Rio-Charlotte pela U.S. Air: avião velho, tripulação rude

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rio-Charlotte e conexões

No finzinho de setembro, quando as passagens internacionais para as festas de fim de ano estavam na escandalosfera, descobri que a U.S. Air já estava vendendo passagens do vôo Rio-Charlotte que começaria a operar no meio de dezembro. Subi um post e recomendei à Elisa Araújo, CEO do site, que procurava uma passagem palatável a Nova York -- e conseguiu emitir Rio-Newark por 950 dólares. Pois bem. A Elisa já voltou -- e tem coisas bastante interessantes para nos contar -- tanto sobre o estado (lastimável) do avião que está fazendo a rota, quanto sobre o estado de nervos da tripulação. Aproveite o vôo para economizar, mas por favor contenha esse seu impulso de tocar as comissárias!!!

O vôo do Rio para Charlotte pela US Airways no dia 25/12 foi inacreditavelmente ruim. Toda a fileira esquerda de poltronas na classe econômica estava com os controles  defeituosos, portanto não pude ler durante o vôo porque a luz não acendia, não pude ouvir o áudio dos filmes porque o áudio no braço da poltrona nao funcionava... Mas isso eu só descobri depois de ter comprado os fones de ouvido por USD 5 sad

O cinto de segurança da minha poltrona saiu na minha mão porque a peça de metal que prende o cinto à poltrona estava quebrada. Dei um jeito de prender, mas isso mostra o estado da aeronave!

A comida era 'chicken' ou 'pasta' e chicken quer dizer um pedaço de peito de frango assado com batatas comíveis e cenouras não-comestíveis.

As comissárias de bordo foram de uma grosseria inacreditável. Não estao acostumadas a voar para o Brasil. Reclamaram que os passageiros tocavam nelas e chegaram a pedir no sistema de som para que os passageiros não encostassem nelas -- "Please, don't touch us". Segundo uma delas, depois do 11 de setembro, elas foram treinadas para reagir fisicamente se alguem segura o braço ou bate nas costas... Todos os passageiros desceram do avião reclamando da grosseria a bordo.

Como eu estava fazendo conexão para Nova Iorque (para o aeroporto de Newark), tive que pegar minha mala na esteira do aeroporto de Charlotte e colocar numa outra esteira, em outro salão, de onde ela iria para a conexão*.

A volta para o Rio no dia 3/1 foi menos turbulenta a bordo, mas o avião ainda era antigo -- a bandeja da poltrona ao meu lado estava meio quebrada.

No check-in em Newark (New Jersey), depois das malas estarem etiquetadas, a atendente pediu que eu as carregasse até um carrinho de transporte ali perto, de onde seguiriam para o avião. Não havia esteira no setor de check in.... Mas pelo menos as malas foram direto na conexão em Charlotte, não tive que me preocupar com isso*.

O vôo atrasou 2 horas porque o avião em que eu estava ficou aguardando uma peça para trazer para o Rio para um outro avião da US Airways que estava aqui. Depois disso, um passageiro desistiu de viajar e a mala dele teve que ser retirada do avião. E com o atraso todo, passamos de um determinado horário e foi preciso aguardar uma autorização de Washington para decolar. A comunicação da tripulação com os passageiros era em inglês ou em português via um comissário de bordo que era português.

Cadeiras de balanço no aeroporto de Charlotte. Foto: Elisa AraújoO único ponto positivo desse vôo da US Air (via Charlotte) é que o aeroporto de Charlotte é bem sinalizado e fácil de circular. Um detalhe: no saguão, há cadeiras de balanço para quem está aguardando.

*Aos baldeadores de primeira viagem, como a Elisa: voando do Brasil para qualquer lugar dos Estados Unidos com conexão, com qualquer companhia aérea, é preciso retirar a bagagem no aeroporto de desembarque e entregar para funcionários do aeroporto providenciarem o reembarque (dá um medão). Na volta isso não é necessário e as bagagens vêm direto para o Brasil (onde precisam ser desembaraçadas no aeroporto do primeiro desembarque).

324 comentários

leonardo brollo

eh indicado ao meu inimigo.

jair
jairPermalinkResponder

Pessoal, viajei com minha família para os EUA em 11 de junho, voo US 0801, Rio – Charlotte. Como dizem, o avião que pegamos realmente é muito velho, um 767-200, carpete desfiado, mesas dos encostos quebradas, parece mentira mas na porta da saída de emergência, parte do revestimento interno estava preso por fita isolante. São detalhes que, para falar a verdade não me incomodam muito, mas o que me deixa muito irritado é que para a Europa a USAirways voa com airbus 330, muito moderno e voos domesticos também utilizam aeronaves modernas. Durante o voo conversei com muitos passageiros frequentes e todos foram unânimes em dizer que o único atrativo desta empresa é o preço. Tripulação eu não vou dizer que é rude como já li por aí, mas também não posso dizer que são amáveis. Como exemplo, logo faltando uma hora e meia para pouso em CLT, os comissários estavam servindo o café de manhã. Um dos comissários, um rapaz de uns 40 anos, moreno estava bastante irritado e irônico. Ao servir um pão, um passageiro já com idade avançada perguntou-lhe o que era, o comissário disse em português sofrível, PAO DOCE… o senhor perguntou mais uma vez e em seguida, este mesmo comissário começou a gritar (gritar literalmente) PAO DOCE… PAO DOCE… PAO DOCE. Muitos passageiros, inclusive meinha filha estavam dormindo neste momento, acordaram assustados com os gritos do comissario. Os outros membros da tripulação ficaram imóveis observando aquela cena grotesca. Muitos passageiros, indignandos, reportaram o ocorido à US na chegada, todos dizendo que queiram um compensação ante o inconveniente passado. Esta foi minha experiência. Acho que da próxima vez, vou procurar outras empresas. às vezes a diferença é muito pouca.

Luciana Bordallo Misura

Pedir compensacao por causa de uma coisa dessas e ridiculo. Mas sobre o aviao velho e exatamente o que penso: em outras rotas "nobres" eles usam avioes melhores/novos e deixam a porcaria pro Brasil. Mesma coisa que a Delta faz.

sergio
sergioPermalinkResponder

Viajei no dia 17 JUN para NY, pela USAIRWAYS, com conexao em Charlote (NC). Ocorre que, por problemas na turbina, o vôo atrasou e perdemos a conexão com a American Airlines (que nos levaria ao destino final). Ao chegarmos ao Aeroporto de Charlote não havia sequer um empregado para nos direcionar corretamente para a conexao. Ao procurarmos qualquer um, não nos atendiam, orientando-nos a ficar em uma determinada fila no proprio desembarque. Não adiantava tentar explicar que iriamos perder a conexao ou que nossa situação era de urgencia no atendimento. Só o que ouvimos era "aguarde na fila". Foi o que fizemos. E, claro, perdemos o vôo da AA.
Quando percebemos que não teriamos atendimento na US, começamos a procurar por nossa conta o embarque da AA. A AA, nos forneceu um atendimento igualmente péssimo, mas graças a um de seus empregados que, pelo menos se dignou a nos orientar corretamente, nos colocou em fila de espera no voo seguinte e conseguimos embarcar. Stress a parte, conseguimos chegar em NY.
Mas o problema pior foi na volta ao Brasil.
Qdo chegamos (com 4 h de antecendencia) ao Laguardia o painel de informações avisava que nosso voo fora cancelado. Procuramos imediatamente o balcão de embarque para saber o que fazer: "fiquem na fila". OK, ficamos duas horas na fila. Quando chegou nossa vez, fomos informados que era a fila errada. Que deveriamos ter ido para fila "especial". Quando dissemos que formos orientados pela atendente da USAirways a ficar naquela fila, ouvimos um "sinto muito" e, em seguida uma quase intimação para sairmos da frente para que pudessem atender ao proximo cliente.
Fomos para a fila especial (mais 2 horas). Quando conseguimos ser atendidos, nenhuma solução. Não havia mais nenhum voo para Charlote (conexao para o Brasil), não havia como nos embarcar em outra companhia aérea. Após mmuita insistência, consegui falar com o gerente que, após 30 minutos, voltou com uma reseva no voo TAM que sairia no dia seguinte às 9:25 do Aeroporto JFK. Teriamos que ir por nosso conta (paguei o taxi), sem direito a hotel (o voo fora cancelado por problemas climaticos). Satisfeitos (pelo menos conseguiriamos voltar para o Brasil), seguimos para o JFK, onde passamos a noite.
Fui o primeiro da fila no balcao da TAM.
SURPRESA: Não havia reserva nenhuma. Era apenas a inclusão na fila de espera. Sem garantia nenhuma de embarque pois o voo estava cheio. Sem ter o que fazer aceitamos a situação e desta vez, com muita raiva (pra não dizer desespero), aproveitamos para ir até o terminal da USAirways no próprio JFK para, pelo menos, garantir o embarque no seu voo à noite. Mais surpresa: não havia vaga. E não houve argumento que fizesse com que a empresa entendesse que a culpa era dela, que ela nos havia direcionado para outra companhia aerea, sem garantia de embarque e que deveria garantir nosso retorno. Só ouvimos "na fila" e "sinto muito". Desta vez a excelente funcionária que nos atendeu nos orientou a procurar a TAM e tentar embarcar de qq jeito(!!!). Mas não era a USAiways que deveria nos embarcar de qq jeito? "Sinto muito, não posso fazer nada", foi a resposta.
Se não fosse a TAM, estariamos até hoje na fila da USairways. Fomos maltratados e desrespeitados o tempo todo. Um pessoal mal preparado, com um gerente irresponsavel (que só fez transferir o problema para a TAM, sem resolver o problema definitivamente). Pessimos profissionais, comandados por um péssimo profissional (que se livrou do problema, não é verdade?) que tem como resultado uma pessima empresa aérea.

Clara
ClaraPermalinkResponder

Obrigada pelo alerta, Sérgio. Foi decisivo para não comprar jamais passagem por essa companhia. A diferença de preço não vale a pena diante da magnitude dos aborrecimentos por incompetência estrutural, gerencial e má vontade da US Airways na parte que concerne vôos de/para o Brasil e brasileiros.

Isaac
IsaacPermalinkResponder

Foi bom saber hoje sobre o vôo US Airlines para Miami via Charlotte. Que D´us me livre de uma porcaria destas. Ainda bem que li o blog. Desisto. Também a A.Airlines está "aprontando". Passageiro com milhagens pode perder as esperanças de usá-las na AA. Eles criaram tanta dificuldade que até em baixa temporada não se consegue nadinha. Se não pagar passagens não viaja. Pesuisando o mesmo roteiro com outras companhias, se pode ver que a Continental, a Copa, a Taca, apesar de muito tempo de viagem, tem preços competitivos e também melhores condições de viagem, isto é, aviões novos ou quase e staff razoável e as vezes até preytativos. Vamos lá minha gente....pesquisar é a chave do negócio. Só assim as cias de aviação vão se dar conta ou vão falir

JULIO PEIXOTO
JULIO PEIXOTOPermalinkResponder

querem pagar baratinho nisso que da ficam reclamando de aeronave antiga o q vcx querem para o brazil um airbus a380 ou um 777-300er da emirates
quer barato da nisso..quer viajar pro estados unidos temq ter dimdim pega um 777-200 da aa e pronto..voces bagunçam o pais dos caras e ainda falam mal e querem o mesmo tratamento pelo amor de deus ne e ou a menina falou da delta as aeronaves da delta são 767-300 ...não gostou se muda pra marte

Clara
ClaraPermalinkResponder

Julio Peixoto, sua opinião é cheia de ignorância, arrogância, preconceito e agressividade gratuita: que história é essa de "voces bagunçam o pais dos caras"(SIC)? Isso entre várias frases mal escritas, mal pontuadas, etc. Vai aprender a escrever português direito, você é um ignorante e "sem noção".

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Bem só de ler os comentários já estou preocupada!
Imaginem que vou estar levando os meus 2 cães de estimação. O meu destino final é o estado do Oregon. Depois de Charlote terei que fazer conexão em S.Francisco, pois a minha passagem foi comprada para esta cidade. Claro que o preço falou mais alto. Depois terei outra passagem, esta comprada nos EUA pra Portland, Oregon!
Estou perplexa sem saber como será meu desenrolar...

Isaac
IsaacPermalinkResponder

Elizabeth, calma, nem tudo está perdido. As vezes a coisa não é tão "preta" assim, mas não deixe de ler as opiniões aqui. Eu tenho ido aso EEUU algumas vezes e com a United, AA, etc e também encontrei problemas. Curta a viagem que o resto é "passável".

Aline Castro
Aline CastroPermalinkResponder

Oi Elizabeth, vc conseguiu embarcar direitinho com seus cães? Correu tudo bem? Pois estou com viagem marcada, e fiquei preocupada, pois pretendo trazer um cão dos USA, e pelo que entendi no site da US Air, eles não fazem esse trajeto USA - BRASIL com animais....isso eh verdade?

Antonio Garcia

Endosso as palavras da Clara, contra o comentário do Júlio Peixoto. Realmente sem noção. Isso que ele escreveu é o famoso "complexo de vira-lata". E dá para ver que ele não entende nada de DIREITO DO CONSUMIDOR. A nacionalidade faz parte da identidade do indivíduo, e negá-la é negar a si mesmo. Se não está satisfeito em ser brasileiro, peça naturalização em outro país.
Eu fui empurrado por outra Cia. para essa US-Airways, por conta de um cancelamento de vôo e fui extrememente mal tratado, GRATUITAMENTE, e não foi por um funcionário americano, mas por uma brasileira que trabalha para eles no aeroporto de Orlando. O avião que peguei no trecho Charlotte-Rio estava literalmente caindo aos pedaços: estava solta a moldura da TV LCD que fica de frente para a fila 12, onde fomos forçados a ocupar, e se aquela coisa caísse, seria sobre o meu filho de 7 anos. Comuniquei à aerovelha, e por causa disso, o vôo deve ter atrasado uns 30 minutos, após eles terem feito uma gambiarra para segurar o troço no lugar. Total falta de respeito.

riopilot
riopilotPermalinkResponder

Ola!
Antes de mais nada, gostaria de informar que meu teclado nao esta configurado para o idioma Portugues, logo, nao usarei acentuacao.

Li varios comentarios aqui.

Sou um profissional da aviacao comercial desde 1989. Sou ex Varig. Moro fora do Brasil desde 1994. Viajo frequentemente, com varias cias aereas. Achei vergonhoso o servico prestado pela US Airways, de acordo com os relatos lidos aqui. Viajei com eles ha anos atras, dentro dos EUA, e nao tive problemas.

Realmente, a US usa avioes mais novos nas rotas entre EUA e Europa. E de fato, o 767s que usam na rota para o GIG precisam de uma boa reforma ou uma troca.

O mesmo acontece com a American Airlines. Sou ex funcionario, gosto muito da empresa, porem, usam os mesmos 767 que usavam ja em 1991. Essas aeronaves vivem com problemas e os voos sempre com atrasos ou cancelamentos por razoes mecanicas.

Em marco desse ano, fiz um voo de Los Angeles a Honolulu, com a American. O aviao era um 767-200 velho, a cor interna era algo creme-incardido e fedia. Soube que a matricula do aviao era 365, porque a propria tripulacao reclamava do aviao, pois os fornos na galley nao funcionavam e nem o sistema de tv e audio. Fiz uma pesquisa e descobri que essa mesma aeronave voa para o Rio de Janeiro, Santiago, Dallas, Los Angeles, Honolulu... e vira e mexe, pifa smile

A Delta ora usa o 767-400, ora o 767-300. A Continental usa os 767-400. A United os 767-300. Realmente, nao posso reclamar dessas empresas. A TAM usa o Airbus 330 para Miami e Orlando.

Sugiro, que todos que tenham problemas com os voos e servico de terra, comecem a anotar nomes, locais, horarios e realmente reportem isso diretamente com a sede da cia aerea nos EUA. Normalmente, os sites informam maneiras de contatar a empresa. Escrevam informando todos os detalhes, porem sempre com nomes e datas. E por que nao, pecam, sim, algum tipo de compensacao pelo ocorrido.

Li o caso dos passageiros que foram do La Guardia para o Kennedy de taxi e passaram a noite no aeroporto. Deveriam e devem mandar uma carta para a empresa, e se tiverem copias dos recibos de taxi e refeicoes, mandem e pecam um reembolso. Reclamar com um gate agent ou airport manager nem sempre funciona. Sugiro que escrevam, carta ou email, direto para o Headquarters. Se tiver uma opcao de fale com o CEO, melhor ainda. Alguem, em algum momento, vai perceber que ha algo de errado com os voos para o Brasil ou qualquer outro destino.

No que diz respeito a bagagem, isso faz parte da lei de imigracao americana. Qualquer passageiro cujo destino final nao seja o ponto de entrada, precisa passar com a bagagem pela alfandega e logo depois entregar a mala ao balcao de bagagens da empresa. A bagagem ja foi etiquetada para o destino final, no Brasil, entao o processo eh rapido. Exemplo, um passageiro sai do Rio de Janeiro com destino a Seattle, com a Delta Airlines. Faz o despacho da bagagem no Rio. Ao chegar em Atlanta (primeiro ponto de chegada nos EUA) o passageiro deve pegar a mala na esteira e passar pela alfandega. Depois desse processo, entrega a bagagem a Delta e a bagagem sera encaminhada ao proximo voo de conexao.

A unica excessao a regra eh quando o passageiro esta fazendo conexao para um terceiro pais. Exemplo, um passageiro sai do Brasil com destino ao Mexico. Ao chegar em Miami, o passageiro nao precisara pegar as malas e passar pela alfandega, a bagagem eh transferida para o voo de conexao e uma vez que o passageiro chegue ao Mexico, tera que passar pela alfandega por la.

Bons voos e nao se esquecam, eh necessario fazer que a diretoria das empresas fiques cientes dos problemas ocorridos. Nao se acanhem, RECLAMEM!

Vah direto ao topo, a reclamacao vai descer para o departmento certo!

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Fiz um vôo recente pela US Airways, ida dia 03.07.11 e volta 19.07.11, na rota São Paulo - Rio - Charlotte. O trecho Sao Paulo - Rio foi operado pela TAM, sem problemas, normal.
No trecho Rio - CLT, o vôo decolou com pequeno atraso devido ao trânsito de aviões, pois já estávamos na pista na hora marcada para a decolagem, apenas aguardando a fila de aviões.
O atendimento em solo foi tranquilo, o funcionário solícito e o check-in rápido.
A aeronave realmente é antiga, sem telas individuais, a comida servida era sofrível, mas não imprestável. Tinha um pequeno travesseiro e um cobertor muito simples.
Durante o vôo, que foi muito tranquilo, assim como no popuso em CLT, não tivemos qualquer imprevisto e o atendimento foi normal, sem ser rude ou amável.
Na volta recebmos o mesmo tratamento da ida, mas tivemos um pequeno problema resolvido ainda no aeroporto. Ao fazer o check-in, a atendendente da US Airways marcou o cartão de embarque do meu filho como "infant" sem direito a assento, muito embora tivesse pago por uma ticket normal para ele com direito com reserva de assento, o que aliás já até havia feito. Relatei para a atendente o erro e ela se limitou a dizer que no portão de embarque resolveriam o problema e foi embora. Insatisfeito com a resposta, fui até a uma outra atendente que, muito solícita e educada, corrigiu o erro na mesma hora, emitindo um novo cartão de embarque. Generalizando, acho que isso o brasileiro devem reforçar em sua atitude, não ficar satisfeito com qualquer resposta dada pela companhia, reclamar mais e usar os canais competentes para tanto.
Minha avaliação é a de que recebi o serviço de acordo com o contratado e pelo preço que paguei (650,00 dólares com taxas incluídas, em alta temporada) não poderia esperar muito mais que um serviço eficiente, simples e seguro. Contudo o erro que relatei na emissão do cartão de embarque do meu filho é uma nota negativa, assim como o descaso em resolver o problema da primeira atendente.
Voltaria a voar se a diferença de preço realmente for grande em comparação com as demias companhias.

Denny
DennyPermalinkResponder

Olá , estou nos últimos dias de minha viagem que se iniciou no dia 27-julho e tenho regresso marcado para 02-Ago.
Sai de São paulo com destino ao Rio sem problemas, um voo tranquilo.
Chegando no RJ fiz o todos os procedimentos padrões, e embarquei o voo teria saída marcada para as 22:25,mas o mesmo não aconteceu, pois um sem noção jogou uma fralda no vaso e entupiu os dutos causando uma pane hidráulica no avião.Finalmente decolamos por volta das 23:00, mas pelo contrário do relatado nos posts anteriores, a tripulação nos atendeu normalmente, gostei muito de um Sr comissário que sempre brincava o mesmo era americano e muito divertido, claro as aeromoças americanas eram mais chatinhas, mas nada que fosse fora do comum.
O avião... sim realmente era velho e muito barulhento foram 10 horas que não conseguiria dormir mesmo se pudesse(não consigo dormir em viagens, nem carro, ônibus em nada mesmo).Esse avião tinha poltronas mais confortáveis. pois sou alto e tenho um s´rio problema com o joelho batendo na poltrona da frente.A aeromoça Brasileira, era uma senhora de uns 50 anos muito gentil, e proporcionou um momento de descontração, na hora do café uma senhora pediu café e eu suco de laranja, e a aeromoça ficou só espiando, quando a Sra bebeu e fez careta ela soltou Welcome to América, o café aqui é chafé né, perguntou a Aeromoça para senhora.A Sra respondeu é que esse está muito ruim e veio a justificativa.
O café é de qualidade, porém a caixa d'água do avião é muito antiga, pois o avião tbm.
Chegamos atrasados e eu tinha uma conexão para Myrtle Beach na imigração em Charlote foi uma correria danada, e o pessoal da US Airways deu uma atenção bacana, pois chegamos as 09:00 minha conexão era as 10:00 deu tudo certo.
Acho que o Serviço é de acordo com o preço pago, espero não ser surpreendido na próxima terça feira.
Tenho uma pegunta se puderem me responder eu agradeço, pois esse é meu primeiro voo internacional.
Na minha volta necessito ligar antes para confirmar meu voo ou só levo meu ticket passado pela operadora que me vendeu no Brasil?
Muito obrigado e boa viagem a todos.

Daniel Oliveira

Caramba, já estou com medo pelo os comentários. Meu vôo para NY é em novembro (2011) pela US Airways. Espero que tudo ocorra bem. Quando comprei as passagens, que foi em junho deste ano, as passagens já estavam no valor de U$$ 1,110. As outras cias estavam quase o dobro. Infelizmente só restou a US Airways. É mas pelo que estou vendo por aí, não é só a US AIR que está assim não. A própria AA está com um péssimo serviço de bordo e tripulação, salvando pelo menos as aeronaves. Minha tia está em Minneapolis, vôo Rio-NY-Minneapolis. Do Rio para NY foi tranqüilo com tripulação arrogante. De NY para Minneapolis foi horrível; tudo bem avião não é restaurante, além de não ter serviço de bordo o avião teve panes no ar e teve que fazer um pouso de emergência em Michigan, em um campo. Pior que isso, a tripulação só disse uma única coisa: FIQUEM EM SEUS ASSENTOS. Duas horas após o acidente, eles desceram do avião e foram para um aeroporto. Vale lembrar, neste período de 2 horas, as pessoas não podiam sair do avião, e a única coisa que tinha para servir no momento era um copinho de água quente !
Mas o que importa é que todos estão vivos. É melhor ter uma tripulação arrogante, do que uma tripulação que para onde olha está sorrindo e o avião caindo !!!
Boa sorte para todos nós que vamos para os EUA !!!

monica silva
monica silvaPermalinkResponder

O meu voo e em dezembro com conexao em charlote e destino para orlando,e ja estou apavorada.espero que ate la a empresa faça alguma coisa pois sao vidas transportadas e nao so malas.

monica silva
monica silvaPermalinkResponder

Gostaria de registrar que no ano passado(dezembro)fui para Orlando com minha familia e fui super maltratada pelo comissario que so queria dar atençao a um surfista que estava acomodado em duas poltronas so para ele,e assim nao queria atender mas ninguem,quando eu o cutuquei pois ele nem olhava para mim,ele deu um grito dizendo que eu o havia agredido e que ele iria me denunciar para a policia federal,eu nao acreditei no que eu ouvi pois eu so queria uma coca.a minha sorte e que as pessoas ficaram do meu lado e disseram que testemunhariam a meu favor.a partir dai nao viajo mais pela AA,e se nao fosse pelo preço so iria de TAM.

jorge silva
jorge silvaPermalinkResponder

Gostaria de registrar que no ano passado(dezembro)fui para Orlando com minha familia e fui super maltratada pelo comissario que so queria dar atençao a um surfista que estava acomodado em duas poltronas so para ele,e assim nao queria atender mas ninguem,quando eu o cutuquei pois ele nem olhava para mim,ele deu um grito dizendo que eu o havia agredido e que ele iria me denunciar para a policia federal,eu nao acreditei no que eu ouvi pois eu so queria uma coca.a minha sorte e que as pessoas ficaram do meu lado e disseram que testemunhariam a meu favor.a partir dai nao viajo mais pela AA,e se nao fosse pelo preço so iria de TAM.

CARLOS
CARLOSPermalinkResponder

Acho vou voar US Air em Janeiro, e já estou com medo. Ano passado voei United, excelente por sinal. Não estou esperando o mesmo tratamento da United, mas algo um pouco, não muiiiiiiiiiiito inferior. A AA tb não é essas coisas mas nunca tive problemas. Vamos ver ainda tenho tempo de mudar c de companhia.

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Lendo os comentários, vi que a empresa em que viajei não é a única ruim: DELTA AIRLINES. O preço realmente é muito bom, mas diante do ocorrido, acho que o barato não compensou. O avião é daqueles 3 poltronas-corredor-3 poltronas, iguais aos que a gente viaja internamente no Brasil. Não tem tela individual, os fones não funcionam, o espaço entre os bancos é mínimo. Sem falar que o avião é velho, muito barulhento. E também os riscos, já que em junho de 2011 um avião da Delta voou sobre o Caribe com somente uma turbina funcionando, voltando para o Brasil. Diante disso, não recomendo ninguém a voar com a Delta, a não ser que queiram fortes emoções.

Dione
DionePermalinkResponder

Por favor, vou a Richmond-Virginia em dezembro, não falo inglês e estou muito insegura. Alguém pode me orientar como é o desembarque em Charlotte, por favor?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dione! As orientações estão neste relato acima. O aeroporto é bem sinalizado; o que você precisa fazer de mais complicado é só pegar a sua mala em uma esteira e levá-la até outra (do seu próximo vôo). Não é nada difícil não; haverá mais pessoas fazendo a mesma coisa. smile

Isaac
IsaacPermalinkResponder

Alguem pode me informar se Charlotte é cidade para se visitar ou não tem atrações interessantes. Viajar via US Airlines para Miami com escala/parada em Charlotte é a minha ´dúvida. O resto sobre a US eu já entendi...é viagem triste e chata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isaac! Normalmente as conexões são as mais imediatas possíveis. É sempre um perrengue tentar visitar uma cidade entre dois vôos.

Gillian
GillianPermalinkResponder

Isaac.
A cidade deCharlotte está localizada no epicentro de fundação dos EUA pois foi uma das primeiras colônias inglesas. Durante a Guerra da Secessão ocupou um lugar de destaque. vale a pena não somente conhecê-la como também as cidades que estão bem próximas. Todas fazem parte da história da criação da nação norte-americana.

Julio Carvalho

Boa noite,
Voei agora(06/10/11) para Orlando e constatei os relatos, sim, o único avião que faz o trajeto é sofrível, mas creio que o mais deprimente foi o atendimento com os passageiros. Logo aqui no CIG os próprios brasileiros que trabalham para a USAIR tratam mal os irmãos de pátria, mal não, que nem cachorro, com ironia nas respostas e deboche no atendimento, a sensação que tive era que estava pedindo um favor para eles, seria como se estivesse viajando 0800. O lance de ter que recolocar a bagagem em outra esteira é real, mas é tão bem sinalizado que não senti dificuldade. Uma outra coisa sem explicação é o avião voar até Charlotte e depois retornar para Orlando, seria como ir do Rio para a Bahia e voltar para Brasília, não se iludam, é uma viagem doída e cara, não é todo brasileiro que pode, tranquilamente, tirar quase R$ 6.000,00 da conta para fazer um passeio em que se sente como indo no pau de arara, ou seja, conforto ZERO. Já em Orlando o hotel que fiquei tinha um quarto super confortável, mas um atendimento USAIR, pois 98% dos hóspedes eram brasileiros e NINGUÉM do hotel falava português, eu fui na recepção fazer uma solicitação e o camarada ainda fez cara feia tentando me explicar que não entendeu nada. Um outro cuidado interessante é que a excursão te leva direto para lojas de brasileiros e é triste, pois vemos pessoas que deveriam ajudar fazendo justamente o contrário, tentam te vender coisas que mais para frente vai encontrar pelo menos 45% mais barata, mas ai já era, comprou no impulso, senta e chora, eu chorei...No mais o passeio para a Disney é incrível, é muito emocionante. Qualquer dúvida perguntem no Email. Boa Viagem, colegas.

Vera
VeraPermalinkResponder

Confesso que se tivesse lido os comentários negativos no início do mês de outubro jamais teria viajado pela US Airways, mas devo confessar que meu marido e eu então tivemos muita sorte! O avião não era novíssimo mas igualmente não era o "velho" tantas vezes relatados aqui. As poltronas eram de couro, carpete novo e tudo funcionando. Tripulação educada, informações dadas em Inglês e Português. Aeroporto de Charlotte por ser pequeno, super organizado!
Quanto à alimentação nunca jantamos em voo. Viajamos constantemente pela AA mas desta vez decidimos (em função do preço)experimentar a USAir. Fomos bem atendidos no chek-in, o voo saiu religiosamente no horário, conexão em Charlotte p/Atlanta idem. Três dias após seguimos de Atlanta p/Washington DC, também sem nenhum problema. A volta foi igualmente confortável e sem atrasos.

Para o Natal já temos bilhetes comprados pela AA mas acho que viajaremos novamente pela US Airways.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Também viajei pela US Airways esse mês e gostei do voo e do atendimento. Não teria problema em viajar novamente pela empresa.

Regina
ReginaPermalinkResponder

Pelos comentários, vejo que os Brasileiros continuam discriminados. Pois viajei este ano pela American Air e foi terrivel, aeronave, tratamento dos comissárias, alimentação tudo de péssima qualidade, iguais aos comentarios que li. Nos veem ainda como inferiores que não teem direiro a tecnologia , conforto e cortesia de 1º mundo. Será que vôos EUA / INGLATERRA são assim?

JOICE CAVALCANTE

por causa da us airways meu marido está neste momento no aeroporto do rio de janeiro, perdeu o voo para são paulo, pois a companhia aerea perdeu a mala dele, espero que resolvam logo se estiver em charlotte ainda, mas se alguem aqui no rio pegou por engano?? aí por causa de irresponsabilidades e falta de fiscalização saimos no prejuízo sem as coisas que são nossas .... eles tem que resolver o quanto antes

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Ninguém fiscaliza malas em aeroporto nenhum do mundo. Mas normalmente a mala fica por excesso de peso. Virá no próximo voo e entregarão na sua residência.

Simone
SimonePermalinkResponder

Estávamos indo para um congresso , e pegamos a Us Airwais Rio- Charlotte, na ida , as aeromoças extremente rudes, irônicas, insensíveis. Tinha amigos na primeira classe, e foi pior ainda....
A aeromoça responsável bateu no video , pois este não funcionava, e quando um outro passageiro pediu um outro pão, " mas como você ainda não recebeu" ironicamente".
Isso foi no dia 20 de outubro de 2011.
Agora no retorno, teve uma das conexões entre Phoenix e Charlotte, fomos agraciados por um comissário maravilhoso, mas fugiu a regra, pois nas outras conexões, independente ,se era classe econômica ou não a insensibilidade, e a arrogância continuaram....
Acredito que tem que haver companhias que nos respeitem, infelizmente, minha experiência foi esta
Simone de Leon Martini
P.s. Talvez vocês devessem apenas fazer vôos dentro dos estados unidos, onde só carregariam americanos, a propósito, estávamos na primeira classe....

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Em set/2011 tive a péssima experiência ao viajar pela Delta Airlines, de Brasília-Atlanta.

Na ida, até que correu tudo bem, mas alguns problemas.

Os comissários da empresa, ainda em Brasília, fizeram questionamentos, a meu ver, sem sentido, sobre "quem teria feito minha mala", se "alguém mexeu na mala", etc. Enfim, perguntas ridículas. Tipo de questionamento deveria ser feito pela Receita Federal, pela imigração nos EUA, mas não pela empresa, e ainda no Brasil.

O vôo de ida correu tudo bem, apesar de ser um avião pequeno (3 poltronas de cada lado) para sobrevoar o Atlântico durante 8h30. No entanto, a comida era ruim, fones de ouvido não funcionavam, e o avião era nitidamente velho. Delta!

Na volta, ao embarcar em Orlando-Atlanta, o comissário que fica na porta do avião, solicitou meu passaporte, e demorou muito tempo para devolver. Ao questionar sobre a demora (detalhe, somente o meu e de meus familiares foi pedido), ele respondeu grosseiramente que se eu questionasse de novo eu não iria embarcar!
Quanta grosseria e falta de respeito! Acham que por sermos brasileiros podemos ser desrespeitados?

Mas o pior estava por vir.

Em Atlanta, ao embarcar pra Brasília, eu e alguns passageiros notamos que havia uma goteira no avião e mau cheiro por conta do combustível.

Novamente, avião velho, bandeijas que não prendiam direito, fones de ouvido sem funcionar.
Aeromoças grossas com os clientes e que não sabiam falar português (detalhe o vôo é Brasília-Atlanta).
E no meio do caminho, uma forte turbulência atingiu o avião, em pleno Atlântico, a aeromoça caiu (ou voou), banjeiras cairam, xícaras, mas felizmente chegamos com vida no Brasil. E uma delas afirmou que nunca tinha passado por turbulência tão forte.

Agora questiono: este avião 757-200 é adequado para fazer vôo internacional, sobrevoando o Atlântico? Sobretudo por ser um avião pequeno, velho e com vários problemas visíveis? goteira, bandejas que naõ prendem, problemas nos fones, etc?

Outros vôos da Delta que tiveram problemas (basta pesquisar no google - no site do g1 tem as notícias):

- 04/04/2011 - Rio - Atlanta

- 18/06/2011 - Atlanta - Brasília

Fica a dica, paguem mais caro, mas não viajem com a Delta Airlines.

Mari
MariPermalinkResponder

Guilherme, essas perguntas eles fazem para saber se não teve o risco de alguém ter colocado uma bomba na sua mala sem o seu conhecimento... não é pessoal, não, é padrão, eles perguntam isso para todo mundo!

Dayane
DayanePermalinkResponder

Olá, acabamos de chegar dos EUA (Disney) e viajamos com a US, depois de ler todos os comentários negativos eu e meu marido chegamos a conclusão que o problema na Cia aérea são os brasileiros que a frequentam, fomos super bem atendidos, não tivemos problema nenhum no voo, obviamente as poltronas não são as mais confortáveis com exceção de primeira classe e o avião é mais velho, fora isso se respeitassem as regras de bagagem nos EUA talvez os comissários de bordo não ficassem estressados tentando ajeitar malas que deveriam ser despachadas com as demais bagagens, tinha brasileiro colocando 3 malas de rodinhas enormes na parte de cima do assento sem poder, reclamam mais não seguem as regras.
Com certeza iremos voar com eles novamente.

isabella
isabellaPermalinkResponder

Voei com a US por que não tinha outra opção ja que resolvi viajar meio em cima da hora e como a empresa é péssima e ninguem quer voar com ela, era a unica que tinha lugares.
Concordo com todas as criticas aqui publicadas e somo as minhas. Até choque elétrico eu tomei. A grosseria das comissárias é inacreditável, até chutarem meus pés elas fizeram. Quanto ao comentário da Dayabne, não procede, só estava com duas sacolas de mão, de tamanho bastante inferior ao padrão e eu viajo toda semana a SP, então sei bem o que se pode ou não levar como bagagem de mão.Fora isso eles da forma grosseira sempre, não deixavam ninguém entrar no avião com bagem acima da permitida, mesmo qeu ja tivesse sido autorizada no chekin.
Fomos péssimamente tratados e a aeronave de fato é podre. A comida é péssima e o banheiro é insuportável. Enviei para eles meus comentários e recebi resposta, mas não pretendo jamais voar novamente com esta empresa.

escalabro
escalabroPermalinkResponder

Vem cá, a empresa pensa que não debve seguir o codigo do consumidor brasileiro? Porque este pessoal que só reclamou aqui não processou os canalhas da Delta, AA e US? Processem estes canalhas que a coisa muda!

Cesar
CesarPermalinkResponder

Embarquei dia 28/12 Rio-Charlotte-Cancun. No dia 4/01 fiz Cancun-Charlotte-Orlando. Tudo correu muito bem.
Estou retornando ao Rio nesse sabado.
Nao da para comparar com o aviao da Tam que viajei em Julho, mas tambem nao e isso que li aqui.
Nada a reclamar...

Nicole
NicolePermalinkResponder

Eu estou indo fazer um inntercambio em Charlotte, e descobri esse voo diro da Us Airways. Li os comentarios, o que me deixou muito preocupada. Eu prefiro voos diretos, mas se o servico é tao ruim tenho medo da minha mala ser extraviada ou ter algum problema parecido. Alguem conhece algum voo parecido que saia d Brasil e vá direto para Charlotte?

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Não há. Charlotte é o HUB apenas da US Airways.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nicole! Note que o texto principal do post já tem mais de dois anos; o ponto realmente bizarro da experiência estava na, digamos assim, falta de jogo de cintura da tripulação.

Mas hoje a rota já está estabelecida e você verá críticas pontuais e espaçadas, como é normal com toda cia. aérea.

É possível voar a Charlotte via qualquer cia. que vá para os Estados Unidos, com uma simples conexão.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Pessoal,
Estou "perdida"....Voar ou não voar pela US AIRWAYS???? Vou em abril com toda a famíla para Orlando (eum meu marido, dois filhos (um de 20 e outro de 03 anos)para comemorar o niver do meu pequeno, o preço das passagens da US é tentador, mas, fiquei apavorada com os relatos... Alguém que tenha voado recentemente pela cia poderia me ajudar?!?!?! me dando informações recentes? Me ajudem... Não quero que minha viagem vire um grande pesadelo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Toda cia. aérea recebe críticas, e é natural que este post, por ter sido um dos primeiros a falar sobre a cia. no Brasil, seja o catalisador de todo mundo que quer falar mal da cia.

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Eu para Miami, com translado em Charlotte, se alguém sabe se a mala vai direto para Miami ou tenho que pegar em Charlotte. Como Cia é a mesma, a informação de onde comprei a passagem é que vai direto para Miami.Mas as informações aqui são diferente. Agradeço se alguém puder me dar uma informação correta. Um grande abraço para todos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! Tem que pegar a mala em Charlotte e redespachar com o agente logo depois da imigração. Você verá tudo claramente indicado.

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia,na ida eu acredito que isso esteja certo, mas na volta,não, pois o tempo que eu tenho de translado é só de uma hora. De qualquer forma ficarei atento e, muito obrigado pela dica, foi muito importante.
Grande abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! Na volta sua bagagem será despachada diretamente para o Brasil.

Ricardo Valis
Ricardo ValisPermalinkResponder

Em três semanas irei à Miami via Charlote. Ocorre que ainda não resolvi meu roteiro. Como a imigração é feita em Charlote posso lá ficar, sem completar o trecho até Miami? Na volta viria de Miami.

Gina Price
Gina PricePermalinkResponder

Elisa minha amiga,alem desses "probleminhas" todos que vc passou e eu tambem,ainda fui sorteada com ESBAFORADA DE CHARUTO que o comissario de bordo que tinha um cabelo tao comprido e era tao velho que eu achei que havia chegado no ceu e que ele era SAO PEDRO.Pelo que me consta nao e permitido fumar em lugar algum da aeronave,mas na U.S.AIRWAYS e permitido sim,pelo menos para a tripulacao....E tem mais: de Charlotte ate o Rio de Janeiro depois de um atraso de mais de 2 horas com o aviao para no final da pista,nao nos foi servido a comida que deveria ter sido e tao pouco o cafe da manha.Fomos sorteados apenas com um copinho de suco de laranja e agua,e assim mesmo com limites.Mas o cafe da manha da tripulacao que nao sao gente,sao selvagens,principalmente as aerovelhas negras americanas,tinha ate frutas de todos os tipos.e E para terminar,elas nao deixavam ninguem suspender as janelas,isso quase chegando no Rio de Janeiro.Por mim nem que queiram me dar passagens gratis para os Estados Unidos onde tambem moro,eu recuso....DEUS ME LIVRE DESSA CIA.Eu acho que a ANAC/EMBRAER/SEI LA O QUE,DEVERIAM INVESTIGAR CADA UM DESSES EMAIL E TOMAR PROVIDENCIAS A RESPEITO.....

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Prezados amigos, fui a Miami pela Airways em 27/3, através de Charlotte, quero dizer que apesar de os aviões serem antigos, a viagem foi formidável, tanto para Charlotte ida e volta, como Charlotte Miami ida e volta, não é nenhuma Brastemp, não tive nenhum problema, os pilotos são de primeira categoria, da para sentir ao subir e descer com as aeronaves, as aeromoças/os, são muito educadas, sempre tem uma que fala fluentemente o português,o serviço é simples mas o suficiente para a viagem, não aconteceu absolutamente nada que eu possa reclamar, fui muito bem atendido no Aeroporto do Rio de Janeiro, no de Charlotte, como no de Miami, em Charlotte,na ida voce tem que pegar suas malas, pois o verdadeiro Checking para entrar nos Estados Unidos é feito em Charlotte, na saída de Miami, o exame da pessoas é muito rigoros, inclusive com aquele exame de raio x , ninguem escapa, o que fica nos bolsos normalmente como lenço, cartão de crédito etc, peguem segurem com a mão e levantem na hora do raio x.Os voos foram extremamente tranquilos, não teria nenhum problema em voltar a voar pela Airways.Espero ter ajudado de alguma forma.
Afinal nunca viajamos sozinho, Deus está sempre ao nosso lado, na hora que ele quiser, é muito simples não precisa de avião.
Abraço a todos.

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia boa noite. Porque não consta aqui o que escrevi sobre o voo para Miami através da Airways?
Um abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! O comentário já foi resgatado, está acima grin

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia obrigado por resgatar a minha mensagem, até tenho mais a dizer, na ida no Aeroporto do Rio, ao dar entrada no guichê da Airways, a minha passagem estava bloqueada, pois o meu pedido de visto italiano, estava errado, a menina, prontamente me levou para uma sala, onde preencheu um novo pedido de visto,paguei os 14 dólares e, na hora estava liberada a minha passagem,em Charlotte na primeira fila, eles colocaram uma mulher que falava fluentemente português, atendendo a todos com muito boa vontade, enfim, em suma, ou fui muito feliz, ou dei muita sorte, ou as duas coisas.
Um grande abraço para todos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! Este depoimento é um polaróide fiel do que era a companhia no início de operações, há dois anos. Ficamos felizes de terem melhorado.

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia lendo as informações de antes, realmente fiquei assustado, mas tinha comprado a passagem, os aviões parecem antigos realmente, mas não tinha nada caindo aos pedações e, não me deram nenhum susto. A sensação que eu tive, foi que com a quantidade de passageiros para Miami, eles estão tentando melhorar a sua imagem.
Um grande abraço.

Rosangela
RosangelaPermalinkResponder

Boia, estou com viagem marcada para o dia 10 de outubro de 2012, no voo 801, que a minha agente de viagem disse que faz parada técnica (e não conexão) em Charlote. Estou em dúvida se realmente é parada técnica, e se for, vou ter que retirar as malas para fazer alfândega lá? Outra pergunta: Eles dão lanche de graça no avião ou temos que pagar por um lanche?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosângela! Todos os passageiros são obrigados a descer e fazer imigração e alfândega com malas no primeiro aeroporto em que pousan. Em vôos internacionais alimentação não é cobrada.

Rosangela
RosangelaPermalinkResponder

Bóia, estou com outra dúvida: Os fones de ouvido, na viagem do Rio até Orlando, serão cobrados?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosangela! Não serão não.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Estarei viajando pela delta em agosto e o meu voo de volta tem um intervalo de apenas 50 minutos gostaria de saber se as malas vão direto pro Brasil e se preciso passar pela imigração na conexao los angeles JfkCuritiba , obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Na volta as malas vão direto para o Brasil. Não há imigração para saída nos Estados Unidos. Certifique-se que a moça do portão de embarque fique com o seu comprovante de entrada (I-95) que estará grampeado no passaporte.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Obrigado pela resposta , mais uma duvida minha conexao da delta airlines venho de los angeles para o Jfk e do Jfk embarco pra sao Paulo e só descer do aviso e ir para o embarque direto , obrigado

Marcelo H B Ferreira

Se vc chegou até aqui, surpresa: meu voei com a USAirWays e achei muito boa pelo preço. Em primeiro lugar, jamais espero um serviço excelente. Preparo-me sempre para, no máximo, algo entre o frio e o respeitoso. menos que isso não dá. Mas, para minha surpresa, em meu voo em jan/2011 Rio - Charlotte - orlando a tripulação era extremamente cordial, eu diria que até amável. Uma aeromoça americana até conversou comigo sobre amenidades pouco antes do pouso. O avião é velho, mas me pareceu mais espaçoso que um novinho da Continental em que eu viajei um ano antes. O entretenimento a bordo era prejudicado pela ausencia de telas individuais, mas em voo noturno eu durmo muito bem. A comida era na média das demais companhias. O aeroporto de Charlotte bem pequeno comparando com os demais, e bem confortável. em suma, não tenho nada do que reclamar. Volto a dizer: Pelo preço eu achei muito bom. e voaria novamente sem problemas. smile

Marcelo Galvão

Olá, Riq, Boia e trips. Em dezembro de 2011, solicitei ao meu agente um pacote para Nova York e o de melhor preço encontrado foi com a US Airways. Logo depois, li este post e o mencionei ao meu agente. Ele observou que pela referida companhia pertencer ao Star Alliance é exigido, dos seus integrantes, um padrão de qualidade e que, até então, ele não tinha recebido nenhuma reclamação dos seus clientes. Achei convincente a argumentação e, assim, mantive a escolha.
O check in, no Galeão, realizado por funcionários terceirizados, foi perfeito. Sim, o avião era antigo, porém tudo funcionava. Minha esposa é diabética e a refeição especial solicitada, dias antes, foi servida em todos os trajetos. Não constatamos, por parte dos comissários, nenhum desrespeito e a decolagem ocorreu no horário previsto.
Tenha atenção para a conexão. Se possível, peça ao seu agente para que seja, no mínimo, de duas horas e busque os primeiros assentos no avião. Chegamos a Charlotte às 7h 25 e o nosso voo para Nova York era às 9h. Foi tudo muito corrido: imigração, apanhar as malas, devolvê-las e procedimentos de segurança para o novo embarque. Entramos no avião às 8h 50. Neste percurso, se tivesse ocorrido algum óbice, poderíamos ter perdido o voo.
Retornamos por Newark sem nenhum problema. Como na ida, fique atento ao horário da conexão em Charlotte, pois, por ser um aeroporto internacional, os percursos não são pequenos. Nesse check in, atendimento em português. Verificamos, mais uma vez, no geral, um serviço atencioso. Voltaríamos a voar pela US Airways.

Alice
AlicePermalinkResponder

Tenho uma viagem maracada com minha filha de 4 anos e a agencia de turismo me deu nessa cia aérea vou no voo 801 GIG/Charlote e Orlandoe retorno de orlando com para em Charlote no voo8000...pessoal será que preciso levar lanche e um cobertor pequeno...Tenho que pegar as malas em Charlote e passar na Alfandega ???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alice! Se você achar que sua filha pode sentir frio, levar um cobertorzinho é uma boa. Não é permitido transportar determinados alimentos na bagagem de mão. Leia as regras da cia. aérea antes de preparar o lanche.

Sobre as malas, leia o último parágrafo do texto! Mais informações aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2012/05/eua-imigracao-bagagem/

Alice
AlicePermalinkResponder

Nosso voo não tem conexão em Charlote só parada, mesmo assim temos que decer e passar pela alfândega ou só no destino final em Orlando??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alice! As orientações que você procura estão nesse post: https://www.viajenaviagem.com/2012/05/eua-imigracao-bagagem/

Lina
LinaPermalinkResponder

Oi, pessoal, vou viajar do Rio para Charlote/Las Vegas por essa Cia US e estou apavorada com tudo o que li. Não tem nenhum elogio.

será que até dezembro de 2012, terá melhorado alguma coisa?

Alguem que viajou recentemente, tem alguma noticia boa para dar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lina! A crítica do post se refere a problemas da época do lançamento da rota. Hoje a cia está adaptada. As pessoas só se lembram de usar a internet na hora de reclamar... toda cia tem problemas.

Renato Mansur
Renato MansurPermalinkResponder

Olá, voei no ano passado com a US AIRWAIS e confesso que achei o voo bem razoável. No entanto, não consigo entender porque não consigo escolher meu assento. Estou retornando para Orlando em novembro junto com meu sobrinho, e não sei oque fazer para escolher minha poltrona junto com a dele. Alguém pode me ajudar? Grato, Renato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renato! É melhor entrar em contato diretamente com a cia. aérea! De qualquer forma, isso deve ser possível no momento do check-in.

Marcelo H B Ferreira

Amigo, reservei passagens da US Airways para jan/2013 e consegui reservar no site, sem problemas. Basta utilizar o código de reserva (Uma combinação, se não me engano, de seis caracteres entre números e letras) e data do voo. Será aberta uma janela com o mapa de assentos, exibindo os disponíveis.
Eventualmente pode ser problema com o navegador. Eu uso o Chrome, mas sei que o IE7 tb funciona.

Bosa sorte e boa viagem

Marta
MartaPermalinkResponder

Boia, vc saberia informar o que houve no último sábado dia 23 de junho de 2012. Pois, eu estava saindo do Terminal 7 (em JFK - New York) e vindo para casa de um dos meus familiares em Charlote, e no momento que estava fazendo o check-in os funcionarios se retiraram dos seus postos de atendimento, e mandaram todos os passageiros saírem do aeroporto e aguardar do lado de fora.

Após uns 10 min entramos novamente, e outro funcionario pediu para sairmos, mas ninguem saiu e ficou perplexa aguardando informação. Somente depois de 30 min apareceu um funcionário por vez e comecou o atendimento. Todos os voos estavam atrasados e ninguém informou o que tinha acontecido, alguém passou por algo semelhante...sera que é procedimento de rotina, se for é mt cansativo...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marta! Pelo que conta esta notícia, a confusão se deu por causa de um detector de metais que deixou de funcionar:
http://www.foxnews.com/us/2012/06/23/hundreds-evacuated-from-terminal-at-new-york-city-airport/

Jose Luiz Martins

Acabei de chegar de um voo da US Airways e foi a pior experiência que já tive em mais de 50 voos para os EUA.

Os comissários são extremamente rudes, palavras como obrigado, desculpe e por favor, não existem no vocabulário deles. Mas grosserias como ameaçar tirar do voo e tirar sarro de quem não entende o inglês isso eles fazem bem.

O avião é velho, barulhento, pequeno, sujo e desconfortável.

A comida então nem se fala... de aparência e paladar horríveis.

Olha... achei que não poderia existir naa pior do que a American Airlines, mas a US Airways está muito pior.

É nítido que eles não tem preparo para atender o brasileiro e parecem que estão e castigo fazendo essa rota.

Existem outras boas opeções boas, baratas e mais seguras de voar para os EUA.

Na minha opinião a US Airways deveria deixar de operar aqui com esse péssimo serviço.

Bruno Santana
Bruno SantanaPermalinkResponder

Fiz a rota GIG-JFK-GIG pela US AIRWAYS com conexão em Charlotte (CLT), nos dias 19/06 (ida) e 27/06 (volta).
Realmente o avião GIG-CLT é um Boeing 767 velho,com configuração 2-3-2! Não há telas individuais nas poltronas (apenas uma tela "grande" lááááááá na frente). Os filmes eram em audio original em inglês e dublados em espanhol e também em português. Também há canais de músicas. A comida é aquela de avião mesmo. Issossa como todas as outras companhias. Não houve problemas com a tripulação do vôo. Todos se esforçaram para se comunicar com os passageiros que não dominam o inglês como eu. Me fiz entender e entendi o que os tripulantes diziam. Além disso, tanto na ida quanto na volta havia um comissário de bordo que falava português. O melhor de tudo, entretanto, foi o cumprimento dos horários. Foram pontuais. O vôo da ida, inclusive, saiu 10 minutos antes do previsto!
Ah... uma dica pra quem gosta de viajar na janelinha do avião, como eu: não reservem as poltronas das filas 7 e 8, pois as mesmas não tem janelas (é, não tem mesmo!). Na ida fui na fila 7 e tive que ficar na espreita da janela da fila 6 pra poder ver alguma coisa. rsrsrs...
Nos vôos internos (CLT-JFK) as aeronaves são mais novas (A321) embora não dispusessem de entretenimento visual. Foram pontuais também.
Enfim, os vôos foram tranquilos, sem intercorrência.
Faria novamente, se o preço for competitivo.

rafael
rafaelPermalinkResponder

olha e verdade um aviao velho o voo801 da us airways mais foi ate uma viajem boa, o aeroporto de charlotte e tao bom que voce consegue encontrar seu portao de embarque facil e rapiso so foi otima essa viajem so aviao era velho.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar