (para o aeroporto de Newark), tive que pegar minha mala na esteira do aeroporto de Charlotte e colocar numa outra esteira, em outro salão, de onde ela iria para a conexão*.

A volta para o Rio no dia 3/1 foi menos turbulenta a bordo, mas o avião ainda era antigo -- a bandeja da poltrona ao meu lado estava meio quebrada.

No check-in em Newark (New Jersey), depois das malas estarem etiquetadas, a atendente pediu que eu as carregasse até um carrinho de transporte ali perto, de onde seguiriam para o avião. Não havia esteira no setor de check in.... Mas pelo menos as malas foram direto na conexão em Charlotte, não tive que me preocupar com isso*.

O vôo atrasou 2 horas porque o avião em que eu estava ficou aguardando uma peça para trazer para o Rio para um outro avião da US Airways que estava aqui. Depois disso, um passageiro desistiu de viajar e a mala dele teve que ser retirada do avião. E com o atraso todo, passamos de um determinado horário e foi preciso aguardar uma autorização de Washington para decolar. A comunicação da tripulação com os passageiros era em inglês ou em português via um comissário de bordo que era português.

Cadeiras de balanço no aeroporto de Charlotte. Foto: Elisa AraújoO único ponto positivo desse vôo da US Air (via Charlotte) é que o aeroporto de Charlotte é bem sinalizado e fácil de circular. Um detalhe: no saguão, há cadeiras de balanço para quem está aguardando.

*Aos baldeadores de primeira viagem, como a Elisa: voando do Brasil para qualquer lugar dos Estados Unidos com conexão, com qualquer companhia aérea, é preciso retirar a bagagem no aeroporto de desembarque e entregar para funcionários do aeroporto providenciarem o reembarque (dá um medão). Na volta isso não é necessário e as bagagens vêm direto para o Brasil (onde precisam ser desembaraçadas no aeroporto do primeiro desembarque).

324 comentários

Ana
AnaPermalinkResponder

Vou viajar no final de Agosto para Orlando e NYC e já estava praticamente certa a viagem pela US Airways, fazendo a rota Rio-Orlando-NYC-Rio. Admito que me vi atraída pelas tarifas mais baixas (rsrs). Porém depois que li os comentários aqui e ouvi algumas opiniões de outras pessoas, mudei de idéia imediatamente. Inclusive já consegui achar tarifas parecidas com as da US na Continental e vou viajar com eles. Valeu mesmo pelas dicas. Pelo visto, me livrei de uma roubada! smile

Paulo Moreira
Paulo MoreiraPermalinkResponder

Aff... me deu até um frio na barriga. Vou viajar dia 5/10 RJ - CLT pelo voo 801 da US Airways e volto dia 19... Alguma chance de sobreviver ? Vamos 14 pessoas da mesma família !! Ngm merece. Queria comentários como: poltronas, conforto, cinema ....

A. Lot
A. LotPermalinkResponder

Quanto a segurança de vôo, isso não está em questão. Quanto a conforto, espere um vôo com padrão do início da década de 1990 com equipamento da época, inclusive. A US Airways é notória por colocar aviões velhos em rotas intercontinentais para os EUA e oferecer tarifas mais baratas.

WJunior
WJuniorPermalinkResponder

Paguem um pouco mais e vão com outra cia. aérea.

JORGE MARQUES
JORGE MARQUESPermalinkResponder

Concordo com a Elisa e os demais que postaram. Meu filho fez o voo inaugural Rio/Charlotte/Miami, em 16/12/2009. Ao chegar me disse que o avião era bem passado, a comida fraca, mas não teve maiores problemas. Chegou em Charlotte antes das 6h e ficaram dentro da aeronave até abrir a imigração. Pois bem, segui no mesmo voo 801, no dia 20/12. Ele saiu do RJ com 40 minutos de atraso. O audio não funcionava, a comida não estava de todo ruim, desde que vc optasse pela pasta. O problema começou na imigração. Chegamos 6:40, para pegar a conexão de 7:40 para Orlando. Após uma maratona terrível, correria desenfreada, somente consegui chegar ao gate 7:47. Obviamente não consegui pegar minha conexão. Não havia lugar no voo seguinte, 9:29. Consegui assento no voo de 11:29 que chegou ao gate somente 12:30, e ainda ficamos mais 01 hora dentro do avião por problemas ténicos. Resumo, cheguei 6:40 e saí 14h. Aconselho outra Cia. Aérea ou marcar a conexão de 9:29, aí vc poderá apreciar o aeroporto de Charlotte que é, de fato, muito simpático e agradável. O que pude constatar apenas quando retornei. Boa sorte e boa viagem.

Paulo Moreira
Paulo MoreiraPermalinkResponder

Olá Jorge Marques, ainda bem que li seu comentário, foi bem animador. Também vi relatos que não é esse terror todo viajar no voo 801. O avião é pequeno, todos sabem, que o melhor é sempre escolher as massas eu nao sabia rs... O seu problema não foi com o vôo na verdade foi com o atraso, problema esse que pode ter sido causado pelo aeroporto GIG, ou até mesmo por tráfico ou tempo. Também estou com escala para as 7:40 , espero que dê tudo certo. Abraços.

Phelipe
PhelipePermalinkResponder

Meu voo está amrcado para 22:50 do dia 11/01/11.. depois dos comentários estou com um certo receio.. porém, já comprei a passagem, agora e segurar nas mãe de deus e esperar o melhor!

obrigado pelos comentários, me esclareceu bem!

Jorge Bittencurt

Excelente Cia. 10 a 0 na AA. Se tiver que voltar aos EUA a Cia aérea será US Airways

Luciana Bordallo Misura

Nossa, se a US Airways dá de 10 a zero na AA, a AA está um lixo mesmo.

Aroldo
AroldoPermalinkResponder

Depende dos critérios que cada um usa pra considerar algo excelente.

Bia Venturi Bonelli

Acabei de voltar dos EUA ida e volta pela US airways. Apesar de concordar com as opiniões a respeito de aviões velhos e etc, a minha impressão final foi diferente.
Com relação ao avião velho, é verdade, mas estava tudo funcionando e a "velhice" significou poltronas mais largas e mais espaçosas, o que é ótimo. Uso com muita frequência a AA e sinceramente, achei melhor.
A comida tanto na ida como na volta estava um espetáculo, com torta mousse de sobremesa e tudo. Os comissários bem atenciosos.
O que muita gente pode achar ruim, pra mim é ótimo: só tem aquela Tv lá na frente e tem que pagar $5 pelos fones de ouvido. Como eu não vejo TV, geralmente leio ou durmo, significou menos barulho e menos iluminação, o que me fez dormir mto bem.
Na volta os comissários estavam menos pacientes, mas ainda assim agradáveis, muito mais do que eu, pq vou dizer uma coisa o que tem de brazuca sem noção....
o voo estava lotado de brasileiros que pareciam que estavam indo pela primeira vez ao EUA, com um grupo grande voltando da Disney. A galera trazia na mão aqueles Mickeys gigantes, várias sacolas do Duty free americano (eu sinceramente não consigo entender pq compram lá, já que o nosso é muito mais barato e ainda divide em 8 vezes sem juros), sacolas da Victoria secrets e cada um com bem mais que um ítem de mão e como todo voo de domingo, lotado.
Conclusão, as pobres comissárias tiveram q se virar para acomodar a moambada do povo e perderam um tempão com isso. Mas nem assim o voo atrasou e chegamos no GIG 20 minutos antes do esperado.

Renata
RenataPermalinkResponder

Voei pela USAIRWAYS em julho desse ano, meu itinerário foi RIO (GIG) – NY (LGA). Na ida sem muitos problemas, não houve atrasos e a escala em Charlotte (NC) é tranquila e rápida.. O avião aquele desconforto de classe econômica, bem apertadinho. Me senti mais confortável quando voei pela Delta no trecho Rio – Norfolk (VA). O entretenimento é uma porcaria, as estações de rádio são péssimas e as poltronas não possuem telas individuais, sem contar que passaram o filme Táxi com a Gisele Bundchen. A volta foi um horror! O vôo NY-CHARLOTTE atrasou, mas isso foi devido ao mau tempo, no aeroporto tivemos que descer até a pista de pouso para entrar no avião. Chegando em Charlotte, quando pensei que estava prester a embarcar o comandante avisa que teríamos que esperar um vôo vindo de Orlando uma vez que neste continha 20 passageiros que estavam com destino ao Brasil. Esperamos TRÊS horas dentro do avião e eles sequer serviram uma água ou café para os passageiros. Eles sabiam muito antes do possível atraso e fizeram questão de acomodar todos os passageiros no avião ao invés de nos dar a opção de aguardar no saguão, o que seria muito mais confortável. A aeromoça sequer checou se todos estavam com os cintos apertados antes do avião decolar, fato este que nem foi comunicado pelo comandante!! Tenho um próximo vôo em dezembro, com destino a Washington-DC, optei por pagar uma diferença de 100 dólares e ir com a Copa e voltar com a Continental! Espero que a experiência seja boa!

PS: Também teve um caso em que uma tripulante tocou a aeromoça, ela simplismente gritou para que todos ouvissem: Don´t touch me!

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Moro nos Estados Unidos e tenho negócios no Rio e São Paulo. Moro em Charlotte,NC. Esta rota caiu dos céus pra mim.

A minha nota para USAirways é 10. Apesar do avião ser antigo, das vezes que voei nunca presenciei mal humor dos comissários. Pelo contrário. Recentemente estava indo para o Rio e o vôo estava lotado além da capacidade. O pessoal no portão de embargue muito profissional, fazendo o melhor pra ajudar todos. Acredito que 90% dos passageiros estavam vindo da Disney. Fiquei CHOCADA com a falta de educação da nossa gente, pareciam que iam entrar num lotadão. Tinha uma linda funcionária da US Airways fazendo todos os anúncios em Português e Inglês. Muito educada e fina. Nunca vi isso acontecer em outras companhias, ter alguém daquele nível falando as duas linguas no portão de embargue. Não lembro o nome dela, mas tiro o chapéu. A ira dos brasileiros que estavam sentados separados e com problemas de confirmação de poltrona era muito grande. Teve passageiros que disseram tanto palavrão e se queixavam por uma pequena coisa. Um carioca tentou até agredir fisicamente uma funcionária e a policia foi chamada. Fiquei com a cara no chão. Que vergonha pra gente.

Para ser sincera, quero tirar meu chapéu para a tripulação da US Airways e o pessoal do portão de embargue. Com tantos problemas que companhias aéreas tem passado, o grande corte no salários dessas pessoas, acho que eles estão dando muito mais do que podem.

Uma explicação para quem não viaja muito....todo passageiro internacional precisa fazer alfândega ao entrar no País. Quem vem do Brasil para os Estados Unidos e tem conexão, vai precisar fazer Alfândega na primeira entrada nos Estados Unidos. Passa pela Alfândega e despacha suas malas para a sua conexão. Não precisa de etiqueta na mala novamente, só entregar a mala no balcão internacional. A mesma coisa acontece para QUALQUER pessoa que entra no Brasil. Se tem conexão, você precisa passar pela Alfândega primeiramente e depois é liberado pra despachar mala com sua empresa aérea pra conexão interna.

Para terminar, uma informação que ouvi de uma funcionária da USairways é que o Rio de Janeiro foi o primeiro vôo pra America do Sul e a tripulação não tinha experiência com esta rota, cultura, etc...as coisas estão bem diferentes agora e muito dos comissários até tentam falar um pouco de Português dentro do avião.

Preciso concordar com o que foi dito. WOW!!! Minha gente, os muambeiros são muitos, nunca vi tanta mala. Cada passageiro é pra levar a bordo apenas 2 items, eles fazem este anúncio muito claro no portão. Já vi gente com 4 items, mala, socola, mal podem andar e armam o MAIOR barraco no portão quando os agentes precisam despachar(SEM COBRAR NADA) os items excedentes. Sem contar que cada passageiro pode ter 2 malas (32kilos) incluso na passagem.

Espero ter ajudado!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Eu concordo com a educação dos brasileiros. Vejo muitos mal educados. Vejo cada coisa... uma confusão e gritaria. É lógico que os funcionários não gostam disso. É um choque cultural e muitas brasileiros não sabem se comportar. Um exemplo: os americanos não gostam de ser tocados e o brasileiro tem mania de tocar.
É gritante a diferença entre um voo Brasil - Estados Unidos e um voo interno, dentro dos Estados Unidos. É gritante.
Nunca voei na US Airways.

Norma
NormaPermalinkResponder

Um esclarecimento em relação ao "Don't touch me!" que quer dizer: "Não me toque!"

É falta de educação tocar pessoas. O certo é falar educadamente num tom que dê pra ouvir: Senhor, Senhora, Por favor! Em inglês diga: Mam! Sir! Please!

Ricardo Freire

Por que você comentou com dois nomes e emails diferentes usando o mesmo IP? É boa educação adquirida nos Estados Unidos?

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

xiiii, será que é uma funcionária da US Airways?

Nascimento
NascimentoPermalinkResponder

Ricardo, ter o mesmo IP não significa que é a mesma pessoa. Há IP compartilhado em empresas, condomínios, etc.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nascimento! Aqui quem fala é A Bóia. Mas no caso eu dou razão ao Ricardo Freire. A diferença de tempo de postagem foi de minutos!

Maciel
MacielPermalinkResponder

É mesmo??? HAHAHAHA

Maciel
MacielPermalinkResponder

Norma,será que precisa esclarecer o que significa don't touch me"?
Tá de sacanagem...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Que bom que outras pessoas puderam ter experiências positivas com a US Airways.
Se a companhia atendeu bem, ótimo, não fez mais do que a obrigação, visto que estamos pagando por isso. Mas não foi o que aconteceu comigo e minha família, entre os dias 30 e 02/11/2010.

Compramos passagens no vôo 801, que saía do Rio pra Orlando, via Charlotte.

No dia 30, o avião não saiu. Esperaram todos os passageiros entrarem na aeronave e aguardarem por mais de três horas para informar que um led no painel não estava funcionando e, por isso, o veículo não decolaria.

Fomos levados de madrugada pra um hotel na Barra da Tijuca (muito confortável, porém longe), onde nos ofereceram acomodação e jantar, conforme mandam as leis nacionais. O problema é que só conseguimos chegar no quarto (após a janta) às 5 da madrugada. E os funcionários da companhia ainda nos orientaram a ligar naquela noite mesmo pra um call center NOS EUA e resolver nossa situação de reservas de hotel e traslado que tínhamos pago e perdido POR CAUSA DO ATRASO PROVOCADO POR US AIRWAYS.

Ligamos pra lá. meia hora de espera. Atendente responde e diz que nossos problemas de traslado e hotel não são de responsabilidade dela. "THATS NOT MY FAULT", disse a grossa do call center americano.

Com o estado de nervos abalado, fomos dormir mais de seis da manhã.

Às 10, toca o telefone do quarto. Era a US pedindo que estivéssemos às 10 e meia PRONTOS pra pegar um ônibus da Barra pro GIG porque nosso vôo sairia às 2 da tarde. Irritados, cansados, corremos e chegamos na hora pedida. Atendemos tudo para embarcarmos logo rumo às nossas desejadas férias.

Chegamos no aeroporto. O balcão da US Airways nos informa que o vôo das 14h não seria às 14. Seria às 18. Isso irritou mais. O comentário de todos os passageiros era que a impressão que eles deram foi que tiraram a gente do hotel pra não pagar mais diária (as diárias vencem ao meio dia).

A empresa ofereceu almoço, conforme mandam as leis nacionais, embarcamos de novo. Qual não foi nossa surpresa quando, ao chegarmos NA PORTA DA AERONAVE, nos informaram que a aeronave era a mesma do dia anterior e que o led do painel AINDA NÃO ACENDIA.

Foi o cúmulo da falta de respeito. A partir daí, começou um inferno sem fim.

Passageiros gritando, funcionária da US chorando, gente tentando organizar, criança passando mal, todo mundo com fome, passageiros adultos chorando.

Funcionários da US nos interrompiam e diziam: fujam da US Airways, é furada, a vida de vocês está em risco!!! Imaginem como isso nos desestabilizou! E não foi só com minha família. Eles chamaram vários outros passageiros nos cantos pra dizer a mesma coisa!

Oito e meia da noite, devolveram nossas bagagens e começaram a ver quem queria ir pela US e quem queria ir por outras companhias (nos foram dadas as opções da Delta e da American Airlines). Eu e inúmeros passageiros alegávamos que não tínhamos mais a menor confiança naquela companhia nem em suas aeronaves. Pedi Continental (guardem bem esse detalhe) porque a considero muito boa. Eles disseram que era só Delta ou American. Escolhi Delta porque já viajei por eles e sei que o serviço é ok, apesar das incômodas conexões em Atlanta.

Demoraram TANTO, mas TANTO pra atender todo mundo e resolver cada particularidade que nos liberaram 21:40 pra fazer check in de SEIS pessoas na Delta (que fica no ooooutro terminal do Galeão). E nos colocaram pra correr. Chegamos lá em 10 minutos, cheios de mala, nem sei como. Mas chegamos.

Só que o check in da Delta fecha, trava TOTAL meia hora antes do embarque. Foi o que aconteceu conosco.

Depois das três promessas de vôo da US que não foram cumpridas, nem colocar a gente em outra companhia eles conseguiram.

Minha namorada teve um surto nervoso e começou a chorar e gritar com os funcionários da companhia. Não havia educação que sobrevivesse a tamanha falta de respeito.

Nessa hora, o aeroporto parou pra olhar o que estava acontecendo, ficou uma situação feia pra imagem da empresa. Num instante, apareceram com outras opções de vôos pra aquele dia mesmo, pela TAM, pela Continental...

Mas como que a gente ia viajar, depois de um vôo cancelado no dia anterior e três tentativas frustradas naquele dia??? Não havia clima! Ainda mais depois que OS PRÓPRIOS funcionários da US nos disseram que nossas vidas estavam em risco, ao embarcar naquela companhia. A gente estava transtornado pra tomar decisao naquele dia.

Embarcamos e voltamos pela TAM, com tudo pago pela própria US.

Mas foi muito desgaste até conseguirmos O SERVIÇO QUE JÁ TÍNHAMOS PAGO e eu não desejo isso pro meu pior inimigo. Passamos muita humilhação, ficamos sem dormir direito, sem uma refeição, correndo de um lado pro outro do aeroporto com duas crianças...

Detalhe: na volta, não tínhamos os bilhetes das conexões no Brasil e saímos de Orlando sem sequer sabermos se íamos chegar em casa!!!

E ainda vamos enfrentar a burocracia deles agora pra mendigar o ressarcimento das nossas despesas extras com hotel e traslados.

Quanto aos danos morais e toda a humilhação, só a Justiça dirá! Porque vamos levar isso pros tribunais!

Minha dica é: fujam da US Airways!!! parte de nossas passagens foram por esta companhia porque ela faz parte da Star Alliance, parceira da TAM, cujo programa de milhagens foi utilizado na compra.

Hoje, depois de conversar com nossa agente da CVC (que nos vendeu o pacote terrestre, bilhetes de parques temáticos e traslados), ela nos informou que a CVC, depois do nosso caso, recomendou a todas suas lojas EM TODO O PAÍS que evitem vendas de passagens da US Airways!

Não escolham suas companhias só pela televisãozinha, pela comida ou pela cara da aeromoça. Transporte de seres humanos é algo sério. Eles estão lidando com as nossas VIDAS.

E, pelo que vivi, no aeroporto do Galeão, entre os dias 30 de novembro e 02 de dezembro de 2010, lidar com vidas não é o forte da US Airways.

Boas férias!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Obrigado por compartilhar conosco sua experiência, Antonio. São nessas horas, dos problemas, que realmente conhecemos as empresas. Foi um total falta de respeito o que lhe aconteceu.
A US Airways está sendo criticada desde o primeiro voo que fez aqui no Brasil.
Todo mundo quer pagar mais barato em suas viagens, mas existem empresas que não podemos confiar. É sempre bom procurar o melhor custo/benefício e não o menor preço.
Espero que você consiga receber o que é seu por direito.

Suellen
SuellenPermalinkResponder

Vou viajar em março para Orlando via US Airways. Quando voltar, venho aqui comentar.

Viajei uma vez apenas para o exterior, pela Air Canada. Achei alguns comissários muito estúpidos (concordo que tocar é falta de educação, mas esse nem foi o caso), a comida achei bem ruim e pra completar, na volta, estava gripada e com muito frio, fui pegar aquele paninho (que nem pode ser chamado de cobertor) e o mesmo estava cheio de chumaços de cabelo... que ódio!!!

Luiz
LuizPermalinkResponder

Acabei de ir e voltar ao Rio pela USAirways pela classe envoy. O servico foi muito bom. Os drinks e a comida foram excelentes e o atendimento tambem. As poltronas tambem foram de otima qualidade, com muito espaco e reclinando como uma cama. O aviao esta' em excelente condicoes e muito limpo. Pelo preco que paguei, recomendo muito. Dou nota 10 ao servico que recebi.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Como uma cama? Só de executiva/primeira classe consegue-se isso.

Luiz
LuizPermalinkResponder

Acabei de ir e voltar ao Rio pela USAirways pela classe envoy. O servico foi muito bom. Os drinks e a comida foram excelentes e o atendimento tambem. As poltronas tambem foram de otima qualidade, com muito espaco e reclinando como uma cama. O aviao esta' em excelente condicoes e muito limpo. Pelo preco que paguei, recomendo muito. Dou nota 10 ao servico que recebi. Entretanto nao sei como e' a classe economica.

Luiz
LuizPermalinkResponder

Envoy e' classe Business.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

É... depois que eu vi. Não conhecia essa denominação.

Vivian
VivianPermalinkResponder

Olha acho isso de correr risco de vida muito sério, vcs registraram alguma coisa, tem testemunhas...
Tenho uma viajem programada agora no final do mes com meu marido e filho e após ler isto será uma noite de terror.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

A US Airways não anda tendo problemas nos últimos meses em voos saindo do Brasil.

henrique
henriquePermalinkResponder

eu viajei pela us airways e achei melhor do que united pois a united sim eles q tem tripulacao rude tb viajei de united
estava com enjoo e pedia geloo aos comi sarios da us
e vcs q falam mau da us .a us e a 1 compania americana a compra embraer entao fiquem calados pois so eles e a virgin dao dinheiro ao nosso pais

regina
reginaPermalinkResponder

Vou viajar amanha pela Us Airways e confesso eu tenho panico de voar...agora entao..só nocauteada! Acho uma falta de tato fazerem tantas criticas negativas, todo mundo foi, voltou e nada aconteceu...caramba! Existem mil companhias ruins e outras boas...Se querem conforto e serem bem tratados...primeira classe está a venda.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

REGINA, eu nem sequer comentei nada neste post, mas, desculpe, o blog aqui é um meio de troca de informações, experiências e opiniões e eu acho estranho que a tua opinião seja de que as pessoas não possam falar o que pensam sobre a companhia aérea.

Não há nenhuma obrigação de as pessoas só escreverem coisas boas sobre a empresa. Aliás, neste post há comentários positivos e negativos sobre o serviço.

Sem nenhuma intenção de ser deselegante, me parece que, se não gostas que outras pessoas opinem, seria melhor que não lesses mais os comentários...

regina
reginaPermalinkResponder

A Swissair toda chique e cheia de nove horas, já viajei nele e me trataram mal, e fui buisness,caro pra caramba! E daí uma companhia que foi até a falência....

Luiz
LuizPermalinkResponder

Acho que o tratamento que o brasileiro leva tem muita haver com educacao. No meu voo, os atendentes ficaram um tempao pedindo as pessoas para sentarem para podermos ter inicio ao voo. Muitos tinham sacolas/muambas enormes. Quando o aviao chegou ao Rio as mesma coisa. Tiveram que pedir as pessoas que ficassem sentadas ate' estacionarmos. Na volta, os atendentes tiveram que dizer a um brasileiro perto de mim que ele nao poderia consumir o vinho da garrafa aberta que ele trouxe consigo (por causa das normas de aviacao). Ele ja' estava de copo cheio. Isso na primeira classe. Me deu vergonha.

bia
biaPermalinkResponder

não quero assustar mas estou apavorada !!meu marido foi para Miami dia 24 de janeiro e ao descer em Charlotte foi avisado que o avião não tinha freio ,rs passou um aperto
ele está vindo hj ,dia 29, de Charlotte para o Rio e estou morrendo de medo
espero que chegue inteiro ,rs
quero saber detalhes a respeito dessa aventura que ele passou ,rs

Paulo
PauloPermalinkResponder

E aí, Bia? O avião da US Airways chegou? Seu marido está bem? Como foi o voo dele?

Paulo
PauloPermalinkResponder

Pelo que li aqui e em vários outros lugares, o brasileiro pouco viajado crê que voar ainda é uma coisa glamourosa como nos anos 60 da "NOSSA VARIG". Ora, isso já acabou faz tempo. Qual é a diferença de espaço na classe economica nos assentos da TAM para os da Lufthansa ou US Airways? Pouquíssima se não for nenhuma. Avião hoje em dia não difere muito de um onibus. A diferença está nas asas. Todo mundo pode hoje em dia voar, graças a Deus. Então querem champagne e jantar com talheres de prata na classe economica? Isso acabou há muito tempo. Se alguém quiser um pouquinho mais de conforto e uma bebidinha grátis ou filminho mais bacana, tem de pagar muito mais caro e reservar um assento na classe executiva. E é só um serviçinho um pouquinho melhor que o de economica. Não se iludam. Glamour, só nos filmes de hollywood.
A propósito, vou de executiva na USAirways daqui a duas semanas para os EUA. É meu primeiro voo com eles. Só espero que a minha plotrona recline sem problemas, o que não aconteceu em novembro na ida e na volta - mesmo avião e poltrona - na executiva da DELTA e em fevereiro na economica da American onde o sinal de chamada de comissários resolveu disparar com uma hora de voo, bem em cima da minha cabeça e foi assim até Miami. Aliás, nem a VASP no final de carreira era tão ruim quanto a American. Se possível nunca mais voo com ela. Pois bem, na volta em março, digo se recebi um sorriso de alguma comissária da USAirwys e conto minha experiência, OK? E nunca se esqueçam de que voo bom é o que chega.
Saudações do Rio de Janeiro

Paulo
PauloPermalinkResponder

Esqueci de dizer que na minha ida em novembro para os EUA o finger demorou, pasmem, vinte e cinco minutos para encostar na aeronave que somados ao tempo gasto com imigração, novo despacho de bagagem e passagem pela segurança de embarque, perdi a conexão Atlanta-Miami e fiquei mais duas horas e meia aguardando o novo voo.
Na volta, no treço Miami-Atlanta, novamente o finger levou quinze minutos para encostar na aeronave. Creio que a DELTA está com algum problema com o seu pessoal de terra em Atlanta, sua sede.
Foi assim que começou com a Pan-AM. Deus a guarde...

flavia
flaviaPermalinkResponder

oi, gostaria de saber a opiniao do Ricardo Freire. Eu fui ano passado de AA achei seguro, tranquilo, mas as poltronas apertadas. Na volta entao foi mais cansativo. Este ano queria ir de novo em março estou escolhendo a cia. E ouvi falar bem deste trecho charlote rio, mas após este site fiquei na duvida. Qual a cia mais em conta ? Alguem pode me ajudar ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavia! Aqui quem fala é a Bóia. Veja nesta mesma caixa de comentários as opiniões de quem voou pela US Airways recentemente. Até onde eu sei, o Comandante não viajou por essa companhia por agora.

Clicando em "Anterior" ali embaixo você vê os comentários que ficaram na primeira página!

Carlos A. Caribé

Boa noite.
Estou surpreso, já voei p/ Amsterdã, Frankfurt e Dubai, sempre pela KLM, os voos foram simplesmente ótimos, inclusive locais. O serviço de bordo é irretocável, o pessoal de uma atenção sem fim, p/ não dizer que foi perfeito, o pessoal de terra (check-in) estava sempre enrolado e c/ atendimento lento.
Estou querendo ir a Nova Iorque pela primeira vez, aparentemente a US está fora, sobram Taca, Avianca e Copa, com preços semelhantes saindo do Rio. Alguém me aponta uma menos ruim?
Obrigado.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

US Airways está com excelentes preços para Miami, Orlando e Nova York: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=24&t=908

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Das citadas eu escolheria a Copa.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Pessoal, eu nunca fui de COPA para lugar algum, mas amigos meus detestaram. Ir num 737 apertado do Rio até o Panamá foi de matar, disseram. Quem vai de TACA e Avianca deve considerar as paradas e as respectivas instalações e tratamento dispensado aos passageiros pelas imigrações, polícia e demais autoridades latinoamericanas. Fico com a US. Boa viagem. Depois do carnaval eu digo como foi a minha experiência com a US

Mariana
MarianaPermalinkResponder

não tenho a experiência que a maioria do pessoal aqui tem em viagens, mas minhas poucas milhas me permitem chegar à seguinte conclusão: pessoas educadas como nós, só no Brasil. Acho que às vezes nós procuramos nos prestadores de serviços estrangeiros a cortesia e simpatia que nós BRASILEIROS gostamos de ter com os outros, e a coisa não é bem assim, cada cultura tem o seu jeito de ser...

Geraldo
GeraldoPermalinkResponder

Viajo muito pelo mundo a negócios, e infelizmente tenho observado que boa parte dos brasileiros são mal educados, muitas vezes evito me identificar como brasileiro por vergonha do comportamento destes, em hotéis então nem é bom falar, na portária quando aparece um brasileiro os funcionários já ficam de olho, porque muitos até furtam objetos dos hotéis. Está na hora de fazermos uma campanha para educar quem viaja para o exterior, e depois se queixam de preconceito!!!

Tiago
TiagoPermalinkResponder

Olá a Todos. Pra falar a verdade, é a minha primeira viagem internacional. Já voei algumas poucas vezes aqui pelo Brasil. Na verdade o que me chamou atenção na US Airways foi o preço lógico.Procurei outras cias, mais os preços estavam mto mais caros.Fiquei tentado a comprar pela COPA.Mais os lugares acabaram entao a US Airways tornou-se a unica opção.UM fator que me levou a demorar na Escolha é que pesquisei sobre a Copa.Por um lado fiquei animado pq, com a demora no tempo da Conexao, poderia fzer um passeio tranquilamente pela cidade do panama, pois pelo que vi, existem passeios que saem do Aeroporto, e por la ficar o MAIOR DUTY FREE DO MUNDO.Agora vem os contras. Nem sempre tudo o que se le na internet é verdade.Mais o mais importante.Mais de uma pessoa me falow que conexao fora do pais de Destino é complicado.Se eu ja estou temeroso com a Conexao em Charlotte,já que vou p NOva York, imagine depois disso.Vou pela US Airways msm, p Nova York c/ minha namorada p alem de conhecer a cidade fazer um curso de ingles.Agora pergunto.Meu ingles eh de Iniciante, e o dela intermediario.Ha alguma complicação na Conexao??? Já li aqui, mais gostaria de ler algumas experiencias.Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tiago! Não entendi; a US Airways não ficou como única opção?

Paulo
PauloPermalinkResponder

Pessoal, como prometi, acabo de chegar dos EUA pela US Airwyas. Nada diferente de qualquer empresa aérea americana. Serviço simples e seco. Nada de asperesa por parte de nenhum funcionário, quer na ida como na volta. Como eu fui e voltei de executiva só tenho a lamentar o espaço da poltrona. Muito estreita. Isso deve ser por causa da idade do avião. Tanto na ida quanto na volta era um aparelho que entrou em operação em 1988 ou seja, há 23 anos atrás. Nada que comprometa o voo. Limpo e sem problemas, mas VELHO para quem gosta de coisa nova como eu. O ponto mais positivo foi para a comida. Muitos pontos acima ds demais americanas. Pratos caprichados no jantar e no café da manhã.
Fica aqui uma sugestão para quem é do ramo de turismo: Fazer pressão para que eles coloquem um aviaõ mais novo nesta rota. Dai eles passam a concorrência.
Um abraço

Glauber Ribeiro

Pessoal, abaixo um pequeno relato da minha experiência recente com a US Airways, voando Rio de Janeiro até Orlando, com conexão em Charlotte. Fiz questão de voltar aqui pq mesmo não tendo problemas em voar, depois de ler alguns relatos, fiquei muito preocupado com medo de atrasos, malas, etc.

Bem, só pra efeito comparativo, acabei de fazer minha 15ª viagem aos EUA, sendo que primeira pela UsAir (Sempre usei Continental ou TAM) e já fiz voos pela Aerosur, Air Europa, Alitalia, Iberia, El Al Israel, Turkish, Aegean, etc.

1 – Serviço em terra no Rio, Charlotte e Orlando foram excelentes. Vi um grupo de umas 10 pessoas sem saber o que fazer ao chegar em Charlotte e uma funcionária da USAir os acompanhou da imigração até o portão de embarque. Já passei por situações inesperadas voando pela Continental (Cancelamento de voos, voos perdidos e nunca vi um atendimento bom como o da Us Air).

2 – Serviço de bordo bem tranquilo. Pessoas educadas e atenciosas. A comida é normal, ruim igual as outras, mas não me importo com isso. Já fiz diversos voos de executiva e a diferença da comida é grande, mas falando de econômica, não vi diferença, por exemplo, pra continental.

3 – Avião:

GIG – CLT: Aviao 767-200, antigo mas em bom estado. Já fiz voos pela American e Continental com avioes antigos tb, mas em bom estado, sem estresse nenhum. Já peguei avião bem pior como na Aerosur, Air Europa e Fly. Este 767 não tem tv individual o que pra mim é ruim pq não durmo nada durante o voo.

CLT – MCO: Avião Airbus A319 ou 320 não lembro, Voo tranquilo, aviao antigo, mas bem tranquilo.

MCO – CLT: Avião Boeing 737-400. Esse sim achei ruim, mas pelo espaço. Tenho 1,90 e fiquei bem mal na 4A.

CLT – GIG: Mesmo 767-200 da ida.

Resumo: Nenhum problema com os funcionários da UsAir, avião normal (sei que existem melhores como os boeing 777 que ja vooei tb), comida normal (ruim igual a de outras), nenhum problemas com malas, nenhum atraso. Tranquilo.

É isso.

abs,

Glauber

Emilio
EmilioPermalinkResponder

voei de US Airways na semana passada, de fato são aviões velhos (bem velhos) e a comida é fraca, mas não houve atrasos significativos e o pessoal de terra e comissários atuaram de forma profissional (não necessariamente cortez). O que acho impressionante é que mesmo com milhares de brasileiros viajando todos os dias para os EUA ainda achem que se falarem espanhol conosco temos que entender... no geral, se tiver que escolher entre AA e US Airways, ainda fico com a US Airways. Mas se puder voar Delta ou Continental ai é outro papo, são bem melhores.

Alba Dias
Alba DiasPermalinkResponder

Pessoal,

Lendo alguns relatos sobre o vôo USAIR RJ x Orlando, via Charlotte, resolvi contar a minha experiência com essa companhia aérea.
No dia 04/03/2011 estávamos num grupo de amigos composto por 11 pessoas. Nosso vôo tinha previsão de saída do RJ às 23h50, chegando em Charlotte às 08h do dia 05/03 com conexão para Orlando às 9h26. Ocorre que quando chegamos ao gate de embarque da conexão o vôo estava fechado e não nos foi permitido o embarque, já que não havia mais lugares disponíveis nesse vôo. Fomos encaminhados então para o setor de atendimento onde fomos informados que eles não tinham lugares disponíveis nos próximos vôos para os 11 passageiros. Nos acomodaram no vôo das 22h10, ou seja, 13 horas de espera sem nenhum tipo de assistência. Como recompensa ofereceram 6 assentos na primeira classe e os demais na classe econômica.
Após 13h de espera, fomos informados que nossas passagens teriam que ser trocadas já que a aeronave que faria do vôo 1857 havia sido trocada e não havia lugar para todo o grupo e as passagens de primeira classe foram canceladas sendo disponíveis apenas 09 lugares na econômica e que 02 pessoas do grupo teriam que viajar no dia seguinte às 05h da manhã.
Nossos bilhetes de primeira classe foram recolhidos e rasgados pelas atendentes, nos sendo fornecido um outro bilhete de classe econõmica.
Nossa indignação foi grande e depois de 13h de espera não podíamos suportar tanta desorganização. As atendentes foram extremamentes grosseiras conosco pedindo o tempo todo que ficássemos longe delas já que elas não podiam fazer nada. Ficamos em pé na entrada do vôo e informamos que iríamos todos embarcar naquele vôo e que isso era um absurdo. Vendo que já estávamos no limite da nossa tolerância, as atendentes fizeram um apelo no auto-falante, pedindo voluntários para desistirem daquele vôo, oferecendo U$ 100 de compensação. Depois de muita confusão e protestos nosso grupo conseguiu embarcar no vôo 1857 das 22h20, chegando em Orlando com mais de 24h após o embarque no RJ. Perdemos praticamente um dia inteiro de passeio, sem falar no estresse emocional de todo o grupo. Estamos movendo uma ação contra a USAIR e esperamos que esse relato ajude nossos amigos Brasileiros que pretendam voar pela USAIR, ou melhor, não voem pela USAIR.

Jaime
JaimePermalinkResponder

Muito obrigado pessoal pelas dicas e recomendações que tem passado neste bate papo.
Faz 2 minutos cancelei minha reserva de vôos para ir a NY pela US para o próximo sabado.
Eu viajo muito pelo trabalho e ferias também, para mi o mais importante é a segurança do vôo e com avioes velinhos não tenho. Sobre o comportamento dos brasileiros em viagem isso para mim é rotina, não sabem se comportar como devem, mas não são somente o brasileiros assim, pior são os argentinos, que não respeitam ni ao vecino, eu não sou brasileiro mas eu gosto de fazer vigem com eles, saõ alegres. Agora prefiero pagar mais mas vou pela TAM que me dá mais confiança, aunque tem também bastantes problemas nos vôo internacionais. Valeu.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Caramba, agora fique na dúvida com os comentários! Preciso ir para Las Vegas e a diferença de valor é grande! Nunca tive problemas com Delta, GOL, TAM e Air France, sendo esta última a melhor no atendimento, alimentação, avião, etc. (embora eu considere que depende muito da 'sorte' de se pegar uma boa tripulação, aeronave, tempo, etc.).

AGORA continuo na dúvida cruel. Amanhã pretendo comprar as passagens...

JULIANA
JULIANAPermalinkResponder

FIZ UMA VIAGEM PARA OS EUA NO INÍCIO DESTE MÊS E, CONFESSO, ANTES DE EMBARCAR ESTAVA MUITO APREENSIVA PELOS COMENTÁRIOS QUE LI NESTE POST. RESOLVI ESCREVER PARA CONTAR MINHA ESPERIÊNCIA.
FUI POSITIVAMENTE SURPREENDIDA.
CLARO QUE MUITOS DOS COMENTÁRIOS PROCEDEM, MAS TALVEZ POR ISSO A EMPRESA TENHA UM MELHOR PREÇO. OS AVIÕES SÃO REALMENTE MAIS ANTIGOS, O QUE NÃO QUER DIZER NECESSARIAMENTE QUE SÃO MENOS CONFORTÁEIS. A COMIDA NÃO FOI RUIM.OS COMISSÁRIOS FORAM MUITO EDUCADOS E, TANTO NO VÔO DE IDA QUANTO NO DE VOLTA UM DELES ERA BRASILEIRO. HAVIA TRAVESSEIRO E COBERTOR, MAS NÃO KIT COM ESCOVAS DE DENTES COMO A TAM FORNECE.O FONE DE OUVIDO REALMENTE ERA VENDIDO, MAS COMO EU HAVIA LIDO SOBRE ISSO AQUI NO SITE, LEVEI O MEU. O VÔO DE VOLTA TEVE UMA HORA DE ATRASO POR CONTA DE UMA PASSAGEIRA QUE PASSOU MAL E OS MÉDICOS NÃO PERMITIRAM QUE ELA CONTINUASSE NO VÔO.
RESUMINDO:
PELA DIFERENÇA DE PREÇO, VALE O SERVIÇO.NÃO TEM O PADRÃO DA TAM EM NENHUM SENTIDO. MAS PARA MIM, QUE ESTAVA ESPERANDO UMA VIAGEM INFERNAL PELO QUE HAVIA LIDO AQUI,FOI UMA BOA SURPRESA.
SE A DIFERENÇA DE PREÇO FOR SIGNIFICATIVA, VALE SIM VOAR PELA US AIRWAIS, POIS OUTROS AMIGOS QUE FORAM PARA O MESMO CONGRESSO POR OUTRAS EMPRESAS RECLAMARAM MUITO DO SERVIÇO.
NO QUESITO SATISFAÇÃO DO CLIENTE, É MUITO DIFÍCIL SUPERAR A TAM.
ESPERO TER AJUDADO.
RESUMINDO:

Mari
MariPermalinkResponder

ai que dor nos olhos!

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Bom pessoal, brasileiro costuma reclamar de tudo mesmo.
Gostaria de lembrar que avião é meio de transporte e não cinema, restaurante. Lembrando também que Comissário de Voo não é garçom e que está a bordo para segurança dos passageiros.
Pra quem não sabe, Comissário de Voo é treinado para atuar em situaões como sobrevivência na selva, sobrevivência no mar, primeiro socorros, etc; não é treinado para efetuar o serviço de bordo.
Portanto, Comissário de Voo não tem a obrigação de ser simpático.
Lembrando também, como já escrevi anteriormente, serviço de bordo é cortesia da empresa. Avião não é restaurante.
Brasileiro tem a mania de dizer só porque estou pagando tenho direito a tudo.
Outra coisa ridícula de brasileiro. Quando está no serviço de bordo e perguntam o que desejam pra beber, vem a velha história: tudo que eu tenho direito. Passageiro tem direito a uma bebida e a uma refeição e respeitar a tripulação.
Você paga a passagem para para viajar, não para comer, não para assistir filme.
Lembrando que se durante o voo você tem sede, levanta do assento e vai buscar. Chamada de Comissário é somente em caso de emergência.
Tens os que fazem barraco, só porque não está sentado junto, porque está sentado ao lado do banheiro, porque não tem mais a opção de comida que ele quer.

Abraços a todos, e lembrem-se todos dessas dicas.

Luciana Bordallo Misura

Esse cara deve trabalhar pra uma cia aérea. Só pode.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Sem dúvida! Ficou evidente para mim.

Alice
AlicePermalinkResponder

Ele é comissário, provavelmente. E acha que realizar tarefas semelhantes às dos garçons é desabonador. Ridículo.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Serviço de bordo não é cortezia nesses voos, é obrigação, pois ao comprar o bilhete estabele-se um contrato de serviço, que diz que a partir do check-in a empresa é responsável por voce.

Como não lhe é mais permitido embarcar com alimentos e bebidas,cabe a empresa em voo de 9 horas zelar pelo seu bem estar.

O seu cargo deve ser bom na usa......

Clara
ClaraPermalinkResponder

A segurança do passageiro inclui a saúde do passageiro, isso não parece óbvio? Lamento informar, mas comissário de bordo é para atender os passageiros, sim. Ou será que alguma companhia gostaria de ser processada por privar passageiros de líquidos e comida, podendo até causar um coma hipoglicêmico num diabético, só para mencionar um exemplo.

E acho muito bom reclamar, sim, sempre que uma causa é justa. Reclamem, pessoal!

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Riq e demais,
vou para Orlando pela US Airways em maio, e na volta minha conexão chega em Charlotte às 13:30 e o voo noturno só sai às 21:30h. Será que posso sair do aeroporto? Neste caso, ´vc teria dicas de algum programa para fazer lá? estarei com marido e filhas (2 e 4 anos). Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Aqui quem responde é A Bóia.
Subimos a sua pergunta para o Perguntódromo, vamos ver se temos sorte.
Leia uma matéria de 36 horas em Charlotte no New York Times:
http://www.nytimes.com/2003/11/14/travel/journeys-36-hours-charlotte-nc.html

Luciana Bordallo Misura

Vanessa, de uma olhadinha nessa lista do site Disney Family de coisas pra fazer em Charlotte com crianças entre 2-4 anos. http://family.go.com/travel/things-to-do/north-carolina/charlotte/for-preschoolers/

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Vanessa,

Na prática, vc tem de estar no aeroporto, com segurança, as 19h no máximo. Dependendo do dia/trânsito, significa sair da cidade as 18h. Assumindo que nào haja atrasos no seu vôo, você pode assumir que pode estar "livre" as 14h. Isso te deixa com 3h30 ao todo de "tempo útil seguro" para curtir a cidade. Vale a pena? Acho que não, mas eu sou meio paranoico com essa ideia de perder um vôo internacional no qual eu já fiz check-in (e se isso acontecer, vc perde tudo: passagem, assistência da cia. aéra, e tem de comprar novos bilhetes por conta própria).

Luciana Bordallo Misura

Andre, ela já vai ter feito o check-in, então não precisa estar no aeroporto 2h30 antes do vôo não. Ela tem que refazer a segurança e estar no portão na hora marcada pra começar o embarque...Com certeza eu sairia do aeroporto com as crianças, elas ficam MUITO irritadas de ficar horas no aeroporto e já embarcam de péssimo humor pra um vôo longo. Só não faria nada muito complicado, um lugar com parquinho pra elas correrem e gastarem a energia está de bom tamanho.

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Realmente passar 8 horas no aeroporto com uma criança não é das experiências mais agradáveis, pois como bem disse a Luciana, elas ficam muito irritadas e impacientes. A única exceção é se o aeroporto tem alguma infra para elas, mas não conheço o de Charlotte.

Eu também recomendo sair, mas veja algo por perto do aeroporto para não ter surpresas. Como sou neurótico com esse negócio de horário, eu tentaria chegar de volta com pelo menos 2 horas antes embarque, mesmo já tendo feito o check-in. Eu já peguei filas de 1 hora em raio-x nos EUA e Europa, portanto não é bom arriscar.

Denis Pedroso
Denis PedrosoPermalinkResponder

Boa Noite a todos, primeiro gostaria de dizer que as opiniões expressas aqui são EXTREMAMENTE importantes para nós (passageiros ou possíveis passageiros da US Airways) estejamos preparados para o que der e vier, estou com viagem marcada para dia 1/06 para Minneapolis com conexão em Charlotte, da última vez em que fui aos EUA tive um tratamento extremamente desagradável partindo de uma AEROANTA da United como não tenho um inglês perfeito perguntei a ela quanto tempo chegarmos à Chicago e ela não entendeu direito e ficou esbravejando, sendo assim reclamei com a United e que me retorno se retratando, fora isso a volta ao Brasil em Janeiro (2010) foi marcada pelas "muambagens" dos Brasileiros, mas vamos falar a verdade... Quem resiste a uma "clearance" eu e minha melher não resistimos, contudo até por uma questão de respeito apertamos tudo nas malas e deu tudo certo. Bom assim que voltar de Minneapolis conto como foi a minha "Journey" pela US Air Ways e espero que corra tudo sem maiores percalços. Grande abraço a todos Denis Pedroso (São Paulo)

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Boa tarde.

Viajei pela US AIR em 2/2011 RJ-Charllote-Orlando/Charllote /RJ
Avião- Velho , mas limpo, voo tranquilo com atendimento de piloto e aeromoças(BRASILEIROS) em Inglês e depois português.
Comida - Boa quantidade, qualidade razoável se tratando de classe econômica.
Horário- Super pontuais na ida/volta.
Chegada em Charllote - a USAIR contratou uma brasileira chamada Hozana(está há 14 anos em Charllote) muito, muito, atenciosa com os brasileiros que chegam apreensivos com a imigração.
Ela pergunta se o teu inglês é bom, médio ou ruim.
Se for zero te encaminha para um guichê onde o Americano pega mais leve nas perguntas e inclsusive fica a teu lado.
Isso na verdade é uma atenção dada pela us air. MOTA 10 quebra uma galhão.
Na volta orlando/charllote/RJ tudo igual.
Só tenho elogios para US AIR.
Milhas - atendimento 10 .
É isso.
Abraços

MONICA
MONICAPermalinkResponder

Volto aqui para contar que a viagem foi ótima(gig-charllote-orlando), a comida estava boa, não esqueça de levar tampão para os ouvidos(vende em farmácias) pois é muito barulhento o avião, fora isso nota 10. Vá traquilo não se atenha a essa história de avião velho, me poupe, se fazem as revisões eu confio mais do que os da Gol ou da Webjet, por exemplo...

Julia
JuliaPermalinkResponder

mano, olha qnd ela foi viaja!
Epoca de pico, natal, tbm naum da
eu to indo no dia 22/06 e tenho certeza q tudo vai dar certo!

Isabella
IsabellaPermalinkResponder

Li este blog somente depois de ter comprado as passagens via US Airways... Minha viagem foi durante o feriado da semana Santa de 2011 para New York.
A ida trasncorreu normalmente. O avião é realmente mais antigo e a comida é a normal de todas as cias aéras. Até ai nenhum problema.
A volta foi um show de terror que não sei como terminou para os demais passageiros.
Embarcamos de volta no domingo de La Guardia para Charllote e o voo atrasou a sua chegada. Durante o check in várias vezes os atendentes da US Airways pediam informação sobre quem teria destino final no Rio de Janeiro. Nos apresentamos no mínimo duas vezes e ninguém falou nada sobre uma possibilidade de troca de voo ou sequer de uma possivel perda de conecção. Ao embarcarmos ficamos esperando muito tempo já dentro do avião devido a chuva e ao posicionamento da nossa aeronave para deoolagem (uma vez que a fila de aviões era grande). Ao chegarmos a Charllote fomos recepcionados com um atendente da US Airways avisando que o nosso voo havia decolado há dois minutos e que só haveria disponibilidade no voo para o Brasil na QUINTA-FEIRa. Novamente, quero ressaltar que viajava na classe executiva no DOMINGO. Em tempo, na fila também estavam outras pessoas que perderam o voo e tinham saido de New Jersey... Alguns não sabiam falar inglês... Deram opções de retorno via Paris - Charles de Gaule.
Para piorar a situação, como o atraso ocorreu devido a problemas climáticos, a US Airways não pagaria nenhuma despesa para o período em questão.
Estou grávida de 6 meses, tomando injeções diárias para trombose e nada disso foi um diferencial para a equipe de terra. Fiquei na fila esperando uma solução que não veio até 1 hora da manhã. Sai de la com uma reserva para retorno ao Brasil somente na quarta. Durante a espera, achei vaga em outras cias aéreas, mas o pessoal da US Airways não quis endossar a passagem.
Fui para um hotel por minha conta, liguei varias vezes para o 0800 da Cia e nenhuma opção a contento me foi dada.
No dia seguinte fui para o aeroporto logo de manhã, mesmo o voo saindo somente a noite e entrei várias vezes na fila da US Airways.
Na quarta vez ao questionar a minha posição na lista de espera... consegui que um ser humano entedesse a minha situação e consegui embarcar num voo em ECONOMICA para Houston e de Houston para o Rio via Continental.
Vim no meio de dois desconhecidos pois o voo estava cheio.
Não importa. Consegui chegar e prometo - NUNCA MAIS VOO DE US AIRLINES.

Nelson
NelsonPermalinkResponder

Em abril viajei alguns trechos com a US Airways: Rio de Janeiro - Charlotte; Charlotte - Indianapolis; Columbus (Ohio) - Chicago.
Não tive problema algum em nenhum dos trechos, nem mesmo na viajem do Rio para os EUA. O avião é mais antigo, sim. Mas isso não quer dizer que o avião não seja seguro. A comida foi normal, o voo tranquilo e o atendimento das comissárias foi noemal, igual ao de qualquer outra companhia aérea. Em nenhum dos trechos houve atraso. A volta para o Brasil foi pela United (Chicago - São Paulo)e a única diferença é que o avião dispunha de TV indiviual. Que na verdade não era grandes coisas também, programação fraca, era quase o mesmo que ter ficado sem nada. O melhor sistema de entretenimento que já vi até hoje, por incrível que pareça, foi da South African Airways - nas duas vezes que fiz a rota SP - Joanesburgo - SP. Mas voltando a falar da US Airways, podem viajar tranquilos, e como alguem disse acima, em Charlotte há uma funcionária (Hozana) que é brasileira e orienta aos passageiros por onde seguir equais documentos ter em mãos para passar na imigração.

Andre
AndrePermalinkResponder

Como profissional do turismo e viajante frequente achei que valia a pena defender a USAIR um pouquinho. Já fiz vários vôos com eles para NY, Orlando e Las Vegas. Ok, os aviões são antigos, mas para rotas saindo do Rio, este parece ser o padrão seguido pela American e pela TAM. 767s velhos, sem monitores individuais.

Ok, a comida não é lá estas coisas, mas tirando a TAM em algumas ocasiões, qual é boa?

O que me chocou foi esse papo de que funcionários da USAIr desaconselham o voo pela própria cia. Bem, para come''car a USAIr conta com serviços terceirizados no Rio de Janeiro. Tirando comissariado de bordo e demias tripulantes, o pessoal de terra é quase todo, se não todo terceirizado.

Partindo do princípio que a tripulação não tem opção a não ser voar pela própria cia, é estranho que não prezem pela própria vida. Aviação é coisa séria e dificlmente um acidente acontece por falta de manutenção. Nào queiram saber as idades dos 767, 757 e maioria dos 737 que voam por aí.... aparentemente novos, são velhos, mas nem por isso menos seguros. Avião não é carro... com 20 anos tá na flor da idade.

Equipe de bordo rude? Nào tive esta experiência. ou melhor, talvez por viajar com frequencia já me acostumei ao jeitinho americano nada doce. Ainda assim, deixa a American no chinelo.

Problemas e cancelamentos acontecem em qualquer cia aérea especialmente nos períodos de picos. No final de 2010 ainda houve o problema das nevascas que fechou aeroportos da costa leste americana criando caos. Estava em NY com a USAIR e fique preso lá por 3 dias. Tinha amigos vonaod com a Delta e com a American no mesmo período e a USAIr foi a primeira a conseguir tirar as pessoas de NY. Exemplar.

Aos marinheiros, ou melhor passageiros de primeira viagem, indico a TAM, a Continental e a United como melhores opções para os EUA e atualmente a USAIR. Muitos clientes viajram com a cia em 2011 e não tive reclamações além das normais que todos trazem de todas as cias aéreas americanas.

marcialita
marcialitaPermalinkResponder

Bom dia! Li os comentarios e dei muita risada! Sou comissaria ha 20 anos e posso comentar que segurar braco de qq funcionaria de aviacao hoje em dia eh extremamente perigoso ahhahah somos treinadas pela policia! Agora alem do terrorismo a tolerancia para passageiros agressivos e alcolizados eh ZERO!Colocamos algemas nesses passsageiros agora e a Policia devera receber o voo. Agora pq os brasileiros tocam nas comissarias? Tocamos nos medicos e enfermeiras quando vamos ao hospital? Ou tocamos o maitre ou o garcom aundo vmaos ao restaurante? Ou tocamos no atendente do posto de gasolina? Gostaria de lembrar tb que os comissarios estao a bordo para ajudar o comandante numa emergencia e somos treinados arduamente para isso. A seguranca de todos a bordo ...passageiros e tripulacao eh a nossa prioridade. Respeitem seu comissarios de bordo...estamos ali para salvar a sua vida. e Obrigada pela atencao! smile

Andre
AndrePermalinkResponder

Marcialita,

É sempre bom ouvir a outra parte, mas não se pode menosprezar a experiência dos outros. Como brasileira que parece ser, deve entender que brasileiros tocam as pessoas pois é cultural. Não vai aqui uma defesa ao comportamento, mas constata;cão. Sim, tocamos os médicos e enfermeiros, nunca viu ninguém apertar a mão e dar uma batidinha no ombro? Fazemos isso o tempo todo. Sim, garçon passa e nào olha e as pessoas tocam no braço ou costas sim para chamar.. o mesmo acontece com comissários de bordo. Perdão, mas ninguém pega um avião olhando comissário de bordo como alguém que está ali para salvar vidas, mas sim como alguém que está ali meramente para servir, assim como garçon, enfermeiro, médico etc.. Até porque ninguém quer testar as habilidades dos comissários em caso de emergência, correto? Comissários devem ser respeitados assim como qualquer pessoas que está fazendo seu trabalho e que também por isso deve respeito aos clientes no mesmo nível.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar